Santas e Santos de 23 de dezembro (atualizado em 26.01.2022)

23 de dezembro: 7ª ANTÍFONA DO Ó:

Die 23 Decembris
Emmanuel,
Rex et legifer noster,
exspectatio gentium,
et Salvator earum:
Veni ad salvandum nos, Domine Deus noster
23 de dezembro
Ó Emanuel,
nosso rei e legislador,
esperança e salvador das nações,
Vinde salvar-nos,
Senhor nosso Deus.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%ADfonas_do_%C3%93

SANTAS E SANTOS DE 23 DE DEZEMBRO

1. São João de Kenty, neste 23 de dezembro (também na Folhinha do Coração de Jesus, São João Câncio), pres­bí­tero, que, sendo sa­cer­dote, se de­dicou ao en­sino du­rante muitos anos na Uni­ver­si­dade de Cra­cóvia e de­pois as­sumiu o mi­nis­tério pas­toral da paróquia de Ol­kusz, onde as­so­ciou às suas grandes vir­tudes o tes­te­munho de uma recta fé e foi para os seus co­la­bo­ra­dores e dis­cí­pulos um exemplo de pi­e­dade e ca­ri­dade para com o pró­ximo. No dia 24 deste mês, em Cra­cóvia, ci­dade da Po­lónia, partiu deste mundo para a ale­gria celeste. († 1473)

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na noite de Natal de 1473, o nascimento no céu de São João Câncio, sacerdote polonês. Primeiro foi professor na universidade de Cracóvia, onde defendeu a doutrina católica, e depois vigário de paróquia, quando acolheu, como a Cristo, todos os pobres que encontrava durante suas numerosas peregrinações. (R).

– Ver também dia 20 de outubro no VIDAS DOS SANTOS: São João Câncio, sacerdote polonês. Ver páginas 343-347: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver também “…João nasceu em Kety, na diocese de Cracóvia, Polônia, em 1390; estudou na Cracóvia e foi ordenado sacerdote. Durante muitos anos foi professor da Universidade de Cracóvia; depois, foi pároco de Ilkus. A fé que ensinava uniu grandes virtudes, sobretudo, a piedade e a caridade para com o próximo, tornando-se um modelo insigne para seus colegas e discípulos… Morreu em Cracóvia, com a idade de oitenta e três anos, no ano de 1473…”: https://santo.cancaonova.com/santo/sao-joao-cancio/

– Ver também “… “Ele pertencia a um grupo de homens notáveis; distinguiu-se por conhecimento e santidade, que tanto ensinou e colocar em prática, assim como defendeu, a verdadeira fé, que estava sob ataque dos seus inimigos” falava o Papa Clemente XIII sobre João Câncio… Foi beatificado em Roma… dia 28 de março de 1676 e canonizado em 16 de julho de 1767 pelo Papa Clemente XIII.”: https://pt.zenit.org/articles/sao-joao-cancio/

2.   Em Gor­tina, na ilha de Creta, dez santos már­tires – Teó­dulo, Sa­tur­nino, Eu­poro, Ge­lásio, Eu­ni­ciano (também na Folhinha do Coração de Jesus), Zó­tico, Pôncio, Aga­topo, Ba­sí­lides e Eva­risto – os quais, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Décio, por se terem re­cu­sado pu­bli­ca­mente à ordem de ofe­recer sa­cri­fí­cios na de­di­cação do templo de For­tuna, de­pois de so­frerem cruéis tor­mentos, foram decapitados. († 250). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 250, o martírio de Dez Cristãos, cujo culto foi muito popular na ilha de Creta. (M). Ver páginas 392-393: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

3.   Em Roma, a co­me­mo­ração de São Sér­vulo, que, desde tenra idade, ja­zendo pa­ra­lí­tico sob um pór­tico junto da igreja de São Cle­mente, dava sempre graças a Deus na sua dor, como es­creve São Gre­gório Magno, e tudo o que re­cebia de oferta dis­tri­buía aos pobres. († c. 590). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI, São Sérvulo. Segundo São Gregório, era um paralítico que pedia esmolas sob um pórtico próximo à igreja de São Clemente, em Roma. Passou deste mundo à glória do Paraiso acompanhado pelo canto dos anjos. (M). Ver “São Sérvulo ou Servol, mendigo paralítico de Roma” páginas 388-389: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

4*.   Em Char­tres, na Gália, na ac­tual França, Santo Ivo, bispo, que re­formou a ordem dos có­negos e tra­ba­lhou e es­creveu muito para pro­mover a con­córdia entre o sa­cer­dócio e o im­pério e para o be­ne­fício da Igreja. († 1116)

5*.   Em Bres­sa­none, no Alto Ádige, re­gião da Itália, o Beato Hart­mann, bispo, que, de­pois de ser có­nego re­gular, go­vernou esta Igreja com pru­dência e fidelidade. († 1164)

6*.   Na Is­lândia, São Tor­laco, bispo de Ska­lholt, que se de­dicou à re­forma dos cos­tumes do clero e do povo. († 1193).

– Ver “São Torlaco Thorhallsson (em nórdico antigoÞorlákr Thorhallsson; em islandêsÞorlákur Thorhallsson1133 — 23 de dezembro de 1193), também escrito Tórlaco ou Thorlak, é o padroeiro da Islândia. Nascido em Fljótshlíð, na Islândia, foi bispo de Skálholt de 1178 até sua morte[1] As relíquias de Torlaco foram transladadas para a catedral de Skálholt em 1198, não muito tempo depois de seu sucessor como bispo, Páll Jónsson, anunciar no Althingi que os fiéis poderiam fazer promessas a Torlaco. Seu status como um santo não recebeu o reconhecimento oficial da Igreja Católica até 14 de janeiro de 1984, quando João Paulo II o canonizou e declarou santo padroeiro da Islândia.[2] Sua vida e dezenas de seus milagres são descritos com muitos detalhes na saga islandesa Þorláks saga Helga (Saga de São Torlaco), republicada em islandês, por ocasião da visita de João Paulo II à Islândia em 1989[3].”: Torlaco da Islândia – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

7.   Em Can­tuária, na In­gla­terra, a co­me­mo­ração de São João Stone, pres­bí­tero da Ordem dos Ir­mãos de Santo Agos­tinho e mártir, que, no rei­nado de Hen­rique VIII, de­fendeu va­lo­ro­sa­mente a fé ca­tó­lica e con­sumou o mar­tírio no pa­tí­bulo da forca. († 1539)

8*.   Em Va­lência, na Es­panha, o Beato Ni­colau Factor, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que, abra­sado em ar­den­tís­simo amor de Deus, foi muitas vezes ar­re­ba­tado em êxtase. († 1583).

– Ver páginas 390-391: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

9.   Em Mon­tréal, no Ca­nadá, Santa Maria Mar­ga­rida d’Youville, re­li­giosa, que, de­pois de ter fi­cado viúva, educou pi­e­do­sa­mente os dois fi­lhos, en­ca­mi­nhando-os para o sa­cer­dócio, e se en­tregou com todas as suas forças ao cui­dado dos en­fermos, dos an­ciãos e de todo o gé­nero de ne­ces­si­tados, para os quais fundou a Con­gre­gação das Irmãs da Caridade. († 1771)

10.   Em São Paulo, no Brasil, Santo An­tónio de Sant’Ana Galvão de França, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que se de­dicou fru­tu­o­sa­mente ao mi­nis­tério da pre­gação e da pe­ni­tência e fundou o Re­co­lhi­mento da Luz, onde ori­entou com a sua exem­plar di­recção es­pi­ri­tual uma co­mu­ni­dade de Irmãs. († 1822). 

No Diretório da Liturgia da CNBB, memória em 25 de outubro: SANTO ANTÔNIO DE SANTANA GALVÃO – Frei GALVÃO (também na Folhinha do Coração de Jesus). Canonizado pelo Papa Bento XVI em 11 de maio de 2007. Em 25 de outubro de 1998, Galvão se tornou o primeiro religioso nascido no Brasil a ser beatificado pelo Vaticano, tendo sido declarado Venerável um ano antes, em 8 de março de 1997.

Ver 25 de outubro:

SANTO ANTÔNIO DE SANTANA GALVÃO – Frei GALVÃO (também na Folhinha do Coração de Jesus). Canonizado pelo Papa Bento XVI em 11 de maio de 2007. Em 25 de outubro de 1998, Galvão se tornou o primeiro religioso nascido no Brasil a ser beatificado pelo Vaticano, tendo sido declarado Venerável um ano antes, em 8 de março de 1997.

– Ver “… Antônio de Sant’Anna Galvão nasceu em 1739 na freguesia de Santo Antônio de Guaratinguetá, na capitania de São Paulo.[7][8] Era o quarto de dez ou onze filhos de uma família profundamente religiosa de elevado status social e político.[8][9][2][10] Seu pai, o português Antônio Galvão de França, era o capitão-mor da vila.[8] Natural de Faro e ativo no mundo do comércio, França pertencia à Ordem Terceira de São Francisco e era conhecido por sua generosidade.[8][9] Sua mãe, Isabel Leite de Barros, era filha de fazendeiros e membro da família do famoso bandeirante Fernão Dias Paes, conhecido como o “caçador de esmeraldas”. Ela morreria prematuramente em 1755, aos 38 anos.[8][9] Também conhecida por sua generosidade, Isabel teria doado todas suas roupas aos pobres à época de sua morte.[9]… Em 25 de outubro de 1998, Galvão se tornou o primeiro religioso nascido no Brasil a ser beatificado pelo Vaticano, tendo sido declarado Venerável um ano antes, em 8 de março de 1997.[10] Em 11 de maio de 2007, durante a visita de cinco dias do Papa Bento XVI ao Brasil, se tornou a primeira pessoa nascida no Brasil a ser canonizada pela Igreja Católica.[3]”:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Frei_Galv%C3%A3o

– Ver também:

* … “… As celebrações pelo Dia de Frei Galvão, comemorado nesta quinta-feira (25 de outubro de 2007), não se restringiram ao estado de São Paulo, onde o religioso nasceu e passou a vida. Várias igrejas e mosteiros programaram atividades para festejar a data, a primeira depois da canonização do capuchinho.

A data foi designada pelo papa João Paulo II em 1998 como dia de devoção ao frei, que se tornou o primeiro santo brasileiro. O papa Bento XVI oficializou a canonização no dia 11a de maio deste ano (2007).http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL158265-5598,00-DIA+DE+FREI+GALVAO+E+COMEMORADO+COM+MISSAS+PELO+PAIS.html

* … “…SEIS CURIOSIDADES SOBRE A VIDA DE SÃO FREI GALVÃO”: https://cleofas.com.br/6-curiosidades-sobre-a-vida-de-sao-frei-galvao-que-talvez-nao-conheca-2/

*… “… AS PÍLULAS DE FREI GALVÃO”:  O que são é como receber em casa as famosas pílulas de Frei Galvão? | Cléofas (cleofas.com.br)

* Ver Dia 23 de dezembro: Em São Paulo, no Brasil, Santo An­tónio de Sant’Ana Galvão de França, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que se de­dicou fru­tu­o­sa­mente ao mi­nis­tério da pre­gação e da pe­ni­tência e fundou o Re­co­lhi­mento da Luz, onde ori­entou com a sua exem­plar di­recção es­pi­ri­tual uma co­mu­ni­dade de Irmãs. († 1822). 

– Conforme a folhinha do Coração de Jesus de 24.10.2007: “FREI GALVÃO, Padroeiro da Construção Civil. Frei Galvão construiu o Mosteiro da Luz das Irmãs Concepcionistas em São Paulo, SP, declarado pela UNESCO Patrimônio Histórico da Humanidade. Ele foi o verdadeiro arquiteto, mestre de obras e até mesmo operário. É invocado como padroeiro de todos os que trabalham na Construção Civil. Depois de viver muitos anos no Convento São Francisco, bem no centro de São Paulo, viveu seus últimos dias no mosteiro, onde hoje se localiza o túmulo deste santo, tão honrado e visitado diariamente por centenas de devotos que vêm pedir graças e buscar as pílulas de Frei Galvão. Frei Paulo Back, OFM-São Paulo SP”.

11.   Em Tjyen-Tiyou, lo­ca­li­dade da Co­reia, São José Cho Yun-ho, mártir, que, ainda jovem, se­guindo os passos de São Pedro Cho Hwa-so, seu pai, foi morto à pau­lada por causa do nome de Cristo. († 1866)

12*.   Na ter­ri­tório de Va­lência, na Es­panha, o Beato Paulo Me­léndez Gonzalo, mártir, que, sendo pai de fa­mília, du­rante a per­se­guição contra a fé, se­guiu o exemplo de Cristo e por sua graça al­cançou o reino eterno. († 1936)

13.   Em San­tander, ci­dade da Es­panha, os be­atos Hen­rique Iz­qui­erdo Palácios, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e com­pa­nheiros már­tires, que, du­rante a per­se­guição re­li­giosa, ven­ceram glo­ri­o­sa­mente o com­bate da fé. São estes os seus nomes: Eliseu Mi­guel Largo, Hen­rique Cañal Gómez, Ma­nuel (José Ma­nuel Ju­lián Mauro Gu­tiérrez Ce­ballos), Mi­guel Ro­drí­guez Gon­zález, pres­bí­teros da Ordem dos Pre­ga­dores; Ber­nar­dino Irurzun Otermin, Eleu­tério Marne Man­silla, José Maria Garcia Tabar, Pedro Luís Luís, re­li­gi­osos da mesma Ordem. († 1936)

14. São Mardônio (também na Folhinha do Coração de Jesus). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, durante a perseguição de Diocleciano, a paixão dos Santos Migdônio e Mardônio. (M).

Ver página 398 (São Mardônio e Midônio): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

– Ver “… Em Nicomédia, a paixão dos Santos Migdónio e Mardónio, um dos quais foi queimado vivo na mesma perseguição de Diocleciano, e o outro morreu num poço onde tinha sido lançado. Um diácono de Santo Anthimus, bispo de Nicomédia, sofreu ao mesmo tempo. Ele havia sido preso pelos pagãos quando carregava cartas para os mártires e, sendo esmagado por pedras, foi ao nosso Senhor, no reinado do imperador Diocleciano. Migdônio foi queimado na fogueira e Mardônio foi afogado em um poço…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember23.html

15. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Sabina, o martírio de Santa Vitória, virgem. (M).

– Ver página 398: VIDAS DOS SANTOS – 21.pdf (obrascatolicas.com)

– Ver também “… SS. VITÓRIA ANATOLIA, VIRGENS E MÁRTIRES
A sem valor passio de Santa Anatólia relata que quando ela se recusou, em consequência de uma visão, a aceitar seu pretendente Aurélio, ele foi até sua irmã, Vitória, e pediu persuadir a Anatólia a se casar com ele. Os esforços de Vitória não foram apenas malsucedidos, mas ela mesma se converteu às opiniões de sua irmã e rompeu seu próprio noivado com um certo Eugênio. Os jovens então removeram as donzelas de Roma para suas respectivas vilas e tentaram fazê-las passar fome em um estado de espírito diferente. A Anatólia foi denunciada como cristã, e seu fim é assim resumido no Martirológio Romano de 9 de julho: com vários castigos por ordem do juiz Faustiniano; e depois que ela foi libertada de uma serpente que foi lançada sobre ela e converteu [o carrasco] Audax à fé, levantando as mãos em oração,
Victoria teve um destino semelhante, talvez em Tribulano, nas colinas Sabine. “Ela recusou casar-se com Eugênio ou sacrificar-se e, depois de realizar muitos milagres pelos quais numerosas donzelas foram reunidas a Deus, foi ferida no coração pela espada do carrasco a pedido de seu noivo”.
Tanto Santa Anatólia quanto Santa Vitória tiveram um culto em várias partes da Itália, mas as circunstâncias reais de seu martírio não são conhecidas. Os sentimentos em relação ao casamento expressos em sua passio são do tipo exagerado e descuidado, que, embora frequentemente encontrados em documentos cristãos, se aproximam mais das doutrinas heréticas do encratismo do que do ensinamento da Igreja Católica. Como a paixão de St Lucy, St Aldhelm de Sherborne utilizou o de St Victoria em suas obras De laudibus virginitatis. 

Embora a passio desses mártires, preservada para nós em textos variados e inconsistentes (ver BHL., nn. 417-420 e 8591-8593), seja historicamente sem valor, ainda há motivos para acreditar em sua existência real. Ver P. Paschini, La passio delle martire Sabine Vittoria ed Anatolia (1919); Lanzoni, Le diocesi d’Italia, pp. 347-350; Schuster, Bolletino diocesano per Sabina, etc. (1917), pp. 163-167; e especialmente CMH., pp. 364 e 654, de Delehaye, com seu Etude sur le Légendier romain (1936), pp59-60…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember23.html

16. São Sabiniano. Ver páginas 394-395: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf

17. São Dagoberto II. Rei e mártir. Ver páginas 396-397: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2021.pdf . Ver “Dagoberto II (ca. 652 — 23 de dezembro de 679) foi rei da Austrásia (676 – 679). Filho de Sigeberto III, um dos rois-fainéants (reis fantoches) e o último da dinastia merovíngia a governar independentemente a Austrásia, com exceção do duvidoso candidato de Carlos MartelClotário IV.”: Dagoberto II – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

18. Outros santos do dia 23 de dezembro: págs. 388-398: VIDAS DOS SANTOS – 21.pdf (obrascatolicas.com)            

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 23 de dezembro, ver também: 23 de dezembro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  961-963: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayDecember23.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SAMTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Antão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.