Santas e Santos de 18 de maio

1. São João I (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa e mártir, que, en­viado pelo rei ariano Te­o­do­rico ao im­pe­rador Jus­tino de Cons­tan­ti­nopla, foi o pri­meiro Pon­tí­fice Ro­mano a ce­le­brar o sa­cri­fício pascal na­quela Igreja; no re­gresso de Cons­tan­ti­nopla, foi re­ce­bido in­dig­na­mente pelo mesmo Te­o­do­rico e me­tido no cár­cere, mor­rendo em Ra­vena, na Emília-Ro­manha, como ví­tima de Cristo Senhor. († 526).

– Conforme, o Martirológio Romano-Monástico em 626, o nascimento no céu de São João I, papa. Após uma embaixada em Constantinopla, onde teria sido recebido pelo Apóstolo Pedro em pessoa, morreu vítima das perseguições do rei Teodorico numa prisão em Ravena, sendo enterrado com as honras reservadas aos mártires. (R)

– Ver páginas 262-264: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “João I foi um papa eleito em 13 de agosto de 523. Morreu em 18 de maio de 526. Nasceu na ToscanaItália, em cerca de 470. Foi enviado a Constantinopla, em 525, a fim de tentar obter tolerância da parte do imperador Justiniano para os árabes. Obteve sucesso apenas parcial; e no decurso dessa missão foi aprisionado por Teodorico, o Grande, que o havia enviado, em RavenaItália.[carece de fontes]”: Papa João I – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver ainda “João nasceu na região italiana da Toscana, talvez na localidade de Sena ou Arezzo, filho de um cavalheiro chamado Constâncio. Tornou-se Papa, em 523, mas pouco se sabe sobre o seu Pontificado. Parece que contribuiu para ampliar e ornar algumas basílicas romanas ao longo das Vias Ardeatina e Ostiense, graças à magnanimidade do imperador Justino I. João I manteve muitos laços de amizade com as Igrejas Orientais.”: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/18/s–joao-i–papa-e-martir.html

2.   Em Sa­lona, na Dal­mácia, na ho­di­erna Croácia, São Félix, mártir du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Diocleciano. († 299)

– Ver São Félix de Salona. Também conhecido como

  • Félix de Epécio
  • Félix de Martana
  • Félix de Spalato
  • Félix de Spello
  • Félix de Split
  • Félix de Spoleto
  • Félix de Stobrec
  • Felicidade…

Memorial

Perfil

Bispo martirizado nas perseguições de Diocleciano .

Faleceu

Canonizado

informação adicional

Citação MLA

3.   No Egipto, São Diós­coro, mártir, filho de um leitor, que, de­pois de muitos e di­versos tor­mentos, foi de­ca­pi­tado e assim con­sumou o martírio. († c. 303).

No Martirológio Romano-Monástico, no Egito, durante a perseguição de Diocleciano, São Dióscoro. Ao presidente do tribunal que o interrogava sobre sua fé, respondeu: “Assim como a morte reinou sobre nós por causa de Eva, do mesmo modo somos todos vivificados por Maria que gerou Jesus Cristo, nosso Senhor” (Paixão – M).

– Ver páginas 35-42: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

4.   Em Ale­xan­dria, também no Egipto, os santos Po­ta­mião (Potamão), Or­tásio, Se­ra­pião, pres­bí­teros, e seus com­pa­nheiros, mártires. († s. IV).

No Martirológio Romano-Monástico, no Egito, no séc. IV, São Potamon, bispo de Heracléia. Tomou parte no Concílio de Nicéia, e figurou entre os confessores da Fé, condenados a trabalhar nas minas pelo imperador Maximino (M).

5.   Em An­cira, na Ga­lácia, hoje An­cara, na Tur­quia, os santos már­tires Teó­doto e Te­cusa, sua tia pa­terna, Ale­xandra, Cláudia (também na Folhinha do Coração de Jesus), Faína, Eu­frásia, Ma­trona e Ju­lieta, vir­gens; estas úl­timas, de­pois de terem sido cons­tran­gidas pelo go­ver­nador à pros­ti­tuição, foram imersas numa lagoa com pe­dras atadas ao pescoço. († c. 303).

No Martirológio Romano-Monástico, em Ancyra, atual Ancara, na Galácia, atual Turquia, na mesma época a paixão de São Teódoto e de Sete Bem-Aventuradas Virgens. Após ser torturado, Teódoto mostrava suas chagas ao povo, em testemunho do poder de Jesus Cristo que, dizia ele, “torna, mesmo ainda neste mundo, insensíveis a todos os tormentos aqueles que se decidem a sofrer por ele” (M).

– Ver São Teódoto, taverneiro e mártir “…Os nomes das sete virgens eram: Tecusa, Alexandra, Faína, Claudia. Eufrásia, Matrona e Julita. As três primeiras haviam renunciado a tudo para levar uma vida apostólica…

… Chegando ao local da execução o mártir orou a Deus nestes termos: Senhor Jesus Cristo, criador do céu e da terra, que não abandonais os que em vós confiam, rendo-vos graças por vos haverdes dignado fazer-me cidadão da vossa celeste cidade e participante do vosso reino; rendo-vos graças por me terdes feito vencer a serpente e esmagar-lhe a cabeça. Concedei a paz a vossos servos, e livrai-me da violência dos nossos inimigos; dai a paz à vossa Igreja, libertando-a da tirania do demônio. Ao dizer amém, viu os irmãos que choravam, e lhes disse: Não choreis, meus irmãos, mas glorificai nosso Senhor Jesus Cristo, que me fez encontrar o caminho e vencer o inimigo: doravante, pedirei a Deus por vós no céu, com confiança. Dito isso, recebeu o golpe com alegria. Colocaram-no sobre um enorme monte de lenha, mas apareceu uma luz tão intensa que ninguém ousou aproximar-se para acendê-lo. O governador, ouvindo a respeito, ordenou aos soldados que guardassem o corpo e a cabeça no mesmo lugar…

O autor das atas de seu martírio, terminou-as com estas palavras: eu, humilde Nilo, transmito todas estas coisas, meus caríssimos irmãos, com a maior exatidão possível; estive com ele na prisão, conheço em pormenores o que vos escrevi, tendo-me atido em tudo à verdade, a fim de que vós mesmos, escutando as coisas com fé e certeza, tenhais parte com o santo e glorioso mártir Teódoto, e com todos os santos que combateram pela piedade, em nosso Senhor Jesus Cristo, a quem a glória e o poder cabem, com o Pai e o Espírito Santo, em todos os séculos. Amém.”, às páginas 18-32: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver ainda “… Pode-se dizer sem exagero que a atitude adotada pelos estudiosos modernos em relação à história de Teódoto é típica da mudança que ocorreu em toda a ciência da hagiografia. 

Alban Butler, seguindo os passos de autoridades geralmente confiáveis ​​como Ruinart, os primeiros Bollandistas e Tillemont, acreditava que esta narrativa foi escrita por um Nilus, “que viveu com o mártir, foi seu companheiro de prisão e uma testemunha ocular de o que ele relata”. 

Mas há sérias razões para acreditar que Nilus foi meramente inventado por um artifício comum a toda ficção, e que a história, com suas reminiscências de um conto ocorrido em Heródoto, deve ser tratada como um romance escrito por um autor possuindo algo mais literário habilidade do que comumente encontramos em tais casos. Veja Delehaye noAnalecta Bollandiana, vol. xxii (1903), pp. 320-328 e vol. xxiii (1904), pp. 478-479. Os textos são melhor apresentados em P. Franchi de ‘Cavalieri Studi e Testi, no. 6 (5901) e no. 33 (5920)”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay18.html#1616_Georgian_martyrs_of_Persia_are

6*.   Em ter­ri­tório da Ar­góvia, na Hel­vécia, hoje na Suíça, o Beato Bur­cardo, pres­bí­tero, que foi pá­roco de Benwil e ori­entou com grande so­li­ci­tude pas­toral o povo que lhe es­tava confiado. († s. XII)

7.   Em Up­sala, na Suécia, Santo Erico IX, rei e mártir, que du­rante o seu rei­nado di­rigiu sa­bi­a­mente o povo, de­fendeu os di­reitos das mu­lheres e en­viou à Fin­lândia o bispo Santo Hen­rique para pro­pagar a fé cristã; mas, fi­nal­mente, quando par­ti­ci­pava na ce­le­bração da Missa, caiu apu­nha­lado pelos inimigos. († 1161).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico em Upsala, Santo Érico. Elevado ao trono da Suécia em 1150, promoveu a cristianização dos finlandeses, ainda pagãos, mas foi martirizado em 1160, no momento em que acabava de participar da liturgia da Missa. Santo Érico foi o padroeiro da Suécia católica até o séc. XVI. (M).

Ver Santo Eurico IX, rei e mártir,página 43: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Érico IX, conhecido como Erik den helige (em suecoErik den heligeErik JedvardssonSankt Erik; m. Uppsala18 de maio de 1160), também chamado de “o Santo”, “o Legislador”, “Érico Jedvardsson” ou “Santo Érico”, foi o Rei da Suécia de 1156 até sua morte em 1160.[1][2][3][4][5]”: Érico IX da Suécia – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

8*.   Em Tou­louse, junto ao rio Ga­rona, na França, o Beato Gui­lherme, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agostinho. († 1369)

– Ver Beato Guilherme de Toulouse. Memorial

Perfil

Nascido na nobreza francesa . Juntou-se aos agostinianos em Toulouse , França , aos 19 anos. Estudou lá e em Paris , França . Prior da casa agostiniana de Pamiers, França . Diretor espiritual, exorcista e, mais importante, um famoso pregador popular em Toulouse cujos sermões levaram muitos à vida religiosa. Promoveu a devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria sob o título de Mãe Dolorosa , e para rezar pelas almas emPurgatório . Conhecido por sua vida simples, pregação e escritor profundamente espiritual , e sua profunda vida de oração ; nenhum de seus sermões sobreviveu, e sua única escrita que temos é Visão das Punições no Purgatório e no Inferno .

Nascer

Faleceu

Beatificado

informação adicional

Citação MLA

9.   Em Roma, São Félix de Cantalício (também na Folhinha do Coração de Jesus), re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, do­tado de ad­mi­rável aus­te­ri­dade e sim­pli­ci­dade, que, du­rante qua­renta anos, exerceu o ofício de es­moler e ir­ra­diava sempre à sua volta a paz e a caridade. († 1587).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1587, São Félix de Cantalícia, franciscano. Nascido de uma humilde família de camponeses, passou toda a sua vida religiosa em Roma, onde era conhecido pelo nome de “Frei Deo Gratias”, por causa da resposta que dava àqueles que lhe davam esmola e também por seu otimismo. Foi, juntamente com São Felipe Néri, a figura mais popular de seu tempo na Cidade Eterna (M).

– Ver também São Félix de Cantalício, capuchinho, páginas 33-34: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Félix de Cantalice foi um irmão leigo capuchinhocanonizado pela Igreja Católica. Foi o primeiro irmão capuchinho a ser reconhecido como santo.”: Félix de Cantalice – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver “… 1587 SÃO FELIX DE CANTALICE.

ST FELIX nasceu em Cantalice, perto de Città Ducale, na Apúlia. Seus pais eram camponeses devotos e ele mesmo cedo demonstrou tal piedade que seus pequenos companheiros, quando o viam aproximar-se, gritavam: “Aí vem o santo Félix!” Quando criança, atuou como vaqueiro e muitas vezes, depois de levar seu gado para algum pasto tranquilo, passava muito tempo rezando ao pé de uma árvore em cuja casca havia cortado uma cruz. Aos doze anos foi alugado, primeiro como pastor e depois como lavrador, a um abastado proprietário de terras da Città Ducale, chamado Mark Tully Pichi ou Picarelli.
Ainda muito jovem, Félix aprendeu sozinho a meditar durante seu trabalho e logo alcançou um alto grau de contemplação. Em Deus, em si mesmo e em todas as criaturas ao seu redor, ele encontrou um fundo perpétuo de pensamentos e afeições religiosas. 

No final de sua vida um religioso lhe perguntou uma vez como ele conseguia manter-se constantemente na presença de Deus em meio à agitação das preocupações diárias e à multiplicidade de distrações. “Todas as criaturas terrenas podem elevar-nos a Deus”, respondeu, “se soubermos olhar para elas com um olho único”. Ele gostava de se debruçar sobre os sofrimentos de nosso Senhor, e nunca se cansou de contemplar esse grande mistério. Sempre alegre, sempre humilde, nunca se ressentiu de um insulto ou ofensa. Se alguém o insultasse, ele apenas diria: “Peço a Deus que você se torne um santo”. 

Um relato que ele ouviu ler sobre os padres no deserto o atraiu para a vida de um eremita, mas ele decidiu que isso poderia ser perigoso para ele.

Ele ainda estava em dúvida sobre sua futura vocação quando a questão foi decidida por ele por meio de um acidente. Ele estava arando um dia com dois novilhos frescos quando seu mestre entrou inesperadamente no campo. Sua aparição repentina ou qualquer outra coisa assustou os animais e eles fugiram, derrubando Felix enquanto ele tentava segurá-los. Ele foi pisoteado; o arado passou sobre seu corpo, mas apesar disso ele se levantou ileso. Em agradecimento por esta libertação, ele prontamente se dirigiu ao mosteiro capuchinho de Città Ducale, onde pediu para ser recebido como irmão leigo. O pai guardião, depois de avisá-lo da austeridade da vida, o conduziu diante de um crucifixo, dizendo: “Veja o que Jesus Cristo sofreu por nós!” Félix desatou a chorar e impressionou o superior com a convicção de que uma alma tão profundamente sentida deve ser atraída por Deus.

Durante o noviciado, que passou em Anticoli, Félix apareceu já cheio do espírito de sua ordem, do amor à pobreza, às humilhações e às cruzes. Muitas vezes pedia ao mestre de noviços que dobrasse suas penitências e mortificações e o tratasse com maior severidade do que os demais que, segundo ele, eram mais dóceis e naturalmente mais inclinados à virtude. Embora achasse que todos na casa eram melhores do que ele, seus companheiros religiosos, como os filhos de Cantalice, falavam dele entre si como “o santo”.
Em 1545, quando tinha cerca de trinta anos, fez seus votos solenes. Quatro anos depois foi enviado a Roma onde durante quarenta anos, praticamente até a sua morte, ocupou o posto de questor, com o dever diário de ir mendigar comida e esmolas para o sustento da comunidade. O posto era penoso, mas Felix deleitava-se com isso porque acarretava humilhações, fadigas e desconfortos, e seu espírito de recolhimento nunca era interrompido. Com a sanção de seus superiores, que depositavam inteira confiança em sua discrição, auxiliou os pobres generosamente com as esmolas que arrecadava; e adorava visitar os doentes, cuidando-os com as próprias mãos e consolando os moribundos.
   São Filipe Néri tinha grande consideração por ele e deleitava-se em conversar com ele: os dois homens, como uma saudação, desejavam um ao outro sofrimentos por amor de Cristo. Quando São Carlos Borromeu enviou a São Filipe as regras que ele havia elaborado para seus Oblatos com o pedido de que ele as revisasse, São Filipe se desculpou, mas as encaminhou ao irmão leigo capuchinho. Em vão São Félix protestou que era analfabeto: as regras foram lidas para ele e ele foi ordenado a dar sua opinião sobre elas. Ele aconselhou a omissão de certos regulamentos que lhe pareceram muito difíceis. Essas emendas foram aceitas por São Carlos, que expressou grande admiração pelo julgamento que as havia motivado.

São Félix se castigava com uma severidade quase incrível e invariavelmente andava descalço, sem sandálias. Ele vestia uma camisa de elos de ferro e placas cravejadas de pontas de ferro. Quando podia fazê-lo sem singularidade, jejuava a pão e água, tirando da cesta para seu próprio jantar as crostas deixadas por outros. Ele tentava ocultar os notáveis ​​favores espirituais que recebia, mas muitas vezes, quando estava servindo à missa, ficava tão transportado em êxtase que não conseguia dar as respostas. Por tudo o que viu, por tudo o que lhe aconteceu, deu graças a Deus, e as palavras “Deo gratias” estavam tão constantemente em seus lábios que os meninos de rua romanos o chamavam de Irmão Deogratias. Quando já era velho e sofria de uma dolorosa queixa, seu cardeal protetor, que o amava muito, disse a seus superiores que ele deveria ser dispensado de seu cargo cansativo. Mas Felix pediu permissão para continuar suas rondas, sob o argumento de que a alma fica lenta se o corpo é mimado. Ele morreu com a idade de setenta e dois anos, depois de ser consolado em seu leito de morte por uma visão de Nossa Senhora. Há registro de um grande número de milagres realizados após sua morte, e ele foi canonizado em 1709.

Os Bollandistas, no Acta Sanctorum, maio, vol. iv, publicaram uma considerável seleção de materiais apresentados no processo de beatificação, processo que foi iniciado pouco tempo depois da morte do Ir. Félix, quando ainda havia testemunhas que viveram com ele e foram espectadores de suas virtudes. Não faltam outras biografias, mas na sua maioria são baseadas nos mesmos materiais, por exemplo , as de João Batista de Perugia, Máximo de Valenza, Angelo Rossi, etc. Lady Amabel Kerr publicou em 1900 um esboço muito aceitável intitulado A Son of St. Francisco. Ver também Léon, L’Auréole Séraphique (Eng. trans.), vol. ii, pp. 198—n3, e Etudes franciscaines,t. xxxiii, pp. 97-109.

Félix de Cantalice nasceu de pais camponeses em Cantalice, Puglia, Itália. Ele era um pastor e um lavrador em sua juventude, tornou-se um irmão leigo capuchinho no Mosteiro Citta Ducale, nas proximidades, em Anticoli, e tornou-se conhecido por sua austeridade e piedade. Ele foi enviado a Roma em 1549 e passou os trinta e oito anos seguintes no mosteiro como questor, ajudando os doentes e os pobres e reverenciado por todos.
Ele era amigo de São Filipe Neri e ajudou na revisão da regra de São Carlos Borromeu para seus Oblatos. Félix foi canonizado em 1709…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay18.html#1587_St._Felix_of_Cantalice_noted_for

10*.   Em Mer­gentheim, na Ale­manha, a Beata Blan­dina do Sa­grado Co­ração (Maria Ma­da­lena Merten), virgem da Ordem de Santa Úr­sula, que as­so­ciou sa­bi­a­mente com a vida con­tem­pla­tiva o cui­dado da for­mação hu­mana e cristã das jo­vens e das adolescentes. († 1918)

11*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, perto de Mu­nique, ci­dade da Ba­viera, na Ale­manha, o Beato Es­ta­nislau Ku­bista, pres­bí­tero e mártir, que, em tempo da guerra, in­to­xi­cado nas câ­maras de gás mor­tí­fero, morreu por Cristo. († 1942)

12*.   Em Hartheim, lo­ca­li­dade pró­xima de Linz, na Áus­tria, o Beato Mar­tinho Opr­zadek, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, na­tural da Po­lónia, que no mesmo tempo e do mesmo modo al­cançou o reino celeste. († 1942)

13. São Leonardo Murialdo (também na Folhinha do Coração de Jesus, em 18 de maio).

– Ver “… Em 1873, com o apoio de alguns colaboradores, funda a Congregação de São José (Josefinos de Murialdo). Sua finalidade apostólica é a educação da juventude, especialmente pobre e abandonada. Abre oratórios, escolas profissionais, casas-família para jovens trabalhadores e colônias agrícolas, aprofunda o seu trabalho nas associações leigas, especialmente no campo da formação profissional dos jovens e da boa estampa.

Seu lema: Fazer e calar.

Foi homem de espírito e de oração, contemplativo na ação como Dom Bosco. Por volta de 1884 foi atingido por diversos ataques de broncopneumonia: Dom Bosco foi dar-lhe uma bênção e, apesar das provações e perturbações, viveu ainda até 1900.

Paulo VI proclamou-o Beato em 1963 e santo em 3 de maio de 1970. A perda do pai em tenra idade levou Leonardo também a ser pai e guia dos jovens que o Senhor lhe quis confiar. A sua vida, o seu etilo e a sua ação colocam-no ao lado do seu amigo e modelo São João Bosco.”: https://www.salesianos.com.br/saoleonardomurialdo/

– Ver ainda “… A entrega total a essa missão e as extenuantes horas de trabalho lhe custaram graves danos à saúde. Em 30 de março de 1900, depois de várias crises de pneumonia, Leonardo morreu. Em 1970, foi canonizado pelo papa Paulo VI. A festa de são Leonardo Murialdo foi designada para o dia 18 de maio.”: http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/sao-leonardo-murialdo

– Ver ainda “Leonardo Murialdo (Turim, 26 de outubro de 1828 – Turim, 30 de março de 1900) foi um sacerdote e santo católico italiano, fundador da Congregação de São José, um ativo educador e um trabalhador nos interesses dos jovens pobres e dos operários… Festa litúrgica: 30 de março e 18 de maio (salesianos)”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Leonardo_Murialdo

– Ver 30 de março: Em Turim, também na Itália, São Leonardo Murialdo, presbítero, que fundou a piedosa Sociedade de São José, para que as crianças abandonadas pudessem sentir os efeitos da fé e caridade cristãs. († 1900) 

14. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 18 DE MAIO (alguns destacados acima):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
João I , Papa (Memorial Opcional) — Blandina Merten Burchard de Beinwil Dióscoro de Kynopolis Elgiva de Shaftesbury Eric da Suécia Félix de Cantalice Félix de Salona Feredário de Iona Jan Oprzadek MerililaunNicolau Denise de Beuzeville Ortásio de Alexandria Potamão de Heracleia Rolando de Hasnon Serapião de Alexandria Stanislaw Kubski Tomaseu Son Cha-son Venâncio de Camerino Guilherme de ToulouseMártires de Ancyra – 8 santos
todos esses memoriais em uma única página

15. Outros santos do dia 18 de maio: págs. 18-44 (vol.09): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 18 de maio, ver ainda: 18 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 405-407: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. The Book of Saints – A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015)
  8. https://catholicsaints.info/18-may/
  9. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay18.html#

  (este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEMDADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO  DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão, ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (ou provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada

  poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa  

   infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo

serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outrotipo.” http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_th e_Scholastic_Bishop)

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

  • 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha , a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza…

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso….

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída…………………………………………………………………………………………………………………… ”

Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! (………………………………………………………………… ) Ó misericórdia! O

meu coração ofega-se quando penso em Vós: para onde eu me dirija a pensar, mais não encontro do que misericórdia»

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-

%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança; convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem, e defendei-nos de todo o mal.

Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS! POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
  • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
  • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
  • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos); 4. Um dia vamos estar juntos;
  • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                         ================                                  

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.