Santas e Santos de 30 de abril

São Pio V, que, ele­vado da Ordem dos Pre­ga­dores à cá­tedra de Pedro, se­guindo os de­cretos do Con­cílio de Trento, re­novou com grande pi­e­dade e vigor apos­tó­lico o culto di­vino, res­taurou a dou­trina cristã e a dis­ci­plina ecle­siás­tica e pro­moveu a pro­pa­gação da fé. No dia 1 de Maio, em Roma, ador­meceu no Senhor. († 1572)

2.   Em Fermo, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, Santa Sofia (também na Folhinha do Coração de Jesus) virgem e mártir. († data inc.)

3.   Em Roma, no ce­mi­tério de Pre­tex­tato, junto à Via Ápia, São Qui­rino, mártir, que, sendo tri­buno, co­roou com o mar­tírio o tes­te­munho da sua fé. († c. s. III)

4.   Em Saintes, na Aqui­tânia, hoje na França, Santo Eu­trópio, pri­meiro bispo desta ci­dade, que, se­gundo a tra­dição, foi en­viado para a Gália pelo Ro­mano Pontífice. († s. III)

– Ver páginas 410-411: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

5.   Em Afro­dísia, na Cária, na ho­di­erna Tur­quia, os santos Di­o­doro e Ro­do­piano, már­tires, que, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, foram ape­dre­jados até à morte pelos seus concidadãos. († s. IV)

6.   Em Euria, no Epiro, hoje Pa­ramythi, na Grécia, São Do­nato, bispo, que viveu com grande fama de san­ti­dade no tempo do im­pe­rador Teodósio. († s. IV) V

7.   Em No­vara, na Li­gúria, hoje no Pi­e­monte, re­gião da Itália, São Lou­renço (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero e mártir, que cons­truiu uma sa­grada fonte onde bap­ti­zava as cri­anças que lhe eram con­fi­adas para a sua edu­cação; mas num dia em que con­duziu a Deus um nu­me­roso grupo de cri­anças pelo bap­tismo, foi co­roado com o mar­tírio jun­ta­mente com os pe­quenos neófitos. († s. IV)

8.   Em Forli, na Emília-Ro­manha, também re­gião da Itália, São Mer­cu­rial, bispo, que, se­gundo a tra­dição, ins­ti­tuiu a sede epis­copal nesta cidade. († s. IV)

9.   Em Ná­poles, na Cam­pânia, igual­mente re­gião da Itália, São Pom­pónio, bispo, que cons­truiu na ci­dade uma igreja de­di­cada ao Nome de Maria Mãe de Deus e, du­rante a ocu­pação mi­litar dos Godos, de­fendeu da he­resia ariana o povo que lhe es­tava confiado. († s. VI)

10*.   Em Roma, o Beato Pedro Levita, que, tendo sido monge no monte Célio, por man­dato do papa São Gre­gório Magno ad­mi­nis­trou com pru­dência o pa­tri­mónio da Igreja de Roma e, or­de­nado diá­cono, foi mi­nistro fiel do Sumo Pontífice. († 605)

11*.   Em Vi­viers-sur-Rhône, na Nêus­tria, na ho­di­erna França, Santo Au­gulo, bispo, que, se­gundo a tra­dição, cons­truiu o pri­meiro hos­pital na ci­dade e li­bertou muitos escravos. († s. VII)

12.   Em Bar­king, na In­gla­terra, o pas­sa­mento de Santo Er­con­valdo, bispo, que fundou dois mos­teiros: um para ho­mens, a que ele mesmo pre­sidiu, e outro para mu­lheres, que foi di­ri­gido por sua irmã, Santa Etelburges. († 693)

13.   Em Cór­dova, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, os santos már­tires Amador, pres­bí­tero, Pedro, monge, e Luís, que, du­rante a per­se­guição dos Mouros, por não dei­xarem de pregar pu­bli­ca­mente o Evan­gelho de Cristo, foram cru­el­mente assassinados. († 855)

14*.   Em Ve­rona, no Vé­neto, re­gião da Itália, São Gual­fardo, fa­bri­cante de selas oriundo da Ger­mânia, que, de­pois de passar muitos anos na so­lidão, foi re­ce­bido pelos monges de São Sal­vador nesta cidade. († 1127)

15*.   Em Vernon-sur-Seine, na França, Santo Ad­jutor, que, feito pri­si­o­neiro em tempo de guerra, foi tor­tu­rado por causa da sua fé e, re­gres­sando à sua pá­tria, re­tirou-se numa cela, onde se en­tregou à vida penitente. († c. 1131)

– Ver páginas 412-413: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

16*.   Em New­castle-on-Tyne, na In­gla­terra, o Beato Gui­lherme Southerne, pres­bí­tero e mártir, que, ter­mi­nados os es­tudos na Li­tuânia, Es­panha e Douai, de­pois de ser or­de­nado pres­bí­tero partiu para a In­gla­terra e, por isso, no rei­nado de Jaime I, foi con­de­nado ao su­plício da forca. († 1618)

17*.   Em Fos­som­brone, nas Marcas, re­gião da Itália, o Beato Bento de Urbino, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que foi com­pa­nheiro de São Lou­renço de Brindes na pre­gação frente aos hus­sitas e luteranos. († 1625)

18*.   No Québec, pro­víncia do Ca­nadá, Santa Maria da En­car­nação (Maria Guyart Martin), mãe de fa­mília, que, de­pois da morte do es­poso, con­fiou o filho ainda pe­queno aos cui­dados da sua irmã e, pro­fes­sando a vida re­li­giosa entre as Irmãs Ur­su­linas, fundou a casa destas Re­li­gi­osas no Ca­nadá e re­a­lizou obras admiráveis. († 1672)

19.   Em Chiéri, perto de Aosta, no Pi­e­monte, re­gião da Itália, São José Bento Cottolengo, pres­bí­tero, que, pondo toda a con­fi­ança só no au­xílio da di­vina Pro­vi­dência, abriu uma casa onde re­cebeu po­bres e todo o gé­nero de en­fermos e marginados. († 1842)

– Ver páginas 414-416: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

20.   Em An Bai, lo­ca­li­dade do Ton­quim, hoje no Vi­etnam, São José Tuan, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, de­nun­ciado por ter ad­mi­nis­trado os sa­cra­mentos à sua mãe en­ferma, foi con­de­nado à morte no tempo do im­pe­rador Tu Duc. († 1861)

21*.   Em Pa­der­born, na Ale­manha, a Beata Pau­lina von Mallinckrodt, virgem, fun­da­dora das Irmãs da Ca­ri­dade Cristã, para ins­truir cri­anças po­bres e cegas e prestar au­xílio aos en­fermos e aos necessitados. († 1881)

22. No séc. V, os Santos Pulcrônio, Possessor e Firmino, bispos de Verdun.  A São Pulcrônio coube a honra de ter fundado a Catedral de Nossa Senhora e propagado o culto da “Theotókos” logo depois do Concílio de Éfeso (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

23. No ano de 259, na Numídia, a paixão dos Santos Mariano e Tiago. Segundo as atas do seu martírio “a vida da graça era tão intensa nessas testemunhas de Deus, que fizeram vários outros mártires pelo exemplo de sua fé” (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

24. São Máximo de Éfeso, mártir. Ver páginas 405-467: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

25. Bem-aventurada Hildegarda, rainha (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver páginas 408-409: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf 

Observação: O livro VIDA DOS SANTOS traz, após o dia 30 de abril, as FESTAS MÓVEIS QUE OCORREM EM MARÇO E ABRIL. VER PÁGINAS 419-472: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

DESTAQUE:

– Paixão e Morte de Jesus Cristo. Paixão e morte de Jesus Cristo: págs.419-420;

– Jesus anuncia aos apóstolos que o tempo de sua morte se aproxima: págs. 421-422;

Pergunta ambiciosa dos filhos de Zebedeu. Págs. 423-424;

Ressurreição de Lázaro. Págs. 425-426;

Paixão de Jesus Cristo segundo Davi. Págs. 427-429;

O profeta Jonas, figura de Jesus Cristo.  Págs. 430-432;

Paixão de Jesus Cristo segundo Isaías.  Págs. 433-435;

Compaixão da Santa Virgem. Págs. 436.437;

O profeta Jeremias, outra figura de Jesus. Págs. 438-439;

Entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Págs. 440-442;

Traição de Judas. Págs. 443-444;

Jesus agonizando no Jardim das Oliveiras.  Págs. 445-446;

Negação de Pedro.  Págs. 447-448;

Instituição do Sacrifício da Missa e da Comunhão. Págs. 449-450;

O caminho da cruz. Págs. 451-453.

AS FESTAS DA PÁSCOA:

            : Sábado Santo. Págs. 454-456;

            : Jesus ressuscita. Págs. 457-458;

            : Ressurreições figurativas do gênero humano e dos patriarcas. Págs. 459-461;

            : O significado da Páscoa. Págs. 462-463;

            : Davi predisse a ressurreição. Pág. 464-465;

            : A primavera: págs. 466-467;

            : Ressurreição do povo de Israel. Págs. 468-470;

            : Ressurreição do gênero humano. Págs. 471-472

CITAÇÕES ACIMA DE http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

….. No dia 18 de março, na vida de São Cirilo de Jerusalém, vêem-se ainda outras particularidades edificantes sobre a paixão e morte de Nosso Senhor. Ver págs. 108-127: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

26. Outros santos do dia 30 de abril: págs. 357-472 (vol.07): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf  

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.