Santas e Santos de 12 de maio

DESTAQUES DE 12 DE MAIO

  1. São Pancrácio (nº 2 abaixo), mártir de 14 anos;
  2. Santa Imelda Lambertini (nº 11 abaixo), padroeira das crianças que vão fazer a primeira comunhão (morreu aos 11 anos de idade, feliz por ter recebido Jesus na comunhão pela primeira vez)
  3. São Nereu e São Aquiles (nº 1 abaixo)

===============

1. São Nereu e Santo Aquileu (ou Aquiles) már­tires (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, como narra o papa São Dâ­maso, se ti­nham alis­tado como sol­dados e, cons­tran­gidos pelo temor, se pre­pa­ravam para obe­decer às ím­pias or­dens do ma­gis­trado; mas, con­ver­tidos ao ver­da­deiro Deus, dei­taram fora os es­cudos, ar­ma­duras e dardos, aban­do­naram o acam­pa­mento e, con­fes­sando a fé de Cristo, go­zaram o seu triunfo. Neste dia foram se­pul­tados os seus corpos no ce­mi­tério de Do­mi­tila, junto à Via Ar­de­a­tina de Roma. († s. III f.).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no tempo de Diocleciano, os Santos Nereu e Aquiles (ou Aquileu). Companheiros de armas a serviço do imperador, mostraram-se irmãos na fé até à morte. (M).

– Ver “Nereu e Aquileu,[1] chamados também Nereu e Aquiles[2] (em latimNereus et Achilleus) foram dois santos mártires de RomaItália, condenados à morte, provavelmente no tempo de Dioclecianoimperador romano de 284 a 305. Eles são celebrados no dia 12 de maio. No mesmo dia celebra-se também Pancrácio de Roma e de 1595 até 1969 Flávia Domitila (MEMÓRIA EM 07 DE MAIO),  quem provavelmente não tinha com eles alguma relação.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nereu_e_Aquileu

2. São Pan­crácio (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártir, que, se­gundo a tra­dição, ainda ado­les­cente morreu por Cristo, também em Roma, a duas mi­lhas na Via Au­rélia. Sobre o seu se­pulcro, o papa São Sí­maco le­vantou uma cé­lebre ba­sí­lica, e o papa São Gre­gório Magno reuniu fre­quen­te­mente o povo nesse lugar, para que ali com­pre­en­desse o tes­te­munho do ver­da­deiro amor cristão. Co­me­mora-se neste dia o seu sepultamento. († s. IV in.).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, igualmente São Pancrácio, jovem cristão que foi martirizado com a mesma idade e na mesma época em que Santa Inês. (M).

– Conforme a Folhinha do Coração de Jesus de 10 de maio de 2012, Pancrácio era filho de nobres romanos não cristãos. Nascido na Frígia, em 289, mudando-se para Roma entrou em contato com o cristianismo, e passou a admirar a coragem e a fé daqueles homens e mulheres dispostos a derramar seu sangue por Jesus. Narra a tradição que foi o próprio Papa Marcelino, refugiado junto ao tio de Pancrácio, Dionisio, que o instruiu na fé e o batizou, em 303. Com o acentuar-se da perseguição sob Diocleciano, Pancrácio foi preso e decapitado, junto com outros cristãos. Tinha 14 anos, Os cristãos recolheram seu corpo e o depositaram numa catacumba próxima à Via Aurélia, onde se encontra até hoje. Com o incremento da devoção ao mártir, no local foi erguida uma basílica. Frei Sandro Roberto da Costa, OFM Petrópolis/RJ.

– Ver págs. 301-302: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Pancrácio de Roma (em latimPancratius; em gregoΆγιος Παγκράτιος, em italianoSan Pancrazio) nasceu por volta do ano 289-290, em Roma, numa nobre família frígia e morreu em 12 de maio de 304, com cerca de 14 anos de idade…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pancr%C3%A1cio_de_Roma

– Ver “… 304 São Pancras (Pancratius) 14 – Eenterrado no cemitério de Calepodius no Caminho Aureliano, que mais tarde recebeu o nome de
Item Romæ, via Aurélia.  

No mesmo lugar, no Caminho Aureliano, o santo mártir Pancras, que aos quatorze anos de idade sofreu o martírio ao ser decapitado sob Diocleciano.
O santo mártir Pancratius é especialmente venerado pela Igreja Ocidental, onde é conhecido como São Pancras.

O Santo Mártir Pancrácio era natural da Frígia, mas viveu em Roma com seu tio Dionísio depois que seus pais morreram. Eles ouviram o bispo Cornélio pregar e mais tarde foram batizados.

O jovem de quatorze anos sofreu o martírio em Roma durante a perseguição sob Diocleciano (284-305). Ele foi enterrado na Via Aurélia, e uma igreja foi construída sobre seu túmulo. O portão Aureliano é conhecido hoje como a Porta St Pancrazio.

São Gregório Magno (12 de março) venerou São Pancrácio, que foi decapitado perto do local de seu mosteiro, e mandou fazer um relicário de prata para a cabeça do mártir.
Depois que São Gregório se tornou bispo, o relicário foi colocado em sua catedral na colina de Latrão.
O relicário foi devolvido à igreja de São Pancrácio no século XX.

Quando Santo Agostinho de Cantuária (26 de maio) chegou à Grã-Bretanha, ele transformou um templo pagão em uma igreja cristã, dedicando-o a São Pancrácio.

Santo Agostinho construiu outra igreja em homenagem a São Pancrácio fora de Londres.
Esta igreja, que contém uma antiga pedra de altar, é agora chamada de “Old St Pancras”.

A lenda nos diz que ele nasceu no final do século III e foi criado por um tio em Roma após a morte de seus pais. Tanto ele quanto seu tio se tornaram cristãos. Pancras foi decapitado em 304 durante a perseguição de Diocleciano. Ele tinha apenas 14 anos.
Pancras é especialmente venerado na Inglaterra porque Agostinho de Canterbury dedicou sua primeira igreja a Pancras e suas relíquias foram apresentadas como presente ao rei de Northumberland. Um distrito em Londres é nomeado St. Pancras depois dele. 

Reflexão:
O que você sabe sobre a fé dos adolescentes? Seja qual for a sua idade, consulte o grupo de jovens da sua paróquia ou uma organização de serviços para jovens para saber mais e talvez juntar-se ou ajudar. 

Oração: São Pancras, reze por todos os adolescentes para que sua fé seja tão forte quanto a sua, forte o suficiente para guiá-los através de todas as provações de sua vida.
Pancras M (RM) (também conhecido como Pancratius). Nascido na Síria ou Frígia; morreu em Roma, Itália, c. 304. São Pancras foi sepultado no cemitério de Calepodius na Via Aureliana, que mais tarde recebeu o seu nome. Segundo a tradição registrada na Fabiola do Cardeal Wiseman, São Pancras ficou órfão e foi trazido para Roma por um tio, onde ambos se converteram ao cristianismo. 

Como um menino de quatorze anos, ele foi decapitado em Roma por sua fé durante o reinado de Diocleciano…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay12.html#304_Saint_Pancras_Pancratius_14_

– Ver também “… Pancras ( em latim : Sanctus Pancratius ) era um cidadão romano que se converteu ao cristianismo , e foi decapitado por sua fé aos quatorze anos, por volta do ano 304. Seu nome é grego (Παγκράτιος) e significa “aquele que detém tudo”.

Desde cedo, Pancras foi venerado junto com Nereu e Aquileu em um dia de festa compartilhado e na fórmula da Missa em 12 de maio. Em 1595, 25 anos depois que o Papa Pio V promulgou o Missal Tridentino , Domitilla também foi adicionada.

Desde 1969, Pancras é venerado separadamente, ainda em 12 de maio. Ele é, tradicionalmente, o segundo dos Cavaleiros do Gelo . Nas tradições siríacas ele é conhecido como Mor Izozoel (Mar Azazael) lembrado em 12 de maio e 12 de agosto. Ele é o santo das crianças…”: https://en.wikipedia.org/wiki/Pancras_of_Rome

3. Beata Joana de Portugal, virgem, filha do rei Afonso V, que, re­cu­sando re­pe­ti­da­mente as núp­cias, pre­feriu servir na Ordem dos Pre­ga­dores, tor­nando-se re­fúgio dos po­bres, dos ór­fãos e das viúvas e, de­pois de uma vida de ex­tra­or­di­nária pi­e­dade, morreu no mos­teiro do­mi­ni­cano de Aveiro, ci­dade de Portugal. († 1490).

– Ver págs. 299-300: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Joana de PortugalO.P. (também chamada Santa Joana Princesa embora oficialmente apenas seja reconhecida pela Igreja Católica como Beata) (Lisboa6 de fevereiro de 1452 — Aveiro12 de maio de 1490) foi uma princesa portuguesa da Casa de Avis, filha do rei D. Afonso V e de sua primeira mulher, a rainha D. Isabel.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Joana,_Princesa_de_Portugal

4.   Em Axió­polis, na Mésia, hoje Cer­na­voda, na Ro­ménia, São Ci­rilo, que con­sumou o mar­tírio jun­ta­mente com seis companheiros. († c. s. III)

– Ver São Cirilo de Galatz. “…Também conhecido como

  • Cirilo de Axiópolis
  • Cirillo

Memorial

Perfil

Martirizado com seis companheiros cristãos . Nenhuma outra informação sobreviveu, nem mesmo os nomes dos companheiros.

Faleceu

Canonizado

informação adicional

Citação MLA

5.   Em Sa­la­mina, na ilha de Chipre, Santo Epi­fânio, bispo, que, do­tado de ex­ce­lente eru­dição e co­nhe­ci­mento da li­te­ra­tura sa­grada, foi também ad­mi­rável na san­ti­dade de vida, zelo pela fé ca­tó­lica, li­be­ra­li­dade para com os po­bres e dom de milagres. († 403).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 403, Santo Epifânio, judeu da Palestina, que se converteu a Cristo e levou, perto de sua aldeia natal, vida monástica durante trinta anos. Eleito bispo de Chipre, conservou o hábito e os costumes de monge, gozando de grande prestígio entre seus fiéis. Sua erudição e seu amor pela ortodoxia levaram-no a denunciar várias doutrinas maculadas pela heresia. (M).

Ver págs. 291-296: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

– Ver também “Epifânio de Salamina (em latimEpiphanius) foi um bispo da cidade de Salamina e metropolita da ilha de Chipre no final do século IV. Ele ganhou uma reputação como um forte defensor da ortodoxia cristã. É também conhecido por ter escrito um enorme compêndio de heresias que ameaçaram o cristianismo primitivo até o seu tempo, cheio de citações que, muitas vezes, são os únicos fragmentos sobreviventes das obras suprimidas. Além disso, ele foi responsável por instigar, juntamente com Ticão (bispo de Amato), uma perseguição aos não cristãos que viviam em Chipre, que resultou na destruição de muitos dos seus templos.[1]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Epif%C3%A2nio

6.   Em Agira, na Si­cília, re­gião da Itália, São Fi­lipe, pres­bí­tero, oriundo da Trácia. († s. V)

– Ver “… São Filipe de Agira (também Argirò , Aggira , Agirone , Agirya ou Argira ) foi um dos primeiros confessores cristãos . Existem duas histórias paralelas deste santo que dão possíveis datas em que este santo viveu. Tradicionalmente, através dos escritos de Santo Atanásio , sustenta-se que Filipe de Agira é um santo do século I, nascido no ano 40 dC na Capadócia (atual Turquia ) e morreu em 12 de maio de 103 dC.

Outro estudo recente diz ter nascido de um pai sírio na Trácia em uma data desconhecida no século V, cujos irmãos mais velhos se afogaram enquanto pescavam. Filipe era conhecido como o “Apóstolo dos Sicilianos “, pois foi o primeiro missionário cristão a visitar aquela ilha. Nada mais pode ser afirmado com certeza sobre ele.

Seu dia de festa é 12 de maio, [1] e ele é naturalmente, santo padroeiro da cidade de Agira , Sicília, e da cidade de Ħaż-Żebbuġ, Malta , ele é celebrado também na cidade de Limina , Sicília, onde também viveu. Supostamente, suas relíquias foram descobertas na igreja dedicada a ele em Agira . Filipe é um dos santos padroeiros das Forças Especiais do Exército dos Estados Unidos e também conhecido por seu poder de realizar exorcismos . [2] [3]…”: https://en.wikipedia.org/wiki/Philip_of_Agira

7.   Em Tré­veris, na Re­nânia, re­gião da Aus­trásia, ac­tu­al­mente na Ale­manha, São Mo­do­aldo, bispo, que cons­truiu e fa­vo­receu igrejas e mos­teiros, ins­ti­tuiu vá­rias co­mu­ni­dades de vir­gens e foi se­pul­tado junto da sua irmã Severa. († c. 647).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 640,São Modoaldo. Nascido na Aquitânia, foi durante muito tempo conselheiro na corte dos merovíngios, antes de sua eleição para chefiar a Igreja de Treves. (X)

8*.   No mos­teiro de Mar­chi­ennes, no ter­ri­tório de Cam­brai da Aus­trásia, ac­tu­al­mente na França, Santa Ric­trudes, aba­dessa, que, de­pois da morte vi­o­lenta do seu es­poso Ada­baldo, acon­se­lhada por Santo Amando tomou o sa­grado véu e com ad­mi­rável sa­be­doria di­rigiu as vir­gens sagradas. († c. 688).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na diocese de Arras, em 688, Santa Rictrude, duquesa de Douai, mãe de toda uma família de santos. Após a morte de seu marido, duplicou o mosteiro masculino de Marchiennes, já existente, com um mosteiro de monjas onde tomou o véu. (M).

Ver págs. 297-298: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

9.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, São Ger­mano, bispo, in­signe pela sua vir­tude e sa­be­doria, que re­futou com grande fir­meza o edito pro­mul­gado pelo im­pe­rador Leão, o Isáu­rico, contra as sa­gradas imagens. († 733).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, São Germano, arcebispo de Constantinopla, morto quase centenário, em 733. Célebre panegirista da Mãe de Deus, é-lhe  atribuído o hino “Akatistós”, ladainha da liturgia oriental em honra de Nossa Senhora, saudada como a “Esposa sempre virgem”. (M).

– Ver “Germano I de Constantinopla foi o patriarca de Constantinopla entre 715 e 730, e reinou durante um período conhecido como “Anarquia de vinte anos“.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Germano_I_de_Constantinopla

– Ver … “SÃO GERMANO era filho de um senador de Constantinopla, foi educado para o sacerdócio e esteve por algum tempo ligado à igreja metropolitana; mas após a morte de seu pai, em data não registrada, foi nomeado bispo de Cízico. Nicéforo e Teófanes afirmam que ele apoiou as tentativas feitas pelo imperador Filipe de espalhar a heresia monotelita; isso, no entanto, parece inconsistente com a subsequente defesa inabalável da ortodoxia do bispo, e o encômio passado a ele pelo segundo Concílio ecumênico de Nicéia em 787.

{O monotelismo foi uma heresia surgida no cristianismo. Opôs-se ao nestorianismo. Eutiques, arquimandrita de um mosteiro de Constantinopla, defendeu que, havendo uma só pessoa em Jesus Cristo, também devia haver uma só natureza, admitindo que a humana fora absorvida pela divina. Wikipédia}

{O nestorianismo é uma doutrina cristológica proposta por Nestório, Patriarca de Constantinopla. A doutrina, que foi formada durante os estudos de Nestório sob Teodoro de Mopsuéstia na Escola de Antioquia, enfatiza a desunião entre as naturezas humana e divina de Jesus. Wikipédia}
   Sob Anastácio II Germano foi traduzido de Cízico para a sé de Constantinopla. Dentro de um ano de sua ascensão ele convocou um sínodo de 200 bispos no qual a verdadeira doutrina da Igreja foi afirmada contra a heresia monotelita.
Depois de quando o isauriano ascendeu ao trono imperial em 717, São Germano o coroou na igreja da Santa Sabedoria, e o imperador jurou solenemente preservar a fé católica. Dez anos depois, quando Leão se declarou solidário com os iconoclastas e se opôs à veneração das imagens, São Germano lembrou-lhe o voto que fizera. Apesar desse protesto, o imperador emitiu um decreto proibindo a exibição externa de reverência a estátuas e imagens religiosas, todas as quais deveriam ser erguidas a uma altura que impedisse o público de beijá-las. Um decreto posterior e ainda mais drástico ordenou a destruição geral das imagens sagradas e o branqueamento das paredes da igreja. O patriarca, embora muito velho, falou sem medo em defesa das imagens e escreveu cartas defendendo a tradição católica aos bispos inclinados a favorecer os iconoclastas. Em uma delas, a Tomás de Claudiópolis, ele diz: “As imagens são a história em figura e tendem à única glória do Pai celestial. Quando reverenciamos as representações de Jesus Cristo, não adoramos as cores colocadas sobre a madeira: estamos venerando o Deus invisível que está no seio do Pai: A ele adoramos em espírito e em verdade”. Em resposta a uma epístola que dirigiu a estamos venerando o Deus invisível que está no seio do Pai: a ele adoramos em espírito e em verdade”. Em resposta a uma epístola que dirigiu a estamos venerando o Deus invisível que está no seio do Pai: a ele adoramos em espírito e em verdade”. Em resposta a uma epístola que dirigiu ao Papa São Gregório II, São Germano recebeu uma resposta, ainda preservada para nós, na qual o Papa expressa seu profundo apreço pela defesa do patriarca da doutrina e tradição católicas.
Repetidas vezes, Leão tentou conquistar o velho prelado, mas finalmente, em 730, percebendo que seus esforços permaneceram infrutíferos, ele praticamente obrigou São Germano a renunciar ao cargo. O santo então retirou-se para a casa paterna, onde passou o resto de sua vida em reclusão monástica, preparando-se para sua morte, que ocorreu quando ele tinha mais de noventa anos. De seus escritos, a maior parte dos quais pereceram, o mais conhecido foi uma apologia de São Gregório de Nissa contra os origenistas; Baronius descreveu-os como tendo acendido um farol que iluminou toda a Igreja Católica.

{Orígenes e origenismo: https://www.universocatolico.com.br/wpuniverso/2002/04/29/origenes-e-origenismo/ }

Uma vida medieval de São Germano em grego foi editada por A. Papadopoulos Kerameus em 1881, mas é de pouco valor. oA afirmação, por exemplo, de que o patriarca, para escapar do ressentimento do imperador Leão, refugiou-se em um convento de freiras em Cízico, e vestindo seu hábito era bastante irreconhecível porque ele já parecia uma velha enrugada, dificilmente pode ser creditada, especialmente tendo em vista a insistência oriental nas barbas episcopais. Nossa fonte mais segura de informação pode ser encontrada nas cartas do período que foram preservadas e nos procedimentos dos concílios. Há um excelente artigo sobre St Germanus em DTC., vol. vi (1920), CC. 1300—1309; a isso uma bibliografia completa é anexada, como também em Bardenhewer, Geschichte der altkirchlichen Literatur , vol. v, pp. 48-5 I. Veja também Hefele-Leclercq, Histoire des Conciles, vol. iii, pág. 599 seq.

Nascido c. 634; morreu em Platônio c. 732. Germano, um clérigo de categoria senatorial, foi promovido de bispo de Cízico a patriarca de Constantinopla em 715. Dez anos depois, o imperador Leão III, o isauriano, publicou o primeiro édito contra a veneração pública de imagens sagradas, uma promulgação motivada por considerações políticas e religiosas. É por sua firme oposição ao imperador que São Germano é principalmente lembrado. Em uma carta, ele escreveu: “Quando mostramos reverência às representações de Jesus Cristo, não adoramos tinta colocada em madeira: adoramos o Deus invisível em espírito e em verdade“.
Em 730, Germano foi efetivamente deposto e logo depois morreu no exílio em idade muito avançada. Alguns de seus escritos sobreviveram, entre eles seis homilias sobre a Virgem Maria e alguns hinos, incluindo aquele traduzido como ” Uma grande e poderosa maravilha,/Uma cura completa e sagrada! ” (Attwater, Benedictines).

São Germano, Patriarca de Constantinopla, nasceu em Constantinopla no século VII. Seu pai, um proeminente senador, foi morto por ordem do imperador Constantino Pogonatos (668-685). O jovem Germano foi castrado e enviado para um mosteiro, onde estudou a Sagrada Escritura.
Por causa da santidade de sua vida, Germano foi feito bispo na cidade de Cízico. São Germano levantou-se em defesa da Fé Ortodoxa contra os hereges iconoclastas

{Iconoclastia ou Iconoclasmo é uma rejeição de imagens religiosas. Foi também um movimento político-religioso contra a veneração de ícones e imagens religiosas no Império Bizantino que começou no início do século VIII e perdurou até ao século IX. Wikipédia}

Mais tarde, ele foi feito Patriarca de Constantinopla. São Germano continuou a se levantar contra os iconoclastas e seu porta-voz, o imperador herético Leão III, o Isaurian (717-741), mas a disputa foi desigual. Ele foi forçado a colocar seu omophorion sobre a mesa do altar no santuário e a renunciar ao trono arquipastoral. Então o imperador enfurecido, que acusou o Patriarca de heresia no dia anterior, enviou soldados, que espancaram o santo e o expulsaram da residência patriarcal. São Germano foi Patriarca durante quatorze anos e cinco meses.
Ele foi para um mosteiro, onde passou os dias restantes de sua vida. O santo Patriarca Germano morreu no ano de 740, aos noventa e cinco anos, e foi sepultado no mosteiro de Chora, em Constantinopla. Depois, suas relíquias foram transferidas para a França.
No Sétimo Concílio Ecumênico (787), o nome do Patriarca Germano foi incluído nos dípticos dos santos. Ele escreveu uma “Meditação sobre Assuntos da Igreja ou Comentário sobre a Liturgia“; também uma explicação das passagens difíceis da Sagrada Escritura, e outro trabalho sobre as recompensas dos justos após a morte.
Seu importante trabalho sobre as várias heresias que surgiram desde os tempos apostólicos e sobre os concílios da igreja que ocorreram durante o reinado do imperador Leão, o Iconoclasta, fornece uma riqueza de informações históricas. Há também três cartas do Patriarca sobre a veneração dos ícones, que foram lidas no VII Concílio Ecumênico.

Suas outras obras incluem hinos de louvor aos santos, discursos sobre as Festas da Entrada no Templo, Anunciação e Dormição da Santíssima Theotokos, e sobre a restauração da igreja em homenagem à Colocação da Venerável Zona de a Santíssima Theotokos…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay12.html#732_Germanus_of_Constantinople_patriarch

10.     Em Cas­tela, re­gião da Es­panha, no lugar pos­te­ri­or­mente de­sig­nado com o seu nome, São Do­mingos da Calçada, pres­bí­tero, que cons­truiu pontes e ca­mi­nhos para uso dos pe­re­grinos que se di­ri­giam a São Tiago de Com­pos­tela e pro­vi­den­ciou com grande pi­e­dade às suas ne­ces­si­dades nas celas e es­ta­la­gens por ele preparadas. († 1060/1109)

11*.   Em Bo­lonha, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, a Beata Imelda Lam­ber­tíni, virgem, que, re­ce­bida desde tenra idade entre as monjas da Ordem dos Pre­ga­dores, ainda muito jovem, de­pois de ter co­mun­gado com ex­tra­or­di­nária de­voção a Eu­ca­ristia, ime­di­a­ta­mente en­tregou o seu es­pí­rito a Deus. († 1333).

Ver: SANTA IMELDA LAMBERTINI – 12 DE MAIO

 – padroeira das crianças que vão fazer a Primeira Comunhão

“Tornou-se noviça aos 9 anos. Morreu aos 11, durante a missa em que recebeu sua primeira comunhão.

Foi beatificada em 1826 pelo papa Leão XII, que estendeu a toda a Igreja o culto que já lhe prestavam em Bolonha. Em 1908, o papa Pio X a proclamou padroeira das crianças que fazem a primeira comunhão.

corpo incorrupto de Imelda Lambertini jaz conservado na capela de São Sigismundo, em Bolonha (Itália)…

Com apenas 8 anos de idade, entrou para o convento. Aos 10, recebeu o hábito de monja dominicana. Embora tivesse tão pouca idade, era uma freirinha em tudo exemplar nas atividades da vida religiosa. Entretanto, algo a intrigava: o fato de as pessoas receberem a Sagrada Comunhão e continuarem a viver.

Como Imelda não tinha idade para comungar, costumava perguntar às religiosas: “Irmã, a senhora comungou Jesus e não morreu?”. As freiras respondiam assustadas: “Que é isso, menina? Por que morrer?”. A pequenina religiosa respondia: “Como pode a senhora receber Jesus, em Comunhão, e não morrer de amor e de tanta felicidade?”. Pois aconteceu que na madrugada do dia 12 de maio de 1333, véspera do Domingo da Ascensão do Senhor, Imelda estava na Santa Missa e já não aguentava mais de tanta vontade de comungar. Perguntava-se ela: “Se Jesus mandou ir a Ele as criancinhas, porque não posso comungar?”. O padre já tinha acabado de dar a Sagrada Comunhão às religiosas quando todos viram: uma hóstia saiu do cibório e voou pela capela. Parou em cima da cabeça de Imelda. O padre, então, entendeu que era hora dela comungar.

Ao receber a Santíssima Eucaristia, Imelda se colocou em profunda adoração. Após horas de oração, a Madre Superiora foi até a freirinha e lhe disse: “Está bem, Irmã Imelda. Já adorou bastante a Jesus. Podemos seguir… Vamos para as outras atividades do convento”. Imelda, entretanto, permanecia imóvel. Após a insistência da Superiora, nada acontecia. Foi, então, que a Madre pegou amorosamente Imelda pelos bracinhos e ela caiu em seus braços. É… Imelda havia morrido na sua Primeira Comunhão. Cumpriu-se a indagação da pequena grande Imelda: “Como pode alguém receber Jesus, na Sagrada Comunhão, e não morrer de felicidade?”. Aos 11 anos, Imelda morreu de amor e de felicidade por ter recebido Jesus!

O corpo de Imelda Lambertini encontra-se incorrupto na Capela de São Sigismundo, na Bolonha, Itália. O Papa São Pio X a proclamou padroeira das crianças que vão fazer a Primeira Comunhão.

13. São Leopoldo Mandic, na Folhinha do Coração de Jesus de 12 de maio.

– Ver dia 30 de julho:

Em Pádua, na Itália, São Le­o­poldo (Bogdan) de Cas­tro­novo Mandic, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que viveu ar­den­te­mente o ideal da uni­dade dos cris­tãos e de­dicou toda a vida ao mi­nis­tério da reconciliação. († 1942)

– Ver “Frei Leopoldo Mandic morreu no dia 30 de julho de 1942, em Pádua. O seu funeral provocou um forte apelo popular e a fama de sua santidade espalhou-se, sendo beatificado em 1976. O papa João Paulo II incluiu-o no catálogo dos santos em 1983, declarando-o herói do confessionário e “apóstolo da união dos cristãos”, um modelo para os que se dedicam ao ministério da reconciliação.”: http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/sao-leopoldo-mandic

– Na Folhinha do Coração de Jesus de 12 de maio.

14. Beato Dom Álvaro del Portillo. Ver “Beato Álvaro José Maria Eulogio del Portillo y Diez de Sollano (Madrid11 de março de 1914 — Roma23 de março de 1994) foi bispo da Igreja Católica e Prelado da Prelazia da Santa Cruz e Opus Dei. Era Doutor em Engenharia Civil, Filosofia e Letras (História) e em Direito Canônico

Foi beatificado no dia 27 de setembro de 2014 . A cerimônia foi em Madrid, “terra natal” do prelado, e presidida pelo prefeito da Congregação das Causas dos Santos, o cardeal Ângelo Amato. Para D. Javier a decisão do reconhecimento da Santa Sé e do Papa Francisco é motivo “de profunda alegria” e uma distinção justa para um “bispo que tanto amou e serviu a Igreja”.[6]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81lvaro_del_Portillo

– Ver também “…O Beato Álvaro del Portillo foi um bispo, engenheiro civil e doutor em filosofia e em Direito Canônico; também recordado por ter sido o primeiro sucessor de São Josemaria Escrivá de Balaguer, fundador do Opus Dei…”: https://www.acidigital.com/noticias/hoje-e-a-festa-do-beato-alvaro-del-portillo-sucessor-de-sao-josemaria-escriva-88281 7

15. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 12 DE MAIO (alguns destacados acima):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Acheilleus de Terracina (Memorial Opcional) Nereu de Terracina (Memorial Opcional) Pancras de Roma (Memorial Opcional) — Álvaro del Portillo Díez de Sollano Cândida Maria de Jesus Cássio de Sinuessa Casto de Calvi Crispoldo Cirilo de Galatz Dioma de Kildimo Dionísio da Ásia Domingos de la Calzada Efrém de Jerusalém Epifânio de Salamina Erc Nasca de Tullylish Etelhard de Cantuária Euphrosyna de TerracinaGermano de Constantinopla Imelda Lambertini Jane de Portugal Juan de Segalars Modoald de Trier Paládio de Roma Filipe de Agira Filipe de Palermo Richrudis de Marchiennes Teodora de TerracinaMartirizado na Albânia Dedë Malaj Ejëll Deda Martirizado no Laos Lucien Galan Thomas Khampheuane Inthirath
todos esses memoriais em uma única página

16. Outros santos do dia 12 de maio: págs. 291-305 (vol.08): obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS DOS SANTOS – 8.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 12 de maio, ver ainda: 12 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 393-395: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. The Book of Saints –  A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015)
  8. https://catholicsaints.info/12-may/
  9. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay12.html#

  (este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira:

Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento” (referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão, ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (ou provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

* 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein:Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

* 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas?
“Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.
“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa infelicidade seria indizível e sem limites.
“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.
“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor.

“Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

* 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

* 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém!São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

* 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo….”

(conf. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_the_Scholastic_Bishop)

================

* 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

 Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias.

Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano). 

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

* 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.
  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha , a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

 UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

* 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas…

“…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza…

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso….

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída…

Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

* 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! (…) Ó misericórdia! O meu coração ofega-se quando penso em Vós: para onde eu me dirija a pensar, mais não encontro do que misericórdia»

================

* 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:

  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

* 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. SANTO ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. 

Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano-de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.