Santas e Santos de 08 de outubro

SÃO JOÃO CALÁBRIA. Conforme o ofício das leituras de 08 de outubro:

Nasceu em 8 de outubro de 1873, em Verona, Itália. Muito preocupado com os necessitados, desde o início cultivou o hábito de visitar os doentes, desdobrando-se também na catequese das crianças abandonadas. Fundou a Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência e devido às necessidades funda o ramo feminino da Obra, as Pobres Servas da Divina Providência. A orientação básica que costumava repetir era muito simples, como foi toda a sua vida: “Sejamos evangelhos vivos”. Faleceu no dia 4 de dezembro de 1954, quando ofereceu sua vida no lugar da do Papa Pio XII, que na ocasião também estava doente. Quando este recebeu a notícia da morte de padre Calábria, cuja vida acompanhou e admirava, assim o definiu: era um “campeão de evangélica caridade”. Foi canonizado pelo papa João Paulo II em 1999. Ver também “São João Calábria (Verona8 de outubro de 1873 – Verona4 de dezembro de 1954) nasceu em Verona no dia 8 de outubro de 1873, sétimo e último filho de Luís Calábria, sapateiro, e de Ângela Foschio, empregada doméstica e mulher de grande fé, educada pelo Servo de Deus Pe. Nicolau Mazza, em seu Instituto para meninas pobres… Canonizado em 18 de abril de 1999 pelo Papa João Paulo II”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Cal%C3%A1bria

– Ver também “Morreu no dia 4 de dezembro de 1954. Na vigília, porém, fez o seu último gesto de caridade: ofereceu a sua vida ao Senhor pelo papa Pio XII, que estava agonizando. Deus aceitou sua oferta: Pe. João Calábria morreu e o Papa, misteriosa e repentinamente recuperou a saúde e viveu por mais quatro anos. O mesmo Pontífice, desconhecendo o último gesto de oferta do Pe. Calábria, mas profundo conhecedor de toda a sua vida, recebendo a notícia de sua morte, em um telegrama de pêsames à Congregação, definiu-o “campeão de evangélica caridade “. O Pe. João Calábria foi beatificado pelo papa João Paulo II no dia 17 de abril de 1988.”:

http://www.vatican.va/news_services/liturgy/saints/ns_lit_doc_19990418_giovanni-calabria_po.html

1.   Em An­ti­o­quia, na Síria, hoje An­takya, na Tur­quia, Santa Pe­lágia, virgem e mártir, que São João Cri­sós­tomo exalta com grandes louvores. († c. 302). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no começo do séc. IV, Santa Pelágia. Depois de ter levado em Antioquia uma vida de libertinagem e escândalos, foi instruída na fé pelo bispo de Edessa, recebeu o batismo da salvação e terminou seus dias em penitência no Monte das Oliveiras, em Jerualém. (M). Ver páginas 421-423: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

– Ver “Não confundir com Pelágia de Tarso, cuja festa litúrgica é 04 de maio. Pelágia, a Penitente (artisticamente conhecida como Margarida de Antioquia) foi uma cortesã e dançarina célebre que, no auge de sua beleza e soberania foi subitamente convertida por influência do bispo e santo Nono.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pel%C3%A1gia,_a_Penitente

2.   Co­me­mo­ração de Santa Re­pa­rata (também na Folhinha do Coração de Jesus), que é ve­ne­rada em muitos lu­gares como virgem e mártir. († c. s. IV)

3.   Em Como, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, São Félix, bispo, que, or­de­nado por Santo Am­brósio de Milão, foi o pri­meiro bispo desta cidade. († s. IV f.)

4.   Em Ruão, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, Santo Evódio, bispo. († s. V)

5*.   Em De­nain, no Hai­naut, também na ac­tual França, Santa Ra­gen­freda, aba­dessa, que com os seus bens fundou neste lugar um mos­teiro, do qual foi digna abadessa. († s. VIII). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, às margens do Rio Escalda, no séc. VIII, Santa Ragenfreda, que fundou um mosteiro em Denain, do qual se tornou abadessa. (X)

6*.   Em Gé­nova, na Li­gúria, re­gião da Itália, Santo Hugo, re­li­gioso, que, de­pois de ter pres­tado o ser­viço mi­litar du­rante longo tempo na Terra Santa, foi de­sig­nado para reger a Co­menda da Ordem de São João de Je­ru­salém nesta ci­dade e se dis­tin­guiu pela sua bon­dade e ca­ri­dade para com os pobres. († a. 1233)

7*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos João Adams, Ro­berto Dibdale e João Lowe, pres­bí­teros e már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, por terem exer­cido o mi­nis­tério sa­cer­dotal para o povo ca­tó­lico, foram con­de­nados à morte e, de­pois de so­frerem atrozes tor­mentos em Ty­burn, al­can­çaram o reino celeste. († 1586)

8♦.     No ce­mi­tério de Mont­cada, na Ca­ta­lunha, re­gião da Es­panha, os be­atos Lau­ren­tino (Ma­riano Alonso Fu­entes), re­li­gioso da Con­gre­gação dos Ir­mãos Ma­ristas e com­pa­nheiros, már­tires, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, pelo seu in­que­bran­tável tes­te­munho de Cristo al­can­çaram vi­to­ri­o­sa­mente o reino celeste. São estes os seus nomes: Al­berto Maria (Nestor Vivar Val­di­vieso), Ân­gelo André (Lúcio Iz­qui­erdo López), An­selmo (Ani­ceto Fal­gueras Ca­sellas), An­tolín Roig Alibau (An­tónio), Epi­fânio (Fer­nando Suñer Es­trach), Carlos Ra­fael (Carlos Bre­garet Pujol), Di­o­nísio Mar­tinho (José César Mer­cadal), Félix Leão (Félix Ayúcar Eraso), Fi­lipe José (Fir­mino La­ti­enda Az­pil­cueta), For­tu­nato André (For­tu­nato Ruiz Peña), Fru­mêncio (Júlio Garcia Ga­larza), Ga­briel Edu­ardo (Se­gis­mundo Hi­dalgo Mar­tínez), Gau­dêncio (João Tubau Pe­relló), Gil Fi­lipe (Fi­lipe Ruiz Peña), Her­mó­genes (An­tónio Badia An­dalé), Isaías Maria (Vi­to­riano Mar­tínez Martin), Is­mael (Ni­colau Ran Goñi), Jaime Rai­mundo (Jaime Mo­rella Bru­guera), João Cri­sós­tomo (João Pel­fort Pla­nell), João de Mata (Jesus Men­chón Franco), José Car­melo (Gre­gório Faci Mo­lins), José Fre­de­rico (Ni­colau Pe­reda Re­vu­elta), Lau­reano Carlos (Pedro Sitjes Puig), Leó­nides (Je­ró­nimo Mes­segué Ri­bera), Le­o­poldo José (Flo­ren­tino Re­dondo In­sausti), Li­ca­rião (Ân­gelo Roba Osorno), Lino Fer­nando (Vítor Gu­riérrez Gómez), Mar­ti­niano (Isidro Ser­rano Pabón), Mi­guel Ireneu (Le­o­cádio Ro­drí­guez Nieto), Por­fírio (Leôncio Pérez Gómez), Pris­ci­liano (José Mir Pons), Rai­mundo Al­berto (Fe­li­ciano Ayúcar Eraso), Sílvio (Vi­to­riano Gómez Gu­tiérrez), Santos (Santos Es­cu­dero Mi­guel), Teó­dulo (Lúcio Zu­daire Ara­mendia), Tiago (Se­rafim Zu­galdia La­cruz), Tiago Maria (Tiago Sainz Mar­tínez), Vír­gílio (Trifão Ni­cásio La­cunza Unzu), Víto José (Vito José Elda Ar­ruti), Vítor Con­rado (José Am­brós De­juán), Ví­to­rino José (José Blanch Roca), Ví­vêncio (João Nuñes Ca­sado), Vul­frano (Rai­mundo Mill Arán), todos re­li­gi­osos da Con­gre­gação dos Ir­mãos Maristas. († 1936)

9. Santa Lourença (também na Folhinha do Coração de Jesus)

10. Santa Taís (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver páginas 424-426: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS- %20-%2017.pdf

– Ver também: https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-santa-thais-/112/102/#c

– Ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ta%C3%ADs_de_Alexandria

Ver, traduzido do inglês pelo Windows “Thaís é uma das pequenas e selecionadas companhias entre as fileiras dos santos. Junto com Maria Madalena, Maria do Egito e Pelagia, ver acima no número 2, (para citar o mais conhecido), ela se distingue não por sua zelosa guarda da virgindade, normalmente o atributo mais querido da santa feminina, mas pelo arrependimento ao qual ela é movida após uma vida de sexualidade pecaminosa.1 Seu dia de festa de 8 de outubro, que ela compartilha com Pelagia…”: https://d.lib.rochester.edu/teams/text/whatley-saints-lives-in-middle-english-collections-life-of-saint-thais-introduction

– Ver também artigo em inglês, traduzido por Windows “(THAISIS ou THAISIA). Um penitente no Egito no século IV. Na menologia grega seu nome ocorre em 8 de outubro, é encontrado também nas martirizes de Maurolychus e Greven, mas não no romano…”: https://www.newadvent.org/cathen/14553d.htm

11. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Jerusalém, o Santo Ancião Simeão, que adormeceu em paz depois de ter visto e cantado a Salvação, finalmente realizada em Cristo, luz das nações e glória de Israel. (M). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sime%C3%A3o_(Novo_Testamento)

12. São Demétrio de Tessalônica. Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 26 de outubro, no começo do séc. IV, São Demétrio (VER TAMBÉM 26 DE OUTUBRO), mártir. Seu culto foi extremamente popular no Oriente, onde muitíssimas igrejas lhe são dedicadas. (M). Ver “São Demétrio de Tessalônica ou São Demétrio de Salonica (em latimDemetrius; em grego: Άγιος Δημήτριος της Θεσσαλονίκης) foi um grande mártir cristão que viveu no século IV. Durante a Idade Média, ele se tornou um dos mais importantes santos militares ortodoxos, aparecendo junto com São Jorge. Sua festa litúrgica no Ocidente é 26 de outubro e no Oriente, 06 de outubro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dem%C3%A9trio_de_Tessal%C3%B4nica

13. Outros santos do dia 08 de outubro: 403-428: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2017.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 08 de outubro, ver ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/8_de_outubro

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 788-789:

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, protegei-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedei por nós!

Amém!

PAI AMADO DAI-NOS, A NOSSA FAMÍLIA E A TODOS, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR! DAI-NOS A VOSSA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS EM VÓS! AMÉM!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.