Santas e Santos de 11 de agosto

1. Me­mória de Santa Clara (também na Folhinha do Coração de Jesus), virgem, a pri­meira das Damas Po­bres da Ordem dos Me­nores, que, se­guindo o ca­minho es­pi­ri­tual de São Fran­cisco, abraçou em Assis uma vida aus­tera, mas rica de obras de ca­ri­dade e pi­e­dade. Amou tanto a po­breza que nunca mais quis se­parar-se dela, nem se­quer na ex­trema in­di­gência e na enfermidade. († 1253).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de Santa Clara, virgem e abadessa, adormecida no Senhor em 1253. Contagiada pelo ideal de São Francisco, abandonou a segurança familiar para seguir a “Senhora Pobreza”. Obteve, também para a Ordem que acabara de fundar no convento de São Damião de Assis, o privilégio de nada possuir, para bastar-se com o Único necessário. (R).

– Ver páginas 346-388: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

– Ver também “… Clara de Assis, em italiano Santa Chiara d’Assisi, nascida Chiara d’Offreducci (Assis16 de julho de 1194[1] — Assis, 11 de agosto de 1253), foi a fundadora do ramo feminino da ordem franciscana, a chamada Ordem de Santa Clara (ou Ordem das Clarissas)”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Clara_de_Assis

– Ver “… Ela nasceu por volta do ano 1193. Sua mãe era Ortolana di Fiumi e seu pai Faverone Offreduccio, e ela tinha uma irmã mais nova, Agnes (Inês), e outra, Beatrice, mas sobre sua infância, adolescência e vida doméstica não há fatos certos. Quando ela tinha dezoito anos, São Francisco veio pregar os sermões da Quaresma na igreja de San Giorgio em Assis; suas palavras a incendiaram, ela o procurou secretamente, e pediu-lhe que a ajudasse para que ela também pudesse viver “segundo a maneira do santo evangelho”. Francisco lhe falou do desprezo pelo mundo e do amor a Deus, e fortaleceu seu desejo nascente de deixar todas as coisas por Cristo. No Domingo de Ramos do ano de 1212, Clara compareceu à catedral de Assis para a bênção das palmas; quando todos os outros subiram à grade do altar para receber o ramo de oliveira, uma timidez repentina a manteve em seu lugar, o que o bispo vendo, desceu do altar até ela e lhe deu o ramo. À noite, ela fugiu de casa e saiu uma milha da cidade para a Porciúncula, onde São Francisco vivia com sua pequena comunidade. Ele e seus irmãos a encontraram na porta da capela de Nossa Senhora dos Anjos com velas acesas nas mãos, e diante do altar ela tirou suas roupas finas, e São Francisco cortou seus cabelos e deu-lhe o hábito penitencial, que era uma túnica de saco amarrada em torno dela com uma corda. O santo padre, ainda sem convento próprio, colocou-a por agora no convento beneditino de São Paulo, perto de Bastia, onde foi recebida com carinho.entregar sua virgindade finalmente a Deus. Seguiu-se então o que GK Chesterton chamou de “fuga romântica regular”, em que o noivo era Cristo e São Francisco o “cavaleiro andante que lhe deu um final feliz”.
  Assim que sua ação foi tornada pública, seus amigos e parentes vieram juntos para tirá-la de seu retiro. Conta-se que Clara resistiu e se agarrou ao altar com tanta rapidez que lhe arrancou metade das roupas quando tentaram arrastá-la e, descobrindo a cabeça para mostrar o corte de cabelo, disse que Cristo a havia chamado para o Seu serviço e que ela não teria outro marido, e quanto mais eles continuassem a persegui-la, mais Deus a fortaleceria para resistir e vencê-los. E Deus triunfou nela. São Francisco logo depois a transferiu para outro convento, o de Sant ‘Angelo di Panzo. Lá, sua irmã Agnes juntou-se a ela, o que atraiu para ambas uma nova perseguição. A constância de Agnes foi finalmente vitoriosa, e São Francisco deu-lhe também o hábito, embora ela tivesse apenas quinze anos de idade… Por fim, São Francisco as colocou em uma casa pobre contígua à igreja de San Damiano, nos arredores de Assis, e nomeou Clara superiora. Mais tarde, sua mãe e outras pessoas se juntaram a ela, entre as quais três eram da ilustre família dos Ubaldini em Florença, que consideravam mais verdadeira a grandeza e a pobreza de Santa Clara do que as propriedades e riquezas que possuíam, visto que as deixaram todas tornar-se discípulos humildes de uma amante tão admirável. Santa Clara viu fundados em poucos anos mosteiros de suas freiras em vários lugares da Itália, França e Alemanha… Santa Clara e sua comunidade praticavam austeridades que até então eram pouco conhecidas entre as mulheres. Não usavam meias, sapatos, sandálias ou qualquer outra cobertura nos pés; eles dormiam no chão, observavam a abstinência perpétua de comer e nunca falavam senão quando eram obrigados pela necessidade e pela caridade. A fundadora recomendou este santo silêncio como meio de evitar inúmeros pecados da língua e de conservar a mente sempre recolhida em Deus e livre da dissipação do mundo que, sem esta guarda, penetra até nas paredes dos claustros. Não satisfeita com os jejuns e outras mortificações da regra, ela sempre usava junto à pele uma camisa áspera de cabelo; ela jejuou em vigílias e toda a Quaresma a pão e água; e em alguns dias ela não comia absolutamente nada. Todas as austeridades de Clara eram da mesma escala e, depois de algum tempo, foi necessário que Francisco e o bispo de Assis a obrigassem a se deitar em um colchão e nunca passar um dia sem comer pelo menos um pedaço de pão… Desde o momento em que foi nomeada abadessa, muito contra sua vontade, por São Francisco em 1215, Santa Clara governou o convento por quarenta anos. Mas desejava ser sempre a serva das servas, por baixo de tudo, lavando e beijando os pés das leigas quando estas voltavam da mendicância, servindo à mesa, atendendo os enfermos… Santa Clara suportou anos de doença com paciência sublime e, finalmente, em 1253, começou a longa agonia. Por duas vezes durante seu curso, ela foi visitada pelo Papa Inocêncio IV, que a absolveu, dizendo: “Oxalá eu tivesse tão pouca necessidade disso”… Nos últimos dezessete dias ela não pôde comer nada, “e durante aquele tempo de trabalho fatigante, a fé e a devoção do povo aumentaram cada vez mais. Todos os dias prelados e cardeais vinham visitá-la, pois todos os homens estavam firmemente convencidos disso: a mulher moribunda era realmente uma grande santa…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayAugust11.html

– Ver SANTA CLARA DE ASSIS

Também conhecido como

  • Clara
  • Clara
  • Chiara

Memorial

Perfil

O pai de Clara era conde , sua mãe , a condessa , a bem- aventurada Orsolana. Seu pai morreu quando a menina era muito jovem. Depois de ouvir a pregação de São Francisco de Assis nas ruas, Clara lhe confidenciou seu desejo de viver para Deus , e os dois se tornaram amigos íntimos. No Domingo de Ramos de 1212 , seu bispo presenteou Clara com uma palma , que ela aparentemente tomou como um sinal. Com sua prima Pacifica, Clare fugiu do palácio de sua mãe durante a noite para entrarvida religiosa . Ela finalmente tirou o véu de São Francisco na Igreja de Nossa Senhora dos Anjos em Assis , Itália .

Clara fundou a Ordem das Damas Pobres (Clares Pobres) em San Damiano, e a liderou por 40 anos. Em todos os lugares onde os franciscanos se estabeleceram em toda a Europa , lá também foram as clarissas, dependendo apenas de esmolas, forçadas a ter fé completa em Deus para prover através das pessoas; essa falta de receitas baseadas na terra era uma ideia nova na época. A mãe e as irmãs de Clare mais tarde se juntaram à ordem, e ainda existem milhares de membros vivendo vidas de silêncio e oração .

Clare adorava música e sermões bem compostos. Era humilde, misericordiosa, encantadora, otimista, cavalheiresca, e todos os dias meditava na Paixão de Jesus. Ela se levantava tarde da noite para aconchegar suas irmãs que tinham tirado seus cobertores. Quando soube dos mártires franciscanos em Marrocos em 1221 , ela tentou ir para lá para dar a própria vida por Deus , mas foi contida. Certa vez, quando seu convento estava prestes a ser atacado, ela exibiu o Sacramento em um ostensório às portas do convento e rezouantes dele; os agressores foram embora, a casa foi salva e a imagem dela segurando um ostensório tornou-se um de seus emblemas. Seu patrocínio dos olhos e contra seus problemas pode ter se desenvolvido a partir de seu nome, que tem conotações de clareza, brilho, brilho – como olhos saudáveis.

No final de sua vida, quando ela estava doente demais para assistir à missa , uma imagem do serviço seria exibida na parede de sua cela; assim seu patrocínio da televisão . Ela sempre foi a amiga íntima e aluna espiritual de Francisco, que aparentemente levou sua alma à luz em sua morte.

Nascer

Morreu

Canonizado

Significado do nome

  • brilhante; brilhante

Patrocínio

Representação

informação adicional

Leituras

Vá em paz, pois você seguiu o bom caminho. Vá sem medo, pois aquele que te criou te fez santo, sempre te protegeu e te ama como uma mãe. Bendito sejas tu, meu Deus, por me ter criado. – Santa Clara de Assis

Ó maravilhosa e abençoada claridade de Clara!
Na vida ela brilhou para poucos;
depois da morte ela brilha no mundo inteiro!
Na terra ela era uma luz clara;
Agora no céu ela é um sol brilhante.

Ó quão grande é a veemência do
brilho desta claridade!
Na terra, essa luz foi de fato mantida
dentro de paredes enclausuradas,
mas derramou seus raios brilhantes;
Estava confinado dentro de uma cela de convento,
mas se espalhava pelo mundo inteiro.

– Papa Inocêncio IV

Ele, Cristo, é o esplendor da glória eterna, “o resplendor da luz eterna e o espelho sem nuvem”. Eis, digo, o nascimento deste espelho. Veja a pobreza de Cristo mesmo quando ele foi colocado na manjedoura e envolto em panos. Que admirável humildade, que maravilhosa pobreza! O Rei dos anjos, o Senhor do céu e da terra descansando em uma manjedoura! Olhe mais profundamente no espelho e medite em sua humildade, ou simplesmente em sua pobreza. Contemple os muitos trabalhos e sofrimentos que ele suportou para redimir a raça humana. Então, nas profundezas deste mesmo espelho, pondere o seu amor indizível que o levou a sofrer no madeiro da cruz e a suportar a mais vergonhosa morte. O próprio espelho, de sua posição na cruz, advertiu os transeuntes a pesarem cuidadosamente este ato, pois ele disse: “Todos vocês que passam por este caminho, vede e vede se há dor como a minha”. Vamos responder a seus clamores e lamentações com uma só voz e um só espírito: “Eu estarei atento e me lembrarei, e minha alma se consumirá dentro de mim”.– de uma carta à Beata Inês de Praga por Santa Clara de Assis

Citação MLA

2.   Em Co­mana, no Ponto, hoje Gu­menek, na Tur­quia, Santo Ale­xandre, cha­mado o Car­vo­eiro, bispo, que, pas­sando da sua emi­nente eru­dição na fi­lo­sofia à ci­ência da hu­mil­dade cristã, foi ele­vado por São Gre­gório o Tau­ma­turgo à sede epis­copal desta Igreja, que ilus­trou não só com a pre­gação, mas também com o mar­tírio con­su­mado nas chamas da fogueira. († s. III).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em meados do séc. III, o martírio de Santo Alexandre, filósofo. Por espírito de mortificação havia se tornado carvoeiro, mas foi escolhido por São Gregório Taumaturgo para ser bispo de Comano, no Ponto (M).

– Ver páginas 331-333: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

3.   Em Roma, no ce­mi­tério “Ad Duas Lauros”, junto à Via La­bi­cana, São Ti­búrcio, mártir, cujos lou­vores foram ce­le­brados pelo papa São Dâmaso. († s. III-IV).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no cemitério chamado “Entre os Dois Loureiros”, São Tibúrcio, mártir do séc. III, cujo culto é documentado desde o séc. V (M).

4.   Também em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Su­sana (também na Folhinha do Coração de Jesus), a cujo nome, ce­le­brado entre os már­tires nos an­tigos me­mo­riais, foi de­di­cado a Deus no sé­culo VI uma ba­sí­lica no tí­tulo de Gaio junto das Termas de Diocleciano. († data inc.).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na mesma época, o martírio de Santa Susana, decapitada por causa de sua fé dentro de sua própria casa que, no séc. VI, foi convertida em Igreja dedicada à santa (M).

– Ver página 337: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

– Ver também “Susana de Romavirgem mártir cristã do século III, festejada no dia 11 de agosto juntamente com São Tibúrcio.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Susana_de_Roma

– Ver “… Santa Susana Martirizada pela fé A bela filha de Gabínio, um sacerdote, e sobrinha do Papa Caio, Susana recusou o pedido de Diocleciano do imperador para se casar com seu genro Maximiano e converteu dois de seus tios, Cláudio e Máximo, que eram oficiais do tribunal enviados por Diocleciano para persuadi-la a se casar… Diocleciano ficou tão furioso com o que ela havia feito que enviou um de seus favoritos, Juliano, para tratar do assunto. Juliano mandou queimar Máximo, Cláudio e sua esposa, Praepedigna, e seus dois filhos, queimados até a morte em Cumas, e então mandou decapitar Susana e seu pai.”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayAugust11.html

– Ver SANTA SUSANA DE ROMA

No Martirológio Jerônimo é comemorado em 11 de agosto. Outros códices mencionam um cemitério de Santa Susanna, mas, fora este, é apenas que em Roma, a partir de 595, havia uma igreja dedicada a ela. A “Passio” da santa, talvez não inteiramente confiável, diz que ela era filha do presbítero Gabínio, irmão do bispo Caio e prima do imperador Diocleciano (final do século III – início do século IV). Seu destino era se tornar a noiva do filho do imperador, Maximiano. Susanna se opôs, mas a recusa lhe custou a vida. Condenada à morte, foi decapitada na própria casa e enterrada na área de Figlinas, hoje Coazzo na Via Nomentana, no cemitério de Sant’Alessandro. Nenhuma outra fonte, em qualquer caso, fornece informações úteis para identificar o túmulo. (Futuro)

Etimologia: Susanna = lírio, a mulher pura, do hebraico (Shoshana em aramaico)

Emblema: Palma

Martirológio Romano: No mesmo local, a comemoração de Santa Susana, sob cujo nome, celebrada entre os mártires nas antigas glórias, uma basílica com o título de Caio foi dedicada a Deus no século VI nas Termas de Diocleciano…”: http://www.santiebeati.it/dettaglio/65850

– Ver também “Santa Susana de Roma”. CatholicSaints.Info . 19 de julho de 2022. Web. 11 de agosto de 2022. < https://catholicsaints.info/saint-susanna-of-rome/ >

5.   Em Assis, na Úm­bria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, São Ru­fino, que é con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta ci­dade e mártir. († c. s. IV)

– Ver “São Rufino de Assis”. CatholicSaints.Info . 27 de junho de 2022. Web. 11 de agosto de 2022. < https://catholicsaints.info/saint-rufinus-of-assisi/ >

6*.   Em Be­ne­vento, na Cam­pânia, também re­gião da Itália, São Cas­siano, bispo. († s. IV)

– Ver “São Cassiano de Benevento”. CatholicSaints.Info . 26 de janeiro de 2022. Web. 11 de agosto de 2022. < https://catholicsaints.info/saint-cassian-of-benevento/ >

7.   Em Évreux, na Gália, hoje na França, São Tau­rino, que é ve­ne­rado como pri­meiro bispo desta cidade. († c. s. V).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, São Taurino, evangelizador e primeiro bispo de Evreux. A abadia que mais tarde tomou seu nome contribuiu para difundir seu culto (M).

8*.   Na Ir­landa, Santa Atracta, aba­dessa, que, se­gundo a tra­dição, re­cebeu das mãos de São Pa­trício o véu das virgens. († s. V)

– Ver “Saint Attracta de Killaraght“. CatholicSaints.Info . 8 de novembro de 2020. Web. 11 de agosto de 2022. < https://catholicsaints.info/saint-attracta-of-killaraght/ >

9.   Na pro­víncia de Va­léria, hoje na Úm­bria, re­gião da Itália, Santo Equício, abade, que, como es­creve o papa São Gre­gório Magno, pela sua san­ti­dade foi pai de muitos mos­teiros e, onde quer que che­gasse, abria a fonte da Sa­grada Escritura. († a. 571).

Ver páginas 334-336: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

10.   Em Cam­brai, na Aus­trásia, ac­tu­al­mente na França, São Gau­ge­rico, bispo, in­signe pela sua pi­e­dade e ca­ri­dade para com os po­bres, que foi or­de­nado diá­cono por Mag­ne­rico de Tré­veris e, eleito de­pois para a sede epis­copal de Cam­brai, exerceu o mi­nis­tério du­rante trinta e nove anos. († c. 625).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 625, São Gério, bispo de Cambrai e apóstolo do Brabante. Construiu uma capela, berço da cidade de Bruxelas, a qual conservou a estátua de seu primitivo fundador no pórtico de sua prefeitura gótica. Tornou-se célebre por haver libertado vários prisioneiros (X).

– Ver páginas 338-339: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

11*.   Em Arles, na Pro­vença, também na ac­tual França, Santa Rus­tí­cola, aba­dessa, que di­rigiu san­ta­mente as monjas du­rante quase ses­senta anos. († 632).

Ver páginas 340-341: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

12*.   Em Glou­cester, na In­gla­terra, os be­atos João Sandys e Es­têvão Rowsham, pres­bí­teros, e Gui­lherme Lam­pley, al­faiate, már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, em­bora em dias di­versos e não co­nhe­cidos, so­freram os mesmos su­plí­cios por Cristo. († 1586, 1587, 1588)

13*.   Num barco-prisão an­co­rado ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato João (Tiago Jorge Rhem), pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, en­cer­rado du­rante a per­se­guição contra a fé no sór­dido cár­cere, exor­tava à es­pe­rança os seus com­pa­nheiros de ca­ti­veiro du­ra­mente atri­bu­lados, até que ele pró­prio, atin­gido por uma do­ença in­cu­rável, morreu por Cristo. († 1794)

14♦.   Em Milão, na Itália, o Beato Luís Birághi, pres­bí­tero da di­o­cese de Milão, fun­dador da Con­gre­gação das Irmãs de Santa Marcelina. († 1879)

15*.   Em Agul­lent, po­vo­ação do ter­ri­tório de Va­lência, na Es­panha, o Beato Ra­fael Afonso Gu­tiérrez, mártir, pai de fa­mília, que, du­rante a vi­o­lenta per­se­guição contra a fé, der­ramou o seu sangue por Cristo. Com ele co­me­mora-se também o beato mártir Carlos Díaz Gandia, que, na mesma lo­ca­li­dade e no mesmo dia, venceu o com­bate da fé e al­cançou a vida eterna. († 1936)

– VER “MÁRTIRES DA GUERRA CIVIL ESPANHOLA”: http://catholicsaints.info/martyrs-of-the-spanish-civil-war/

16*.   Em Prat de Compte, po­vo­ação pró­xima de Tar­ra­gona, também na Es­panha, o Beato Mi­guel Do­mingos Cendra, re­li­gioso da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, na mesma per­se­guição, me­receu re­ceber a su­blime palma do martírio. († 1936)

– VER “MÁRTIRES DA GUERRA CIVIL ESPANHOLA”: http://catholicsaints.info/martyrs-of-the-spanish-civil-war/

17*.   Nos con­fins do Ti­bete, o Beato Mau­rício Tornay, pres­bí­tero e mártir, có­nego re­gular da Con­gre­gação dos Santos Ni­colau e Ber­nardo de Mont-Joux, que anun­ciou ar­do­ro­sa­mente o Evan­gelho na China e no Ti­bete e foi as­sas­si­nado pelos ini­migos em ódio ao nome de Cristo. († 1949)

– Ver Maurycy Tornay “… Maurycy Tornay , nome verdadeiro Maurice Tornay (nascido em 31 de outubro de 1910 em La Rosière em Orsières , falecido em 11 de agosto de 1949 no Tibete ) – missionário suíço , mártir , abençoado Igreja Católica Romana .

Ingressou na Ordem dos Cânones Regulares Lateranenses (CRL). Em 1938 foi ordenado sacerdote e em 1945 foi nomeado pároco de Yerkalo – então a única paróquia católica no Tibete. No entanto, as autoridades tibetanas decidiram se livrar do cristianismo e exigiram que o padre Tornay deixasse a missão. Quando ele se recusou, sua casa foi atacada e ele foi ameaçado de morte. Em seguida, mudou-se para uma cidade vizinha e solicitou uma autorização de retorno, também por meio de missões diplomáticas, que não obteve sucesso. Ele então decidiu ir para Tenzin Gyatso (14º Dalai Lama) . No caminho, no entanto, ele foi assassinado com um acompanhante perto de Chola-Pass, no Tibete …”: https://pl.wikipedia.org/wiki/Maurycy_Tornay

18. Santa Lélia, na Folhinha do Coração de Jesus.

No Martirológio Romano de 12 de agosto, “Também na Ir­landa, no mos­teiro que re­cebeu o seu nome, Santa Lélia, virgem. († s. V)”

– Ver: http://heroinasdacristandade.blogspot.com/2017/08/santa-lelia-virgem-11-de-agosto.html

– Ver “… Santa Lélia, Virgem 
A diocese de Limerick celebra hoje a festa de Santa Lélia, que também é comemorada em todas as outras dioceses irlandesas. O Cônego O’Hanlon, em seu livro Lives of the Irish Saints, diz sobre essa donzela que, … “Sua época e sua localidade não nos foram claramente reveladas; mas há boas razões para supor que ela viveu em um período remoto, e muito provavelmente ela levou uma vida de estrita observância, se ela não presidiu alguma instituição religiosa na província de Munster “. Lélia agora é geralmente identificada com a santa dalcassiana Liadhain, bisneta do príncipe Cairthenn, que São Patrício batizou em Singland. Não há particularidades ou tradições sobre ela (no século XVII, dizia-se que ela era irmã de São Munchin). Veja LIS., Vol. viii, pág. 170, e notas de Monsenhor Canon M. Moloney no North Munster Antiquarian Journal , 1936, p. 39 e St Munchin’s Folk , 1948, p. 18 .”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayAugust11.html

19. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na diocese de Meaux, no ano da graça de 684, Santa Gilberta, abadessa de Jouarre, que repousa na magnífica cripta merovíngia daquele mosteiro. (X).

20. São Geraldo de Gallinaro, cavaleiro, cruzado. Ver páginas 342-343: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

21. VER SANTAS E SANTOS DE 11 DE AGOSTO (ALGUNS DESTACADOS ACIMA):

– OntemCalendárioAmanhã ->
Clara de Assis (Memorial) — Alexandre, o Carvoeiro Atração de Killaraght Cassiano de Benevento Cromácio, o prefeito Digna de Todi Equitius de Valéria Eliane da Filadélfia Gaugericus de Cambrai Jean-Georges Rehm John Sandys Liadán de Killyon Maurício Tornay Filomena Rusícola de Arles Rufino de Assis Rufino de Marsi Stephen Rowsham Susana de Roma Talla Touro de EvreuxTeobaldo da Inglaterra e Companheiros Tibúrcio de Roma William LampleyMartirizado na Guerra Civil Espanhola Antonio Casany Villarrasa Armando Óscar Valdés Benjamín Fernández de Legaria Goñi Carlos Diaz Gandia Francisco Donazar Goni José Valencia Janices Juan Bazaga Palácios Julian Lisbona Royo Manuel Llop Plana Marcos Leyún Goñi Miguel Romero Rojas Miguel Domingo Cendra Rafael Alonso Gutierrez Ramon Rosell Laboria — Robaldo Rambaud
todos esses memoriais em uma única página

22. Outros santos do dia 11 de agosto, páginas: 331-388: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2014.pdf

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santase Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 11 de agosto, ver ainda: 11 de agosto – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Na internet, foram consultadas no dia de hoje):

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 625-628: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. https://idoc.pub/queue/martirologio-romanopdf-2nv8gx23j9lk
  4. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  5. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  6. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  7. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  8. The Book of Saints – A Comprehensive Biographical Dictionary – Dom Basil Watkins, OSB on behalf of the Benedictine monks of St Augustine’s Abbey, Ramsgate Eighth Edition Entirely revised and reset – T&T Clark; 8ª edição (19 novembro 2015)
  9. https://www.eltestigofiel.org/index.php  
  10. https://catholicsaints.info/11-august/
  11. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayAugust11.html#

  (Sobre os sites que mostram os santos do dia, em inglês: Tradução Google) 

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO TODOS! BENDITO SEJA DEUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO!   AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PARA E PELO SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO  DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

  • SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

  • “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* 07 de janeiro ou 09 de abril – Beata Lindalva Justo de Oliveira: Toda santidade passa pelo crisol (lugar ou circunstância apropriada a evidenciar as melhores qualidades de algo ou alguém) do sofrimento

(referente à Beata Lindalva de Oliveira, conforme http://www.santosdobrasil.org.br/?system=news&eid=294)

================

* 17 de janeiro: Santo Antão ou Antônio

Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado (e provocado), nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia (e a provocação) é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

  • 04 de fevereiro, SANTO ANDRÉ CORSINI: “Ele trabalhou arduamente para subugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração (HUMILHAR-SE, OBEDECER, SILENCIAR, REZAR)”.

================

* 10 de fevereiro, SÃO JOSÉ SÁNCHEZ DEL RIO “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio).

Ver: https://catholicsaints.info/saint-jose-sanchez-del-rio/

================

* 14 de fevereiro, SÃO JOÃO BATISTA DA CONCEIÇÃO GARCIA Ó meu

Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de

São João Batista da Conceição Garcia).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* 14 de março, Albert Einstein: Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!

================

  • 15 de março: São Clemente-Maria Hoffbauer: “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas? “Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.

“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa       infelicidade seria indizível e sem limites.

“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.

“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor. “Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.”

================

  • 15 de março, SANTA LUÍSA DE MARILLAC “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO”

================

  • 21 de março, SÃO NICOLAU DE FLUE: “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao Seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém! “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.”

================

  • 21 de março, SÃO SERAPIÃO DE THMUIS A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo.” http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_th e_Scholastic_Bishop)

================

  • 05 de abril, SÃO VICENTE FERRER “Faça o que fizer, não pense em si mesmo, mas em Deus…

Você deseja estudar a seu favor? Deixe a devoção acompanhar todos os seus estudos, e estude menos para se tornar um sábio do que para se tornar um santo.

Consulte a Deus mais do que seus livros, e peça-Lhe, com humildade, que faça você entender o que lê.

O ESTUDO CANSA E ESGOTA A MENTE E O CORAÇÃO. VÁ DE VEZ EM QUANDO, PARA REFRESCÁ-LOS, AOS PÉS DE JESUS CRISTO SOB SUA CRUZ. REPOUSE ALI.

Alguns momentos de repouso em suas chagas sagradas dão novo vigor e novas luzes.

Aplique-se por orações curtas, mas fervorosas e jaculatórias. Nunca comece ou termine seu estudo, sem ser pela oração.

A ciência é um dom do Pai das luzes“.

================

* 06 de abril: São Zeferino Agostini

Fundou a Pia União das Irmãs Devotas de Santa Ângela Merici…

Dizia a elas: “Não se assustem com o trabalho ou o sofrimento, nem com o fruto escasso de seu trabalho. Lembrem-se de que Deus recompensa não pelos resultados, mas pelo esforço.” (L’Observattore Romano).

Ele sabia que sua primeira prioridade era desenvolver seu relacionamento com Deus por meio da oração pessoal, porque Deus era a fonte de sua alegria e poder para fazer o bem…

================

*12 de abril: São David Uribe

“Perdoo todos os meus inimigos e peço a Deus e a quem ofendi que me perdoe.” -da última vontade e testamento de Saint David

PAI AMADO, QUE ESTA SEJA A MINHA (NOSSA) VONTADE E MEU (NOSSO) TESTAMENTO! AMÉM!

===============

* 21 de maio, PADRE MANOEL E COROINHA ADÍLIO “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio)

================

  • 20 de abril: Projeto de vida de SÃO CONRADO DE PARZHAM

“MEU PROJETO DE VIDA É PRINCIPALMENTE ESTE: amar e sofrer, sempre meditando, adorando e admirando o amor indizível de Deus por suas criaturas mais humildes.”

RESOLUÇÕES DE SÃO CONRADO DE PARZHAM:

  • Resolvo em primeiro lugar permanecer continuamente na presença de Deus e perguntar-me frequentemente se faria isto ou aquilo se meu confessor ou superior estivesse me observando e principalmente se Deus e meu anjo da guarda estivessem presentes.
  • Resolvo me perguntar, sempre que tenho que encontrar cruzes de sofrimento: “Conrad, por que você veio aqui?”
  • Resolvo evitar sair do convento, na medida do possível, a menos que seja por amor ao próximo, obediência, motivos de saúde, peregrinação piedosa ou outra boa causa.
  • Resolvo fomentar a caridade fraterna em mim e nos outros. Portanto, resolvo tomar cuidado para nunca dizer uma palavra

indelicada. Resolvo suportar pacientemente os defeitos e as fraquezas dos outros e, na medida do possível, escondê-los com o manto da caridade, a menos que seja obrigado a manifestá-los a alguém que possa corrigi-los.

  • Resolvo observar o silêncio conscientemente. Resolvo falar brevemente e assim evitar muitas armadilhas e ser mais capaz de conversar com Deus.
  • Quando à mesa, resolvo colocar-me na presença de Deus o máximo que puder, permanecer recolhido e deixar de lado meus pratos favoritos para praticar uma forma oculta de mortificação. Resolvo não comer entre as refeições, a menos que seja ordenado a fazê-lo sob obediência.
  • Resolvo atender ao primeiro toque da campainha, a menos que seja legitimamente impedido.
  • Resolvo evitar, na medida do possível, conversar com o sexo oposto, a menos que a obediência me imponha deveres que tornem necessário falar com mulheres. Nesse caso, resolvo ser muito reservado e manter a guarda dos olhos.
  • Resolvo cumprir as ordens pontualmente e ao pé da letra. Resolvo especialmente fazer todos os esforços para conquistar minha própria vontade em todas as coisas.
  • Resolvo me forçar a prestar muita atenção aos pequenos detalhes e, na medida do possível, evitar todas as imperfeições. Resolvo observar fielmente a santa regra e não me afastar dela um fio de cabelo, aconteça o que acontecer.
  • Resolvo cultivar uma profunda devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria e me esforçar para imitar suas virtudes.

UMA COMUNHÃO ESPIRITUAL, À NOITE, DE SÃO CONRADO DE PARZHAM

“Vim para passar alguns momentos contigo, ó Jesus, e em espírito me prostro no pó diante do Teu Santo Tabernáculo para adorar-Te, meu Senhor e Deus, na mais profunda humildade. Mais uma vez, um dia chegou ao fim, querido Jesus, outro dia que me aproxima da sepultura e do meu amado lar celestial. Mais uma vez, ó Jesus, meu coração anseia por Ti, o verdadeiro Pão da Vida, que contém toda doçura e prazer. Ó meu Jesus, perdoa-me misericordiosamente pelas faltas e ingratidão deste dia, e vem a mim para refrescar o meu pobre coração que anseia por Ti. Como o coração anseia pelas águas, como a terra seca anseia pelo orvalho do céu, assim meu pobre coração anseia por Ti, Tu Fonte da Vida. Eu Te amo, ó Jesus, espero em Ti, Te amo, e por Ti lamento sinceramente todos os meus pecados. Que Tua paz e Tua bênção sejam minhas agora e sempre e por toda a eternidade. Um homem.”

================

  • 28 de abril, São Luís Maria Grignion de Montfort. Algumas máximas… “…Você é verdadeiramente abençoado se o mundo o persegue injustamente, opondo-se a seus desígnios, por melhores que sejam, julgando mal suas intenções, caluniando sua conduta, roubando injustamente sua reputação ou sua riqueza.

Cuida, então, minha filha (meu filho), de não reclamar a ninguém, a não ser a mim, dos maus-tratos que você está sendo tratado, e de buscar meios de se justificar quando, em particular, é só você que sofre com isso…

Pelo contrário, reza por aqueles que te trazem a felicidade da perseguição…

Agradeça-me por tratarem-no como fui tratado na terra, sendo um sinal de contradição…

Não desanime em suas boas intenções, por causa da contradição; é uma marca de vitória futura; uma boa obra que não está marcada com o sinal da cruz, não tem grande valor diante de mim e em breve será destruída”. Conforme: https://catholicsaints.info/saint-louis-marie-grignion-de-montfort/

================

  • 29 DE ABRIL: SANTA CATARINA DE SENA:

«Por misericórdia Vós lavastes-nos no Sangue e por misericórdia desejastes dialogar com as criaturas. Ó Louco de amor! Não vos foi suficiente encarnar, mas também quisestes morrer! …»

================

* 31 de maio: NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO

Lembrai-vos, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração, do poder inefável que vosso divino filho vos concedeu sobre seu Coração adorável.

Com a maior confiança em vossos merecimentos, vimos
implorar a vossa proteção.
Vós sois celeste Tesoureira do Coração de Jesus, daquele coração que é o
manancial inexaurível de todas as graças e que podeis abrir a vosso
bel prazer para fazer descer sobre os homens todos os tesouros de amor e
misericórdia, de luz e salvação que Ele encerra;

concedei-nos, vo-lo pedimos, os favores que suplicamos (fazer o pedido).
Sois nossa Mãe, ó Nossa Senhora do Sagrado Coração.

Acolhei benignamente as nossas preces e dignai-vos a deferi-las.

Amém!
Nossa Senhora do Sagrado Coração, rogai por nós!

(conf.https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Sagrado_Cora%C3%A7%C3%A3o)

================

  • 31 de maio, São NICOLAS BARRÉ, citações:
  • ACONTEÇA O QUE ACONTECER, ESTEJA SEMPRE EM PAZ E CONFIE EM DEUS, ISSO SERÁ FEITO A VOCÊ DE ACORDO COM SUA FÉ, SUA ESPERANÇA E SUA CARIDADE E MUITO MAIS. » Carta 61 (OC p 538) – Máxima de conduta para as amantes número 21 obras completas p.128
  • “DEVEMOS NOS CONCENTRAR MAIS EM ESTABELECER O BEM AO INVÉS DE DESTRUIR O MAL. ESTABELECIDO O BEM, O MAL NÃO PODERÁ MAIS SUBSISTIR. » Máxima para a Direção das Almas 17 Obras Completas p.357
  • “QUANTO MAIS ESTAMOS UNIDOS A DEUS, MAIS RECEBEMOS FORÇA DE ESPÍRITO E INFLUÊNCIA, POIS ELE É SUA FONTE E

OCEANO”. – Carta 27 (OC p 457)

================

* 08 DE JUNHO (09 de junho): SANTO EFRÉM

As virtudes são formadas pela oração. A oração preserva a temperança. A oração suprime a raiva. A oração previne emoções de orgulho e inveja. A oração atrai para a alma o Espírito Santo e eleva o homem ao céu. – Santo Efrém

Lembrem-se de mim, vocês, herdeiros de Deus, irmãos de Cristo; suplicai fervorosamente ao Salvador por mim, para que eu seja liberto por meio de Cristo daquele que luta contra mim dia a dia. – Santo Efrém, O Medo no Fim da Vida

Vós, mártires vitoriosos , que suportastes com alegria os tormentos por amor de Deus e Salvador, vós que tendes ousadia de falar para com o próprio Senhor, vós santos, intercedei por nós, homens tímidos e pecadores, cheios de preguiça, para que a graça de Cristo venha sobre nós e ilumine os corações de todos nós para que possamos amá-lo. – Santo Efrém, de Comentário sobre Marcos

Senhor, derrama sobre nossas almas obscurecidas a luz brilhante de tua sabedoria para que possamos ser iluminados e servi-lo com pureza renovada. O nascer do sol marca a hora para os homens começarem sua labuta, mas em nossas almas, Senhor, prepare uma morada para o dia que nunca terminará. Através do nosso zelo incessante por você. Senhor, coloca sobre nós o sinal do teu dia que não é medido pelo sol. Em seu sacramento, todos os dias te abraçamos e te recebemos em nossos corpos; torna-nos dignos de experimentar a ressurreição pela qual esperamos. Ensina-nos a encontrar a nossa alegria a teu favor! Salvador, sua crucificação marcou o fim de sua vida mortal; ensina-nos a crucificar-nos e a abrir caminho para a nossa vida no Espírito. – de um sermão de Santo Efrém”

================

* 13 DE JUNHO: SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

“…. António de Pádua, ou de Lisboa como é conhecido, definiu a oração «como uma relação de amor, que leva o homem ao diálogo o Senhor”, e descreveu quatro “atitudes” que devem caracterizá-la: “(1) abrir com confiança o nosso coração a Deus, (2) conversar afetuosamente com Ele, (3) apresentar-lhe as nossas necessidades, (4) dar-lhe louvor e gratidão…” Conforme:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune13.html#1231_St._Anthony_or_Antonio_Of_Padua_a

================

* 21 DE JUNHO: SÃO LUÍS GONZAGA

“Não há sinal mais evidente de que alguém é santo e do número dos eleitos, do que vê-lo levando uma vida boa e ao mesmo tempo vítima de desolação, sofrimento e provações”– São Luís Gonzaga

“Aquele que deseja amar a Deus não o ama verdadeiramente se não tiver um desejo ardente e constante de sofrer por Ele”– São Luís Gonzaga

“Ó Santa Maria! Minha mãe; em tua bendita confiança e custódia especial, e no seio de tua misericórdia, eu neste dia, e todos os dias, e na hora de minha morte, entrego minha alma e meu corpo. A ti entrego todas as minhas ansiedades e dores, minha vida e o fim de minha vida, para que por tua santíssima intercessão e por teus méritos, todas as minhas ações sejam dirigidas e governadas por tua vontade e a de teu Filho– São Luís Gonzaga

“Que o conforto e a graça do Espírito Santo sejam seus para sempre, honrada senhora. Sua carta me encontrou ainda nesta região dos mortos, mas agora devo me levantar para finalmente fazer meu caminho para o céu e louvar a Deus para sempre na terra dos vivos; na verdade, eu esperava que antes dessa época minha viagem tivesse terminado. Se a caridade, como diz São Paulo, significa “chorar com os que choram e alegrar-se com os que se alegram”, então, querida mãe, você se alegrará muito que Deus em sua graça e seu amor por você está me mostrando o caminho para a verdadeira felicidade e me assegurando que nunca o perderei. Cuide-se acima de tudo, honrada senhora, para não insultar a infinita bondade de Deus; você certamente faria isso se lamentasse como morto um vivo face a face com Deus , alguém cujas orações podem lhe trazer em seus problemas uma ajuda mais poderosa do que jamais poderiam na terra. E nossa separação não será por muito tempo; nos veremos novamente no céu; estaremos unidos com nosso Salvador; lá o louvaremos de coração e alma, cantaremos suas misericórdias para sempre e desfrutaremos da felicidade eterna”– de uma carta à mãe de São Luís Gonzaga

Ó Deus, doador de dons celestiais, que em São Luís Gonzaga uniu a penitência a uma maravilhosa inocência da vida, concede por seus méritos e intercessão que, embora não o tenhamos seguido na inocência, possamos imitá-lo na penitência. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, um só Deus, pelos séculos dos séculos– coleta para a memória litúrgica de São Luís Gonzaga

Citação MLA

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém! http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

27 de junho: NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO”

Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, nós vos suplicamos, com toda a força do nosso coração, amparar a cada um de nós em Vosso colo materno, nos momentos de insegurança e sofrimento.

Que o Vosso olhar esteja sempre atento, para não nos deixar cair em tentação e, que em vosso silêncio, aprendamos a aquietar nosso coração e fazer a vontade do Pai.

Intercedei junto a Ele pela paz no mundo e por nossas famílias.

Abençoai todos os Vossos filhos e filhas enfermos.

Iluminai nossos governantes e representantes para que sejam sempre servidores do grande povo de Deus.

Concedei-nos, ainda, muitas e santas vocações religiosas, sacerdotais e missionárias para a maior difusão do Reino de Vosso Filho Jesus Cristo. Enfim, derramai no coração dos Vossos filhos e filhas a Vossa bênção de amor e misericórdia. Sede sempre o nosso Perpétuo Socorro na vida e, principalmente, na hora da morte.

Amém.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós!

================

* 15 de julho: SÃO BOAVENTURA

A oração é, portanto, a fonte e a origem de todo caminho ascendente em direção a Deus. Que cada um de nós, então, volte-se para a oração e diga ao nosso Senhor Deus: ‘Guia-me, Senhor, no teu caminho, para que eu possa andar na tua verdade.’ “

Cristo é tanto o caminho quanto a porta. Cristo é a escada e o veículo, como o “trono da misericórdia sobre a Arca da Aliança” e “o mistério oculto dos séculos”. 

Um homem deve voltar toda a sua atenção para este trono de misericórdia, e deve olhar para ele pendurado na cruz, cheio de fé, esperança e caridade, devoto, cheio de admiração e alegria, marcado pela gratidão e aberto ao louvor e júbilo. 

Então, tal homem fará com Cristo uma “pasch”, {uma páscoa} isto é, uma passagem. Pelos ramos da cruz ele passará o Mar Vermelho, deixando o Egito e entrando no deserto. Lá ele provará o maná escondido e descansará com Cristo no sepulcro, como se estivesse morto para as coisas de fora. Ele experimentará, tanto quanto for possível para quem ainda vive, o que foi prometido ao ladrão pendurado ao lado de Cristo: “Hoje você estará comigo no paraíso”.

================

* 19 DE JULHO: SANTO AMBROSIO AUTPERTO:

…ressaltando a prioridade que em cada busca teológica da verdade compete ao amor, ele dirige-se a Deus com estas palavras:Quando por nós és perscrutado intelectualmente, não és descoberto como és realmente; quando és amado, és alcançado“.

================

* 30 DE JULHO: SÃO PEDRO CRISÓLOGO

Ouça o apelo de Deus: Em mim, quero que você veja seu próprio corpo, seus membros, seu coração, seus ossos, seu sangue. Você pode temer o que é divino, mas por que não amar o que é humano? Você pode fugir de mim como o Senhor, mas por que não correr para mim como seu pai? Talvez você esteja cheio de vergonha por causar minha amarga paixão. Não tenha medo. Esta cruz inflige um dano mortal, não em mim, mas na morte. Esses pregos não me doem mais, mas apenas aprofundam meu amor por você. Eu não clamo por causa dessas feridas, mas através delas eu o atraio para o meu coração. Meu corpo foi esticado na cruz como um símbolo, não do quanto eu sofri, mas do meu amor abrangente. Não considero menos que derramar meu sangue: é o preço que paguei pelo seu resgate. Venha, então, volte para mim e aprenda a me conhecer como seu pai, que retribui o mal com o bem, a injúria com o amor e a caridade sem limites nas feridas penetrantes”.

… Ouça agora o que o Apóstolo nos exorta a fazer. Apelo a vocês, diz ele, para que apresentem seus corpos como sacrifício vivo. Por esta exortação dele, Paulo elevou todos os homens ao status sacerdotal. Quão maravilhoso é o sacerdócio do cristão, pois ele é tanto a vítima que é oferecida em seu próprio nome, quanto o sacerdote que faz a oferta. Ele não precisa ir além de si mesmo para buscar o que deve imolar a Deus: consigo mesmo e em si mesmo traz o sacrifício que deve oferecer a Deus por si mesmo. A vítima permanece e o padre permanece, sempre um e o mesmo. Imolada, a vítima ainda vive: o padre que imola não pode matar. Verdadeiramente é um sacrifício incrível em que um corpo é oferecido sem ser morto e sangue é oferecido sem ser derramado. 

O Apóstolo diz: Apelo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo. Irmãos, este sacrifício segue o padrão do sacrifício de Cristo pelo qual ele deu seu corpo como imolação viva pela vida do mundo. Ele realmente fez do seu corpo um sacrifício vivo, porque, embora morto, continua a viver. Em tal vítima, a morte recebe seu resgate, mas a vítima permanece viva. A própria morte sofre o castigo. É por isso que a morte para os mártires é realmente um nascimento, e seu fim um começo. Sua execução é a porta para a vida, e aqueles que se pensava terem sido apagados da terra brilham brilhantemente no céu. Paulo diz: Rogo-vos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo e santo. O profeta disse a mesma coisa: Sacrifício e oferta não quiseste, mas preparaste um corpo para mim. Cada um de nós é chamado a ser um sacrifício a Deus e ao seu sacerdote. Não perca o que a autoridade divina lhe confere. Vista as vestes da santidade, cinge-se com o cinto da castidade. Deixe Cristo ser seu capacete, deixe a cruz em sua testa ser sua proteção infalível. Sua couraça deve ser o conhecimento de Deus que ele mesmo lhe deu. Continue queimando continuamente o cheiro doce do incenso da oração. Pegue a espada do Espírito. Deixe seu coração ser um altar. Então, com plena confiança em Deus, apresente seu corpo para o sacrifício. Deus não deseja a morte, mas a fé; Deus não tem sede de sangue, mas de auto entrega; Deus é apaziguado não pela matança, mas pela oferta de seu livre arbítrio. – de um sermão de São Pedro Crisólogo…”: https://catholicsaints.info/saint-peter-chrysologus/

================

* 31 DE JULHO: SANTO INÁCIO DE LOYOLA

“Se Deus faz com que você sofra muito, é sinal de que Ele tem grandes desígnios para você, e que certamente pretende fazer de você um santo. E se você deseja se tornar um grande santo, peça a Ele que lhe dê muitas oportunidades de sofrimento; pois não há lenha melhor para acender o fogo do amor santo do que a lenha da cruz, que Cristo usou para Seu próprio grande sacrifício de caridade sem limites…”

================

* 01 DE AGOSTO: SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO

“Eu o amo, Jesus meu amor, eu o amo mais do que a mim mesmo. Arrependo-me de todo o coração por tê-lo ofendido. Nunca permita que eu me separe de você novamente. Que eu o ame sempre, e então faça comigo o que quiser” … Santo Afonso Ligório

Santíssima e Imaculada Virgem! Ó minha Mãe! Tu que és a Mãe do meu Senhor, a Rainha do mundo, a advogada, a esperança e o refúgio dos pecadores! Eu, o mais miserável entre eles, agora venho a ti. Eu te adoro, grande Rainha, e te dou graças pelos muitos favores que me concedeste no passado; acima de tudo, agradeço-te por me ter salvado do inferno, que tantas vezes merecia. Amo-te, Senhora mais digna de todo amor, e, pelo amor que te carrego, prometo sempre no futuro servir-te e fazer o que me cabe para ganhar outros para o teu amor. Em ti ponho toda a minha confiança, toda a minha esperança de salvação. Recebe-me como teu servo e cobre-me com o manto da tua proteção, tu que és a Mãe de misericórdia! E visto que tens tanto poder com Deus, livra-me de todas as tentações, ou pelo menos obtenha para mim a graça de sempre superá-los. De ti peço um verdadeiro amor de Jesus Cristo e a graça de uma morte feliz. Ó minha Mãe! Por teu amor a Deus, suplico-te que sejas meu ajudante em todos os momentos, mas sobretudo no último momento de minha vida. Não me deixes até que me vejas seguro no céu, lá por séculos sem fim para te abençoar e cantar teus louvores. Tal é a minha esperança. Um homem. – Santo Afonso Ligório

Deus diz a cada um de nós: “Dá-me o teu coração, isto é, a tua vontade”. Nós, por nossa vez, não podemos oferecer nada mais precioso do que dizer: “Senhor, toma posse de nós; damos-te toda a nossa vontade; faça-nos entender o que você deseja de nós, e nós o realizaremos”. Se quisermos dar plena satisfação ao coração de Deus, devemos trazer nossa própria vontade em tudo em conformidade com a dele; e não apenas em conformidade, mas também em uniformidade, no que diz respeito a tudo o que Deus ordena. A confirmação significa a união de nossa própria vontade com a vontade de Deus; mas a uniformidade significa, além disso, fazer do divino e da nossa vontade uma só vontade, de modo que nada desejamos senão o que Deus deseja, e sua vontade se torna a nossa. Esta é a soma e a substância daquela perfeição à qual devemos sempre aspirar; este deve ser o objetivo de tudo o que fazemos e de todos os nossos desejos, meditações e orações. Para isso, devemos invocar a assistência de todos os nossos santos padroeiros e nossos anjos da guarda e, sobretudo, de nossa divina mãe Maria , que foi a santa mais perfeita, porque abraçou mais perfeitamente a vontade divina…” – Santo Afonso Ligório, de O amor redentor de Cristo

================

* 04 DE AGOSTO: SÃO JOÃO MARIA VIANNEY

Meus filhinhos, reflitam nestas palavras: o tesouro do cristão não está na terra, mas no céu. Nossos pensamentos, então, devem ser direcionados para onde está nosso tesouro. Este é o glorioso dever do homem: orar e amar. Se você orar e amar, é aí que reside a felicidade de um homem. A oração nada mais é do que a união com Deus. Nesta união íntima, Deus e a alma estão fundidos como dois pedaços de cera que ninguém pode separar. Essa união de Deus com uma pequena criatura é uma coisa adorável. É uma felicidade além da compreensão. Meus filhinhos, seus corações, são pequenos, mas a oração os estica e os torna capazes de amar a Deus. Através da oração recebemos um antegozo do céu e algo do paraíso desce sobre nós. A oração nunca nos deixa sem doçura. É o mel que flui nas almas e torna todas as coisas doces. Quando oramos corretamente, as tristezas desaparecem como a neve diante do sol. Alguns homens mergulham tão profundamente na oração como peixes na água, porque se entregam totalmente a Deus. Oh, como amo essas nobres almas! Como somos diferentes deles! Quantas vezes chegamos à igreja sem ideia do que fazer ou do que pedir. E, no entanto, sempre que vamos a qualquer ser humano, sabemos muito bem por que vamos. E ainda pior, há alguns que parecem falar com o bom Deus assim: “Eu só direi algumas coisas para você, e então me livrarei de você”. Muitas vezes penso que, quando viermos adorar ao Senhor, receberemos tudo o que pedirmos, se pedirmos com fé viva e com o coração puro.

– das instruções catequéticas de São João Maria Vianney

================

08 DE AGOSTO: SÃO DOMINGOS DE GUSMÃO

“Um homem que governa suas paixões é senhor de seu mundo. Devemos ou comandá-las ou ser escravizados por elas. É melhor ser um martelo do que uma bigorna” (São Domingos de Gusmão)

================

  • 15 de setembro, SANTA CATARINA DE GÊNOVA:

“… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carneSanta Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* 21 de outubro, SANTO AGATÃO “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar

================

*      27 de outubro SANTO ABRAÃO, ERMITÃO “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”. SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES! PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES! SANTO

ABRAÃO, ROGUE POR NÓS! AMÉM!”, conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor e esposo da Virgem Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós Maria depositou a sua confiança;

  convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai

também para nós e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano- de-sao-jose/ >)

================

” Santo não é aquele que não cai, santo é aquele que mesmo caindo não desiste de levantar” (São João Paulo II)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS! POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

  • Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:
    • Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;
    • Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;
    • Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);
    • Um dia vamos estar juntos;
    • Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (contrição … obediência ao que Jesus mandou: amor a Deus e ao próximo. Jo 15,14.17)…

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

                                                ================                             

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

“Coração de meu Jesus, doce e terno alanceado, seja o meu no vosso amor, cada vez mais abrasado”

“Doce coração de Maria, sede a nossa salvação”

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.