Santas e Santos de 29 de dezembro (atualizado em 28.01.2022)

1. São Tomás Becket, bispo e mártir, que, por de­fender a jus­tiça e a Igreja, foi des­ter­rado da sede de Can­tuária e da In­gla­terra, re­gres­sando seis anos de­pois à sua pá­tria, onde teve ainda de so­frer muito, até que, tres­pas­sado à es­pada pelos guardas do rei Hen­rique II na igreja ca­te­dral, foi ao en­contro de Cristo. († 1170).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1170, o martírio de Tomás Becket (também na Folhinha do Coração de Jesus). Foi primeiro o Grão-Chanceler do rei da Inglaterra, Henrique II Plantageneta. Ao tormar-se arcebispo metropolitano de Cantuária, passou a ser o grande defensor da liberdade religiosa da Igreja, que ele sustentou até derramar o sangue, depois de um exilio de seis anos na abadia cisterciense de Pontigny, na França. (R). Ver São Tomé ou Tomás de Cantuária, páginas 129-184: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

– Ver “São Thomas BecketTomás BecketTomás de Cantuária ou Tomás de Londres (Londres21 de dezembro de 1128 – Cantuária29 de dezembro de 1170), foi arcebispo de Cantuária entre 1162 e 1170. É venerado como santo e mártir pela Igreja Católica e pela Igreja Anglicana. Envolvido num conflito com o rei Henrique II da Inglaterra pelos direitos e privilégios da Igreja, foi assassinado por seguidores do rei na Catedral de Cantuária. Também é referido como Thomas à Becket, apesar de este nome poder ter-lhe sido atribuído posteriormente, possivelmente com a intenção de o ligar à memória de Tomás de Kempis (Thomas à Kempis).”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Tomás_Becket

– Ver “… St. Thomas Becket (1118-1170)  
Um homem forte que vacilou por um momento, mas depois aprendeu que não se pode chegou a um acordo com o mal e assim se tornou um forte clérigo, um mártir e um santo – esse foi Thomas Becket, arcebispo de Canterbury, assassinado em sua catedral em 29 de dezembro de 1170.
Sua carreira foi tempestuosa. Enquanto arquidiácono de Canterbury, ele foi feito chanceler da Inglaterra aos 36 anos por seu amigo, o rei Henrique II. Quando Henry achou vantajoso fazer de seu chanceler o arcebispo de Canterbury, Thomas deu-lhe um aviso justo: ele poderia não aceitar todas as intromissões de Henry nos assuntos da Igreja. No entanto, foi feito arcebispo (1162), renunciou à chancelaria e reformou todo o seu modo de vida!
Os problemas começaram. Henry insistiu em usurpar os direitos da Igreja. Ao mesmo tempo, supondo que alguma ação conciliatória fosse possível, Thomas chegou perto de chegar a um acordo. Ele aprovou momentaneamente as Constituições de Clarendon, que teriam negado ao clero o direito de julgamento por um tribunal da Igreja e impedido que eles fizessem apelo direto a Roma. Mas Thomas rejeitou as Constituições, fugiu para a França por segurança e permaneceu no exílio por sete anos. Quando voltou para a Inglaterra, suspeitou que isso significaria morte certa. Porque Thomas se recusou a remeter as censuras que ele havia feito aos bispos favorecidos pelo rei, Henry gritou com raiva: “Ninguém vai me livrar deste padre problemático!” Quatro cavaleiros, tomando suas palavras como seu desejo, mataram Thomas na catedral de Canterbury.

Thomas Becket continua sendo um herói-santo até nossos dias.
Comentário: Ninguém se torna santo sem luta, principalmente consigo mesmo. Thomas sabia que devia manter-se firme na defesa da verdade e do direito, mesmo ao custo de sua vida. Também devemos tomar uma posição diante das pressões – contra a desonestidade, o engano, a destruição da vida – ao custo da popularidade, conveniência, promoção e bens ainda maiores.

Citação: No drama de TS Eliot, Murder in the Cathedral, Becket enfrenta uma tentação final de buscar o martírio pela glória e vingança terrenas. Com uma visão real de sua situação de vida, Thomas responde:
    “A última tentação é a maior traição: fazer a ação certa pelo motivo errado“…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember29.html

2.   Co­me­mo­ração de São David, rei e pro­feta, filho de Jessé de Belém, que en­con­trou graça di­ante de Deus e foi un­gido com o óleo santo pelo pro­feta Sa­muel para reinar sobre o povo de Is­rael; tras­ladou a arca da ali­ança do Se­nhor para a ci­dade de Je­ru­salém, e o Se­nhor lhe jurou que a sua des­cen­dência per­ma­ne­ceria para sempre, porque dela nas­ceria Jesus Cristo, se­gundo a carne. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. X antes da nossa era, o Profeta Davi. Escolhido por Deus des de a sua juventude entre todos os filhos de Jessé, o Belemita, entrou para o serviço do rei Saul como tocador de cítara, e ligou-se por profunda amizade a seu filho Jônatas, depois de ter derrubado o gigante Golias. Quando se tornou rei, instalou a Arca da Aliança em Sião, que transformou em capital de Israel. Depois de ter ofendido gravemente a lei divina, manifestou arrependimento exemplar. Segundo o Evangelho, Jesus foi seu herdeiro, conforme o anúncio do Anjo Gabriel feito a Maria, e “seu Senhor”, tal como está escrito no Livro dos Salmos. (M).

Ver páginas 185-208: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

– Ver “David (português europeu) ou Davi (português brasileiro),[n 1][1] filho de Jessé, o efrateu, do clã de Perez[n 2] nasceu em Belém (ca. 1 040 a.C.), e foi o segundo rei sobre todo o Reino Unificado de Israel, após a morte de Isboset, sucessor de Saul, filho de Quis, com a capital em Jerusalém[n 3][2][3][4][5]. Isso foi antes de sua cisão, após Salomão, vindo Jeroboão, a ser o primeiro rei de “Israel dividida” (dez tribos, “Reino do Norte”), e Roboão, filho de Salomão o primeiro rei de Judá (remanescente, duas tribos, “Reino do sul”). Saul fora escolhido rei pelo povo; a DaviO Senhor Yahweh Deus escolhera-o e ungira-o rei[6].”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/David

3.   Em Arles, na Pro­vença, re­gião da Gália, ac­tu­al­mente na França, São Tró­fimo, con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta cidade. († s. III)

4.   Em Car­tago, na ho­di­erna Tu­nísia, São Li­boso, bispo de Vaga, hoje Béja, em Túnis, e mártir, que no Con­cílio de Car­tago afirmou acerca da questão do bap­tismo dos he­reges: «No Evan­gelho Cristo disse: “Eu sou a ver­dade”, e não “Eu sou o costume”». († d. 258). Na África, a morte dos Santos Domingos, Vítor, Liboso, Saturnino, Crescêncio, Honorato, Primiano e Segundo (estes dois últimos também lembrados na Folhinha do Coração de Jesus), em 258(?)

– Conforme página 210:

 http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

5.   Em Milão, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, São Mar­ti­niano, bispo. († d. 431)

6.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, São Mar­celo, abade do mos­teiro dos Ace­metas junto ao Bós­foro, onde dia e noite inin­ter­rup­ta­mente se can­tavam os salmos. († c. 480).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 480, São Marcelo, calígrafo de origem síria, que abraçou a vida monástica. Tonando-se diácono, foi nomeado higúmeno de um mosteiro de Constantinopla, que transformou em um centro espiritual e cultural. (M)

Ver outro São Marcelo, dia 14 de agosto.

7.   Em Exmes, na Nêus­tria, agora na França, Santo Ebrulfo, abade do mos­teiro de Ouche no tempo do rei Childeberto. († c. 596). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VII, Santo Ebrulfo. Com sua esposa, renunciou a suas funções na corte merovíngia para consagrar-se a Deus. Propagou então o monaquismo no oeste da Gália, e terminou sua vida em Ouche, hoje Saint-Evroul, no departamento de Oise. (M)

8*.   Em Pa­lermo, na Si­cília, re­gião da Itália, o Beato Ge­rardo Cagnóli, re­li­gioso da Ordem dos Me­nores, que du­rante muito tempo tinha vi­vido como eremita. († 1342)

9*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, o Beato Gui­lherme Howard, mártir, que, sendo vis­conde de Staf­ford, pro­fessou a fé ca­tó­lica e, por isso, fal­sa­mente acu­sado de cons­pi­ração contra o rei Carlos II, morreu ao fio da es­pada por Cristo. (†1680).

– Ver página 209: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

10.   Em Seul, na Co­reia, os santos Be­ne­dita Hyon Kyong-nyon, viúva e ca­te­quista, e seis companheiros[1], már­tires, que, de­pois de so­frerem muitos su­plí­cios por causa do nome cristão, fi­nal­mente foram degolados.  São estes os seus nomes: Pedro Ch’oe Ch’ang-hub, ca­te­quista; Bár­bara Cho Chungi, viúva de São Se­bas­tião Nam I-gwam; Ma­da­lena Han Yong-i, viúva; Isabel Chong Chong-hye, virgem, filha de Santa Ce­cília Yu So-sa e irmã de São Paulo Chong Ha­sang; Bár­bara Ko Sun-i, es­posa de Santo Agos­tinho Pak Chong-won; e Ma­da­lena Yi Yongdog, virgem, irmã de Santa Ca­ta­rina Yi. († 1839)

11*.   Em Pa­terna, ci­dade da pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, o Beato José Apa­rício Sanz, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, der­ramou o seu sangue por Cristo. († 1936)

12*.   Em Pi­ca­dero de Pa­terna, lo­ca­li­dade da mesma pro­víncia de Va­lência, os be­atos Hen­rique João Requena, pres­bí­tero, e José Perpiñá Nácher, que tra­varam um nobre com­bate por Cristo. († 1936)

13*.   Em San Mi­guel de los Reyes, na mesma pro­víncia de Va­lência, o Beato João Bap­tista Fer­reres Boluda, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, du­rante a mesma per­se­guição, imi­tando a paixão de Cristo, me­receu al­cançar a glória do martírio. († 1936)

14. Outros santos do dia 29 de dezembro: págs. 129-210: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf              

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 29 de dezembro, ver também: 29 de dezembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  972-974: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember29.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SAMTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM!Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.