Santas e Santos de 15 de abril

1.   Na Trácia, re­gião do Sul da Eu­ropa, os santos Te­o­doro e Pau­si­lipo, már­tires, que, se­gundo a tra­dição, so­freram a morte no tempo do im­pe­rador Adriano. († 117/137)

2.   Em Mira, na Lícia, na ac­tual Tur­quia, São Cres­cente, que so­freu o mar­tírio na fogueira. († data inc.)

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Mira, na Ásia Menor, São Crescêncio, martirizado por ter tentado que seus concidadãos abandonassem o culto dos ídolos inanimados, convidando-os a adorar o Senhor e Criador da Vida (M)

3.   No Monte d’Oro, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, São Marão, mártir. († data inc.)

4.   Em Roma, junto de São Pedro, a co­me­mo­ração de Santo Abúndio, que, se­gundo o tes­te­munho do papa São Gre­gório, foi hu­milde e fiel man­si­o­nário desta igreja. († c. 564)

5.   Em Scissy, no ter­ri­tório de Cou­tances da Gália, na ac­tual França, o se­pul­ta­mento de São Pa­terno, bispo de Avran­ches, que fundou muitos mos­teiros e, eleito já sep­tu­a­ge­nário para a sede epis­copal, fi­nal­mente, com grande con­ten­ta­mento en­tregou a sua alma a Deus no mos­teiro deste lugar. († c. 565).

– Ver páginas 363-364: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

6*.   No mos­teiro de Lan­delles, no ter­ri­tório de Bayeux, na Nor­mandia, ac­tu­al­mente também na França, Santo Or­tário, abade, de­di­cado a uma vida de aus­te­ri­dade e de oração e as­síduo na as­sis­tência aos en­fermos e aos pobres. († s. XI)

– Ver página 364: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

7*.   Em Avi­nhão, na Pro­vença, re­gião da França, o Beato César de Bus, pres­bí­tero, que, con­ver­tendo-se da vida mun­dana, se de­dicou à pre­gação e à ca­te­quese e fundou a Con­gre­gação dos Pa­dres da Dou­trina Cristã, des­ti­nada a dar glória a Deus pela for­mação dos fiéis. († 1607)

8*.   Em Ka­lawao, na ilha de Mo­lokai, na Oce­ania, São Da­mião de Veuster (José de Veuster), pres­bí­tero da Con­gre­gação dos Mis­si­o­ná­rios dos Sa­grados Co­ra­ções de Jesus e Maria, que se con­sa­grou com tanta mag­na­ni­mi­dade à as­sis­tência dos le­prosos, que também ele su­cumbiu atin­gido pela lepra. († 1889)

09. São Pedro Gonçalves ou Gonzales. Ver páginas 360-362: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

10. No mesmo dia, em Roma, as santas Basilissa e Anastácia (também na Folhinha do Coração de Jesus), mulheres valorosas que, tendo sido discípulas dos apóstolos, permaneceram firmes na fé e, sob o imperador Nero, tiveram a língua e os pés cortados. Obtiveram a coroa do martírio, morrendo sob o gume do gladio. Ver página 365: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

11. Santos Mártires Maron, Êutiques e Vitorino ou Vitoriano (também na Folhinha do Coração de Jesus), os quais, exilados primeiro com Santa Flávia Domitila para a ilha Poncia, pela fé de Cristo, voltaram depois livres, em tempo do imperador Nerva; mas porque convertiam muitos à fé, foram finalmente mortos com vários suplícios, na perseguição de Trajano, por ordem do juiz Valeriano (Conforme Martirológio, Ed. Permanência).

12. No ano do Senhor de 1067, São Roberto, fundador e primeiro abade de Chaise-Dieu, na Auvergne, mosteiro que prosperou rapidamente sob a direção de seus nove primeiros abades, todos canonizados, e que se tornou a casa mãe de uma nova e vasta congregação (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

13. Sob o imperador Décio, a paixão dos Santos Máximo e OIimpíada, cristãos persas, condenados à morte sem julgamento. Sofreram corajosamente sua pena entoando salmos (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

14. Menção a Nossa Senhora da Penha, festa a partir da Páscoa, no Espírito Santo, encerrando-se 9 dias depois. Ver: https://clube.cancaonova.com/outras-materias/vamos-conhecer-a-historia-de-nossa-senhora-da-penha-no-estado-do-espirito-santo/ e ver também: https://www.google.com/search?q=Nossa+Senhora+da+Penha+padroeira+do+Esp%C3%ADrito+Santo&oq=Nossa+Senhora+da+Penha+padroeira+do+Esp%C3%ADrito+Santo&aqs=chrome..69i57j0.7680j0j8&sourceid=chrome&ie=UTF-8 e ainda: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Penha_de_Fran%C3%A7a

15. Outros santos do dia 15 de abril: págs: 360-365 (vol.06):  http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal – http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.