Santas e Santos de 15 de fevereiro (atualizado em 28.02.2022)

1.   Co­me­mo­ração de Santo Oné­simo, que o após­tolo São Paulo re­cebeu como es­cravo fu­gi­tivo e na prisão o gerou como filho na fé de Cristo, como o Após­tolo es­creveu ao seu amo Filémon.

Ver em 16 de fevereiro: Conforme o Martirológio Romano-Monástico (de 16 de fevereiro), no fim do primeiro século, Santo Onésimo (comemorado dia 15 de fevereiro no Martirológio Italiano). Escravo de um cristão de Colossos chamado Filêmon, foi conquistado para Cristo por São Paulo que o batizou. (M).

– Ver páginas 283-286: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

Ver também “Onésimo de Bizâncio (em grego: Ὀνήσιμος, que significa “útil”) foi um escravo romano de Filémon, um cristão. Ele também é considerado como sendo o bispo de Bizâncio entre 54 e 68[1]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/On%C3%A9simo_de_Biz%C3%A2ncio

2.   Em Bréscia, na Ve­nécia, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, os santos Faus­tino e Jo­vita, már­tires, que, de­pois de muitos com­bates sus­ten­tados pela fé de Cristo, re­ce­beram a glo­riosa coroa do martírio. († data inc.).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, em Brescia, os santos Faustino e Jovita (mártires, que foram objeto de um antigo culto em Bréscia, Milão e Roma – M), irmãos, que, sob o imperador Adriano, depois de numerosíssimos sofrimentos gloriosamente sustentados pela fé cristã, conquistaram a coroa do martírio. Expostos a animais selvagens, foram levados de Brescia a Milão, depois de Milão a Roma. Passaram pelo cavalete, pelo suplício do fogo, pelos respingos de chumbo derretido e, afinal, de volta a Brescia, foram decapitados no ano de 120.

– Conforme pág. 264:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

Ver também “São Faustino nasceu em 90 e São Jovita em 96, na cidade de Bréscia, na Lombardia, Itália.[1] Eram cristãos e foram martirizados no século II, durante os tempos sangrentos das perseguições. Os outros dados sobre eles nos foram transmitidos pela tradição, pois quase todos os registros foram queimados ou confiscados durante as inúmeras perseguições contra a Igreja dos primeiros séculos … Mas, existia uma tradição que dizia que Jovita, era a irmã virgem de Faustino, por isto não era sacerdote como ele. A Igreja comprovou entretanto que eram dois mártires homens, porque pela origem da palavra, que significa jovem, se tratava de um termo na época usado somente para o gênero masculino.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Faustino_(santo)

3.   Em An­ti­o­quia, na Síria, hoje An­takya, na Tur­quia, os santos már­tires Ísico, pres­bí­tero, Jo­sipo, diá­cono ro­mano, Zó­simo, Ba­ralo e Ágape, virgem. († s. IV) († s. IV)

4.   Em Ar­vena, na Aqui­tânia, hoje Cler­mont-Fer­rand, na França, Santa Ge­or­gina, virgem. († s. V/VI).

– Ver Santa Georgia, páginas 263-264: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

– Ver também SANTA GEORGIA (GEORGINA) DE CLERMONT: 15 FEBRERO: https://www.youtube.com/watch?v=cp6gliFjxQc

5.   Em Vaison, na Gália Li­o­nense, hoje também na França, São Qui­nídio, bispo. († 578).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Provença, no séc. VI, São Quinidio, bispo de Vaison-la-Romaine, testemunha da fé católica em diversos concílios provinciais. (M)

6.   No vale de An­tro­doco, da pro­víncia de Va­léria, hoje no Lácio, re­gião da Itália, São Se­vero, pres­bí­tero, cuja me­mória é evo­cada pelo papa São Gre­gório Magno. († s. VI).

– Ver páginas 261-262: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

7.   Em Cápua, na Cam­pânia, também re­gião da Itália, São De­co­roso, bispo. († d. 680)

8*.   Em Pa­laz­zolo, na Etrúria, hoje na Tos­cana, igual­mente re­gião da Itália, São Val­fredo, abade, que, de­pois de ter criado cinco fi­lhos, de­cidiu com sua es­posa abraçar a vida monástica. († c. 765)

9*.   Em Växjö, na Suécia, São Sig­fredo, bispo, que, sendo na­tural da In­gla­terra, evan­ge­lizou os povos desta re­gião com suma di­li­gência e bap­tizou em Cristo o pró­prio rei Olavo. († c. 1045).

– Ver páginas 255-256: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

Ver “Sigfrido (em latimSigfridus; em suecoSigfrid; em alemãoSigfriedSiegfridSiegfriedGlastonburyInglaterra, – VäxjöSuécia1045) foi um evangelista beneditino na Suécia. Os dados sobre sua vida e morte não são definitivos. Algumas biografias dão-no como morto em 1067. O mais certo é que Sigfrido foi um dos primeiros missionários católicos na Suécia e um dos primeiros missionários ingleses a estender o cristianismo àquele país. É considerado apóstolo das províncias de Småland e Gotalândia Ocidental.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sigfrido_da_Su%C3%A9cia

10*.   Em San­se­pulcro, na Úm­bria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, o Beato Ân­gelo Scarpetti, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agostinho. († 1306)

11.   Em Praga, ci­dade da Boémia, os be­atos már­tires Fre­de­rico Bachstein, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, e treze companheiros da mesma Ordem. († 1611)

12.     Em Paray-le-Mo­nial, na Bor­gonha, re­ião da França, São Cláudio La Colombière, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus, homem de in­tensa oração, que, com o seu con­selho recto e cla­ri­vi­dente, con­duziu muitas pes­soas ao amor de Deus. († 1682).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1682, o Bem-Aventurado Cláudio de la Colombièr, jesuíta, Diretor espiritual de Santa Margarida Maria, dedicou todo o seu zelo à propagação do culto do Coração de Jesus. Enviado à Inglaterra como capelão da Duquesa de York, foi de lá banido e veio a morrer em Lião, aos 41 anos de idade. (X).

– Ver “Cláudio de la Colombière (Saint-Symphorien2 de fevereiro de 1641 – Paray-le-Monial15 de fevereiro de 1682, 41 anos) foi um sacerdote jesuítaconfessor de Santa Margarida Maria Alacoque[1]. Junto a ela foi propagador da devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Foi também capelão de Maria de Módenaduquesa de York, cunhada do rei Carlos II de Inglaterra. Acusado de participar do complô papista contra o Rei da Inglaterra, foi preso e banido daquele país em dezembro de 1678. Retornou à França, onde faleceu em 1682. Foi beatificado por Pio XI em 1929 e foi canonizado por João Paulo II em 1992.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Cl%C3%A1udio_La_Colombi%C3%A8re

– Ver também “… São Cláudio de la Colombière, grande Apóstolo do Sagrado Coração.

Escolhido por Nosso Senhor para dirigir Santa Margarida Maria Alacquoque na mais trágica e decisiva fase da vida desta, o Santo deu o impulso inicial à devoção ao Sagrado Coração nos Tempos Modernos. Qualificado pelo Divino Redentor como servidor fiel e amigo perfeito (1), tornou-se ele renomado pregador e diretor de consciências, além de apóstolo do Escapulário. Em sua opinião, “nenhuma outra devoção oferece tanta certeza à nossa salvação” quanto esta prática religiosa.(2)

Ordenado sacerdote em 1669, o Pe. de La Colombière voltou a Lyon para lecionar no Colégio da Trindade, durante três anos. Retirou-se depois para a Casa São José, ali completando o período da probatio, ou seja, o ano de recolhimento e meditação prescrito pela regra da Companhia de Jesus.

Descendendo de família de notários, o jovem jesuíta “sentia muito o valor dos compromissos jurídicos e especialmente dos votos feitos a Deus”. Não só naquela Casa religiosa, mas ainda durante três a quatro anos, meditou de tal modo sobre as Constituições e o espírito da Companhia de Jesus, que fez o voto de “observar as Constituições, as regras comuns, as regras da modéstia e as da vida Sacerdotal” (8) o mais perfeitamente possível.

Foi esse o meio que escolheu para santificar-se. Nesse sentido, lê-se em uma das deliberações que tomou durante a probatio: “Não importa o preço: é preciso que Deus esteja contente. É verdade que é preciso ser santo para fazer santos, e meus defeitos muito consideráveis; me fazem conhecer quanto estou distante da santidade; mas, meu Deus, fazei-me santo, e não poupai nada para me fazer bom. Quero sê-lo, não importa o que me custar” (9) …

… O Padre de la Colombière viveu ainda alguns meses, sempre muito doente. Foi-lhe dado um ofício pouco cansativo – diretor espiritual dos seminaristas em Lyon –, tendo durante essa fase exercido benéfica influência sobre o futuro Pe. de Galliffet, o qual se transformou num dos maiores apóstolos da devoção ao Sagrado Coração no século XVIII.

São Cláudio faleceu em Paray-le-Monial no dia 15 de fevereiro de 1681, celebrizando-se como o Santo da confiança e o pregador da misericórdia do Sagrado Coração. Beatificado por Pio XI em 1929, foi canonizado por João Paulo II em 1992…”: catolicismo.com.br/materia/materia.cfm?IDmat=7153D27D-3048-560B-1CF029AF4C9DC714&mes=Fevereiro1999

– Ver também “… Este é um dia especial para os jesuítas, que reivindicam o santo de hoje como um dos seus. É também um dia especial para as pessoas que têm uma devoção especial ao Sagrado Coração de Jesus – uma devoção promovida por Claude la Colombière, junto com sua amiga e companheira espiritual, Santa Margarida Maria Alacoque. A ênfase no amor de Deus por todos era um antídoto para o moralismo rigoroso dos jansenistas, que eram populares na época.
     Claude mostrou habilidades de pregação notáveis ​​muito antes de sua ordenação em 1675. Dois meses depois, foi feito superior de uma pequena residência jesuíta na Borgonha. Foi lá que ele conheceu Margaret Mary Alacoque. Por muitos anos depois que ele serviu como seu confessor.
     Em seguida, ele foi enviado para a Inglaterra para servir como confessor da duquesa de York. Ele pregou por ambas as palavras e pelo exemplo de sua vida santa, convertendo vários protestantes. Surgiram tensões contra os católicos e Claude, que supostamente fazia parte de um complô contra o rei, foi preso. Ele acabou sendo banido, mas até então sua saúde estava arruinada. Ele morreu em 1682.

O Papa João Paulo II canonizou Claude la Colombière em 1992…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayFebruary15.html

13.   Em Bi­alystok, ci­dade da Po­lónia, o Beato Mi­guel Sopocko, pres­bí­tero da di­o­cese de Vilna, fun­dador das Irmãs de Jesus Misericordioso. († 1975). Ver “”Beato Miguel – Michał Sopoćko (região de Vilnius1 de novembro de 1888 — Białystok15 de fevereiro de 1975) foi um presbítero polacoprofessor de teologia e confessor de Santa Faustina Kowalska, apelidado por ela o Apóstolo da Divina Misericórdia (Diário 1081)… O caso de beatificação de Sopoćko foi iniciado no Vaticano em 1987. Em 2004, o papa João Paulo II emitiu um decreto sobre as virtudes do padre Sopoćko. Em dezembro de 2007, o papa Bento XVI aprovou um milagre através de sua intercessão. Sua beatificação solene ocorreu no domingo 28 de setembro de 2008 no Santuário da Divina Misericórdia em Białystok.: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Micha%C5%82_Sopo%C4%87ko

– Ver também 05 de outubro, Santa Maria Faustina

14. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Terni, na Úmbria, no séc. III, o martírio de São Saturnino e seus companheiros Cástulo, Magno e Lúcio, cristãos que participaram do trágico destino do seu bispo, depois de terem imitado sua fidelidade a Jesus Cristo. (M)

15. Outras santas e santos do dia 15 de fevereiro, páginas 255-266: VIDAS DOS SANTOS – 3.pdf (obrascatolicas.com)

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 15 de fevereiro, ver também: 15 de fevereiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 204-205: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayFebruary15.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. Santo Abraão, rogue por nós! Amém!” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

* Sobre SANTO ANDRÉ CORSINI (04 de fevereiro): “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração”.

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.