Santas e Santos de 02 de dezembro

1.   Co­me­mo­ração de Santo Ha­bacuc, pro­feta, que, pe­rante a ini­qui­dade e vi­o­lência dos ho­mens, anun­ciou o juízo de Deus, mas também a sua mi­se­ri­córdia, di­zendo: «O justo vi­verá pela sua fé». Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Habacuque

2.   Em Roma, Santa Bi­biana (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártir, a quem o papa São Sim­plício de­dicou uma igreja no Esquilino. († data inc.). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no séc. III, o martírio de Santa Bibiana. Uma tradição conta que nem seis meses passados na companhia de uma mulher devassa conseguiram corromper sua fé e sua virtude. (M). Ver página 384: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Bibiana_de_Roma

3.   Também em Roma, no ce­mi­tério de Pon­ciano, junto à Via Por­t­ense, São Pi­ménio, pres­bí­tero e mártir. († s. III/IV)

4.   Em Aqui­leia, no Friúli, ac­tual re­gião da Itália, São Cro­mácio, bispo, ver­da­deiro ar­tí­fice da paz, que deu re­médio às con­di­ções dos claus­tros da Itália des­truídos por Ala­rico e aos so­fri­mentos dos povos e, ex­pli­cando sa­bi­a­mente os mis­té­rios da pa­lavra di­vina, elevou as almas às re­a­li­dades celestes. († c. 407). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no Vêneto, no ano do Senhor de 407, São Cromácio. Bispo de Aquiléia, desenvolveu à sua volta um tipo de vida clerical em regime comunitário. São Jerônimo dedicou-lhe a tradução de vários livros, nos quais o nomeia “o mais santo e o mais douto dos bispos”. (M). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Cromácio

5.   Na ilha de Pal­ma­rola, na Li­gúria, também re­gião da Itália, o pas­sa­mento de São Sil­vério, papa e mártir, que, não que­rendo re­a­bi­litar An­timo, bispo he­ré­tico de Cons­tan­ti­nopla de­posto pelo seu an­te­cessor Santo Aga­pito, por ordem da im­pe­ra­triz Te­o­dora foi pri­vado da sua sede e en­viado para o exílio, onde morreu con­su­mido por muitas tribulações. († 537). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Silvério

6*.   No mos­teiro de Gro­e­nen­daal, na re­gião de Bru­xellas, na ac­tual Bél­gica, o Beato João Ruysbroeck, pres­bí­tero e có­nego re­grante, que expôs en­si­na­mentos ad­mi­rá­veis dos vá­rios graus da vida espiritual. (†1381). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de Bruxelas, no ano da graça de 1381, a volta para Deus do Bem-Aventurado Ruysbroek, místico flamengo, que tentou descrever a união do cristão à Santíssima Trindade através da contemplação. (X)

7*.   Em Múrcia, na Es­panha, a Beata Maria Ân­gela Astorch, aba­dessa da Ordem das Cla­rissas, a qual, muito hu­milde e de­di­cada à prá­tica de pe­ni­tên­cias, dava con­forto e bons con­se­lhos, tanto às monjas como aos leigos. († 1665)

8*.   Em Lo­gi­ew­niki, lo­ca­li­dade da Po­lónia, o Beato Ra­fael (Mel­chior Chy­linski), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Con­ven­tuais, que du­rante a peste vi­si­tava os en­fermos de Cra­cóvia, para os as­sistir pi­e­do­sa­mente e pro­por­ci­onar-lhes uma digna e cristã morte. († 1741)

9♦.   Em Man­resa, ci­dade da pro­víncia de Bar­ce­lona, na Es­panha, os be­atos Jaime Bertino (An­tónio Jaime Se­cases) e Leão Justino (Fran­cisco del Valle Villar), re­li­gi­osos da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs e már­tires, que, du­rante a vi­o­lenta per­se­guição contra a Igreja, em ódio à re­li­gião foi con­du­zido  ao glo­rioso martírio. († 1936)

10*.   Em Sta­nis­laviv, hoje Ivano-Fran­kivsk, na Ucrânia, o Beato João Slezyuk, bispo e mártir, que, sob um re­gime hostil a Deus, exer­cendo in­fa­ti­ga­vel­mente o seu mi­nis­tério clan­des­tino entre os fiéis do Rito Bi­zan­tin e per­ma­ne­cendo im­pa­vi­da­mente fiel a Cristo pe­rante os seus per­se­gui­dores, re­cebeu do Se­nhor a coroa eterna. († 1973)

11. Santa Martana (também na Folhinha do Coração de Jesus),

12. São Crisólogo (também na Folhinha do Coração de Jesus)

13. SANTOS EUSÉBIO, MARCELO, ÁDRIA, HIPÓLITO, PAULINA, NEÃO, MARIA, MARTA E AURÉLIA, mártires. Ver páginas 375-383: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf

14. Outros santos do dia 02 de dezembro: págs. 375-386: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2020.pdf                

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 02 de dezembro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/2_de_dezembro    

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.