Santas e Santos de 24 de janeiro (atualizado em 20.02.2022)

1. Me­mória de São Fran­cisco de Sales, bispo de Ge­nebra e doutor da Igreja, que, como ver­da­deiro pastor de almas, re­con­duziu à co­mu­nhão ca­tó­lica muitos ir­mãos dela se­pa­rados, exortou os cris­tãos com os seus es­critos à pi­e­dade e ao amor de Deus e, jun­ta­mente com Santa Joana de Chantal, fundou a Ordem da Vi­si­tação. Fi­nal­mente, vi­vendo hu­mil­de­mente em Lião, en­tregou a alma a Deus no dia 28 de De­zembro e foi se­pul­tado neste dia em Annecy. († 1622).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de São Francisco de Sales (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Genebra e Doutor da Igreja. Nascido de nobre linhagem da Savóia (nasceu em 21/08/1567), reconduziu sua região calvinista para a unidade católica através de sua pregação e de suas publicações. Dedicou-se, além disso, a introduzir os leigos na vida espiritual e fundou junto com Santa Joana de Chantal a Ordem da Visitação. Morreu em Lião no dia 28 de dezembro de 1622, e seu corpo foi transferido para Annecy no dia 24 de janeiro seguinte (1623). São Francisco de Sales é o patrono dos editores cristãos. (R).

– Ver páginas 245-266, no VIDAS DOS SANTOS do dia 29 de janeiro: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver também “Francisco de Sales, em francêsFrançois de Sales (Castelo de Sales, 21 de agosto de 1567 ─ Lyon28 de dezembro de 1622), foi um sacerdote católico saboiano. Foi bispo de Genebra do século XVII e declarado santo e Doutor da Igreja pela Igreja Católica. Ficou famoso por sua profunda fé e por sua abordagem gentil aos conflitos religiosos que inflamaram sua diocese durante a Reforma Protestante. Escreveu também muitas obras sobre direção e formação espiritual, particularmente a “Introdução à Vida Devota” e ao “Tratado do Amor de Deus“.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Francisco_de_Sales

2.   Em Fo­linho, na Úm­bria, re­gião da Itália, São Fe­li­ciano, con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta região. († c. s. III). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 251, São Feliciano (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo. Depois de fazer brilhantes estudos em Roma, voltou para evangelizar sua própria região. Foi martirizado em Foligno, na Úmbria. (M).

– Ver página 148-149: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

3.   No ter­ri­tório de Troyes, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, São Sa­bi­niano, mártir. († s. III)

4.   Em An­ti­o­quia, na Síria, hoje An­takya, na Tur­quia, a paixão de São Bá­bila, bispo, que, du­rante a per­se­guição de Décio, de­pois de ter glo­ri­fi­cado a Deus muitas vezes com tri­bu­la­ções e su­plí­cios, al­cançou o fim glo­rioso da sua vida preso em ca­deias, com as quais mandou que fosse se­pul­tado o seu corpo. Se­gundo a tra­dição, com ele so­freram também o mar­tírio três jo­vens, a saber, Ur­bano (também na Folhinha do Coração de Jesus), Pri­li­dano e Epo­lono, que ele tinha ins­truído na fé de Cristo. († 250).

– Ver página 153, São Bábilas: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver também “… O mais célebre dos antigos bispos de Antioquia depois de Santo Inácio foi São Babilônia, que sucedeu Zebino por volta do ano 240, mas lamentavelmente pouco se sabe sobre ele. De acordo com São João Crisóstomo, ele foi o bispo que, relata Eusébio, recusou a admissão na igreja no dia da Páscoa de 244 a Filipe, o Árabe – alegadamente cristão – até que ele tivesse feito penitência pelo assassinato de seu antecessor, o imperador Gordiano. São Babylas morreu mártir durante a perseguição de Décio, provavelmente na prisão, como diz Eusébio, mas Crisóstomo afirma que foi decapitado.
São Babylas é o primeiro mártir de quem se registra uma tradução (transferência, remoção) de relíquias. Seu corpo foi enterrado em Antioquia; mas em 351 o césar Galo o transferiu para uma igreja em Dafne, a poucos quilômetros de distância, para neutralizar a influência de um famoso santuário de Apolo, onde eram dados oráculos e a licenciosidade era notória.
Os oráculos foram realmente silenciados e, em 362, Juliano, o Apóstata, ordenou que as relíquias do mártir fossem removidas. Assim, eles foram levados de volta ao seu antigo local de descanso, os cristãos os acompanharam em procissão, cantando os salmos que falam da impotência dos ídolos e dos falsos deuses. Na noite seguinte, dizem-nos, o templo de Apolo foi destruído por um raio. Pouco depois, houve uma terceira tradução, feita pelo bispo São Melécio, para uma basílica que ele construiu do outro lado do Orontes; O próprio Meletius foi enterrado ao lado de St Babylas.
Ver Analecta Bollandiana , vol. xix (1905), pp. 5-8, e o Acta Sanctorum de 24 de janeiro, onde são impressas duas paixões de Santa Babilônia, reconhecidamente sem autoridade. Nem os dois panegíricos pregados por Crisóstomo podem ser considerados fontes históricas confiáveis, como Delehaye mostrou no cap. ii de Les passions des mártires . . . (1921), especialmente pp. 209 e 232. St Babylas, no entanto, não apenas figuras no martirológio siríaco mais antigo, mas foi amplamente celebrado até mesmo no Ocidente, e temos um relato dele em prosa e verso escrito por St Aldhelm de Sherborne no século VII. Estes foram editados com o resto das obras de Aldhelm por R. Ehwald em MGH., Auctores antiquissimi, vol. xv, pp. 274, 397. Cf. Tillemont, Mémoires… , vol. iii, pp. 400-408; e Delehaye, Origines du culte… (1933), pp. 54, 58, etc.  

Urbano, Prilidiano e Epolônio. Babylas tornou-se bispo de Antioquia, Turquia, por volta de 240. São João Crisóstomo relatou que Babylas recusou permissão para o imperador Filipe, o Árabe (244-249 dC) entrar em sua igreja até que ele realizasse penitências.
Philip havia assassinado seu antecessor Gordian III. Babylas e seus companheiros, jovens estudantes dele, foram presos durante as perseguições do imperador Trajanus Decius (250), e Babylas morreu enquanto aguardava a execução. Suas dependências foram consagradas perto de um templo de Apolo…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary24.html

5.   Em Cín­goli, no Pi­ceno, hoje re­gião das Marcas, na Itália, Santo Exu­pe­râncio, bispo. († c. s. V).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, Santo Exuperâncio, bispo africano que converteu os marinheiros de um navio em que viajava e amainou uma tempestade durante a travessia que o levava à Itália (M).

– Ver páginas 153-154: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

6*.   Em Bi­naco, pró­ximo de Milão, na Lom­bardia, re­gião da ac­tual Itália, a Beata Paula Gam­bara Costa, viúva, que, as­so­ciada à Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco, su­portou pa­ci­en­te­mente o seu vi­o­lento es­poso e o con­duziu à con­versão, e exer­citou de modo in­signe a ca­ri­dade para com os pobres. († 1515). Ver páginas 152-153: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

7*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos már­tires Gui­lherme Ire­land, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus, e João Grove, seu au­xi­liar, que no rei­nado de Carlos II, fal­sa­mente acu­sados de cons­pi­ração, so­freram por Cristo o mar­tírio na praça de Tyburn. († 1679)

8*.   Em Sain­ville, lo­ca­li­dade do ter­ri­tório de Char­tres, na França, a Beata Maria Pous­sepin, virgem, que fundou a Con­gre­gação das Irmãs Do­mi­ni­canas da Ca­ri­dade da Apre­sen­tação da San­tís­sima Virgem, para ajudar os pas­tores de almas, formar as jo­vens e prestar as­sis­tência aos po­bres e aos enfermos. († 1744)

9*.   Em Pra­tulin, da re­gião de Si­e­dlice, na Po­lónia, os be­atos Vi­cente Lewoniuk e doze companheiros, már­tires, que, sem se dei­xarem de­mover nem pelas ame­aças nem pelas se­du­ções, re­cu­saram se­parar-se da Igreja ca­tó­lica e en­tregar as chaves da sua pa­ró­quia; por isso foram as­sas­si­nados ou fe­ridos até à morte. São estes os seus nomes: Da­niel Kar­masz, Lucas Bojko, Bar­to­lomeu Osy­piuk, Onofre Wa­siluk, Fi­lipe Kiryluk, Cons­tan­tino Bojko, Mi­guel Ni­cé­foro Hry­ciuk, Inácio Franczur, João An­dr­zejuk, Cons­tan­tino Lu­kaszuk, Má­ximo Ha­wryluk, Mi­guel Wawrzyszuk. († 1874)

10*.   Em Roma, o Beato Ti­móteo (José) Gi­a­cardo, pres­bí­tero, que formou muitos dis­cí­pulos na So­ci­e­dade de São Paulo, para anun­ciar ao mundo o Evan­gelho, uti­li­zando os mais apro­pri­ados meios de co­mu­ni­cação so­cial. († 1948)

11. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no tempo da invasão dos lombardos, no séc. VI, São Surano, abade, vítima da hospitalidade dada a refugiados, que o assassinaram. (M)

12. Bem-Aventurado Marcolino. Da Ordem dos Irmãos Pregadores. Ver páginas 146-147: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf 

13. São Macedônio. Ver páginas 150-151: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver também: “… ST MACEDÔNIO… Diz-se que este asceta sírio viveu durante quarenta anos de cevada umedecida em água até que, encontrando sua saúde prejudicada, comeu pão, refletindo que não era lícito a ele encurtar sua vida para evitar trabalhos e conflitos. Essa também foi a orientação que ele deu à mãe de Teodoreto, persuadindo-a, quando em mau estado de saúde, a usar uma alimentação adequada, que ele disse ser uma forma de remédio. Teodoreto relata muitas curas milagrosas de pessoas doentes, e de sua própria mãe entre elas, feitas pela água sobre a qual Macedônio fez o sinal da cruz. Ele acrescenta que seu próprio nascimento foi o efeito das orações do anacoreta depois que sua mãe viveu treze anos sem filhos em casamento. O santo morreu aos noventa anos, e é nomeado nas henologias gregas.

Praticamente todas as nossas informações vêm da Historia Religiosa de Teodoreto (ver Migne, PG., vol. lxxxii, 1399), mas Macedônio também tem um parágrafo no Sinaxário de Constantinopla (ed. Delehaye, pp. 457-458), datado de 11 de fevereiro. Cf. também DCB., vol. iii, pág. 778 e o Acta Sanctorum para 24 de janeiro.

São Macedônio Eremita da Síria, chamado Kriptophagus “o comedor de cevada”, milagres de cura. Como grãos foram seu único sustento por quatro décadas. Ele é relatado para ter realizado muitos milagres de cura na Síria, Fenícia e Cilícia…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary24.html

14. Santos Paulo, Pausírion e Teodocião, irmãos mártires. Ver página 155: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

15. São Timóteo, bispo e mártir. Ver “…Sabemos pela primeira epístola a Timóteo, que ele só bebia água, mas visto que tão grande austeridade lhe havia alterado a saúde, e que o estômago estava fraquíssimo, São Paulo ordenou-lhe que sorvesse um pouco de vinho. Timóteo devia ter uns quarenta anos. Era bispo de Éfeso, antes da chegada de São João a essa cidade. Em 22 de janeiro de 97, os pagãos, ao celebrarem uma das suas festas, na qual exibiam os ídolos, mataram a pedradas e cacetadas Timóteo, que pretendia opor-se a tão abomináveis superstições. Foram as suas relíquias transportadas solenemente para Constantinopla em 356, e lá se verificaram inúmeros milagres.” páginas 141-145: VIDAS DOS SANTOS – 2.pdf (obrascatolicas.com)

16. Outros santos do dia 24 de janeiro, às páginas 141-155: VIDAS DOS SANTOS – 2.pdf (obrascatolicas.com)

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 24 de janeiro, ver também: 24 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 153-155: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary24.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.