Santas e Santos de 23 de outubro

DESTAQUES DE 23 DE OUTUBRO:

A. SÃO JOÃO DE CAPISTRANO: No Diretório de Liturgia da Igreja no Brasil, M.Fac, omitida neste domingo 22.10.2022

B. SÃO BOÉCIO

================

A. São João de Capistrano (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Ordem dos Me­nores, que de­fendeu a ob­ser­vância re­gular e de­sen­volveu o seu mi­nis­tério em quase toda a Eu­ropa, tra­ba­lhando no for­ta­le­ci­mento da fé e na re­forma dos cos­tumes ca­tó­licos; com as suas exor­ta­ções e preces sus­tentou o fervor do povo fiel e em­pe­nhou-se na de­fesa da li­ber­dade dos cris­tãos. Morreu na lo­ca­li­dade de Ujlac, junto ao rio Da­núbio, no reino da Hungria. († 1456).

B. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Villackum, na atual Sérvia, no ano do Senhor de 1456, o nascimento no céu de São João de Capistrano. Tendo entrado para os Frades Menores depois da morte de sua jovem esposa, este primeiro magistrado de Perúgia colocou-se na escola de São Bernardino de Sena. Por suas missões através da Europa, contribuiu eficazmente para restabelecer a unidade da Igreja dividida e em fazer perseverar a Cristandade ameaçada pelo Islão. (R).

C. São João de Capistrano “…Conheceu por experiência a instabilidade das coisas humanas… Refletiu seriamente sobre a necessidade de entregar-se a Deus e em pouco tempo tornou-se um novo homem… Como a morte acabara de levar-lhe a esposa, resolveu consagrar-se à penitência na Ordem de São Francisco”, páginas 414-423: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf  

D. “… São João de CapistranoO.F.M. (Capestrano24 de junho de 1386 – Villach23 de outubro de 1456) foi um religioso italiano e inquisidor. Em 1690, foi canonizado pela Igreja Católica Apostólica Romana…Vendeu seus bens e doou o dinheiro aos pobres e tornou-se um franciscano em Perúgia, onde conheceu Bernardino de Siena e o defendeu quando foi acusado de heresia por sua devoção ao nome de Jesus…”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/João_de_Capistrano

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_de_Capistrano

E. Ver 28 de março: São João de Capistrano. “No mesmo dia, São João de Capistrano, da ordem dos irmãos menores, confessor, celebrado a 23 de outubro. O dies natalis é 23 de outubro, mas Leão XIII, estendendo-lhe a festa na Igreja universal, fixou-a a 28 de março…”.

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

F. São João de Capistrano: https://evangelhoquotidiano.org/PT/display-saint/7d33fca0-e67d-4fe2-ab74-6b21175f09c0

G. “… São João de Capistrano (1386-1456). Diz-se que os santos cristãos são os maiores otimistas do mundo. Não cegos para a existência e as consequências do mal, eles baseiam sua confiança no poder da redenção de Cristo. O poder de conversão por meio de Cristo se estende não apenas aos pecadores, mas também a eventos calamitosos.
Imagine ter nascido no século XIV. Um terço da população e quase 40% do clero foram exterminados pela peste bubônica. O Cisma Ocidental dividiu a Igreja com dois ou três pretendentes à Santa Sé ao mesmo tempo. A Inglaterra e a França estavam em guerra. As cidades-estados da Itália estavam em constante conflito. Não é à toa que a escuridão dominou o espírito da cultura e da época.
John Capistrano nasceu em 1386. Sua educação foi minuciosa. Seus talentos e sucesso foram ótimos. Aos 26 anos foi nomeado governador de Perugia. Preso depois de uma batalha contra os Malatestas, ele resolveu mudar completamente seu estilo de vida. Aos 30 anos entrou no noviciado franciscano e foi ordenado sacerdote quatro anos depois.
Sua pregação atraiu grandes multidões em uma época de apatia religiosa e confusão. Ele e 12 irmãos franciscanos foram recebidos nos países da Europa central como anjos de Deus. Eles foram fundamentais para reviver uma fé e devoção agonizantes.
A própria Ordem Franciscana estava em conflito com a interpretação e observância da Regra de São Francisco. Por meio dos esforços incansáveis ​​de João e de sua perícia em direito, os heréticos Fraticelli foram suprimidos e os “espirituais” foram libertados da interferência em sua observância mais estrita. Ele ajudou a promover uma reunião com as igrejas grega e armênia, infelizmente apenas um acordo breve.

Quando os turcos capturaram Constantinopla em 1453, ele foi contratado para pregar uma cruzada pela defesa da Europa. Obtendo pouca resposta na Baviera e na Áustria, ele decidiu concentrar seus esforços na Hungria. Ele liderou o exército para Belgrado. Sob o comando do grande general John Junyadi, eles obtiveram uma vitória esmagadora e o cerco de Belgrado foi levantado. Esgotado por seus esforços sobre-humanos, Capistrano foi uma presa fácil para a infecção gerada pelo refugo da batalha. Ele morreu em 23 de outubro de 1456…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober23.html

H.  “… SÃO JOÃO DE CAPISTRANO
CAPISTRANO é uma pequena cidade nos Abruzos, que antigamente fazia parte do reino de Nápoles.

Aqui, no século XIV, um certo free-lance – se ele era de origem francesa ou alemã é contestado – se estabeleceu após o serviço militar sob Luís I e se casou com uma esposa italiana. Em 1386 nasceu-lhe um filho, chamado João, que estava destinado a tornar-se famoso como uma das grandes luzes da Ordem Franciscana.

Desde a juventude, os talentos do menino o tornaram notável. Estudou direito em Perugia com tanto sucesso que em 1412 foi nomeado governador daquela cidade e casou-se com a filha de um dos principais habitantes. Durante as hostilidades entre Perugia e Malatestas, ele foi preso, e esta foi a ocasião de sua resolução de mudar seu modo de vida e se tornar religioso.

Como ele superou a dificuldade de seu casamento não está totalmente claro. Mas conta-se que atravessou Perugia montado num burro, com a cara na cauda e com um enorme chapéu de papel na cabeça, no qual estavam escritos todos os seus piores pecados. Ele foi apedrejado pelas crianças e coberto de sujeira, e assim se apresentou para pedir a admissão no noviciado dos Frades Menores. Naquela data, 1416, ele tinha trinta anos, e seu mestre de noviços parece ter pensado que para um homem de tanta força de vontade que estava acostumado a fazer o que queria, era necessário um treinamento muito severo para testar a autenticidade de sua vocação

(Ele ainda não havia feito sua primeira comunhão.)

As provações a que foi submetido foram as mais humilhantes e, aparentemente, às vezes foram acompanhadas de manifestações sobrenaturais. Mas o irmão João perseverou e, anos depois, muitas vezes expressou sua gratidão ao incansável instrutor que deixou claro para ele que a auto conquista era o único caminho seguro para a perfeição.

Em 1420, João foi elevado ao sacerdócio. Enquanto isso, fez progressos extraordinários em seus estudos teológicos, levando ao mesmo tempo uma vida de extrema austeridade, na qual percorria as estradas descalço sem sandálias, dormia apenas três ou quatro horas e usava um cilício continuamente.

Em seus estudos teve como companheiro de aprendizagem São Tiago das Marcas e por um mestre São Bernardino de Sena, por quem concebeu a mais profunda veneração e afeição.

Muito em breve os excepcionais dons de oratória de João se tornaram perceptíveis. Toda a Itália naquele período estava passando por uma terrível crise de agitação política e relaxamento da moral, problemas que foram em grande parte causados, e em qualquer caso acentuados, pelo fato de que havia três pretendentes rivais ao papado e que os amargos antagonismos entre guelfos e gibelinos ainda não havia sido curado. 

Ainda assim, ao pregar por toda a extensão da península São João teve uma resposta maravilhosa. Há, sem dúvida, uma nota de exagero nos termos em que os padres Cristóvão de Varese e Nicolau de Fara descrevem o efeito produzido por seus discursos. Eles falam de cem mil ou mesmo cento e cinquenta mil ouvintes presentes em um único sermão. Isso certamente não era possível em um país despovoado por guerras, pestilência e fome, e tendo em vista os limitados meios de locomoção então disponíveis. Mas havia boas evidências para justificar o entusiasmo deste último escritor quando nos diz: “Ninguém estava mais ansioso do que João Capistrano pela conversão de hereges, cismáticos e judeus. Ninguém estava mais ansioso para que a religião florescesse ou tivesse mais poder em fazer maravilhas; ninguém estava tão ardentemente desejoso de martírio, ninguém era mais famoso por sua santidade. E assim foi recebido com honra em todas as províncias da Itália. A multidão de pessoas em seus sermões era tão grande que se poderia pensar que os tempos apostólicos foram revividos. Em sua chegada a uma província, as cidades e aldeias estavam em comoção e se aglomeravam em multidões para ouvi-lo. As cidades o convidavam a visitá-las, seja por meio de cartas urgentes, ou por delegações, ou por um apelo ao Soberano Pontífice por meio de pessoas influentes”.

Mas a obra da pregação e da conversão das almas de modo algum absorvia toda a atenção do santo. 

Não há ocasião para fazer referência aqui em detalhes aos embaraços domésticos que assolaram a Ordem de São Francisco desde a morte de seu Seráfico Fundador. É suficiente dizer que o partido conhecido como os “Espirituais” não tinha de forma alguma as mesmas visões de observância religiosa que tinham aqueles que eles chamavam de “Relaxados”.

A reforma do Observatório iniciada em meados do século XIV ainda se viu prejudicada de muitas maneiras pela administração dos superiores gerais que mantinham um padrão diferente de perfeição e, por outro lado, também houve exageros na direção de muitas maior austeridade culminando eventualmente nos ensinamentos heréticos dos Fraticelli. Todas essas dificuldades exigiram ajustes, e Capistrano, trabalhando em harmonia com São Bernardino de Siena, foi chamado a arcar com uma grande parte desse fardo. Após o capítulo geral realizado em Assis em 1430, São João foi designado para redigir as conclusões às quais a assembleia chegou, e esses “estatutos martinianos”, como foram chamados, em virtude de sua confirmação pelo Papa Martinho V, estão entre os mais importantes da história da ordem.

Assim, João recebeu em várias ocasiões poderes inquisitoriais da Santa Sé, como por exemplo para processar os Fraticelli e investigar as graves acusações feitas contra a Ordem dos Gesuats fundada por Bd John Colombini. Além disso, ele estava profundamente interessado naquela reforma das freiras franciscanas que deveu sua principal inspiração a Santa Colette, e nos terciários da ordem. No Concílio de Ferrara, depois transferido para Florença, ele foi ouvido com atenção, mas entre as primeiras e as últimas sessões ele foi obrigado a visitar Jerusalém como comissário apostólico e, aliás, fez muito para ajudar na inclusão dos armênios com os gregos no alojamento, infelizmente apenas de curta duração, que foi chegado em Florença.

Quando o imperador Frederico III, descobrindo que a fé religiosa dos países sob sua suserania sofria gravemente com as atividades dos hussitas e outros sectários heréticos, apelou ao papa Nicolau V por ajuda, São João Capistrano foi enviado como comissário e inquisidor geral, e partiu para Viena em 1451 com doze de seus irmãos franciscanos para ajudá-lo. 

[O termo hussita ou Igreja hussita (ou talvez ussiti) define um movimento reformador e revolucionário que surgiu na Boêmia, no século XV. O nome vem do teólogo boêmio Jan Hus (1372-1415). O movimento mais tarde se juntou a Reforma Protestante. Conforme: https://pt.wikipedia.org/wiki/Hussitas ]

Não há dúvida de que sua vinda produziu uma grande sensação. Aeneas Sylvius (o futuro Papa Pio II) conta como, quando entrou em território austríaco, “sacerdotes e pessoas saíram ao seu encontro, carregando as relíquias sagradas. Eles o receberam como legado da Sé Apostólica, como pregador da verdade, como um grande profeta enviado por Deus. Eles desceram dos montes para saudar João, como se Pedro, Paulo ou um dos outros apóstolos estivessem viajando para lá. Eles avidamente beijaram a bainha de sua roupa, trouxeram seus doentes e aflitos a seus pés, e é relatado que muitos foram curados.

… Os anciãos da cidade o encontraram e o conduziram a Viena. Nenhuma praça da cidade podia conter as multidões. Eles o viam como um anjo de Deus”.

O trabalho de João como inquisidor e suas relações com os hussitas e outros hereges boêmios foram severamente criticados, mas este não é o lugar para tentar qualquer justificativa. Seu zelo era do tipo que queima e consome, embora ele fosse misericordioso com os submissos e arrependidos, e ele estava antes de seu tempo em sua atitude em relação à feitiçaria e ao uso da tortura. 

Os milagres que acompanharam seu progresso por onde passou e que ele atribuiu às relíquias de São Bernardino de Sena, foram diligentemente registrados por seus companheiros, e um certo preconceito foi criado depois contra o santo pelos relatos que foram publicados dessas maravilhas. Ele foi de um lugar para outro, pregando na Baviera, Saxônia e Polônia, e seus esforços foram em toda parte acompanhados por um grande reavivamento de fé e devoção. Cochlaeus de Nuremberg nos conta como “aqueles que o viram lá o descrevem como um homem pequeno de corpo, mirrado, emaciado, nada além de pele e osso, mas alegre, forte e extenuante no trabalho. . .. Dormiu com o hábito, levantou-se antes do amanhecer, recitou seu ofício e depois celebrou a missa. Depois disso, pregou, em latim, que depois foi explicado ao povo por um intérprete”. Ele também fez uma ronda pelos enfermos que esperavam sua vinda, impondo as mãos sobre cada um, orando,

Foi a captura de Constantinopla pelos turcos que pôs fim a esta campanha espiritual. Capistrano foi chamado para reunir os defensores do Ocidente e pregar uma cruzada contra os infiéis. Seus esforços anteriores na Baviera, e mesmo na Áustria, tiveram pouca resposta, e no início de 1456 a situação ficou desesperadora. Os turcos estavam avançando para sitiar Belgrado, e o santo, que a essa altura havia chegado à Hungria, aconselhando-se com o grande general Hunyady, viu claramente que eles teriam que depender principalmente do esforço local. São João se cansou de pregar e exortar o povo húngaro para formar um exército que pudesse enfrentar o perigo ameaçado, e ele próprio levou a Belgrado as tropas que conseguiu recrutar. Muito em breve os turcos estavam em posição e o cerco começou. 

Animada pelas orações e pelo exemplo heroico no campo de Capistrano, e sabiamente guiada pela experiência militar de Hunyady, a guarnição finalmente obteve uma vitória esmagadora. O cerco foi abandonado, e a Europa Ocidental para a época foi salva. Mas a infecção causada por milhares de cadáveres que jaziam insepultos em torno da cidade custou a vida primeiro de Hunyady, e depois um ou dois meses depois do próprio Capistrano, desgastado por anos de labuta e austeridades e pela tensão do cerco. Ele morreu mais pacificamente em Villach em 23 de outubro de 1456, e foi canonizado em1724. Sua festa foi em 1890 tornada geral para toda a igreja ocidental, sendo então transferida para 28 de março.

Os materiais biográficos mais importantes para a história de São João de Capistrano estão impressos na Acta Sanctorum, outubro, vol. x. Ver BHL., nn. 4360-4368. Mas, além disso, há uma quantidade considerável de novas informações sobre os escritos, cartas, reformas e outras atividades de São João que foram impressas durante o presente século no Archivum Franciscanum Historicum editado em Quaracchi; atenção pode ser chamada em particular para os papéis em St John and the Hussites em vols. xv e xvi do mesmo periódico. Este e outros materiais foram usados ​​por J. Hofer em seu St John Capistran, Reformer (1943),uma obra de muita erudição e valor. Os leitores ingleses também podem consultar uma curta vida do Pe V. Fitzgerald, e Léon, Auréole Séraphique (Eng. trad.), vol. iii, pp. 388-420…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch28.html#

. Complementando: “…  Em Vilak, na Hungria, aniversário de São João Capistrano, sacerdote e confessor da Ordem dos Frades Menores, ilustre pela santidade de sua vida e seu zelo pela propagação da fé católica. Por suas orações e milagres, ele derrotou um poderoso exército de turcos e os forçou a abandonar o cerco de Tornau. Sua festa, no entanto, é comemorada no dia 28 de março

… Foi dito que os santos cristãos são os maiores otimistas do mundo. Não cegos à existência e às consequências do mal, eles baseiam sua confiança no poder da redenção de Cristo. O poder da conversão por meio de Cristo se estende não apenas a pessoas pecadoras, mas também a eventos calamitosos.
Imagine ter nascido no século XIV. Um terço da população e quase 40 por cento do clero foram dizimados pela peste bubônica. O Cisma Ocidental dividiu a Igreja com dois ou três pretendentes à Santa Sé ao mesmo tempo. Inglaterra e França estavam em guerra. As cidades-estados da Itália estavam constantemente em conflito. Não admira que a melancolia dominasse o espírito da cultura e dos tempos.
João Capistrano nasceu em 1386. Sua educação foi completa. Seus talentos e sucesso foram grandes. Aos 26 anos foi nomeado governador de Perugia. Preso após uma batalha contra os Malatestas, ele resolveu mudar completamente seu modo de vida. Aos 30 anos entrou no noviciado franciscano e foi ordenado sacerdote quatro anos depois.
Sua pregação atraiu grandes multidões em uma época de apatia e confusão religiosa. Ele e 12 irmãos franciscanos foram recebidos nos países da Europa central como anjos de Deus. Eles foram fundamentais para reviver uma fé e devoção moribundas.
A própria Ordem Franciscana estava em conflito com a interpretação e observância da Regra de São Francisco. Através dos esforços incansáveis ​​de São João e sua experiência em direito, os heréticos Fraticelli foram suprimidos e os “Espirituais ” foram libertados de interferência em sua observância mais estrita.
Ele ajudou a trazer uma reunião com as Igrejas grega e armênia, infelizmente apenas um acordo breve. Quando os turcos capturaram Constantinopla em 1453, ele foi contratado para pregar uma cruzada pela defesa da Europa. Obtendo pouca resposta na Baviera e na Áustria, ele decidiu concentrar seus esforços na Hungria. Ele liderou o exército para Belgrado. Sob o grande general John Junyadi, eles obtiveram uma vitória esmagadora, e o cerco de Belgrado foi levantado. Desgastado por seus esforços sobre-humanos, Capistrano foi uma presa fácil para a infecção gerada pelo refugo da batalha. Ele morreu em 23 de outubro de 1456.

São João de Capistrano, sacerdote em Ilok na Hungria
da Ordem dos Frades Menores. Ele foi ilustre pela santidade de vida e zelo em estender a fé católica. Por suas orações e milagres, ele libertou de um cerco a fortaleza de Zemun, um subúrbio de Belgrado, quando estava sitiada por um poderoso exército turco.

Comentário: John Hofer, biógrafo de São João, lembra uma organização de Bruxelas com o nome do santo. Buscando resolver os problemas da vida em um espírito plenamente cristão, seu lema era: “Iniciativa, Organização, Atividade.” Estas três palavras caracterizaram a vida de João. Ele não era de ficar sentado, nunca. Seu profundo otimismo cristão o levou a combater problemas em todos os níveis com a confiança gerada por uma profunda fé em Cristo.

Citação: No túmulo do santo na cidade austríaca de Villach, o governador mandou inscrever esta mensagem: zeloso protetor de sua Ordem, um ornamento para todo o mundo, amante da verdade e da justiça religiosa, espelho da vida, guia seguro na doutrina; louvado por inúmeras línguas, ele reina abençoado no céu. ” Esse é um epitáfio adequado para um otimista real e bem-sucedido.”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober23.html#1456_St._John_of_Capistrano_Initiative_Organization_Activity.

J. SÃO JOÃO DE CAPISTRANO

Também conhecido como

  • Giovanni da Capestrano
  • Ivan Kapistran
  • Jan Kapistran
  • João Capistrano
  • Jovan Kapistran
  • János Kapisztrán

Memorial

Perfil

Filho de um cavaleiro alemão , seu pai morreu quando João ainda era jovem. O jovem estudou Direito na Universidade de Perugia e trabalhou como advogado em Nápoles , Itália . Governador reformador de Perugia sob o rei Landislas de Nápoles . Quando a guerra eclodiu entre Perugia e a Casa de Malatesta de Rimini , Itália , em 1416 , João tentou mediar a paz . , mas quando os oponentes ignoraram a trégua, John tornou-se prisioneiro de guerra .

Durante sua prisão , John tomou a decisão de mudar de vocação. Ele havia se casado pouco antes da guerra, mas o casamento nunca foi consumado e, com a permissão de sua noiva, foi anulado. Ele se juntou aos franciscanos em Perugia em 4 de outubro de 1416 . Aluno de São Tiago das Marcas . Discípulo de São Bernardo de Sena . Notável pregador ainda diácono , iniciando seu trabalho em 1420 . Sacerdote itinerante por toda a Itália ,Alemanha , Boêmia , Áustria , Hungria , Polônia e Rússia , pregando para dezenas de milhares. Comunidades estabelecidas de renovação franciscana . John foi relatado para curar fazendo o sinal da cruz sobre uma pessoa doente . Escreveu extensivamente, principalmente contra as heresias da época.

Após a queda de Constantinopla , ele pregou a Cruzada contra os turcos muçulmanos. Aos 70 anos, ele foi comissionado pelo Papa Calisto II para liderá-lo e marchou à frente de 70.000 soldados cristãos . Ele venceu a grande batalha de Belgrado no verão de 1456 . Ele morreu no campo alguns meses depois, mas seu exército libertou a Europa dos muçulmanos.

Nascer

Morreu

Beatificado

Canonizado

Patrocínio

Representação

informação adicional

Leituras

Aqueles que são chamados à mesa do Senhor devem resplandecer com o brilho que vem do bom exemplo de uma vida louvável e irrepreensível. Eles devem remover completamente de suas vidas a sujeira e a impureza do vício. Suas vidas retas devem torná-los como o sal da terra para si mesmos e para o resto da humanidade. O brilho de sua sabedoria deve torná-los como a luz do mundo que ilumina os outros. Eles devem aprender de seu eminente mestre, Jesus Cristo, o que ele declarou não apenas a seus apóstolos e discípulos, mas também a todos os sacerdotes e clérigos que os sucederiam, quando disse: “Vós sois o sal da terra. Mas o que é sal fica plano? Como você pode restaurar seu sabor? Então não serve para nada além de ser jogado fora e pisoteado.” Jesus também disse: “Vós sois a luz do mundo.” Ora, uma luz não se ilumina a si mesma, mas difunde seus raios e brilha ao redor sobre tudo o que vem à sua vista. Assim deve ser com as vidas brilhantes de clérigos retos e santos. Pelo resplendor de sua santidade devem levar luz e serenidade a todos os que os contemplam. Eles foram colocados aqui para cuidar dos outros. A própria vida deles deve ser um exemplo para os outros, mostrando como eles devem viver na casa do Senhor.– do tratadoEspelho do Cleropor São João de Capistrano

Citação MLA

================

B. SÃO BOÉCIO

Em Pavia, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Se­ve­rino Boécio, mártir, in­signe pela sua ci­ência e seus es­critos; du­rante o seu ca­ti­veiro es­creveu um tra­tado sobre a con­so­lação da fi­lo­sofia e serviu fi­el­mente a Deus até à morte, que lhe foi in­fli­gida pelo rei Teodorico. († 524).

– São Boécio, mártir em 524. Ver página 426: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Boécio “… Anício Mânlio Torquato Severino Boécio (em latimAnicius Manlius Torquatus Severinus BoethiusRoma, ca. 480 – Pavia524 ou 525), conhecido como Severino Boécio ou simplesmente Boécio, foi um filósofo, poeta, estadista e teólogo romano, cujas obras tiveram uma profunda influência na filosofia cristã do Medievo. Inclui-se entre os fundadores da Escolástica.[1]…”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Boécio

São Boécio. Ver “Anício Mânlio Torquato Severino Boécio (em latimAnicius Manlius Torquatus Severinus BoethiusRoma, ca. 480 — Pavia524 ou 525), conhecido como Severino Boécio ou simplesmente Boécio, foi um filósofo, poeta, estadista e teólogo romano, cujas obras tiveram uma profunda influência na filosofia cristã do Medievo. Inclui-se entre os fundadores da Escolástica[1]… O Bem-aventurado Severino Boécio é, também, afamado teólogo e padre da Igreja. Venerado como mártir pela Igreja Católica RomanaLeão XIII sancionou seu culto público para a Diocese de Pavia aos 25 de dezembro de 1883Natal. É celebrado a 23 de Outubro.”…: https://pt.wikipedia.org/wiki/Bo%C3%A9cio

– BEATO SEVERINO BOÉCIO

Também conhecido como

  • Anicius Manlius Torquatus Severinus Boethius
  • Último dos Romanos
  • Severino Boézio

Memorial

Perfil

Descendente de uma família consular romana. Seu pai foi escolhido como cônsul em 487 , mas morreu logo depois, deixando Severino órfão . Educado por um amigo piedoso e aristocrático da família, Quintus Aurelius Memmius Symmachus. Fluente em grego, provavelmente estudou em Atenas, Grécia ou Alexandria , Egito . Conhecido por sua educação e intelecto. Casou-se com Rusticana, filha de seu mentor Symmachus. Tiveram de dois filhos. Severino serviu como cônsul romano em 510 ; seus filhos foram escolhidos como co-cônsules romanos em 522. Assessor e confidente do rei Teodorico. Filósofo . Escritor .

Rivais políticos o acusaram de deslealdade ao trono, de conspiração para restaurar a República e de sacrilégio da astrologia ; ele foi preso sem julgamento. Enquanto estava na prisão , ele refletiu sobre a instabilidade de um estado cujo governo dependia de um único homem, como um rei ; essas ideias foram desenvolvidas em sua obra mais conhecida, De Consolatione Philosophiae ( Consolações da Filosofia ). Logo depois, ele foi executado por ordem do rei Teodorico. Uma tradição começou logo depois que ele realmente foi preso e morto por ser um católico ortodoxo, e ele logo foi considerado um mártir .

Nascer

  • 475 – 480 em Roma , Itália como Anicius Manlius Torquatus Severinus Boethius

Morreu

Beatificado

informação adicional

Leituras

Pai, permita que nossas mentes se elevem à sua morada inefável. Deixe-nos encontrar a luz e dirigir os olhos de nossa alma para você. Dissipe as brumas e a opacidade da massa terrena, e brilhe com seu esplendor. Você é a morada serena e tranquila de quem persevera em seu objetivo de vê-lo. Você é ao mesmo tempo o começo, o veículo, o guia, o caminho e a meta. Um homem. – São Severino Boécio, escritor e filósofo dos séculos V-VI

Citação MLA

A CONSOLAÇÃO DA FILOSOFIA DE BOÉCIO: https://www.gutenberg.org/files/14328/14328-h/14328-h.htm

================

OUTROS SANTAS E SANTOS DE 23 DE OUTUBRO

3.   Perto de Cádiz, na Bé­tica, re­gião da His­pânia, os santos Ser­vando e Ger­mano, már­tires na per­se­guição do im­pe­rador Diocleciano. († s. IV in.)

4.   Na an­tiga Pérsia, os santos már­tires João, bispo, e Tiago, pres­bí­tero, que, no tempo do rei Sapor II, foram en­car­ce­rados e, um ano de­pois, mortos ao fio da es­pada, con­su­maram o seu com­bate da fé. († 344)

5.   Em An­ti­o­quia, na Síria, hoje An­takya, na Tur­quia, São Te­o­do­reto, pres­bí­tero e mártir, que, se­gundo a tra­dição, foi preso pelo im­pe­rador Ju­liano o Após­tata e, por per­sistir na con­fissão de fé em Cristo, so­freu o martírio. († c. 362).

– Ver: “… São Teodoreto (em grego: Θεοδώρητος, dado por Deusde Antioquia (início do século IV – 22 de outubro de 362) foi um padre cristão síriomartirizado em Antioquia durante o reinado do imperador romano Juliano, o Apóstata…” https://pt.wikipedia.org/wiki/Teodoreto_de_Antioquia

6.   Em Co­lónia, na Ger­mânia, na ac­tual Ale­manha, a co­me­mo­ração de São Se­ve­rino (Severo), bispo, digno de louvor por todas as suas virtudes. († c. 400)

7*.   Em Si­ra­cusa, na Si­cília, re­gião da Itália, São João, bispo, de quem o papa São Gre­gório Magno louvou os cos­tumes, a jus­tiça, a sa­be­doria, o dom do con­selho e o zelo pelos as­suntos da Igreja. († c. 609)

8.   Em Ruão, na Nêus­tria, na ac­tual França, São Romão (Romano), bispo, que abateu os sím­bolos dos pa­gãos que ainda eram ve­ne­rados na ci­dade, con­venceu os bons a pro­gredir no bem e dis­su­adiu os maus de pra­ticar o mal. († c. 644)

9.   No ter­ri­tório de Her­bauge, perto de Poi­tiers, na Aqui­tânia, hoje também na França, São Bento, presbítero. († a. s. IX)

10.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, Santo Inácio, bispo, que, por ter re­pre­en­dido o im­pe­rador Bardas pelo re­púdio da sua le­gí­tima es­posa, foi ob­jecto de muitas in­jus­tiças e man­dado para o exílio; mas, res­ti­tuído à sua sede por in­ter­venção do papa Ni­colau I, fi­nal­mente des­cansou em paz. († 877).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Síria, no ano da graça de 877, Santo Inácio, filho do imperador Miguel II Rangabe. Tornando-se monge aos quatorze anos, foi nomeado abade e fundou três mosteiros. Promovido ao cargo de Patriarca de Antioquia, por volta dos seus cinquenta anos, trabalhou pela reunião das Igrejas do Oriente e do Ocidente. (M)

– Ver “… Inácio de Constantinopla (em grego: Ιγνάτιος; romaniz.: Ignatios – ; em latimIgnatius) foi o patriarca de Constantinopla de 4 de julho de 847 até 23 de outubro de 858 e novamente de 867 até a sua morte, em 23 de outubro de 877. No martirológio romano da Igreja Católica Romana, ele é considerado um santo, comemorado no dia 23 de outubro…

O seu nome de nascença era Nicetas e ele era filho do imperador bizantino Miguel I e de Procópia. Seu avô por parte de mãe era o imperador Nicéforo I, o Logóteta…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/In%C3%A1cio_I_de_Constantinopla

11*.   Em Rumsey, na In­gla­terra, Santa Etel­fleda, que foi con­sa­grada a Deus desde a in­fância no mos­teiro fun­dado por seu pai Etel­voldo e, eleita aba­dessa, o go­vernou sa­bi­a­mente até ao fim dos seus dias. († s. X)

12*.   Em Cam­pu­gliano, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, Santo Alúcio, ver­da­deiro homem de paz, ge­ne­roso ben­feitor dos po­bres, re­fúgio dos pe­re­grinos e li­ber­tador dos cativos. († 1134)

13*.   Em Mântua, na Lom­bardia, também na Itália, o Beato João Bom (também na Folhinha do Coração de Jesus, João Bondoso), ere­mita, que, sendo jovem, aban­donou sua mãe e va­gueou por di­versas re­giões da Itália, exer­cendo a arte de ma­la­ba­rista e co­me­di­ante; mas, aos qua­renta anos, atin­gido por uma grave en­fer­mi­dade, pro­meteu a Deus aban­donar o mundo, para se en­tregar to­tal­mente a Cristo e à Igreja no amor e na pe­ni­tência, e fundou uma Con­gre­gação sob a Regra de Santo Agostinho. (†1249).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Mântua, na Itália, em 1249, a volta para o céu de São João, o Bom. Depois de levar uma vida frívola, converteu-se após grave doença e retirou-se para um eremitério. Sua fama de santidade atraiu-lhe tão numerosos discípulos, que ele teve de fundar diversos mosteiros. (M).

– Ver páginas 424-426: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

14*.   Em Milão, também na Lom­bardia, o Beato João Ân­gelo Porro, pres­bí­tero da Ordem dos Servos de Maria, que, sendo prior do con­vento, todos os dias fes­tivos es­tava à porta da igreja ou per­corria as ruas, para reunir as cri­anças e en­sinar-lhes a dou­trina cristã. († 1506)

15*.   Em York, na In­gla­terra, o Beato Tomás Thwing, pres­bí­tero e mártir, que, acu­sado fal­sa­mente de cons­pi­ração, por ordem do rei Carlos II foi en­for­cado e es­quar­te­jado, e assim al­cançou a palma do martírio. († 1680).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em York, Inglaterra, o martírio do Bem-Aventurado-Tomás Twing, em 1680. (X)

16*.   Em Va­len­ci­ennes, na França, as be­atas Maria Clo­tilde Ân­gela de São Fran­cisco de Bórgia (Clo­tilde Jo­sefa Paillot) e cinco companheiras, vir­gens e már­tires, que, con­sa­gradas a Deus e con­de­nadas à morte du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, su­biram pi­e­do­sa­mente ao pa­tí­bulo ante a ad­mi­ração do povo. São estes os seus nomes: Maria Es­co­lás­tica Jo­sefa de São Tiago (Maria Mar­ga­rida Jo­sefa Le­roux), Maria Cór­dula Jo­sefa de São Do­mingos (Joana Luísa Barré), da Ordem das Ur­su­linas; Jo­se­fina (Ana Jo­sefa Le­roux), da Ordem das Cla­rissas; Maria Fran­cisca (Maria Li­e­vina La­croix) e Ana Maria (Maria Agos­tinha Er­raux), da Ordem de Santa Brígida. († 1794)

17.   Em Tho-Duc, ci­dade do Anam, ac­tu­al­mente no Vi­etnam, São Paulo Tong Viet Buong, mártir, que, sendo sol­dado, morreu por Cristo no tempo do im­pe­rador Minh Mang. († 1833)

18*.   Em Reims, na França, o Beato Ar­naldo ( Arnoldo – Ju­lião Ni­colau Rèche), re­li­gioso da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs, que, dócil em tudo ao Es­pí­rito Santo, se de­dicou in­ten­sa­mente à for­mação dos jo­vens, sempre fiel no seu exer­cício de pro­fessor e as­síduo na oração. († 1890)

19*.   Em Ciudad Real, na Es­panha, os be­atos már­tires Il­de­fonso da Cruz (Ana­tólio Garcia Nozal) e Jus­ti­niano de São Ga­briel da Se­nhora das Dores (Jus­ti­niano Cu­esta Re­dondo), pres­bí­teros Con­gre­gação da Paixão, e quatro companheiros, re­li­gi­osos da mesma Con­gre­gação, que, por Cristo e pela Igreja, foram fu­zi­lados du­rante a per­se­guição religiosa. Eu­frásio do Amor Mi­se­ri­cor­dioso (Eu­frásio de Celis Santos), Tomás do San­tís­simo Sa­cra­mento (Tomás Cu­ar­tero Gascón), José Maria de Jesus e Maria (José Maria Cu­ar­tero Gascón) e Ho­no­rino de Nossa Se­nhora das Dores (Ho­no­rino Car­ra­cedo Ramos) († 1936)

20*.   Em El Saler, lo­ca­li­dade pró­xima de Va­lência, também na Es­panha, o Beato Le­o­nardo Oli­vera Buera, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a mesma per­se­guição re­li­giosa, imi­tando a paixão de Cristo, me­receu al­cançar o prémio eterno. († 1936)

21*.   Em Be­ni­ma­clet, também na pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, os be­atos Am­brósio Leão (Pedro Lo­rente Vi­cente), Flo­rêncio Mar­tinho (Ál­varo Ibáñez Lázaro) e Ho­no­rato André (André Zor­ra­quino Her­rero), re­li­gi­osos da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs e már­tires, que, du­rante a mesma per­se­guição der­ra­maram o seu sangue por Cristo. († 1936)

22. São Vero, bispo de Salerno (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver página 428: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

23. VER SANTAS E SANTOS DE 23 DE OUTUBRO (ALGUNS DESTACADOS ACIMA):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Festa do Santíssimo Redentor João de Capistrano (Memorial Opcional) — Alúcio de Campugliano Amo de Toul Arethas de Negran Arnold Reche Benedito de Sebaste Clether Domício Elfleda Ethelfleda Gratien de Amiens Henrique de Colônia Inácio de Constantinopla João Ângelo Porro John Buoni João de Siracusa Oda da Aquitânia Phaolô Tong Viet Buong Romano de Ruão Severino Boécio Severino de Colônia Syra de Faremoutiers Teodoreto de Antioquia Thomas Thwing Vero de SalernoMártires da Argélia Esther Paniagua Alsonso Maria Caridad Álvarez MartínMártires de Cádiz – 2 santos Germano Servandus Mártires de Adrianópolis – 2 santos Doroteu Severus Mártires de Nicéia – 3 santos Euerotas Sócrates Theodota Mártires de Valenciennes – 6 beati Martirizado na Guerra Civil Espanhola Mártires de Manzanares – 7 beati Agapit Gorgues Manresa Agustín Nogal Tobar Andrés Zarraquino Herrero César Elexgaray Otazua Cristóbal González Carcedo Dorinda Sotelo Rodríguez Eduardo Valverde Rodríguez Felipe Basauri Altube José Maria Fernández Sánchez Juan Nuñez Orcajo Leonardo Arce Ruiz Leonardo Olivera Buera Manuel Navarro Martínez Martín Erro Ripa Roque Guillén Garcés Toribia Marticorena Sola — Bertrand de Grandselve Soren de Ry
todos esses memoriais em uma única página

23. Outras santas e santos do dia 23 de outubro: págs. 414-428, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XVII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 23 de outubro: 23 de outubro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje):

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 825-828: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. https://idoc.pub/queue/martirologio-romanopdf-2nv8gx23j9lk
  4. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: https://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf
  5. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  6. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  7. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  8. The Book of Saints – A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015) 
  9. https://www.eltestigofiel.org/index.php  
  10. MÁRTIRES DE GRUPO: http://newsaints.faithweb.com/martyrs.htm  
  11. SANTOS CATÓLICOS: https://catholicsaints.info/23-october/                                         
  12. SANTOS DO DIA: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober23.html#                                   

  (Sobre os sites que mostram os santos do dia e outros em inglês: Tradução Google) 

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO TODOS! BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO!   AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO  DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 05 DE JANEIRO: SÃO JOÃO NEPUMUCENO NEWMANN

JESUS, POR TI QUERO VIVER! POR TI QUERO MORRER! QUERO SER TEU NA VIDA! QUERO SER TEU NA MORTE! DÊ-ME, SENHOR, A SANTIDADE! AMÉM!” (São João Nepomuceno Newmann sempre rezava esta oração)

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (e provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 DE MARÇO: SÃO CLEMENTE-MARIA HOFFBAUER:

Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa       infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao Seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo.” http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_th e_Scholastic_Bishop)

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

PAI AMADO, QUE ESTA SEJA A MINHA (NOSSA) VONTADE E MEU (NOSSO) TESTAMENTO! AMÉM!

===============

  • 20 DE ABRIL: PROJETO DE VIDA DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha, a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 DE ABRIL, SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza.

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso…

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída”. Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! …»

================

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 31 de maio: NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

Lembrai-vos, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração, do poder inefável que vosso divino filho vos concedeu sobre seu Coração adorável.

Com a maior confiança em vossos merecimentos, vimos
implorar a vossa proteção.
Vós sois celeste Tesoureira do Coração de Jesus, daquele coração que é o
manancial inexaurível de todas as graças e que podeis abrir a vosso
bel prazer para fazer descer sobre os homens todos os tesouros de amor e
misericórdia, de luz e salvação que Ele encerra;

concedei-nos, vo-lo pedimos, os favores que suplicamos (fazer o pedido).
Sois nossa Mãe, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração.

Acolhei benignamente as nossas preces e dignai-vos a deferi-las.

Amém!
Nossa Senhora do Sagrado Coração, rogai por nós!

(conf.https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o)

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* 08 DE JUNHO (09 de junho): SANTO EFRÉM

“As virtudes são formadas pela oração. A oração preserva a temperança. A oração suprime a raiva. A oração previne emoções de orgulho e inveja. A oração atrai para a alma o Espírito Santo e eleva o homem ao céu– Santo Efrém

Lembrem-se de mim, vocês, herdeiros de Deus, irmãos de Cristo; suplicai fervorosamente ao Salvador por mim, para que eu seja liberto por meio de Cristo daquele que luta contra mim dia a dia– Santo Efrém, O Medo no Fim da Vida

Vós, mártires vitoriosos , que suportastes com alegria os tormentos por amor de Deus e Salvador, vós que tendes ousadia de falar para com o próprio Senhor, vós santos, intercedei por nós, homens tímidos e pecadores, cheios de preguiça, para que a graça de Cristo venha sobre nós e ilumine os corações de todos nós para que possamos amá-lo– Santo Efrém, de Comentário sobre Marcos

Senhor, derrama sobre nossas almas obscurecidas a luz brilhante de tua sabedoria para que possamos ser iluminados e servi-lo com pureza renovada. O nascer do sol marca a hora para os homens começarem sua labuta, mas em nossas almas, Senhor, prepare uma morada para o dia que nunca terminará. Através do nosso zelo incessante por você, Senhor, coloca sobre nós o sinal do Seu dia que não é medido pelo sol. Em Seu sacramento, todos os dias O abraçamos e O recebemos em nossos corpos; torna-nos dignos de experimentar a ressurreição pela qual esperamos. Ensina-nos a encontrar a nossa alegria a Seu favor! Salvador, sua crucificação marcou o fim de sua vida mortal; ensina-nos a crucificar-nos e a abrir caminho para a nossa vida no Espírito– de um sermão de Santo Efrém”

================

* 13 DE JUNHO: SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

“…. António de Pádua, ou de Lisboa como é conhecido, definiu a oração «como uma relação de amor, que leva o homem ao diálogo o Senhor”, e descreveu quatro “atitudes” que devem caracterizá-la: “(1) abrir com confiança o nosso coração a Deus, (2) conversar afetuosamente com Ele, (3) apresentar-lhe as nossas necessidades, (4) dar-lhe louvor e gratidão…” Conforme:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune13.html#1231_St._Anthony_or_Antonio_Of_Padua_a

================

* 21 DE JUNHO: SÃO LUÍS GONZAGA

“Não há sinal mais evidente de que alguém é santo e do número dos eleitos, do que vê-lo levando uma vida boa e ao mesmo tempo vítima de desolação, sofrimento e provações”– São Luís Gonzaga

“Aquele que deseja amar a Deus não o ama verdadeiramente se não tiver um desejo ardente e constante de sofrer por Ele”– São Luís Gonzaga

“Ó Santa Maria! Minha mãe; em tua bendita confiança e custódia especial, e no seio de tua misericórdia, eu neste dia, e todos os dias, e na hora de minha morte, entrego minha alma e meu corpo. A ti entrego todas as minhas ansiedades e dores, minha vida e o fim de minha vida, para que por tua santíssima intercessão e por teus méritos, todas as minhas ações sejam dirigidas e governadas por tua vontade e a de teu Filho– São Luís Gonzaga

“Que o conforto e a graça do Espírito Santo sejam seus para sempre, honrada senhora. Sua carta me encontrou ainda nesta região dos mortos, mas agora devo me levantar para finalmente fazer meu caminho para o céu e louvar a Deus para sempre na terra dos vivos; na verdade, eu esperava que antes dessa época minha viagem tivesse terminado. Se a caridade, como diz São Paulo, significa “chorar com os que choram e alegrar-se com os que se alegram”, então, querida mãe, você se alegrará muito que Deus em sua graça e seu amor por você está me mostrando o caminho para a verdadeira felicidade e me assegurando que nunca o perderei. Cuide-se acima de tudo, honrada senhora, para não insultar a infinita bondade de Deus; você certamente faria isso se lamentasse como morto um vivo face a face com Deus , alguém cujas orações podem lhe trazer em seus problemas uma ajuda mais poderosa do que jamais poderiam na terra. E nossa separação não será por muito tempo; nos veremos novamente no céu; estaremos unidos com nosso Salvador; lá o louvaremos de coração e alma, cantaremos suas misericórdias para sempre e desfrutaremos da felicidade eterna”– de uma carta à mãe de São Luís Gonzaga

Ó Deus, doador de dons celestiais, que em São Luís Gonzaga uniu a penitência a uma maravilhosa inocência da vida, concede por seus méritos e intercessão que, embora não o tenhamos seguido na inocência, possamos imitá-lo na penitência. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, um só Deus, pelos séculos dos séculos– coleta para a memória litúrgica de São Luís Gonzaga

Citação MLA

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

27 de junho: NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, nós vos suplicamos, com toda a força do nosso coração, amparar a cada um de nós em Vosso colo materno, nos momentos de insegurança e sofrimento.

Que o Vosso olhar esteja sempre atento, para não nos deixar cair em tentação e, que em vosso silêncio, aprendamos a aquietar nosso coração e fazer a vontade do Pai.

Intercedei junto a Ele pela paz no mundo e por nossas famílias.

Abençoai todos os Vossos filhos e filhas enfermos.

Iluminai nossos governantes e representantes para que sejam sempre servidores do grande povo de Deus.

Concedei-nos, ainda, muitas e santas vocações religiosas, sacerdotais e missionárias para a maior difusão do Reino de Vosso Filho Jesus Cristo. Enfim, derramai no coração dos Vossos filhos e filhas a Vossa bênção de amor e misericórdia. Sede sempre o nosso Perpétuo Socorro na vida e, principalmente, na hora da morte.

Amém.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!

================

* 15 de julho: SÃO BOAVENTURA

A oração é, portanto, a fonte e a origem de todo caminho ascendente em direção a Deus. Que cada um de nós, então, volte-se para a oração e diga ao nosso Senhor Deus: ‘Guia-me, Senhor, no teu caminho, para que eu possa andar na tua verdade.’ “

Cristo é tanto o caminho quanto a porta. Cristo é a escada e o veículo, como o “trono da misericórdia sobre a Arca da Aliança” e “o mistério oculto dos séculos”. 

Um homem deve voltar toda a sua atenção para este trono de misericórdia, e deve olhar para ele pendurado na cruz, cheio de fé, esperança e caridade, devoto, cheio de admiração e alegria, marcado pela gratidão e aberto ao louvor e júbilo. 

Então, tal homem fará com Cristo uma “pasch”, {uma páscoa} isto é, uma passagem. Pelos ramos da cruz ele passará o Mar Vermelho, deixando o Egito e entrando no deserto. Lá ele provará o maná escondido e descansará com Cristo no sepulcro, como se estivesse morto para as coisas de fora. Ele experimentará, tanto quanto for possível para quem ainda vive, o que foi prometido ao ladrão pendurado ao lado de Cristo: “Hoje você estará comigo no paraíso”.

================

* 19 DE JULHO: SANTO AMBROSIO AUTPERTO:

…ressaltando a prioridade que em cada busca teológica da verdade compete ao amor, ele dirige-se a Deus com estas palavras:Quando por nós és perscrutado intelectualmente, não és descoberto como és realmente; quando és amado, és alcançado“.

================

* 30 DE JULHO: SÃO PEDRO CRISÓLOGO

Ouça o apelo de Deus: Em mim, quero que você veja seu próprio corpo, seus membros, seu coração, seus ossos, seu sangue. Você pode temer o que é divino, mas por que não amar o que é humano? Você pode fugir de mim como o Senhor, mas por que não correr para mim como seu pai? Talvez você esteja cheio de vergonha por causar minha amarga paixão. Não tenha medo. Esta cruz inflige um dano mortal, não em mim, mas na morte. Esses pregos não me doem mais, mas apenas aprofundam meu amor por você. Eu não clamo por causa dessas feridas, mas através delas eu o atraio para o meu coração. Meu corpo foi esticado na cruz como um símbolo, não do quanto eu sofri, mas do meu amor abrangente. Não considero menos que derramar meu sangue: é o preço que paguei pelo seu resgate. Venha, então, volte para mim e aprenda a me conhecer como seu pai, que retribui o mal com o bem, a injúria com o amor e a caridade sem limites nas feridas penetrantes”.

… Ouça agora o que o Apóstolo nos exorta a fazer. Apelo a vocês, diz ele, para que apresentem seus corpos como sacrifício vivo. Por esta exortação dele, Paulo elevou todos os homens ao status sacerdotal. Quão maravilhoso é o sacerdócio do cristão, pois ele é tanto a vítima que é oferecida em seu próprio nome, quanto o sacerdote que faz a oferta. Ele não precisa ir além de si mesmo para buscar o que deve imolar a Deus: consigo mesmo e em si mesmo traz o sacrifício que deve oferecer a Deus por si mesmo. A vítima permanece e o padre permanece, sempre um e o mesmo. Imolada, a vítima ainda vive: o padre que imola não pode matar. Verdadeiramente é um sacrifício incrível em que um corpo é oferecido sem ser morto e sangue é oferecido sem ser derramado. 

O Apóstolo diz: Apelo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo. Irmãos, este sacrifício segue o padrão do sacrifício de Cristo pelo qual ele deu seu corpo como imolação viva pela vida do mundo. Ele realmente fez do seu corpo um sacrifício vivo, porque, embora morto, continua a viver. Em tal vítima, a morte recebe seu resgate, mas a vítima permanece viva. A própria morte sofre o castigo. É por isso que a morte para os mártires é realmente um nascimento, e seu fim um começo. Sua execução é a porta para a vida, e aqueles que se pensava terem sido apagados da terra brilham brilhantemente no céu. Paulo diz: Rogo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo e santo. O profeta disse a mesma coisa: Sacrifício e oferta não quiseste, mas preparaste um corpo para mim. Cada um de nós é chamado a ser um sacrifício a Deus e ao seu sacerdote. Não perca o que a autoridade divina lhe confere. Vista as vestes da santidade, cinge-se com o cinto da castidade. Deixe Cristo ser seu capacete, deixe a cruz em sua testa ser sua proteção infalível. Sua couraça deve ser o conhecimento de Deus que ele mesmo lhe deu. Continue queimando continuamente o cheiro doce do incenso da oração. Pegue a espada do Espírito. Deixe seu coração ser um altar. Então, com plena confiança em Deus, apresente seu corpo para o sacrifício. Deus não deseja a morte, mas a fé; Deus não tem sede de sangue, mas de auto entrega; Deus é apaziguado não pela matança, mas pela oferta de seu livre arbítrio. – de um sermão de São Pedro Crisólogo…”: https://catholicsaints.info/saint-peter-chrysologus/

================

* 31 DE JULHO: SANTO INÁCIO DE LOYOLA

“Se Deus faz com que você sofra muito, é sinal de que Ele tem grandes desígnios para você, e que certamente pretende fazer de você um santo. E se você deseja se tornar um grande santo, peça a Ele que lhe dê muitas oportunidades de sofrimento; pois não há lenha melhor para acender o fogo do amor santo do que a lenha da cruz, que Cristo usou para Seu próprio grande sacrifício de caridade sem limites…”

================

* 01 DE AGOSTO: SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO

“Eu o amo, Jesus meu amor, eu o amo mais do que a mim mesmo. Arrependo-me de todo o coração por tê-lo ofendido. Nunca permita que eu me separe de você novamente. Que eu o ame sempre, e então faça comigo o que quiser” … Santo Afonso Ligório

Santíssima e Imaculada Virgem! Ó minha Mãe! Tu que és a Mãe do meu Senhor, a Rainha do mundo, a advogada, a esperança e o refúgio dos pecadores! Eu, o mais miserável entre eles, agora venho a ti. Eu te adoro, grande Rainha, e te dou graças pelos muitos favores que me concedeste no passado; acima de tudo, agradeço-te por me ter salvado do inferno, que tantas vezes merecia. Amo-te, Senhora mais digna de todo amor, e, pelo amor que te carrego, prometo sempre no futuro servir-te e fazer o que me cabe para ganhar outros para o teu amor. Em ti ponho toda a minha confiança, toda a minha esperança de salvação. Recebe-me como teu servo e cobre-me com o manto da tua proteção, tu que és a Mãe de misericórdia! E visto que tens tanto poder com Deus, livra-me de todas as tentações, ou pelo menos obtenha para mim a graça de sempre superá-los. De ti peço um verdadeiro amor de Jesus Cristo e a graça de uma morte feliz. Ó minha Mãe! Por teu amor a Deus, suplico-te que sejas meu ajudante em todos os momentos, mas sobretudo no último momento de minha vida. Não me deixes até que me vejas seguro no céu, lá por séculos sem fim para te abençoar e cantar teus louvores. Tal é a minha esperança. Um homem. – Santo Afonso Ligório

Deus diz a cada um de nós: “Dá-me o teu coração, isto é, a tua vontade”. Nós, por nossa vez, não podemos oferecer nada mais precioso do que dizer: “Senhor, toma posse de nós; damos-te toda a nossa vontade; faça-nos entender o que você deseja de nós, e nós o realizaremos”. Se quisermos dar plena satisfação ao coração de Deus, devemos trazer nossa própria vontade em tudo em conformidade com a dele; e não apenas em conformidade, mas também em uniformidade, no que diz respeito a tudo o que Deus ordena. A confirmação significa a união de nossa própria vontade com a vontade de Deus; mas a uniformidade significa, além disso, fazer do divino e da nossa vontade uma só vontade, de modo que nada desejamos senão o que Deus deseja, e sua vontade se torna a nossa. Esta é a soma e a substância daquela perfeição à qual devemos sempre aspirar; este deve ser o objetivo de tudo o que fazemos e de todos os nossos desejos, meditações e orações. Para isso, devemos invocar a assistência de todos os nossos santos padroeiros e nossos anjos da guarda e, sobretudo, de nossa divina mãe Maria , que foi a santa mais perfeita, porque abraçou mais perfeitamente a vontade divina…” – Santo Afonso Ligório, de O amor redentor de Cristo

================

* 04 DE AGOSTO: SÃO JOÃO MARIA VIANNEY

Meus filhinhos, reflitam nestas palavras: o tesouro do cristão não está na terra, mas no céu. Nossos pensamentos, então, devem ser direcionados para onde está nosso tesouro. Este é o glorioso dever do homem: orar e amar. Se você orar e amar, é aí que reside a felicidade de um homem. A oração nada mais é do que a união com Deus. Nesta união íntima, Deus e a alma estão fundidos como dois pedaços de cera que ninguém pode separar. Essa união de Deus com uma pequena criatura é uma coisa adorável. É uma felicidade além da compreensão. 

Meus filhinhos, seus corações, são pequenos, mas a oração os estica e os torna capazes de amar a Deus. Através da oração recebemos um antegozo do céu e algo do paraíso desce sobre nós. A oração nunca nos deixa sem doçura. É o mel que flui nas almas e torna todas as coisas doces. 

Quando oramos corretamente, as tristezas desaparecem como a neve diante do sol. Alguns homens mergulham tão profundamente na oração como peixes na água, porque se entregam totalmente a Deus. Oh, como amo essas nobres almas! Como somos diferentes deles! Quantas vezes chegamos à igreja sem ideia do que fazer ou do que pedir. E, no entanto, sempre que vamos a qualquer ser humano, sabemos muito bem por que vamos. E ainda pior, há alguns que parecem falar com o bom Deus assim: “Eu só direi algumas coisas para você, e então me livrarei de você”. Muitas vezes penso que, quando viermos adorar ao Senhor, receberemos tudo o que pedirmos, se pedirmos com fé viva e com o coração puro.

– das instruções catequéticas de São João Maria Vianney

================

08 DE AGOSTO: SÃO DOMINGOS DE GUSMÃO

“Um homem que governa suas paixões é senhor de seu mundo. Ou as comandamos sou somos escravizados por elas. É melhor ser um martelo do que uma bigorna” (São Domingos de Gusmão)

================

* 11 DE AGOSTO: SANTA CLARA DE ASSIS

“Vá em paz, pois você seguiu o bom caminho. Vá sem medo, pois aquele que te criou te fez santo, sempre te protegeu e te ama como uma mãe… Bendito sejas tu, meu Deus, por me ter criado”. – Santa Clara de Assis

================

            * 12 DE AGOSTO: SANTA JOANA DE CHANTAL

“… Os mártires de amor sofrem dores mil vezes mais agudas conservando a vida para cumprir a vontade de Deus, do que se tivessem de dar mil vidas para testemunhar a sua fé, o seu amor e a sua fidelidade

 MANTENHA SEUS OLHOS EM DEUS E DEIXE-O FAZER PARA ELE… ISSO É TUDO COM O QUE VOCÊ TEM QUE SE PREOCUPAR”. – Santa Joana de Chantal

================

* 14 DE AGOSTO: SÃO MAXIMILIANO KOLBE

“… AVE-MARIA!”:  esta foi a última invocação que brotou dos lábios de São Maximiliano Kolbe, estendendo o braço àquele que o matava com uma injeção de ácido fénico. É comovedor constatar que o recurso humilde e confiante a Nossa Senhora é sempre manancial de coragem e de serenidade. Enquanto nos preparamos para celebrar a solenidade da Assunção, que é uma das festas marianas mais queridas à tradição cristã, renovamos a nossa confiança naquela que, do Céu, vigia com amor maternal sobre nós em todos os momentos. Com efeito, é assim que rezamos na familiar prece da Ave-Maria, pedindo-lhe que interceda por nós “agora e na hora da nossa morte”…(Papa Bento XVI, na Audiência Geral de 13 de agosto de 2008): https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/audiences/2008/documents/hf_ben-xvi_aud_20080813.html

================

18 DE AGOSTO: BEM-AVENTURADO AIMON TAPARELI

A salvação consiste em servir a Deus; tudo o mais é ilusão.” 

================

* SÃO JOÃO EUDES: 19 DE AGOSTO

O nosso desejo, o nosso objetivo e a nossa principal preocupação deve ser formar Jesus em nós e fazer com que seu espírito, sua devoção, seus afetos, seus desejos e suas disposições reinem em nossos corações. Toda a nossa vida religiosa deve tender para isso. Tal é a tarefa que Deus nos confiou para que nela trabalhemos constantemente

================

* 20 DE AGOSTO: SÃO BERNARDO DE CLARAVAL

Nos perigos, nas dúvidas, nas dificuldades, PENSE EM MARIA , INVOQUE MARIA . Não deixe o nome dela sair de seus lábios, nunca permita que ele saia de seu coração. E para que você possa obter a ajuda de sua oração, não deixe de seguir seus passos. Com ela como guia, você nunca se desviará; ao invocá-la, você nunca desanimará; enquanto ela estiver em sua mente, você estará a salvo do engano; enquanto ela segura sua mão, você não pode cair; sob a proteção dela você não tem nada a temer; se ela andar na sua frente, você não se cansará; se ela lhe mostrar favor, você alcançará a meta– São Bernardo de Claraval

================

* 21 DE AGOSTO: SÃO PIO X

Nasci pobre, vivi pobre e desejo morrer pobre

================

* 23 DE AGOSTO: SANTA ROSA DE LIMA

Que todos os homens saibam que a graça vem depois da tribulação. Que eles saibam que sem o fardo das aflições é impossível alcançar o cume da graça. Deixe-os saber que os dons da graça aumentam à medida que as lutas aumentam. Que os homens tomem cuidado para não se desviarem e serem enganados. Esta é a única escada verdadeira para o paraíso, e sem a cruz eles não podem encontrar nenhum caminho para subir ao céu…” (Dos escritos de Santa Rosa de Lima)

================

* 27 DE AGOSTO: SÃO PEMEN / PASTOR / POEMAS

               À questão de saber se é melhor falar ou calar, o Ancião disse:
Quem fala por Deus, faz bem, e quem cala por Deus, também faz bem.”
Ele também disse: “Se o homem parece estar em silêncio, mas seu coração condena os outros, então ele está sempre falando. Pode haver um homem que fala o dia todo, mas na verdade ele fica em silêncio, porque não diz nada que não seja lucrativo.”

O santo disse: “É útil observar três coisas: temer a Deus, orar com frequência e fazer o bem ao próximo”.
…”A maldade nunca erradica a maldade. Se alguém faz o mal a você, faça o bem a ele e a sua bondade vencerá a maldade.”

O começo do mal é a falta de vigilância. – São Poema

O silêncio não é uma virtude quando a caridade exige discurso. – São Poema

Uma fé viva consiste em pensar pouco de si mesmo e mostrar consideração pelos outros. – São Poema

Ensine seu coração a guardar o que sua língua ensina. – São Poema

Quando seu irmão o ataca, sejam quais forem os insultos, se você ficar com raiva dele, você está ficando com raiva sem motivo. Mesmo se ele arrancasse seu olho direito e cortasse sua mão direita, se você ficar com raiva dele, você está ficando com raiva sem motivo. No entanto, se ele tentar afastá-lo de Deus, fique com raiva! – São Poema

Não abra sua consciência para quem você não confia em seu coração. – São Poema

Instruir o próximo é o mesmo que repreendê-lo. – São Poema

Se você der pouca importância a si mesmo, terá paz onde quer que viva. – São Poema

Lançar-se diante de Deus, não medir seu progresso, deixar para trás toda vontade própria; estes são os instrumentos para o trabalho da alma. – São Poema

Deixe de lado uma pequena parte da sua justiça e em poucos dias você estará em paz. – São Poema

Lançar-se diante de Deus, não medir seu progresso, deixar para trás toda vontade própria – esses são os instrumentos para o trabalho da alma. – São Poema

Você deve fugir das coisas sensuais. Na verdade, toda vez que um homem chega perto de uma luta com a sensualidade, ele é como um homem à beira de um lago profundo, e o Inimigo o joga quando quer. Mas se o homem vive longe das coisas sensuais, ele é como aquele que está à distância do lago, de modo que mesmo que o Inimigo o seduza para jogá-lo no fundo, Deus lhe envia ajuda no exato momento em que o inimigo o está afastando e fazendo-lhe violência. – São Poema

Não dê seu coração ao que não satisfaz seu coração– São Poema

Se você estiver em silêncio, terá paz onde quer que viva. – São Poema

A natureza da água é macia, e a natureza da pedra é dura; mas se uma garrafa é pendurada acima da pedra, deixando a água cair gota a gota, ela desgasta a pedra. Assim é com a Palavra de Deus: é mole e nosso coração é duro, mas o homem que ouve a Palavra de Deus muitas vezes abre seu coração ao temor de Deus. – São Poema

Citação MLA

================

* 28 DE AGOSTO: SANTO AGOSTINHO

“… O que você possui se você não possui Deus? – Santo Agostinho

Infeliz é a alma escravizada pelo amor de tudo o que é mortal. – Santo Agostinho

O amor às posses mundanas é uma espécie de linha de pássaro, que enreda a alma e a impede de voar para Deus. – Santo Agostinho

Neste exato momento posso, se desejar, tornar-me amigo de Deus– Santo Agostinho

Deus concede mais consideração à pureza da intenção com a qual nossas ações são realizadas do que às próprias ações. – Santo Agostinho

Vou sugerir um meio pelo qual você pode louvar a Deus o dia todo, se desejar. Faça o que fizer, faça bem-feito, e você louvou a Deus. – Santo Agostinho

Este é o negócio da nossa vida. Pelo trabalho e oração, avançar na graça de Deus, até chegarmos àquela altura de perfeição na qual, com corações puros, podemos contemplar a Deus. – Santo Agostinho

Deus em sua onipotência não podia dar mais, em sua sabedoria não sabia dar mais, em suas riquezas não tinha mais para dar, do que a Eucaristia. – Santo Agostinho

Deus não ordena impossibilidades, mas ao ordenar adverte-te a fazer o que podes e a orar pelo que não podes, e ajuda-te para que possas– Santo Agostinho

Nossa vida e nossa morte estão com nosso próximo. – Santo Agostinho

Conquiste a si mesmo e o mundo está aos seus pés. – Santo Agostinho…”

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

* 31 DE AGOSTO: SÃO RAIMUNDO NONATO

“…Trabalhar já é bom,
  Melhor ainda é orar;
O melhor – amar teu Deus,
  E nem uma palavra a dizer
.
    – do alemão de Angelus Silesius

Prática favorita – Pregar o amor de Cristo pelo nosso silêncio, bem como pelo nosso discurso….” (de VIDAS CURTAS DOS SANTOS “São Raimundo, Confessor, de Eleanor Cecilia Donnelly):

{ Angelus Silesius: https://pt.wikipedia.org/wiki/Angelus_Silesius }

================

04 de setembro: BEATA CATARINA DE RACCONIGI

Beata Catarina de Racconigi

Jesus, é minha única esperança!” – uma frase que a Beata Caterina repetia sempre que estava sob estresse

Grandes são as inIquidades do mundo, e meus pecados me tornam indigno de ser ouvido. Mas, Jesus, ó minha Esperança, Tua bondade não permitirá que eu me canse em suplicar-te em vão.” – Beata Catarina

================

04 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E CORREIA

“…Senhor Jesus Cristo, Vós que vos sensibilizastes ao ver o povo sofrendo, os apóstolos cansados, os jovens desesperançados, os doentes tristes, as crianças esquecidas, os pobres oprimidos, os mulheres marginalizadas, e vos comprometestes e os consolastes exclamando: “vinde a mim todos que estais aflitos e eu os aliviarei” (MT. 11.29), nós vos pedimos luz para imitar o exemplo de Maria a quem nós amamos e invocamos como nossa Mãe da Consolação. Fazei-nos, por ela, descobrir a forma de sermos solidários com aqueles que choram, com os pobres, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os puros de coração, os que buscam a paz e os que são perseguidos por causa da justiça.

Senhor, que dessa forma, com a ajuda de NOSSA MÃE DA CONSOLAÇÃO, consigamos realizar o vosso reino de justiça, de serviço, de liberdade e fraternidade.

Senhor, que MARIA, MÃE DA CONSOLAÇÃO, seja nossa companheira de caminhada e nos ajude a chegar até vós, que sois o CAMINHO, a VERDADE e a VIDA. AMÉM!…” {http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/nossa-senhora-da-consolacao}

================

05 DE SETEMBRO SANTA TERESA DE CALCUTÁ

“…Deixe que qualquer um que vier até você vá embora se sentindo melhor e mais feliz. Todos deveriam ver bondade em seu rosto, em seus olhos, em seu sorriso. A alegria aparece nos olhos. Aparece quando falamos e andamos. Não pode ser mantida fechada dentro de nós. Ela reage lá fora. A alegria é muito contagiante…” – Santa Teresa de Calcutá

================

09 DE SETEMBRO: SÃO PEDRO CLÁVER

Jesus Cristo, Filho de Deus, você será meu pai e minha mãe e todo o meu bem. Eu o amo muito. Sinto muito por ter pecado contra você. Senhor, eu o amo muito, muito, muito.” – São Pedro Claver

================

13 DE SETEMBRO: SÃO JOÃO CRISÓSTOMO

“… Certamente quem quer riqueza e abundância escolherá as coisas que duram ao invés das que perecem, o inesgotável ao invés do que se esvai, o muito ao pouco, o incorruptível ao invés do corruptível. Então o outro tipo seguirá também. Quem busca a terra antes do céu certamente também perderá a terra, mas quem preferir o céu à terra desfrutará de ambos no mais alto grau…” ( São João Crisóstomo nos diz para investir no céu):  {https://www.patheos.com/blogs/catholicbookblogger/2015/02/25/church-fathers-day-219-st-john-chrysostom-tells-us-to-invest-in-heaven/ }

“…Desejas honrar o corpo de Cristo? Não o ignores quando está nu. Não o homenageies no templo vestido com seda quando o negligencias do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele, que disse “Este é o meu corpo”, é o mesmo que diz “tive fome e destes-me de comer” [18] e «quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)…

Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando teu irmão está morrendo de fome? Começa por satisfazer a sua fome e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar…” (comentário de São João Crisóstomo sobre Mateus) …”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/João_Crisóstomo

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA:

“… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, A DOR DO DESEJO DE UNIÃO que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 16 DE SETEMBRO: SÃO CIPRIANO

Ditos de São Cipriano: “… Deus não escuta a voz, mas o coração…”; “... Não pode ter Deus por pai quem não tem a Igreja por mãe…”: https://www.pensador.com/autor/sao_cipriano/

================

* 17 DE SETEMBRO: SÃO ROBERTO BELARMINO

… A CARIDADE É AQUILO COM O QUAL NENHUM HOMEM SE PERDE, E SEM O QUAL NENHUM HOMEM SE SALVA.” – São Roberto Belarmino

               Diz o Papa Bento XVI: … “De arte bene moriendi” – a arte de morrer bem – por exemplo, [Bellarmino] indica como norma segura do bom viver, e também do bom morrer, o meditar frequentemente e seriamente que se deverá prestar contas a Deus das próprias ações e do próprio modo de viver, bem como não buscar acumular riquezas nesta terra, mas viver de modo simples e com caridade, de modo a acumular bens no Céu” …  As palavras de São Roberto Belarmino “recordam-nos que o fim de nossa vida é o Senhor, o Deus que se revelou em Jesus Cristo, nO qual Ele continua a chamar-nos e a prometer-nos a comunhão com Ele. Recordam-nos a importância de confiar no Senhor, de nos gastarmos em uma vida fiel ao Evangelho, de aceitar e iluminar com a fé e com a oração toda a circunstância e toda a ação da nossa vida, sempre nos esforçando para a união com Deus …

{Audiência Geral:  https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/audiences/2011/documents/hf_ben-xvi_aud_20110223.html }”:

================

* 19 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DA SALETTE

“… Diz São João Paulo II AOS MISSIONÁRIOS DE NOSSA SENHORA DE LA SALETTE em 4 de maio de 2000: … Proclame com ousadia a Palavra de Deus, uma força que pode transformar corações, sociedades e culturas. Sob o olhar de Maria, presença materna entre o Povo de Deus, convida constantemente à conversão, à comunhão e à solidariedade

Não hesiteis em anunciar aos vossos irmãos que Deus caminha com os homens, que os chama a uma vida nova e os encoraja para os conduzir à verdadeira liberdadeque o missionário esteja disposto a viver em permanente estado de conversãoO verdadeiro missionário é aquele que se compromete resolutamente a seguir os caminhos da santidade… Depois do entusiasmo do primeiro encontro com Cristo nos caminhos da missão, é necessário perseverar no esforço quotidiano através de uma intensa vida de oração, penitência e dom de si” …: https://www.vatican.va/content/john-paul-ii/en/speeches/2000/apr-jun/documents/hf_jp-ii_spe_20000504_notre-dame.html

================

* 27 DE SETEMBRO: SÃO VICENTE DE PAULO

“A perfeição consiste apenas em uma coisa, que é fazer a vontade de Deus. Pois, segundo as palavras de Nosso Senhor, para a perfeição basta negar a si mesmo, tomar a cruz e segui-lo. Ora, quem nega a si mesmo e toma a sua cruz e segue a Cristo melhor do que aquele que procura não fazer a sua própria vontade, mas sempre a de Deus? Veja, agora, quão pouco é necessário para se tornar santo? Nada mais do que ADQUIRIR O HÁBITO DE QUERER, EM TODAS AS OCASIÕES, O QUE DEUS QUER. 

– São Vicente de Paulo

Quem quiser progredir na perfeição, tenha especial diligência em não se deixar levar por suas paixões, que destroem com uma mão o edifício espiritual que se ergue pelo trabalho da outra. Mas para ter sucesso nisso, a resistência deve ser iniciada enquanto as paixões ainda estão fracas; pois depois que elas estão completamente enraizadas e crescidas, quase não há remédio– São Vicente de Paulo

O primeiro passo a ser dado por quem deseja seguir a Cristo é, segundo as palavras do próprio Nosso Senhor, o de renunciar a si mesmo, isto é, aos próprios sentidos, às próprias paixões, à própria vontade, ao próprio juízo e a todos os movimentos da natureza, oferecendo a Deus um sacrifício de todas essas coisas e de todos os seus atos, que certamente são sacrifícios muito agradáveis ​​ao Senhor. E nunca devemos nos cansar disso; pois se alguém que tem, por assim dizer, um pé já no céu, abandonasse este exercício, quando chegasse a hora de colocar o outro lá, correria muito risco de se perder. – São Vicente de Paulo

================

  •  

* 23 DE SETEMBRO: SÃO PADRE PIO DE PIETRELCINA

  •  

Fica comigo, Senhor, pois é necessário tê-lo presente para que eu não o esqueça. Você sabe com que facilidade eu o abandono. 

Fica comigo, Senhor, porque sou fraco e preciso da sua força, para não cair tantas vezes. 

Fica comigo, Senhor, porque o Senhor é a minha vida e sem o Senhor estou sem fervor. Fica comigo, Senhor, pois o Senhor é minha luz e sem o Senhor estou nas trevas. 

Fica comigo, Senhor, para me mostrar a Sua vontade. 

Fica comigo, Senhor, para que eu ouça a Sua voz e O siga. 

Fica comigo, Senhor, pois desejo amar o Senhor muito e estar sempre na Sua companhia. 

Fica comigo, Senhor, para que eu seja fiel ao Senhor. 

Fica comigo, Senhor, por mais pobre que seja a minha alma, quero que seja um lugar de consolação para o Senhor e um ninho de Amor. 

Fica comigo, Jesus, porque está ficando tarde e o dia está chegando ao fim e a vida passa, a morte, o julgamento e a eternidade se aproximam. É preciso renovar as minhas forças, para que não pare no caminho e para isso preciso do Senhor. Está ficando tarde e a morte se aproxima, temo as trevas, as tentações, a secura, a cruz, as dores. Oh, como preciso do Senhor, meu Jesus, nesta noite de exílio! 

Fica comigo, Jesus; na vida com todos os seus perigos, eu preciso do Senhor. Deixa-me reconhecê-lo como fizeram os seus discípulos ao partir do pão, para que a celebração eucarística, a comunhão seja a Luz que dispersa as trevas, a força que me sustenta, a alegria única do meu coração. 

Fica comigo, Senhor, porque na hora da minha morte quero permanecer unido a ao Senhor, se não pela Comunhão , pelo menos pela graça e pelo amor. 

Fica comigo, Senhor, porque é só ao Senhor que procuro, Seu Amor, Sua Graça, Sua Vontade, Seu Coração, Seu Espírito, porque o amo e não peço outra recompensa senão amar o Senhor cada vez mais. Com um amor firme, eu o amarei de todo o meu coração enquanto estiver na terra e continuarei a amar perfeitamente por toda a eternidade. – Oração do Padre Pio após a Santa Comunhão

================

* 30 DE SETEMBRO: SÃO JERÔNIMO

“… Na parte mais remota de um deserto selvagem e pedregoso, queimado pelo calor do sol escaldante que assusta até os monges que o habitam, parecia-me estar no meio das delícias e multidões de Roma. 

No exílio e na prisão a que por medo do inferno me condenara voluntariamente, muitas vezes me imaginei presenciando a dança das donzelas romanas como se estivesse no meio delas: no meu corpo frio e no meu corpo ressecado, carne, que parecia morta antes de sua morte, a paixão era capaz de viver. 

Sozinho com esse inimigo, me joguei em espírito aos pés de Jesus, regando-os com minhas lágrimas, e domei minha carne jejuando semanas inteiras. Não me envergonho de revelar minhas tentações, mas lamento não ser agora o que era antes

Lá, também – o próprio Senhor é minha testemunha – quando eu derramei copiosas lágrimas e forcei meus olhos para o céu, às vezes me senti entre as hostes angelicais e, de alegria e alegria, cantei: “por causa do sabor dos teus bons unguentos, correremos atrás de ti.” – A carta de Jerônimo a Santa Eustóquio – 7 {https://catholicsaints.info/saint-jerome-letter-23-to-eustochium/}

{https://catholicsaints.info/saint-jerome/ >}

================

* O1 DE OUTUBRO: SANTA TERESA DE JESUS

“… Ajoelhado diante do tabernáculo, só consigo pensar em uma coisa para dizer ao nosso Senhor: “Meu Deus, você sabe que eu te amo”. E sinto que minha oração não cansa Jesus; conhecendo minha fraqueza, Ele está satisfeito com minha boa vontade

…Nosso Senhor não olha tanto para a grandeza de nossas ações, nem mesmo para sua dificuldade, mas para o amor com que as fazemos… 

… Nosso Senhor não precisa nem de grandes feitos de nossa parte, nem de pensamentos profundos, nem de inteligência, nem de talento. Ele preza a simplicidade…

… A perfeição consiste em fazer a Vontade de Deus, em ser aquilo que Ele quer que sejamos… Jesus, ajude-me a simplificar minha vida aprendendo a ser o que você quer que eu seja e me tornando essa pessoa…– Santa Teresa de Lisieux

================

 * 02 DE OUTUBRO: SANTOS ANJOS DA GUARDA

“…Nossa fraqueza é tal que, se os anjos da guarda não nos tivessem sido dados, não poderíamos resistir aos muitos e poderosos ataques dos espíritos malignos. Para este propósito, precisávamos de uma natureza superior. É por isso que Deus tirou esses espíritos de seus tesouros e por meio deles deu um auxílio à fraqueza humana, para que essa assistência divina nos ajude contra os poderes deste mundo de trevas a alcançar a herança da salvação…” – Santo Hilário de Poitiers (memorial em 13 de janeiro)

================

* 04 DE OUTUBRO: SÃO FRANCISCO DE ASSIS

“Santifique-se e santificará a sociedade”. – São Francisco de Assis

================-

* 05 DE OUTUBRO: SANTA FAUSTINA

“… JESUS, EU CONFIO EM TI!…”

{https://www.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/homilies/2000/documents/hf_jp-ii_hom_20000430_faustina.html }

================

*09 DE OUTUBRO: SÃO JOÃO HENRIQUE NEWMAN

“…John Henry Newman colocou nos lábios do coro dos anjos no céu:

Louvado seja o Santíssimo nas alturas
E nas profundezas seja louvado;
Em todas as suas palavras mais maravilhosas,
Mais seguro em todos os seus caminhos!
O Sonho de Gerôncio )…:
https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/en/homilies/2010/documents/hf_ben-xvi_hom_20100919_beatif-newman.html

==============

* 11 DE OUTUBRO: SÃO JOÃO XXIII

“…Não é que o evangelho mudou; é que começamos a entendê-lo melhor. Aqueles que viveram tanto quanto eu… puderam comparar diferentes culturas e tradições, e saber que é chegado o momento de discernir os sinais dos tempos, de aproveitar a oportunidade e olhar para o futuro…” (São João XXIII, em seu leito de morte)

================

* 15 de outubro: SANTA TERESA DE ÁVILA

“… Nada te perturbe… Nada te amedronte… Tudo passa!… A paciência tudo alcança… A quem tem Deus, nada falta. Só Deus basta!…”

================

* 16 DE OUTUBRO: SANTA MARGARIDA MARIA ALACOQUE

AS DOZE PROMESSAS DE JESUS A SANTA MARGARIDA MARIA para os devotos de Seu Sagrado Coração:

  • Eu lhes darei todas as graças necessárias ao seu estado de vida.
  • Eu estabelecerei a paz em suas famílias.
  • Eu os consolarei em todos os seus problemas.
  • Encontrarão em Meu Coração refúgio seguro durante a vida e especialmente na hora de sua morte.
  • Derramarei bênçãos abundantes sobre todos os seus empreendimentos.
  • Os pecadores encontrarão em Meu Coração a fonte de um oceano infinito de misericórdia.
  • Almas mornas se tornarão fervorosas.
  • Almas fervorosas se elevarão rapidamente à grande perfeição.
  • Abençoarei os lares onde uma imagem do Meu Coração for exposta e honrada.
  • Darei aos sacerdotes o poder de tocar os corações mais endurecidos.
  • Aqueles que propagarem esta devoção terão seus nomes escritos em Meu Coração, para nunca serem apagados.
  • O amor todo-poderoso do Meu Coração concederá a todos aqueles que comungarem na primeira sexta-feira de nove meses consecutivos a graça do arrependimento final; não morrerão sob meu desagrado, nem sem receber seus sacramentos. Meu coração será seu refúgio seguro naquela última hora.

================

* 17 DE OUTUBRO: SANTO INÁCIO DE ANTIOQUIA

“… É melhor calar-se e ser do que falar e não ser. É maravilhoso ensinar, quando se faz o que se diz. Assim, um é o Mestre “que falou e tudo foi feito”; também aquilo que realizou em silêncio é digno do Pai… (Santo Inácio de Antioquia, Carta aos Efésios, 15,1): http://www.cristianismo.org.br/inacio-2.htm

================

* 18 DE OUTUBRO: SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Nenhuma língua pode expressar a grandeza do amor que Jesus Cristo carrega às nossas almas. Ele não queria que entre Ele e Seus servos houvesse qualquer outra promessa que não a si mesmo, para manter viva a lembrança dele (São Pedro de Alcântara). 

================

* 19 DE OUTUBRO: SÃO PAULO DA CRUZ

“… Um dia o Senhor me fez ouvir estas palavras ao pé do tabernáculo: ‘Meu filho, quem me abraça, abraça espinhos’…” – São Paulo da Cruz

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO

Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai

também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

” Santo não é aquele que não cai, santo é aquele que mesmo caindo não desiste de levantar” (São João Paulo II)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS,

ROGUEM POR NÓS!   

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
    • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
    • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
    • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);
    • Um dia vamos estar juntos;
    • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (contrição … obediência ao que Jesus mandou: amor a Deus e ao próximo. Jo 15,14.17)…

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                         ================                                  

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

“Coração de meu Jesus, doce e terno alanceado, seja o meu no vosso amor, cada vez mais abrasado”

JESUS MANSO E HUMILDE DE CORAÇÃO, FAZ O MEU CORAÇÃO E O DA FAMÍLIA SEMELHANTE AO SEU! OBRIGADO JESUS! BENDITO SEJA O SENHOR! AMÉM!

“Doce coração de Maria, sede a nossa salvação”

ME LEVA A JESUS, MÃE! ME ADOTA E À FAMÍLIA, MÃE! OBRIGADO!

================

* Veja o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.