Santas e Santos de 10 de maio

DESTAQUES DE 10 DE MAIO

  1. SÃO DAMIÃO DE MOLOKAI (nº 17)
  2. SÃO JOÃO DE ÁVILA (nº 12)

================

1.   Co­me­mo­ração do Santo Job, ou São Jó, homem de ad­mi­rável pa­ci­ência na terra de Hus.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Iduméia, antes da era cristã, o Bem-Aventurado Jó. Homem íntegro e direito, provado por Deus em sua inocência, deu testemunho da transcendência dos desígnios divinos por sua fé obsequiosa. (M).

Ver páginas 238-251: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

2.   Em Mira, na Lícia, na a­tual Tur­quia, São Di­os­có­rides, mártir. († data inc.)

– Ver São Dioscórides de Mira, em Licia na atual Turquia. “… O mártir São Dioscórides faz parte de um grupo de Mártires com Crescente, Paolo e Elladio. O grupo fictício havia sido fixado pelo Barônio, que foi lembrado no dia 28 de maio.
Nos sinassários bizantinos, esses mártires eram celebrados no mesmo dia, lembrando-os cristãos de Roma, presos pelo prefeito e que, diante de sua recusa em trair a fé, ordenaram que fossem lançados na fornalha ardente.
No martirológio romano, São Dioscórides é venerado sozinho com uma festa marcada para o dia 10 de maio com esta dicção: “Em Mira in Licia, na Turquia de hoje, São Dioscórides, mártir”.
No passado, o lugar do martírio de São Dioscórides era indicado em Esmirna. Evidentemente foi um erro de transcrição ou leitura, de fato em Mira in Licia, na atual Turquia, havia uma basílica dedicada aos mártires e Dioscórides e Crescente.
Também nos atos de São Temístocles, San Dioscórides di Mira foi nomeado.

Autor: Mauro Bonato…”: http://www.santiebeati.it/dettaglio/52510

3.   Em Len­tíni, na Si­cília, re­gião da Itália, os santos Álfio, Fi­la­délfio e Ci­rínio, mártires. († s. III)

– Ver “… 251 SS. ALPHIUS E SEUS COMPANHEIROS, MÁRTIRES
Os principais patronos de Vaste, na diocese de Otranto, e de Lentini, na Sicília, são SS. Alphius, Philadelphus e Cyrinus, que foram martirizados no último lugar e provavelmente eram nativos do primeiro. Os vários relatos deles que chegaram até nós são conflitantes e pouco confiáveis. 

Segundo uma lenda, eles e sua irmã Santa Benedita, depois de serem bem instruídos na fé cristã por seu pai e um certo Onésimo, foram presos com vários companheiros durante a perseguição deciana e levados para Roma. Lá eles sofreram torturas severas e foram então removidos para Pozzuoli, perto de Nápoles, onde Onésimo e alguns do partido sofreram o martírio. Os restantes foram transferidos para a Sicília e novamente julgados e torturados. Sua ousada confissão de fé causou a conversão de muitos espectadores, incluindo vinte soldados. Eventualmente Alphius, que tinha vinte e dois anos, morreu como resultado de ter sua língua arrancada, Philadelphus, que tinha vinte e um, foi assado até a morte, e Cyrinus, que tinha dezenove anos, foi cozido até a morte em um recipiente cheio de água quente…

Em 1517, três corpos foram descobertos e identificados com esses santos, foram elevados com grande pompa em Lentini, uma cidade dezessete milhas a sudoeste de Catânia.
Embora esses supostos mártires estejam devidamente inscritos no Martirológio Romano, e sua história ocupe ao todo cerca de sessenta páginas fólio no Acta Sanctorum (maio, vol. ii), não há evidência confiável de culto primitivo. Seus “atos” devem ser considerados nada melhor do que um piedoso romance grego. Ver DHG., vol. ii, c. 676.

Os detalhes relativos a esses martírios são tradicionais, considerados por alguns estudiosos como pouco confiáveis.

Alphius, Philadeiphus, Cyrinus e Benedicta foram presos durante as perseguições conduzidas pelo imperador Trajanus Decius (Trajan Decius 249-251 AD e Usurpers Durante Seu Reinado). Eles foram torturados em Roma e depois levados para Pozzuoli, perto da moderna Nápoles, onde um dos cristãos, Onésimo, foi executado. Os irmãos seguiram para a Sicília, onde foram martirizados em Lentini. Alphius teve a língua arrancada da boca. Filadelfo foi queimado até a morte e Cirino foi fervido até a morte. Os irmãos tinham entre dezenove e vinte e um anos de idade na época de seu martírio. Nenhum detalhe da execução é dado para Benedicta.
Alphius, Cyrinus e Philadelphus MM (RM). Esses três irmãos sicilianos parecem ter sofrido com Décio. Eles são muito venerados entre os gregos e na Sicília, especialmente em Lentini , dos quais são patronos (beneditinos).
Os Santos Mártires Filadelfo, Alfeu, Cipriano, Onésimo, Erasmo e outros 14 com eles viveram durante o século III e vieram da Itália. Alfeu, Filadelfo e Cipriano eram filhos de um governador na Itália, chamado Vitalius. Eles foram iluminados pela fé em Cristo e batizados por São Onésimo.
Durante este período, o imperador Licínio emitiu ordens para procurar e entregar os cristãos para tortura. Os irmãos foram para Roma junto com Onésimo, Erasmo e outros catorze cristãos. Em Roma, esmagaram o peito de São Onésimo com uma pedra pesada, que o matou. Erasmus e os quatorze mártires foram decapitados.
Os irmãos Alfeu, Filadelfo e Cipriano sofreram na cidade de Mesopolis Leontii, na Sicília, para onde foram enviados de Roma. São Filadelfo foi queimado sobre uma treliça de ferro no ano 251, no reinado do imperador Décio.
No ano de 1517 suas relíquias incorruptas foram descobertas em Leontini [Lentini]. Santos Alfeu, Filadelfo e Cipriano apareceram para Santa Eutália (2 de março) e disse-lhe que seria curada de uma aflição depois de batizada…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay10.html#251_St._Alphius_Martyr_one_of_3_brothers

4.   Em Roma, junto à Via La­tina, São Gor­diano, mártir, que foi se­pul­tado na cripta onde já an­te­ri­or­mente se ve­ne­ravam as re­lí­quias do mártir Santo Epímaco. († c. 300).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, o martírio de São Gordiano, juiz, e Santo Epímaco. Condenados à morte em datas diferentes, o primeiro em 362, e o segundo um século mais cedo, os dois são celebrados juntos porque foram enterrados no mesmo local. (M)

5.   Também em Roma, a co­me­mo­ração dos santos Quarto e Quinto, mártires. († c.s. IV).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, São Quarto e São Quinto, membros do clero de Cápua, que por causa de sua origem nobre foram levados para Roma para lá responderem por sua fé (M).

6*.   Na Ir­landa, São Congal, abade, que fundou o cé­lebre mos­teiro de Bangor e sempre pro­cedeu como pai sábio e guia pru­dente de uma grande pléiade de monges. († 622).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no começo do séc. VII, São Comgall, monge escocês. Fundou nas costas do Ulster o mosteiro de Bangor, que foi um centro de alta espiritualidade cristã até o tempo das invasões dinamarquesas. São Bernardo, em sua “Vida de São Malaquias”, não hesitava em considerar Bangor como “uma sementeira de santos que produziu muitos frutos para a glória de Deus” (X).

– Ver página 252: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

7.   Em Tá­ranto, na Apúlia, re­gião da Itália, São Ca­taldo, bispo e pe­re­grino, pro­va­vel­mente oriundo da Escócia. († c. s VII).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. VII, São Cataldo. Monge irlandês, dirigiu por vários anos uma escola monástica, que deixou para fazer uma peregrinação a Jerusalém. No caminho de volta, recebeu a missão de reconduzir à fé cristã a população de Tarento, antes convertida pelo apóstolo Pedro, mas que depois havia voltado aos antigos erros (M).

8*.   Em Bourges, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente na França, Santa So­lângia, virgem, que, se­gundo a tra­dição, se su­jeitou ao mar­tírio para con­servar a castidade. († c. s. IX).

Ver páginas 253-254, Santa Solange: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver “… 880 Santa Solange uma pastora. Além de ter grande poder sobre os animais, foi dotada do dom da cura e efetuou muitas curas
880 SANTA SOLÂNGIA, VIRGEM E MÁRTIR
Santa Solangia (Solange), que às vezes é chamada de Santa Genoveva de Berry, é também a padroeira daquela província da França. Filha de vinhateiros, pobremente dotada dos bens deste mundo, nasceu em Villemont, perto de Bourges. Ela se dedicou a Deus desde a infância e fez um voto de castidade bem cedo. Sua ocupação era cuidar das ovelhas de seu pai enquanto pastavam nas pastagens. Diz-se que ela foi assistida por uma estrela guia que brilhou sobre sua cabeça com um brilho especial quando a hora da oração se aproximou. Além de ter um grande poder sobre os animais, era dotada do dom de curar e efetuou muitas curas.
   Relatos de sua beleza e santidade chegaram aos ouvidos de Bernardo, um dos filhos do conde de Poitiers, e ele veio a cavalo para se aproximar dela, pois ela estava sozinha com seu rebanho. Quando ela resistiu, ele a pegou e a colocou na sela à sua frente, mas ela conseguiu escorregar de seu cavalo, sofrendo ferimentos graves na queda. O jovem então a despachou com sua faca de caça. Reza a lenda que a menina se levantou depois e levou a cabeça nas mãos até à igreja de Saint-Martin-du-Cros, em cujo cemitério foi erguido um altar em sua homenagem por volta do ano de 1281. Um campo perto sua casa em que gostava de rezar recebeu o nome de “Le Champ de Sainte Solange”.
Que Santa Solangia desfrutou de muita veneração popular em Bourges e nos distritos vizinhos fica claro pelo número de brochuras devocionais publicadas sobre ela. Veja, por exemplo, a Vie de Sainte Solange, escrita por Joseph Bernard de Montmélian, que apareceu em mais de uma edição. Há um relato desta mártir no Acta Sanctorum, maio, vol. ii, mas as provas ali fornecidas são muito insatisfatórias. Ver Ombline P. de Ia Villéon, Sainte Solange, protectrice du Berry (1948).

Santa Solange, nascida de uma família pobre de trabalhadores de vinhas perto de Bourges, França, tornou-se uma pastora cuja beleza atraiu a atenção luxuriosa de um nobre de Poitiers. Ele a sequestrou, mas quando ela saltou do cavalo em que ele a carregava, ele a perseguiu e a matou…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay10.html#880_St._Solange_a_shepherdess_

9*.   Em Pon­toise, junto de Paris, na França, São Gui­lherme, pres­bí­tero, na­tural de In­gla­terra, que foi pá­roco in­signe pela sua pi­e­dade e zelo das almas. († 1195)

– Ver “… Sacerdote de origem inglesa, Guglielmo exerceu seu ministério em um distrito da cidade de Pontoise, dependente da abadia de San Martino, entre o povo de sua nação. Teria sido o primeiro pároco da paróquia dedicado a Nossa Senhora. Ele morreu em 10 de maio de 1192 cercado pela estima geral e honrado pela amizade do rei Filipe Augusto e de Walter Bispo de Rouen.
Imediatamente após sua morte, milagres aconteceram em seu túmulo, testemunhados pelos arquivos de San Martino, os do Hotel Dieu e a construção, em 1197, de uma capela dedicada à sua memória. Vários martirólogos o celebram no dia 10 de maio. Sua festa ocorre nesta data em Pontoise e no dia 11 no resto da diocese de Versalhes.
Autor: Gérard Mathon…”: http://www.santiebeati.it/dettaglio/52570

10*.   Em Pádua, no Vé­neto, re­gião da Itália, a Beata Be­a­triz d’Este, virgem, que fundou o mos­teiro de Gém­mola nas co­linas Eu­ga­neias e, no breve tempo da sua vida mo­nás­tica, per­correu um ca­minho árduo de santidade. († 1226).

Em Pádua, a bem-aventurada Beatriz do Este, virgem. Filha do marquês do Este de Ferrara, professou entre as religiosas beneditinas de Santa Margarida de Salarola. Mais tarde, retirou-se ao monte Gemmula, onde se distinguiu pela humildade e o amor à pureza. Faleceu com vinte anos, a 10 de maio de 1226. O corpo é venerado na igreja de Santa Sofia de Pádua. Teve o culto aprovado em 1763. Duas outras bem-aventuradas do mesmo nome são honradas no dia 18 de janeiro e 29 de julho. Ver página 255: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

11*.   Em Sena, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, o pas­sa­mento do Beato Ni­colau Albergáti, bispo de Bo­lonha (conforme Martirológio Romano de 10 de maio), que en­trou ainda jovem na Ordem Car­tu­siana e, or­de­nado bispo, ajudou muito a Igreja com o seu zelo pas­toral e as suas mis­sões apostólicas. († 1443).  Bem-aventurado Nicolau Albergati, confessor.

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 09 de maio, no ano do Senhor de 1443, o Bem-Aventurado Nicolau Albergati, cartucho, ordenado bispo de Bolonha em 1427. Nomeado Núncio Apostólico pelo Papa Martinho V, trabalhou com sucesso para restabelecer a paz entre a França e a Inglaterra.

– Ver páginas 221-222: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Niccolò AlbergatiO.Cart. (23 de fevereiro de 1373 – 9 de maio de 1443) foi um cardeal italiano. Atualmente, é venerado como um beato da Igreja Católica.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Niccol%C3%B2_Albergati

Ver dia 09 de maio

– No VIDAS DOS SANTOS de 03 de março: Bem-Aventurado Nicolau Albergati, cartucho, bispo de Bolonha e cardeal. Ver páginas 156-163: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

12.   Em Mon­tilla, lo­ca­li­dade da An­da­luzia, na Es­panha, São João de Ávila (também na Folhinha do Coração de Jesus, São João D’Ávila), pres­bí­tero, que per­correu toda a re­gião como pre­gador de Cristo e, in­jus­ta­mente acu­sado de he­resia, foi en­cer­rado num cár­cere, onde es­creveu a parte mais im­por­tante da sua dou­trina espiritual. († 1569).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Andaluzia, no ano do Senhor de 1569, São João de Ávila. Filho de judeus convertidos a Cristo, foi ordenado presbítero depois de estudos feitos em Alcalá. Colocou seus talentos de orador a serviço do Evangelho e obteve numerosas conversões, entre as quais as dos futuros São João de Deus e São Francisco Bórgia (X).

– Ver “João de Ávila (em castelhanoJuan de Ávila) foi um sacerdotepregadorfilósofo escolástico e místico espanhol que foi declarado santo e Doutor da Igreja pela Igreja Católica. Ele é chamado de “Apóstolo da Andaluzia” por seu importante ministério na região.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_de_%C3%81vila

– Ver ainda São João de Ávila:

Também conhecido como

Memorial

Perfil

Nascido de uma rica família castiliana com ascendência judaica. Estudou Direito na Universidade de Salamanca desde os 14 anos, e sentiu um chamado à vida religiosaEstudou teologia e filosofia em AlcalaEspanha, aos 17 anos. Advogado, advogado. Após a morte de seus pais, ele liquidou a maior parte de sua grande fortuna, e deu aos pobresOrdenado em 1525. Ele queria ser missionário nas Índias Ocidentais e no México, mas tornou-se um pregador viajante na Andaluzia por 40 anos, re evangelizando uma região anteriormente governada pelos mouros. Ele falou corajosamente contra os pecados das classes dominantes, fez inimigos poderosos, e em certo momento foi preso em Sevilhaespanha pela Inquisição, acusado de falsos ensinamentos; as acusações foram retiradas, John foi solto, e sua pregação tornou-se mais popular do que nunca. Diretor espiritual de Santa Teresa de ÁvilaSão Francisco BorgiaSão João de DeusSão João da CruzSão Pedro de Alcântara e São Luís de Granada. Escritor cujas obras continuam sua influência hoje. Declarado Doutor da Igreja pelo Papa Bento XVI em 7 de outubro de 2012.

Nascer

Morreu

Venerados

Beatificado

Canonizado

Mecenato

Informações adicionais

Leituras

Vire-se como um pedaço de argila e diga ao Senhor: Eu sou argila, e você, Senhor, o oleiro. Faça de mim o que quiser. – São João de Ávila

Retire seu coração do mundo antes que Deus tire seu corpo dele. – São João de Ávila

Sua vida consiste em se aproximar de Deus. Para fazer isso, você deve se esforçar para se desprender de coisas visíveis e lembrar que em pouco tempo elas serão tiradas de você. – São João de Ávila

Um único “Abençoado seja Deus” na adversidade vale mais de mil atos de ação de graças em prosperidade. – São João de Ávila

Queridos irmãos e irmãs, rezo para que Deus abra seus olhos e que vejam que tesouros escondidos ele nos concede nos julgamentos dos quais o mundo pensa apenas em fugir. A vergonha se transforma em honra quando buscamos a glória de Deus. A aflição atual se torna a fonte da glória celestial. Para aqueles que sofrem feridas na luta de suas batalhas Deus abre os braços em amizade amorosa e terna. É por isso que ele (Cristo) nos diz que se quisermos nos juntar a ele, viajaremos do jeito que ele tomou. Certamente não é certo que o Filho de Deus deva seguir seu caminho de vergonha enquanto os filhos dos homens caminham pelo caminho da honra mundana: “O discípulo não está acima de seu professor, nem o servo maior que seu mestre.” – de uma carta de São João de Ávila

O célebre João de Ávila divide a semana em etapas da Paixão de Cristo:

  • Segunda-feira pense na agonia de nosso Senhor no jardim e o que passou na casa de Annas e Caiphas
  • Terça-feira, das acusações, o afastamento de juiz para juiz, e a flagelação
  • Quarta-feira, da coroação com espinhos e o escárnio
  • Quinta-feira, da lavagem dos pés, e da Eucaristia Abençoada
  • Sexta-feira, da sentença, o transporte da cruz, a crucificação e a morte
  • Sábado, do piercing do lado, a derrubada da cruz, o enterro, ea dor da Virgem Santíssima
  • Domingo, da ressurreição e do estado de glória futura.

– Anual da Família Católica Ilustrada

Citação MLA

13*.   Em Za­greb, na Croácia, o Beato João Merz (Ivan Merz), que, tendo-se de­di­cado aos es­tudos hu­ma­nís­ticos e ao en­sino, deu aos jo­vens um pre­claro exemplo de edu­cador fun­da­men­tado na fé em Cristo e de leigo cristão em­pe­nhado no pro­gresso da sociedade. († 1928).

– Ver “Ivan Merz (Banja Luka16 de dezembro de 1896 – 10 de maio de 1928) era um leigo acadêmico croata, beatificado pelo Papa João Paulo II em 22 de junho de 2003 quando da visita deste a Banja Luka (Bósnia). Ivan Merz era o promotor do movimento litúrgico na Croácia e com Ivo Protulipac criou um movimento para jovens.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ivan_Merz

14*.   Em Cre­mona, na Itália, o Beato Hen­rique Recuschíni, pres­bí­tero da Ordem dos Clé­rigos Re­grantes Mi­nis­tros dos En­fermos, que prestou ser­viço com pro­funda sim­pli­ci­dade aos do­entes nos hospitais. († 1938)

– Ver Beato Enrico Rebuschini. Memorial: 10 de maio

Perfil

Segundo de cinco filhos nascidos de uma família de classe alta na região lombarda da Itália moderna . Um jovem piedoso e bom aluno , tinha uma visão mística das coisas e estava sujeito a crises de depressão . Aos 18 anos, Enrico sentiu um chamado ao sacerdócio , mas sua família, especialmente seu pai , se opôs fortemente. No entanto, eles finalmente cederam e, aos 24 anos, Enrico começou seus estudos no seminário de Como , na Itália . Ele estudou no Lombard College e na Universidade Gregorianaem Roma , Itália , e provou ser um estudante capaz , mas uma crise esmagadora de depressão o mandou de volta para a casa de sua família e, finalmente, para uma casa de repouso para recuperação.

Quando estava de pé e pronto para voltar aos estudos , Enrico reexaminou seu chamado à vida religiosa e, com a ajuda de seu confessor, decidiu trabalhar com os Camilianos , uma congregação dedicada aos doentes ; iniciou o noviciado aos 27 anos. Com dispensa especial de seu bispo , o futuro Papa São Pio X , foi ordenado sacerdote em 14 de abril de 1889 . Ele ministrou aos enfermos em Verona , Itália de 1889 a 1899 , fazendo seus solenes votos camilianos em 1891 , e depois serviu no asilo San Camillo di Cremona pelo resto de sua vida – quase 40 anos. Foi tesoureiro de sua comunidade por 34 anos e superior por 11. A vida do padre Enrico foi de oração e serviço nas necessidades do dia-a-dia de outras pessoas.

Nascer

Faleceu

Venerado

Beatificado

informação adicional

Citação MLA

15. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, Santo Aureliano, bispo de Limoges, discípulo e primeiro sucessor de São Marcial, que o havia convertido à fé católica, (X)

– Ver “… St. Aureliano discípulo de São Marcial bispo de Limoges 1º ou 3º século
Bispo de Limoges na França. Foi discípulo de São Marcial .
Aureliano de Limoges B (AC) século I ou III. Santo Aureliano foi discípulo de São Marcial e eventualmente o sucedeu como bispo de Limoges (Benedictines)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay10.html#St._Aurelian_disciple_of_Saint_Martial

16. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, em 222, São Calépodo, sacerdote, que teve por companheiros de martírio um cônsul e toda a sua casa, um senador com mais sessenta e oito pessoas – cristãos – de sua família (M).

– O senador Simplício foi condenado ao mesmo suplício com a mulher, os filhos e sessenta e oito pessoas de sua família; anàlogamente Felix e Blanda (também na Folhinha do Coração de Jesus), sua esposa. Expuseram as cabeças dêstes santos mártires sobre diversas portas da cidade para intimidar os cristãos. Ver página 256: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

17.  São José de Veuster (São Damião de Veuster, São Damião de Molokai

Também conhecido como

  • Apóstolo dos Leprosos
  • Damião de Veuster
  • Damiano de Veuster
  • Padre Damien

Memorial

Perfil

Filho de um pequeno agricultor . Estudou na faculdade de Braine-le-Comte, Bélgica . Juntou-se aos Padres Picpus em 7 de outubro de 1860 , tomando o nome de Damien . Seminário em Paris , França . Voluntário para o trabalho missionário enquanto ainda estava no seminário , e foi enviado para o Havaí . Ordenado em Honolulu em 24 de maio de 1864 . Missionário nas ilhas onde sua única paróquiaera do tamanho de toda a sua Bélgica natal . Sacerdote residente na colônia de leprosos em Molokai, onde durante anos trabalhou sozinho para ministrar às necessidades espirituais e médicas dos pacientes. Seu trabalho transformou um miserável lixão para os indesejados em uma comunidade real com o melhor tratamento da época e pacientes que viviam fortes vidas espirituais. Ele contraiu lepra em 1885 e, embora gravemente aleijado pela doença , o padre Damien trabalhou até o fim.

Nascer

Faleceu

Venerado

Beatificado

Canonizado

Patrocínio

informação adicional

livros

A Enciclopédia de Santos do Nosso Visitante de Domingo

Leituras

O Santíssimo Sacramento é de fato o estímulo para todos nós, para mim como deve ser para vocês, a abandonar todas as ambições mundanas. Sem a presença constante de nosso Divino Mestre sobre o altar em minhas pobres capelas, eu nunca poderia ter perseverado jogando minha sorte com os leprosos de Molokai; cuja consequência prevista começa agora a aparecer na minha pele, e é sentida por todo o corpo. Sendo a Sagrada Comunhão o pão de cada dia de um sacerdote, sinto-me feliz, satisfeito e resignado nas circunstâncias bastante excepcionais em que aprouve a Divina Providência colocar-me. – Padre Damião

Citação MLA

– Ver: No Martirológio Romano de 15 de abril: em Ka­lawao, na ilha de Mo­lokai, na Oce­ania, São Da­mião de Veuster (José de Veuster), pres­bí­tero da Con­gre­gação dos Mis­si­o­ná­rios dos Sa­grados Co­ra­ções de Jesus e Maria, que se con­sa­grou com tanta mag­na­ni­mi­dade à as­sis­tência dos le­prosos, que também ele su­cumbiu atin­gido pela lepra. († 1889).

-São Damião de Molokai (também na Folhinha do Coração de Jesus de 10 de maio).

Damião de Molokai, Padre Damião, formalmente Jozef de Veuster, SS.CC. (Tremeloo, Bélgica, 3 de janeiro de 1840Molokai, Havai, Estados Unidos, 15 de abril de 1889) foi um missionário católico belga da Congregação dos Sagrados Corações, venerado especialmente pelos habitantes do arquipélago do Havai e pela cristandade em geral por ter dedicado a sua vida ao cuidado dos leprosos de Molokai, no reino do Havai.

Para os católicos, o Padre Damião é o patrono espiritual dos leprosos e marginalizados, incluindo os doentes de SIDA, e também do Estado do Havai. A sua festividade é celebrada no dia 15 de abril no Havai, mas o dia de festa da Igreja Católica é o dia 10 de maio. Foi beatificado em 1995 pelo papa João Paulo II e canonizado em 11 de outubro de 2009 pelo papa Bento XVI.

Em 1 de dezembro de 2005 o Padre Damião foi eleito o maior belga de todos os tempos numa votação organizada pela televisão aberta flamenga (VRT): https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Damião_de_Veuster

– Ver 15 de abril

18. Santo Antonino, arcebispo e Florença. Ver páginas 224-237: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Antonino de Florença, O.P., (Antônio de FlorençaAntonio Pierozzi, também chamado De Forciglioni), foi um frade dominicano italiano, que se tornou Arcebispo de Florença. É venerado como santo pela Igreja Católica.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Antonino_de_Floren%C3%A7a  

– VER 02 DE MAIO:

– Em Flo­rença, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, Santo An­to­nino, bispo, que, de­pois de se aplicar à re­forma da Ordem dos Pre­ga­dores, se con­sa­grou com vi­gi­lante pru­dência ao tra­balho pas­toral, res­plan­de­cendo pela sua san­ti­dade, rigor e doutrina. († 1459).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1459, Santo Antonino, dominicano italiano, que ocupou diversos cargos antes de ser nomeado auditor geral da Rota e arcebispo de Florença. Deixou obras de teologia moral, de direito canônico e de história que tiveram várias edições. Foi enterrado no convento de São Marcos que acabara de ser decorado por seu confrade Fra Angélico. (M)

19. São Nazário (também na Folhinha do Coração de Jesus). Em Milão, a invenção dos Santos Nazário e Celso, em memória do dia em que Santo Ambrósio, bispo, tendo encontrado o corpo de São Nazário coberto de sangue, que parecia ainda fresco, o transferiu para a igreja dos santos apóstolos com o do bem-aventurado Celso, menino que o santo mártir havia educado, e que o juiz Anolim mandara decapitar durante a perseguição de Nero, em 28 de julho, dia no qual se lhe soleniza a festa. Santo Ambrósio compôs esta inscrição: “Nazário gozou de uma eterna paz. A Cruz, que foi seu refúgio, ainda é seu refúgio”, em VIDAS DOS SANTOS de 10 de maio, páginas 256-257: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Dia 28 de julho: Em Milão, na Li­gúria, ac­tu­al­mente na Lom­bardia, re­gião da Itália, os santos Na­zário e Celso, már­tires, cujos corpos foram en­con­trados por Santo Ambrósio. († inv. 395).

– Ver dia 28 de julho, no Martirológio Romano-Monástico. “Em Milão, os mártires Santos Nazário e Celso. Santo Ambrósio, que descobriu seus corpos, compôs esta inscrição: <Nazário gozou de uma eterna paz. A Cruz, que foi o seu refúgio, ainda é seu refúgio.> (M)”

– Ver “… Nazário e Celso (em italianoSanti Nazaro e Celso; em latimNazarius et Celsus) foram dois mártires dos quais nada sabemos além da descoberta de seus corpos em Mediolano por Santo Ambrósio. Segundo Paulino, o Diácono em sua biografia do santo, o próprio Ambrósio, em algum momento nos três anos finais de sua vida, depois da morte do imperador Teodósio (m. 395), descobriu, num jardim fora das muralhas de Mediolano, o corpo de São Nazário, com a cabeça separada do corpo. Segundo a lenda, o sangue ainda estava líquido e vermelho quando seu corpo foi exumado.[1] O bispo então levou-o para a Basílica dos Apóstolos. No mesmo jardim, Ambrósio descobriu também o corpo de São Celso, que ele transportou para o mesmo lugar. Segundo a Enciclopédia Católica : “Obviamente a tradição sobre estes mártires ainda existia na comunidade cristã de Mediolano, o que levou à busca e à descoberta dos corpos”.[2]”: Nazário e Celso – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

20. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 10 DE MAIO (alguns destacados acima):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
João de Ávila (Memorial Opcional) Joseph de Veuster (Memorial Opcional) — Amalarius de Metz António de Nórcia Aureliano de Limoges Beatrix d’Este, a Velha Catalde de Taranto Comgall de Bangor Dioscórides de Esmirna Enrico Rebuschini Frodoino de Novalesa Giusto Santgelp Ivan Merz Jó o Patriarca Miro de Canzo Nicholas Albergati Solange de Bourges TeclaVasile Aftenie Guilherme de PontnoiseMártires de Cápua Quartus Quinto Mártires de Lentini Alphius Cirino Filadelfo Martirizado em Roma Gordian o juiz Blanda Calepodius Epímaco Félix Palmatius Simplício
todos esses memoriais em uma única página

21. Outros santos do dia 10 de maio: págs. 224-257 (vol.08): obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS DOS SANTOS – 8.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 10 de maio, ver ainda: 10 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 389-391: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://catholicsaints.info/10-may/
  8. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay10.html#          

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira:

Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento” (referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão, ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (ou provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

* 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein:Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

* 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas?
“Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.
“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa infelicidade seria indizível e sem limites.
“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.
“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor.

“Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

* 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

* 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém!São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

* 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo….”

(conf. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_the_Scholastic_Bishop)

================

* 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

 Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias.

Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano). 

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.
  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha , a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

 UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

* 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas…

“…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza…

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso….

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída…

Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

* 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! (…) Ó misericórdia! O meu coração ofega-se quando penso em Vós: para onde eu me dirija a pensar, mais não encontro do que misericórdia»

================

* 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:

  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

* 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. SANTO ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. 

Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano-de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.