Santas e Santos de 01 de janeiro

OBSERVAÇÃO SOBRE 01 DE JANEIRO:

No calendário romano era o dia das calendas de janeiro.

Júlio César determinou que passasse a ser o primeiro dia do ano quando fez a reforma do calendário que entrou em vigor neste dia do ano 45 a.C.. Anteriormente o ano tinha início nas calendas de março, o dia 1 de março. Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/1_de_janeiro

CALENDÁRIO ROMANO

– Ver: -Calendário Romano: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Calend%C3%A1rio_romano

— Nonas: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Calend%C3%A1rio_romano

— Calendas: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Calendas

— Idos: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Idos

—————————————————————————————————-

DESTAQUES DE 01 DE JANEIRO

OITAVA DE NATAL – SANTA MARIA MÃE DE DEUS

A1. Conforme o DIRETÓRIO DA LITURGIA DA CNBB  de 2023, 01 de janeiro, Domingo. Oitava do Natal: SANTA MARIA, MÃE DE DEUS. Solenidade.

A2. 01 DE JANEIRO.  “Em primeiro de janeiro, celebramos a festa da MATERNIDADE DE MARIA e o DIA MUNDIAL DA PAZ.

MATERNIDADE DE MARIA. O mais antigo texto do Novo Testamento, que faz referência a Maria, é o capítulo quarto da Carta aos Gálatas. Afirma Paulo que, quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho ao mundo, o qual nasceu de uma mulher. Quando chegou a plenitude dos tempos…Para Paulo, o momento da encarnação e do nascimento de Jesus é, para Deus, não um tempo qualquer, não um tempo comum. É o tempo da graça. O tempo por excelência. “…enviou o seu Filho ao mundo, o qual nasceu de uma mulher”. Paulo não diz o nome da mulher. Nem era necessário, pois na comunidade apostólica todos a conheciam. Os evangelhos, porém, registram o seu nome. Ela se chamava Maria…

… No momento da anunciação, ela ouve da boa do mensageiro celeste estas palavras: “Eis que conceberás e darás à luz um filho. Tu lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande. Será chamado Filho do Altíssimo”. Maria gravou profundamente estas palavras em seu coração. Mais tarde, ela as relatará ao evangelista São Lucas, que as registrará em seu evangelho.

Por causa da maternidade divina, Maria era saudada na comunidade primitiva com a “Bendita entre todas as mulheres”.

Jesus, porém, ampliou a maternidade de Maria. Na cruz, ele fez de sua mãe a mãe da comunidade de seus discípulos, a Mãe da Igreja e de toda a humanidade por ele redimida.

Maria tornou-se Mãe de Deus em nosso favor. Tornou-se mãe para que o Filho de Deus pudesse vir ao mundo. Tornou-se mãe para que a humanidade tivesse um salvador. Tornou-se mãe para mostrar Jesus ao mundo. Tornou-se para dar Jesus ao mundo.

A Mãe de Deus é, pois, a Mãe da Igreja, a Mãe da humanidade redimida, a nossa Mãe.

A Igreja possui muitos santos. Cada cristão é livre para escolher o santo de sua devoção. A devoção a Nossa Senhora, porém, pertence à identidade do verdadeiro cristão. O verdadeiro cristão deve reservar uma lugar muito especial para Nossa Senhora na casa de seu coração, na sua família, na sua comunidade…

DIA MUNDIAL DA PAZ!

O Papa Bento XVI, na mensagem que enviou à Igreja e à humanidade, por ocasião da presente celebração, afirmou que a pessoa humana é o coração da paz. Existe de fato, no ser humano, o desejo de uma paz universal e ampla. O Profeta Isaías, não capítulo dois de seu livro, registra este desejo, este sonho. Afirma ele que chegará o dia em que as armas de guerra serão transformadas em instrumentos de trabalho. O lobo e o cordeiro comerão juntos na mesma vasilha. As criancinhas brincarão com as serpentes. E todos serão iluminados por Deus. A paz sonhada é pois uma harmonia dos seres humanos entre si. Harmonia dos seres humanos com a natureza: as coisas e os animais. Harmonia dos seres humanos com Deus.

O que é a paz? O Papa, na mesma mensagem, afirma que a paz é a convivência baseada na justiça e na solidariedade.

A justiça é o primeiro requisito para paz Ela implica respeito ao direito à vida desde que surge no ventre materno até o seu fim Natural. Onde a vida não é respeitada, onde ela é destruída, não existe paz.

A paz implica o direito de ter tudo o que é fundamental para se viver com dignidade. Onde existe pobreza, exclusão social, fome, não existe paz.

A paz implica respeito à dignidade da pessoa. Onde a pessoa é desrespeitada em sua dignidade, ainda que seja por palavras, não existe paz.

Só a justiça não garante a paz. É necessário algo que está para além da justiça: a solidariedade com todos os que sofrem.

A solidariedade consiste em repetir o gesto do Bom Samaritano, registrado no evangelho de Lucas: não virar o rosto àquele que sofre, não ir adiante, mas estender a mão e ajudar.

A construção da paz é uma missão que compete não só aos governantes, mas a cada ser humano. E Jesus reservou a mais bela bem-aventurança aos construtores da paz. “Bem-aventurados os que constroem a paz, porque serão chamados filhos de Deus”.

Por ocasião do Natal, recebi um cartão do Padre Lages, onde estava escrito: “O maior presente de Natal é um gesto de paz”. Procuremos, pois, dar esse presente aos outros, não só no Natal, mas cada dia, cada hora, do Ana que está para começar. Que Nossa Senhora, Mãe de Deus e nossa Mãe, nos ajude com seu exemplo e com sua intercessão!…”: https://diocesedelorena.com/festa-da-maternidade-de-maria-e-o-dia-mundial-da-paz/

A3. 2022: 1592 ANOS DA PROCLAMAÇÃO DO DOGMA DA PROCLAMAÇÃO DA MATERNIDADE DIVINA DE MARIA.

“… Foi exatamente durante o ano de 431, no Concílio Ecumênico de Éfeso, que se chegou a definição dogmática que em Jesus Cristo não existe uma só natureza na sua concepção no ventre da Virgem Maria. No seu seio, se uniu a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, isto é o Filho de Deus que é divino, com a humanidade, dando “origem” a uma só pessoa. Em Jesus Cristo não existe divisão ou diminuição das naturezas humano e divina, Ele é único. Tudo acontece com a colaboração de Maria de Nazaré, a Cheia de Graça que se torna, Serva e Mãe por toda a vida.

O Concilio de Éfeso, sob a orientação de Cirilo de Alexandria, no ano de 431, se reúne com os padres conciliares para defender a fé católica contra as opiniões deformadas de Nestório. Este afirmava que Maria não devia ser chamada Mãe de Cristo homem e não deveria ser chamada de MÃE DE DEUS. Para ele, Jesus como ser humano na concepção no seu nascimento, adolescência se tornou Deus depois do seu batismo. Tal tese fragilizava toda a fé cristã transmitida pelas Escrituras e pela Tradição.

O vínculo humano de Jesus Cristo é indissolúvel com a Virgem nazarena. Com ela, por ela toda a humanidade é resgatada, concedendo a Maria o título de Nova Eva….

… Outrora existia a festa da maternidade divina de Maria, a 11 de outubro, instituída pelo Papa Pio XI e que foi SUPRESSA COM A REFORMA LITÚRGICA DO CONCILIO VATICANO II, FICANDO TAL FESTIVIDADE NO DIA 1º DE JANEIRO.

Mas a festa de 1º de Janeiro é antiquíssima onde, já no século VI se fazia a comemoração deste privilégio mariano…”: https://www.a12.com/academia/catequese/1585-anos-da-proclamacao-do-dogma-da-maternidade-divina-de-maria

A4. O motivo da festa em 11 de outubro:

“… Foi no dia 11 de outubro de 431, durante o I Concílio de Éfeso, que foi definido o primeiro dos quatro Dogmas Marianos: o Dogma da Divina Maternidade de Maria. Papa Pio XI, em 1931, por causa do 15º Centenário do Concílio, instituiu a Festa litúrgica…”

http://farfalline.blogspot.com/2014/10/maternidade-divina-de-Maria.html

http://espelhodejustica.blogspot.com/2017/10/11-de-outubro-maternidade-divina-de-n.html

A5. * EM 11 DE OUTUBRO, FESTA DA MATERNIDADE DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA. Instituída por Pio XI em 1931. Ver: Carta Encíclica LUX VERITATIS: https://www.vatican.va/content/pius-xi/it/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_19311225_lux-veritatis.html

– Ver páginas 107-108: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

A6. DIVINA MATERNIDADE DE MARIA SANTÍSSIMA

Divina Maternidade de Maria Santíssima 11 de outubro
Um Dogma, o da Divina Maternidade de Maria, que mudou o destino da reflexão mariana dos séculos vindouros, lançando um raio de luz sobre o mistério e a pessoa de Maria Santíssima como mãe digna de Jesus, verdadeiro Deus e homem verdadeiro.  
  O primeiro dogma mariano formulado na Igreja foi o dogma da “Mãe de Deus”. No Concílio de Éfeso (431 d.C.), para combater a heresia de Nestório que identificava duas pessoas em Cristo, os Padres da assembléia ecumênica responderam afirmando solenemente a unidade e singularidade da divina Pessoa de Cristo e, consequentemente, a Maternidade de Maria estendida a toda a sua pessoa não humana, mas divina: “Se alguém não confessar que Emanuel é Deus no verdadeiro sentido da palavra e que, portanto, a Santa Virgem é Mãe de Deus, porque gerou o Verbo (logos) segundo a carne, é de Deus, seja anátema” (Concílio de Éfeso, Anatem. 1 de São Cirilo de Alexandria).
O dogma mudou o destino da reflexão mariana em todos os séculos subsequentes. A partir de então, Maria Santíssima entrou de direito em proeminentes discussões teológicas e pregações sobre a Encarnação e a Redenção. A teologia chamada “bizantina” por causa da área grega, ligada à influência da grande cátedra de Constantinopla, será toda altamente mariana, levando ao extremo o valor do primeiro dogma mariano da Maternidade Divina (Theotokos).
Se Maria é a verdadeira Mãe de Deus, pode tudo, como pode uma verdadeira Mãe fazer tudo pelo filho que sempre amou e a quem entregou toda a sua existência. Aqui estão as canções, a prosa, as biografias, as homilias que parecem até exageradas ao olho profano. A Maternidade Divina faz de Maria Santíssima quase uma deusa aos olhos extáticos dos escritores deste período.
Precisamente neste momento nascem as primeiras fórmulas de consagração total de si à Virgem e até cidades inteiras, como a própria cidade de Constantinopla, são consagradas à Mãe de Deus para implorar sua proteção e salvação. Duas grandes vitórias do exército de Constantinopla contra os sarracenos foram atribuídas à intercessão da Mãe de Deus (619 e 626 dC).
Acreditava-se que a Igreja Constantinopolitana de Blacherne, por tradição augusta, preservava um hábito da Santa Mãe de Deus como uma preciosa relíquia.
O coração não só dos patriarcas e teólogos, mas também do povo simples batia em uníssono com o da Mãe de Deus. Talvez por isso, pelo menos até o século VIII-X, Constantinopla tivesse um esplendor indiscutível tanto para o progresso cultural pela força política e militar que a tornou uma potência de primeira classe em todo o Mediterrâneo, agora até superior a Roma.
Com a separação da unidade católica, porém, seu declínio começou até quase desaparecer nas mãos dos invasores otomanos com a captura e saque da cidade no mês de Maria Santíssima em 29 de maio de 1453.
Um belo texto de São Germano de Constantinopla († 733), um dos patriarcas da cidade nos tempos áureos, nos faz compreender o amor, a ternura e a dedicação à Mãe de Deus que todos devemos ter: das dádivas indescritíveis e inconcebíveis de teu Filho, teu Deus e nosso Deus, no reino celestial. Na verdade, você tem o poder igual à vontade, porque você é a Mãe do Altíssimo. Por isso, ó Puríssima Senhora, suplico que não se decepcione com minha expectativa, mas a obtenha por sorte ou noiva de Deus que gerou o esperado de todos, Nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Deus e soberano de todas as coisas visíveis e invisíveis. … ”(Homilia para a Anunciação).
Definir Maria “Mãe de Deus” significa dar-lhe um valor exaltado e uma dignidade incomensurável. Nenhuma outra criatura pode ser definida como Maria, Mãe de Deus segundo a natureza, isto é, segundo a geração humana. Em seu ventre virginal, Maria gerou Deus, o Verbo feito carne, a segunda Pessoa da Santíssima Trindade.
A geração de Maria Santíssima no tempo repete a de Deus na eternidade: Ela gera o Verbo como Pai: propósito análogo (a missão do Filho), intimidade análoga com o Verbo. Maria é um com ele, quase como o Pai e o Filho são um com o outro. Maria Santíssima está, portanto, no centro da ação trinitária no mundo. Sua Maternidade foi escolhida por Deus como a suprema missão humana para salvar o mundo, fazer o Salvador vir ao mundo e dar salvação e glória a todos.
Que as mulheres reflitam a que missão elevada são chamadas no dom da maternidade. Tornam-se cooperadores de Deus, geradores em sua carne da obra de Deus no mundo de maneira semelhante à Virgem Maria.
De fato, a sublime missão de Maria se cumpre com a Maternidade da Igreja. Também a Igreja, esposa de Cristo, com um caminho oposto ao de Cristo e Maria é chamada a se divinizar, a assumir em si a divindade de Cristo sendo também filha de Maria.
Maria Santíssima é a mãe natural de Deus. É também a Mãe adotiva da Igreja, porque esta recebe dela as sementes do divino e pode, em sentido espiritual, ser gerada de seu ventre: “Como no natural e geração física há um pai e uma mãe, então na geração sobrenatural e espiritual há um pai que é Deus e uma mãe que é Maria. Todos os verdadeiros e predestinados filhos de Deus têm Deus por pai e Maria por mãe; e quem não tem Maria como mãe não tem Deus como pai” (São Luís M. Grignion de Montfort, Tratado da Verdadeira Devoção, n. 30).
“Ambos nasceram nela” (cf. Sl 86,5): Cristo e a Igreja estão unidos em Maria Santíssima, verdadeira Mãe de todos, na qual habita toda a plenitude da divindade de Cristo (cf. Col 2,9).
A verdadeira Igreja não pode deixar de ser Filha de Maria, porque também Cristo foi. Se não é Filha de Maria, não se parece com Cristo, não tem parte com Ele.
Maria Mãe de Deus é o verdadeiro traço de união entre a divindade e a humanidade. A maternidade a torna augusta padroeira do Redentor; no entanto, ele também a faz uma gentil ajudante das almas que lhe foram confiadas.
O dia da Mãe de Deus na Igreja latina é também dedicado à paz porque Cristo é a nossa paz (cf. Ef 2,14). Jesus nos diz que nos deixa a paz, mas não como o mundo a dá (cf. Jo 14,27). A paz mundial é falsa porque surge de acordos de interesse. A paz de Cristo é a única verdadeira, porque só nasce dele, do seu Coração trespassado e trespassado por nós e de Maria Medianeira da graça num único fluxo de amor gratuito.
A Maternidade Divina atribui fortemente a Maria Santíssima o papel de mediadora solene da salvação e da paz. Só nela se pode realizar o único prodígio da Maternidade Divina que a une para sempre a Deus, de tal modo que Deus se sente quase compelido a obedecer à própria Mãe em vista da redenção e da paz de cada homem. Quem de nós poderá abster-se de pedir socorro a tão grande Mãe que tem a seus pés o divino Filho, o Verbo do Pai?
Só Ela pode falar profundamente ao Coração do Filho. É por isso que Deus a escolheu como sua mãe e nossa advogada. Autor: Padre Luca M. Genovese Fonte: O Semanário do Padre Pio  O título de Mãe de Deus, entre todos os atribuídos a Nossa Senhora, é o mais glorioso. Ser Mãe de Deus é para Maria a sua Razão de Ser, a razão de todos os Seus Privilégios e Suas Graças. Para nós o Título contém todo o Mistério da Encarnação e não vemos nada mais do que esta é a Fonte para Maria de Lodi e para nós da Alegria. Santo Efrém pensou com razão que acreditar e afirmar que a Bem-Aventurada Virgem Maria é a Mãe de Deus é dar uma prova segura de nossa fé. A Igreja, portanto, não celebra nenhuma festa da Virgem Maria sem elogiá-la por esse privilégio. E assim ele saúda a Santíssima Mãe de Deus, na Imaculada Conceição, na Natividade, na Assunção e nós fazemos o mesmo na Recitação Freqüente da Ave Maria.

A Heresia Nestoriana.

“Theotókos”, Mãe de Deus, é o nome com o qual Maria Santíssima foi designada ao longo dos séculos. Fazer a História do Dogma da Maternidade Divina seria fazer a História de todo o Cristianismo, porque o Nome penetrou tão profundamente no coração dos Fiéis que quando, diante do Bispo de Constantinopla, Nestório, um sacerdote que era seu porta-voz , atreveu-se a afirmar que Maria era apenas a Mãe de um homem, porque era impossível que Deus nascesse de uma mulher, o povo protestou escandalizado. São Cirilo, o Homem Elevado por Deus para Defender a Honra da Mãe de Seu Filho, era então Bispo de Alexandria. Ele logo expressou seu espanto: “Estou surpreso que haja pessoas que pensam que a Santa Virgem não deve ser chamada de Mãe de Deus. Se Nosso Senhor é Deus, Maria, que o trouxe ao mundo, não é a Mãe de Deus? Mas esta é a Fé que os Apóstolos nos transmitiram, mesmo que não usem este termo, e é a Doutrina que aprendemos dos Santos Padres”.

O Concílio de Éfeso.

Nestório não mudou de ideia e o imperador convocou um Concílio, que foi aberto em Éfeso em 24 de junho de 431 sob a presidência de São Cirilo, Legado do Papa Celestino. Estavam presentes 200 Bispos que proclamaram que “a Pessoa de Cristo é Una e Divina e que a Santíssima Virgem deve ser reconhecida e venerada por todos como a Verdadeira Mãe de Deus”. Os cristãos de Éfeso entoaram Cânticos de Triunfo, iluminaram a cidade e conduziram de volta às suas casas com tochas acesas os Bispos “que vieram – gritaram – para nos devolver a Mãe de Deus e Ratificar com a sua Santa Autoridade o que foi Escrito em todos os corações “. Os esforços de Satanás alcançaram, como sempre, apenas um resultado, nomeadamente o de preparar um Magnífico Triunfo para Nossa Senhora e, se quisermos acreditar na Tradição, os Padres do Concílio, para perpetuar a memória do acontecimento, acrescentaram à Ave-Maria as palavras: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte”. Milhões de pessoas recitam esta Oração todos os dias e reconhecem Maria a Glória da Mãe de Deus, que um Herege afirmou negar.

Maria Verdadeira Mãe de Deus

Reconhecer que Maria é a Verdadeira Mãe de Deus é fácil. “Se o Filho da Santa Virgem é Deus, escreve o Papa Pio XI na Encíclica Lux Veritatis, aquela que o gerou merece ser chamada Mãe de Deus; se a Pessoa de Jesus Cristo é Una e Divina, todos, sem dúvida, devem chamar Maria Mãe de Deus e não só de Cristo Homem. Como as outras mulheres são chamadas e são verdadeiramente mães, porque em seu ventre formaram nossa substância mortal, e não porque criaram a Alma humana, assim Maria adquiriu a Maternidade Divina para Gerar a Pessoa Única de Seu Filho”.

Maria e Jesus.

A Maternidade Divina une Maria com seu Filho com um Vínculo mais forte que o de outras mães com seus filhos. Estes não geram a geração sozinha e a Virgem Santíssima gerou o Filho, o Homem-Deus, com Sua Mesma Substância e Jesus é o Prêmio de Sua Virgindade e Pertence a Maria pela Geração e pelo Nascimento no Tempo, pela Amamentação com que o nutriu, pela Educação que lhe deu, pela Autoridade Materna exercida sobre Ele.

Maria e o Pai.

A Maternidade Divina une Maria ao Pai de forma inefável. De fato, Maria tem por Filho o próprio Filho de Deus, Imita e Reproduz no Tempo a Geração Misteriosa com a qual o Pai Gerou o Filho na Eternidade, permanecendo assim Associada ao Pai em Sua Paternidade. “Se o Pai nos mostrou um afeto tão sincero, dando-nos seu filho como mestre e redentor, disse Bossuet, o amor que ele tinha por você, ou Maria, o fez conceber muitos outros desígnios em relação a você e estabeleceu que Jesus era seu como Ele é Dele e, para criar uma Sociedade Eterna Contigo, Ele quis que Vós fosses a Mãe do Seu Filho Único e Ele quis ser o Pai do Vosso Filho” (Discurso da Devoção à Santa Virgem).

Maria e o Espírito Santo.

A Maternidade Divina une Maria ao Espírito Santo, porque pelo Poder do Espírito Santo ela concebeu o Verbo em seu seio. Nesse sentido, o Papa Leão XIII chama Maria de Noiva do Espírito Santo (Enc. Divinum Munus, 9 de maio de 1897) e Maria é o Santuário Privilegiado do Espírito Santo, devido às Maravilhas Inauditas que Ele realizou nela.
“Se Deus está com todos os Santos, afirma São Bernardo, está com Maria de uma maneira muito especial, porque entre Deus e Maria o acordo é tão Total que Deus uniu não só a Sua Vontade, mas a Sua Carne e com a Sua Substância e o da Virgem fez um só Cristo, e se Cristo não deriva como Ele é, nem Todo Todo de Deus, nem Todo Todo de Maria, Ele é, no entanto, Todo Todo Deus e Todo Todo de Maria, porque não há dois Filhos . . , mas há apenas um Filho, que é Filho de Deus e da Virgem. O Anjo diz: “Eu te saúdo, cheio de graça, o Senhor é contigo. Contigo está não somente o Senhor Filho, que Veste sobre a Tua Carne, mas o Senhor Espírito Santo de quem Tu concebes e o Senhor Pai, que gerou Aquele a quem Tu concebes. É Contigo o Pai que faz Seu Filho ser Seu Filho; o Filho está contigo, que, Para realizar o adorável mistério, abra o seio milagrosamente e respeite o selo de sua virgindade; é convosco o Espírito Santo que, com o Pai e com o Filho, santifica o vosso seio. Sim, o Senhor está convosco” (3ª Homilia Super Missus Est).

Maria Nossa Mãe.

Saudando-vos hoje com o belo título de Mãe de Deus, não esqueçamos que “tendo dado a vida ao Redentor da humanidade, você é por este fato que se tornou nossa Mãe mais terna e que Cristo quis que fôssemos irmãos. Ao escolher-te para ser a Mãe de Seu Filho, Deus inculcou em você sentimentos completamente maternos, que respiram apenas Amor e Perdão” (Pio XI Enc. Lux Veritatis).
Da Glória do Céu onde estás, lembra-te de nós, que te rogamos com tanta Alegria e Confiança. “O Todo-Poderoso está contigo e Tu és Todo-Poderoso com Ele, Todo-Poderoso para Ele, Todo-Poderoso depois dele”, como diz São Boaventura. Você pode se apresentar a Deus não tanto para orar quanto para comandar, você sabe que Deus infalivelmente cumpre seus desejos. Somos, sem dúvida, pecadores, mas Vós vos tornastes Mãe de Deus por Nossa Causa e “nunca se pretende dizer que algum daqueles que vieram a Vós foi abandonado. Animado por esta confiança, ó Virgem das Virgens, ou Mãe Nossa, chegamos a Vós gemendo sob o peso de nossas faltas e nos prostramos a Vossos Pés. Mãe do Verbo Encarnado, não despreze nossas orações, digna-se ouvi-las” (São Bernardo).

A Festa do Onze de Outubro.


1931 foi o XV Centenário do Concílio de Éfeso e o Papa Pio XI pensou que seria “uma coisa útil e bem-vinda para os Fiéis meditar e refletir sobre um Dogma tão importante” como o da Maternidade Divina e, para deixar uma Testemunha Perpétua da sua Devoção a Nossa Senhora, escreveu a Encíclica Lux Veritatis, Restaurou a Basílica de Santa Maria Maior em Roma e instituiu uma Festa Litúrgica, que “ajudaria a desenvolver no Clero e nos Fiéis a Devoção à Grande Mãe de Deus, apresentando às Famílias como Modelos, Maria e a Sagrada Família de Nazaré”, para que a Santidade do Matrimónio e a Educação da Juventude fossem cada vez mais respeitadas. O que a Dignidade da Mãe de Deus implica para Maria já notámos nas Festas de 1 de Janeiro e 25 de Março, mas o assunto é inesgotável e podemos parar um pouco mais sobre ele.
Autor: Dom Prosper Guéranger
Translated with DeepL
Autor: Dom Prosper Guéranger…”

http://www.santiebeati.it/dettaglio/95314

A7.FESTA DA MATERNIDADE DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA

Memorial

Artigo

Comemora a maternidade divina de Maria , a sua dignidade de Mãe de Deus, e refere-se também à sua maternidade espiritual dos homens. Foi concedido pela primeira vez a Portugal , Brasil e Argélia em 1751; é agora de observância quase universal. Sob este título, a Polônia celebra a festa da Bem-Aventurada Virgem Maria , Rainha da Polônia.

Patrocínio

informação adicional

Citação MLA

================

OUTRAS SANTAS E SANTOS DE 01 DE JANEIRO

2.      Em Ce­sa­reia da Ca­pa­dócia, hoje Kay­seri, na Tur­quia, o se­pul­ta­mento de São Ba­sílio, bispo, cuja me­mória se ce­lebra amanhã. († c. 379).

– Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Basílio_de_Cesareia

VER 30 DE JANEIRO

3.      Na Cam­pânia e nos Abruzos, re­giões da Itália, a co­me­mo­ração de São Jus­tino, que é ce­le­brado como bispo emi­nente pelo seu zelo e pela de­fesa dos cristãos. (c. s. IV)

4.      Em Roma, Santo Al­má­quio (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, opondo-se às lutas dos gla­di­a­dores, por ordem de Alípio, pre­feito da Ci­dade, foi morto pelos pró­prios gla­di­a­dores e con­tado entre os már­tires vencedores. († 391).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no ano do Senhor de 391, Santo Almáquio, martirizado na arena, onde havia tentado impedir os mortíferos jogos pagãos celebrados no primeiro dia do ano. (M). Ver página 95: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

5.       No monte Jura, na re­gião da Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, a co­me­mo­ração de Santo Eu­gendo, abade do mos­teiro de Condat, que desde a ado­les­cência viveu no mos­teiro, onde pro­moveu com grande vigor a vida comum dos monges. († 516).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 510, Santo Oiendo, abade de Condat, no Jura. Seu biógrafo relata que tinha sempre o cuidado de designar, para cada monge, o trabalho para o qual fosse mais particularmente dotado pelo Espírito Santo, e que se devotava à Lectio Divina dia e noite. (M)

6. Em Ruspas, ci­dade da Bi­za­cena, na ac­tual Tu­nísia, São Ful­gêncio, bispo, que, de­pois de ter sido pro­cu­rador deste ter­ri­tório, abraçou a vida mo­nás­tica e foi eleito bispo. No tempo da per­se­guição dos Vân­dalos, por causa do seu zelo pela fé ca­tó­lica e emi­nente dou­trina, so­freu muito da parte dos ari­anos e duas vezes foi des­ter­rado pelo rei Tra­si­mundo para a Sar­denha. Tendo re­gres­sado à sua Igreja, de­dicou o resto da sua vida a for­ta­lecer os seus fiéis com a pa­lavra da graça e da verdade. († 533).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI, São Fulgêncio. Pela leitura das obras de Santo Agostinho, renunciou a uma brilhante carreira para abraçar a vida monástica. Tornando-se mais tarde bispo de Ruspe, hoje Alfaque, cidade do litoral tunisiano, foi, por causa de sua fé na divindade de Cristo, exilado para a Sardenha, onde fundou o mosteiro de Cagliari. (M).

– Ver páginas 75-86: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

– Ver “Fulgêncio de Ruspe (em latimFulgentius Ruspensis) (Telepte468 – Ruspe1 de janeiro de 533) foi um santo católico, bispo de Ruspe, localidade da actual Tunísia.[1] Teólogo e polemista, discípulo e fiel seguidor da doutrina de Santo Agostinho, tornou-se famoso pela sua crítica do arianismo e do semipelagianismo. Foi o último dos grandes teólogos da Igreja africana e um expoente da influência exercida por esta no Ocidente.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Fulgêncio_de_Ruspe

7*.     Em Vi­enne, na Bor­gonha, na ac­tual França, São Claro, abade do mos­teiro de São Mar­celo, que deu aos monges exemplo in­signe da per­feição religiosa. († 660/670)

– Ver “…ST CLARO, ABADE; muitas histórias maravilhosas dos milagres que ele operou, *{* Talvez seja desejável lembrar ao leitor de uma vez por todas que somente Deus Todo-Poderoso pode fazer milagres. O uso das expressões acima e similares é permitido pelo costume, mas na verdade Deus faz o milagre por meio da agência ou por intercessão do santo em questão.} …”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary01.html

8*.     Em Troyes, ci­dade da Nêus­tria, também na ac­tual França, São Fro­do­berto, fun­dador e pri­meiro abade do mos­teiro de Moutier-la-Celle. († c. 667)

9*.     No mos­teiro de Fé­camp, na Nor­mandia, igual­mente na ac­tual França, o pas­sa­mento de São Gui­lherme, abade de São Be­nigno de Dijon, que nos úl­timos tempos da sua vida ori­entou com fir­meza e pru­dência muitos monges, dis­tri­buídos em qua­renta mosteiros. († 1031).

– Ver páginas 90-91: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

10.     Pró­ximo de Sau­vigny, ci­dade da Bor­gonha, também na ac­tual França, o pas­sa­mento de Santo Odilo, abade de Cluny, que foi sempre ri­go­roso para con­sigo mas be­nigno e mi­se­ri­cor­dioso para com os ou­tros, pa­ci­ficou em nome de Deus os povos be­li­ge­rantes e, em tempo de fome, so­correu com todos os meios os ne­ces­si­tados. Foi o pri­meiro a or­denar que se ce­le­brasse nos seus mos­teiros a co­me­mo­ração de Todos os Fiéis De­funtos no dia se­guinte à So­le­ni­dade de Todos os Santos. († 1049)

– Ver “… Santo Odilo monge em Cluny 5º abade êxtases grandes austeridades inaugurada o Dia de Finados.
Odilo foi nomeado abade em 994. Praticou grandes austeridades e vendeu tesouros da igreja para alimentar os pobres durante a fome em 1006. Durante sua abadia, ele aumentou substancialmente o número de abadias dependentes de Cluny e com o abade Ricardo de Saint-Vanne foi responsável pela aceitação na França da “trégua de Deus” e da regra que garantia santuário para aqueles que buscavam refúgio em uma igreja. Ele era devoto da Encarnação e da Santíssima Virgem. Ele inaugurou o Dia de Finados com uma comemoração anual dos fiéis falecidos e êxtases experimentados. Nos últimos cinco anos de sua vida, ele morreu durante uma visita aos seus mosteiros em um convento de Souvigny em 1º de janeiro. Ele era abade há mais de cinquenta anos…

… Em 998 (ou 1031 segundo alguns relatos) ordenou que em todas as casas clunianas se celebrasse o dia 2 de novembro, dia seguinte à festa de Todos os Santos, em memória e oração por todos os mortos; esta observância, Dia de Finados, depois se espalhou para toda a Igreja Ocidental…

… A maioria de seus sermões e poemas tratam dos mistérios de nossa redenção ou da Santíssima Virgem. Tendo sofrido pacientemente durante cinco anos muitas doenças dolorosas, Santo Odilo morreu em Souvigny, um convento dos Bourbonnais, enquanto trabalhava na visitação de seus mosteiros, em 1º de janeiro de 1049, com oitenta e sete anos, e sendo cinqüenta e seis anos abade . Insistiu em ser levado à igreja para assistir ao Ofício Divino, e morreu, tendo recebido o viático e a extrema-unção no dia anterior, deitado no chão sobre um pano de saco coberto de cinzas…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary01.html

11.     Em Ja­bloné, na Boémia, ac­tu­al­mente na Ché­quia, Santa Ze­dis­lava, mãe de fa­mília, que prestou grande con­forto aos aflitos. († 1252). Ver página 92: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

12*.    Em Gualdo Cat­táneo, na Úm­bria, ac­tu­al­mente re­gião da Itália, o Beato Hu­go­lino, que viveu como eremita. († s. XIV).

– Ver página 93: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

13.          Em Roma, São José Maria Tomási, pres­bí­tero da Ordem dos Clé­rigos Re­grantes Te­a­tinos e car­deal, que, de­se­jando ar­den­te­mente a re­no­vação do culto di­vino, de­dicou quase toda a sua vida à in­ves­ti­gação e pu­bli­cação dos an­tigos textos e do­cu­mentos da sa­grada Li­turgia, assim como à ca­te­quese das crianças. († 1713). Ver páginas 87-89: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

– Ver “José Maria Tomasi C.R. (em italianoGiuseppe Maria Tomasi di Lampedusa) (Licata12 de setembro de 1649 – Roma1 de janeiro de 1713) foi um padre teatino, estudioso e cardeal-presbítero italiano. Seus estudos foram importantes para as reformas na liturgia da Igreja Católica no século XX. Ele foi beatificado pelo papa Pio VII, em 1803, e canonizado pelo papa São João Paulo II em 1986.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/José_Maria_Tomasi

14*.   Em Avrillé, pró­ximo de An­gers, na França, os ir­mãos be­atos João e Re­nato Lego, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, por se terem re­cu­sado a prestar o in­fame ju­ra­mento im­posto ao clero, foram de­ca­pi­tados na guilhotina. († 1794)

15.     Em Roma, São Vi­cente Maria Strámbi, bispo de Ma­ce­rata e de To­len­tino, da Con­gre­gação da Paixão, que go­vernou fi­el­mente as di­o­ceses que lhe foram con­fi­adas e, por per­se­verar na sua fi­de­li­dade ao Ro­mano Pon­tí­fice, so­freu o exílio. († 1824).

– Ver página 94: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

– Ver também “Em 1º de novembro deste mesmo ano, o papa Leão XII ficou gravemente doente. Ele ofereceu sua vida a Deus para que o Papa não morresse, rezando e fazendo penitência. Aos poucos ele se restabeleceu completamente, alguns meses depois, monsenhor Vicente Maria morreu, era o dia 1º de janeiro de 1824. Foi canonizado em 1950. A comemoração de São Vicente Maria Strambi acontece no dia de sua morte, recebendo homenagens especiais em Macerata, onde os seus restos mortais descansam na igreja de São Felipe, desde 1957.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Vincenzo_Maria_Strambi

16*.   Em Has­selt, pró­ximo de Ma­as­tricht, na Bél­gica, o Beato Va­lentim Pa­quay, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que, na pre­gação, no mi­nis­tério da re­con­ci­li­ação e na de­voção ao ro­sário ma­riano, deu exemplo ad­mi­rável de ca­ri­dade cristã, al­can­çando, em seu es­pí­rito de hu­mil­dade, a mais su­blime santidade. († 1905)

17*.       Em L’viv, na Ucrânia, São Se­gis­mundo Go­raz­dowski, pres­bí­tero, na­tural da Po­lónia, que, ani­mado pelo seu grande amor ao pró­ximo, foi pre­cursor das obras para a de­fesa da vida, fundou o Ins­ti­tuto das Irmãs de São José e se de­dicou de todos os modos pos­sí­veis ao cui­dado dos po­bres e dos aban­do­nados. († 1920).

– Ver “São Zygmunt Gorazdowski (o seu nome próprio pode ser traduzido para Segismundo) (Sanok1 de novembro de 1845 – Lvov1 de janeiro de 1920, foi um padre católico romano polonês e fundador das Irmãs de São José.[1] Gorazdowski sofreu de tuberculose durante a sua infância, o que impediu seus estudos para o sacerdócio, exigindo que esperasse sua recuperação antes que pudesse ser ordenado. Após a ordenação, serviu em várias paróquias enquanto montava casas para órfãos e mães solteiras, assim como hospícios e outros estabelecimentos para várias pessoas; foi um escritor prolífico de catecismo e outras notas religiosas para o benefício de seu rebanho. [2][3] A causa de sua canonização foi aberta em 1 de junho de 1989, tendo se tornado Servo de Deus no início da causa. A confirmação da sua vida enquanto modelo de virtude heroica permitiu que fosse intitulado como Venerável, e posteriormente o Papa João Paulo II beatificou-o em sua visita à Ucrânia em 26 de junho de 2001. O Papa Bento XVI, mais tarde, o canonizou como santo em 23 de outubro de 2005 na Praça de São Pedro.[3]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Zygmunt_Gorazdowski

18.        Em San­tander, ci­dade da Can­tá­bria, no li­toral da Es­panha, o Beato André Gómez Sáez, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, der­ramou o seu sangue por Cristo. († 1937)

19.        Em Mirna, na Es­lo­vénia, o Beato Luís Grozde, membro da Acção Ca­tó­lica e mártir, que foi as­sas­si­nado em ódio à fé sob o re­gime comunista. († 1943)

20*.       No campo de con­cen­tração de Da­chau, nas pro­xi­mi­dades de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Ma­riano Ko­no­pinski, pres­bí­tero e mártir, na­tural da Po­lónia, que, de­pois de su­portar cruéis atro­ci­dades dos mé­dicos, morreu por Cristo Se­nhor. († 1943)

21. Em Alexandria, o trânsito de Santa Eufrosina (também na Folhinha do Coração de Jesus), virgem, que no mosteiro resplandeceu cheia de virtudes e milagres (conforme Martirológio Romano, Ed. Permanência).

– Ver “.. ST Euphrosyne, VIRGEM Os gregos chamam Santa Euphrosyne “Nossa Mãe”, e prestam-lhe grande honra, mas não temos relatos autênticos de sua vida. A sua pretensa história nada mais é do que uma réplica da história de Santa Pelagia, tal como narrada para os leitores ocidentais na Vitae Patrum ou na Golden Legend, um conto que atingiu a fantasia popular e que, com ligeiras variações, foi adaptado como um embelezamento da vida de Santa Marina, Santo Apolinário, Santa Teodora etc.”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary01.html

22. São Telêmaco. Ver “São Telêmaco (português brasileiro) ou São Telémaco (português europeu) (? – Roma391) foi um monge[1] que, de acordo com o historiador da Igreja Teodoreto, tentou parar uma luta de gladiadores em um anfiteatro romano, e foi apedrejado até a morte pela multidão. O cristão imperador Honório, no entanto, ficou impressionado com o martírio do monge o que estimulou-o a emitir uma proibição histórica de lutas de gladiadores. A última luta de gladiadores conhecida em Roma foi em 1 de Janeiro 404 d.C., pelo que esta é geralmente dada como a data do martírio de Telêmaco.[2][3]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/São_Telêmaco

23. VER SANTAS E SANTOS DE 01 DE JANEIRO (ALGUNS DESTACADOS ACIMA):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Maria, Mãe de Deus (Solenidade) Circuncisão do Senhor (Festa) Dia da Oitava da Natividade do Senhor Dia Mundial da Paz Festa Titular da Companhia de JesusAdalbero de Liege Baglan do País de Gales Basílio de Aix Basílio de Ancira Beatriz de Amptenhausen Bonannus de Roio Brogan Buonfiglio Monaldi Catarina de Solaguti Clarus de Vallis Regia Claro de Viena Colman mac Rónán Colman Muillin de Derrykeighan Concórcio de Arles Concórcio de Espoleto Concórcio de Tivoli Connat cuan Demét de Plozévet Elvan Eugendo de Condat Euphrosyne de Alexandria Fanchea de Rossory Félix de Bourges Fintan de Myshall Frodoberto de Troyes Fulgêncio de Ruspe Gisela de RosstreppeGregório Nazianzeno, o Velho Hugolino de Gualdo Cattaneo Jean-Baptiste Lego Jean de Saint-Just-en-Chaussée José Maria Tomasi Justino de Chieti Lojze Grozde Maelrhys Magno, o mártir Marian Konopinski Mydwyn Odilo de Cluny Odilo de Stavelot Pedro de Atroa Pedro de Temissis Renê Lego Sciath de Ardskeagh Severino Gallo Telêmaco Taumasto de Mainz Teodoto Tyfrydog Valentin Paquay Vincent Strambi Guilherme de Dijon Zedislava Berka Zygmunt GorazdowskiMissionários bretões na Grã-Bretanha Soldados Mártires de Roma Mártires da África – 8 santos Martirizado na Guerra Civil Espanhola Andrés Gómez Sáez Carmen Godoy Calvache de Coromina
todos esses memoriais em uma única página

24. Outros santos do dia 01 de janeiro, págs. 71-97: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume I – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 01 de janeiro, ver também: 1 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje):

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 101-104: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. https://idoc.pub/queue/martirologio-romanopdf-2nv8gx23j9lk
  4. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: https://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf
  5. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  6. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  7. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  8. The Book of Saints – A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015) 
  9. El testigo fiel: https://www.eltestigofiel.org/index.php  
  10. MÁRTIRES DE GRUPO: http://newsaints.faithweb.com/martyrs.htm  
  11. SANTOS CATÓLICOS: https://catholicsaints.info/1-january/                                                                                                    
  12. SANTOS DO DIA: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary01.html#          
  13. SANTO DEL GIORNO: https://www.santodelgiorno.it/?p                                            

(Sobre os sites que mostram os santos do dia e outros em inglês: Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO TODOS! BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO!   AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 05 DE JANEIRO: SÃO JOÃO NEPUMUCENO NEWMANN

JESUS, POR TI QUERO VIVER! POR TI QUERO MORRER! QUERO SER TEU NA VIDA! QUERO SER TEU NA MORTE! DÊ-ME, SENHOR, A SANTIDADE! AMÉM!” (São João Nepomuceno Newmann sempre rezava esta oração)

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (e provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 DE MARÇO: SÃO CLEMENTE-MARIA HOFFBAUER:

Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa       infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao Seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março (também 14 de novembro):

SÃO SERAPIÃO DE THMUIS REGRA RESUMIDA DA PERFEIÇÃO CRISTÃ: A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo.”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_the_Scholastic_Bishop

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

PAI AMADO, QUE ESTA SEJA A MINHA (NOSSA) VONTADE E MEU (NOSSO) TESTAMENTO! AMÉM!

===============

  • 20 DE ABRIL: PROJETO DE VIDA DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha, a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 DE ABRIL, SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza.

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso…

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída”. Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! …»

================

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 31 de maio: NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

Lembrai-vos, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração, do poder inefável que vosso divino filho vos concedeu sobre seu Coração adorável.

Com a maior confiança em vossos merecimentos, vimos
implorar a vossa proteção.
Vós sois celeste Tesoureira do Coração de Jesus, daquele coração que é o
manancial inexaurível de todas as graças e que podeis abrir a vosso
bel prazer para fazer descer sobre os homens todos os tesouros de amor e
misericórdia, de luz e salvação que Ele encerra;

concedei-nos, vo-lo pedimos, os favores que suplicamos (fazer o pedido).
Sois nossa Mãe, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração.

Acolhei benignamente as nossas preces e dignai-vos a deferi-las.

Amém!
Nossa Senhora do Sagrado Coração, rogai por nós!

(conf.https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o)

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* 08 DE JUNHO (09 de junho): SANTO EFRÉM

“As virtudes são formadas pela oração. A oração preserva a temperança. A oração suprime a raiva. A oração previne emoções de orgulho e inveja. A oração atrai para a alma o Espírito Santo e eleva o homem ao céu– Santo Efrém

Lembrem-se de mim, vocês, herdeiros de Deus, irmãos de Cristo; suplicai fervorosamente ao Salvador por mim, para que eu seja liberto por meio de Cristo daquele que luta contra mim dia a dia– Santo Efrém, O Medo no Fim da Vida

Vós, mártires vitoriosos , que suportastes com alegria os tormentos por amor de Deus e Salvador, vós que tendes ousadia de falar para com o próprio Senhor, vós santos, intercedei por nós, homens tímidos e pecadores, cheios de preguiça, para que a graça de Cristo venha sobre nós e ilumine os corações de todos nós para que possamos amá-lo– Santo Efrém, de Comentário sobre Marcos

Senhor, derrama sobre nossas almas obscurecidas a luz brilhante de tua sabedoria para que possamos ser iluminados e servi-lo com pureza renovada. O nascer do sol marca a hora para os homens começarem sua labuta, mas em nossas almas, Senhor, prepare uma morada para o dia que nunca terminará. Através do nosso zelo incessante por você, Senhor, coloca sobre nós o sinal do Seu dia que não é medido pelo sol. Em Seu sacramento, todos os dias O abraçamos e O recebemos em nossos corpos; torna-nos dignos de experimentar a ressurreição pela qual esperamos. Ensina-nos a encontrar a nossa alegria a Seu favor! Salvador, sua crucificação marcou o fim de sua vida mortal; ensina-nos a crucificar-nos e a abrir caminho para a nossa vida no Espírito– de um sermão de Santo Efrém”

================

* 13 DE JUNHO: SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

“…. António de Pádua, ou de Lisboa como é conhecido, definiu a oração «como uma relação de amor, que leva o homem ao diálogo o Senhor”, e descreveu quatro “atitudes” que devem caracterizá-la: “(1) abrir com confiança o nosso coração a Deus, (2) conversar afetuosamente com Ele, (3) apresentar-lhe as nossas necessidades, (4) dar-lhe louvor e gratidão…” Conforme:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune13.html#1231_St._Anthony_or_Antonio_Of_Padua_a

================

* 21 DE JUNHO: SÃO LUÍS GONZAGA

“Não há sinal mais evidente de que alguém é santo e do número dos eleitos, do que vê-lo levando uma vida boa e ao mesmo tempo vítima de desolação, sofrimento e provações”– São Luís Gonzaga

“Aquele que deseja amar a Deus não o ama verdadeiramente se não tiver um desejo ardente e constante de sofrer por Ele”– São Luís Gonzaga

“Ó Santa Maria! Minha mãe; em tua bendita confiança e custódia especial, e no seio de tua misericórdia, eu neste dia, e todos os dias, e na hora de minha morte, entrego minha alma e meu corpo. A ti entrego todas as minhas ansiedades e dores, minha vida e o fim de minha vida, para que por tua santíssima intercessão e por teus méritos, todas as minhas ações sejam dirigidas e governadas por tua vontade e a de teu Filho– São Luís Gonzaga

“Que o conforto e a graça do Espírito Santo sejam seus para sempre, honrada senhora. Sua carta me encontrou ainda nesta região dos mortos, mas agora devo me levantar para finalmente fazer meu caminho para o céu e louvar a Deus para sempre na terra dos vivos; na verdade, eu esperava que antes dessa época minha viagem tivesse terminado. Se a caridade, como diz São Paulo, significa “chorar com os que choram e alegrar-se com os que se alegram”, então, querida mãe, você se alegrará muito que Deus em sua graça e seu amor por você está me mostrando o caminho para a verdadeira felicidade e me assegurando que nunca o perderei. Cuide-se acima de tudo, honrada senhora, para não insultar a infinita bondade de Deus; você certamente faria isso se lamentasse como morto um vivo face a face com Deus , alguém cujas orações podem lhe trazer em seus problemas uma ajuda mais poderosa do que jamais poderiam na terra. E nossa separação não será por muito tempo; nos veremos novamente no céu; estaremos unidos com nosso Salvador; lá o louvaremos de coração e alma, cantaremos suas misericórdias para sempre e desfrutaremos da felicidade eterna”– de uma carta à mãe de São Luís Gonzaga

Ó Deus, doador de dons celestiais, que em São Luís Gonzaga uniu a penitência a uma maravilhosa inocência da vida, concede por seus méritos e intercessão que, embora não o tenhamos seguido na inocência, possamos imitá-lo na penitência. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, um só Deus, pelos séculos dos séculos– coleta para a memória litúrgica de São Luís Gonzaga

Citação MLA

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

27 de junho: NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, nós vos suplicamos, com toda a força do nosso coração, amparar a cada um de nós em Vosso colo materno, nos momentos de insegurança e sofrimento.

Que o Vosso olhar esteja sempre atento, para não nos deixar cair em tentação e, que em vosso silêncio, aprendamos a aquietar nosso coração e fazer a vontade do Pai.

Intercedei junto a Ele pela paz no mundo e por nossas famílias.

Abençoai todos os Vossos filhos e filhas enfermos.

Iluminai nossos governantes e representantes para que sejam sempre servidores do grande povo de Deus.

Concedei-nos, ainda, muitas e santas vocações religiosas, sacerdotais e missionárias para a maior difusão do Reino de Vosso Filho Jesus Cristo. Enfim, derramai no coração dos Vossos filhos e filhas a Vossa bênção de amor e misericórdia. Sede sempre o nosso Perpétuo Socorro na vida e, principalmente, na hora da morte.

Amém.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!

================

* 15 de julho: SÃO BOAVENTURA

A oração é, portanto, a fonte e a origem de todo caminho ascendente em direção a Deus. Que cada um de nós, então, volte-se para a oração e diga ao nosso Senhor Deus: ‘Guia-me, Senhor, no teu caminho, para que eu possa andar na tua verdade.’ “

Cristo é tanto o caminho quanto a porta. Cristo é a escada e o veículo, como o “trono da misericórdia sobre a Arca da Aliança” e “o mistério oculto dos séculos”. 

Um homem deve voltar toda a sua atenção para este trono de misericórdia, e deve olhar para ele pendurado na cruz, cheio de fé, esperança e caridade, devoto, cheio de admiração e alegria, marcado pela gratidão e aberto ao louvor e júbilo. 

Então, tal homem fará com Cristo uma “pasch”, {uma páscoa} isto é, uma passagem. Pelos ramos da cruz ele passará o Mar Vermelho, deixando o Egito e entrando no deserto. Lá ele provará o maná escondido e descansará com Cristo no sepulcro, como se estivesse morto para as coisas de fora. Ele experimentará, tanto quanto for possível para quem ainda vive, o que foi prometido ao ladrão pendurado ao lado de Cristo: “Hoje você estará comigo no paraíso”.

================

* 19 DE JULHO: SANTO AMBROSIO AUTPERTO:

…ressaltando a prioridade que em cada busca teológica da verdade compete ao amor, ele dirige-se a Deus com estas palavras:Quando por nós és perscrutado intelectualmente, não és descoberto como és realmente; quando és amado, és alcançado“.

================

* 30 DE JULHO: SÃO PEDRO CRISÓLOGO

Ouça o apelo de Deus: Em mim, quero que você veja seu próprio corpo, seus membros, seu coração, seus ossos, seu sangue. Você pode temer o que é divino, mas por que não amar o que é humano? Você pode fugir de mim como o Senhor, mas por que não correr para mim como seu pai? Talvez você esteja cheio de vergonha por causar minha amarga paixão. Não tenha medo. Esta cruz inflige um dano mortal, não em mim, mas na morte. Esses pregos não me doem mais, mas apenas aprofundam meu amor por você. Eu não clamo por causa dessas feridas, mas através delas eu o atraio para o meu coração. Meu corpo foi esticado na cruz como um símbolo, não do quanto eu sofri, mas do meu amor abrangente. Não considero menos que derramar meu sangue: é o preço que paguei pelo seu resgate. Venha, então, volte para mim e aprenda a me conhecer como seu pai, que retribui o mal com o bem, a injúria com o amor e a caridade sem limites nas feridas penetrantes”.

… Ouça agora o que o Apóstolo nos exorta a fazer. Apelo a vocês, diz ele, para que apresentem seus corpos como sacrifício vivo. Por esta exortação dele, Paulo elevou todos os homens ao status sacerdotal. Quão maravilhoso é o sacerdócio do cristão, pois ele é tanto a vítima que é oferecida em seu próprio nome, quanto o sacerdote que faz a oferta. Ele não precisa ir além de si mesmo para buscar o que deve imolar a Deus: consigo mesmo e em si mesmo traz o sacrifício que deve oferecer a Deus por si mesmo. A vítima permanece e o padre permanece, sempre um e o mesmo. Imolada, a vítima ainda vive: o padre que imola não pode matar. Verdadeiramente é um sacrifício incrível em que um corpo é oferecido sem ser morto e sangue é oferecido sem ser derramado. 

O Apóstolo diz: Apelo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo. Irmãos, este sacrifício segue o padrão do sacrifício de Cristo pelo qual ele deu seu corpo como imolação viva pela vida do mundo. Ele realmente fez do seu corpo um sacrifício vivo, porque, embora morto, continua a viver. Em tal vítima, a morte recebe seu resgate, mas a vítima permanece viva. A própria morte sofre o castigo. É por isso que a morte para os mártires é realmente um nascimento, e seu fim um começo. Sua execução é a porta para a vida, e aqueles que se pensava terem sido apagados da terra brilham brilhantemente no céu. Paulo diz: Rogo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo e santo. O profeta disse a mesma coisa: Sacrifício e oferta não quiseste, mas preparaste um corpo para mim. Cada um de nós é chamado a ser um sacrifício a Deus e ao seu sacerdote. Não perca o que a autoridade divina lhe confere. Vista as vestes da santidade, cinge-se com o cinto da castidade. Deixe Cristo ser seu capacete, deixe a cruz em sua testa ser sua proteção infalível. Sua couraça deve ser o conhecimento de Deus que ele mesmo lhe deu. Continue queimando continuamente o cheiro doce do incenso da oração. Pegue a espada do Espírito. Deixe seu coração ser um altar. Então, com plena confiança em Deus, apresente seu corpo para o sacrifício. Deus não deseja a morte, mas a fé; Deus não tem sede de sangue, mas de auto entrega; Deus é apaziguado não pela matança, mas pela oferta de seu livre arbítrio. – de um sermão de São Pedro Crisólogo…”: https://catholicsaints.info/saint-peter-chrysologus/

================

* 31 DE JULHO: SANTO INÁCIO DE LOYOLA

“Se Deus faz com que você sofra muito, é sinal de que Ele tem grandes desígnios para você, e que certamente pretende fazer de você um santo. E se você deseja se tornar um grande santo, peça a Ele que lhe dê muitas oportunidades de sofrimento; pois não há lenha melhor para acender o fogo do amor santo do que a lenha da cruz, que Cristo usou para Seu próprio grande sacrifício de caridade sem limites…”

================

* 01 DE AGOSTO: SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO

“Eu o amo, Jesus meu amor, eu o amo mais do que a mim mesmo. Arrependo-me de todo o coração por tê-lo ofendido. Nunca permita que eu me separe de você novamente. Que eu o ame sempre, e então faça comigo o que quiser” … Santo Afonso Ligório

Santíssima e Imaculada Virgem! Ó minha Mãe! Tu que és a Mãe do meu Senhor, a Rainha do mundo, a advogada, a esperança e o refúgio dos pecadores! Eu, o mais miserável entre eles, agora venho a ti. Eu te adoro, grande Rainha, e te dou graças pelos muitos favores que me concedeste no passado; acima de tudo, agradeço-te por me ter salvado do inferno, que tantas vezes merecia. Amo-te, Senhora mais digna de todo amor, e, pelo amor que te carrego, prometo sempre no futuro servir-te e fazer o que me cabe para ganhar outros para o teu amor. Em ti ponho toda a minha confiança, toda a minha esperança de salvação. Recebe-me como teu servo e cobre-me com o manto da tua proteção, tu que és a Mãe de misericórdia! E visto que tens tanto poder com Deus, livra-me de todas as tentações, ou pelo menos obtenha para mim a graça de sempre superá-los. De ti peço um verdadeiro amor de Jesus Cristo e a graça de uma morte feliz. Ó minha Mãe! Por teu amor a Deus, suplico-te que sejas meu ajudante em todos os momentos, mas sobretudo no último momento de minha vida. Não me deixes até que me vejas seguro no céu, lá por séculos sem fim para te abençoar e cantar teus louvores. Tal é a minha esperança. Um homem. – Santo Afonso Ligório

… Deus diz a cada um de nós: “Dá-me o teu coração, isto é, a tua vontade”. Nós, por nossa vez, não podemos oferecer nada mais precioso do que dizer: “Senhor, toma posse de nós; damos-te toda a nossa vontade; faça-nos entender o que você deseja de nós, e nós o realizaremos”. Se quisermos dar plena satisfação ao coração de Deus, devemos trazer nossa própria vontade em tudo em conformidade com a dele; e não apenas em conformidade, mas também em uniformidade, no que diz respeito a tudo o que Deus ordena. A confirmação significa a união de nossa própria vontade com a vontade de Deus; mas a uniformidade significa, além disso, fazer do divino e da nossa vontade uma só vontade, de modo que nada desejamos senão o que Deus deseja, e sua vontade se torna a nossa. Esta é a soma e a substância daquela perfeição à qual devemos sempre aspirar; este deve ser o objetivo de tudo o que fazemos e de todos os nossos desejos, meditações e orações. Para isso, devemos invocar a assistência de todos os nossos santos padroeiros e nossos anjos da guarda e, sobretudo, de nossa divina mãe Maria , que foi a santa mais perfeita, porque abraçou mais perfeitamente a vontade divina…” – Santo Afonso Ligório, de O amor redentor de Cristo

================

* 04 DE AGOSTO: SÃO JOÃO MARIA VIANNEY

Meus filhinhos, reflitam nestas palavras: o tesouro do cristão não está na terra, mas no céu. Nossos pensamentos, então, devem ser direcionados para onde está nosso tesouro. Este é o glorioso dever do homem: orar e amar. Se você orar e amar, é aí que reside a felicidade de um homem. A oração nada mais é do que a união com Deus. Nesta união íntima, Deus e a alma estão fundidos como dois pedaços de cera que ninguém pode separar. Essa união de Deus com uma pequena criatura é uma coisa adorável. É uma felicidade além da compreensão. 

Meus filhinhos, seus corações, são pequenos, mas a oração os estica e os torna capazes de amar a Deus. Através da oração recebemos um antegozo do céu e algo do paraíso desce sobre nós. A oração nunca nos deixa sem doçura. É o mel que flui nas almas e torna todas as coisas doces. 

Quando oramos corretamente, as tristezas desaparecem como a neve diante do sol. Alguns homens mergulham tão profundamente na oração como peixes na água, porque se entregam totalmente a Deus. Oh, como amo essas nobres almas! Como somos diferentes deles! Quantas vezes chegamos à igreja sem ideia do que fazer ou do que pedir. E, no entanto, sempre que vamos a qualquer ser humano, sabemos muito bem por que vamos. E ainda pior, há alguns que parecem falar com o bom Deus assim: “Eu só direi algumas coisas para você, e então me livrarei de você”. Muitas vezes penso que, quando viermos adorar ao Senhor, receberemos tudo o que pedirmos, se pedirmos com fé viva e com o coração puro.

– das instruções catequéticas de São João Maria Vianney

================

08 DE AGOSTO: SÃO DOMINGOS DE GUSMÃO

“Um homem que governa suas paixões é senhor de seu mundo. Ou as comandamos sou somos escravizados por elas. É melhor ser um martelo do que uma bigorna” (São Domingos de Gusmão)

================

* 11 DE AGOSTO: SANTA CLARA DE ASSIS

“Vá em paz, pois você seguiu o bom caminho. Vá sem medo, pois aquele que te criou te fez santo, sempre te protegeu e te ama como uma mãe… Bendito sejas tu, meu Deus, por me ter criado”. – Santa Clara de Assis

================

            * 12 DE AGOSTO: SANTA JOANA DE CHANTAL

“… Os mártires de amor sofrem dores mil vezes mais agudas conservando a vida para cumprir a vontade de Deus, do que se tivessem de dar mil vidas para testemunhar a sua fé, o seu amor e a sua fidelidade

 MANTENHA SEUS OLHOS EM DEUS E DEIXE-O FAZER PARA ELE… ISSO É TUDO COM O QUE VOCÊ TEM QUE SE PREOCUPAR”. – Santa Joana de Chantal

================

* 14 DE AGOSTO: SÃO MAXIMILIANO KOLBE

“… AVE-MARIA!”:  esta foi a última invocação que brotou dos lábios de São Maximiliano Kolbe, estendendo o braço àquele que o matava com uma injeção de ácido fénico. É comovedor constatar que o recurso humilde e confiante a Nossa Senhora é sempre manancial de coragem e de serenidade. Enquanto nos preparamos para celebrar a solenidade da Assunção, que é uma das festas marianas mais queridas à tradição cristã, renovamos a nossa confiança naquela que, do Céu, vigia com amor maternal sobre nós em todos os momentos. Com efeito, é assim que rezamos na familiar prece da Ave-Maria, pedindo-lhe que interceda por nós “agora e na hora da nossa morte”…(Papa Bento XVI, na Audiência Geral de 13 de agosto de 2008): https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/audiences/2008/documents/hf_ben-xvi_aud_20080813.html

================

18 DE AGOSTO: BEM-AVENTURADO AIMON TAPARELI

A salvação consiste em servir a Deus; tudo o mais é ilusão.” 

================

* SÃO JOÃO EUDES: 19 DE AGOSTO

O nosso desejo, o nosso objetivo e a nossa principal preocupação deve ser formar Jesus em nós e fazer com que seu espírito, sua devoção, seus afetos, seus desejos e suas disposições reinem em nossos corações. Toda a nossa vida religiosa deve tender para isso. Tal é a tarefa que Deus nos confiou para que nela trabalhemos constantemente

================

* 20 DE AGOSTO: SÃO BERNARDO DE CLARAVAL

Nos perigos, nas dúvidas, nas dificuldades, PENSE EM MARIA , INVOQUE MARIA . Não deixe o nome dela sair de seus lábios, nunca permita que ele saia de seu coração. E para que você possa obter a ajuda de sua oração, não deixe de seguir seus passos. Com ela como guia, você nunca se desviará; ao invocá-la, você nunca desanimará; enquanto ela estiver em sua mente, você estará a salvo do engano; enquanto ela segura sua mão, você não pode cair; sob a proteção dela você não tem nada a temer; se ela andar na sua frente, você não se cansará; se ela lhe mostrar favor, você alcançará a meta– São Bernardo de Claraval

================

* 21 DE AGOSTO: SÃO PIO X

Nasci pobre, vivi pobre e desejo morrer pobre

================

* 23 DE AGOSTO: SANTA ROSA DE LIMA

Que todos os homens saibam que a graça vem depois da tribulação. Que eles saibam que sem o fardo das aflições é impossível alcançar o cume da graça. Deixe-os saber que os dons da graça aumentam à medida que as lutas aumentam. Que os homens tomem cuidado para não se desviarem e serem enganados. Esta é a única escada verdadeira para o paraíso, e sem a cruz eles não podem encontrar nenhum caminho para subir ao céu…” (Dos escritos de Santa Rosa de Lima)

================

* 27 DE AGOSTO: SÃO PEMEN / PASTOR / POEMAS

               À questão de saber se é melhor falar ou calar, o Ancião disse:
Quem fala por Deus, faz bem, e quem cala por Deus, também faz bem.”
Ele também disse: “Se o homem parece estar em silêncio, mas seu coração condena os outros, então ele está sempre falando. Pode haver um homem que fala o dia todo, mas na verdade ele fica em silêncio, porque não diz nada que não seja lucrativo.”

O santo disse: “É útil observar três coisas: temer a Deus, orar com frequência e fazer o bem ao próximo”.
…”A maldade nunca erradica a maldade. Se alguém faz o mal a você, faça o bem a ele e a sua bondade vencerá a maldade.”

O começo do mal é a falta de vigilância. – São Poema

O silêncio não é uma virtude quando a caridade exige discurso. – São Poema

Uma fé viva consiste em pensar pouco de si mesmo e mostrar consideração pelos outros. – São Poema

Ensine seu coração a guardar o que sua língua ensina. – São Poema

Quando seu irmão o ataca, sejam quais forem os insultos, se você ficar com raiva dele, você está ficando com raiva sem motivo. Mesmo se ele arrancasse seu olho direito e cortasse sua mão direita, se você ficar com raiva dele, você está ficando com raiva sem motivo. No entanto, se ele tentar afastá-lo de Deus, fique com raiva! – São Poema

Não abra sua consciência para quem você não confia em seu coração. – São Poema

Instruir o próximo é o mesmo que repreendê-lo. – São Poema

Se você der pouca importância a si mesmo, terá paz onde quer que viva. – São Poema

Lançar-se diante de Deus, não medir seu progresso, deixar para trás toda vontade própria; estes são os instrumentos para o trabalho da alma. – São Poema

Deixe de lado uma pequena parte da sua justiça e em poucos dias você estará em paz. – São Poema

Lançar-se diante de Deus, não medir seu progresso, deixar para trás toda vontade própria – esses são os instrumentos para o trabalho da alma. – São Poema

Você deve fugir das coisas sensuais. Na verdade, toda vez que um homem chega perto de uma luta com a sensualidade, ele é como um homem à beira de um lago profundo, e o Inimigo o joga quando quer. Mas se o homem vive longe das coisas sensuais, ele é como aquele que está à distância do lago, de modo que mesmo que o Inimigo o seduza para jogá-lo no fundo, Deus lhe envia ajuda no exato momento em que o inimigo o está afastando e fazendo-lhe violência. – São Poema

NÃO DÊ SEU CORAÇÃO AO QUE NÃO SATISFAZ SEU CORAÇÃO– São Poema

Se você estiver em silêncio, terá paz onde quer que viva. – São Poema

A natureza da água é macia, e a natureza da pedra é dura; mas se uma garrafa é pendurada acima da pedra, deixando a água cair gota a gota, ela desgasta a pedra. Assim é com a Palavra de Deus: é mole e nosso coração é duro, mas o homem que ouve a Palavra de Deus muitas vezes abre seu coração ao temor de Deus. – São Poema

Citação MLA

================

* 28 DE AGOSTO: SANTO AGOSTINHO

“… O que você possui se você não possui Deus? – Santo Agostinho

Infeliz é a alma escravizada pelo amor de tudo o que é mortal. – Santo Agostinho

O amor às posses mundanas é uma espécie de linha de pássaro, que enreda a alma e a impede de voar para Deus. – Santo Agostinho

Neste exato momento posso, se desejar, tornar-me amigo de Deus– Santo Agostinho

Deus concede mais consideração à pureza da intenção com a qual nossas ações são realizadas do que às próprias ações. – Santo Agostinho

Vou sugerir um meio pelo qual você pode louvar a Deus o dia todo, se desejar. Faça o que fizer, faça bem-feito, e você louvou a Deus. – Santo Agostinho

Este é o negócio da nossa vida. Pelo trabalho e oração, avançar na graça de Deus, até chegarmos àquela altura de perfeição na qual, com corações puros, podemos contemplar a Deus. – Santo Agostinho

Deus em sua onipotência não podia dar mais, em sua sabedoria não sabia dar mais, em suas riquezas não tinha mais para dar, do que a Eucaristia. – Santo Agostinho

Deus não ordena impossibilidades, mas ao ordenar adverte-te a fazer o que podes e a orar pelo que não podes, e ajuda-te para que possas– Santo Agostinho

Nossa vida e nossa morte estão com nosso próximo. – Santo Agostinho

Conquiste a si mesmo e o mundo está aos seus pés. – Santo Agostinho…”

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

* 31 DE AGOSTO: SÃO RAIMUNDO NONATO

“…Trabalhar já é bom,
  Melhor ainda é orar;
O melhor – amar teu Deus,
  E nem uma palavra a dizer
.
    – do alemão de Angelus Silesius

Prática favorita – Pregar o amor de Cristo pelo nosso silêncio, bem como pelo nosso discurso….” (de VIDAS CURTAS DOS SANTOS “São Raimundo, Confessor, de Eleanor Cecilia Donnelly):

{ Angelus Silesius: https://pt.wikipedia.org/wiki/Angelus_Silesius }

================

04 de setembro: BEATA CATARINA DE RACCONIGI

Beata Catarina de Racconigi

Jesus, é minha única esperança!” – uma frase que a Beata Caterina repetia sempre que estava sob estresse

Grandes são as inIquidades do mundo, e meus pecados me tornam indigno de ser ouvido. Mas, Jesus, ó minha Esperança, Tua bondade não permitirá que eu me canse em suplicar-te em vão.” – Beata Catarina

================

04 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E CORREIA

“…Senhor Jesus Cristo, Vós que vos sensibilizastes ao ver o povo sofrendo, os apóstolos cansados, os jovens desesperançados, os doentes tristes, as crianças esquecidas, os pobres oprimidos, os mulheres marginalizadas, e vos comprometestes e os consolastes exclamando: “vinde a mim todos que estais aflitos e eu os aliviarei” (MT. 11.29), nós vos pedimos luz para imitar o exemplo de Maria a quem nós amamos e invocamos como nossa Mãe da Consolação. Fazei-nos, por ela, descobrir a forma de sermos solidários com aqueles que choram, com os pobres, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os puros de coração, os que buscam a paz e os que são perseguidos por causa da justiça.

Senhor, que dessa forma, com a ajuda de NOSSA MÃE DA CONSOLAÇÃO, consigamos realizar o vosso reino de justiça, de serviço, de liberdade e fraternidade.

Senhor, que MARIA, MÃE DA CONSOLAÇÃO, seja nossa companheira de caminhada e nos ajude a chegar até vós, que sois o CAMINHO, a VERDADE e a VIDA. AMÉM!…” {http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/nossa-senhora-da-consolacao}

================

05 DE SETEMBRO SANTA TERESA DE CALCUTÁ

“…Deixe que qualquer um que vier até você vá embora se sentindo melhor e mais feliz. Todos deveriam ver bondade em seu rosto, em seus olhos, em seu sorriso. A alegria aparece nos olhos. Aparece quando falamos e andamos. Não pode ser mantida fechada dentro de nós. Ela reage lá fora. A alegria é muito contagiante…” – Santa Teresa de Calcutá

================

09 DE SETEMBRO: SÃO PEDRO CLÁVER

Jesus Cristo, Filho de Deus, você será meu pai e minha mãe e todo o meu bem. Eu o amo muito. Sinto muito por ter pecado contra você. Senhor, eu o amo muito, muito, muito.” – São Pedro Claver

================

13 DE SETEMBRO: SÃO JOÃO CRISÓSTOMO

“… Certamente quem quer riqueza e abundância escolherá as coisas que duram ao invés das que perecem, o inesgotável ao invés do que se esvai, o muito ao pouco, o incorruptível ao invés do corruptível. Então o outro tipo seguirá também. Quem busca a terra antes do céu certamente também perderá a terra, mas quem preferir o céu à terra desfrutará de ambos no mais alto grau…” ( São João Crisóstomo nos diz para investir no céu):  {https://www.patheos.com/blogs/catholicbookblogger/2015/02/25/church-fathers-day-219-st-john-chrysostom-tells-us-to-invest-in-heaven/ }

“…Desejas honrar o corpo de Cristo? Não o ignores quando está nu. Não o homenageies no templo vestido com seda quando o negligencias do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele, que disse “Este é o meu corpo”, é o mesmo que diz “tive fome e destes-me de comer” [18] e «quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)…

Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando teu irmão está morrendo de fome? Começa por satisfazer a sua fome e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar…” (comentário de São João Crisóstomo sobre Mateus) …”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/João_Crisóstomo

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA:

“… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, A DOR DO DESEJO DE UNIÃO que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 16 DE SETEMBRO: SÃO CIPRIANO

Ditos de São Cipriano: “… Deus não escuta a voz, mas o coração…”; “... Não pode ter Deus por pai quem não tem a Igreja por mãe…”: https://www.pensador.com/autor/sao_cipriano/

================

* 17 DE SETEMBRO: SÃO ROBERTO BELARMINO

… A CARIDADE É AQUILO COM O QUAL NENHUM HOMEM SE PERDE, E SEM O QUAL NENHUM HOMEM SE SALVA.” – São Roberto Belarmino

               Diz o Papa Bento XVI: … “De arte bene moriendi” – a arte de morrer bem – por exemplo, [Bellarmino] indica como norma segura do bom viver, e também do bom morrer, o meditar frequentemente e seriamente que se deverá prestar contas a Deus das próprias ações e do próprio modo de viver, bem como não buscar acumular riquezas nesta terra, mas viver de modo simples e com caridade, de modo a acumular bens no Céu” …  As palavras de São Roberto Belarmino “recordam-nos que o fim de nossa vida é o Senhor, o Deus que se revelou em Jesus Cristo, nO qual Ele continua a chamar-nos e a prometer-nos a comunhão com Ele. Recordam-nos a importância de confiar no Senhor, de nos gastarmos em uma vida fiel ao Evangelho, de aceitar e iluminar com a fé e com a oração toda a circunstância e toda a ação da nossa vida, sempre nos esforçando para a união com Deus …

{Audiência Geral:  https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/audiences/2011/documents/hf_ben-xvi_aud_20110223.html }”:

================

* 19 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DA SALETTE

“… Diz São João Paulo II AOS MISSIONÁRIOS DE NOSSA SENHORA DE LA SALETTE em 4 de maio de 2000: … Proclame com ousadia a Palavra de Deus, uma força que pode transformar corações, sociedades e culturas. Sob o olhar de Maria, presença materna entre o Povo de Deus, convida constantemente à conversão, à comunhão e à solidariedade

Não hesiteis em anunciar aos vossos irmãos que Deus caminha com os homens, que os chama a uma vida nova e os encoraja para os conduzir à verdadeira liberdadeque o missionário esteja disposto a viver em permanente estado de conversãoO verdadeiro missionário é aquele que se compromete resolutamente a seguir os caminhos da santidade… Depois do entusiasmo do primeiro encontro com Cristo nos caminhos da missão, é necessário perseverar no esforço quotidiano através de uma intensa vida de oração, penitência e dom de si” …: https://www.vatican.va/content/john-paul-ii/en/speeches/2000/apr-jun/documents/hf_jp-ii_spe_20000504_notre-dame.html

================

* 27 DE SETEMBRO: SÃO VICENTE DE PAULO

“A perfeição consiste apenas em uma coisa, que é fazer a vontade de Deus. Pois, segundo as palavras de Nosso Senhor, para a perfeição basta negar a si mesmo, tomar a cruz e segui-lo. Ora, quem nega a si mesmo e toma a sua cruz e segue a Cristo melhor do que aquele que procura não fazer a sua própria vontade, mas sempre a de Deus? Veja, agora, quão pouco é necessário para se tornar santo? Nada mais do que ADQUIRIR O HÁBITO DE QUERER, EM TODAS AS OCASIÕES, O QUE DEUS QUER. 

– São Vicente de Paulo

Quem quiser progredir na perfeição, tenha especial diligência em não se deixar levar por suas paixões, que destroem com uma mão o edifício espiritual que se ergue pelo trabalho da outra. Mas para ter sucesso nisso, a resistência deve ser iniciada enquanto as paixões ainda estão fracas; pois depois que elas estão completamente enraizadas e crescidas, quase não há remédio– São Vicente de Paulo

O primeiro passo a ser dado por quem deseja seguir a Cristo é, segundo as palavras do próprio Nosso Senhor, o de renunciar a si mesmo, isto é, aos próprios sentidos, às próprias paixões, à própria vontade, ao próprio juízo e a todos os movimentos da natureza, oferecendo a Deus um sacrifício de todas essas coisas e de todos os seus atos, que certamente são sacrifícios muito agradáveis ​​ao Senhor. E nunca devemos nos cansar disso; pois se alguém que tem, por assim dizer, um pé já no céu, abandonasse este exercício, quando chegasse a hora de colocar o outro lá, correria muito risco de se perder. – São Vicente de Paulo

================

* 23 DE SETEMBRO: SÃO PADRE PIO DE PIETRELCINA

Fica comigo, Senhor, pois é necessário tê-lo presente para que eu não o esqueça. Você sabe com que facilidade eu o abandono. 

Fica comigo, Senhor, porque sou fraco e preciso da sua força, para não cair tantas vezes. 

Fica comigo, Senhor, porque o Senhor é a minha vida e sem o Senhor estou sem fervor. Fica comigo, Senhor, pois o Senhor é minha luz e sem o Senhor estou nas trevas. 

Fica comigo, Senhor, para me mostrar a Sua vontade. 

Fica comigo, Senhor, para que eu ouça a Sua voz e O siga. 

Fica comigo, Senhor, pois desejo amar o Senhor muito e estar sempre na Sua companhia. 

Fica comigo, Senhor, para que eu seja fiel ao Senhor. 

Fica comigo, Senhor, por mais pobre que seja a minha alma, quero que seja um lugar de consolação para o Senhor e um ninho de Amor. 

Fica comigo, Jesus, porque está ficando tarde e o dia está chegando ao fim e a vida passa, a morte, o julgamento e a eternidade se aproximam. É preciso renovar as minhas forças, para que não pare no caminho e para isso preciso do Senhor. Está ficando tarde e a morte se aproxima, temo as trevas, as tentações, a secura, a cruz, as dores. Oh, como preciso do Senhor, meu Jesus, nesta noite de exílio! 

Fica comigo, Jesus; na vida com todos os seus perigos, eu preciso do Senhor. Deixa-me reconhecê-lo como fizeram os seus discípulos ao partir do pão, para que a celebração eucarística, a comunhão seja a Luz que dispersa as trevas, a força que me sustenta, a alegria única do meu coração. 

Fica comigo, Senhor, porque na hora da minha morte quero permanecer unido a ao Senhor, se não pela Comunhão , pelo menos pela graça e pelo amor. 

Fica comigo, Senhor, porque é só ao Senhor que procuro, Seu Amor, Sua Graça, Sua Vontade, Seu Coração, Seu Espírito, porque o amo e não peço outra recompensa senão amar o Senhor cada vez mais. 

Com um amor firme, eu o amarei de todo o meu coração enquanto estiver na terra e continuarei a amar perfeitamente por toda a eternidade. 

(Oração do Padre Pio após a Santa Comunhão)

================

* 30 DE SETEMBRO: SÃO JERÔNIMO

“… Na parte mais remota de um deserto selvagem e pedregoso, queimado pelo calor do sol escaldante que assusta até os monges que o habitam, parecia-me estar no meio das delícias e multidões de Roma. 

No exílio e na prisão a que por medo do inferno me condenara voluntariamente, muitas vezes me imaginei presenciando a dança das donzelas romanas como se estivesse no meio delas: no meu corpo frio e no meu corpo ressecado, carne, que parecia morta antes de sua morte, a paixão era capaz de viver. 

Sozinho com esse inimigo, me joguei em espírito aos pés de Jesus, regando-os com minhas lágrimas, e domei minha carne jejuando semanas inteiras. Não me envergonho de revelar minhas tentações, mas lamento não ser agora o que era antes

Lá, também – o próprio Senhor é minha testemunha – quando eu derramei copiosas lágrimas e forcei meus olhos para o céu, às vezes me senti entre as hostes angelicais e, de alegria e alegria, cantei: “por causa do sabor dos teus bons unguentos, correremos atrás de ti.” – A carta de Jerônimo a Santa Eustóquio – 7 {https://catholicsaints.info/saint-jerome-letter-23-to-eustochium/}

{https://catholicsaints.info/saint-jerome/ >}

================

* O1 DE OUTUBRO: SANTA TERESA DE JESUS

“… Ajoelhado diante do tabernáculo, só consigo pensar em uma coisa para dizer ao nosso Senhor: “Meu Deus, você sabe que eu te amo”. E sinto que minha oração não cansa Jesus; conhecendo minha fraqueza, Ele está satisfeito com minha boa vontade

…Nosso Senhor não olha tanto para a grandeza de nossas ações, nem mesmo para sua dificuldade, mas para o amor com que as fazemos… 

… Nosso Senhor não precisa nem de grandes feitos de nossa parte, nem de pensamentos profundos, nem de inteligência, nem de talento. Ele preza a simplicidade…

… A perfeição consiste em fazer a Vontade de Deus, em ser aquilo que Ele quer que sejamos… Jesus, ajude-me a simplificar minha vida aprendendo a ser o que você quer que eu seja e me tornando essa pessoa…– Santa Teresa de Lisieux

================

 * 02 DE OUTUBRO: SANTOS ANJOS DA GUARDA

“…Nossa fraqueza é tal que, se os anjos da guarda não nos tivessem sido dados, não poderíamos resistir aos muitos e poderosos ataques dos espíritos malignos. Para este propósito, precisávamos de uma natureza superior. É por isso que Deus tirou esses espíritos de seus tesouros e por meio deles deu um auxílio à fraqueza humana, para que essa assistência divina nos ajude contra os poderes deste mundo de trevas a alcançar a herança da salvação…” – Santo Hilário de Poitiers (memorial em 13 de janeiro)

================

* 04 DE OUTUBRO: SÃO FRANCISCO DE ASSIS

“Santifique-se e santificará a sociedade”. – São Francisco de Assis

================-

* 05 DE OUTUBRO: SANTA FAUSTINA

“… JESUS, EU CONFIO EM TI!…”

{https://www.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/homilies/2000/documents/hf_jp-ii_hom_20000430_faustina.html }

================

08 DE OUTUBRO: SÃO JOÃO CALÁBRIA

1- “Somos chamados a “mostrar ao mundo que a divina Providência existe que Deus não é estrangeiro, mas é Pai, e pensa em nós, com a condição de que pensemos n’Ele e façamos a nossa parte, que é a de procurar em primeiro lugar o santo Reino de Deus e a sua justiça“.

2- “A grandeza das ações depende unicamente da medida do amor com que são feitas

3- “Encontrar caminhos é bom… Melhor ainda é abrirmos os caminhos“….:

================

*09 DE OUTUBRO: SÃO JOÃO HENRIQUE NEWMAN

“…John Henry Newman colocou nos lábios do coro dos anjos no céu:

Louvado seja o Santíssimo nas alturas
E nas profundezas seja louvado;
Em todas as suas palavras mais maravilhosas,
Mais seguro em todos os seus caminhos!
O Sonho de Gerôncio )…:
https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/en/homilies/2010/documents/hf_ben-xvi_hom_20100919_beatif-newman.html

==============

* 11 DE OUTUBRO: SÃO JOÃO XXIII

“…Não é que o evangelho mudou; é que começamos a entendê-lo melhor. Aqueles que viveram tanto quanto eu… puderam comparar diferentes culturas e tradições, e saber que é chegado o momento de discernir os sinais dos tempos, de aproveitar a oportunidade e olhar para o futuro…” (São João XXIII, em seu leito de morte)

================

* 15 de outubro: SANTA TERESA DE ÁVILA

“… Nada te perturbe… Nada te amedronte… Tudo passa!… A paciência tudo alcança… A quem tem Deus, nada falta. Só Deus basta!…”

================

* 16 DE OUTUBRO: SANTA MARGARIDA MARIA ALACOQUE

AS DOZE PROMESSAS DE JESUS A SANTA MARGARIDA MARIA para os devotos de Seu Sagrado Coração:

  • Eu lhes darei todas as graças necessárias ao seu estado de vida.
  • Eu estabelecerei a paz em suas famílias.
  • Eu os consolarei em todos os seus problemas.
  • Encontrarão em Meu Coração refúgio seguro durante a vida e especialmente na hora de sua morte.
  • Derramarei bênçãos abundantes sobre todos os seus empreendimentos.
  • Os pecadores encontrarão em Meu Coração a fonte de um oceano infinito de misericórdia.
  • Almas mornas se tornarão fervorosas.
  • Almas fervorosas se elevarão rapidamente à grande perfeição.
  • Abençoarei os lares onde uma imagem do Meu Coração for exposta e honrada.
  • Darei aos sacerdotes o poder de tocar os corações mais endurecidos.
  • Aqueles que propagarem esta devoção terão seus nomes escritos em Meu Coração, para nunca serem apagados.
  • O amor todo-poderoso do Meu Coração concederá a todos aqueles que comungarem na primeira sexta-feira de nove meses consecutivos a graça do arrependimento final; não morrerão sob meu desagrado, nem sem receber seus sacramentos. Meu coração será seu refúgio seguro naquela última hora.

================

* 17 DE OUTUBRO: SANTO INÁCIO DE ANTIOQUIA

“… É melhor calar-se e ser do que falar e não ser. É maravilhoso ensinar, quando se faz o que se diz. Assim, um é o Mestre “que falou e tudo foi feito”; também aquilo que realizou em silêncio é digno do Pai… (Santo Inácio de Antioquia, Carta aos Efésios, 15,1): http://www.cristianismo.org.br/inacio-2.htm

================

* 18 DE OUTUBRO: SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Nenhuma língua pode expressar a grandeza do amor que Jesus Cristo carrega às nossas almas. Ele não queria que entre Ele e Seus servos houvesse qualquer outra promessa que não a si mesmo, para manter viva a lembrança dele (São Pedro de Alcântara). 

================

* 19 DE OUTUBRO: SÃO PAULO DA CRUZ

“… Um dia o Senhor me fez ouvir estas palavras ao pé do tabernáculo: ‘Meu filho, quem me abraça, abraça espinhos’…” – São Paulo da Cruz

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO

Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

* 22 DE OUTUBRO: SÃO JOÃO PAULO II

” Santo não é aquele que não cai, santo é aquele que mesmo caindo não desiste de levantar” (São João Paulo II)

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO

“… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

10 de novembro: SÃO LEÃO MAGNO

“A virtude não é nada sem a prova da tentação, pois não há conflito sem inimigo, nem vitória sem luta.” – Papa São Leão Magno

================

* 23 de novembro: BEATO MIGUEL AGUSTIN PRÓ

“…Eu creio, Senhor, mas fortaleça a minha fé…
Coração de Jesus, eu O amo; mas aumente o meu amor.
Coração de Jesus, eu confio no Senhor; mas dê maior vigor à minha confiança.
Coração de Jesus, entrego-Lhe o meu coração; mas encerra-o dentro do Senhor para que nunca se separe do Senhor.
Coração de Jesus, sou todo Seu; mas cuide da minha promessa para que eu possa colocá-la em prática até o sacrifício total da minha vida…”

================

O3 DE DEZEMBRO: SÃO FRANCISCO XAVIER

“Não é o esforço físico real que conta para o progresso de um homem, nem a natureza da tarefa, mas o espírito de fé com que é realizado…”

            “… A melhor maneira de adquirir a verdadeira dignidade é lavar a própria roupa e ferver a própria panela…”

================

* 14 DE DEZEMBRO – SÃO JOÃO DA CRUZ

“No final de sua vida, você será julgado por seu amor… O caminho da perfeição não consiste em muitos artifícios, nem em muitas cogitações, mas em negar-se completamente e entregar-se a tudo sofrer por amor de Cristo…”

================

* 21 de dezembro: SÃO PEDRO CANÍSIO

“Se você tem muito o que fazer, com a ajuda de Deus encontrará tempo para fazer tudo.”

================

* 22 de dezembro: SANTA FRANCISCA XAVIER CABRINI

“Devemos orar sem cansar, pois, a salvação da humanidade não depende do sucesso material; nem nas ciências que obscurecem o intelecto. Tampouco depende de armas e indústrias humanas, mas somente de Jesus…” 

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai

também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS,

ROGUEM POR NÓS!   

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
    • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
    • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
    • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);
    • Um dia vamos estar juntos;
    • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (contrição … obediência ao que Jesus mandou: amor a Deus e ao próximo. Jo 15,14.17)…

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                         ================                                  

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

“Coração de meu Jesus, doce e terno alanceado, seja o meu no vosso amor, cada vez mais abrasado”

JESUS MANSO E HUMILDE DE CORAÇÃO, FAZ O MEU CORAÇÃO E O DA FAMÍLIA SEMELHANTE AO SEU! OBRIGADO JESUS! BENDITO SEJA O SENHOR! BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

“Doce coração de Maria, sede a nossa salvação”

ME LEVA A JESUS, MÃE! ME ADOTA E À FAMÍLIA, MÃE! OBRIGADO!

================

* Veja o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.