Santas e Santos de 18 de março

São Ci­rilo, bispo de Je­ru­salém e doutor da Igreja, que, tendo so­frido muitos ul­trajes dos ari­anos por causa da fé e ex­pulso vá­rias vezes da sua sede epis­copal, expôs ad­mi­ra­vel­mente aos fiéis a recta dou­trina, a Es­cri­tura e os santos mis­té­rios com ho­mi­lias e catequeses. († c. 386/387)

– Ver mais sobre São Cirilo às páginas 108-127: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

2.   Co­me­mo­ração de Santo Ale­xandre, bispo e mártir, (discípulo de Clemente de Alexandria, conforme Martirológio Romano-Monástico) que, tendo vindo da Ca­pa­dócia para Je­ru­salém, exerceu o mi­nis­tério pas­toral nesta Ci­dade Santa, fundou uma ex­ce­lente bi­bli­o­teca e abriu uma es­cola. Mais tarde, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Décio, quando já bri­lhavam os ca­belos brancos da sua ve­ne­randa ve­lhice, foi con­du­zido a Ce­sa­reia da Pa­les­tina e aí so­freu o mar­tírio pela fé em Cristo. († c. 250)

3.   Em Lucca, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, São Frig­diano, bispo, na­tural da Ir­landa, que con­gregou clé­rigos num mos­teiro, para be­ne­fício do povo des­viou o curso do rio Sér­chio, tor­nando mais fértil a terra, e con­verteu à fé ca­tó­lica os Lom­bardos que ti­nham in­va­dido a região. († c. 588)

– Ver também sobre São Fridiano, à pág. 130: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

4.   Em Tours, ci­dade da Nêus­tria, ac­tu­al­mente na França, São Le­o­bardo, que viveu re­cluso numa pe­quena cela pró­xima do mos­teiro de Mar­mou­tier, onde res­plan­deceu pela sua ad­mi­rável abs­ti­nência e humildade. († c. 593)

5.   Em Sa­ra­goça, na His­pânia Tar­ra­co­nense, São Bráulio, bispo, que ajudou Santo Isi­doro, de quem foi grande amigo, a res­taurar a dis­ci­plina ecle­siás­tica em toda a His­pânia e foi seu digno su­cessor na eloquência e sabedoria. († 651)

6.   Perto de Wa­reham, lo­ca­li­dade da In­gla­terra, Santo Edu­ardo, rei dos In­gleses, do­lo­sa­mente as­sas­si­nado ainda jovem pelos servos da madrasta. († 978)

– Ver também sobre Santo Eduardo, às páginas 131-133: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

7.   Em Mântua, na Lom­bardia, re­gião da Itália, o pas­sa­mento de Santo An­selmo, bispo de Lucca, fi­de­lís­simo à Sé Ro­mana, que, no con­flito sobre as in­ves­ti­duras, res­ti­tuiu ao papa Gre­gório VII o anel e o bá­culo pas­toral que re­lu­tan­te­mente re­ce­bera do im­pe­rador Hen­rique IV e, ex­pulso da sua sede pelos có­negos que re­cu­savam a vida comum, foi en­viado à Lom­bardia como le­gado do papa, que en­con­trou nele um va­lioso colaborador. († 1086)

– Ver também sobre Santo Anselmo às páginas 134-135: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

8.   Em Cá­gliari, na Sar­denha, São Sal­vador Gri­o­nesos de Horta, re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores, que se tornou um hu­milde ins­tru­mento de Cristo para sal­vação dos corpos e das almas. († 1567)

9*.   Em Len­castre, na In­gla­terra, os be­atos João Thules, pres­bí­tero, e Ro­gério Wrenno, oriundos do mesmo con­dado, már­tires de Cristo no rei­nado de Jaime I. († 1616)

10*.   No mos­teiro de Saint-Sau­veur-le-Vi­comte, na Nor­mandia, re­gião da França, a Beata Marta (Amata Le Bou­teiller), virgem das Irmãs das Es­colas Cristãs da Mi­se­ri­córdia, que, ani­mada pela sua plena con­fi­ança em Deus, de­sem­pe­nhou sempre com inal­te­rável pa­ci­ência os ofí­cios mais humildes. († 1883)

11♦.   Em Flo­rença, na Itália, a Beata Ce­les­tina da Mãe de Deus (Maria Ana Do­náti), virgem, fun­da­dora da Con­gre­gação das Fi­lhas Po­bres de São José de Calasans. († 1925)

12. São Trófimo e Santo Eucárpio, mártires. No Martirológio Romano-Monástico, na Nicomédia, no séc. IV, os Santos Trófimo e Eucarpo. Soldados pagãos, tinham sido mandados perseguir os cristãos. Convertidos no trajeto pela caridade exemplar destes, foram também condenados ao suplício do fogo (M).

Ver sua história às páginas 128-129: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

13. Bem-Aventurado Fra João Angélico, confessor. Ver às páginas 136-138: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

14. Em 707, São Tetrico, abade do Mosteiro de Saint-Germain, em Auxerre. Tornado Bispo daquela cidade, realçou a dignidade do Ofício Divino em sua catedral (Conforme Martirológio Romano-Monástico – X).

15. No mesmo dia, em Augsburgo, São Narciso  (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, o primeiro que pregou o evangelho aos grisões, indo_ em seguida a Espanha, tendt, depois, em Girona, feito inúmeras conversões. Recebeu a palma do martírio juntamente com o diácono Félix, quando do imperador Diocleciano, em 307. Ver página 138: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

16. Na Folhinha do Coração de Jesus, São Cristiano.

14. Outros santos do dia 18 de março: págs: 108-140 (vol.05):  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal – http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Santas e Santos de 17 de março

São Pa­trício, bispo, que, ainda jovem, foi le­vado pri­si­o­neiro da Bre­tanha para a Ir­landa. Tendo re­cu­pe­rado a li­ber­dade, quis abraçar o es­tado cle­rical e re­gressou à mesma ilha, onde, eleito bispo, anun­ciou com grande zelo o Evan­gelho ao povo e or­ga­nizou com fir­meza a sua Igreja, até que, em Down, ci­dade da Ir­landa, ador­meceu no Senhor.

Ver também às págs. 93-96: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († 461)

2.   A co­me­mo­ração de nu­me­rosos santos már­tires em Alexandria, no Egipto, que, no tempo do im­pe­rador Te­o­dósio, quando crescia o nú­mero de cris­tãos, foram presos pelos ado­ra­dores de Se­rápis e, como re­cu­sassem fir­me­mente adorar o ídolo, foram cru­el­mente assassinados. († c. 392)

3.   Em Cha­lons-sur-Saône, na Bor­gonha da Gália, na ac­tual França, Santo Agrí­cola, bispo, que go­vernou esta Igreja du­rante quase dez lus­tros e a con­so­lidou com vá­rios concílios. († 580)

4.   Em Ni­velles, no Bra­bante, ac­tu­al­mente na Bél­gica, Santa Ger­trudes, aba­dessa, que, nas­cida de uma fa­mília muito ilustre, re­cebeu do bispo Santo Amando o sa­grado véu das vir­gens e di­rigiu com sa­be­doria o mos­teiro cons­truído por sua mãe, man­tendo-se sempre as­sídua à lei­tura da Sa­grada Es­cri­tura e per­se­ve­rante na aus­te­ri­dade das vi­gí­lias e do jejum.

Ver também páginas 97-102: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († 659)

5.   Na ilha de Chipre, São Paulo, monge e mártir, que, por de­fender o culto das sa­gradas ima­gens, foi lan­çado às chamas. († c. 770)

6*.   Em Mo­dugno, perto de Bári, na Apúlia, re­gião da Itália, o Beato Con­rado, que levou vida ere­mí­tica na Pa­les­tina, ha­bi­tando até à morte numa mi­se­rável gruta. († c. 1154)

7.   Em Olo­mouc, lo­ca­li­dade da Mo­rávia, na ac­tual Ché­quia, São João Sarkander, pres­bí­tero e mártir, que, sendo pá­roco de Ho­lesov e re­cu­sando re­velar se­gredos da con­fissão, foi con­de­nado ao su­plício da roda e en­cer­rado ainda com vida no cár­cere, onde morreu um mês depois. († 1620)

8.   Na re­gião dos Hu­rões, no Ca­nadá, a paixão de São Ga­briel Lalemant, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus, que, de­pois de ter di­fun­dido com grande zelo a glória de Deus no idioma do povo, foi vi­o­len­ta­mente tor­tu­rado por ado­ra­dores dos ídolos com cru­de­lís­simos su­plí­cios. A sua me­mória ce­lebra-se no dia onze de Ou­tubro, jun­ta­mente com a dos seus companheiros. († 1649)

10♦.   Em Ca­tumbi, no Brasil, a Beata Maria Bár­bara da San­tís­sima Trin­dade (Bár­bara Maix), virgem, fun­da­dora da Con­gre­gação das Irmãs do Ima­cu­lado Co­ração de Maria. († 1873)

11*.   Em Má­laga, na Es­panha, o Beato João Ne­po­mu­ceno Zegri y Moreno, pres­bí­tero, que con­sa­grou o seu mi­nis­tério ao ser­viço da Igreja e das almas e, para me­lhor pro­curar a glória de Deus Pai em Cristo, fundou a Con­gre­gação das Irmãs da Ca­ri­dade de Nossa Se­nhora das Mercês. († 1905)

12. São José de Arimatéia (também na Folhinha do Coração de Jesus) confessor. Ver sua história às páginas 103-104: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

13. Santa Withburga, virgem. Ver sua história às páginas 105-106: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  

14. Outros santos do dia 17 de março: págs: 93-107 (vol.05):  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal – http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Santas e Santos de 16 de março

1.   Em Aqui­leia, na Ve­nécia, ac­tu­al­mente no Friúli, re­gião da Itália, os santos Hi­lário, bispo, e Ta­ciano, (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártires.

– Ver também páginas 81-82 : http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († data inc.)

2.   Em Se­lêucia, na Pérsia, hoje no Iraque, São Papas, oriundo da Li­caónia, que, pela fé em Cristo, de­pois de muitos tor­mentos con­sumou a sua vida ter­rena com o martírio. († s. IV)

3.   Em Ana­zarbo, na Ci­lícia, ac­tu­al­mente na Tur­quia, São Ju­lião, mártir, que, sob o go­verno do pre­feito Mar­ciano, de­pois de lon­ga­mente tor­tu­rado, foi en­cer­rado num saco com ser­pentes e lan­çado ao mar. († s. IV)

4*.   Na re­gião de Ar­tois, na Nêus­tria, no ter­ri­tório da ac­tual França, Santa Eu­sébia, aba­dessa de Hamay-sur-la-Scarpe, que, de­pois da morte do pai, se con­sa­grou com sua santa mãe Ric­trudes à vida mo­nás­tica e, ainda ado­les­cente, foi eleita aba­dessa para su­ceder à sua avó, Santa Gertrudes.

– Ver também páginas 83-84: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († c. 680)

5.   Em Co­lónia, na Ale­manha, Santo He­ri­berto, bispo, que, sendo chan­celer do im­pe­rador Otão III, foi eleito contra a sua von­tade para a sede epis­copal, onde ilu­minou in­fa­ti­ga­vel­te­mente o clero e o povo com o exemplo das suas vir­tudes, às quais exor­tava também com a sua pregação. († 1021)

6*.   Em Vi­cenza, na Ve­nécia, ac­tu­al­mente no Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato João Sórdi ou Cac­ci­a­fronte, bispo e mártir, que, sendo abade, foi con­de­nado ao exílio por causa da sua fi­de­li­dade ao Papa; eleito de­pois bispo de Mântua e trans­fe­rido fi­nal­mente para a sede epis­copal de Vi­cenza, morreu pela li­ber­dade da Igreja, tres­pas­sado à es­pada por um sicário. († 1181)

7*.   Em York, na In­gla­terra, os be­atos João Amias e Ro­berto Dalby, pres­bí­teros e már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, con­de­nados à morte por causa do sa­cer­dócio, se di­ri­giram com ale­gria para o su­plício da forca. († 1589)

8.   Na re­gião dos Hu­rões, no Ca­nadá, a paixão de São João de Brébeuf, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, en­viado da França para as mis­sões entre os Hu­rões, de­pois de muitos tra­ba­lhos mis­si­o­ná­rios e tri­bu­la­ções, foi cru­de­lis­si­ma­mente tor­tu­rado pelos pa­gãos do lugar e morreu he­roi­ca­mente por Cristo. A sua me­mória ce­lebra-se no dia onze de Ou­tubro, jun­ta­mente com a dos seus companheiros. († 1649).

No domínio do Canadá, os Santos Mártires João de Brebeuf, Gabriel Lalemant, Antônio Daniel (também na Folhinha do Coração de Jesus), Carlos Garnier (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Natal Chabanel, Sacerdotes da Companhia de Jesus, os quais, na missão dos Hurões, neste e em outros dias, depois de muitos trabalhos e crudelíssimos tormentos, morreram valorosamente por Cristo (conforme Martirológio, Editora Permanência).  

9. No sé. IV, Santo Abraão. Ordenado padre, converteu a Cristo uma comunidade pagã, perto de Edessa. Depois deste sucesso apostólico, retirou-se para o deserto, onde viveu como eremita. Santo Efrém teceu-lhe louvores (Conforme Martirológio Romano Monástico – M).

– Ver também: Santo Abraão, ermitão¸e Santa Maria, sua sobrinha, penitente, nas páginas 66-80: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

10. Em Assis, a Bem-Aventurada Benedita, virgem que entrou no convento de São Damião, dirigido por Santa Clara, a quem sucedeu em 1253, dando o exemplo de constante observância da regra e de uma estrita pobreza  (Conforme Martirológio Romano Monástico – M).

11. Em 1915, o Bem-Aventurado Plácido Riccardi, monge beneditino de São Paulo-Fora-dos-Muros que exerceu uma grande irradiação apostólica através de sua vida de oração (Conforme Martirológio Romano Monástico – X).

12. Bem-Aventurado Torello de Poppi, ermitão e confessor. Ver páginas 85-87: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

13. Bem-aventurado José Brochero (também na Folhinha do Coração de Jesus), nascido em 16 de março de 1840 e morto em 26 de janeiro de 1914. Conforme: https://www.encontrocomcristo.com.br/america-latina-tera-mais-um-santo-o-argentino-jose-brochero/ . Ver também: https://noticias.cancaonova.com/mundo/america-latina-tera-mais-um-santo-o-argentino-jose-brochero/

14. Outros santos do dia 16 de março: págs: 66-92(vol.05):  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal – http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.