Santas e Santos de 03 de janeiro (atualizado em 31.01.2022)

FESTA DO SAN­TÍS­SIMO NOME DE JESUS: 03 de janeiro, o único nome ao qual tudo o que há nos céus, na terra e nos abismos se ajo­elha, para glória de Deus Pai. Ver “A Festa do Santíssimo Nome de Jesus é celebrada em diferentes datas por várias congregações Cristãs.[1] A celebração teve lugar no Calendário Romano Geral desde o fim do século XV, pelo menos a níveis locais. A veneração do Santíssimo Nome foi alargada para toda a Igreja Católica Romana em 20 de Dezembro de 1721, durante o pontificado do Papa Inocêncio XIII. A celebração teve lugar em diferentes datas, normalmente em Janeiro, uma vez que o primeiro dia de Janeiro, oito dias após o Natal, marca a circuncisão de Jesus, tal como referido no Evangelho do próprio dia, «ao fim do oitavo dia, quando Ele foi circuncidado, foi chamado Jesus, o nome dado pelo anjo antes de ser concebido no ventre.» (Lucas 2:21) O catolicismo medieval, e muitas outras igrejas Cristãs até à actualidade, celebram portanto ambos os eventos como a Festa da Circuncisão de Cristo normalmente no dia 1 de janeiro. São Bernardino de Siena colocou grande ênfase no Santíssimo Nome, o qual associou ao cristograma IHS, e pode ter sido o responsável pela união de ambos os elementos.

A celebração ocorre no dia 3 de Janeiro para os católicos que seguem o actual Calendário Romano Geral, e no Domingo entre a Oitava do Natal e a Epifania do Senhor, ou 2 de Janeiro, pelos católicos que ainda seguem os calendários do período de 1914 a 1969… A reforma do calendário litúrgico trazida pelo motu proprio Mysterii Paschalis de 14 de Fevereiro de 1969, eliminou a celebração, “uma vez que a imposição do nome de Jesus é já comemorada no ofício da Oitava de Natal.” Contudo, os textos missais do Santíssimo Nome de Jesus foram preservados, sendo usados nas missas votivas.[2] A celebração foi novamente reposta no Calendário Geral Romano com o Missal Romano de 2002, e designada como um memória facultativa durante o primeiro dia livre após 1 de Janeiro, nomeadamente 3 de Janeiro.”:https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Festa_do_Santíssimo_Nome_de_Jesus

– Ver “Calendário Romano Geral”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Calend%C3%A1rio_Romano_Geral

– Ver também “A CIRCUNCISÃO, FESTA DO SANTO NOME DE JESUS” páginas 71-74: VIDAS DOS SANTOS – 1.pdf (obrascatolicas.com)

2.   Em Roma, no ce­mi­tério de Ca­listo, junto à Via Ápia, o se­pul­ta­mento de Santo An­tero (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa, que, num breve pon­ti­fi­cado, su­cedeu ao mártir Ponciano. († 236). Ver “Antero era filho de Rômulo e nasceu em Petélia, na Calábria.[1] Foi eleito papa em 21 de novembro de 235 e ocupou a posição até 3 de janeiro de 236, quando foi martirizado. Segundo o Livro dos Pontífices, seu destino foi selado por ordenar a notários reunissem os atos dos mártires para serem depositados nos arquivos da Igreja de Roma. Foi sepultado na Catacumba de Calisto da via Ápia, em Roma, e seu túmulo foi achado por Giovanni Battista de Rossi em 1854, que notou restos quebrados do epitáfio grego gravado sobre o canto oblongo da laje; o texto falava de sua origem e da prevalência do grego na Igreja até aquele momento.[2] Seus restos mortais, que estavam cremados, foram removidos muito antes, e levados à Igreja de São Silvestre, no Campo de Marte. Foram redescobertos em 17 de novembro de 1595, quando papa Clemente VIII reconstruiu a igreja, que havia arruinado.[1]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Antero

3.   Em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na ac­tual Tur­quia, os santos Te­o­pento e Te­onas, que so­freram o mar­tírio du­rante a per­se­guição de Diocleciano. († 304).

4.   Em Ce­sa­reia da Ca­pa­dócia, hoje Kay­seri, também na ac­tual Tur­quia, o cen­tu­rião São Górdio, mártir, que São Ba­sílio louva como ver­da­deiro émulo do cen­tu­rião que es­tava junto à Cruz, porque, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, pro­fessou a fé em Jesus, Filho de Deus. († 304).Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 305, São Górdio, centurião martirizado em Cesaréia da Capadócia. Segundo São Basílio, morreu lembrando-se do primeiro centurião que assistira, no Calvário, à morte do Salvador, cuja divindade proclamou”. (M). Ver páginas 129-131: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

5.   Em Pádua, no ac­tual Vé­neto, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Da­niel, diá­cono e mártir. († c. 304)

6.   Em Pário, no He­les­ponto, na ac­tual Tur­quia, São Teó­genes, mártir, que, re­cru­tado como sol­dado no tempo do im­pe­rador Li­cínio, re­cu­sando-se a prestar o ser­viço mi­litar por causa da sua fé cristã, foi en­car­ce­rado, tor­tu­rado e fi­nal­mente afo­gado no mar. († 320). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 320, São Teogênio, mártir grego, que “preferiu morrer em vez de oferecer sacrificios aos ídolos”. (Paixão) (M). No Helesponto (Dardanelos, antigamente Helesponto, é um estreito no noroeste da Turquia ligando o mar Egeu ao mar de Mármara). Assim como o estreito de Bósforo (O Bósforo é um estreito que liga o mar Negro ao mar de Mármara e marca o limite dos continentes asiático e europeu na Turquia. Tem um comprimento de aproximadamente 30 km e uma largura de 550 a 3000 m. Sua profundidade varia de 36 a 124 m no meio do estreito. Seu nome significa “passagem do boi” ele separa a Europa da Ásia), os santos mártires Cirino (também na Folhinha do Coração de Jesus), Primo e Teógenes (ou Teogênio), conf. pág. 144:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

7.   Em Vi­enne, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, São Flo­rêncio (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que tomou parte no Con­cílio ce­le­brado em Valence. († d. 377)

8.   Em Paris, na Gália, ac­tu­al­mente também na França, o se­pul­ta­mento de Santa Ge­no­veva, virgem, na­tural de Nan­terre, que, aos quinze anos, por con­selho de São Ger­mano, bispo de Au­xerre, tomou o véu das vir­gens con­sa­gradas. Con­fortou os ha­bi­tantes da ci­dade, ater­rados pela in­cursão dos Hunos, e sus­tentou os seus con­ci­da­dãos em tempo de fome. († c. 500). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto do ano 500, o nascimento no céu de Santa Genoveva, padroeira de Paris. Nascida em Nanterre e consagrada a Cristo desde sua infäncia por São Germano de Auxerre, obteve, por sua oração, a libertação da Île de la Cité cercada por Átila. (F). Ver páginas 122-128: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

Ver “Santa Genoveva (em francêsSainte Geneviève; em latimSancta Genovefa, de keno kin e wefa “esposa”) (Nanterre423 — Paris3 de janeiro de 512) é a santa padroeira de cidade de Paris.[1] Nas tradições católica romana e ortodoxa oriental, foi uma virgem e santa católica francesa. Seu dia de festa é mantido em 3 de janeiro.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Santa_Genoveva

9*.   Em Len­tíni, na Si­cília, re­gião da Itália, São Lu­ciano, bispo. († s. VIII/IX)

10*.   No mos­teiro de Man­naman, no Ké­rala, es­tado da Índia, São Ci­ríaco Elias Chavara, pres­bí­tero, fun­dador da Con­gre­gação dos Ir­mãos Car­me­litas de Maria Imaculada. († 1871). Ver “Ciríaco Elias Chavara (em hindiKuriakose Elias Chavara) É co-fundador e primeiro prior-geral da Congregação dos Carmelitas de Maria Imaculada, a primeira congregação para homens da Igreja Católica Siro-Malabar, e da sua congregação-irmã, para mulheres, as Irmãs da Mãe do Carmelo.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ciríaco_Elias_Chavara

11. São Cirino (também na Folhinha do Coração de Jesus)

– Ver “… No Helesponto, os santos mártires Cyrinus, Primus e Theogenes.
Membros do exército romano, foram martirizados em Cízico, no Helesponto…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary03.html

12. São Narciso, bispo. Ver página 137: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

13. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 311, São Pedro Balsamo, mártir da Palestina, “pregado na cruz por ter-se recusado a obedecer ao edito dos imperadores invencíveis, e por haver, obstinadamente, tomado o partido de um Deus crucificado”. (M). Ver páginas 132-136: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

14. São Blimont, ver páginas 138-139: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

15. Santa Bertília. Ver “… Bertilia, desde menina, suspirava por uma vida de piedade. Era de família nobre e rica, benquista e de vastas amizades. Moça já, viu o desejo de viver longe do mundo, afastada do burburinho do século, ruir por terra: os pais queriam casá-la. Obediente, recomendando-se a Jesus Cristo e a Maria, consentiu em desposar um jovem de boa casta, chamado Guthland. Docemente, Bertília falou-lhe do desejo que, desde pequenina, tivera, e o marido, tocado por tamanha franqueza e tão grande simplicidade, resolveu permitir que a Santa trilhasse o almejado caminho. E fez mais: prometeu-lhe que, também ele, embora vivendo juntos, guardaria perpétua continência. – Seria possível dizer da alegria que se apossou da jovem esposa de Jesus Cristo? Que lhe teria passado na alma ao receber do puro moço Guthland resposta tão piedosa, mas ainda ao se inteirar de que também ele se propunha guardar a castidade? No mesmo instante, ambos fizeram os votos, e resolveram consagrar toda a fortuna, que não era pequena, para socorrer os pobres, os doentes, os órfãos, todos aqueles, enfim, que se viam desprotegidos da sorte.

Guthland, jovem ainda, morreu poucodepois, e Bertília, desimpedida, retirou-se para Marolles, no Artois. Ali, construiu uma igreja. Perto, uma celazinha, onde passou a viver reclusa. Dando-se a Deus inteiramente, à oração e às austeridades, faleceu em 687. A festa de Santa Bertília, também conhecida por Bertila, celebra-se a 3 de janeiro. É a padroeira da igreja de Marolles…” às páginas 140-141: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

– Ver “…  vida de Santa Bertília foi tranquila. Nascida de pais nobres, passou a juventude em exercícios de caridade. No devido tempo, ela se casou com um jovem nobre, e eles passaram a vida ajudando os pobres e doentes. Com a morte do marido, viveu uma vida solitária em Mareuil, na diocese de Arras, onde construiu uma igreja adjacente à sua cela. Ela morreu no início do século VIII e deve ser distinguida de sua contemporânea Santa Bertila de Chelles…

… Ela e seu esposo fizeram votos de castidade e permaneceram virgens. Quando seu marido morreu, Bertilia vivia como eremita perto da igreja que ela havia fundado em Maroeuil, França”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary03.html

16. Bem-Aventurada Bone de Armagnac, virgem. Ver páginas 142-143: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

17. Outros santos do dia 03 de janeiro, págs. 122-144: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume I – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 03 de janeiro, ver também: 3 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 107-108: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary03.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SAMTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.