Santas e Santos de 29 de agosto

Me­mória do mar­tírio de São João Baptista (também na Folhinha do Coração de Jesus), que o rei He­rodes An­tipas fez pri­si­o­neiro na for­ta­leza de Ma­que­ronte, na ac­tual Jor­dânia, e na festa do seu ani­ver­sário, a pe­dido da filha He­ro­díades, mandou de­golar. Deste modo, o pre­cursor do Se­nhor, como luz que arde e ilu­mina, deu tes­te­munho da ver­dade, tanto na morte como na vida. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória da Paixão de São João Batista, o Precursor, que mostrou Cristo a seus discípulos como sendo o Cordeiro de Deus e se apagou humildemente diante d’Ele. Rendeu o supremo testemunho à verdade ao defender a divina instituição do casamento. (R). Ver páginas 324-335: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Decapitação_de_João_Batista

https://pt.wikipedia.org/wiki/Decapita%C3%A7%C3%A3o_de_Jo%C3%A3o_Batista

2.   Em Sir­mion, na Pa­nónia, hoje Sremska Mo­tro­vica, na Sérvia, Santa Ba­sila. († s. III/IV)

3.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Sa­bina (também na Folhinha do Coração de Jesus), cujo tí­tulo fun­dado no monte Aven­tino ve­nera o seu nome. (422-432). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, Santa Sabina, em cuja honra uma igreja foi consagrada no Monte Aventino, desde o Séc, V. (M). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sabina_de_Roma

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sabina_de_Roma

4.   Em Metz, na Gália Bél­gica, ac­tu­al­mente na França, Santo Adelfo, bispo. († s. V)

5*.   No ter­ri­tório de Nantes, na Bre­tanha Menor, hoje também na França, São Vítor, ere­mita, que viveu re­cluso num pe­queno ora­tório por ele cons­truído junto de Le Chambon. († c. s. VII)

6.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, a co­me­mo­ração de São Sébio, rei dos Sa­xões Ori­en­tais, de­vo­tís­simo a Deus, que, dei­xando o reino, tomou o há­bito mo­nás­tico e com ele morreu, como tanto desejava. († c. 693). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Inglaterra, no final do séc, VII, São Sebe, rei de Essex. Segundo Beda, o Venerável, “um homem assim foi feito mais para o episcopado do que para a realeza. Homem muito devotado a Deus… preferiu uma vida de características monásticas a todas as riquezas e honras do reino”. (M)

7.   Em Paris, na Nêus­tria, na ho­di­erna França, São Me­de­rico, pres­bí­tero e abade de Autun, que viveu numa er­mida, perto da cidade. († c. 700). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, por volta de 700, São Mederico. Inicialmente monge de Autun, sua cidade natal, ele a deixou para escapar à popularidade da qual era objeto, e se estabeleceu fora dos muros da cidade de Paris, próximo à Capela de São Pedro dos Bosques, que mais tarde recebeu seu nome. (M)

8*.   Em Va­lência, na Es­panha, os be­atos már­tires João de Perúgia, pres­bí­tero, e Pedro de Sassoferrato, re­li­gioso, ambos da Ordem dos Me­nores, que, por terem pre­gado a fé cristã aos mouros de Va­lência, foram de­ca­pi­tados por ordem do rei na praça pú­blica, e assim re­ce­beram a palma do martírio. († 1231)

9*.   Em Cra­cóvia, na Po­lónia, a Beata Bro­nis­lava, virgem da Ordem dos Pre­mons­tra­tenses, que quis se­guir uma vida hu­milde e oculta e, des­truído o seu mos­teiro pelos Tár­taros, con­ti­nuou a viver a sós com Deus numa cabana. († 1259)

10*.   Em Len­castre, na In­gla­terra, o Beato Ri­cardo Herst, mártir, pai de fa­mília e agri­cultor, que, fal­sa­mente acu­sado de ho­mi­cídio, no rei­nado de Jaime I, foi con­de­nado ao su­plício da forca e morreu por Cristo. († 1618). Ver página 336: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

11*.   Ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato Luís Vul­fi­lácio Huppy, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, foi en­car­ce­rado num sór­dido barco em con­di­ções de­su­manas por causa do seu sa­cer­dócio e morreu con­su­mido pelas enfermidades. († 1794)

12*.   Em Wa­ter­fold, na Ir­landa, o Beato Ed­mundo Inácio Rice, que se de­dicou com ar­do­rosa di­li­gência à for­mação das cri­anças e dos jo­vens em si­tu­a­ções di­fí­ceis e, para for­ta­lecer esta obra, fundou a Con­gre­gação dos Ir­mãos Cris­tãos e a dos Ir­mãos da Apresentação. († 1844)

13*.   Em Rennes, na França, Santa Maria da Cruz (Joana Jugan), virgem, que, para men­digar o ne­ces­sário para os po­bres e para Deus, fundou a Con­gre­gação das Ir­mã­zi­nhas dos Po­bres e, in­jus­ta­mente afas­tada da di­recção do Ins­ti­tuto, passou o resto da sua vida em oração e humildade. († 1879)

14*.   Em Va­lência, na Es­panha, o Beato Cons­tan­tino Fer­nández Ál­varez, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, em tempo de per­se­guição re­li­giosa, con­sumou o seu com­bate pela fé. († 1936)

15*.   Em Hijar, lo­ca­li­dade pró­xima de Te­ruel, também na Es­panha, o Beato Fran­cisco Monzón Romeo, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, na mesma per­se­guição, con­firmou com o seu sangue a fi­de­li­dade ao Senhor. († 1936)

16*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, pró­ximo de Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Do­mingos Je­dr­ze­jewski, pres­bí­tero e mártir, que, no furor da guerra, foi de­por­tado da Po­lónia para um cár­cere es­tran­geiro, onde, de­pois de cruéis su­plí­cios, morreu por Cristo. († 1942)

17*.   Em Poznan, na Po­lónia, a Beata Sancha Szym­kowiak (Jo­a­nina Szym­kowiak), virgem da Con­gre­gação das Fi­lhas de Nossa Se­nhora das Dores, que, du­rante a vi­o­lência da mesma guerra, se de­dicou com suma di­li­gência ao cui­dado dos de­tidos no cárcere. († 1942)

18*.   Em Santa Júlia, po­vo­ação do Pi­e­monte, na Itália, a Beata Te­resa Bracco, virgem e mártir, tra­ba­lha­dora do campo, que, du­rante a se­gunda guerra mun­dial, por ter de­fen­dido co­ra­jo­sa­mente a sua pu­reza, foi morta pelos golpes de al­guns soldados. († 1944)

19♦.   Em Ollur, na lo­ca­li­dade de Ke­rala, es­tado da India, Santa Eu­frásia do Sa­grado Co­ração de Jesus (Rosa Elu­vathingal), virgem da Con­gre­gação da Mãe do Carmelo. († 1952)

20. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Constantinopla, o martírio dos Santos Hipácio (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo da Ásia, e André, sacerdote, degolados por defenderem o culto das santas imagens. (M)

21. São Niceias (também na Folhinha do Coração de Jesus)

22. Santa Cândida Menor, também na Folhinha do Coração de Jesus neste 10 de setembro. Ver também dias 29 de agosto e 20 de setembro. OUTRAS ANOTAÇÕES DE SANT A CÂNDIDA, VER:

http://missoespopulares.blogspot.com/2011/03/encontrei-o-corpo-santo-da-virge-e.html

http://fraternidadesaogilberto.blogspot.com/2012/08/santa-candida-virgem-e-martir.html  

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

http://santossanctorum.blogspot.com/2016/09/santa-candida-martir-padroeira-das_7.html

http://www.derradeirasgracas.com/3.%20Os%20Santos%20do%20Dia/Santos%20do%20M%C3%AAs%20de%20Setembro/20.09%20-%20Santos%20Eust%C3%A1quio.htm

 – https://www.rs21.com.br/calendario-liturgico/calendario-liturgico-santo-do-dia/santo-do-dia-santa-candida-2/

https://www.youtube.com/watch?v=pni4krLQXhM

https://pt.zenit.org/articles/candida-maria-de-jesus-a-santa-que-viveu-a-caridade-ate-o-extremo/

23. Outros santos do dia 29 de agosto: págs. 324-338, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre o dia 29 de agosto, ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/29_de_agosto

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 679-682:  Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, protegei-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedei por nós!

Amém!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.