Santas e Santos de 01 de maio

DESTAQUES DE  MAIO

  1. MÊS DE MARIA
  2. SÃO JOSÉ OPERÁRIO (Nº 1 ABAIXO em SANTAS E SANTOS DE 01 DE MAIO)

================

 

*          MAIO: MÊS DE MARIA

 

1. MÊS DE MARIA

“Quando era sacerdote, Marcelino Champagnat introduziu em sua paróquia a prática do Mês de Maria, tradição originária da Grécia Antiga, que ainda era pouco difundida na época. Poucos anos depois, como consequência, o costume se difundiu pela França e pelo mundo inteiro.

“Distribuiu na paróquia inúmeros exemplares do livrinho intitulado Mês de Maria e outras obras próprias a propagar a devoção à augusta Mãe de Deus. Desta forma, em breve tempo, as práticas do Mês de Maria realizavam-se em todos os lugarejos da paróquia. Cada família organizou também seu oratório, onde, à tarde, se reunia para implorar a proteção da Rainha do Céu, cantar seus louvores e meditar seus privilégios e favores”, descreve Angelo Ricordi.

Após a fundação do Instituto, o Mês de Maria passou a ser exercício comunitário. Além disso, tornou-se presente também nas escolas cuidadas pelos Irmãos…”: https://marista.org.br/noticia/mes-de-maria-maio-e-tempo-de-recordar-a-presenca-amorosa-da-boa-mae/

2. POR QUE MAIO É O MÊS DE MARIA? Ver “… A ideia de um mês dedicado especificamente a Maria remonta aos tempos barrocos – século XVII. Apesar de nem sempre ter sido celebrado em maio, o mês de Maria incluía trinta exercícios espirituais diários em homenagem à Mãe de Deus.

Foi nesta época que o mês de maio e de Maria combinaram, fazendo com que esta celebração conte com devoções especiais organizadas cada dia durante todo o mês. Este costume durou, sobretudo, durante o século XIX e é praticado até hoje….”: https://www.acidigital.com/noticias/por-que-maio-e-o-mes-de-maria-22493

3. Ver “«MENSE MAIO» – DO SUMO PONTÍFICE – PAULO VI – AOS VENERÁVEIS IRMÃOS PATRIARCAS, PRIMAZES, ARCEBISPOS, BISPOS E A TODOS OS ORDINÁRIOS DO LUGAR EM PAZ E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA E A TODOS OS HOMENS DE BOA VONTADE. POR OCASIÃO DO MÊS DE MAIO.

Veneráveis Irmãos

Ao aproximar-se o mês de Maio, consagrado a Maria Santíssima pela piedade dos fiéis, o nosso espírito exulta ao pensar no espetáculo comovente de fé e de amor que, dentro em breve, será oferecido em todas as partes da terra em honra da Rainha do céu. Na verdade, é um mês em que, nos templos e entre as paredes domésticas, sobe dos corações dos cristãos até Maria a homenagem mais ardente e afetuosa da prece e da veneração. E é também o mês em que mais copiosos e mais abundantes descem até nós, do seu trono, os dons da misericórdia divina….”: http://www.vatican.va/content/paul-vi/pt/encyclicals/documents/hf_p-vi_enc_29041965_mense-maio.html

4. Ver Exortação Apostólica MARIALIS CULTUS: http://www.vatican.va/content/paul-vi/pt/apost_exhortations/documents/hf_p-vi_exh_19740202_marialis-cultus.html

5. Ver ainda “”Deus quer que todos os seus dons cheguem até nós por Maria” (São Bernardo).

Foi em Roma, no final do século XVIII, numa bela noite de Maio. Uma criança dos pobres reuniu os seus companheiros à sua volta e conduziu-os a uma estátua de Maria, perante a qual se acendia uma lâmpada, como é costume naquela cidade sagrada. Ali, estas jovens vozes frescas cantavam a ladainha de Nossa Senhora. No dia seguinte, o pequeno grupo, seguido por outras crianças, reuniu-se novamente aos pés da Mãe de Deus. A seguir vieram as suas mães, para se juntarem à pequena assembleia. Logo, outros grupos foram formados, e a devoção rapidamente se tornou popular. As almas santas, perturbadas pela conduta desordenada que sempre aumenta e se torna mais grave no regresso da agradável Primavera, viram nestas práticas crescentes a mão de Deus, e cooperaram com os desígnios da Providência, aprovando e promovendo esta nova devoção, como um acto público e solene de reparação. O Mês de Maria foi fundado…”: https://www.catholicnewsagency.com/resource/240688/month-of-mary-may-devotions

Devoción Santo RosárioO MÊS DE MAIO: Maio é o quinto mês do calendário gregoriano e tem 31 dias. O seu nome é derivado da deusa romana Bona Dea da fertilidade. Outras versões apontam que a origem se deve à deusa grega Maya, mãe de Hermes.

A origem de seu nome deve-se a Maius (magnusJúpiter. Pode derivar da deusa romana Maia, também conhecida como Bona Dea, cujo festival os romanos celebraram neste mês que chamaram de Maius…

Maio é o mês consagrado à Maria, mãe de Jesus Cristo, segundo a Igreja Católica, com uso particular da devoção do Santo Rosário [4].  Ver: Rosário (catolicismo) – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)”:https://pt.wikipedia.org/wiki/Maio

===============

SANTAS E SANTOS DO DIA 01 DE MAIO

1. São José Operário (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, como carpinteiro de Nazaré, ajudou com o seu trabalho Maria e José e iniciou o Filho de Deus no trabalho humano. Por isso, neste dia em que se celebra a festa do trabalho em muitas terras, os trabalhadores cristãos veneram São José como seu exemplo e protector.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, comemoração de São José Operário. Carpinteiro de profissão, cooperou pelo trabalho de suas mãos com a obra criadora e redentora de Deus, ganhando o pão para a Sagrada Família. (R). Ver páginas 42-50: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “São JoséJosé de NazaréJosé, o Carpinteiro ou São José Operário[1] foi, segundo o Novo Testamento, o esposo da Virgem Maria e o pai adotivo de Jesus.[2][3] O nome José é a versão lusófona do hebraico Yosef (יוסף), por meio do latim Iosephus. Descendente da casa real de David, é venerado como Santo pelas igrejas ortodoxaanglicana e católica, que o celebra como seu padroeiro universal. A liturgia luterana também dedica um dia ― 19 de março ― à sua memória, sob o título de “Tutor de Nosso Senhor”. Operário, é tido como “Padroeiro dos Trabalhadores”, e, pela fidelidade a sua esposa e dedicação paternal a Jesus, como “Padroeiro das Famílias”, emprestando seu nome a muitas igrejas e lugares ao redor do mundo.

José é venerado como São José na Igreja CatólicaIgreja OrtodoxaIgreja Ortodoxa OrientalAnglicanismo e Luteranismo [4]. Nas tradições católicas, José é considerado o santo padroeiro dos trabalhadores e está associado a vários dias de festa. O papa Pio IX declarou-o patrono e protetor da Igreja Católica, além de patrocinar os doentes e uma morte feliz, devido à crença de que ele morreu na presença de Jesus e Maria. Na piedade popular, José é considerado um modelo para os pais e também se tornou patrono de várias dioceses e lugares.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Jos%C3%A9

– Ver também: https://www.google.com/search?q=Devocional+a+S%C3%A3o+Jos%C3%A9&oq=Devocional+a+S%C3%A3o+Jos%C3%A9&aqs=chrome..69i57.15106j1j8&sourceid=chrome&ie=UTF-8

– Ver ainda DIA DO TRABALHADOR…“O Dia do Trabalhador,[1] Dia do Trabalho,[2] Dia Internacional dos Trabalhadores ou Festa do Trabalhador[3] é uma data comemorativa internacional, dedicada aos trabalhadores, celebrada anualmente no dia 1 de maio, em quase todos os países do mundo, sendo feriado em muitos deles.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_Trabalhador

– Ver também SÃO JOSÉ Também conhecido como

  • José de Nazaré
  • José o artesão
  • José o Noivo
  • José o Trabalhador

Memorial

Perfil

Descendente da casa de Davi . Leigo . Construtor de profissão; tradicionalmente um carpinteiro , mas pode ter sido um pedreiro . Esposa terrena da Bem-Aventurada Virgem Maria . Pai adotivo e adotivo de Jesus Cristo. Visionário que foi visitado por anjos . Notável por sua disposição de se levantar imediatamente e fazer o que Deus lhe disse para fazer.

Faleceu

  • Século I , antes da Paixão, de causas naturais

Significado do nome

  • a quem o Senhor acrescenta (Joseph)

Patrocínio

Representação

Vitrine

Orações

informação adicional

Leituras

Ele foi escolhido pelo Pai eterno como o fiel guardião e protetor de seus maiores tesouros, a saber, seu divino Filho e Maria, esposa de José. Ele realizou esta vocação com total fidelidade até que finalmente Deus o chamou, dizendo: ‘Servo bom e fiel, entra no gozo do teu Senhor’. de um sermão de São Bernardino de Siena

Existe uma regra geral sobre todas as graças especiais concedidas a qualquer ser humano. Sempre que o favor divino escolhe alguém para receber uma graça especial, ou para aceitar uma vocação elevada, Deus adorna a pessoa escolhida com todos os dons do Espírito necessários para cumprir a tarefa que está em mãos. Esta regra geral verifica-se especialmente no caso de São José, pai adotivo de Nosso Senhor e esposo da Rainha do nosso mundo, entronizado acima dos anjos. Ele foi escolhido pelo Pai eterno como o fiel guardião e protetor de seus maiores tesouros, a saber, seu divino Filho e Maria, esposa de José. Ele cumpriu esta vocação com total fidelidade até que finalmente Deus o chamou, dizendo: “Servo bom e fiel, entra no gozo do teu Senhor”. Lembra-te de nós, São José, e suplica por nós ao teu filho adotivo. Pergunte à sua santíssima noiva,Espírito Santo vive e reina eternamente. Um homem. – de um sermão de São Bernardino de Siena

O que emana da figura de São José é a fé. José de Nazaré é um “homem justo” porque “vive totalmente pela fé”. Ele é santo porque sua fé é verdadeiramente heróica. A Sagrada Escritura fala pouco dele. Não registra nem mesmo uma palavra dita por José , o carpinteiro de Nazaré . E, no entanto, mesmo sem palavras, ele mostra a profundidade de sua fé, sua grandeza. SantoJosé é um homem de grande espírito. Ele é grande na fé, não porque fala as suas próprias palavras, mas sobretudo porque ouve as palavras do Deus vivo. Ele ouve em silêncio. E seu coração persevera incessantemente na prontidão para aceitar a Verdade contida na palavra do Deus Vivo. Vemos como a palavra do Deus Vivo penetra profundamente na alma daquele homem, daquele homem justo. E nós, sabemos ouvir a palavra de Deus? Sabemos como absorvê-lo nas profundezas de nossas personalidades humanas? Abrimos a nossa consciência na presença desta palavra? Papa João Paulo II deMeditações diárias

São José, guardião de Jesus e casto esposo de Maria, passaste a tua vida no cumprimento amoroso do dever. Você sustentou a sagrada família de Nazaré com o trabalho de suas mãos. Por favor, proteja aqueles que confiam em você. Você conhece suas aspirações, suas dificuldades, suas esperanças. Eles olham para você porque sabem que você vai entendê-los e protegê-los. Você também conheceu a provação, o trabalho e o cansaço. Mas em meio às preocupações da vida material, sua alma se encheu de paz profunda e cantou com verdadeira alegria na intimidade com o Filho de Deus que lhe foi confiado e com Maria, sua terna Mãe. Assegure àqueles que você protege que eles não trabalham sozinhos. Ensine-os a encontrar Jesus perto deles e a zelar por Ele fielmente como você tem feito. Um homem. – Beato Papa João XXIII

Citação MLA

OUTRAS SANTAS E SANTOS DE 01 DE MAIO

2.   Comemoração de São Jeremias, profeta, que, no tempo de Joaquim e de Sedecias, reis de Judá, preanunciando a destruição da Cidade Santa e a deportação do povo, sofreu muitas tribulações; por isso a Igreja o considerou como figura de Cristo padecente. Além disso, profetizou a nova e eterna Aliança que havia de consumar-se em Cristo Jesus, pelo qual o Pai omnipotente escreveria a sua lei no íntimo do coração dos filhos de Israel, de modo que Ele mesmo fosse o seu Deus e eles fossem o seu povo.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VI antes da nossa era, o Profeta Jeremias. De uma família sacerdotal dos arredores de Jerusalém, foi chamado por Deus desde sua juventude, e exerceu seu ministério profético durante o período trágico que precedeu a tomada de Jerusalém por Nabucodonosor e a primeira deportação para a Babilônia. Pelo anúncio de uma nova Aliança, fundada sobre a religião do coração, e por sua vida de abnegação a serviço da palavra de Deus, o profeta aparece como uma prefiguração de Cristo. (M).

Ver páginas 14-26: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

3.   No território de Viviers, na hodierna França, Santo Andéolo (também na Folhinha do Coração de Jesus) mártir. († data inc.).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na região do Vivarais, no começo do séc. III, o martírio do Bem-Aventurado Andeolo. Suspenso sobre um braseiro ardente, ouviram-no pronunciar esta oração: “Senhor Jesus, eu te dou graças por aquilo que me permites sofrer por teu nome… Faz com que eu persevere neste combate para me apresentar diante de tua majestade com a palma dos vencedores”. (M).

– Ver Santo Andeol, nas páginas 35-37: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

4.   Na Hispânia meridional, a comemoração dos santos Torcato (Torquato), bispo de Guádix, e outros seis bispos de diversas cidades, a saber: Ctesifonte em Berja, Segundo em Ávila, Indalécio em Almeria, Cecílio em Elvira, Hesíquio em Carcesa e Eufrásio em Andújar. († data inc.)

5.   Em Auxerre, na Gália, hoje na França, Santo Amador, bispo, que procurou erradicar da sua cidade as superstições pagãs e instituiu o culto dos santos mártires. († 418).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, Santo Amador, bispo de Auxerre. Para destruir mais facilmente certas superstições pagās, aplicou-se em estimular o culto dos mártires cristãos, em particular de Santo Estêvão, a quem dedicou a nova catedral de Auxerre. (M).

Ver pág. 38: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

6.   Em Auch, na Aquitânia, também na actual França, Santo Orêncio, bispo, que se esforçou por exterminar na sua cidade os costumes dos pagãos e estabelecer a paz entre os Romanos e o rei dos Visigodos em Toulouse. († c. 440)

7*.   Na Bretanha Menor, também na hodierna França, São Brioco, bispo e abade, natural do País de Gales, que fundou um mosteiro no litoral da Armórica, posteriormente elevado à dignidade de sede episcopal. († c. 500).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no começo do séc. VI, São Brioco. Nascido no país de Gales, onde foi convertido à fé cristã por São Germano de Auxerre, chegou à Armórica, onde suas conquistas apostólicas permitiram-lhe fundar um mosteiro, e depois uma Igreja da qual se tornou bispo. (X)

8.   Em Saint-Maurice-en-Valais, na Récia, actualmente na Suíça, o sepultamento de São Segismundo, rei da Borgonha, que, convertido da heresia ariana à fé católica, ali instituiu um grupo de cantores para entoar salmos ininterruptamente diante dos sepulcros dos mártires, expiou com penitência, lágrimas e jejuns um delito cometido e encontrou a morte no território de Orléans, onde foi afogado num poço pelos adversários. († 524).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 523, São Sigismundo, rei dos borguinhões. Desejoso de reparar por suas boas obras o erro que antes havia cometido contra a religião, dedicou-se a erigir o célebre mosteiro de Agaune, hoje Saint-Maurice-en-Valais. (M).

Ver páginas 09-13: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Sigismundo (morto em 524) foi rei da Borgonha de 516 até sua morte, em 524. Era filho do rei Gundebaldo, a quem sucedeu em 516. Sigismundo e seu irmão Gundemaro III foram atacados pelos filhos de Clóvis I e Gundemaro fugiu. Sigismundo foi preso por Clodomiro, rei de Orleães, que o manteve prisioneiro. Foi mantido na vila de St. Pervay la Colombe, perto de Orleães. Gundemaro juntou-se ao exército da Borgonha e retomou seu reino. Enquanto isso, Clodomiro Ordenou a morte de Sigismundo e marchou com seu irmão Teodorico I, rei de Metz, pela Borgonha em 524.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sigismundo_da_Borgonha

9*.   Numa ilha da Bretanha Menor, actualmente na França, São Marculfo, eremita, depois monge e abade do mosteiro de Nanteuil. († c. 558)

10.     Em Llanelwy, no País de Gales, Santo Asafo, abade e bispo da sede posteriormente designada com o seu nome. († s. VI f.).

No Martirológio Romano-Monástico, perto do ano 600, Santo Asaf. Inicialmente monge, foi nomeado bispo do País de Gales. Nesse cargo, dava grande importância à pregação, que considerava essencial para a salvação do seu rebanho (M)

11*.   Em Gap, na Provença, região da Gália, hoje na França, Santo Arísio, bispo, célebre pela sua paciência nas adversidades, pelo zelo contra os simoníacos e pela caridade para com os monges romanos enviados à Inglaterra. († 604).

– Ver: Santo Arígio, bispo e confessor. Ver página 39: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

12*.   No território de Montauban, na Gália Narbonense, também na actual França, o passamento de São Teodardo, bispo de Narbonne, que restaurou a sua igreja catedral e resplandeceu pelo seu diligente magistério. Atingido pela enfermidade, retirou-se num mosteiro, onde entregou a sua alma a Deus. († 893)

13*.   Em Fossombrone, no Piceno, hoje nas Marcas, região da Itália, o Beato Aldebrando, bispo, ilustre pela sua vida austera e espírito apostólico. († 1170)

14*.   Em Arouca, localidade de Portugal, a Beata Mafalda de Portugal, virgem, cuja memória se celebra em Portugal no dia 20 de Junho, juntamente com a das suas irmãs Sancha e Teresa.

(† 1257)

15*.   Em Montaione, na Etrúria, hoje na Toscana, região da Itália, o Beato Vivaldo de São Geminiano, eremita da Ordem Terceira de São Francisco, insigne pela austeridade de vida, paciência e caridade na assistência aos enfermos. († c. 1320)

16*.   Em Castello di Valle d’Ístria, cidade da Ístria, hoje Bale, cidade da Croácia, o Beato Juliano Cesarello, presbítero da Ordem dos Menores, que andava por cidades e aldeias anunciando a palavra de Deus e acalmando as discórdias dos cidadãos. († c. 1349)

17.   Em Forli, na Emília, hoje na Emília-Romanha, região da Itália, São Peregrino Laziósi, religioso da Ordem dos Servos de Maria, que, em consonância com a sua condição de servo da Mãe de Deus, se tornou insigne na piedade para com o seu Filho Jesus e na solicitude pelos pobres. († 1345).

Ver páginas 51-52: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

 – Ver também “… 1345 Peregrino Laziosi recebeu uma visão de Nossa Senhora que lhe disse para ir a Siena, Itália, e ali juntar-se aos Servitas; curado por Jesus, incorrupto, pregador fervoroso, excelente orador e gentil confessor. Também conhecido como Peregrino. Em Forli, S. Peregrino da Ordem dos Servitas da Bem-Aventurada Virgem Maria.
1345 St Peregrine Laziosi; passava horas de joelhos na capela de Nossa Senhora na catedral. Um dia a própria Santíssima Virgem apareceu a ele naquele lugar, e se dirigiu a ele, dizendo: “Vá para Siena: lá você encontrará os homens devotos que se chamam meus servos: apegue-se a eles”. 

 Filho único de pais abastados, São Peregrino Laziosi nasceu em 1260 em Forli, na Romagna. Quando jovem, participou ativamente da política de sua cidade natal, que pertencia ao partido antipapal. Por ocasião de um levante popular, São Filipe Benizi, que havia sido enviado pelo papa para atuar como mediador, foi severamente maltratado pelos líderes populares, e o próprio Peregrino o atingiu no rosto com o punho. A única resposta do santo servita foi oferecer a outra face – uma ação que levou seu agressor ao arrependimento imediato, e desde então Peregrino foi um personagem reformado.
Afastando-se de seus companheiros mundanos, passava horas de joelhos na capela de Nossa Senhora da catedral. Um dia a própria Santíssima Virgem apareceu a ele naquele lugar, e se dirigiu a ele, dizendo: “Vá para Siena: lá você encontrará os homens devotos que se chamam meus servos: apegue-se a eles”. Peregrino obedeceu instantaneamente. Tendo recebido o hábito de Servita, pôs-se a seguir com zelo o caminho da perfeição. Tornou-se seu princípio orientador que nunca se deve descansar no caminho da virtude, mas deve avançar para o objetivo designado. 

Diz-se que durante trinta anos ele nunca se sentou, e até onde pôde ele observou o silêncio e a solidão.

Depois de ter passado alguns anos em Siena, seus superiores o enviaram a Forli para fundar uma nova casa para a ordem. A essa altura, ele havia sido ordenado e provado ser um sacerdote ideal – fervoroso na celebração dos santos mistérios, eloquente na pregação, incansável na reconciliação dos pecadores. Uma grande aflição agora se abateu sobre ele na forma de câncer no pé, que, além de ser terrivelmente doloroso, fez dele um objeto de repulsa para seus vizinhos. Ele suportou este julgamento sem um murmúrio. Por fim, os cirurgiões decidiram que a única coisa a fazer era cortar o pé. São Peregrino passou a noite anterior à operação em oração confiante; ele então caiu em um sono leve, do qual acordou completamente curado – para espanto dos médicos, que testemunharam que não podiam mais detectar nenhum traço da doença. Este milagre aumentou muito a reputação que o santo homem já havia adquirido por sua vida exemplar. 

Ele viveu até a idade de 80 anos, e foi canonizado em 1726.

Os Bollandistas no Acta Sanctorum, abril, vol. iii, puderam imprimir parte dos documentos apresentados na causa de canonização de São Peregrino. Muitos relatos italianos do santo foram publicados, principalmente devocionais em vez de historicamente críticos; por exemplo, B. Albicini, Vida e Morte de B. Pellegrino Laziosi (1648); FA Monsignani, Notizie della Life, Death and Miracles (1727). Ver também Giani, Annales FF. Dos Servos da Bem-Aventurada Virgem Maria, vol. eu, pp 285 seg.

Nascido rico, passou uma juventude mundana e se envolveu na política. Peregrino foi inicialmente fortemente anti-católico. Durante uma revolta popular, ele atingiu o negociador de paz papal, São Filipe Benizi, no rosto. São Filipe calmamente deu a outra face, rezou pelos jovens e Peregino se converteu.
Ele recebeu uma visão de Nossa Senhora que lhe disse para ir para Siena, Itália, e ali se juntar aos Servitas. Após o treinamento e a ordenação, eles o designaram para sua cidade natal. Ele viveu e trabalhou, tanto quanto possível, em completo silêncio, na solidão, e sem se sentar por 30 anos na tentativa de fazer penitência por sua juventude. Quando falava, era conhecido como um pregador fervoroso, excelente orador e gentil confessor. Fundou uma casa Serve em Forli.
Vítima de um câncer que se espalhava no pé, Peregrino tinha uma amputação marcada. Na noite anterior à operação, ele passou em oração; naquela noite recebeu uma visão de Cristo que o curou com um toque. Na manhã seguinte, Peregrino encontrou seu câncer completamente curado.

Nasceu em 1260 em Forli, Itália Morreu em 1345 em Forli, Itália de causas naturais; corpo não corrompido

St Peregrine Laziosi.

… Morreu em 1345 aos oitenta e cinco anos e foi canonizado pelo Papa Bento XIII em 1726. Peregrino, como Paulo, desafiou abertamente a Igreja quando jovem. Uma vez dada a graça da conversão, ele se tornou um dos grandes santos de seu tempo. Seu grande fervor e qualidades como confessor trouxeram muitos de volta à verdadeira Fé. 

… Afligido com câncer, Peregrino voltou-se para Deus e foi ricamente recompensado por sua fé, permitindo-lhe por muitos anos levar outros à verdade. Ele é o patrono dos pacientes com câncer…”:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay01.html#1345_Peregrine_Laziosi_received_a_vision

18*.   Em Moncel, no território de Beauvais, na França, a Beata Petronila, virgem, primeira abadessa do mosteiro das Clarissas deste lugar. († 1355)

– Ver 14 de maio: Santa Petronila de Moncel, na Folhinha do Coração de Jesus. Também é comemorada em 01 de maio.

– Ver também:

a) https://www.elconfidencial.com/alma-corazon-vida/2020-05-01/santoral-1-mayo_2552340/

b) http://www.deronda.es/servicios/santo/santoral-mensual/santoral-mayo.html

19.   Em Roma, dia natal de São Pio V, cuja memória é celebrada na véspera deste dia. († 1572)

20.   Na fortaleza de San-Tay, no Tonquim, hoje no Vietnam, Santo Agostinho Schoeffler, presbítero da Sociedade das Missões Estrangeiras de Paris e mártir, que, depois de três anos de ministério apostólico, foi metido no cárcere e, por ordem do imperador Tu Duc, decapitado no chamado Campo das Cinco Geiras, assim recebendo a graça do martírio que todos os dias pedia a Deus. († 1851)

21.   Em Nam-Dinh, também no Tonquim, São João Luís Bonnard, presbítero da mesma Sociedade e mártir, que, condenado à morte por ter baptizado vinte e cinco crianças, foi decapitado e assim alcançou a coroa do martírio. († 1852)

22.   Em Milão, na Itália, São Ricardo (Erminio Philippo Pampuri) Pampuri, que, depois de ter exercido generosamente a medicina na vida secular, ingressou na Ordem Hospitaleira de São João de Deus e, passados cerca de dois anos, adormeceu piedosamente no Senhor. († 1928). Ele foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 1981 e canonizado em 1989. 

Conforme:

http://sagradafacejesus.blogspot.com/2012/07/sao-ricardo-pampuri.html

VER AINDA:

– “Riccardo Pampuri (2 de agosto de 1897 – 1 de maio de 1930) – Nascido Erminio Filippo Pampuri foi um médico italiano e veterano da Primeira Guerra Mundial que também foi membro declarado dos Hospitallers de São João de Deus. [1] Pampuri trabalhou como médico de campo no campo de batalha durante a Grande Guerra e recebeu alta em 1920, quando pôde retomar seus estudos e logo começou sua própria prática como médico onde ele cuidava dos pobres sem custos. Tornou-se membro da Terceira Ordem de São Francisco como “Antonio” ao fundar a Banda de Pio X que dedicou aos cuidados médicos das pessoas pobres. Mas Pampuri mais tarde tornou-se um religioso professado para o chamado era muito grande para ele ignorar; ele gerenciava uma clínica odontológica gratuita em Brescia para sua ordem. [2][3][4]https://en.wikipedia.org/wiki/Richard_Pampuri

– “… Filho de Inocêncio Pampuri e Angela Campari, o décimo de onze filhos, e foi batizado no dia seguinte.

Sua mãe morreu quando ele tinha três anos de idade, ele foi acolhido e educado na casa de seus tios maternos em, Torrino, uma aldeia da freguesia de Battuda, mas dependente Trivolzio. Em 1907, o pai morreu em Milão, em um acidente de carro.

Ele freqüentou escolas de ensino fundamental em dois países vizinhos, e eu acho Casorate, a primeira escola de gramática em Milão e foi, então, boarder em St. Augustine College of Pavia. Após completar seus estudos do ensino médio, ele ingressou na faculdade de medicina da Universidade de Pavia.

Durante a Primeira Guerra Mundial, ele estava no exército, nos anos 1915-1920, prestando serviços de saúde em uma zona de guerra, primeiro sargento, então, como um oficial aspirante a médico.

Em 20 de março de 1921, poucos meses antes da formatura, tornou-se um Terciário franciscano com o nome de Antonio, recebe os sinais no convento de Canepanova em Pavia.” http://www.sanriccardopampuri.it/biografia_pt.html

– “1 de maio São Ricardo Pampuri, Médico e Religioso da Ordem Hospitaleira de São João de Deus (os Fatebenefratelli)

São Ricardo Pampuri nasceu em Trivolzio, perto de Pávia, a 2 de agosto de 1897, e foi batizado com o nome de Hermínio Filipe. Foi o penúltimo de 11 filhos de Inocente Pampuri e Ângela Campari. A sua mãe faleceu quando Hermínio era ainda uma criança de apenas três anos de idade e o seu pai morreu alguns anos mais tarde: por isso, foi confiado aos tios. Ainda jovem estudante, entrou para a Sociedade de São Vicente de Paulo e colaborou na fundação da Associação Juvenil da Associação Católica “Dom Bosco”.” https://www.facebook.com/SantosESantas/posts/1-de-maio-s%C3%A3o-ricardo-pampuri-m%C3%A9dico-e-religioso-da-ordem-hospitaleira-de-s%C3%A3o-jo/678812662326594/

https://www.facebook.com/SantosESantas/posts/678812662326594/

https://www.google.com/search?q=S%C3%A3o+Ricardo+Pampuri&oq=S%C3%A3o+Ricardo+Pampuri&aqs=chrome..69i57j46.7670j1j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

– Ver ainda: “SÃO RICARDO PAMPURI. Também conhecido como:

  • Ermínio Filippo Pampuri
  • Hermínio Felipe Pampuri
  • Ricardo Pampuri
  • Ricardo Pampuri

Memorial

Perfil

Décimo dos onze filhos de Innocenzo e Angela Pampuri. Sua mãe morreu de tuberculose quando Erminio tinha três anos, e ele foi criado por seus avós maternos e uma tia. Seu pai morreu em um acidente de trânsito quando Erminio tinha dez anos.

Embora ele quisesse se tornar um padre missionário , uma das grandes influências sobre o menino foi seu tio Carlo, um médico da aldeia . Quando a saúde de Erminio se mostrou fraca demais para os rigores do trabalho missionário , ele estudou medicina na Universidade de Pavia . Franciscano terciário , membro da Sociedade de São Vicente de Paulo e engajado na Ação Católica , assistia diariamente à missa na escola .

Convocado para o corpo médico do exército italiano na Primeira Guerra Mundial em 1917 , Erminio era sargento; ele passou seu dever em hospitais de campanha , enojado pela miséria da guerra. Ele retomou seus estudos em 1920 , e se formou em primeiro lugar na escola de medicina em 6 de julho de 1921 . Oficial de saúde rural em Morimondo no Po Vally, uma área pobre perto de Milão , Itália . Secretário da sua sociedade missionária paroquial ; organizou retiros para leigos locais e trabalhou juventude . Ele tratou os pobres gratuitamente, coordenou ações de caridade para eles e fundou a Banda de Pio X , um grupo dedicado à assistência médica aos pobres .

Sentindo o chamado à vida religiosa , Ermínio ingressou na Ordem Hospitaleira de São João de Deus em 22 de junho de 1927 , assumindo o nome de Ricardo , e fazendo a profissão formal em 24 de outubro de 1928 . Ele dirigia uma clínica odontológica gratuita para a Ordem em Brescia , tratando os necessitados e dando-lhes dinheiro e comida na barganha, se precisassem.

Nascer

Faleceu

Venerado

Beatificado

Canonizado

informação adicional

Leituras

A curta, mas intensa, vida do Irmão Richard é um estímulo para todo o Povo de Deus, mas sobretudo para os jovens, para os médicos e para os religiosos. Ele é uma figura extraordinária, perto de nós no tempo, mas ainda mais perto de nós em meio aos nossos problemas e nossas necessidades. – Papa João Paulo II na homilia de canonização de São Ricardo

Reze para que nem a auto-indulgência, nem o orgulho, nem qualquer outra paixão maligna, me impeçam de ver em meus pacientes Jesus que sofre, e de curá-lo e confortá-lo. – Saint Richard em uma carta para sua irmã, uma freira missionária

Citação MLA

23*.   Em Vladimir, cidade da Rússia, o Beato Clemente Steptyckyj, presbítero e mártir, que foi prior do mosteiro estudita da cidade de Univ e, no tempo dum regime hostil a Deus, perseverando firme na fé, mereceu habitar nas moradas celeste. († 1951)

24. São Gomberto (Gundemberto) e Santa Berta. Ver páginas 40-41: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf 7

25. Em Bérgamo, Santa Grata, viúva (também na Folhinha do Coração de Jesus), às ordens da qual foram construídos a catedral daquela cidade e o hospital, onde cuidava dos doentes, carinhosamente. Ver pág. 53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

26. NOITE DE SANTA VALBURGA: DE 30 DE ABRIL PARA 01 DE MAIO. Ver “Noite de Santa Valburga (do alemãoWalpurgisnacht[1]) é uma festa tradicional cristã cujas origens remontam em parte ao paganismo, celebrada na noite de 30 de Abril para 1 de Maio. Hoje em dia é celebrada igualmente quer por comunidades cristãs quer por não cristãs, em diversos países do Norte e Centro da Europa.[2]

Na maioria dos países esta festividade é celebrada em honra de Santa Valburga, abadessa anglo-saxã de Heidenheim na Baviera, nascida no Devonshire, Inglaterra, no Século VIII. No entanto, devido ao facto de esta noite estar associada, desde tempos imemoriais, com diversos ritos pagãos associados à celebração da chegada da Primavera, as duas celebrações ter-se-ão com o tempo confundido, dando assim origem à moderna festividade que nos dias de hoje se celebra nesta noite.

Durante os festejos é costume fazerem-se grandes fogueiras de modo a afugentar espíritos malignos e almas penadas, os quais segundo a crença popular, vagueiam nesta altura por entre os vivos.

Em muitos países, esta noite está igualmente associada com grandes celebrações estudantis, que marcam o final de ano lectivo.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Noite_de_Santa_Valburga

– Ver 25 de fevereiro: No mos­teiro de Hein­de­nheim, na Fran­cónia, hoje na Ale­manha, Santa Val­burga, aba­dessa, que, a pe­dido de São Bo­ni­fácio e dos seus ir­mãos São Vi­le­baldo e São Vi­ne­baldo, veio da In­gla­terra para a Ale­manha, onde di­rigiu ex­ce­len­te­mente dois mos­teiros, um de monges e outro de monjas. († 779). Conforme o Romano-Monástico, em Heidenheim, no séc. VIII, Santa Valburga, abadessa. Filha de São Ricardo, rei da Inglaterra, foi enviada para a Germânia a pedido de São Bonifácio, para dirigir um mosteiro fundado por seus próprios irmãos. É padroeira de várias grandes cidades da Bélgica, notadamente Bruges e Ypres. (M). Ver páginas 406-407: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%203.pdf

–  Ver “Santa Valburga ou Valpurga (inglês antigoWealdburg; c. 710 – 25 de fevereiro de 777/79) foi uma missionária anglo-saxã que atuou no Reino Franco. Foi canonizada cerca de 870 pelo Papa Adriano”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Valburga

27. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 01 DE MAIO (alguns destacados acima):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Joseph the Worker (Memorial opcional) Madona de Giubino — Aedhgein de Fobhar Aldebrandus de Fossombrone Amador de Auxerre Ambrósio de Ferentino Andéolo de Esmirna Arigius de Gap Arnold de Hiltensweiler Asafe de Llanelwy Banban Bento de Szkalka Berta de Avenay Berta de Kent Brecan de Ara Brieuc da Bretanha Ceallach de Killala Cecílio de Illibéris Comus de Catânia Esício de Carcer Eufrásio de Ilitirgi Evermarus de Rousson Felim O’Hara Gistado Grata de Bérgamo Gundebado Hipólito de Atripalda Indalecio de Urci Isidora do EgitoJeremias, o Profeta Juan de Huete Juan de Zorroza Julian Cesarello de Valle Klymentii Sheptytskyi Mafalda de Portugal Marcus Nathchaoimhe de Terryglass Orêncio de Auch Peregrino Laziosi Petronila de Moncel Ricardo Pampuri Romano de Bagdá Segundo de Ábula Sigismundo da Borgonha Tesifonte de Bérgio Theodard de Narbonne Thorette Torquatus de Guadix Vivald de GimignanoMártires de Amiens Aceolo Acius Mártires de Loret Orêncio Paciente Mártires do Vietnã Agostinho Schöffler John-Louis Bonnard
todos esses memoriais em uma única página

28. Outros santos do dia 01 de maio: págs. 09-58 (vol.08): obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS DOS SANTOS – 8.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 01 de maio, ver ainda: 1 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 367-371: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://catholicsaints.info/1-may/
  8. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay01.html#

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira:

Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento” (referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão, ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (ou provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

* 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein:Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

* 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas?
“Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.
“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa infelicidade seria indizível e sem limites.
“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.
“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor.

“Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

* 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

* 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém!São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

* 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo….”

(conf. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_the_Scholastic_Bishop)

================

* 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

 Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias.

Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano). 

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.
  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha , a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

 UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

* 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas…

“…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza…

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso….

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída…

Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

* 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! (…) Ó misericórdia! O meu coração ofega-se quando penso em Vós: para onde eu me dirija a pensar, mais não encontro do que misericórdia»

================

* 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:

  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

* 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. Santo Abraão, rogue por nós! Amém!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. 

Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano-de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.