Santas e Santos de 30 de dezembro (atualizado dia 28.01.2022)

Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 30 de dezembro, Festa da Sagrada Família: Jesus, Maria e José. No seio dela, o Verbo Encarnado cresceu em sabedoria, em tamanho e em graça diante de Deus e dos homens. Observação: Esta festa é celebrada no domingo dentro da Oitava do Natal, ou, se não houver, no dia 30 de dezembro. EM 2021 A FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA É 26 DE DEZEMBRO

SAGRADA FAMÍLIA. Ver “A Sagrada Família é o termo usado para designar a família de Jesus de Nazaré, composta segundo a Bíblia por JoséMaria e Jesus. A sua festa no calendário litúrgico é celebrada no domingo que fica na Oitava do Natal.”: Sagrada Família – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

1.   Em Roma, no ce­mi­tério de Ca­listo, junto à Via Ápia, o se­pul­ta­mento de São Félix I, papa, que regeu a Igreja Ro­mana no tempo do im­pe­rador Aureliano. († 274).

Ver “Papa Félix (? — 274) foi eleito papa em 5 de Janeiro de 269, permanecendo no Trono de São Pedro até o dia 30 de Dezembro de 274, sucedendo Papa Dionísio.[1] Santo da Igreja Cristã, nasceu em Roma, sendo as informações sobre sua vida poucas e confusas.”:  https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Félix_I  

Ver 30 de maio: Em Roma, em 274, São Félix, papa, que estabeleceu o costume de celebrar missas sobre os túmulos dos mártires, conforme o Martirológio Romano-Monástico (de 30 de maio).

– Ver: “…A nota do “Liber Pontificalis” atribui a este papa um decreto para que as missas sejam celebradas nos túmulos dos mártires (“Hic constituit supra memorias martyrum missas celebrare”). O autor desta entrada estava evidentemente aludindo ao costume de celebrar o Santo Sacrifício em particular, nos altares próximos ou sobre os túmulos dos mártires nas criptas das catacumbas (missa ad corpus), enquanto a celebração solene dos Mistérios Sagrados sempre teve lugar nas basílicas construídas sobre as catacumbas. Esta prática, ainda em vigor no final do século IV (Prudentius, “Peristephanon”, XI, vv. 171 sqq.), Data aparentemente do período em que as grandes basílicas do cemitério foram construídas em Roma, e deve sua origem ao serviços solenes de comemoração dos mártires.

Félix provavelmente não emitiu tal decreto, mas o compilador do “Liber Pontificalis” atribuiu-o a ele porque ele não se afastou do costume em vigor em sua época. De acordo com o referido detalhe do “Depositio episcoporum”, Félix foi sepultado na catacumba de S. Calisto, a 30 de dezembro. No atual Martirológio Romano, seu nome ocorre em 30 de maio, data indicada no “Liber Pontificalis” como sendo a de sua morte (III Kal. Jun.); é provavelmente um erro que poderia ocorrer facilmente por meio de um transcritor escrevendo junho para janeiro…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay30.html

2.   Em Vidin, na Mésia, na ho­di­erna Bul­gária, Santo Hermes, exor­cista e mártir. († s. III/IV)

3.   Co­me­mo­ração de Santo Anísio (também na Folhinha do Coração de Jesus, Anísia), bispo de Tes­sa­ló­nica, hoje na Grécia, que, no tempo do im­pe­rador Te­o­dósio, foi cons­ti­tuído pelos Pon­ti­fices Ro­manos vi­gário apos­tó­lico do an­tigo Ilí­rico, ter­ri­tório dos ac­tuais Bálcãs, e muito lou­vado por Santo Ambrósio. († c. 406).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Tessalônica, perto de 404, Santo Anísio, bispo. Nomeado vigário pontifical da Ilíria pelo papa Dâmaso, tomou a defesa de São João Crisóstomo, que estava sendo perseguido. (M)

4.   Em Tours, na Gália Li­o­nense, na ho­di­erna França, São Per­pétuo, bispo, que edi­ficou a ba­sí­lica de São Mar­tinho e muitas ou­tras em honra dos Santos, e re­gu­la­mentou na sua Igreja a prá­tica dos je­juns e das vigílias. († 491)

5*.   Em Aosta, nos Alpes Graios, ter­ri­tório da Itália, São Ju­cundo, bispo. († c. 502)

6.   Em Flay, na re­gião de Be­au­vais, na Nêus­tria, ac­tu­al­mente na França, São Ge­re­maro, abade do mos­teiro deste lugar por ele fundado. († c. 658)

7*.   Em Evesham, na In­gla­terra, Santo Eg­vino, bispo, que fundou o mos­teiro deste lugar. († 707)

– Ver “… Nascido de sangue real no século VII, Egwin entrou em um mosteiro e foi recebido com entusiasmo pela realeza, pelo clero e pelo povo como bispo de Worcester, na Inglaterra. Como bispo, era conhecido como protetor dos órfãos e das viúvas e juiz justo. Quem poderia argumentar com isso?
Sua popularidade não se manteve entre os membros do clero, no entanto. Eles o viam como excessivamente rígido, enquanto ele sentia que estava simplesmente tentando corrigir abusos e impor disciplinas apropriadas. Surgiram amargos ressentimentos e Egwin foi a Roma para apresentar seu caso ao papa Constantino. O caso contra Egwin foi examinado e anulado.
Ao retornar à Inglaterra, fundou a Abadia de Evesham, que se tornou uma das grandes casas beneditinas da Inglaterra medieval. Foi dedicado a Maria, que teria dado a conhecer a Egwin exatamente onde uma igreja deveria ser construída em sua homenagem.
Morreu na abadia em 30 de dezembro do ano 717. Após seu sepultamento, muitos milagres foram atribuídos a ele: os cegos podiam ver, os surdos podiam ouvir, os doentes eram curados…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember30.html

8.   Na re­gião dos Ves­tinos, hoje nos Abruzos, re­gião da Itália, São Rai­nério, bispo de For­cone, cuja vir­tude na ad­mi­nis­tração dos bens foi lou­vada pelo papa Ale­xandre II. († 1077).

9*.   Em Canne, na Apúlia, também na Itália, São Ro­gério, bispo. († s. XII). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, ainda na Itália, a morte de diversos pastores que haviam consagrado sua vida ao serviço da Igreja: São Libério (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Ravena, no séc. IV; São Rogério, bispo de Cannes, no começo do séc. XIII; e São Ranieri, bispo de Áquila, no séc. XI. (X, M)

10*.   Em Fraz­zanó, po­vo­ação da Si­cília, re­gião da Itália, São Lou­renço, monge se­gundo a ob­ser­vância dos Pa­dres ori­en­tais, in­signe pela aus­te­ri­dade de vida e in­can­sável pregação. († c. 1162)

11*.   Em Pa­les­trina, no Lácio, também re­gião da Itália, a Beata Mar­ga­rida Collona, virgem, que às ri­quezas e de­leites do sé­culo pre­feriu a po­breza por amor de Cristo, a quem serviu pro­fes­sando a Regra de Santa Clara. († 1280). Ver páginas 220-221: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

12*.   Em Gé­nova, na Li­gúria, também re­gião da Itália, a Beata Eu­génia Ravasco, virgem, que fundou o Ins­ti­tuto das Irmãs Fi­lhas dos Sa­grados Co­ra­ções de Jesus e Maria, ao qual con­fiou a edu­cação da ju­ven­tude fe­mi­nina e a de­di­cação às ne­ces­si­dades dos en­fermos e das crianças. († 1900)

13*.   Em Pan­ca­liéri, lo­ca­li­dade pró­xima de Turim, na Itália, o Beato João Maria Boccardo, pres­bí­tero, que, entre os muitos tra­ba­lhos em­pre­en­didos para a as­sis­tência dos an­ciãos e dos en­fermos e a for­mação cristã das cri­anças, fundou a Con­gre­gação das Irmãs Po­bres Fi­lhas de São Caetano. († 1913)

14. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, São Sabino (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártir, festejado em Spoleto desde o séc. VI. (M).

“Em Espoleto, a festa dos santos Sabino (também na Folhinha do Coração de Jesus e no Martirológio Romano-Monástico) bispo de Assis; Exuperâncio e Marcelo, diáconos; Venustiano, prefeito, com espôsa e filhos, mártires sob o imperador Maximiano. Marcelo e Exuperâncio, atormentados no cavalete, maltratados a bastonadas, rasgados com as unhas-de-ferro, queimados nas costas, cumpriram o martírio. Pouco tempo depois, Venustiano, com a espôsa e os filhos, foram mortos pela espada. Quanto a São Sabino, depois de ter as mãos cortadas, foi espancado até morrer. Embora o martírio dêstes santos ocorresse em datas diferentes, a festa celebra-se no mesmo dia. Conf. Pág. 217-219:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

15. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IX, Santo Eugênio, bispo de Milão, que restaurou a liturgia ambrosiana, que se encontrava ameaçada. (M)

16. Bem-Aventurado Sebastião-Valfré, Padre na Sabóia. Ver páginas 211-216: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

17. Outros santos do dia 30 de dezembro: págs. 211-221: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf              

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 30 de dezembro, ver também: 30 de dezembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  974-976: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember30.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SAMTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.