Santas e Santos de 07 de janeiro (atualizado em 01.02.2022)

1. São Raimundo de Penhaforte, presbítero da Ordem dos Pregadores, que foi exímio na ciência do Direito Canónico, escreveu obras de sólida doutrina e grande proveito sobre o sacramento da Penitência e, eleito mestre geral da sua Ordem, preparou para ela a redacção das novas Constituições. Em idade avançada, faleceu piedosamente em Barcelona, cidade da Espanha. († 1275)

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, O nascimento no céu de São Raimundo (também na Folhinha do Coração de Jesus), Mestre Geral da Ordem Dominicana. Originário de Peñafort, na Espanha, morreu aos cem anos no dia 6 de janeiro de 1275, no convento de Barcelona. Célebre por sua erudição em Direito Canônico, “ministro insigne do sacramento da penitência”, e com São Pedro Nolasco co-fundador da Ordem das Mercês, é honrado pela Igreja por causa de seu imenso amor pelos pecadores e pelos prisioneiros. (R). ]

– Ver “Raimundo de Penaforte, do catalão Raimon de Penyafort (Vilafranca del Penedès, c. 1175 – Barcelona6 de Janeiro de 1275) é o santo patrono da lei canónica e dos advogados canônicos. Raimundo dedicou-se desde jovem aos estudos filosóficos e jurídicos. Aos 20 anos de idade ensinava filosofia e direito canónico em Barcelona, onde foi cónego. Em 1210 foi ensinar para Bolonha (Itália), onde ficou até 1222. Foi capelão do papa Alexandre IV, e confessor de do rei Jaime I de Aragão, ao qual repreendeu pela vida licenciosa.Entrou depois na Ordem dos Pregadores, no convento de Santa Catalina e fez uma interveção na proclamação da cruzada contra Maiorca

A sua colaboração com Pedro Nolasco foi essencial na fundação da Ordem de Nossa Senhora das Mercês para a Redenção dos Cativos, obtendo o consentimento de Jaime I para a fundação da Ordem.”:

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Raimundo_de_Penaforte

2.   Em Melitene, na Arménia, hoje Malatya, na Turquia, São Polieucto, mártir, que, sendo soldado, constrangido pelo edito do imperador Décio a sacrificar aos deuses, quebrou as estátuas; por isso suportou muitos tormentos e, finalmente degolado, foi baptizado com o derramamento do seu sangue. († c. 250) 

3.   Em Nicomédia, na Bitínia, hoje Izmit, na Turquia, a paixão de São Luciano, presbítero e mártir da Igreja de Antioquia, célebre pela sua sabedoria e eloquência, que, levado ao tribunal para contínuas interrogações acompanhadas de torturas, persistiu intrepidamente em declarar-se cristão. († 312)

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no início do séc. IV, o martírio do Bem-Aventurado Luciano (também na Folhinha do Coração de Jesus), sacerdote, que fundou a célebre escola bíblica de Antioquia e teve a iniciativa de rever ele mesmo as diversas traduções dos livros do Antigo Testamento. Morreu sob torturas, não cessando de repetir que era cristão. (M). Ver páginas 222-223: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

– Ver “Luciano de Antioquia (ca. 240 ─ 7 de janeiro de 312[a]), conhecido também como Luciano, o mártir, foi um presbítero cristão, um teólogo e um mártir. Ele era conhecido tanto por sua erudição quanto por piedade ascética…  7 de janeiro era a data em que sua memória era celebrada tradicionalmente em Antioquia.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Luciano_de_Antioquia  

– Ver também “Luciano chamado da Antioquia nasceu em 235 e deve seu grande renome ao fato de ter sido o iniciador da doutrina herética conhecida como arianismo, que tão profundamente abalou toda a cristandade dos primeiros séculos. Aliás, diga-se que os arianos se chamaram inicialmente de “lucianistas”. Doutrina a qual Luciano se retratou lavando com o sangue do seu próprio martírio o inicial equívoco, levado às últimas conseqüências pelo herege Ário, que lhe doou o nome definitivo. Assim temos em Santo Luciano um sacerdote sírio que foi martirizado no século IV, mais precisamente no ano 312, na Nicomedia, Turquia.”: http://www.arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/sao-luciano-da-antioquia

4*.   Em Passau, no Nórico, na actual Baviera, comemoração de São Valentim, bispo da Récia. († c. 450) 

– Ver “… De Eugípio, em sua Vida de São Severino, aprendemos que Valentim foi primeiro abade e depois bispo missionário na Récia, e também que um discípulo de Valentim que se uniu a São Severino costumava todos os anos em 7 de janeiro oferecer missa em honra de seu pai anterior em Cristo. Venâncio Fortunato faz-nos saber que numa viagem que fez pelo Tirol encontrou mais de uma igreja, que foi dedicada em honra do mesmo São Valentim …”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary07.html

5.   Em Pavia, na Ligúria, região da Itália, São Crispim, bispo. († 467) 

– Ver “… Em Pavia, São Crispim, bispo e confessor.

Dois irmãos tinham este nome, ambos canonizados. Um serviu Pavia, na Lombardia, Itália, por trinta anos. O outro foi bispo no reinado do Papa São Leão I, o Grande…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary07.html

6*.   Em Chur, no território da Helvécia, actual Suíça, São Valentiniano, bispo, que socorreu os pobres com os seus bens, pagou o resgate de cativos e distribuiu vestes aos mais necessitados. († 548) 

7*.   Em Solignac, junto de Limoges, na Aquitânia, hoje na França, São Tilo, discípulo de Santo Elói, que foi artesão e monge. († c. 702).

– Ver páginas 232-233: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

– Ver “… ST TILLO; resgatado e batizado por Santo Elígio. Aquele fervoroso apóstolo o enviou à sua abadia de Solignac, no Limousin; foi homenageado com milagres

Ele era saxão de nascimento, e sendo feito cativo, foi levado para os Países Baixos, onde foi resgatado e batizado por Santo Elígio. Aquele fervoroso apóstolo o enviou à sua abadia de Solignac, no Limousin. Tub foi chamado de lá por Eligius, ordenado sacerdote, e empregado por ele por algum tempo em Tournai e em outras partes dos Países Baixos.

Os habitantes do país de Iseghem, perto de Courtrai, o consideram seu apóstolo. Alguns anos depois da morte de Santo Elígio, São Tillo retornou a Solignac e viveu recluso perto daquela abadia, imitando com simplicidade, devoção e austeridade os antigos Antônios e Macários. Ele morreu em sua solidão, por volta do ano 702 , um nonagenário, e foi homenageado com milagres. Tillo às vezes é chamado de Theau na França, Tilloine ou Tilman na Flandres, Hillonius na Alemanha…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary07.html

8*.   Em Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Ciro, bispo, que, sendo monge na Paflagónia, foi elevado à sede de Constantinopla, da qual foi depois expulso, morrendo no exílio. († 714) 

9*.   Em Le Mans, na Gália, hoje na França, Santo Alderico, bispo, que se dedicou com grande ardor ao culto de Deus e dos Santos. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 856, Santo Alderico. Este jovem bávaro, educado na corte de Aachen, tomou as Ordens e foi depois eleito bispo de Le Mans. Com sua fortuna pessoal, socorreu os pobres e subvencionou igrejas e mosteiros. (M). († 856). Ver Santo Aldrico, bispo e confessor, páginas 236-237: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

10.   Na floresta próxima de Ringsted, na Dinamarca, São Canuto Lavard, que, sendo duque de Schleswig, governou com prudência e bondade o principado e fomentou a piedade do seu povo, mas foi assassinado pelos inimigos que invejavam a sua autoridade. († 1137).

– Ver “Canuto Lavardo (em latimCanutus Lavardus), nascido a 12 de março de 1096 a falecido em Ringsted, na Dinamarca a 7 de janeiro de 1131, foi um príncipe dinamarquês, duque da Jutlândia do Norte de 1115 a 1131 e rei dos obodritas, de 1129 a 1131. É também um santo da Igreja Católica.”: 

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Canuto_Lavardo

11.   Em Palermo, na Sicília, hoje região da Itália, o passamento do Beato Mateus Guimerá, bispo de Agrigento, da Ordem dos Menores, singularmente dedicado ao culto e à exaltação do Santíssimo Nome de Jesus. († 1451) 

12*.   Em Suzuta, no Japão, o Beato Ambrósio Fernandes, mártir, que partiu para o Oriente à procura de comércio e lucro, mas, conquistado pelo fervor da vida cristã foi admitido como religioso na Companhia de Jesus e, depois de ter padecido muitas privações, morreu por Cristo no cárcere. († 1620) 

13.   Em An Bai, localidade do Tonquim, hoje Vietnam, São José Tuân, mártir, que, sendo pai de família e agricultor, morreu degolado no tempo do imperador Tu Duc, por se ajoelhar e orar diante duma cruz, em vez de a calcar aos pés como lhe tinha sido ordenado. († 1862) 

14.   Em Liège, na Bélgica, a Beata Maria Teresa do Sagrado Coração (Joana Haze), virgem, que fundou a Congregação das Filhas da Cruz, destinada ao serviço dos mais débeis e dos pobres. († 1876) 

15. São Nicetas, bispo dos Dácios. Ver páginas 224-227: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

– Ver “… Depois de se tornar bispo de Remesiana (mais tarde a aldeia sérvia de Bela Palanka, perto da cidade de Niš) por volta de 366, Nicetas visitou duas vezes Paulinus , que era bispo de Nola, na Campânia (perto de Nápoles), um companheiro missionário, a figura literária latina mais importante de sua época e a principal fonte de conhecimento da vida e da atividade pastoral de Nicetas. A erudição, tendo reconstruído laboriosamente porções substanciais dos tratados teológicos de Nicetas, forneceu evidências suficientes para identificar sua principal obra doutrinária, aCompetentibus ad baptismum Instructionis libelli sex (“Seis Livros de Instruções para Candidatos ao Batismo”). Os longos trechos desta série catequética, particularmente “Sobre o Significado da Fé”, “Sobre o Poder do Espírito Santo” e o “Comentário sobre o Credo Apostólico-Niceno”, indicam que Nicetas enfatizou a posição ortodoxa na consoante doutrina trinitária com o importante teólogo do século 4, Cirilo de Jerusalém. Conseqüentemente, Nicetas se opôs a qualquer atribuição de natureza criada ao Filho, ao contrário dos arianos, ou ao Espírito Santo , como contra os macedônios. Além disso, esses documentos contêm, aparentemente pela primeira vez na literatura cristã primitiva, o termo “comunhão dos santos”, em referência à crença em um vínculo místico que une os vivos e os mortos em uma esperança e amor confirmados. Essa expressão, doravante, desempenhou um papel central nas formulações do credo cristão…”: https://www.britannica.com/biography/Nicetas-of-Remesiana

16. São Reinaldo, mártir. Ver páginas 228-229: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

17. Bem-Aventurado Witikind, confessor. Ver páginas 230-231: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

18. Bem-Aventurado Vital, abade de Savigny. Ver páginas 234-235: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf  

19. Bem-Aventurada Lindalva Justo de Oliveira (também na Folhinha do Coração de Jesus), hoje, 07 de janeiro

– Ver: Em Sal­vador da Baía, no Brasil (NESTE DIA 09 DE ABRIL, CONFORME MARTIROLÓGIO ROMANO, nº 1 abaixo), a (MARTÍRIO DA) BEATA LIN­DALVA JUSTO DE OLIVEIRA, virgem da Com­pa­nhia das Fi­lhas da Ca­ri­dade de São Vi­cente de Paulo e mártir. († 1993). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lindalva_Justo_de_Oliveira

– Ver “…após o processo canônico, para alegria da Igreja no Brasil, no dia 2 de dezembro de 2007, irmã Lindalva foi beatificada pelo papa Bento XVI, pelo seu testemunho de entrega da vida em favor dos irmãos e do Cristo, o divino Esposo.”: https://pt.aleteia.org/daily-prayer/domingo-7-de-janeiro/

Ver também “Esta Filha da Caridade certamente não esperava morrer em uma idade tão jovem (20/10/1953 – 09/04/1993). Tendo oferecido sua vida, ela testemunhou por sua morte que “Ninguém tem amor maior do que este para dar a vida para os amigos” (Jo. 15:13).

O processo de beatificação foi iniciado pela aclamação popular. As pessoas foram tocadas pela fé desta jovem irmã, seu serviço aos pobres e fidelidade ao seu compromisso que acabou levando ao seu martírio. A beatificação ocorreu em Salvador – Bahia, Brasil, no dia 2 de dezembroNd 2007, em um enorme estádio com quase 60.000 pessoas presentes.

Irmã Lindalva foi a primeira mulher a ser beatificada no Brasil. Ela ainda era uma jovem filha da caridade, 4 anos de vocação, quando foi martirizada. Sua fidelidade à sua vocação e seu amor por todos sem preferências eram tão intensos que ela não hesitou em dar sua vida por eles.”: http://filles-de-la-charite.org/pt/history/saints-and-blessed-daughters-of-charity/blessed-lindalva-justo-de-oliveira/ 

– Ver “Beata Lindalva Justo de OliveiraFDC (Assu20 de outubro de 1953 — Salvador9 de abril de 1993) foi uma religiosa das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, proclamada beata mártir pela Igreja Católica no dia 2 de dezembro de 2007. Seus restos mortais encontram-se na Capela das Relíquias da Beata Lindalva, na região central da cidade do Salvador, desde o dia 6 de abril do ano de 2014. Por guardar as relíquias de uma mártir católica a capela é um importante centro de devoção e recebe diariamente a visita de muitas pessoas.[1]Martirizada em 09 de abril: No amanhecer do dia 9 de abril, Sexta-Feira Santa, Irmã Lindalva participou da Via-Sacra, na paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem. [2]Ao regressar, serviu o café da manhã aos idosos, como de costume. A irmã – ocupada com o serviço – não percebeu que Augusto se aproximava. Foi surpreendida com um toque no ombro. Ao virar-se, recebeu os golpes que lhe tiraram a vida. Um senhor ainda tentou intervir; mas Augusto ameaçou de morte quem ousasse se aproximar. Após o crime, o assassino foi esperar a polícia sentado em um banco, na frente do abrigo. Após condenação, foi internado em um manicômio judiciário.

Os médicos legistas identificaram 44 perfurações no corpo da religiosa. Imediatamente seu assassinato foi identificado pela comunidade católica como martírio, e associaram a tragédia às celebrações da Sexta-Feira da Paixão.[2]”: 

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lindalva_Justo_de_Oliveira

– Ver também “Toda santidade passa pelo crisol do sofrimento. Em 1993, devido a uma recomendação, o abrigo acolheu entre os anciãos Augusto da Silva Peixoto, homem de 46 anos. Ele passou a assediar Ir. Lindalva, e chegou até mesmo a manifestar-lhe suas intenções. Ela começou a ter medo, e procurou afastar-se o mais que pode. Confidenciou-se com outras irmãs e refugiava-se na oração. Seu amor aos velhinhos a mantiveram no abrigo, e chegou a dizer a uma irmã: “prefiro que meu sangue seja derramado do que afastar-me daqui”.

Por não ser correspondido, Augusto foi à Feira de São Joaquim na Segunda-feira Santa e comprou uma peixeira, que amolou ao chegar no abrigo. Não dormiu na noite de quinta para sexta-feira santa. De manhã, Irmã Lindalva havia participado da Via-Sacra, ao raiar da aurora, na paróquia da Boa Viagem. Ao regressar, foi servir o café da manhã aos idosos. Subiu as escadarias da enfermaria, como se estivesse subindo para o calvário, e pôs-se a servir pão com café e leite para os internos da ala masculina. Todos eles estavam em fila, esperando a vez. A irmã, compenetrada com o café, tinha a cabeça baixa quando sentiu um toque no ombro: virou-se e teve tempo apenas de ver o rosto enraivecido do homem que conhecera havia poucos meses… Em seguida, foram dezenas de facadas, pontilhadas por todo o corpo. Tudo diante do semblante horrorizado dos velhinhos que assistiam à cena bem em frente à mesa de café. Um senhor ainda tentou evitar a tragédia, avançando sobre o assassino. Mas Augusto Peixoto estava decidido e, ameaçou de morte quem ousasse se aproximar. Terminado o crime, foi esperar a polícia sentado em um banco na frente da casa. Do abrigo, ele foi para Casa de Detenção e, posteriormente, parou no Manicômio Judiciário. Passados dez anos, os laudos psiquiátricos indicam que ele já não apresenta mais perigo à sociedade. Mas Augusto não tem para onde ir, e o manicômio é sua única casa. Hoje se diz arrependido, e não sabe como foi capaz de fazer aquilo.

Os médicos legistas contaram no corpo de Ir. Lindalva 44 perfurações. Naquela sexta-feira santa, enquanto Cristo morria na cruz, ela morria na sua enfermaria. Cristo levou 39 açoites, e com as 5 chagas, dos pés, mãos e costado, ao todo 44, unia simbolicamente a morte de Lindalva à sua paixão, que um pouco antes ela acabara de celebrar na Via-Sacra. Com impressionante realismo ela agora podia repetir as palavras de Cristo no Evangelho: “Não vim para ser servido, mas para servir e dar a minha vida em resgate de muitos” (Mt 20, 28).

À noite, a procissão do Senhor Morto, que todos os anos passava por aqueles quarteirões, parou na Capela do abrigo. O caixão com corpo de Ir. Lindalva foi trazido e colocado entre o féretro do Senhor Morto e a estátua de Nossa Senhora das Dores. Por toda aquela noite ali compareceu uma multidão de fiéis, padres, religiosos, pessoas de todas as condições sociais, e até mesmo evangélicos, vindos de toda a cidade. Pela manhã do Sábado Santo Dom Lucas Moreira Neves, então Cardeal Primaz de Salvador, celebrou as exéquias. Na missa do domingo in albis ele comentou que poucos anos de vida religiosa foram suficientes para que ela recebesse a graça do martírio, pois deu a sua vida por amor, como São Maximiliano Maria Kolbe, também mártir. E evocando as “sugestões que o seu nome encerra”, disse: “Linda alva é a branca veste que ela, como cada cristão, recebeu no seu batismo; Linda alva é o seu hábito azul de Irmã de Caridade, agora alvejado no Sangue do Cordeiro (Ap. 7, 14) ao qual se misturou o seu sangue; Linda alva é a límpida aurora da Páscoa de Jesus, que raiou para ela três dias depois da sua trágica sexta-feira santa. Límpida aurora – linda alva – da sua própria Páscoa!”: http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294 

VER TAMBÉM DIA 09 DE ABRIL: Bem-Aventurada Lindalva Justo de Oliveira (dia 09 de abril, também na Folhinha do Coração de Jesus).

– Ver ainda: BEM-AVENTURADOS BRASILEIROS QUE AINDA NÃO ESTÃO INSCRITOS NO CALENDÁRIO LITÚRGICO DO BRASIL (conforme o DIRETÓRIO DA LITURGIA – CNBB – 2021):

1. Bem-aventurada Lindalva Justo de Oliveira, mártir: 07 de janeiro (beatificada em 02/12/2007)

2. Bem-aventurado João Schiavo, presbítero: 27 de janeiro (beatificado em 28/10/2017)

3. Bem-aventurados Manuel Gómez González e Adílio Daronch, mártires: 21 de maio (beatificados em 21/10/2007)

4. Bem-aventurada Francisca de Jesus (“Nhá Chica”), leiga e virgem: 14 de junho (beatificada em 04/05/2013)

5. Bem-aventurada Albertina Berkenbrock, leiga e mártir: 15 de junho (beatificada em 20/10/2007)

6. Bem-aventurado Donizetti Tavares de Lima, presbítero: 16 de junho (beatificado em 23/11/2019)

7. Bem-aventurada Assunta Marchetti, religiosa: 01 de julho (beatificada em 25/10/2014)

8. Bem-aventurado Eustáquio van Lieshout, presbítero: A 30 de agosto (beatificado em 15/06/2006)

9. Bem-aventurado Francisco de Paula Vítor, presbítero: 23 de setembro (beatificado em 14/11/2015)

10. Bem-aventurado Mariano de la Mata Aparício, presbítero: 05 de novembro (beatificado em 05/11/2006)

11. Bem-aventurada Bárbara Maix, fundadora: 06 de novembro (beatificada em 06/11/2010)

 20. São Teodoro (também na Folhinha do Coração de Jesus) 

– Ver “…  No Egito, São Teodoro, um monge santo, que floresceu no tempo de Constantino, o Grande. Ele é mencionado por Santo Atanásio em sua Vida de Santo Antônio. Ele foi um dos primeiros eremitas do deserto no Nilo…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary07.html

21. Outros santos do dia 07 de janeiro, págs. 222-238: 

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume I – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 07 de janeiro, ver também: 7 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 115-117: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary07.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SAMTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.