Santas e Santos de 25 de janeiro (atualizado em 20.02.2022)

1. Festa da Con­versão de São Paulo, Após­tolo, ao qual, quando ia para Da­masco, ainda res­pi­rando ame­aças de morte contra os dis­cí­pulos do Se­nhor, o pró­prio Jesus glo­rioso Se apre­sentou no ca­minho e o es­co­lheu, para que, cheio do Es­pí­rito Santo, anun­ci­asse o Evan­gelho da sal­vação aos gen­tios, pa­de­cendo muitas tri­bu­la­ções pelo nome de Cristo. († c. 67). Festa da Conversão de São Paulo (também na Folhinha do Coração de Jesus), fato que ocorreu seis anos depois da Ascensão do Senhor. Pouco depois de ter aprovado o martírio de Santo Estêvão, que morreu rezando por seus carrascos -, Saulo de Tarso, fariseu, tramava ameaças contra os adeptos do caminho de Cristo, até que um dia, viajando para Damasco, foi chamado pelo próprio Jesus a quem perseguia a tornar-se um instrumento privilegiado para a evangelização do mundo. (R). Ver páginas 156-163: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

Ver “conversão do apóstolo Paulo, chamada também de conversão de são Paulo, é, de acordo com o Novo Testamento, um acontecimento na vida de Paulo de Tarso que o levou a deixar de perseguir os primeiros cristãos e tornar-se um seguidor de Jesus. É normalmente datado pelos pesquisadores para 33-36 d.C..[1][2][3] ”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Conversão_do_apóstolo_Paulo

– Ver também: Paulo de Tarso – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

   

2.   Co­me­mo­ração de Santo Ana­nias, dis­cí­pulo do Se­nhor, que bap­tizou Paulo, de­pois da sua conversão. Ver página 166: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdfVer “Ananias de Damasco, dito Santo Ananias, foi um discípulo de Jesus e companheiro de Paulo de Tarso. Os Atos dos Apóstolos relatam como ele foi enviado por Deus para curar a cegueira de Paulo e introduzi-lo à Igreja.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ananias_de_Damasco

3*.   Em Poz­zuólli, na Cam­pânia, re­gião da Itália, Santo Ar­temas, mártir. († s. III-IV)

4.   Em Car­tago, na ac­tual Tu­nísia, Santo Agileu, mártir, em cujo dia natal Santo Agos­tinho pregou na sua ba­sí­lica um sermão ao povo em sua honra. († s. III-IV)

5.   Em Na­zi­anzo, na Ca­pa­dócia, hoje Ne­nízi, na Tur­quia, o dia natal de São Gre­gório, bispo, cuja me­mória é ce­le­brada no dia 2 de Janeiro. († c. 389)

6.   Co­me­mo­ração de São Bre­ta­nião, bispo de Tómis, na Cítia, hoje Cons­tança, na Ro­ménia, que, no tempo do im­pe­rador ariano Va­lente, a quem re­sistiu com grande for­ta­leza, foi emi­nente pela sua ad­mi­rável san­ti­dade e pelo seu zelo na de­fesa da fé católica. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Ásia Menor, no final do séc. IV, São Bretânio, bispo, que diante de seu povo reunido em frente à catedral enfrentou o imperador, confessando a fé de Nicéia sobre a divindade do Verbo. (M). Ver páginas 167-168: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

   

7.   Em Ta­benna, na Te­baida, re­gião do Egipto, São Pa­lémon, ana­co­reta, in­ten­sa­mente con­sa­grado à oração e à con­tínua pe­ni­tência, que foi mestre de São Pacómio. († s. IV)

8.   Em Ar­vena, na Aqui­tânia, hoje Cler­mont-Fer­rand, na França, os santos Preste, bispo, e Ama­rino, homem de Deus, ambos mortos às mãos dos no­tá­veis da cidade. († 676).

São Projeto, bispo e Amarino, abade. Ver páginas 170-173: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver também: “… Santo Amarino bispo de Clermont, mártir beneditino. companheiro de St. Priest , ou Praejectus. Amarinus era bispo de Clermont, França. O vale de Saint Amarian na Alsácia, França, é nomeado em sua homenagem…

… Em Auvergne, na França, os Santos Praejectus, bispo, e Amarinus, abade de Doroang, que foram assassinados pelos líderes daquela cidade. A sé episcopal de Auvergne, nos primeiros dias, foi homenageada com muitos bispos santos, dos quais o poeta cristão, São Sidônio Apollinaris, foi um dos mais famosos. Mais tarde, o título de bispos de Auvergne foi mudado para o de Clermont, da cidade deste nome. São Praejectus (chamado na França variadamente Priest, Prest, Preils e Prix) era um nativo de Auvergne, treinado no serviço da Igreja sob os cuidados de São Genésio, Bispo de Auvergne, bem hábil em cantochão, na Sagrada Escritura e na história da igreja. Por volta do ano 666 foi chamado pela voz do povo, secundado por Childerico II, rei da Austrásia, à dignidade episcopal, após a morte de Félix, bispo de Auvergne.
Em parte por seu amplo patrimônio, e em parte pela liberalidade de Genésio, Conde de Auvergne, ele foi capaz de fundar vários mosteiros, igrejas e hospitais; de modo que as pessoas aflitas em sua extensa diocese foram atendidas, e reinou um espírito de fervor religioso. Isso foi fruto do zelo incansável, exortações assíduas e admirável exemplo do santo prelado, cuja erudição, eloquência e piedade são muito exaltadas por seu biógrafo contemporâneo. Praejectus restabeleceu a saúde de Santo Amarino, abade de um mosteiro nos Vosges, que depois foi seu companheiro no martírio.
Como resultado de uma suposta indignação de Heitor, o Patrício de Marselha – um incidente muito diferente contado por escritores de diferentes simpatias – Heitor, após uma visita ao tribunal, foi preso e executado por ordem de Childeric. Um Agritius, imputando sua morte às queixas levadas ao rei por São Praejectus, pensou em vingá-lo organizando uma conspiração contra ele. Com vinte homens armados, encontrou o bispo quando voltava da corte de Volvic, a duas léguas de Clermont, e primeiro matou o abade Santo Amarin, que os assassinos confundiram com o bispo. São Praejectus, percebendo seu projeto, corajosamente deu um passo à frente e foi esfaqueado por um saxão chamado Radbert. O santo, recebendo esta chaga, disse: “Senhor, não lhes imputes este pecado, porque não sabem o que fazem”. Outro dos assassinos cortou sua cabeça com uma espada e espalhou seus miolos. Isso aconteceu em 676, em 25 de janeiro. A veneração que as igrejas galicanas prestavam à memória deste mártir começou a partir do momento de sua morte, e muitos milagres logo depois foram registrados em seu túmulo.

O texto da Vida de São Praejectus nos tempos modernos foi editado e cuidadosamente anotado por B. Krusch em MGH., Scriptores Merov., vol. v, págs. 212-248. Krusch é de opinião que, embora o autor não pareça ter conhecido o santo pessoalmente, ele era um contemporâneo e provavelmente um monge de Volvic em Puy-de-Dome. É um dos mais confiáveis ​​e interessantes documentos hagiográficos merovíngios. A maior parte das relíquias de São Praejectus foi posteriormente trasladada para a abadia de Flavigny na Borgonha. Ver também Acta Sanctorum de 25 de janeiro; e Duchesne, Fastes Episcopaux, vol. ii, pp. 37-38…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary25.html

9.   Em Mar­chi­ennes, na Flan­dres, também na ac­tual França, São Popão, abade de Sta­belot e de Mal­médy, que di­fundiu em muitos mos­teiros da Lo­ta­ríngia a ob­ser­vância de Cluny. († 1048). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1048, São Popônio, abade de Stavelot, na diocese de Liège, que seguiu o Bem-Aventurado Ricardo, abade de Saint-Vanne de Verdun, na reanimação do monaquismo na Flandres. (M). Ver “São Popo, abade de Stavelo” páginas 164-165: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

10*.   Em Ulm, na Suábia, re­gião da Ale­manha, o beato Hen­rique Suso, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores, que su­portou pa­ci­en­te­mente inú­meras tri­bu­la­ções e en­fer­mi­dades, compôs um tra­tado sobre a sa­be­doria eterna e pregou as­si­du­a­mente sobre o su­a­vís­simo nome de Jesus. († 1366)

11*.   Em Amân­dola, no Pi­ceno, hoje re­gião das Marcas, na Itália, o beato An­tónio Mi­gli­o­ráti, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agostinho. († 1450)

12*.   Em Mântua, na Lom­bardia, re­gião da Itália, a Beata Ar­cân­gela Gir­láni (Le­onor Gir­láni), virgem da Ordem das Car­me­litas, pri­o­resa do con­vento de Parma e fun­da­dora do ce­nóbio de Mântua. († 1495)

13*.   Em Tor­tosa, na Es­panha, o Beato Ma­nuel Do­mingo y Sol, pres­bí­tero, que ins­ti­tuiu a So­ci­e­dade dos Sa­cer­dotes Ope­rá­rios do Co­ração de Jesus, para fo­mentar vo­ca­ções sacerdotais. († 1909)

14*.   Em Ales­sân­dria, no Pi­e­monte, re­gião da Itália, a beata Maria Antónia (Te­resa Grillo), re­li­giosa, que, ao ficar viúva, se de­dicou mi­se­ri­cor­di­o­sa­mente às ne­ces­si­dades dos po­bres e, ven­dendo tudo o que pos­suía, fundou a Con­gre­gação das Ir­mã­zi­nhas da Di­vina Providência. († 1944)

15*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, perto de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato An­tónio Swi­adek, pres­bí­tero e mártir, que, em tempo de guerra, por de­fender a fé pe­rante os se­quazes de dou­trinas hostis a toda a dig­ni­dade hu­mana e cristã, re­cebeu a coroa im­pe­re­cível de glória. († 1945)

16. Em Antioquia, no ano da graça de 363, o martírio dos Santos Juventino (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Maximino, oficiais da guarda de Juliano Apóstata, decapitados por terem protestado contra leis injustas dirigidas contra os cristãos. (M). No mesmo dia, em Antioquia, os santos mártires Juventino (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Máximo. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, São Maximino. Eram oficiais da guarda de Juliano apóstata, decapitados por terem protestado contra leis injustas dirigidas contra os cristãos. (M). Sob Juliano, o Apóstata, receberam a coroa do martírio. Dois oficiais da guarda do Apóstata, refletindo sôbre as perversidades que vinham de presenciar por tôda a parte, confessaram Jesus Cristo, com constância, e foram decapitados. Conforme pág. 173:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

17. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Auvergne, São Prício, bispo de Clermont, que fundou diversos mosteiros e um hospital em sua diocese, mas fo assassinado por um grupo de nobres, ciumentos de sua influência. (M).

18. Santo Apolo (também na Folhinha do Coração de Jesus). SANTO APOLÔNIO – Abade, também conhecido por Apolo (também na Folhinha do Coração de Jesus),era arredio e quieto desde criança. Com a idade de quinze anos deixou a casa dos pais, procurou o deserto, inspirado por Deus. Era na Tebaida, e Apolônio ali viveu por quarenta anos na mais rigorosa abstinência, debaixo das maiores austeridades. Diz-se que, desde que se isolara, jamais se alimentara do que quer que tivesse passado pelo fogo.

Quando (era a época de) Juliano, o Apóstata, também a um apelo do Senhor, deixou a solidão do ermo e foi estabelecer-se em Hermópolis, reunindo ao pé de si perto de quinhentos religiosos.

Certa vez, grassava a fome na Tebaida, não havia com que alimentar seus inúmeros companheiros. O espetro da inanição, sinistro, rondava a comunidade. Apolônio, a quem Deus confiou, benigno, o dom dos milagres, enquanto perdurou a carestia pôde sustentar seus quinhentos companheiros por uma sucessiva e miraculosa multiplicação de pães. Depois de deixar aos religiosos que formou uma instrução para a santificação da alma, morreu tranquilamente em 395, bastante idoso. Conforme pág. 169:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

19. Outros santos do dia 25 de janeiro, às páginas 156-174: VIDAS DOS SANTOS – 2.pdf (obrascatolicas.com)

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 25 de janeiro, ver também: 25 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 155-157: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary25.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

2 comentários em “Santas e Santos de 25 de janeiro (atualizado em 20.02.2022)

  1. Vi agora o atualizado referente ao dia do meu níver mano véi José Carlos Barbosa​! DEUS LHE PAGUE POR TUDO! VOCÊ É MUITO ESPECIAL PARA TODOS NÓS! BRIGADUUU

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.