Santas e Santos de 27 de dezembro (atualizado em 28.01.2022)

1. Festa de São João, Após­tolo e Evan­ge­lista (também na Folhinha do Coração de Jesus), filho de Ze­bedeu, que, jun­ta­mente com seu irmão Tiago e com Pedro, foi tes­te­munha da trans­fi­gu­ração e da paixão do Se­nhor, de quem re­cebeu, junto à cruz, Maria como mãe. No seu Evan­gelho e em ou­tros es­critos mostra-se como teó­logo, que, tendo con­tem­plado a glória do Verbo en­car­nado, anun­ciou o que viu com os pró­prios olhos. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Festa de São João, Apóstolo e Evangelista. Filho de Zebedeu, pescador do lago de Tiberiades, e irmão de São Tiago, seguiu inicialmente João Batista. Tornando-se “o discípulo que Jesus amava”, recebeu o favor de poder recostar-se ao peito de seu Mestre, por ocasião da Última Ceia, e de ter sido confiado à Mãe d´Ele aos pés da Cruz. São João, que é o autor do quarto evangelho e de três epístolas canônicas, passou os últimos anos de sua longa vida apostólica exilado na ilha de Patmos, onde recebeu a revelação do Apocalipse. Morreu, mais tarde, segundo a tradição, em Éfeso. (R). Ver páginas 100-114: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

– Ver: “João, o Apóstolo (em aramaico: ܝܘܚܢܢ ܫܠܝܚܐ; romaniz.: Yohanan Shliha; em hebraico: יוחנן בן זבדי; romaniz.: Yohanan Ben Zavdailatim e grego koinéIoannesc. 6 ─ c. 100) foi um dos doze apóstolos de Jesus segundo o Novo Testamento, filho de Zebedeu e Salomé e irmão de Tiago, outro apóstolo. A tradição cristã acredita que ele teria sobrevivido aos demais apóstolos e teria sido o único a não sofrer o martírio. Os Padres da Igreja consideram que ele era a mesma pessoa que João Evangelista (autor do Evangelho de João), João de Patmos (autor do Apocalipse) e o “discípulo amado” citado por Jesus, uma crença seguida ainda hoje por diversas denominações cristãs, incluindo a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa.”:  https://pt.m.wikipedia.org/wiki/João,_o_Apóstolo

Ou João, o Apóstolo – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

2*.   Co­me­mo­ração de Santa Fa­bíola, viúva ro­mana (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, se­gundo o tes­te­munho de São Je­ró­nimo, des­tinou toda a sua vida de pe­ni­tência em be­ne­fício dos pobres. († 400). Ver páginas 120-121: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

3.   Em Apa­meia, na Bi­tínia, na ho­di­erna Tur­quia, a paixão de São Te­o­doro, monge da laura de São Sabas, na Pa­les­tina, pres­bí­tero e mártir, que, em Cons­tan­ti­nopla, jun­ta­mente com seu irmão São Teó­fanes (também na Folhinha do Coração de Jesus), por de­fender o culto das sa­gradas ima­gens, de­pois de so­frer a fla­ge­lação, o ca­ti­veiro, o exílio e o su­plício da in­cisão de es­tigmas na fronte, o que lhe valeu o nome de Graptós, quer dizer, “Mar­cado”, fi­nal­mente morreu no cárcere. († c. 841). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, São Teofânio, bispo; e São Teodoro, monge, vítimas da querela iconoclasta. Durante uma visita a Constantinopla, tiveram gravados, em seus próprios rostos, versos satíricos, o que lhes valeu o cognome de “Graphthoi”, isto é “Escritos”. (M). Ver páginas 115-119: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

4*.     Em San­tander, ci­dade da Can­tá­bria, no li­toral da Es­panha, o Beato Al­fredo Parte Saiz, pres­bí­tero da Ordem dos Clé­rigos Re­grantes das Es­colas Pias e mártir, que, du­rante a per­se­guição, por ser sa­cer­dote foi con­du­zido ao glo­rioso martírio. († 1936)

5*.     Num barco an­co­rado ao largo da mesma ci­dade de San­tander, na Es­panha, o Beato José Maria Corbin Ferrer, mártir, que travou um glo­rioso com­bate por Cristo. († 1936)

6.   Junto ao rio Da­núbio, na Hun­gria, a Beata Sara Salkaházi, virgem da Con­gre­gação das Re­li­gi­osas da As­sis­tência e mártir. († 1944)

7.     No campo de con­cen­tração de Hers­bruck, na Ale­manha, o Beato Odo­ardo Focheríni, pai de fa­mília e mártir, na­tural de Cárpi, na Itália, que du­rante a Se­gunda Guerra Mun­dial exerceu he­roi­ca­mente a favor dos opri­midos a sua ac­ti­vi­dade jor­na­lís­tica e a mi­li­tância na Acção Ca­tó­lica, con­se­guindo in­clu­sive salvar a vida a muitos ju­deus da per­se­guição na­zista e mor­rendo ele pró­prio em ódio à fé,  tima deste re­gime hostil à dig­ni­dade hu­mana e cristã. († 1944)

8.     Em Bi­ringi, no Congo-Zaire, o Beato Fran­cisco Spoto, pres­bí­tero da Con­gre­gação dos Mis­si­o­ná­rios Servos dos Pobres. († 1964)

9. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Alexandria, no ano da graça de 288, São Máximo, bispo, que favoreceu a célebre escola teológica daquela cidade e comunicou às Igrejas do Egito as decisões do Concílio de Antioquia, visando a preservação da fé católica. (M). Ver página 121: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

10. Em Constantinopla, Santa Nicarte (ou Nicareta que gastou seus recursos materiais e suas energias para socorrer os miseráveis, conf. Martirológio Romano-Monástico), virgem, que brilhou pela santidade em tempos do imperador Arcádio. Faleceu depois de 404.

– Conforme pág. 121:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

– Ver “… O Martirológio Romano menciona hoje Santa Nicarete, uma velha de Constantinopla que “floresceu em santidade durante o reinado do imperador Arcádio”. Pertencia a uma boa família de Nicomédia e saiu de casa para viver em Constantinopla, onde se dedicou às boas obras. Diz-se que ela tratou com sucesso São João Crisóstomo quando ele estava doente, e ele desejava que ela se tornasse uma diaconisa e supervisionasse as virgens consagradas da cidade; mas Santa Nicarete não assumiria nenhum dos cargos. Ela foi uma firme defensora do bispo contra seus adversários e, em consequência, sofreu perseguição com Santa Olímpia e outros fiéis, e como eles escolheu ir para o exílio. Isso não é conhecido para onde ela foi ou quando ou onde ela morreu, mas provavelmente foi sua Nicomédia natal.

O historiador da igreja Sozomen fala de Nicarete (bk viii, cap. 3), que se acredita ser a senhora hábil na arte de curar a quem Crisóstomo se refere em sua quarta carta a Olímpia. Parece, no entanto, não haver evidência de cultus mesmo entre os gregos. Ver mais Tillemont, Mémoires, vol. xi, pp. 133-134…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember27.html

11. Outros santos do dia 27 de dezembro: págs. 100-121: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf              

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 27 de dezembro, ver também: 27 de dezembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  969-970: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember27.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SAMTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM!Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.