Santas e Santos de 06 de dezembro

São Ni­colau (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Mira, na Lícia, na ho­di­erna Tur­quia, ilustre pela sua san­ti­dade e pela sua in­ter­cessão ante o trono da di­vina graça. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, São Nicolau, bispo de Mira, na Ásia Menor, contemporâneo do I Concílio Ecumênico de Nicéia. Conforme uma tradição, ele salvou a vida de três oficiais romanos, injustamente condenados à morte pelo imperador, e dava o dote a várias moças pobres, destinadas à desonra. O culto a este grande taumaturgo, venerado no mesmo dia pelos orientais, espalhou-se pelo Ocidente no séc. XI, após a trasladação de suas relíquias para Bari, na Itália meridional. (R). Ver páginas 56-66: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nicolau_de_Mira

2.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Asela, virgem, que, se­gundo o tes­te­munho de São Je­ró­nimo, viveu até ao fim dos seus dias en­tregue aos je­juns e à oração. († d. 385). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no final do séc. IV, Santa Asela, virgem, discípula de São Jerônimo. Em uma cidade tão tumultuada, levava uma vida recolhida, só saindo para visitar os túmulos dos mártires e dar apoio às comunidades religiosas romanas. (M). Ver páginas 75-76: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

 3.   Na África Se­ten­tri­onal, a co­me­mo­ração dos santos már­tires, que, du­rante a per­se­guição dos Vân­dalos no tempo de Hu­ne­rico, rei ariano, pela de­fesa da fé ca­tó­lica so­freram gra­vís­simos e inu­me­rá­veis su­plí­cios. Neste grupo, são dignos de me­mória Di­o­nísia e seu filho Ma­jó­rico, o qual, de tenra idade e apa­vo­rado pelas tor­turas, mas for­ta­le­cido pelos olhares e exor­ta­ções de sua mãe, se tornou o mais co­ra­joso de todos e en­tregou a sua alma no meio dos tor­mentos.  Entre eles: os santos Emílio, mé­dico, Da­tiva, Leôncia, Tércio, Bo­ni­fácio de Si­bida, Sérvio, Vitória. († s. V). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na África, no ano de 484, o martírio de Santa Denise (ou Dionisia) e seus Companheiros. A seu filho São Majórico, que estava sendo cruelmente flagelado pelos arianos, ela recomendou “que se lembrasse que eles haviam sido batizados em nome da Santíssima Trindade, na Igreja Católica, que era sua Mãe”. (M). Ver páginas 67-71: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

4*.   Em Bréscia, na Lom­bardia, re­gião da Itália, Santo Obício, que, sendo mi­litar de ca­va­laria, se con­verteu a Deus, abraçou uma vida de pe­ni­tência e dis­tri­buiu os seus bens para uti­li­dade de todos. († 1204)

5*.   Em Gra­nada, na Es­panha, o beato mártir Pedro Pascoal (também na Folhinha do Coração de Jesus, Pedro Pascásio), bispo de Jaen, da Ordem das Mercês, o qual, quando vi­si­tava a sua grei para a exortar à de­fesa da fé, foi cap­tu­rado pelos Mouros e morreu no cárcere. († 1300). Na Andaluzia, no ano da graça de 1300, a paixão do Bem-Aventurado Pedro Pascoal, que foi inicialmente abade de um mosteiro perto de Braga, em Portugal, e depois bispo de Granada. Caiu nas mãos dos sarracenos quando “visitava sua diocese e reconfortava seus fiéis na defesa da fé e de sua pátria” (cf. Carta do papa Bonifácio VIII). (M). Ver página 72-74: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

6.   Em Hai Duong, ci­dade do Ton­quim, hoje no Vi­etnam, São José Nguyen Duy Khang, mártir, que, sendo ca­te­quista e com­pa­nheiro nas vi­a­gens do santo bispo Je­ró­nimo Her­mo­silla, foi com ele cap­tu­rado na per­se­guição do im­pe­rador Tu Duc e de­pois fla­ge­lado, en­car­ce­rado e fi­nal­mente degolado. († 1861)

7♦.   Na Es­panha, a co­me­mo­ração dos már­tires es­pa­nhóis do sé­culo XX.

8*.   Em Pi­ca­dero de Pa­terna, lo­ca­li­dade da pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, a Beata Luísa Maria Frias Cañizares, virgem e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a Igreja, al­cançou a re­com­pensa eterna pelo com­bate da fé. († 1936)

9♦.     Em Gua­da­la­jara, também na Es­panha, os be­atos Mi­guel La­saga Carazo, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e com­pa­nheiros már­tires, que na mesma per­se­guição re­li­giosa con­su­maram vi­to­ri­o­sa­mente o com­bate da fé. São estes os seus nomes: Es­têvão Váz­quez Alonso, Flo­rêncio Ro­drí­guez Guemes, He­li­o­doro Ramos Garcia, João Lou­renço Lar­ra­gueta Garay, Pas­coal de Castro Her­rera, Vir­gílio Edreira Mos­quera, re­li­gi­osos da So­ci­e­dade Salesiana. († 1936)

10♦.   Em Bu­ca­rest, na Ro­ménia, o Beato João Scheffler, bispo de Statu Mare e mártir, que foi per­se­guido por um re­gime hostil à re­li­gião e à dig­ni­dade hu­mana, até morrer na prisão. (†1952)

11. Santa Leôncia, também na Folhinha do Coração de Jesus.

12. Outros santos do dia 06 de dezembro: págs. 56-76:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 06 de dezembro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/6_de_dezembro

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.