Santas e Santos de 25 de maio

1. São Beda Venerável (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero e doutor da Igreja, que passou toda a sua vida como servo de Cristo, desde os oito anos de idade, no mos­teiro de Jarrow, na No­túm­bria, re­gião da In­gla­terra, fer­vo­ro­sa­mente de­di­cado à me­di­tação e ex­pli­cação da Sa­grada Es­cri­tura. Além da ob­ser­vância da dis­ci­plina mo­nás­tica e o exer­cício quo­ti­diano do canto na igreja, as suas de­lí­cias foram sempre aprender, en­sinar e escrever. († 735).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de São Beda, o Venerável, monge beneditino e Doutor da Igreja. Oferecido ainda muito jovem ao mosteiro de Wearmouth, passou sua vida longa e dedicada aos estudos no mosteiro de Jarrow, no norte da Inglaterra. Sem jamais preferir outra coisa que não a obra de Deus, mostrou-se tão assíduo aos trabalhos humildes da vida comunitária como a seus eruditos estudos patrísticos, históricos e hagiográficos. Adormeceu no Senhor no ano de 735. (R).

– Conforme a Folhinha do Coração de Jesus de 24/05/2010, a vida de Beda nos ensina que não é preciso ir a terras distantes para sermos verdadeiros anunciadores da Palavra. Este monge beneditino, nascido em 672, passou praticamente toda a sua vida, recolhido num mosteiro da Inglaterra. Dedicado às atividades intelectuais, deixou uma obra imensa, que abarca desde a teologia, a filosofia, a aritmética até a medicina. Seus contemporâneos perceberam que nele ciência, piedade e virtude caminhavam juntas, a serviço da cultura, do Evangelho e da edificação dos irmãos. Como a lâmpada que não pode ficar escondida, mas deve ser colocada no alto para iluminar a todos, assim foi sua vida. Quando morreu, em 735, Beda já era chamado de “Venerável”. Em 1899 Leão XIII o declarou Doutor da Igreja. (Frei Sandro Roberto da Costa, OFM, Petrópolis, RJ).

Ver páginas 67-82: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2013.pdf

– Ver também “Beda (em inglês antigo: Bǣda ou Bēda; em latimBedac. 67326 de maio de 735), conhecido também como Venerável Beda (em latimBēda Venerābilis),[k] foi um monge inglês que viveu nos mosteiros de São Pedro, em Monkwearmouth, e São Paulo, na moderna Jarrow, no nordeste da Inglaterra, uma região que, na época, era parte do Reino da Nortúmbria. Ele é conhecido principalmente por sua obra-prima, a História Eclesiástica do Povo Inglês, um trabalho que lhe rendeu o título de “Pai da História Inglesa“.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Beda

– Ver ainda “Da Carta de Cutberto sobre a morte de São Beda, o Venerável: (Nn. 4-6 : PL 90, 64-66)   –   (Séc.VIII) – Desejo de ver a Cristo

Ao chegar a terça-feira antes da Ascensão o Senhor, Beda começou a respirar com mais dificuldade e apareceu um pequeno tumor em seu pé. Mas, durante todo aquele dia, ensinou e ditou as suas lições com boa disposição. A certa altura, entre outras coisas, disse : ‘Aprendei depressa; não sei por quanto tempo ainda viverei e se dentro em breve o meu Criador virá me buscar’. Parecia-nos que ele sabia perfeitamente quando iria morrer; tanto assim que passou a noite acordado e em ação e graças.

Raiando a manhã, isto é, na quarta-feira, ordenou que escrevêssemos com diligência lição começada; assim fizemos até às nove horas A partir desta hora, fizemos a procissão com as relíquias dos santos, como mandava o costume do dia. Um de nós, porém, ficou com ele, e disse-lhe: ‘Querido mestre, ainda falta um capítulo do livro que estavas ditando; Seria difícil pedir-te para continuar?’ Ele respondeu: ‘Não, não custa nada; toma a tua pena e tinta, e escreve sem demora’. E assim fez o discípulo.

Às três horas da tarde, disse-me: ‘Tenho em meu pequeno baú algumas coisas de estimação: pimenta, lenços e incenso. Vai depressa chamar os presbíteros do nosso mosteiro para que distribua entre eles os presentinhos que Deus me deu’’. Quando todos chegaram, falou-lhes, exortando a cada um e pedindo-lhes que celebrassem missas por ele e rezassem por sua alma; o que lhe prometeram de boa vontade.

Todos choravam e lamentavam, principalmente por lhe ouvirem manifestar a persuasão de que não veriam mais por muito tempo o seu rosto neste mundo. No entanto, alegraram-se quando lhes disse: ‘Chegou o tempo, se assim aprouver a meu Criador, de voltar para aquele que me deu a vida, me criou e me formou do nada quando eu não existia. Vivi muito tempo, e o misericordioso Juiz teve especial cuidado com a minha vida. Aproxima-se o momento de minha partida (2Tm 4,6), pois tenho o desejo de partir para estar com Cristo (Fl 1,23). Na verdade, minha alma deseja ver a Cristo, meu rei, na sua glória’’. E disse muitas outras coisas, para nossa edificação, conservando a sua alegria de sempre até à noitinha.

O jovem Wilberto, já mencionado, disse: ‘Querido mestre, ainda me falta escrever uma só frase’. Respondeu ele: ‘Escreve depressa ’. Pouco depois disse o jovem : ‘Agora a frase está terminada ’.  ‘Disseste bem, – continuou Beda – tudo está consumado (Jo 19,30). Agora, segura-me a cabeça com tuas mãos, porque me dá muita alegria sentar-me voltado para o lugar santo, onde costumava rezar; assim também agora, sentado, quero invocar meu Pai’.

E colocado no chão de sua cela, cantou: ‘Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo’.  Ao dizer o nome do Espírito Santo, exalou o último suspiro. Pela grande devoção com que se consagrou aos louvores de Deus na terra, bem devemos crer que partiu para a felicidade das alegrias do céu.

Fonte: ‘In Liturgia das Horas II’, 1587, 1588”: http://perolasfinas.blogspot.com/2014/05/

2. São Gre­gório VII (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa, que antes abra­çara a vida mo­nás­tica com o nome de Hil­de­brando e foi vá­rias vezes le­gado dos papas do seu tempo para a obra da re­forma da Igreja; ele­vado à cá­tedra de Pedro, rei­vin­dicou com grande au­to­ri­dade e for­ta­leza de alma a li­ber­dade da Igreja pe­rante os po­deres se­cu­lares e de­fendeu di­li­gen­te­mente a san­ti­dade do sa­cer­dócio. Por tudo isso, foi obri­gado a aban­donar Roma e morreu exi­lado em Sa­lerno, na Cam­pânia, re­gião da Itália. († 1085).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1085, o nascimento no céu de São Gregório VII, papa. Inicialmente monge beneditino em Roma, Hildebrando fez um estágio de três anos em Cluny, durante o abaciado de Santo Hugo. Voltou para a Itália com o papa alsaciano São Leão IX, recentemente eleito, que o nomeou abade de São Paulo-Fora-dos- Muros. Elevado mais tarde ao trono de São Pedro, Gregório VII lançou um grande plano de reformas da Igreja, para libertá-la dos abusos internos, assim como do jugo imperial. Henrique IV da Alemanha pareceu ceder em Canossa, mas reagiu, exilando o papa. (R)

Ver páginas 174-196: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Papa São Gregório VII, nascido Hildebrando, (SovanaItáliacirca 1020/1025 — Salerno25 de maio de 1085) foi o 157º papa da Igreja Católica de 22 de abril de 1073 até à sua morte, tendo sido um dos mais influentes e decisivos pontífices a se sentar no trono papal ao longo da história…

… Ao morrer, fora de Roma, disse a frase que se tornaria famosa: “Amei a justiça e odiei a iniquidade, por isso morro no exílio”.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Greg%C3%B3rio_VII

– Ver ainda “Segunda leitura – Das Cartas de São Gregório VII, papa – (Ep. 64 extra Registrum: PL 148, 709-710) (Séc. XI).

A Igreja livre, casta, católica

Em nome do Senhor Jesus, que nos remiu com sua morte, nós vos pedimos e suplicamos que procureis diligentemente informar-vos acerca do motivo e do modo como sofremos tribulações e angústias da parte dos inimigos da religião cristã.

Desde que, por disposição divina, a Mãe Igreja me colocou no trono apostólico, apesar de sentir-me indigno e contra a minha vontade – Deus é testemunha! – procurei com o máximo empenho que a santa Igreja, esposa de Deus, senhora e mãe nossa, voltando à primitiva beleza que lhe é própria, permanecesse livre, casta e católica. Mas como isso desagrada muitíssimo ao antigo inimigo, este armou seus sequazes contra nós, para que tudo sucedesse ao contrário. Por isto, fez ele tanto mal contra nós, ou antes, contra a Sé Apostólica, como ainda não pudera faze-lo, desde os tempos do imperador Constantino Magno. Nem é de admirar muito, porque, quanto mais o tempo passa, tanto mais ele se esforça para extinguir a religião cristã.

Agora, pois, meus caríssimos irmãos, ouvi com muita atenção o que vos digo. Todos os que no mundo inteiro têm o nome de cristãos e conhecem verdadeiramente a fé cristã, sabem e crêem que São Pedro, o príncipe dos apóstolos, é o pai de todos os cristãos e o primeiro pastor, depois de Cristo, e que a santa Igreja Romana é a mãe e mestra de todas as Igrejas.

Se, portanto, acreditais nestas coisas e as afirmais sem hesitação, eu, vosso humilde irmão e indigno mestre, rogo-vos e recomendo-vos pelo amor de Deus onipotente, que ajudeis e socorrais este vosso pai e esta vossa mãe, se desejais alcançar por seu intermédio a absolvição de todos os pecados, a benção e a graça, neste mundo e no outro.

Deus onipotente, de quem procedem todos os bens, sempre ilumine a vossa alma e a fecunde com o seu amor e o amor do próximo. Assim, pela vossa constante dedicação, mereceis a recompensa de São Pedro, vosso pai na fé, e da Igreja, vossa mãe, e chegareis sem temor à sua companhia. Amém

Fonte: ‘In Liturgia das Horas II’, 1589, 1590 -”: http://perolasfinas.blogspot.com/2014/05/

3. Santa Maria Ma­da­lena de Pázzi (também na Folhinha do Coração de Jesus), virgem da Ordem das Car­me­litas, que, em Flo­rença, também na Itália, levou uma vida oculta em Cristo, con­sa­grada à oração e ab­ne­gação, re­zando as­si­du­a­mente pela re­forma da Igreja; re­cebeu de Deus muitos dons ex­tra­or­di­ná­rios e di­rigiu sa­bi­a­mente as suas irmãs no ca­minho da perfeição. († 1607).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1607, Santa Maria Madalena de Pazzi, carmelita de Florença, que ofereceu sua vida a Deus para obter a renovação espiritual da Igreja. Abençoada com graças místicas, deu o melhor de si mesma na fidelidade cotidiana aos três votos de sua profissão religiosa. (M).

Ver também páginas 239-251: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Maria Madalena de Pazzi (Florença2 de Abril de 1566 – Florença25 de Maio de 1607) foi uma nobre italiana católica que se tornou freira da Ordem das Carmelitas da Antiga Observância e ficou famosa pelas suas revelações místicas.[1]Foi beatificada pelo Papa Urbano VIII no dia 8 de Maio de 1626 e canonizada pelo Papa Clemente IX a 28 de Abril de 1669

… Em 1670, um ano após a canonização de Madalena de Pazzi, o dia da festa da santa foi inserido no Calendário Romano Geral para comemoração em 25 de maio, o dia de sua morte. Em 1728, a data de 25 de maio foi atribuída ao Papa Gregório VII, e seu dia de festa foi transferido para 29 de maio, onde permaneceu até 1969, quando foi restaurado ao seu lugar original no calendário, como o verdadeiro aniversário de morte dela [5]

psiquiatra Kathryn J. Zerbe escreveu que Pazzi sofria de anorexia mirabilis (… Anorexia mirabilis literalmente significa “ausência milagrosa de apetite”. Refere-se quase exclusivamente a mulheres da Idade Média que se reduziam à inanição, às vezes até o limite da morte, em nome de Deus. O fenômeno também é conhecido pelo termo inédia prodigiosa.[1]Conforme: Anorexia mirabilis – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)). Ela também exibiu sintomas comportamentais de bulimia….

Aqueles que lembram os sofrimentos de Cristo e que se oferecem a Deus por meio de Sua paixão, consideram suas dores doces e agradáveis”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Madalena_de_Pazzi

– Ver ainda “Segunda leitura – Dos Escritos sobre a Revelação e a Provação, de Santa Maria Madalena de Pazzi, virgem

(Mss. III, 186.264; IV, 716: Opere di S. M. Madalena de Pazzi, – Firenze, 1965, 4, pp. 200.269; 6.p. 194) (Séc. XVI) – Vem, Espírito Santo

Verdadeiramente és admirável, ó Verbo de Deus, no Espírito Santo, fazendo com que ele se infunda de tal modo na alma, que ela se uma a Deus, conheça a Deus, e em nada se alegre fora de Deus.

O Espírito Santo vem à alma, marcando-a com o precioso selo do sangue do Vergo, ou seja, do Cordeiro imolado. Mais ainda, é esse mesmo sangue que o incita a vir, embora o próprio Espírito já por si tenha esse desejo.

O Espírito que assim deseja é em si a substância do Pai e do Verbo; procede da essência do Pai e da vontade do Verbo; vem como fonte que se difunde na alma, e a alma nele mergulha toda. Assim como dois rios, confluindo, de tal modo se misturam que o menor perde o nome e recebe o do maior, do mesmo modo age este Espírito divino, quando vem à alma, para com ela se unir. É preciso, pois, que a alma por ser menor, perca seu nome e o ceda ao Espírito Santo; e deve fazer isto transformando-se de tal maneira no Espírito que se torne com ele uma só coisa.

Este Espírito, porém, distribuidor dos tesouros que estão no coração do Pai e guarda dos segredos entre o Pai e o Filho, derrama-se com tanta suavidade na alma, que não se percebe sua chegada e, pela sua grandeza, poucos o apreciam.

Por sua densidade e sua leveza, entra em todos os lugares que estão aptos e preparados para recebe-lo. Na sua palavra frequente, como também no seu profundo silencio, é ouvido por todos; com o ímpeto do amor, ele, imóvel e mobilíssimo, penetra em todos os corações.

Não ficas, Espírito Santo, no Pai, imóvel, nem no Verbo; contudo, sempre estás no Pai e no Verbo e em ti mesmo, e também em todos os espíritos e criaturas bem-aventuradas. Estás ligado à criatura por estreitos laços de parentesco, por causa do sangue derramado pelo Verbo unigênito que, pela veemência do amor, se fez irmão de sua criatura. Repousas nas criaturas que se predispõem com pureza a receber em si, pela comunicação de teus dons, a tua própria presença. Repousas nas almas que acolhem em si os efeitos do sangue do Verbo e se tornam habitação digna de ti.

Vem, Espírito Santo. Venha a unidade do Pai e do bem-querer do Verbo. Tu, Espírito da Verdade, és o prêmio dos santos, o refrigério dos corações, a luz das trevas, a riqueza dos pobres, o tesouro dos que amam, a saciedade dos famintos, o alívio dos peregrinos; tu és, enfim, aquele que contém em si todos os tesouros.

Vem, tu que, descendo em Maria, realizaste a encarnação do Verbo, e realiza em nós, pela graça, o que nela realizaste pela graça e pela natureza.

Vem, tu que és o alimento de todo pensamento casto, a fonte de toda clemência, a plenitude de toda pureza.

Vem e transforma tudo o que em nós é obstáculo para sermos plenamente transformados em ti.

Fonte: ‘In Liturgia das Horas II’, 1591, 1593 – ”: http://perolasfinas.blogspot.com/2014/05/

4.   Em Atella, na Cam­pânia, também re­gião da Itália, São Ca­nião, bispo e mártir. († s. III/IV)

5.   Em Milão, na Li­gúria, hoje na Lom­bardia, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de São Di­o­nísio (ou São Dinis) bispo, que, por causa da fé ca­tó­lica, foi ex­pulso pelo im­pe­rador ariano Cons­tâncio para a Ar­ménia, onde morreu com o glo­rioso tí­tulo de mártir. († c. 361).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 361, São Dionísio, ou Dinis, primeiro sucessor de São Protásio na Sé de Milão. Durante seu curto episcopado de quatro anos, mostrou firme apego à fé ortodoxa (M).

– Ver páginas 199-200: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

6.   Em Flo­rença, na Etrúria, hoje na Tos­cana, também re­gião da Itália, São Ze­nóbio, bispo. († s. IV/V).

– conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, São Zenóbio, bispo, eleito para o serviço da Igreja de Florença; e no séc. VI, São Legato, abade nos arredores de Troyes (M).

7.   No ce­nóbio de Men­tenay, junto a Troyes, na Gália, hoje na França, São Leão, abade. († s. VII)

8.   Na In­gla­terra, Santo Adelmo (Aldelmo), bispo, homem cé­lebre pela sua dou­trina e seus es­critos, que, de­pois de ter sido abade do mos­teiro de Mal­mes­bury, foi or­de­nado pri­meiro bispo de Sher­borne, entre os Sa­xões ocidentais. († 709).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Inglaterra, no ano do Senhor de 709, Santo Adelmo, monge beneditino que foi abade de Malmesbury antes de se tornar bispo de Sherborne. (M).

Ver página 203: Santo Audelmo:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Adelmo ou Aldelmo (em inglês antigoEaldhelm) (Wessexc. 639 – DoultingSomerset, 25 de maio de 709) foi um abade da abadia de Malmesburybispo de Sherbornepoeta em latim e estudioso da literatura em inglês antigo, nasceu antes de meados do século VII. Ele disse ter sido filho de Kenten, que era da casa real de Wessex.[1] Não era, com toda certeza, irmão do rei Ine, como antigamente alegado pelo biógrafo de Adelmo, Farício. Após sua morte, foi venerado como santo, seu dia de festa é o dia da sua morte, 25 de maio.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Adelmo

9*.   Em Peñalba de San­tiago, no ter­ri­tório de As­torga, na Es­panha, São Ge­nádio, que pri­meiro foi abade e de­pois bispo desta sede; era con­se­lheiro real, mas, mo­vido pela nos­talgia do claustro, re­nun­ciou à dig­ni­dade epis­copal e passou o resto da sua vida como monge e, por vezes, eremita. († c. 925)

10*.   Em Vil­la­magna, junto de Flo­rença, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, a co­me­mo­ração do Beato Ge­rardo Mecátti, que, se­guindo com en­tu­si­asmo os passos de São Fran­cisco, dis­tri­buiu os seus bens pelos po­bres e, re­ti­rando-se para a so­lidão, por amor de Cristo se de­dicou a aco­lher os pe­re­grinos e so­correr os enfermos. († c. 1245)

11*.   Em Mon­te­santo, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, também re­gião da Itália, o pas­sa­mento de São Gério, que, de­pois de ter sido conde de Lunel, abraçou a vida de ere­mita e morreu du­rante uma santa peregrinação. († c. 1270).

Ver páginas 204-205: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

12*.   Em Fa­enza, na Fla­mínia, hoje na Emília-Ro­manha, também na Itália, o Beato Tiago Filipe Ber­tóni (André), pres­bí­tero da Ordem dos Servos de Maria, in­signe pelo dom das lá­grimas e pro­funda humildade. († 1483)

13.   No Ton­quim, ac­tu­al­mente no Vi­etnam, São Pedro Doan Van Van, mártir, que sendo ca­te­quista e ad­mi­nis­trador da pa­ró­quia de Bau Nó, já oc­to­ge­nário con­firmou a cons­tância da sua fé, der­ra­mando o seu sangue no tempo do im­pe­rador Tu Duc. († 1857)

14.   Em Paris, na França, Santa Ma­da­lena Sofia Barat, virgem, que fundou a So­ci­e­dade do Sa­grado Co­ração de Jesus e tra­ba­lhou muito para a for­mação cristã das jovens. († 1865).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano de 1856, Santa Madalena-Sofia Barat. Nascida na diocese de Sens, fundou em Paris a congregação das Damas do Sagrado Coração de Jesus, especialmente destinada à educação das moças. Quando a santa morreu, após cinqüenta e nove anos de direção, deixou uma família religiosa próspera. (M).

Ver páginas 206-209: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

15.   Em Munyongo, lo­ca­li­dade do Uganda, São Di­o­nísio Ssebuggwawo, mártir, que, aos de­zas­seis anos de idade, afir­mando ao rei Mwanga, du­rante um in­ter­ro­ga­tório, que en­si­nara a dois pa­gens da corte os ru­di­mentos da re­li­gião cristã, foi de­go­lado pelo pró­prio rei. († 1886)

16.   Em Ca­ta­tlan, no ter­ri­tório de Gua­da­la­jara, no Mé­xico, os santos Cris­tóvão Ma­gal­lanes e Agos­tinho Ca­loca, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a per­se­guição me­xi­cana, con­fi­ando fir­me­mente em Cristo Rei, al­can­çaram a coroa do martírio. († 1927).

Também em 21 de maio: Santos Cris­tóvão de Magallanes (Cristóforo Magalhães, na Folhinha do Coração de Jesus de 21 de maio), pres­bí­tero, e com­pa­nheiros, már­tires, que, em vá­rias re­giões do Mé­xico, per­se­guidos em ódio ao nome cristão e à Igreja ca­tó­lica, por terem pro­fes­sado a fé em Cristo Rei, al­can­çaram a coroa do martírio. Seus nomes: Romão Adame, Ro­drigo Aguilar, Júlio Ál­varez, Luís Batis Sáinz, Agos­tinho Ca­loca Cortés, Ma­teus Correa, Ati­lano Cruz, Mi­guel de la Mora, Pedro Es­queda Ra­mírez, Mar­ga­rido Flores, José Isabel Flores, David Galván, Pedro Mal­do­nado, Jesus Méndez, Jus­tino Orona, Sabas Reyes, José Maria Ro­bles, To­ríbio Romo, Ja­nuário Sán­chez Del­ga­dillo, Tran­qui­lino Ubi­arco e David Uribe, pres­bí­teros; e Ma­nuel Mo­rales, Sal­vador Lara Pu­ente e David Roldán Lara, leigos. († 1927).

– Também em 25 de maio: “Em Ca­ta­tlan, no ter­ri­tório de Gua­da­la­jara, no Mé­xico, os santos Cris­tóvão Ma­gal­lanes e Agos­tinho Ca­loca, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a per­se­guição me­xi­cana, con­fi­ando fir­me­mente em Cristo Rei, al­can­çaram a coroa do martírio. († 1927)”. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Crist%C3%B3v%C3%A3o_de_Magalh%C3%A3es

– Ver também “Cristóbal Magallanes Jara, também conhecido como Christopher Magallanes (30 de julho de 1869 – 25 de maio de 1927), é um padre e mártir da Igreja Católica que foi morto sem julgamento a caminho de rezar missa durante a Guerra Cristero após a forjada acusado de incitar a rebelião. Cristóbal Magallanes Jara – https://pt.xcv.wiki/wiki/Crist%C3%B3bal_Magallanes_Jara ”: https://pt.qwe.wiki/wiki/Crist%C3%B3bal_Magallanes_Jara

– Ver ainda RITO DE CANONIZAÇÃO DE 27 BEATOS MEXICANOS “…a Igreja alegra-se por proclamar Santos estes filhos do México: Cristóvão Magallanes e os seus 24 Companheiros mártires, sacerdotes e leigos; José Maria de Yermo y Parres, sacerdote fundador das Religiosas Servas do Sagrado Coração de Jesus; e Maria de Jesus Sacramentado Venegas, fundadora das Filhas do Sagrado Coração de Jesus... “Ficai unidos a mim e Eu ficarei unido a vós… Quem fica unido a mim, e Eu a ele, dará muito fruto, porque sem mim nada podeis” (Jo 15, 4-5)…21 de maio de 2000 ”: http://www.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/homilies/2000/documents/hf_jp-ii_hom_20000521_canonizations.html

17*.   No campo pri­si­onal de Javas, po­vo­ação da Mol­dávia, o Beato Ni­colau Cehelskyj, pres­bí­tero e mártir, que, sob um re­gime per­se­guidor da re­li­gião, venceu com a for­ta­leza da fé os tor­mentos do martírio. († 1951)

18. São Mauxo e São Venerando, mártires. Ver “… Decapitados por ladrões, que os aprisionaram em Acquigny e assassinaram numa ilha formada pela confluência do Eure e do Iton, deles dizem os bolandistas: “Isto, verdadeiramente, é o suficiente para que sejam chamados mártires, porque, mortos de morte violenta e ilustrada por milagres, merecem ser honrados como santos. Porque, a todos os que assim são mortos, a piedosa simplicidade dos antigos concede o título de mártires, do mesmo modo que se chamam confessores aqueles que, tendo morrido naturalmente, foram honrados como santos”…

(Sobre os bolandistas: “Os bolandistas (em latimBollandistæ) são um grupo de jesuítas cujo nome é uma homenagem ao seu fundador, o padre belga Jean Bolland (por vezes aportuguesado para João Bolando) (15961665). Os bolandistas sofreram perseguições, principalmente quando da supressão dos jesuítas, mas sobreviveram. Por suas mãos passaram todos os martirológios.

Esta sociedade de padres foram constituído com a finalidade científica de recolher e submeter a exame crítico toda a literatura hagiográfica existente, completando o que haviam omitido os antigos compiladores, valorizando as fontes relativas aos santos a que se referem os martirológios, distinguindo os dados historicamente verdadeiros dos falsos e lendários, reconstruindo assim a história e a espiritualidade dos que a Igreja reconhece como santos e beatos… Conforme: https://pt.wikipedia.org/wiki/Bolandistas”)…” às páginas 201-202: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

19. VER SANTAS E SANTOS DO DIA 25 DE MAIO (alguns destacados acima):

<- OntemCalendárioAmanhã ->
Beda, o Venerável (Memorial Opcional) Gregório VII , Papa (Memorial Opcional) Maria Madalena de Pazzi (Memorial Opcional) — Agustín Caloca-Cortes Aldhelm de Sherborne Antonio Caixal Bartolomeo Magi di Amghiari Canio Cristóbal Magalhães Jara Denis Ssebuggwawo Dionísio de Milão Dunchadh de Iona Egilhard de Cornelimünster Geraldo de Lunel Geraldo Mecatti Gerbaldo de Saint-Bertin Injuriosus de AuvergneJames Bertoni Juan de Granada Leão de Troyes Madeline Sophie Barat Matthêô Nguyen Van Ðac Phuong Máximo de Evreux Mykola Tsehelskyi Pasicrates de Dorostorum Pedro Malasanch Pherô Ðoàn Van Van Escolástica de Auvergne Senzio de Bieda Valencio de Dorostorum Victorino de Acquiney Winebald de Saint Bertin Palavra de São Bertin Zenóbio de Florença
todos esses memoriais em uma única página

20. Outros santos do dia 25 de maio: págs. 174-210 (vol.09): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 25 de maio, ver ainda: 25 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje);

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 421-424: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. The Book of Saints – A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015)
  8. https://catholicsaints.info/25-may/
  9. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay25.html#

  (este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEMDADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO  DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão, ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (ou provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada

  poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa  

   infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo

serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outrotipo.” http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_th e_Scholastic_Bishop)

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

  • 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha , a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza.

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso…

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída…………………………………………………………………………………………………………………… ”

Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! (………………………………………………………………… ) Ó misericórdia! O

meu coração ofega-se quando penso em Vós: para onde eu me dirija a pensar, mais não encontro do que misericórdia»

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*        27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-

%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós Maria depositou a sua confiança;

  convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai

também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS! POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
  • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
  • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
  • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos); 4. Um dia vamos estar juntos;
  • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                         ================                                  

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.