Santas e Santos de 08 de dezembro

So­le­ni­dade da Ima­cu­lada Con­ceição da Virgem Santa Maria, que, ver­da­dei­ra­mente cheia de graça e ben­dita entre as mu­lheres, em atenção ao nas­ci­mento e morte sal­ví­fica do Filho de Deus, desde o pri­meiro ins­tante da sua Con­ceição foi pre­ser­vada de toda a culpa ori­ginal, por sin­gular pri­vi­légio de Deus, como foi de­fi­nido so­le­ne­mente neste dia pelo papa Pio IX, como ver­dade dog­má­tica re­ce­bida por an­tiga tradição. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Solenidade da Imaculada Conceição da Bem-Aventurada Virgem Maria (também na Folhinha do Coração de Jesus). Este dogma, solenemente promulgado em 1854, proclama que a Mãe de Deus, “no primeiro instante de sua concepção, por um privilégio especial, e tendo em vista os méritos de Jesus Cristo, Salvador do gênero humano, foi preservada de toda mácula do pecado original”. (R). Ver páginas 112-118: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf    

– Ver também págs. 120-150, incluindo a “Bula Inefabillis Deus” de Pio IX (08/12/1854):

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

– Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Imaculada_Conceição

2.   Em Ale­xan­dria, no Egipto, a co­me­mo­ração de São Ma­cário, mártir, que, no tempo do im­pe­rador Décio, sendo in­ci­tado pelo juiz com muitas pa­la­vras para que ne­gasse a Cristo, com maior cons­tância ele pro­fessou a fé e por isso foi quei­mado vivo. († 250). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Alexandria, no ano do Senhor de 205, São Macário, “mártir de origem líbia, verdadeiramente Bem-Aventurado, por seu nome como pelabênção de Deus. Preferiu ser queimado vivo a apostatar da fé” (Eusébio). (M)

3.   Em Roma, no ce­mi­tério de Ca­listo, junto à Via Ápia, o se­pul­ta­mento de Santo Eu­ti­quiano, papa. († 283). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Eutiquiano

4.   Em Tré­veris, na Gália Bél­gica, na ac­tual Ale­manha, Santo Eu­cário, con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta cidade. († s. III). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, Santo Eucário (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Treves, que foi o primeiro a evangelizar esta importante cidade romana. (M).

5.   Co­me­mo­ração de São Pa­tápio, so­li­tário, que, oriundo da Te­baida, viveu em Cons­tan­ti­nopla, no bairro das Bla­quernas, e foi se­pul­tado no mos­teiro dos Egípcios. († s. V/VI). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Constantinopla, no séc. VI, São Patápios, eremita. Diversos milagres testemunham a profundidade de sua vida monástica, fielmente vivida. (M)

6.   Nos montes Vosgos, na Bor­gonha, ac­tu­al­mente na França, São Ro­ma­rico, abade, que, sendo es­cu­deiro do rei Te­o­de­berto, se re­tirou para o mos­teiro de Lu­xeuil e de­pois fundou um ce­nóbio em pro­pri­e­dade sua, a que ele pró­prio presidiu. († 653). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Remiremont, nos Vosges, no ano da graça de 653, São Romário (também na Folhinha do Coração de Jesus). Cortesão do rei da Austrásia, foi convertido à vida monástica por São Columbano e entrou em Luxeuil. Daí, fundou um novo centro de oração e apostolado, que mais tarde tomou seu nome. (M). Ver página 119: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

7*.   Em Vaux-de-Cernay, na re­gião de Paris, São Te­o­baldo de Marliaco, abade da Ordem Cis­ter­ci­ense, que pres­tava aos ir­mãos os ser­viços mais humildes. († 1247)

8♦.     Em Ku­ma­moto, ci­dade do Japão, o Beato João Mi­nami Gorozaemon, pai de fa­mília e mártir. († 1603)

9.   No On­tário, pro­víncia do Ca­nadá, a paixão de São Natal Chabanel, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, tendo feito o voto a Deus de per­ma­necer até à morte na sua que­rida missão entre os Hu­rões, quando ca­mi­nhava pelo bosque com um após­tata, foi morto por ele em ódio à fé. A sua me­mória ce­lebra-se no dia de­za­nove de Ou­tubro jun­ta­mente com a dos seus companheiros. († 1649)

10*.   Em Lima, no Peru, Santa Nar­cisa de Jesus Mar­tillo Moran, virgem, que, tendo fi­cado sem os pais e des­pro­vida de sus­tento, de­pois de muitas ad­ver­si­dades foi re­ce­bida na hos­pe­daria de um ce­nóbio, onde viveu em oração con­tínua e em ás­pera penitência. († 1869)

11*.   Em Pi­ca­dero de la Pa­terna, lo­ca­li­dade da pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, o Beato José Maria Zabal Blasco, mártir, que, sendo pai de fa­mília, du­rante a per­se­guição contra a fé, venceu com a for­ta­leza de Cristo os su­plí­cios do seu martírio. († 1936)

12*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, perto de Mu­nique da Ba­viera, re­gião da Ale­manha, o Beato Luís Liguda, pres­bí­tero da So­ci­e­dade do Verbo Di­vino e mártir, que, en­car­ce­rado na Po­lónia in­va­dida du­rante a guerra, foi cru­el­mente as­sas­si­nado pelos guardas da prisão, con­fes­sando a fé em Cristo Se­nhor até à morte. († 1942)

13. Outros santos do dia 08 de dezembro: págs. 112-151:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 08 de dezembro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/8_de_dezembro

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.