Santas e Santos de 10 de setembro

1.   Em Ale­xan­dria, no Egipto, São Ne­mésio, que, ca­lu­ni­o­sa­mente de­nun­ciado de ser la­drão, foi ab­sol­vido deste crime; mas de­pois, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Décio, acu­sado pe­rante o juiz Emi­liano de ser cristão, foi sub­me­tido a nu­me­rosas tor­turas e con­de­nado à fo­gueira com ou­tros la­drões, à se­me­lhança do di­vino Sal­vador, que su­portou a cruz com os ladrões. († 251)

2.   Co­me­mo­ração dos santos Ne­me­siano e com­pa­nheiros Félix, Lúcio, outro Félix, Liteu, Po­liano, Vítor, Jáder (também na Folhinha do Coração de Jesus), e Da­tivo – bispos, pres­bí­teros e diá­conos –, que, na África Se­ten­tri­onal, du­rante a vi­o­lenta per­se­guição no tempo dos im­pe­ra­dores Va­le­riano e Ga­lieno, por Cristo foram du­ra­mente fla­ge­lados, de­pois en­ca­de­ados e en­vi­ados para as minas, onde, en­tre­tanto, eram exor­tados com cartas de São Ci­priano a su­portar fir­me­mente o ca­ti­veiro e a ob­servar os man­da­mentos do Senhor. († 257-258). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, na África do Norte, Nove Bispos e vários Sacerdotes e Diáconos, contemporâneos de São Cipriano, que lhes dirigiu essas palavras de encorajamento durante seu cativeiro: “Vós não tendes a faculdade de oferecer e celebrar os divinos ofícios. Mas celebrais e ofereceis a Deus o sacrifício precioso e glorioso… de um coração contrito e humilhado… Eis o sacrifício que vós ofereceis ininterruptamente, dia e noite, transformados em hóstias para Deus”…. (M)

3.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, Santa Pulquéria (também dia 17 de fevereiro), que de­fendeu e pro­pagou a ver­da­deira fé. († 453). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 453, Santa Pulquéria, imperatriz. Levou na corte vida exemplar, e protegeu a Igreja fazendo construir lugares de culto, tirando da terra relíquias dos Quarenta Mártires de Sebaste e sustentando a ortodoxia em dois grandes Concílios Ecumênicos, os de Éfeso e o de Calcedônia. Ver páginas 125-134: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/%C3%89lia_Pulqu%C3%A9ria

4.   Em No­vara, na Li­gúria, hoje no Pi­e­monte, re­gião da Itália, Santo Agábio, bispo. († s. V)

5.   Em Albi, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, São Sálvio, bispo, que do claustro foi cha­mado para esta sede contra a sua von­tade e, du­rante a epi­demia da peste, como bom pastor, nunca aban­donou a cidade. († 584). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 584, São Sálvio, bispo de Albi. Mereceu escutar, durante um êxtase, que era por demais necessário à Igreja para dele ser retirado, tal como pedia. (M). Ver páginas 135-138: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

6.   Pró­ximo de Speyer, na Re­nânia da Aus­trásia, ac­tu­al­mente na Ale­manha, a paixão de São Te­o­dardo, bispo de Ton­gres e mártir, que foi morto quando se di­rigia ao rei Quilderico. († c. 670)

7*.   Em Avran­ches, na Nêus­tria, hoje na França, Santo Aut­berto, bispo, por cuja ini­ci­a­tiva se de­sen­volveu o culto de São Mi­guel Ar­canjo , na ilha de Mont-Tombe. († c. 725). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VIII, Santo Alberto, bispo de Avranches. Fundou o Santuário de São Miguel, na Normandia, que se tornou uma abadia beneditina em 866 e é considerado como uma das maravilhas do Ocidente. (X)

8*.   No mos­teiro de Lu­cédio, junto de Ver­celas, no Pi­e­monte, re­gião da Itália, o Beato Oglério, abade da Ordem Cisterciense. († 1214). Ver páginas 139-140: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

9.   Em To­len­tino, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, também re­gião da Itália, São Ni­colau, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agos­tinho, que era homem de ri­go­ro­sís­sima abs­ti­nência e as­sídua oração, se­vero para con­sigo e cle­mente para com os ou­tros, e muitas vezes im­punha a si mesmo a sa­tis­fação do pe­cado dos outros. († 1305). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Tolentino, na Itália, São Nicolau, da ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, que se consagrou ao serviço da oração e da palavra. (M). Ver páginas 121-124: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nicolau_Tolentino

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nicolau_de_Tolentino

10*.   Em Na­ga­sáki, no Japão, os be­atos Se­bas­tião Ki­mura, da Com­pa­nhia de Jesus, e Fran­cisco Mo­rales, da Ordem dos Pre­ga­dores, pres­bí­teros, e cin­quenta com­pa­nheiros, már­tires, – pres­bí­teros, re­li­gi­osos, es­posos, jo­vens, ca­te­quistas, viúvas e cri­anças – que, numa co­lina, di­ante de uma grande mul­tidão, so­freram cru­de­lís­simos tor­mentos e mor­reram por Cristo. São estes os seus nomes: Ân­gelo Or­súcci, Afonso de Mena, José de São Ja­cinto de Sal­vanés, Ja­cinto Or­fanel, pres­bí­teros da Ordem dos Pre­ga­dores, e Do­mingos do Ro­sário e Aleixo, re­li­gi­osos da mesma Ordem; Ri­cardo de Santa Ana e Pedro de Ávila, pres­bí­teros da Ordem dos Frades Me­nores, e Vi­cente de São José, re­li­gioso da mesma Ordem; Carlos Spí­nola, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus, e Gon­çalo Fusai, An­tónio Kiuni, Tomás do Ro­sário, Tomás Akahoshi, Pedro Sampo, Mi­guel Shumpo, Luís Kawara, João Chu­goku, re­li­gi­osos da mesma Ordem; Leão de Sat­suma, Luzia de Freitas; An­tónio Sanga, ca­te­quista, e Ma­da­lena, es­posos; An­tónio Co­reano, ca­te­quista, e Maria, es­posos, com seus fi­lhos João e Pedro; Paulo Na­gaishi e Tecla, es­posos, com seu filho Pedro; Paulo Ta­naka e Maria, es­posos; Do­mingos Ya­mada e Clara, es­posos; Isabel Fer­nández, viúva do Beato Do­mingos Jorge, com seu filho Inácio; Maria, viúva do Beato André To­kuan; Inês, viúva do Beato Cosme Ta­keia; Maria, viúva do Beato João Shoun; Do­minga Ogata, Maria Ta­naura, Apo­lónia e Ca­ta­rina, viúvas; Do­mingos Na­kano, filho do Beato Ma­tias Na­kano; Bar­to­lomeu Kawano Shi­chi­emon; Da­mião Ya­michi Tanda e seu filho Mi­guel; Tomás Shi­chiro, Rufo Ishi­moto, Cle­mente (Bósio) Vom e seu filho António. († 1622)

11.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, Santo Am­brósio Edu­ardo Barlow, pres­bí­tero da Ordem de São Bento e mártir, que du­rante vinte e quatro anos con­firmou na fé e na pi­e­dade os ca­tó­licos da re­gião de Len­castre e, preso quando pre­gava no dia da Páscoa do Se­nhor, du­rante o rei­nado de Carlos I, foi con­de­nado à morte por causa do sa­cer­dócio e en­for­cado no pa­tí­bulo de Tyburn. († 1641). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Inglaterra, o Bem-Aventurado Ambrósio Barlow, monge beneditino martirizado em Lancaster, no ano de 1641. (X).

12*.   Num barco an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato Tiago Gagnot, pres­bí­tero da Ordem dos Car­me­litas e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, en­cer­rado na sór­dida ga­lera em con­di­ções de­su­manas por causa do sa­cer­dócio, en­quanto as­sistia aos com­pa­nheiros de ca­ti­veiro en­fermos, morreu con­su­mido pela enfermidade. (†1794)

13♦.   Em Ma­drid, na Es­panha, o Beato Leôncio Arce Urrútia, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, pelo seu in­que­bran­tável tes­te­munho de Cristo al­cançou vi­to­ri­o­sa­mente o reino celeste. († 1936)

14. Conforme VIDAS DOS SANTOS, na Calcedônia, os Santos mártires Sóstenes (também na Folhinha do Coração de Jesus), e Vítor, que primeiro foram carregados de cadeias e expostos às feras durante a perseguição de Diocleciano; em seguida, sob Prisco, procôncul da Ásia, condenados ao fogo; então, depois de trocarem o ósculo da paz, puseram-se a orar e entregaram a alma. Ver páginas 141-142: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf   

15. Santa Cândida Menor, também na Folhinha do Coração de Jesus em 10 de setembro. Ver também dias 29 de agosto e 20 de setembro. OUTRAS ANOTAÇÕES DE SANT A CÂNDIDA, :

– Ver “…Comemora-se no dia 29 de agosto. Não se sabe se era natural de Roma, nem se deve identificar-se com outras santas do mesmo nome e da mesma cidade. (texto extraído do livro “Bibliotheca Sanctorum, Instituto Giovanni XXIII nelle Pontificia Universitá Lateranense – 1963 – Vol. III – pg. 734:).A virgem e mártir Santa Cândida, a padroeira, é festejada no dia 29 de agosto.  Estudo feito; Tarcisio Cirino”:

http://missoespopulares.blogspot.com/2011/03/encontrei-o-corpo-santo-da-virge-e.html

-Ver também:  http://fraternidadesaogilberto.blogspot.com/2012/08/santa-candida-virgem-e-martir.html  

– Ver página 337: (http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2015.pdf

– Ver “Ela recebe, no dia 20 de setembro, as tradicionais homenagens litúrgicas confirmadas pela Igreja. Encontrei alguns sites de paróquias afirmando celebrarem sua festa dia 29 de setembro.”: http://santossanctorum.blogspot.com/2016/09/santa-candida-martir-padroeira-das_7.html

– Ver: “Ela recebe, no dia 20 de setembro, as tradicionais homenagens litúrgicas confirmadas pela Igreja”: http://www.derradeirasgracas.com/3.%20Os%20Santos%20do%20Dia/Santos%20do%20M%C3%AAs%20de%20Setembro/20.09%20-%20Santos%20Eust%C3%A1quio.htm

 – Ver: “”: https://www.rs21.com.br/calendario-liturgico/calendario-liturgico-santo-do-dia/santo-do-dia-santa-candida-2/

https://www.youtube.com/watch?v=pni4krLQXhM

https://pt.zenit.org/articles/candida-maria-de-jesus-a-santa-que-viveu-a-caridade-ate-o-extremo/

16. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1158, o Bem-Aventurado Serlônio, abade de Savigny, na Normandia, chefe de uma congregação de vinte e oito mosteiros beneditinos, que fez passar para a observância cisterciense. (X)

17. Outros santos do dia 10 de setembro: págs. 121-142, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre o dia 10 de setembro, ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/10_de_setembro

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 712-714:  Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, protegei-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedei por nós!

Amém!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.