Santas e Santos de 04 de junho

1.   Em Sa­vária, na Pa­nónia, hoje Szom­bathly, na Hun­gria, a paixão de São Qui­rino, bispo de Sis­zeck, na Ilíria, e mártir, que, no tempo do im­pe­rador Ga­lério, por causa da sua fé em Cristo, foi lan­çado ao rio com uma grande pedra li­gada ao pescoço. († 309). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Sabaria, atualmente no território da Hungria, durante a perseguição de Diocleciano, a paixão de São Quirino, bispo. Ao governador Máximo, que o intimara a sacrificar aos ídolos, replicou: “Eu exerço o sacerdócio, e serei plenamente sacerdote se oferecer a mim mesmo em sacrifício ao Deus verdadeiro”! Ver páginas 23-24 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

2.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, São Me­tró­fanes, bispo de Bi­zâncio, que con­sa­grou a Deus a Nova Roma. († 325). São Metrófano. Ver página 25 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

3.   Em Mi­levi, na Nu­mídia, ac­tu­al­mente na Ar­gélia, a co­me­mo­ração de Santo Op­tato, bispo, que, nos seus es­critos contra a he­resia do­na­tista, afirmou a uni­ver­sa­li­dade da Igreja e a ne­ces­si­dade in­trín­seca da uni­dade dos cristãos. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Milévia, na Numídia, nos fins do séc. IV, Santo Optato. Pagão de nascimento, logo que se tornou bispo teve de lutar contra o herege Donato. Em seus escritos, opôs com energia a pequena igreja donatista e a grande Igreja Católica, da qual Roma é o centro e vínculo de união. Mostrou as características da Igreja verdadeira, proclamando que “os sacramentos são santos por eles mesmos e não por causa dos homens que os administram”. (M). Ver páginas 13-22 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Optato_de_Milevi

4*.   Na Cor­nu­alha, re­gião da ac­tual Grã-Bre­tanha, São Pe­troco de Gales, abade. († s. VI). Ver página 26 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

5*.   Em Ser­vi­gliano, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, São Gualter, abade do mos­teiro deste lugar. († s. VIII)

6*.   Na ilha da Sar­denha, re­gião da Itália, os santos Ni­colau e Trano, eremitas. († a. s. XII)

7*.   Em Sás­sari, também na Sar­denha, o Beato Pa­cí­fico Ra­máti, pres­bí­tero da Ordem dos Me­nores, que, em plena cru­zada de pre­gação em de­fesa dos cris­tãos, partiu ao en­contro do Senhor. († 1482)

8.   Em Ag­none, no Mo­lise, re­gião da Itália, São Fran­cisco Ca­rác­ciolo, pres­bí­tero, que, abra­sado pelo amor de Deus e do pró­ximo, fundou a Con­gre­gação dos Clé­rigos Re­grantes Menores. († 1608). Conforme o Martirológio Romano-Monástico São Francisco Caracciolo tornou-se, sem ter buscado isso, um dos fundadores dos Clérigos Menores Regulares, encarregados do apostolado nas prisões. Apelidado “o Pregador do Amor Divino”, propagou o culto da Eucaristia sob a forma de Adoração Perpétua (M). Ver páginas 9-12 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

9*.   Em Lecce, na Apúlia, também re­gião da Itália, São Fi­lipe Smal­done (também na Folhinha do Coração de Jesus) pres­bí­tero, que se de­dicou com ar­do­rosa di­li­gência ao cui­dado dos surdos e dos cegos in­di­gentes e à sua for­mação hu­mana e cristã, fun­dando com esta fi­na­li­dade a Con­gre­gação das Irmãs Sa­le­si­anas dos Sa­grados Corações. († 1923). Conforme a Folhinha do Coração de Jesus de 03.06.2008: “04/06: SÃO FILIPPO SMALDONE. Filippo Smaldone nasceu em 1848 em Nápoles, Itália. Até os 15 anos foi educado nas capelas “serotinas” fundadas por Santo Afonso Maria de Ligório. Em 23 de setembro de 1871 é ordenado padre. Sentiu o desejo de ser missionário na China. No entanto, sabendo de seu belo trabalho na educação e evangelização dos surdos, seu diretor espiritual diz: “Tua China é Nápoles e teus infiéis os surdos!” Assim, para os surdos deu mães, ao fundar a Congregação das Irmãs Salesianas dos Sagrados Corações em 1885. Atualmențe elas estão na Itália, no Paraguai, Brasil, África e Moldávia. Após uma vida rica de virtudes heróicas, frutos de seu amor imenso à Eucaristia e à Virgem de Pompéia, São Filippo morreu aos 4 de junho de 1923. É primeiro santo proclamado Apóstolo dos Surdos. Saiba mais: Irmãs Salesianas dos Sagrados Corações – SGAN W5 Quadra 911- CEP 70790-110- Brasília – DF. Tel,: (61) 3274-4329. E-mail; smaldone@solar.com.br”. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Filippo_Smaldone

10*.   Perto de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, os be­atos An­tónio Zawistowski, pres­bí­tero, e Es­ta­nislau Starowieyski, már­tires, que, du­rante a guerra, de­pois de cruéis tor­mentos su­por­tados no campo de con­cen­tração de Da­chau, mor­reram por Cristo. († 1942)

11♦.   Em Mor­tara, na Lom­bardia, re­gião da Itália, o Beato Fran­cisco Pianzola, pres­bí­tero da di­o­cese de Vi­gé­vano, fun­dador da Con­gre­gação das Irmãs Mis­si­o­ná­rias da Ima­cu­lada Rainha da Paz. († 1943)

13. São Quintino (também na Folhinha do Coração de Jesus)

14. São Daciano (também na Folhinha do Coração de Jesus)

15. Santa Saturnina (também na Folhinha do Coração de Jesus). No Martirológio Romano-Monástico, perto de Arras, Santa Saturnina que consagrou sua virgindade ao martírio. (M).

16. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Borgonha, perto de 939, a morte de Santo Adegrino. Abandonou a vida militar para vestir o hábito monástico com o futuro Santo Odo, em Baume. Dois anos mais tarde, Odo chegava a Cluny, enquanto que Adegrino se fazia eremita (X).

Santo Adegrin. Ver páginas 29-30 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

17. Bem-Aventurada Vicenta Gerosa, virgem. Ver páginas 27-28 no Vol X do VIDAS DOS SANTOS.

18. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 545, o nascimento no céu de Santa Clotilde.  Após ter tido a alegria de converter Clóvis, fazendo assim de sua nação a “filha primogênita da Igreja”, viveu, depois de viúva, a dor de ver-se privada de seus filhinhos, tragicamente assassinados. Retirou-se então para Tours, próximo ao túmulo de S. Martinho, e ajudou o monaquismo através de numerosas fundações. (F)

19. Outros santos do dia 04 DE JUNHO: páginas: 09-31 – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume X – Editora das Américas – 10 de julho de 1959 – NÃO TEM LINK

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 04 de Junho, ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/4_de_junho

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 449-450:  Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver! Querida Mãe Maria, protegei-nos! São José, Anjos e Santos, intercedei por nós! Amém!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA. SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS! MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/