Santas e Santos de 14 de setembro

DESTAQUES DE 14 DE SETEMBRO:

1.FESTA DA EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

2. 241º JUBILEU DE BOM JESUS DE MATOSINHOS EM CONGONHAS-MG

HINO AO BOM JESUS

Ó Bom Jesus, Tu és minha esperança

 Entre as agruras de minha dor

Tu és Jesus, o meu encanto,

O meu prazer, o meu amor…

Ó vem, ao meu coração, vem trazer-me paz, vem trazer-me amor

Por ti só quero viver, Vem meu Bom Jesus, Meu Senhor!

Ó Bom Jesus, Aqui sobre essa terra,

Quero viver só pra te amar

Tem piedade, Jesus clemente,

Do meu sofrer, do meu penar!

Ó vem, ao meu coração, vem trazer-me paz, vem trazer-me amor

Por ti só quero viver, Vem meu Bom Jesus, Meu Senhor!

Ó Bom Jesus, Sacrário de Pureza,

És alegria do meu viver

Quero servir-te por toda vida

Quero te amar até morrer.

Ó vem, ao meu coração, vem trazer-me paz, vem trazer-me amor

Por ti só quero viver, Vem meu Bom Jesus, Meu Senhor!

{ https://www.youtube.com/watch?v=G6dgI4a2OdA }

================

“… Olhe dentro do mistério, Ver a cruz vazia, Ver o Salvador ressuscitado, Vitorioso e forte.

Ninguém acima Dele. Nenhum tão forte para salvar. Só ele tem conquistado, o poder da sepultura

Glorioso! Meus olhos têm o visto a glória do Senhor! Glorioso!
Ele está acima dos governantes da Terra…

Olhar para além da lápide, ver o Deus vivo, ver o ressuscitado
O governante do meu coração.

Ninguém acima dele. Nenhum para coincidir com o seu valor.
A esperança da sua volta enche o universo!

Glorioso! Meus olhos têm o visto a glória do Senhor.
Glorioso! Ele está acima dos governantes da Terra

Glorioso, glorioso! Senhor você é glorioso!

Oh … Está Glorioso… Oh … Está Glorioso!…”: https://www.letras.mus.br/paul-baloche/1911232/traducao.html

1. 14 DE SETEMBRO: FESTA DA EXAL­TAÇÃO DA SANTA CRUZ (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, no dia seguinte à de­di­cação da ba­sí­lica da Res­sur­reição, eri­gida sobre o se­pulcro de Cristo, é exal­tada e hon­rada como o troféu da sua vi­tória pascal e sinal que há de apa­recer no céu para anun­ciar a todos a se­gunda vinda do Senhor.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Festa da Exaltação da Santa Cruz, estabelecida antes do séc. V, depois da dedicação da Basílica da Ressurreição, em Jerusalém. O culto da relíquia da verdadeira Cruz conheceu uma nova expansão depois de sua recuperação pelo imperador bizantino Heráclio, em 628. Fragmentos foram distribuídos através do mundo cristão: um deles havia sido exposto, por ordem do Papa oriental Sérgio I, na Igreja do Salvador, em Roma. (R).

– Ver págs. 188-191: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver “… Esta festa é chamada em Grego de Ὕψωσις τοῦ Τιμίου Σταυροῦ e em Latim de Exaltatio Sanctae Crucis (literalmente, “Exaltação da Santa Cruz[a]). Em algumas partes da Comunhão Anglicana a festa é chamada Santo Dia da Cruz, um nome também utilizado por Luteranos. A celebração é às vezes chamada Festa da Cruz Gloriosa.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Exalta%C3%A7%C3%A3o_da_Santa_Cruz

– Ver: “GLORIOUS… Olhe dentro do mistério, Ver a cruz vazia, Ver o Salvador ressuscitado, Vitorioso e forte.

Ninguém acima Dele. Nenhum tão forte para salvar. Só ele tem conquistado, o poder da sepultura

Glorioso! Meus olhos têm o visto a glória do Senhor! Glorioso!
Ele está acima dos governantes da Terra

Olhar para além da lápide, ver o Deus vivo, ver o ressuscitado
O governante do meu coração.

Ninguém acima dele. Nenhum para coincidir com o seu valor.
A esperança da sua volta enche o universo!

Glorioso! Meus olhos têm o visto a glória do Senhor.
Glorioso! Ele está acima dos governantes da Terra

Glorioso, glorioso! Senhor você é glorioso!

Oh … Está Glorioso… Oh … Está Glorioso!…”: https://www.letras.mus.br/paul-baloche/1911232/traducao.html

 

– Ver ainda (em francês) “… 14 de setembro: por que celebrar a Gloriosa Cruz? Um instrumento de tortura infame, a cruz tornou-se o glorioso sinal de ressurreição. No simbolismo cristão, a cruz tem um rosto duplo. No contexto da paixão de Jesus e da morte violenta, os Evangelhos evocam a cruz como instrumento de tortura e gibet da infâmia. A este respeito, é claro, a cruz não merece se tornar um objeto de veneração.

No início, os cristãos viram na cruz, em vez de um acessório assassino, a imagem do sacrifício pelo qual Jesus nos liberta do pecado e da morte. O apóstolo Paulo, já escreve no final de sua epístola aos gálatas: “Para mim, não há outro título de glória que não a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo” (6:14). No hino a Cristo que abre a epístola aos colossenses, diz: “Agrada a Deus fazer toda a plenitude (em seu Filho) habitar e reconciliar tudo por ele e por ele, na terra e no céu, tendo estabelecido a paz pelo sangue de sua cruz” (1:20; cf. 2:13-15). Nesse sentido, a cruz de Cristo pode ser chamada de “gloriosa”: este é o significado da festa de hoje.

O evangelho da festa brinca com o duplo significado do verbo “levantar”: levantar na cruz e levantar em glória. A referência a Moisés e à cobra de latão serve aqui como uma parábola profética. Em outra passagem do quarto evangelho, Jesus declara; “Quando eu for criado da terra, vou atrair todos os homens para mim”, e o evangelista acrescentou: “Por estas palavras ele indicou de qual morte ele ia morrer” (12:32-33). Ao mesmo tempo, ela dá a morte; a crucificação simboliza a vitória sobre a morte.

A “Gloriosa Cruz”

Quando Jesus foi encarregado de ir até a provação, sua cruz não era gloriosa, era o instrumento mais humilhante do tormento. Paulo, como cidadão romano (Ac 22,25, tinha recebido a forma mais elegante de matar, a espada. Mas Jesus era apenas um homem condenado vulgar, entregue ao ocupante romano. Foi a grande façanha de Deus transformar este instrumento odioso de tormento em uma gloriosa cruz através da ressurreição. Até a cruz do bom ladrão tornou-se gloriosa, pois também era a porta de entrada para o paraíso (Lc 23,43).

As cruzes das primeiras igrejas eram gloriosas, como a que o Imperador Constantino viu em sua visão. Era uma cruz de luz, um sinal de ressurreição. Mais tarde, quando Cristo foi retratado na cruz, foi primeiro como ressuscitado, ou no vestido do sumo sacerdote (Ele 4,14-15).

Na Idade Média, as misérias do povo os levaram a expressar a solidariedade de Jesus com o sofrimento humano. Simbolicamente, a imagem se tornou realista. Mas chegou a hora de representar mais uma vez o cristo ressuscitado e glorioso nas cruzes de nossas igrejas. artigo apareceu em “Sinais hoje”: ”: https://croire.la-croix.com/Definitions/Fetes-religieuses/Croix-glorieuse/14-septembre-pourquoi-feter-la-Croix-glorieuse

 

– Ver música “… Lourdes France: Glorious Cross – Croce gloriosa…”: https://www.youtube.com/watch?v=M5UZ_DN0fd0

– Ver ainda “O Dia da Santa Cruz celebra-se a 14 de setembro.

Esta festa é conhecida por vários nomes: Exaltação da Santa Cruz, Santo Dia da Cruz, Dia da Santa Cruz e Festa da Cruz Gloriosa.

A festa comemora a cruz como meio e símbolo de salvação, santidade e vitória sobre o pecado e a morte.

Escolheu-se o dia 14 de setembro para a celebração pois foi neste dia em 335 que se colocou a Santa Cruz em exposição na Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém. Foi Santa Helena da Constantinopla que descobriu a Cruz de Cristo, chamada de Vera Cruz, em 326.

No calendário encontram-se outras festas dedicadas à Santa Cruz, como o Dia da Invenção da Santa Cruz em maio (03 de maio) e o Dia da Crucificação de Cristo (a Sexta-feira Santa)…”: Dia da Santa Cruz | 14 de setembro – Calendarr

– Ver Festa da Exaltação da Santa Cruz

Também conhecido como

  • Festa da Santa Cruz
  • Festa do Triunfo da Cruz
  • Roodmas

Memorial

Sobre a festa

festa foi celebrada em Roma antes do final do século VII . Seu objetivo é comemorar a recuperação daquela porção da Santa Cruz que foi preservada em Jerusalém e que havia caído nas mãos dos persas. O imperador Heráclio recuperou esta preciosa relíquia e a trouxe de volta a Jerusalém em 3 de maio de 629 .

Patrocínio

informação adicional

Leituras

Ó Deus misericordioso, conceda tua presença graciosa a esta tua família, para que tanto na prosperidade quanto na adversidade estejas pronto para ouvir suas orações; e pelo estandarte da Santa Cruz tu te dignas a reduzir a nada todos os ardis perversos de nossos inimigos: para que por tua proteção possamos ser considerados dignos de alcançar a alegria eterna em tua salvação. – Sacramentário Milanês

Citação MLA

VER TAMBÉM 03 DE MAIO: INVENÇÃO (DESCOBERTA) DA SANTA CRUZ

ANOTAÇÕES DE 03 DE MAIO:

O DIA DA INVENÇÃO DE SANTA CRUZ É O DIA 3 DE MAIO.

A data registra a DESCOBERTA (INVENÇÃO) da Cruz de Cristo, a Vera Cruz, em 326, por Santa Helena e ainda a recuperação da mesma Cruz em 628 por Heráclio, que a reconquistou aos persas e a levou às costas para Jerusalém, tendo a entregue ao patriarca Zacarias, no dia 3 de maio de 630. A data recebeu a designação de Dia da Invenção da Santa Cruz, sendo celebrada na Gália a 3 de maio.

Em Portugal e noutros países do mundo existe a tradição de se realizar festas e romarias por volta deste dia, assim como de ornar fontes e cruzeiros com diversas flores, verdura, giestas, rosmaninho, entre outros, para proteger as pessoas dos males que andam à solta de noite.

No calendário encontram-se outras festas dedicadas à Santa Cruz, como o Dia da Santa Cruz em setembro e o Dia da Crucificação de Cristo (Sexta-feira Santa). A Santa Cruz representa o triunfo de Cristo sobre a morte, sendo por isso exaltada nestes dias. Ver: https://www.calendarr.com/portugal/dia-da-invencao-da-santa-cruz/

– Ver ainda “O dia 03 de Maio celebrava primitivamente a recuperação da Santa Cruz que Heráclito obteve dos persas depois da vitória de 628. Mais tarde o objetivo desta festa veio a confundir-se com a da INVENÇÃO, QUE DEVIA CELEBRAR-SE A 14 DE SETEMBRO. Praticamente o dia de hoje tornou-se a festa da INVENÇÃO (DESCOBERTA) sem excluir a recuperação levada a efeito por Heráclio. A tradição atribui a Santa Helena, mãe de Constantino, a honra de ter mandado procurar e de ter encontrado a Cruz do Salvador.

Encontrou-se no lugar do Calvário e nesta mesma data provavelmente em que Constantino mandou construir as duas Basílicas, consagradas em 335, uma no sítio do Calvário e outra no Santo Sepulcro. A preciosa relíquia que os persas tinham roubado e que Heráclio recuperou, foi pelo operador reconduzida solenemente a Jerusalém em 03 de Maio do ano 628. A missa celebra as glórias da Cruz do Salvador e a redenção do homens que nela se operou…”: https://irmandadedocarmo.org/tag/invencao-da-santa-cruz/

– Ver também “Vera Cruz é a denominação dada à verdadeira cruz em que Jesus Cristo foi crucificado.

Segundo historiadores dos últimos períodos da Antiguidade, a imperatriz Helena de Constantinopla (c. 250 d.C.–c. 330 d.C.), mãe do imperador Constantino, o primeiro imperador cristão de Roma, numa data posterior a 312 d.C. quando à Cristandade foi dada liberdade de culto em todo o Império, teria viajado à Terra Santa, fundando igrejas e agências de socorro aos necessitados. Teria sido nessa época que a imperatriz descobriu três cruzes usadas na crucifixão de Jesus e de dois ladrões, Dimas e Gesmas, que foram executados com ele. Um milagre revelou qual das três era a cruz verdadeira, a Vera Cruz… ”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Vera_Cruz

– Ver ainda “… Ao passar para um exame detalhado da doutrina católica sobre este assunto do culto devido à Cruz, será bom notar as teorias de Brock, o Abbé Ansault, le Mortillet, e outros que fingem ter descoberto aquele culto entre os pagãos antes da época de Cristo. Para uma demonstração da origem puramente cristã da devoção cristã, o leitor é encaminhado para ARQUEOLOGIA DA CRUZ E CRUCIFIXO. Veja também as obras de De Harley, Lafargue, e outras citadas no final desta seção…

A Festa da Cruz, como tantas outras festas litúrgicas, teve sua origem em Jerusalém, e está ligada à comemoração da Descoberta da Cruz e do edifício, por Constantino, das igrejas sobre os locais do Santo Sepulcro e do Calvário. Em 335, a dedicação dessas igrejas foi celebrada com grande solenidade pelos bispos que haviam assistido no Conselho de Tiro, e um grande número de outros bispos. Essa dedicação ocorreu nos dias 13 e 14 de setembro.

Esta festa da dedicação, que era conhecida pelo nome do Encnia, foi mais solene; foi em pé de igualdade com os da Epifania e Páscoa.…”: CATHOLIC ENCYCLOPEDIA: The True Cross (newadvent.org)

– Ver também: págs. 70-71: VIDAS DOS SANTOS – 8.pdf (obrascatolicas.com)

===============

2. 2022: 241º JUBILEU DE BOM JESUS DE MATOSINHOS EM CONGONHAS-MG

… Com o tema, “Bom Jesus, Educador e Cuidador da Vida”, este ano (2022), a festividade acontece entre os dias 07 e 14 de setembro.

… Popularmente conhecida, a festa bicentenária é uma das maiores e mais tradicionais manifestação de fé de Minas Gerais. Após dois anos ocorrendo de modo on-line por causa das restrições impostas pela Covid-19, este ano, marca a volta das celebrações com a presença do público.

“O retorno do Jubileu do Bom Jesus traz para todos nós, primeiramente, uma grande alegria, porque há três anos que o jubileu não acontece na praça. Nós somos chamados a encontrar com Jesus, a encontrá-lo na Celebração Eucarística e visitando a sua imagem, seu santuário, a capela e a Sala dos Milagres. É um reencontro salutar, é um encontro com o Divino Mestre. E todo encontro ele traz também aquela grande alegria de poder fortalecer a fé do nosso povo, a fé que nos irmana, a fé que nos compromete. O retorno também do jubileu traz uma espécie de compromisso: de abraçar aquilo que o Bom Jesus abraçou”, compartilha o administrador do Santuário-Basílica do Senhor Bom Jesus, Padre Paulo Barbosa…: https://arqmariana.com.br/noticia/uma-tradicao-cercada-de-fe-e-graca-jubileu-do-bom-jesus-de-matozinhos-em-congonhas-acontece/

– Ver “… A história do Santuário inicia com o minerador português Feliciano Mendes. Diz o Esboço histórico sobre o Santuário de Senhor Bom Jesus de Mattosinhos de Congonhas do Campo, escrito em 1895 e preservado nos arquivos da Arquidiocese de Mariana:

“Corria o anno de 1756. Achava se occupado no trabalho da mineração o português Feliciano Mendes. Nesse penoso trabalho, tendo contraído molestias graves, que o impediram de continuar nelle, resolveo voltar para Portugal a ver se obtinha melhoras para entrar em alguma ordem religiosa, onde pudesse entregar-se todo ao cuidado da salvação de sua alma. Estando firme neste propósito e achando se neste arraial de Congonhas do Campo da antiga comarca do Rio das Mortes, e hoje da comarca de […], lembrou-se ou Deus o inspirou, de levantar uma crus no alto do Morro Maranhão, na beira da estrada do Redondo, e pôs também ali uma Imagem do Senhor para que os passageiros a venerassem e se lembrassem das almas do purgatório e rezassem ou cantassem o terço de Nossa Senhora, tendo elle também em missa ter alguma parte nas orações que alguma alma mais devota do que a sua ali rezasse, com este intuitos collocou uma crus com a Imagem do Senhor no referido logar, que me parece ser aqui onde se acha construída a capella do Senhor Bom Jesus”…[1]

.… Feliciano levantou a dita cruz em 8 de abril de 1757, fundando um pequeno oratório no alto do morro, onde passou a viver como ermitão, e doou toda a sua fortuna em ouro para a construção de uma igreja, financiada também por esmolas que coletou do povo. A construção foi aprovada no mesmo ano pelo bispo de Mariana e pelo rei de Portugal.[2] O projeto tem autoria desconhecida. Disse Luiza de Castro Juste que o próprio Feliciano pode ter orientado o traçado, pois consta no termo de sua admissão à Ordem Terceira de São Francisco de Vila Rica que era “oficial de pedreiro”.[2] 

As obras iniciaram ainda em 1757 pela capela-mor, com a participação dos mestres-pedreiros Domingos Antônio Dantas e Antônio Rodrigues Falcado. Em três anos o edifício já tinha condições de receber o culto, mas muito ainda faltava completar.[3] Pouco se sabe sobre o desenvolvimento das obras, pois a documentação correspondente foi em grande parte perdida.[4]

O fundador morreu em 1765, e os trabalhos tiveram continuidade com a supervisão dos ermitãos seus sucessores, primeiro Gonçalves de Vasconcelos, e depois Inácio Gonçalves Pereira. Uma imagem do Bom Jesus foi encomendada em Portugal para ser entronizada no altar-mor, aumentando o prestígio do culto.[1] De 1765 a 1776 Dantas acrescentou as torres e reforçou a estrutura da nave.[3] O insigne arquiteto e construtor Francisco de Lima Cerqueira esteve na cidade entre 1769 e 1773, mas não se sabe exatamente o que fez. Segundo o IPHAN, teria participado da elevação da capela-mor junto com Tomás da Maia e Brito, colaborado na finalização das torres e deve ter erguido o frontão.[5]

Em 1773 a estrutura estava essencialmente completa.[6] Enquanto isso, continuava a decoração do interior. João Gonçalves Rosa foi incumbido das obras de carpintaria entre 1769 e 1790, criando também o oratório da sacristia, quatro tocheiros, uma estante de jacarandá, o trono do Jesus crucificado e o altar da Casa dos Milagres, onde se guardam os ex-votos.[7] A decoração externa foi finalizada em 1794 por Vicente Freire de Andrada.[8]

… A planta da igreja segue o modelo barroco colonial, com uma nave única, um coro sobre a entrada e uma capela-mor separada da nave por um arco monumental. Corredores em torno da capela-mor levam a uma sacristia nos fundos.[6] A fachada também é típica do período, com um bloco central para o corpo da igreja, de entrada única adornada com uma moldura de pedra lavrada, formando um elaborado frontispício, cujo desenho foi atribuído por Germain Bazin ao Aleijadinho.[5] Rocalhas e cabeças de querubins rodeiam um medalhão onde foram inscritos os símbolos da Paixão de Cristo. No nível superior se abrem dois janelões com balaustrada e verga em arco abatido. Este bloco é coroado por um frontão ornamental de arcos quebrados e volutas, com um óculo periforme ao centro, sobre o qual se eleva uma cruz ladeada de pináculos. Ladeiam o bloco central duas torres sineiras de partido quadrado, com duas seteiras no nível inferior e arcos vazados para os sinos no superior, elementos arrematados por coruchéus em forma de sino, sobre os quais foram instaladas cruzes sustentadas por esferas armilares.[6]

… As capelas onde foram instaladas cenas da Paixão de Cristo só foram construídas bem depois de terminada a igreja, seguindo um projeto de Vicente Freire de Andrada.[8] A partir de 1796 é registrada a atividade de Aleijadinho e sua oficina na elaboração das 66 estátuas que compõem o conjunto, divididas em seis capelas, que apresentam sete dos Passos da Paixão.[5]

O trabalho de Aleijadinho e seus assistentes se prolongou por três anos e cinco meses. Em 1798 foram contratados os pintores Francisco Xavier Carneiro e Mestre Ataíde para encarnar e estofar as imagens, ou seja, pintá-las. A pintura só foi realizada à medida que as capelas foram sendo concluídas — 1808 para as peças da Santa Ceia, 1818 para as do Horto e da Prisão. As obras então foram paralisadas, sendo reencetadas em 1864, terminado-se a última em 1875. Presume-se que a policromia dos seus grupos de imagens date desta época, tendo um acabamento inferior ao dado por Ataíde e Carneiro.[5] As pinturas parietais das capelas também são atribuídas ao Ataíde, mostrando cenários arquitetônicos ou paisagísticos.[16]

… No Santuário de Congonhas o caminho de Jesus até o Calvário desenrola-se em ziguezague, subindo por uma ladeira na qual organizavam-se procissões de penitência para expiar as culpas da sociedade opulenta do final do século XVIII neste importante centro minerador do Novo Mundo. Como disse Massara, esse ziguezague foi concebido principalmente “para tornar mais dolorosa a subida. O peregrino tinha que sentir no seu próprio corpo as dificuldades que o próprio Cristo encontrou quando percorreu os passos de sua Paixão”.[1] À medida que o devoto se desloca entre as capelas (seis capelas) subindo o sacro monte, observa a face de Jesus estampar-se com crescente dor.[18]

… O trajeto processional das capelas não encerra-se nelas, mas passa pelo conjunto dos profetas (12 profetas), carregado de outros simbolismos, e culmina na igreja, onde o devoto no altar-mor contempla Jesus na cruz levantada, encontra nas paredes pinturas referentes à Salvação e, ao voltar seu olhar para cima, vê no teto (o céu simbólico) Jesus redivivo e triunfante na eternidade, fechando o ciclo dos mistérios da Paixão através de um complexo roteiro iconográfico organizado de maneira coerente.[1][19]

Giuseppe Ungaretti, que sensibilizou-se com a expressividade das figuras, considerando-a mística, disse que “os profetas do Aleijadinho não são barrocos, são bíblicos”.[30] John Bury, um dos mais destacados historiadores da arte colonial brasileira, assim os analisou:

“Os Profetas do Aleijadinho são obras-primas, e isso em três aspectos distintos: arquitetonicamente, enquanto grupo; individualmente, como obras escultóricas, e psicologicamente, como estudo de personagens que representa. Desde este último ponto de vista, elas são […] as esculturas mais satisfatórias de personagens do Antigo Testamento que jamais foram executadas, com exceção do Moisés de Michelangelo. […] É improvável que o escultor tenha tido qualquer influência na seleção e ainda menos na escolha da opção básica dos profetas em lugar, por exemplo, dos apóstolos. Por outro lado, a profunda reflexão e sentimento que transparecem nessa interpretação extremamente pessoal indicam que os profetas constituíam um tema com o qual o artista sentia grande afinidade. […] A profundidade da obra do Aleijadinho lhe confere uma posição única na arte colonial portuguesa e espanhola. Na verdade, ele aspira a uma posição que ultrapassa as limitações coloniais, podendo portanto ser saudada como a grande descoberta desta geração, assim como a pintura de El Greco o foi para a geração passada”.[10]

… Mucci afirmou que “todos os críticos, e espectadores, são unânimes em admirar o ‘quadro de rara beleza’, a ‘Bíblia de pedra-sabão’, inscrita por um artista deformado pela doença e pela dor”.[32] 

Carlos Drummond de Andrade os louvou em um poema:

Esse mulato de gênio

lavrou na pedra-sabão

todos os nossos pecados,

as nossas luxúrias todas,

e esse tropel de desejos,

essa ânsia de ir para o céu

e de pecar mais na terra (…)

Era uma vez um Aleijadinho,

não tinha dedo, não tinha mão,

raiva e cinzel lá isso tinha,

era uma vez um Aleijadinho,

Era uma vez muitas igrejas

com muitos paraísos e muitos infernos,

era uma vez São João, Ouro Preto, Sabará, Congonhas,

era uma vez muitas cidades,

e um Aleijadinho era uma vez. [32]

Ver artigo principal: Senhor Bom Jesus

– … A devoção ao Bom Jesus de Matosinhos tem origens antiquíssimas. Segundo uma lenda, ela nasceu quando uma imagem de Jesus crucificado arribou às praias de Matosinhos, em Portugal, no ano de 124. Veio a se acreditar que esta imagem teria sido esculpida por Nicodemos, que segundo a narrativa bíblica assistira à crucificação de Jesus, e a lançara ao mar para evitar a perseguição religiosa. A dita imagem foi abrigada no mosteiro local, criando-se em seu redor forte devoção, considerada milagrosa. Em 1559 decidiu-se construir uma igreja especial para a imagem, a que hoje ainda existe em Matosinhos. A devoção se tornou a mais importante do norte de Portugal, sendo introduzida no Brasil pelos colonizadores e ganhando rápida difusão, tanto que 23 cidades brasileiras foram fundadas sob a invocação do Bom Jesus. No período colonial, segundo Marcia Toscan, a mais popular peregrinação do Brasil era dirigida à Igreja de Congonhas, ocorrendo com grandes festejos.[1]

…: https://pt.wikipedia.org/wiki/Santu%C3%A1rio_do_Bom_Jesus_de_Matosinhos#cite_note-23

================

14 DE SETEMBRO: SOLENIDADE DO SENHOR DO BONFIM, Titular na catedral de Grajaú- MA, conforme o DIRETÓRIO DE LITURGIA DA CNBB – 2022

================

Ver 14 DE SETEMBRO NA IGREJA ORTODOXA “… Todas as comemorações fixas abaixo são comemoradas no dia 27 de setembro pelas igrejas ortodoxas sob o Velho Calendário. No dia 14 de setembro do calendário civil, as igrejas sob o Velho Calendário celebram as comemorações listadas no dia 1 de setembro….: https://pt.wikipedia.org/wiki/14_de_setembro_na_Igreja_Ortodoxa

OUTROS SANTAS E SANTOS DE 14 DE SETEMBRO

2.   Em Roma, junto à Via Ápia, na cripta de Lu­cina do ce­mi­tério de Ca­listo, o se­pul­ta­mento de São Cor­nélio, papa e mártir, que se opôs te­naz­mente ao cisma de No­va­ciano e re­cebeu com grande ca­ri­dade na co­mu­nhão da Igreja muitos dos que ti­nham caído no cisma; exi­lado pelo im­pe­rador Galo para Ci­vi­ta­véc­chia, so­freu, se­gundo o tes­te­munho de São Ci­priano, tudo o que se podia so­frer. A sua me­mória ce­lebra-se de­pois de amanhã. († 252).

Observação: No Diretório da Liturgia, CNBB: Memória de São Cornélio dia 16 de setembro.

3.   Em Car­tago, na ho­di­erna Tu­nísia, a paixão de São Ci­priano, bispo, ad­mi­rável pela sua san­ti­dade e dou­trina, que di­rigu ex­ce­len­te­mente a Igreja em tempos muito ad­versos, en­co­rajou os con­fes­sores da fé nas suas tri­bu­la­ções e, no tempo dos im­pe­ra­dores Va­le­riano e Ga­lieno, de­pois de um atri­bu­lado exílio, con­sumou o seu mar­tírio di­ante de uma grande mul­tidão, morto ao fio da es­pada por ordem do procônsul. A sua me­mória ce­lebra-se de­pois de amanhã. († 258).

Observação: No Diretório da Liturgia, CNBB: Memória de São Cipriano dia 16 de setembro

4.   Em Co­lónia, na Ger­mânia, hoje na Ale­manha, São Ma­terno (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que con­duziu à fé de Cristo os ha­bi­tantes de Ton­gres, Co­lónia e Tréveris. († d. 314).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, São Materno, bispo da Igreja de Treves, que foi o fundador da Sé de Colônia. (M)

– Ver “… Maternus of Cologne B (RM) Faleceu c. 325. São Maternus é o primeiro bispo conhecido de Trèves (Trier, Alemanha), e alguns dizem também o bispo de Colônia e Tongern. Seu nome é mencionado em conexão com a controvérsia de Donatus. São Pedro Canísio defende a identificação medieval de São Materno com o filho da viúva de Naim que foi ressuscitado dos mortos por Jesus. Ele teria sido um discípulo de São Pedro (Beneditinos). Na arte, São Materno é um bispo segurando uma grande chave. Ele também pode ser mostrado segurando três igrejas combinadas como uma ou com um báculo e cajado de peregrino ou muleta de eremita (Roeder)…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember14.html

5.   Em Co­mana, no Ponto, hoje Gu­menek, na Tur­quia, o dia natal de São João Cri­sós­tomo, cuja me­mória se ce­lebra na vés­pera deste dia. (Observação: ver dia 13 de setembro) († 407)

6.   No mos­teiro de Bel­le­vaux, no ter­ri­tório de Be­sançon, o pas­sa­mento de São Pedro, bispo, que, sendo abade cis­ter­ci­ense, foi ele­vado à sede epis­copal de Mou­tiers, que di­rigiu com ar­dente zelo, tra­ba­lhando também va­lo­ro­sa­mente pela con­córdia entre os povos. († 1174)

7.   Em Akko (conforme Martirológio Romano de 14 de setembro), na Pa­les­tina, Santo Al­berto, bispo, que, trans­fe­rido da Igreja de Ver­celas para a Igreja de Je­ru­salém, compôs uma regra para os ere­mitas do monte Car­melo e, quando ce­le­brava a festa da Exal­tação da Santa Cruz, foi pas­sado à es­pada por um homem ímpio que ele tinha repreendido. († 1215).

– Ver dia 17 de setembro: “Festa a 17 de Setembro”: http://www.carmelitas.pt/site/santos/santos_ver.php?cod_santo=31

-Ver Santo Alberto e a origem da Ordem dos Carmelitas, págs. 173-185 (VIDAS DOS SANTOS DE 14 DE SETEMBRO): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver ainda “Santo Alberto de Jerusalém foi cônego regular, bispo e patriarca Latino de Jerusalém.

Estudou teologia e Direito, principalmente o Direito Canónico. Depois de concluir os seus estudos, entrou para os Cônegos Regulares de Santa Cruz de Mortara (Pavia), onde em 1180 foi nomeado prior. Bispo de Bobbio em 1184 e de Vercelli no ano seguinte. Mediou os acordos de paz entre Pavia e Milão em 1194 e entre Parma e Piacenza em 1199.

Foi designado Patriarca Latino de Jerusalém em 1205. No exercício do seu ministério encarnou sempre o ideal do Bom Pastor, tanto pela palavra como pelo exemplo de sua vida. Ajudou na fundação da Ordem dos Carmelitas no ano de 1209, na mediação das várias disputas entre o Reino de Jerusalém e o Reino do Chipre, bem como entre a Ordem dos Templários e o Reino Arménio da Cilícia. No ano de 1214, foi convidado a participar no Quarto Concílio de Latrão, mas foi assassinado em São João de Acre.

Durante o tempo em que esteve na Terra Santa escreveu a Regra da Ordem do Carmo, conhecida como Regra Albertina.

Sua festa litúrgica é celebrada dia 17 de setembro.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Alberto_de_Jerusal%C3%A9m

8*.   Em Ében, po­vo­ação do Tirol, na ho­di­erna Áus­tria, Santa Not­burga (também na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Noteburga), virgem, que, de­di­cada à vida do­més­tica, serviu a Cristo nos po­bres, dando aos cam­po­neses um ad­mi­rável exemplo de santidade. († 1313).

– Ver págs. 186-187: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver também no dia 26 de janeiro, página 195-196: VIDAS DOS SANTOS – 2.pdf (obrascatolicas.com)

– Ver “… Santa Notburga Padroeira dos pobres servos camponeses do Tirol; famosa por seus milagres e preocupação com os pobres… Nasceu em Rattenberg, no Tirol, filha de camponeses. Aos dezoito anos, ela se tornou uma serva na casa do conde Henry de Rattenberg. Quando Notburga repetidamente dava comida aos pobres, ela foi demitida pela esposa do conde Henry, Ottilia, e assumiu o cargo de serva de um humilde fazendeiro. Enquanto isso, Henry sofrendo uma série de infortúnios e contratempos, não perdeu tempo restaurando Notburga ao seu posto depois que sua esposa morreu. Notburga foi sua governanta pelo resto da vida e era famosa por seus milagres e preocupação com os pobres…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember14.html

9*.   Num barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, no li­toral da França, o Beato Cláudio La­place, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, en­cer­rado na ga­lera por causa do sa­cer­dócio, morreu con­ta­giado por uma grave enfermidade. († 1794)

10.   Em Chengdu, ci­dade do Si­chuan, pro­víncia da China, São Ga­briel Tau­rino Du­fresse, bispo e mártir, que cul­minou com o mar­tírio por de­ca­pi­tação a in­tensa ac­ti­vi­dade apos­tó­lica a que se de­dicou du­rante qua­renta anos. († 1815).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1815, o Bem-Aventurado Gabriel Taurino Dufresne, vigário apostólico das missões estrangeiras, martirizado depois de ter evangelizado com sucesso, durante mais de quinze anos, a China Meridional. (X).

– No VIDAS DOS SANTOS, Bem-Aventurado Gabriel Taurin Dufresse. Ver páginas: 192-195: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

– Ver “… Bem-aventurado Gabriel-John Taurin Dufresse M (AC) Nasceu em Ville-de-Lezoux, diocese de Clermont, França, 1750; morreu na China em 1815; beatificado em 1900. O Beato Gabriel-John completou seus estudos no seminário para as missões estrangeiras e iniciou seu trabalho missionário na China em 1777. Em 1800, foi consagrado bispo titular de Tabraca. Após 15 anos de perigo contínuo, o bispo Gabriel-John foi traído por um cristão nativo e decapitado (beneditinos)…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember14.html

11♦.   Em Ma­drid, na Es­panha, os be­atos Sa­bino Ayastuy Errasti, Jo­a­quim Ochoa Sa­lazar e Flo­rêncio Ar­naiz Cejudo, re­li­gi­osos da Com­pa­nhia de Maria e már­tires, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, al­can­çaram a glória celeste. († 1936)

12♦.   Também em Ma­drid, Ma­nuel Ál­varez Álvarez, pres­bí­tero, e Teó­filo Montes Calvo, re­li­gioso, ambos da Ordem dos Pre­ga­dores e már­tires, que, na mesma per­se­guição, al­can­çaram a palma da glória ce­leste. († 1936)

13. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, São Crescêncio, jovem mártir venerado no cemitério de Santa Priscila. (M)

– Ver “… São Crescentius, o filho de 11 anos de Santo Eutímio, foi capturado em Perugia e retornou a Roma, onde foi torturado e decapitado por confessar sua fé sob Diocleciano (Beneditinos)…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember14.html

14. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1174, São Pedro de Tarentaise, monge cisterciense de Bonnevaux, no Dauphiné, sucessivamente chamado a fundar a abadia de Tamié e depois dirigir a mais antiga das dioceses de Savóia. Artesão da unificação, negociou a paz entre Henrique II da Inglaterra e o rei da França, Luís VII. Levou à Savóia a Ordem Cisterciense, e fez com que toda a Europa reconhecesse o Papa legítimo, Alexandre III, contra o anti-papa apoiado por Frederico Barba-Rocha. (M)

15. Beata Élia Flacila. Ver “… Élia Flávia Flacila, (em latimAelia Flavia Flaccilla; m. 385) conhecida geralmente apenas como Élia Flacila, foi uma imperatriz-consorte romana, primeira esposa do imperador Teodósio I. Ela era descendente de romanos hispânicos. Ela teve dois filhos, os futuros imperadores Arcádio e Honório, e uma filha, Pulquéria. Deu-se-lhe o título de Augusta, como demonstram as moedas cunhadas com a sua efígie… Élia é comemorada como santa pela Igreja Ortodoxa no dia 14 de setembro.[5][8]”:  https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%89lia_Flacila

16. São Cormac mac Cuilennáin. Ver: “…Cormac mac Cuilennáin (Cashel, c. 836 — Ballaghmoon, setembro de 908) foi um bispo e rei irlandês, conhecido como grande estudioso e canonizado nas igrejas católica e ortodoxa, com memória celebrada em 14 de setembro…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cormac_mac_Cuilenn%C3%A1in

17. Santa Rósula. Na Folhinha do Coração de Jesus

– Ver “… Em Cartago, os santos mártires Crescenciano, Vítor, Rósula e Geral”, à página 195: VIDAS DOS SANTOS – 16.pdf (obrascatolicas.com)

18. . VER SANTAS E SANTOS DE 14 DE SETEMBRO (ALGUNS DESTACADOS ACIMA):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Exaltação da Santa Cruz (festa) — Aelia Flaccila Alberto de Jerusalém Antonio Rondon Caerealis Claude Laplace Cormac de Cashel Crescente de Cartago Crescentius de Roma Generalis de Cartago Giulia CrostarosaJean Gabriel Taurin du Fresse Maternus de Colônia Mor Notburga Odilardo de Nantes Pedro Bruch Cotacáns Pedro de Tarentaise Raimundo de Moncada Rosula de Cartago Salústia Vencedor de Cartago
todos esses memoriais em uma única página

19. Outras santas e santos do dia 14 de setembro, págs. 173-196, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2016.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 14 de setembro, ver ainda: 14 de setembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje):

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 722-724: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. https://idoc.pub/queue/martirologio-romanopdf-2nv8gx23j9lk
  4. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  5. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  6. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  7. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  8. The Book of Saints – A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015)
  9. https://www.eltestigofiel.org/index.php  
  10. MÁRTIRES DE GRUPO: http://newsaints.faithweb.com/martyrs.htm
  11. SANTOS CATÓLICOS: https://catholicsaints.info/14-september/                
  12. SANTOS DO DIA: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DaySeptember14.html#

  (Sobre os sites que mostram os santos do dia e outros em inglês: Tradução Google) 

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO TODOS! BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO!   AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO  DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (e provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 DE MARÇO: SÃO CLEMENTE-MARIA HOFFBAUER:

Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa       infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao Seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo.” http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_th e_Scholastic_Bishop)

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

PAI AMADO, QUE ESTA SEJA A MINHA (NOSSA) VONTADE E MEU (NOSSO) TESTAMENTO! AMÉM!

===============

  • 20 DE ABRIL: PROJETO DE VIDA DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha, a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 DE ABRIL, SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza.

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso…

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída”. Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! …»

================

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 31 de maio: NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

Lembrai-vos, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração, do poder inefável que vosso divino filho vos concedeu sobre seu Coração adorável.

Com a maior confiança em vossos merecimentos, vimos
implorar a vossa proteção.
Vós sois celeste Tesoureira do Coração de Jesus, daquele coração que é o
manancial inexaurível de todas as graças e que podeis abrir a vosso
bel prazer para fazer descer sobre os homens todos os tesouros de amor e
misericórdia, de luz e salvação que Ele encerra;

concedei-nos, vo-lo pedimos, os favores que suplicamos (fazer o pedido).
Sois nossa Mãe, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração.

Acolhei benignamente as nossas preces e dignai-vos a deferi-las.

Amém!
Nossa Senhora do Sagrado Coração, rogai por nós!

(conf.https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o)

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* 08 DE JUNHO (09 de junho): SANTO EFRÉM

“As virtudes são formadas pela oração. A oração preserva a temperança. A oração suprime a raiva. A oração previne emoções de orgulho e inveja. A oração atrai para a alma o Espírito Santo e eleva o homem ao céu– Santo Efrém

Lembrem-se de mim, vocês, herdeiros de Deus, irmãos de Cristo; suplicai fervorosamente ao Salvador por mim, para que eu seja liberto por meio de Cristo daquele que luta contra mim dia a dia– Santo Efrém, O Medo no Fim da Vida

Vós, mártires vitoriosos , que suportastes com alegria os tormentos por amor de Deus e Salvador, vós que tendes ousadia de falar para com o próprio Senhor, vós santos, intercedei por nós, homens tímidos e pecadores, cheios de preguiça, para que a graça de Cristo venha sobre nós e ilumine os corações de todos nós para que possamos amá-lo– Santo Efrém, de Comentário sobre Marcos

Senhor, derrama sobre nossas almas obscurecidas a luz brilhante de tua sabedoria para que possamos ser iluminados e servi-lo com pureza renovada. O nascer do sol marca a hora para os homens começarem sua labuta, mas em nossas almas, Senhor, prepare uma morada para o dia que nunca terminará. Através do nosso zelo incessante por você, Senhor, coloca sobre nós o sinal do Seu dia que não é medido pelo sol. Em Seu sacramento, todos os dias O abraçamos e O recebemos em nossos corpos; torna-nos dignos de experimentar a ressurreição pela qual esperamos. Ensina-nos a encontrar a nossa alegria a Seu favor! Salvador, sua crucificação marcou o fim de sua vida mortal; ensina-nos a crucificar-nos e a abrir caminho para a nossa vida no Espírito– de um sermão de Santo Efrém”

================

* 13 DE JUNHO: SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

“…. António de Pádua, ou de Lisboa como é conhecido, definiu a oração «como uma relação de amor, que leva o homem ao diálogo o Senhor”, e descreveu quatro “atitudes” que devem caracterizá-la: “(1) abrir com confiança o nosso coração a Deus, (2) conversar afetuosamente com Ele, (3) apresentar-lhe as nossas necessidades, (4) dar-lhe louvor e gratidão…” Conforme:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune13.html#1231_St._Anthony_or_Antonio_Of_Padua_a

================

* 21 DE JUNHO: SÃO LUÍS GONZAGA

“Não há sinal mais evidente de que alguém é santo e do número dos eleitos, do que vê-lo levando uma vida boa e ao mesmo tempo vítima de desolação, sofrimento e provações”– São Luís Gonzaga

“Aquele que deseja amar a Deus não o ama verdadeiramente se não tiver um desejo ardente e constante de sofrer por Ele”– São Luís Gonzaga

“Ó Santa Maria! Minha mãe; em tua bendita confiança e custódia especial, e no seio de tua misericórdia, eu neste dia, e todos os dias, e na hora de minha morte, entrego minha alma e meu corpo. A ti entrego todas as minhas ansiedades e dores, minha vida e o fim de minha vida, para que por tua santíssima intercessão e por teus méritos, todas as minhas ações sejam dirigidas e governadas por tua vontade e a de teu Filho– São Luís Gonzaga

“Que o conforto e a graça do Espírito Santo sejam seus para sempre, honrada senhora. Sua carta me encontrou ainda nesta região dos mortos, mas agora devo me levantar para finalmente fazer meu caminho para o céu e louvar a Deus para sempre na terra dos vivos; na verdade, eu esperava que antes dessa época minha viagem tivesse terminado. Se a caridade, como diz São Paulo, significa “chorar com os que choram e alegrar-se com os que se alegram”, então, querida mãe, você se alegrará muito que Deus em sua graça e seu amor por você está me mostrando o caminho para a verdadeira felicidade e me assegurando que nunca o perderei. Cuide-se acima de tudo, honrada senhora, para não insultar a infinita bondade de Deus; você certamente faria isso se lamentasse como morto um vivo face a face com Deus , alguém cujas orações podem lhe trazer em seus problemas uma ajuda mais poderosa do que jamais poderiam na terra. E nossa separação não será por muito tempo; nos veremos novamente no céu; estaremos unidos com nosso Salvador; lá o louvaremos de coração e alma, cantaremos suas misericórdias para sempre e desfrutaremos da felicidade eterna”– de uma carta à mãe de São Luís Gonzaga

Ó Deus, doador de dons celestiais, que em São Luís Gonzaga uniu a penitência a uma maravilhosa inocência da vida, concede por seus méritos e intercessão que, embora não o tenhamos seguido na inocência, possamos imitá-lo na penitência. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, um só Deus, pelos séculos dos séculos– coleta para a memória litúrgica de São Luís Gonzaga

Citação MLA

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

27 de junho: NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, nós vos suplicamos, com toda a força do nosso coração, amparar a cada um de nós em Vosso colo materno, nos momentos de insegurança e sofrimento.

Que o Vosso olhar esteja sempre atento, para não nos deixar cair em tentação e, que em vosso silêncio, aprendamos a aquietar nosso coração e fazer a vontade do Pai.

Intercedei junto a Ele pela paz no mundo e por nossas famílias.

Abençoai todos os Vossos filhos e filhas enfermos.

Iluminai nossos governantes e representantes para que sejam sempre servidores do grande povo de Deus.

Concedei-nos, ainda, muitas e santas vocações religiosas, sacerdotais e missionárias para a maior difusão do Reino de Vosso Filho Jesus Cristo. Enfim, derramai no coração dos Vossos filhos e filhas a Vossa bênção de amor e misericórdia. Sede sempre o nosso Perpétuo Socorro na vida e, principalmente, na hora da morte.

Amém.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!

================

* 15 de julho: SÃO BOAVENTURA

A oração é, portanto, a fonte e a origem de todo caminho ascendente em direção a Deus. Que cada um de nós, então, volte-se para a oração e diga ao nosso Senhor Deus: ‘Guia-me, Senhor, no teu caminho, para que eu possa andar na tua verdade.’ “

Cristo é tanto o caminho quanto a porta. Cristo é a escada e o veículo, como o “trono da misericórdia sobre a Arca da Aliança” e “o mistério oculto dos séculos”. 

Um homem deve voltar toda a sua atenção para este trono de misericórdia, e deve olhar para ele pendurado na cruz, cheio de fé, esperança e caridade, devoto, cheio de admiração e alegria, marcado pela gratidão e aberto ao louvor e júbilo. 

Então, tal homem fará com Cristo uma “pasch”, {uma páscoa} isto é, uma passagem. Pelos ramos da cruz ele passará o Mar Vermelho, deixando o Egito e entrando no deserto. Lá ele provará o maná escondido e descansará com Cristo no sepulcro, como se estivesse morto para as coisas de fora. Ele experimentará, tanto quanto for possível para quem ainda vive, o que foi prometido ao ladrão pendurado ao lado de Cristo: “Hoje você estará comigo no paraíso”.

================

* 19 DE JULHO: SANTO AMBROSIO AUTPERTO:

…ressaltando a prioridade que em cada busca teológica da verdade compete ao amor, ele dirige-se a Deus com estas palavras:Quando por nós és perscrutado intelectualmente, não és descoberto como és realmente; quando és amado, és alcançado“.

================

* 30 DE JULHO: SÃO PEDRO CRISÓLOGO

Ouça o apelo de Deus: Em mim, quero que você veja seu próprio corpo, seus membros, seu coração, seus ossos, seu sangue. Você pode temer o que é divino, mas por que não amar o que é humano? Você pode fugir de mim como o Senhor, mas por que não correr para mim como seu pai? Talvez você esteja cheio de vergonha por causar minha amarga paixão. Não tenha medo. Esta cruz inflige um dano mortal, não em mim, mas na morte. Esses pregos não me doem mais, mas apenas aprofundam meu amor por você. Eu não clamo por causa dessas feridas, mas através delas eu o atraio para o meu coração. Meu corpo foi esticado na cruz como um símbolo, não do quanto eu sofri, mas do meu amor abrangente. Não considero menos que derramar meu sangue: é o preço que paguei pelo seu resgate. Venha, então, volte para mim e aprenda a me conhecer como seu pai, que retribui o mal com o bem, a injúria com o amor e a caridade sem limites nas feridas penetrantes”.

… Ouça agora o que o Apóstolo nos exorta a fazer. Apelo a vocês, diz ele, para que apresentem seus corpos como sacrifício vivo. Por esta exortação dele, Paulo elevou todos os homens ao status sacerdotal. Quão maravilhoso é o sacerdócio do cristão, pois ele é tanto a vítima que é oferecida em seu próprio nome, quanto o sacerdote que faz a oferta. Ele não precisa ir além de si mesmo para buscar o que deve imolar a Deus: consigo mesmo e em si mesmo traz o sacrifício que deve oferecer a Deus por si mesmo. A vítima permanece e o padre permanece, sempre um e o mesmo. Imolada, a vítima ainda vive: o padre que imola não pode matar. Verdadeiramente é um sacrifício incrível em que um corpo é oferecido sem ser morto e sangue é oferecido sem ser derramado. 

O Apóstolo diz: Apelo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo. Irmãos, este sacrifício segue o padrão do sacrifício de Cristo pelo qual ele deu seu corpo como imolação viva pela vida do mundo. Ele realmente fez do seu corpo um sacrifício vivo, porque, embora morto, continua a viver. Em tal vítima, a morte recebe seu resgate, mas a vítima permanece viva. A própria morte sofre o castigo. É por isso que a morte para os mártires é realmente um nascimento, e seu fim um começo. Sua execução é a porta para a vida, e aqueles que se pensava terem sido apagados da terra brilham brilhantemente no céu. Paulo diz: Rogo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo e santo. O profeta disse a mesma coisa: Sacrifício e oferta não quiseste, mas preparaste um corpo para mim. Cada um de nós é chamado a ser um sacrifício a Deus e ao seu sacerdote. Não perca o que a autoridade divina lhe confere. Vista as vestes da santidade, cinge-se com o cinto da castidade. Deixe Cristo ser seu capacete, deixe a cruz em sua testa ser sua proteção infalível. Sua couraça deve ser o conhecimento de Deus que ele mesmo lhe deu. Continue queimando continuamente o cheiro doce do incenso da oração. Pegue a espada do Espírito. Deixe seu coração ser um altar. Então, com plena confiança em Deus, apresente seu corpo para o sacrifício. Deus não deseja a morte, mas a fé; Deus não tem sede de sangue, mas de auto entrega; Deus é apaziguado não pela matança, mas pela oferta de seu livre arbítrio. – de um sermão de São Pedro Crisólogo…”: https://catholicsaints.info/saint-peter-chrysologus/

================

* 31 DE JULHO: SANTO INÁCIO DE LOYOLA

“Se Deus faz com que você sofra muito, é sinal de que Ele tem grandes desígnios para você, e que certamente pretende fazer de você um santo. E se você deseja se tornar um grande santo, peça a Ele que lhe dê muitas oportunidades de sofrimento; pois não há lenha melhor para acender o fogo do amor santo do que a lenha da cruz, que Cristo usou para Seu próprio grande sacrifício de caridade sem limites…”

================

* 01 DE AGOSTO: SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO

“Eu o amo, Jesus meu amor, eu o amo mais do que a mim mesmo. Arrependo-me de todo o coração por tê-lo ofendido. Nunca permita que eu me separe de você novamente. Que eu o ame sempre, e então faça comigo o que quiser” … Santo Afonso Ligório

Santíssima e Imaculada Virgem! Ó minha Mãe! Tu que és a Mãe do meu Senhor, a Rainha do mundo, a advogada, a esperança e o refúgio dos pecadores! Eu, o mais miserável entre eles, agora venho a ti. Eu te adoro, grande Rainha, e te dou graças pelos muitos favores que me concedeste no passado; acima de tudo, agradeço-te por me ter salvado do inferno, que tantas vezes merecia. Amo-te, Senhora mais digna de todo amor, e, pelo amor que te carrego, prometo sempre no futuro servir-te e fazer o que me cabe para ganhar outros para o teu amor. Em ti ponho toda a minha confiança, toda a minha esperança de salvação. Recebe-me como teu servo e cobre-me com o manto da tua proteção, tu que és a Mãe de misericórdia! E visto que tens tanto poder com Deus, livra-me de todas as tentações, ou pelo menos obtenha para mim a graça de sempre superá-los. De ti peço um verdadeiro amor de Jesus Cristo e a graça de uma morte feliz. Ó minha Mãe! Por teu amor a Deus, suplico-te que sejas meu ajudante em todos os momentos, mas sobretudo no último momento de minha vida. Não me deixes até que me vejas seguro no céu, lá por séculos sem fim para te abençoar e cantar teus louvores. Tal é a minha esperança. Um homem. – Santo Afonso Ligório

Deus diz a cada um de nós: “Dá-me o teu coração, isto é, a tua vontade”. Nós, por nossa vez, não podemos oferecer nada mais precioso do que dizer: “Senhor, toma posse de nós; damos-te toda a nossa vontade; faça-nos entender o que você deseja de nós, e nós o realizaremos”. Se quisermos dar plena satisfação ao coração de Deus, devemos trazer nossa própria vontade em tudo em conformidade com a dele; e não apenas em conformidade, mas também em uniformidade, no que diz respeito a tudo o que Deus ordena. A confirmação significa a união de nossa própria vontade com a vontade de Deus; mas a uniformidade significa, além disso, fazer do divino e da nossa vontade uma só vontade, de modo que nada desejamos senão o que Deus deseja, e sua vontade se torna a nossa. Esta é a soma e a substância daquela perfeição à qual devemos sempre aspirar; este deve ser o objetivo de tudo o que fazemos e de todos os nossos desejos, meditações e orações. Para isso, devemos invocar a assistência de todos os nossos santos padroeiros e nossos anjos da guarda e, sobretudo, de nossa divina mãe Maria , que foi a santa mais perfeita, porque abraçou mais perfeitamente a vontade divina…” – Santo Afonso Ligório, de O amor redentor de Cristo

================

* 04 DE AGOSTO: SÃO JOÃO MARIA VIANNEY

Meus filhinhos, reflitam nestas palavras: o tesouro do cristão não está na terra, mas no céu. Nossos pensamentos, então, devem ser direcionados para onde está nosso tesouro. Este é o glorioso dever do homem: orar e amar. Se você orar e amar, é aí que reside a felicidade de um homem. A oração nada mais é do que a união com Deus. Nesta união íntima, Deus e a alma estão fundidos como dois pedaços de cera que ninguém pode separar. Essa união de Deus com uma pequena criatura é uma coisa adorável. É uma felicidade além da compreensão. 

Meus filhinhos, seus corações, são pequenos, mas a oração os estica e os torna capazes de amar a Deus. Através da oração recebemos um antegozo do céu e algo do paraíso desce sobre nós. A oração nunca nos deixa sem doçura. É o mel que flui nas almas e torna todas as coisas doces. 

Quando oramos corretamente, as tristezas desaparecem como a neve diante do sol. Alguns homens mergulham tão profundamente na oração como peixes na água, porque se entregam totalmente a Deus. Oh, como amo essas nobres almas! Como somos diferentes deles! Quantas vezes chegamos à igreja sem ideia do que fazer ou do que pedir. E, no entanto, sempre que vamos a qualquer ser humano, sabemos muito bem por que vamos. E ainda pior, há alguns que parecem falar com o bom Deus assim: “Eu só direi algumas coisas para você, e então me livrarei de você”. Muitas vezes penso que, quando viermos adorar ao Senhor, receberemos tudo o que pedirmos, se pedirmos com fé viva e com o coração puro.

– das instruções catequéticas de São João Maria Vianney

================

08 DE AGOSTO: SÃO DOMINGOS DE GUSMÃO

“Um homem que governa suas paixões é senhor de seu mundo. Ou as comandamos sou somos escravizados por elas. É melhor ser um martelo do que uma bigorna” (São Domingos de Gusmão)

================

* 11 DE AGOSTO: SANTA CLARA DE ASSIS

“Vá em paz, pois você seguiu o bom caminho. Vá sem medo, pois aquele que te criou te fez santo, sempre te protegeu e te ama como uma mãe… Bendito sejas tu, meu Deus, por me ter criado”. – Santa Clara de Assis

================

            * 12 DE AGOSTO: SANTA JOANA DE CHANTAL

“… Os mártires de amor sofrem dores mil vezes mais agudas conservando a vida para cumprir a vontade de Deus, do que se tivessem de dar mil vidas para testemunhar a sua fé, o seu amor e a sua fidelidade

 MANTENHA SEUS OLHOS EM DEUS E DEIXE-O FAZER PARA ELE… ISSO É TUDO COM O QUE VOCÊ TEM QUE SE PREOCUPAR”. – Santa Joana de Chantal

================

* 14 DE AGOSTO: SÃO MAXIMILIANO KOLBE

“… AVE-MARIA!”:  esta foi a última invocação que brotou dos lábios de São Maximiliano Kolbe, estendendo o braço àquele que o matava com uma injeção de ácido fénico. É comovedor constatar que o recurso humilde e confiante a Nossa Senhora é sempre manancial de coragem e de serenidade. Enquanto nos preparamos para celebrar a solenidade da Assunção, que é uma das festas marianas mais queridas à tradição cristã, renovamos a nossa confiança naquela que, do Céu, vigia com amor maternal sobre nós em todos os momentos. Com efeito, é assim que rezamos na familiar prece da Ave-Maria, pedindo-lhe que interceda por nós “agora e na hora da nossa morte”…(Papa Bento XVI, na Audiência Geral de 13 de agosto de 2008): https://www.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/audiences/2008/documents/hf_ben-xvi_aud_20080813.html

================

18 DE AGOSTO: BEM-AVENTURADO AIMON TAPARELI

A salvação consiste em servir a Deus; tudo o mais é ilusão.” 

================

* SÃO JOÃO EUDES: 19 DE AGOSTO

O nosso desejo, o nosso objetivo e a nossa principal preocupação deve ser formar Jesus em nós e fazer com que seu espírito, sua devoção, seus afetos, seus desejos e suas disposições reinem em nossos corações. Toda a nossa vida religiosa deve tender para isso. Tal é a tarefa que Deus nos confiou para que nela trabalhemos constantemente

================

* 20 DE AGOSTO: SÃO BERNARDO DE CLARAVAL

Nos perigos, nas dúvidas, nas dificuldades, PENSE EM MARIA , INVOQUE MARIA . Não deixe o nome dela sair de seus lábios, nunca permita que ele saia de seu coração. E para que você possa obter a ajuda de sua oração, não deixe de seguir seus passos. Com ela como guia, você nunca se desviará; ao invocá-la, você nunca desanimará; enquanto ela estiver em sua mente, você estará a salvo do engano; enquanto ela segura sua mão, você não pode cair; sob a proteção dela você não tem nada a temer; se ela andar na sua frente, você não se cansará; se ela lhe mostrar favor, você alcançará a meta– São Bernardo de Claraval

================

* 21 DE AGOSTO: SÃO PIO X

Nasci pobre, vivi pobre e desejo morrer pobre

================

* 23 DE AGOSTO: SANTA ROSA DE LIMA

Que todos os homens saibam que a graça vem depois da tribulação. Que eles saibam que sem o fardo das aflições é impossível alcançar o cume da graça. Deixe-os saber que os dons da graça aumentam à medida que as lutas aumentam. Que os homens tomem cuidado para não se desviarem e serem enganados. Esta é a única escada verdadeira para o paraíso, e sem a cruz eles não podem encontrar nenhum caminho para subir ao céu…” (Dos escritos de Santa Rosa de Lima)

================

* 27 DE AGOSTO: SÃO PEMEN / PASTOR / POEMAS

               À questão de saber se é melhor falar ou calar, o Ancião disse:
Quem fala por Deus, faz bem, e quem cala por Deus, também faz bem.”
Ele também disse: “Se o homem parece estar em silêncio, mas seu coração condena os outros, então ele está sempre falando. Pode haver um homem que fala o dia todo, mas na verdade ele fica em silêncio, porque não diz nada que não seja lucrativo.”

O santo disse: “É útil observar três coisas: temer a Deus, orar com frequência e fazer o bem ao próximo”.
…”A maldade nunca erradica a maldade. Se alguém faz o mal a você, faça o bem a ele e a sua bondade vencerá a maldade.”

O começo do mal é a falta de vigilância. – São Poema

O silêncio não é uma virtude quando a caridade exige discurso. – São Poema

Uma fé viva consiste em pensar pouco de si mesmo e mostrar consideração pelos outros. – São Poema

Ensine seu coração a guardar o que sua língua ensina. – São Poema

Quando seu irmão o ataca, sejam quais forem os insultos, se você ficar com raiva dele, você está ficando com raiva sem motivo. Mesmo se ele arrancasse seu olho direito e cortasse sua mão direita, se você ficar com raiva dele, você está ficando com raiva sem motivo. No entanto, se ele tentar afastá-lo de Deus, fique com raiva! – São Poema

Não abra sua consciência para quem você não confia em seu coração. – São Poema

Instruir o próximo é o mesmo que repreendê-lo. – São Poema

Se você der pouca importância a si mesmo, terá paz onde quer que viva. – São Poema

Lançar-se diante de Deus, não medir seu progresso, deixar para trás toda vontade própria; estes são os instrumentos para o trabalho da alma. – São Poema

Deixe de lado uma pequena parte da sua justiça e em poucos dias você estará em paz. – São Poema

Lançar-se diante de Deus, não medir seu progresso, deixar para trás toda vontade própria – esses são os instrumentos para o trabalho da alma. – São Poema

Você deve fugir das coisas sensuais. Na verdade, toda vez que um homem chega perto de uma luta com a sensualidade, ele é como um homem à beira de um lago profundo, e o Inimigo o joga quando quer. Mas se o homem vive longe das coisas sensuais, ele é como aquele que está à distância do lago, de modo que mesmo que o Inimigo o seduza para jogá-lo no fundo, Deus lhe envia ajuda no exato momento em que o inimigo o está afastando e fazendo-lhe violência. – São Poema

Não dê seu coração ao que não satisfaz seu coração. – São Poema

Se você estiver em silêncio, terá paz onde quer que viva. – São Poema

A natureza da água é macia, e a natureza da pedra é dura; mas se uma garrafa é pendurada acima da pedra, deixando a água cair gota a gota, ela desgasta a pedra. Assim é com a Palavra de Deus: é mole e nosso coração é duro, mas o homem que ouve a Palavra de Deus muitas vezes abre seu coração ao temor de Deus. – São Poema

Citação MLA

================

* 28 DE AGOSTO: SANTO AGOSTINHO

“… O que você possui se você não possui Deus? – Santo Agostinho

Infeliz é a alma escravizada pelo amor de tudo o que é mortal. – Santo Agostinho

O amor às posses mundanas é uma espécie de linha de pássaro, que enreda a alma e a impede de voar para Deus. – Santo Agostinho

Neste exato momento posso, se desejar, tornar-me amigo de Deus– Santo Agostinho

Deus concede mais consideração à pureza da intenção com a qual nossas ações são realizadas do que às próprias ações. – Santo Agostinho

Vou sugerir um meio pelo qual você pode louvar a Deus o dia todo, se desejar. Faça o que fizer, faça bem-feito, e você louvou a Deus. – Santo Agostinho

Este é o negócio da nossa vida. Pelo trabalho e oração, avançar na graça de Deus, até chegarmos àquela altura de perfeição na qual, com corações puros, podemos contemplar a Deus. – Santo Agostinho

Deus em sua onipotência não podia dar mais, em sua sabedoria não sabia dar mais, em suas riquezas não tinha mais para dar, do que a Eucaristia. – Santo Agostinho

Deus não ordena impossibilidades, mas ao ordenar adverte-te a fazer o que podes e a orar pelo que não podes, e ajuda-te para que possas– Santo Agostinho

Nossa vida e nossa morte estão com nosso próximo. – Santo Agostinho

Conquiste a si mesmo e o mundo está aos seus pés. – Santo Agostinho…”

================

* 31 DE AGOSTO: SÃO RAIMUNDO NONATO

“…Trabalhar já é bom,
  Melhor ainda é orar;
O melhor – amar teu Deus,
  E nem uma palavra a dizer
.
    – do alemão de Angelus Silesius

Prática favorita – Pregar o amor de Cristo pelo nosso silêncio, bem como pelo nosso discurso….” (de VIDAS CURTAS DOS SANTOS “São Raimundo, Confessor, de Eleanor Cecilia Donnelly:

{ Angelus Silesius: https://pt.wikipedia.org/wiki/Angelus_Silesius }

================

04 de setembro: BEATA CATARINA DE RACCONIGI

Beata Catarina de Racconigi

Jesus, é minha única esperança!” – uma frase que a Beata Caterina repetia sempre que estava sob estresse

Grandes são as inequidades do mundo, e meus pecados me tornam indigno de ser ouvido. Mas, ó minha Esperança, Tua bondade não permitirá que eu me canse em suplicar-te em vão.” – Beata Catarina

================

04 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO E CORREIA

“…Senhor Jesus Cristo, Vós que vos sensibilizastes ao ver o povo sofrendo, os apóstolos cansados, os jovens desesperançados, os doentes tristes, as crianças esquecidas, os pobres oprimidos, os mulheres marginalizadas, e vos comprometestes e os consolastes exclamando: “vinde a mim todos que estais aflitos e eu os aliviarei” (MT. 11.29), nós vos pedimos luz para imitar o exemplo de Maria a quem nós amamos e invocamos como nossa Mãe da Consolação. Fazei-nos, por ela, descobrir a forma de sermos solidários com aqueles que choram, com os pobres, os mansos, os que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos, os puros de coração, os que buscam a paz e os que são perseguidos por causa da justiça.

Senhor, que dessa forma, com a ajuda de NOSSA MÃE DA CONSOLAÇÃO, consigamos realizar o vosso reino de justiça, de serviço, de liberdade e fraternidade.

Senhor, que MARIA, MÃE DA CONSOLAÇÃO, seja nossa companheira de caminhada e nos ajude a chegar até vós, que sois o CAMINHO, a VERDADE e a VIDA. AMÉM!…” {http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/nossa-senhora-da-consolacao}

================

05 DE SETEMBRO SANTA TERESA DE CALCUTÁ

“…Deixe que qualquer um que vier até você vá embora se sentindo melhor e mais feliz. Todos deveriam ver bondade em seu rosto, em seus olhos, em seu sorriso. A alegria aparece nos olhos. Aparece quando falamos e andamos. Não pode ser mantida fechada dentro de nós. Ela reage lá fora. A alegria é muito contagiante…” – Santa Teresa de Calcutá

================

09 DE SETEMBRO: SÃO PEDRO CLÁVER

Jesus Cristo, Filho de Deus, você será meu pai e minha mãe e todo o meu bem. Eu te amo muito. Sinto muito por ter pecado contra você. Senhor, eu te amo muito, muito, muito.” – São Pedro Claver

================

13 DE SETEMBRO: SÃO JOÃO CRISÓSTOMO

“… Certamente quem quer riqueza e abundância escolherá as coisas que duram ao invés das que perecem, o inesgotável ao invés do que se esvai, o muito ao pouco, o incorruptível ao invés do corruptível. Então o outro tipo seguirá também. Quem busca a terra antes do céu certamente também perderá a terra, mas quem preferir o céu à terra desfrutará de ambos no mais alto grau…” ( São João Crisóstomo nos diz para investir no céu):  {https://www.patheos.com/blogs/catholicbookblogger/2015/02/25/church-fathers-day-219-st-john-chrysostom-tells-us-to-invest-in-heaven/ }

“…Desejas honrar o corpo de Cristo? Não o ignores quando está nu. Não o homenageies no templo vestido com seda quando o negligencias do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele, que disse “Este é o meu corpo”, é o mesmo que diz “tive fome e destes-me de comer” [18] e «quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)…

Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando teu irmão está morrendo de fome? Começa por satisfazer a sua fome e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar…” (comentário de São João Crisóstomo sobre Mateus) …”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/João_Crisóstomo

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA:

“… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, A DOR DO DESEJO DE UNIÃO que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós Maria depositou a sua confiança;

  convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai

também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

” Santo não é aquele que não cai, santo é aquele que mesmo caindo não desiste de levantar” (São João Paulo II)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS,

ROGUEM POR NÓS!   

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
    • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
    • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
    • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);
    • Um dia vamos estar juntos;
    • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (contrição … obediência ao que Jesus mandou: amor a Deus e ao próximo. Jo 15,14.17)…

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                         ================                                  

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

“Coração de meu Jesus, doce e terno alanceado, seja o meu no vosso amor, cada vez mais abrasado”

JESUS MANSO E HUMILDE DE CORAÇÃO, FAZ O MEU CORAÇÃO SEMELHANTE AO SEU! OBRIGADO JESUS! BENDITO SEJA O SENHOR! AMÉM!

“Doce coração de Maria, sede a nossa salvação”

ME LEVA A JESUS, MÃE! ME ADOTA E À FAMÍLIA, MÃE! OBRIGADO!

================

* Veja o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.