Santas e Santos de 08 de maio

DESTAQUE DE 08 DE MAIO

  1.  NOSSA SENHORA DE LUJÁN (Padroeira de Buenos Aires, Argentina, Capelães militares Argentinos, Paraguai e Uruguai).
  2. APARIÇÃO DE SÃO MIGUEL ARCANJO EM 1492 (agora retirada do calendário romano geral)

================

  1. NOSSA SENHORA DE LUJAN. (Padroeira de Buenos Aires, Argentina, Capelães militares Argentinos, Paraguai e Uruguai). Ver “… A cada 8 de Maio, milhares de peregrinos marcham a pé em direção à Basilica de Lujan em Buenos Aires. Ela começa a partir do Santuário de São Caetano, no bairro de Liniers. A primeira peregrinação de Lujan foi realizado em Maio de 1975.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_Luj%C3%A1n

*  NOSSA SENHORA DE LUJÁN: PADROEIRA DA ARGENTINA, CAPELÃES MILITARES ARGENTINOS, PARAGUAI E URUGUAI

Entre os muitos santuários dedicados a Nossa Senhora, destaca-se o de Luján, cerca de 60 km a oeste de Buenos Aires. A origem do título Nossa Senhora de Luján é contada de pai para filho: um rico fazendeiro, Antonio Farias de Sá, habitante de Sumampa, hoje Santiago deI Estero, encomendara de um amigo brasileiro, uma estatueta da Imaculada Con­ceição.

LEIA MAIS. Era sua intenção construir na fazenda uma capela em louvor à Virgem Maria. Chegada de navio a Buenos Aires, sua encomenda seguiu viagem com outras mercadorias, em carros de bois. Às margens do rio Luján, os mercadores fizeram uma parada. No dia seguinte, por um estranho prodígio, os bois empacaram e nada os fazia andar. Resolveram então aliviar-Ihes a carga. De nada adiantou. Só depois que o último caixote, justamente o que guardava a imagem, foi retirado do carro, os bois saíram do lugar. Todos entenderam então que era ali que a Virgem queria ficar. Estando próximos da fazenda de João Rosendo, para lá se dirigiram em procissão, e improvisaram um altar para a imagem. Tão logo possível, construíram ali uma pequena capela que hoje é o belíssimo santuário de Luján. Esse local ficou conhecido como a “deten­ção da carreta” ou o “milagre de Luján”.

A devoção a Nossa Senhora de Luján espalhou-se por toda a Améri­ca. Sua festa principal é celebrada no dia 8 de maio.): https://www.a12.com/academia/titulos-de-nossa-senhora?s=nossa-senhora-de-lujan-padroeira-da-argentina-e-do-uruguai

* Ver NOSSA SENHORA DE LUJÁN. 8 de maio

Perfil

Virgem é uma estátua de terracota de dois pés (60,9 cm) de altura de Nossa Senhora . Foi feito no Brasil e enviado para a Argentina em maio de 1630 . Sua aparência original parecia inspirada nas Imaculadas de Murillo . Em 1887 , para conservá-la e protegê-la, a imagem recebeu uma cobertura de prata maciça. Geralmente é vestido com uma túnica branca e manto azul-celeste, as cores da bandeira argentina . Apenas o rosto oval escuro com grandes olhos azuis e as mãos cruzadas em oração são agora visíveis.

Diz a tradição que uma carroça puxada por bois levava a estátua de Buenos Aires a Santiago del Estero. Os animais pararam no rio Luján e se recusaram a atravessar. Por tentativa e erro, os carroceiros descobriram que se a caixa com a Virgem estava na carroça, os bois não se moviam; se foi removido, então eles foram embora. Depois de testar isso várias vezes, as pessoas perceberam que Nossa Senhora queria ficar em Luján, e então ela está lá hoje.

A imagem foi levada pela primeira vez para a casa vizinha de Don Rosendo. Ele construiu uma capela primitiva para ela que durou 40 anos. Um santuário maior foi concluído em 1685 . Um novo santuário foi construído no século 19 . A imagem foi coroada canonicamente em 1887 . Em 1930 o Papa Pio XII deu ao santuário o título de Basílica .

Patrocínio

Informações Adicionais

Citação MLA

Ver também “… 492? A APARIÇÃO DE SÃO MIGUEL O ARCANJO
Quando as pessoas se familiarizaram com a ideia de que o Arcanjo Miguel não era apenas o capitão do exército celestial e o grande protetor, mas também o árbitro dos destinos do homem no limiar do mundo vindouro (cf. sua festa em 29 de setembro), alguma manifestação pública e externa dos apelos feitos a essa influência benéfica em privado não poderia demorar muito. Qualquer núcleo fornecido por um suposto acontecimento milagroso despertaria pronta resposta e bastaria para cristalizar em uma determinada forma a devoção latente da multidão.

Há indícios de um antigo culto de São Miguel, ligando-o às maravilhas operadas pelas fontes termais da Frígia, notadamente em Hierápolis, e parece certo de que já no século IV uma igreja foi dedicada em seu nome perto de Constantinopla, possivelmente em a vida do primeiro imperador cristão, Constantino. Este impulso veio do Oriente, embora haja evidências de que uma basílica em homenagem a São Miguel foi construída perto de Roma no sexto marco ao longo da Via Salaria em data inicial. Várias missas, aparentemente ligadas a este santuário, ou possivelmente a outras com a mesma dedicação dentro da cidade, estão previstas no mais antigo livro de missas romano, o chamado Leonianum, e são atribuídas ao final de setembro.

Se a dedicação no Monte Garganus, na Apúlia, onde as influências gregas eram dominantes, é mais antiga do que isso, não pode ser facilmente determinado. Segundo a lenda escrita, ainda resumida no Breviário, ocorreu no tempo do Papa Gelásio (492-496). Um touro que havia se extraviado do rebanho de um certo rico proprietário de terras encontrou seu caminho para uma caverna perto do cume da eminência chamada Monte Garganus. Na busca que foi feita por ele ocorreram presságios pelos quais o arcanjo manifestou seu desejo de que este local fosse consagrado em sua honra. Acreditava-se que inúmeros milagres haviam sido realizados na caverna ou cripta, onde uma fonte escorria que era reconhecida como virtude curativa. 

Hieronymianum em conexão com a festa de São Miguel em 29 de setembro.

Mesmo na Inglaterra, a coleção de sermões anglo-saxões chamada Homilias Blickling, escrita antes do final do século X, forneceu um relato do Monte Garganus e sua capela da cripta, da qual, para citar uma versão moderna em inglês, podemos aprender que: “Havia também da mesma pedra do telhado da igreja, no lado norte do altar, um córrego muito agradável e claro, usado por aqueles que ainda moram naquela Lugar, colocar. Ao lado desse pedaço de água havia um vaso de vidro pendurado em uma corrente de prata, que recebeu essa maré alegre, e era o costume desse povo quando eles eram alojados (ou seja, haviam recebido a sagrada comunhão) para que subissem por degraus até o vaso de vidro e ali tomassem e provassem o fluido celestial”. Esta é uma evidência interessante para o fato de que muito antes de a comunhão sob ambas as espécies ser abolida para os leigos, era costume tomar um gole de água depois de receber o Preciosíssimo Sangue, ou mais provavelmente, sob influências gregas, depois de receber o Hóstia, que ainda é a maneira usual de administrar o sacramento da Eucaristia no Oriente.

Em um Motu Proprio de João XXIII datado de 25 de julho de 1960, esta festa foi retirada do calendário romano.

{- Ver:

A. MOTU PRÓPRIO RUBRICARUM INSTRUCTON: https://www.vatican.va/content/john-xxiii/es/motu_proprio/documents/hf_j-xxiii_motu-proprio_19600725_rubricarum-instructum.html

B. CALENDÁRIO ROMANO GERAL 1960: https://pt.frwiki.wiki/wiki/Calendrier_romain_g%C3%A9n%C3%A9ral_1960

C. CALENDÁRIO ROMANO GERAL – LIGURGIA – 1969: https://pt.frwiki.wiki/wiki/Calendrier_romain_g%C3%A9n%C3%A9ral_(liturgie)}

 O texto completo da legenda está impresso em Ughelli, vol. vi, cc. 1107-1111, e no Acta Sanctorum, setembro, vol. viii; em que cf Ebert, Geschichte der Literatur des Mittelalters, vol. ii, pág. 358. Veja também KA Kellner, Heortology (1908), pp. 328-332, e H. Leclercq em DAC., vol. xi, cc. 903-907. Houve confusão entre esta festa e a de São Miguel em 29 de setembro, e o Papa Bento XIV propôs suprimir a observância de hoje, o que de fato agora foi feito no calendário beneditino. Não há dúvida de que a história da fundação de Saint-Michel au Peril de Mer, o famoso Mont-Saint-Michel perto de Avranches, que é tradicionalmente datado de 709, foi baseado na lenda do Monte Gargano. Em que data o Monte de São Miguel em Marazion, na Cornualha, recebeu seu nome, não é certamente conhecido; mas pode ter sido antes de Robert de Mortain apresentar o Monte aos monges de São Miguel em Periculo Maris (Mont-Saint-Michel) c. 1086, se essa carta for genuína: ver T. Taylor, The Celtic Christianity of Cornwall (1916), pp. 141-168. Veja também St Michael’s Mount de Taylor (1932); e JR Fletcher, Short History of St Michael’s Mount (1951).

Várias aparições do Arcanjo Miguel foram relatadas durante os séculos cristãos

Uma das mais notáveis ​​de todas essas aparições é aquela que é comemorada na Igreja universal em 8 de maio. O Arcanjo São Miguel apareceu no Monte Gargano na Apúlia, sul da Itália, nos dias do Papa Gelásio (492-496).
Um santuário foi erguido na gruta da aparição e tornou-se alvo de devotas peregrinações nos séculos seguintes.
A Aparição de São Miguel Arcanjo (RM)
A festa de hoje comemora a aparição do arcanjo Miguel (que significa “Quem é como Deus?) no Monte Gargano perto de Manfredonia no sul da Itália no século VI. Nesta aparição ao bispo de Siponto, o arcanjo pediu que uma igreja fosse construída em seu nome. Quando o imperador Otão III renegou sua palavra de não matar o rebelde senador romano Cresentius, ele foi tomado pelo remorso. São Romualdo atribuiu-lhe a penitência de uma peregrinação descalço a São Miguel no Monte Gargano (Benedictines, Husenbeth) … ”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay08.html#492-_496_Archangel_Saint_Michael

================

SANTAS E SANTOS DE 08 DE MAIO

1.   Em Milão, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Vítor, mártir, na­tural da an­tiga Mau­ri­tânia, que, sendo sol­dado das tropas im­pe­riais, pe­rante a im­po­sição de Ma­xi­miano para que sa­cri­fi­casse aos ídolos, depôs as armas e foi le­vado para Lódi, onde baixou a ca­beça para ser morto ao fio da espada. († c. 304). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na mesma época, São Victor. Soldado africano servindo em Milão foi convocado a responder sobre sua fé diante dos tribunais, e resistiu com coragem a todos os esforços para fazê-lo apostatar. (M)

Ver pág. 181: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Vítor da Mauritânia, dito Mouro e conhecido em latim como Victor Maurus, foi um mártir cristão. Nascido numa família cristã, ele era um soldado romano servindo na guarda pretoriana. Após ele ter destruído alguns altares pagãos, ele foi preso e morto cozido vivo por volta de 303 d.C.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%ADtor_da_Maurit%C3%A2nia

2.   Em Bi­zâncio, ac­tu­al­mente Is­tambul, na Tur­quia, Santo Acácio (Agácio, também na Folhinha do Coração de Jesus) sol­dado e mártir. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Bizâncio, em 303, Santo Acácio, centurião. Denunciado como cristão durante a perseguição de Diocleciano, sofreu cruéis torturas e, finalmente, foi decapitado (M).

– Ver “Agátio, também conhecido por Achacio ou Acácio (em latimAcacius), é um mártir e santo da Igreja Católica Romana, considerado como um dos 14 Santos Auxiliadores e um santo militar. Não deve ser confundido com Agátias, um historiador bizantino do século VI.”: Acácio de Bizâncio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também “Os catorze santos auxiliares são um grupo de santos invocados pelos cristãos em casos de necessidade especial, geralmente para se curar doenças particulares. As tradições cristãs contam que a devoção a esses santos nasceu na Alemanha, na região da Renania do século XV, quando o Menino Jesus teria aparecido ao pastor Hermann Leicht Langheim[1], a peste negra que assolava a Europa no supracitado período teria auxiliado a propagação do culto.[2]”: Catorze santos auxiliares – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

3.   Em Au­xerre, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, Santo Eládio, bispo. († c. 388)

– Ver “… 387 Santo Helladius de Auxerre Bispo de Auxerre, França, por três décadas. Ele converteu seu sucessor, São Amador, à vida religiosa.

Helladius de Auxerre B (RM) Helladius foi bispo de Auxerre, França, por 30 anos. Ele converteu seu próprio sucessor, São Amador, a uma vida devota (os beneditinos)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay08.html#387_St._Helladius_of_Auxerre_Bishop_of

  1. Conforme o Martirológio Romano-Monástico (DE 19 DE JULHO, VER DIA 08 DE MAIO), no Egito, no ano do Senhor de 445, Santo Arsênio (também na Folhinha do Coração de Jesus), anacoreta. Pertencente a uma família senatorial romana, foi ordenado diácono por São Dâmaso, e depois viveu por quase cinquenta anos no deserto de Cétia. Contemplado com o dom das lágrimas, são atribuídos a ele os grandes princípios da vida hesicasta (adepto do HESICASMO, “…

Hesicasmo (em grego: ἡσυχασμός; romaniz.: hesychasmos, derivado

de ἡσυχία, hesychia, “quietude, quieto, silêncio”)[1] é uma tradição de oração solitária na Igreja Ortodoxa e em algumas Igrejas Católicas Orientais, com as que seguem o rito bizantino, praticada pelo

chamado hesicasta (Ἡσυχαστής, hesychastes).

{Hesicasmo é uma tradição de oração solitária na Igreja Ortodoxa e em algumas Igrejas Católicas Orientais, com as que seguem o rito bizantino, praticada pelo chamado hesicasta. Baseado no ordenamento de Cristo no Evangelho de Mateus Wikipédia}

Baseado no ordenamento de Cristo no Evangelho de Mateus («… entra no teu quarto e, fechada a porta, ora a teu Pai que está em secreto…» (Mateus 6:6), o hesicasmo tradicionalmente é definido como o processo de retiro interior pela cessação dos sentidos com o objetivo de obter um conhecimento experimental de Deus (veja theoria)…

Kallistos Ware distingue cinco diferentes sentidos para o termo “hesicasmo”[2]:

  1. “Vida solitária”, um sentido equivalente a “vida eremita“, utilizado desde o século IV;
    1. “A prática da oração interior, com o objetivo de obter a união com Deus num nível além das imagens, conceitos e linguagem”, um sentido encontrado nas obras de Evágrio do Ponto (345-

399), Máximo, o Confessor (ca. 580-662) e Simão, o Novo Teólogo (949-1022);

a Oração de Jesus“, sentido que remonta pelo menos até o século XIII;

… João (São João Clímaco) diz que a tarefa principal do hesicasta é manter uma ascese mental, que consiste na rejeição dos pensamentos tentadores (“ladrões”) que chegam conforme ele sobriamente contempla em sua solidão. Muito da literatura sobre o hesicasmo se ocupa com a análise psicológica destes pensamentos tentadores, algo que remonta ao trabalho sobre as “oito paixões” de Evágrio do Ponto.

As obras “Instituições cenobitas” e “Conferências” de João Cassiano – que escreveu em latim e por isso não aparece na Filocalia – representam a passagem das doutrinas ascéticas de Evágrio para o ocidente e compõem a base da espiritualidade da Ordem de São Bento e suas derivadas…

Monte Atos, na Grecia, é o centro da prática do hesicasmo…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Hesicasmo). (M).

  • Ver “Arsênio nasceu em 350, em Roma, numa família senatorial cristã. Após a morte de seus pais, Afrositty sua irmã foi admitida numa comunidade de virgens, ele doou toda a sua herança para os pobres e passou a viver uma vida asceta. Arsênio se tornou famoso pela sua retidão e sabedoria. Há um considerável debate sobre a acuracidade de diversos pontos na vida de Arsênio.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ars%C3%AAnio,_o_Grande

– Em 08 de maio:

Em Cete, monte do Egipto, Santo Arsénio, que, segundo a tradição, foi diácono da Igreja Romana e, no tempo do imperador Teodósio, se retirou para o ermo, onde, insigne em todas as virtudes, entregou o espírito a Deus. († s. IV/V)

– Ver “Arsênio (português brasileiro) ou Arsénio (português europeu), o Grande, também conhecido como Arsênio, o Diácono, Arsênio de Escetes e Arsênio de Roma, foi um tutor imperial romano que se tornou

um anacoreta ([Os anacoretas (do grego antigo: ἀναχωρητής, anachōrētḗs, “aquele que abdicou do mundo”,[1][2] do verbo ἀναχωρέω, anachōréō, significando “retirar-se”, “recolher-se”[3]) eram monges ou ermitãos cristãos que viviam em retiro e solidão, especialmente nos primórdios do cristianismo, dedicando-se à oração e à escrita de liturgias, a fim de alcançar um estado de graça e pureza de alma pela contemplação.

O termo anacoreta também é utilizado para denominar um penitente que se afastou do convívio humano para viver na mais completa solidão, procurando expiar seus pecados via meditação.

Dentre notórios anacoretas reconhecidos pela Igreja Católica, estão Santo Antão do Deserto e Santo Afraates, da Igreja Siríaca]…

: https://pt.wikipedia.org/wiki/Anacoreta) no Egito e um dos mais

admirados Padres do Deserto, cujos ensinamentos foram muito influentes no desenvolvimento do ascetismo e da vida contemplativa.”: Arsênio, o Grande – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

VER DIA 19 DE JULHO

5*.   No ter­ri­tório de Châ­lons, na Gália, na ho­di­erna França, São Gi­briano, pres­bí­tero, que, vindo da Ir­landa, se fez pe­re­grino por Cristo na Gália. († c. 515)

– Ver “… 515 São Abran Eremita muitos milagres relatados em seu túmulo, especialmente a cura da cegueira. Seus irmãos e irmãs foram todos declarados santos também chamados de Gibrian. 555 ST GIBRIANO
Perto do final do século V – assim nos dizem – chegou à Bretanha da Irlanda uma família composta por sete irmãos e três irmãs, todos os quais haviam abandonado sua terra natal para servir a Deus mais livremente em um país estranho. Os homens eram St Gibrian, St Helan, St Tressan, St German, St Veran, St Abran e St Petran, e os nomes das mulheres eram Francla, Pomptia e Posemna. São Gibriano, que era o mais velho e sacerdote, era seu líder. Eles acabaram se estabelecendo como solitários na floresta perto do Marne, morando sozinhos, mas não tão distantes que não pudessem se visitar de vez em quando. O eremitério de Gibrian ficava na junção do Coole com o Marne. Ele morreu em seu retiro depois de uma vida de oração e austeridade, e uma capela foi erguida sobre seu túmulo.

Os bolandistas tratam dessa suposta família de santos no Acta Sanctorum, maio, vol. ii, imprimindo o que pretende ser sua história de um manuscrito medieval em Reims. Uma coleção de milagres reputados no santuário após a tradução para Reims pode ser encontrada em um apêndice ao sétimo volume de maio. Dom Gougaud, em seu Gaelic Pioneers of Christianity, p. 4, parece estar certo em tratar o relato como lendário, mas esses santos ainda são comemorados liturgicamente em algumas dioceses francesas, principalmente na própria Reims. Ver também O’Hanlon, LIS., vol. v, pág. 129.

Da Irlanda, Abran, o mais velho de cinco irmãos e três irmãs, navegou para a Bretanha com seus irmãos. Lá todos eles continuaram suas ermidas e influenciaram muito as pessoas da região. Abran e seus irmãos e irmãs foram todos declarados santos.
Gibrian (AC) O eremita irlandês Saint Gibrian era o mais velho de nove (ou oito) irmãos, todos os quais migraram para a Bretanha onde se tornaram santos. Eles incluem seus irmãos Tressan (Trasain, um padre), Helan (nós) (padre), Germanus, Abran (parece ser o próprio Gibrian), Petran e as irmãs Franca, Promptia, Possenna. Gibrian trabalhou perto de Reims e foi enterrado em um lugar agora chamado em sua homenagem Saint Gibrian. Seu culto se espalhou por causa dos muitos milagres relatados em seu túmulo, especialmente a cura da cegueira. Suas relíquias foram traduzidas para a basílica de São Remígio em Reims (Benedictines, Montague) …”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay08.html#515_Saint_Abran_Hermit_and_his_brothers

6*.   Em Bourges, na Aqui­tânia, também na ac­tual França, São De­si­dério (São Desiderato, na Folhinha do Coração de Jesus) bispo, que tinha sido guarda do selo real e dotou a sua Igreja com vá­rias re­lí­quias dos mártires. († 550)

– Ver São Desiderato de Bourges. Também conhecido como

  • Desejo
  • Dezydery
  • Desiderato

Memorial

Perfil

A sua família era piedosa; seus pais transformaram sua casa em um hospital , e seus irmãos, Deodato e Didier, morreram como mártires . Desideratus era um cortesão e conselheiro do rei Clotário. Combateu a simonia e a heresia . Ele desejava se aposentar como monge , mas foi escolhido para servir como bispo de Bourges , França em 541 . Participou do 5º Concílio de Orleans em 549 , e do 2º Concílio de Auvergne. Lutou contra o Nestorianismo .

Nascer

Faleceu

Canonizado

informação adicional

Citação MLA

7.   Em Saujon, no ter­ri­tório de Saintes, na Aqui­tânia, hoje também na França, São Mar­tinho, pres­bí­tero e abade. († s. VI)

– Ver “São Martinho de Saujon. Também conhecido como

  • Martinho

Memorial

Perfil

Padre , monge e abade do século VI em Saujon, Saintes, França .

Canonizado

informação adicional

Citação MLA

8.   Em Roma, junto de São Pedro, São Bo­ni­fácio IV, que trans­formou em igreja o Pántheon doado pelo im­pe­rador Foca e o de­dicou a Deus em honra da Virgem Santa Maria e de todos os Már­tires, e fo­mentou muito a vida monástica. († 615).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 615, São Bonifácio IV, papa, que por suas boas relações aumentou a área de influência da Sé Romana no Oriente e na Inglaterra. (M).

Ver págs. 182-183: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Papa Bonifácio IVO.S.B nasceu em Valeria, Império Bizantino.

Monge Beneditino, foi eleito em 25 de Agosto de 608.

No pontificado do Papa Gregório I, Bonifácio era diácono da Igreja de Roma e ocupava o cargo de dispensator, isto é, era o encarregado da administração do património.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Bonif%C3%A1cio_IV

– Ver também: https://www.youtube.com/watch?v=lnA89FsH3Cc

9.   Também junto de São Pedro, São Bento II, papa, in­signe pelo seu amor à po­breza, hu­mil­dade, afa­bi­li­dade, pa­ci­ência e li­be­ra­li­dade nas esmolas. († 685). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 685, São Bento II, papa, que trabalhou pela unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus entre os monotelitas. (M).

Ver página 184: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf  

– Ver também: São Bento II, papa. Ver “Papa Bento II foi Papa de 26 de junho 684 a 8 de maio de 685,[1] natural de Roma. Ainda que breve, o seu pontificado foi relevante pelo ascendente que obteve sobre o poder imperial, tendo conseguido que o Imperador aceitasse que a eleição do papa não necessitasse de confirmação. Também foi considerado Santo.”: Papa Bento II – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver ainda “Com o Pontificado de Bento II, que gozava da estima de Constantino IV, imperador do Oriente, se interrompeu uso da eleição de um Papa, que devia deve ser ratificada por Constantinopla: desde então, era suficiente a aprovação do governador Bizantino, em Ravenna. Bento II faleceu no ano 685.”: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/08.html

10*.   Em Ve­rona, ci­dade da Ve­nécia, hoje no Vé­neto, re­gião da Itália, São Me­trónio, ere­mita, que, se­gundo a tra­dição, passou a vida em grande aus­te­ri­dade e penitência. († c. s. VIII)

11.   Em Ro­er­mond, junto ao rio Mosa, no Bra­bante da Aus­trásia, ac­tu­al­mente na Ho­landa, São Viro, que, se­gundo a tra­dição, jun­ta­mente com os com­pa­nheiros Ple­chelmo e Od­gero, de­sen­volveu um grande tra­balho apos­tó­lico para evan­ge­lizar esta região. († c. 700).

No Martirológio Romano-Monástico, São Virão e seus companheiros. Perto de Roermond, nos Países Baixos. Missionários escoceses fizeram do mosteiro de São Pedro o centro de irradiação de seu apostolado (M).

– Ver São Wiron, bispo e confessor, págs. 185-186: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

12.   Em Sa­lu­décio, no Pi­ceno, hoje na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, São Amado (Amato) Roncóni, re­li­gioso da Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco, ve­ne­rável pela vir­tude da hos­pi­ta­li­dade e as­sis­tência aos peregrinos. († s. XIII f.)

13*.   No mos­teiro de Santa Maria della Serra, também no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, o Beato Ân­gelo de Massácio, pres­bí­tero da Ordem Ca­mal­du­lense e mártir, ar­do­roso de­fensor da ob­ser­vância do domingo. († c. 1458)

14*.   Em Ran­dáccio, na Si­cília, re­gião da Itália, o Beato Luís Rábata, pres­bí­tero da Ordem dos Car­me­litas, fi­de­lís­simo na ob­ser­vância da Regra e ad­mi­rável exemplo de ca­ri­dade para com os inimigos. († 1490)

15*.   No Québec, pro­víncia do Ca­nadá, a Beata Maria Ca­ta­rina de Santo Agostinho (Ca­ta­rina Symon de Long­prey), virgem das Irmãs Hos­pi­ta­leiras da Mi­se­ri­córdia da Ordem de Santo Agos­tinho, que, de­di­cada à as­sis­tência aos en­fermos, res­plan­deceu pelo modo de os animar com o con­forto e o es­tí­mulo da esperança. († 1668)

16*.   Em Hegue, no ter­ri­tório de Baden, na Ale­manha, a Beata Ul­rica ( Ulderica – Fran­cisca Nisch), virgem, das Irmãs da Ca­ri­dade da Santa Cruz, que nos tra­ba­lhos mais hu­mildes, prin­ci­pal­mente como au­xi­liar da co­zinha, sempre se com­portou como in­can­sável serva do Senhor. († 1913)

17*.   No campo de con­cen­tração de Aus­chwitz, perto de Cra­cóvia, na Po­lónia, o Beato An­tónio Bajewski, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Con­ven­tuais e mártir, que, no tempo de­vas­tador da guerra, du­ra­mente mal­tra­tado pelos tor­mentos no cár­cere, al­cançou a glória do Senhor. († 1941)

18. Santa Madalena de Canossa, na Folhinha do Coração de Jesus de 08 de maio..

Ver “Maddalena Gabriella dei marchesi di Canossa (Verona1 de Março de 1774 – Verona, 10 de Abril de 1835) foi uma nobre italiana, canonizada pelo o papa João Paulo II, em 1988, fundadora da Congregação das Filhas e dos Filhos da Caridade (em latim Congregatio Filiorum a Caritate).: https://pt.wikipedia.org/wiki/Madalena_de_Canossa

Em Ve­rona, no Vé­neto, re­gião da Itália, Santa Ma­da­lena de Canossa, virgem, que re­nun­ciou es­pon­ta­ne­a­mente a todas as ri­quezas do seu pa­tri­mónio para se­guir a Cristo e fundou os dois ins­ti­tutos das Fi­lhas e dos Fi­lhos da Ca­ri­dade, para fo­mentar a for­mação cristã da juventude. († 1855)

– Ver em 10 de abril: 

Em Ve­rona, no Vé­neto, re­gião da Itália, Santa Ma­da­lena de Canossa, virgem, que re­nun­ciou es­pon­ta­ne­a­mente a todas as ri­quezas do seu pa­tri­mónio para se­guir a Cristo e fundou os dois ins­ti­tutos das Fi­lhas e dos Fi­lhos da Ca­ri­dade, para fo­mentar a for­mação cristã da juventude. († 1855)

– Ver “Maddalena Gabriella dei marchesi di Canossa (Verona1 de Março de 1774 – Verona, 10 de Abril de 1835) foi uma nobre italiana, canonizada pelo o papa João Paulo II, em 1988, fundadora da Congregação das Filhas e dos Filhos da Caridade (em latim Congregatio Filiorum a Caritate).”

– Ver ainda “… Ela encerrou sua fecunda existência terrena numa sexta feira da paixão. Morreu em Verona, assistida pelas Filhas no dia 10 de abril de 1835. As Congregações foram para o Oriente em 1860. Atualmente estão presentes nos cinco continentes e são chamados de Irmãs e Irmãos Canossianos. Em 1988, o papa João Paulo II canonizou-a, determinando o dia de sua morte para seu culto litúrgico.”: https://evangelhoquotidiano.org/PT/display-saint/9ec7ac94-953d-4e0b-9d81-35b5fe7a8324

19. São Pedro de Tarentaise. Ver “… O maior cuidado do santo prelado dirigia-se aos pobres e doentes. Sua casa era um hospital, principalmente nos três últimos meses antes da colheita, quando os víveres faltavam, sobretudo nas montanhas… Morreu no dia da Exaltação da Santa Cruz, em 14 de setembro do mesmo ano de 1174, e foi enterrado no terceiro dia, por Evrad, arcebispo de Besançon, acompanhado de muitos abades. Havia vivido setenta e três anos; ocupou durante trinta e três anos a sede de Tarantaise. A Igreja honra-lhe a memória no dia 8 de maio. Sua biografia foi elaborada, de acordo com ordens do papa, pelo abade Gofredo de Haute-Combe, testemunha ocular.”, às páginas 169-180: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

20. Santa Juliana de Norvich. Ver “Juliana de Norwich 

(em inglêsJulianNorfolk, c. 8 de novembro de 1342 – Norwich, c. 1416) foi uma anacoreta e mística inglesa. O seu livro Revelações do Amor Divino (Revelations of Divine Love, em inglês), escrito por volta de 1395, foi o primeiro em língua inglesa que se sabe ter sido escrito por uma mulher. Juliana foi também uma autoridade espiritual dentro da sua comunidade, que serviu como conselheira. É venerada na Igreja Católica, apesar de não ter sido beatificada ou canonizada, e nas Igrejas Anglicanas e Luteranas.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Juliana_de_Norwich

21. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 08 DE MAIO (alguns destacados acima):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Aparição de Miguel Arcanjo Nossa Senhora da Divina Providência Nossa Senhora da Graça Nossa Senhora de Luján Nossa Senhora de Pompeia Nossa Senhora de Esterpeto — Acácio de Bizâncio Aloysius Luis Rabata Amatus Ronconi Ângelo de Massaccio Arsênio do Monte Scete Bento II , Papa Bonifácio IV , Papa Desidério de Bourges Domenico di San Pietro Gibrian Helladius de AuxerreHenri Vergès Ida de Nivelles Marie-Catherine de Saint-Augustin Martinho de Saujon Metrô de Verona Otger de Utrecht Paul-Hélène Saint Raymond Pedro de Besançon Pietro de Alos Pietro Petroni Raimundo de Toulouse Teresa Demjanovich Ulrika Fransiska Nisch Victor Mauro Wiro de Utrecht — Bernardino de Bustis Giovanni Vici de Stroncone
todos esses memoriais em uma única página

22. Outros santos do dia 08 de maio: págs. 169-190 (vol.08): obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS DOS SANTOS – 8.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 08 de maio, ver ainda: 8 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 384-387: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://catholicsaints.info/8-may/
  8. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay08.html#        

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira:

Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento” (referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão, ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (ou provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

* 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein:Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

* 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas?
“Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.
“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa infelicidade seria indizível e sem limites.
“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.
“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor.

“Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

* 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

* 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém!São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

* 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo….”

(conf. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_the_Scholastic_Bishop)

================

* 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

 Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias.

Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano). 

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.
  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha , a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

 UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

* 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas…

“…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza…

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso….

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída…

Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

* 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! (…) Ó misericórdia! O meu coração ofega-se quando penso em Vós: para onde eu me dirija a pensar, mais não encontro do que misericórdia»

================

* 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:

  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

* 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. SANTO ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. 

Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano-de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.