Santas e Santos de 18 de abril

1.   Em Me­li­tene, na an­tiga Ar­ménia, hoje na Tur­quia, os santos Her­mó­genes e El­pídio, mártires. († data inc.)

2.   Na Pérsia, ac­tu­al­mente no Iraque, São Pu­sício, mártir, que, sendo su­pe­rin­ten­dente dos ar­te­sãos do rei Sapor II, por ter en­co­ra­jado o pres­bí­tero Ana­nias que pa­recia he­sitar, foi tres­pas­sado no pes­coço e morreu no Sá­bado Santo, al­can­çando um lugar in­signe entre a mul­tidão dos már­tires tru­ci­dados de­pois de São Simeão. († 341)

3*.   Em Fano, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, Santo Eu­sébio, bispo, que acom­pa­nhou o papa São João I, en­viado pelo rei Te­o­do­rico a Cons­tan­ti­nopla, se­guindo-o também, de­pois do re­gressso, no cár­cere em que foram encerrados. († c. 526)

4*.   Em Leighlin, na Ir­landa, São La­riano ou Mo­lássio, abade, que di­fundiu pa­ci­fi­ca­mente na ilha a ce­le­bração da Páscoa se­gundo o cos­tume romano. († 638)

5.   No ce­nóbio de Lobbes, no Hai­naut, hoje na Bél­gica, Santo Us­maro, bispo e abade, que pro­pagou a regra de São Bento e con­duziu o povo da re­gião à fé cristã. († 713)

6.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, Santa An­tusa, virgem, filha do im­pe­rador Cons­tan­tino Co­pró­nimo, que em­pregou todos os seus bens para ajudar os po­bres, re­dimir os es­cravos, res­taurar igrejas e cons­truir mos­teiros, e re­cebeu do bispo São Ta­rásio o há­bito religioso. († fin. s. VIII)

7.   Na ilha Egina, na Grécia, Santa Ata­násia, viúva, de­pois ere­mita e he­gú­mena, ilustre pela sua ob­ser­vância da dis­ci­plina mo­nás­tica e grandes virtudes. († s. IX)

8.   Também na ilha Egina, São João Isauro, monge, que foi dis­cí­pulo de São Gre­gório De­ca­po­lita e, no tempo do im­pe­rador Leão o Ar­ménio, com­bateu va­lo­ro­sa­mente em de­fesa das sa­gradas imagens. († d. 842)

9.   Em Cór­dova, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, São Per­feito, pres­bí­tero e mártir, que, por ter com­ba­tido a dou­trina de Maomé e pro­fes­sado fir­me­mente a fé em Cristo, foi en­cer­rado no cár­cere e de­pois pas­sado ao fio da es­pada pelos Mouros. († 850). Ver também páginas 54-55: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

10*.   Em Bruges, na Flan­dres, ac­tu­al­mente na Bél­gica, o beato Ides­baldo, abade, que, de­pois de ter fi­cado viúvo e ter exer­cido fun­ções no pa­lácio condal du­rante trinta anos, in­gressou no mos­teiro de Dune, que di­rigiu san­ta­mente como ter­ceiro abade du­rante doze anos. († 1167)

11.   Em Milão, na Lom­bardia, re­gião da Itália, São Gal­dino (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que tra­ba­lhou di­li­gen­te­mente para res­taurar a ci­dade de­vas­tada pela guerra e, de­pois de uma pre­gação contra os he­reges, en­tregou o es­pí­rito a Deus. († 1176)

– Ver páginas 58-60: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

12*.   Em Mon­te­reale, nos Abruzos, re­gião da Itália, o Beato André, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agos­tinho, que se de­dicou à pre­gação na Itália e na França. († 1479)

13*.   Em Gandia, ci­dade da pro­víncia de Va­lência, na Es­panha, o Beato André Hibernon, re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores, que, tendo sido na sua ju­ven­tude es­po­liado de todo os bens pelos la­drões, cul­tivou de modo ad­mi­rável a pobreza. († 1602)

– Ver também: Bem-Aventurado André Hibernon, confessor. Ver págs. 63-66: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

14*.   Em Pon­toise, pró­ximo de Paris, na França, a Beata Maria da Encarnação (Bár­bara Avrillot), exem­plar mãe de fa­mília e mu­lher de ad­mi­rável pi­e­dade (também na Folhinha do Coração de Jesus ), que in­tro­duziu o Car­melo na França e fundou cinco mos­teiros, até que, após a morte do es­poso, ela pró­pria pro­fessou a vida religiosa. († 1618)

– Ver também págs. 34-44: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

15*.   Em An­gers, na França, o Beato José Moreau, pres­bí­tero e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, foi de­go­lado em ódio à fé cristã na Sexta-Feira da Paixão do Senhor. († 1794)

16♦.   Em Ve­neza, ci­dade da Itália, Beato Lucas Passi, pres­bí­tero e fun­dador da Con­gre­gação das Irmãs Mesras de Santa Doroteia. († 1866)

17*.   Em Sena, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, a Beata Sa­bina Pe­trílli, virgem, que fundou a Con­gre­gação das Irmãs de Santa Ca­ta­rina de Sena, para so­correr as jo­vens in­di­gentes e os po­bres mais necessitados. († 1923)

18*.   Em Maj­danek, lo­ca­li­dade pró­xima de Lu­blin, na Po­lónia, o Beato Ro­mano Ar­chu­towski, pres­bí­tero e mártir, que, por causa da fé cristã, foi en­cer­rado no cár­cere pelos sol­dados es­tran­geiros e, exausto pela fome e pela en­fer­mi­dade, al­cançou a glória eterna. († 1943)

19. No séc. II, Santo Apolônio, patrício romano. Tendo recebido ordens para explicar sua fé, redigiu uma argumentação que leu diante do Senado. Durante seu processo ele afirmou “oferecer ao verdadeiro Deus, como todo cristão, um sacrifício espiritual, e rezar todos os dias ao Deus do céu pelo imperador que reina na terra somente por efeito da vontade divina” (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M). Ver também págs. 45-51: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

20. Santa Aya e Santo Hidulfo. Ver páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

21.  São Jubino, bispo e confessor. Ver páginas 56-57: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

22. Bem-Aventurado Tiago de Oldo, confessor. Ver págs. 61-62: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

23. Bem-aventurado Francisco Régis Clet,  Lazarista e Mártir. Ver págs. 67-68: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

24. Em Bréscia, São Calócero, mártir, o qual, convertido a Cristo por  São Faustino (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Jovita, terminou gloriosamente seu combate pela fé, em tempo do imperador Adriano (Conforme Martirológio, Ed. Permanência).

25. Outros santos do dia 18 de abril: págs: 34-70 (vol.07):   http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal -n  http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.