Santas e Santos de 17 de janeiro

Me­mória de Santo Antão (também na Folhinha do Coração de Jesus), abade, que, tendo per­dido os seus pais, dis­tri­buiu todos os seus bens pelos po­bres, se­guindo os pre­ceitos evan­gé­licos, e se re­tirou para a so­lidão da Te­baida, no Egipto, onde co­meçou a pra­ticar a vida as­cé­tica; co­la­borou com grande zelo no for­ta­le­ci­mento da Igreja, aju­dando os con­fes­sores da fé du­rante a per­se­guição de Di­o­cle­ciano, e apoiou Santo Ata­násio na luta contra os ari­anos. Foram tantos os seus dis­cí­pulos, que me­receu ser con­si­de­rado pai dos monges. († 356). Memória de Santo Antão,abade. Seguindo o conselho do Evangelho, distribuiu aos pobres tudo quanto possuía para seguir a Cristo no deserto do Egito, onde as tentações do demônio não lhe foram poupadas. Por causa de sua irradiação exemplar e pela difusão de sua biografia redigida nor Santo Atanásio, atraiu uma multidão de discípulos e mereceu tornar-se o “Pai dos monges cristãos”. Morreu em 356, no alto da montanha ao pé da qual se situa o mosteiro que traz o seu nome. É igualmente festejado neste dia pelos Orientais coptas, sírios e bizantinos. (R). No VIDA DOS SANTOS, muitos detalhes da vida de Santo Antão, Patriarca dos Cenobitas, ali chamado de Santo Antônio. Verpágs. 414-433: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

– Vida de Santo Antão, por Santo Atanásio:

http://www.ecclesia.com.br/biblioteca/monaquismo/vida_de_santo_antao_indice.html

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Antão_do_Deserto

2.   Na Ca­pa­dócia, na ac­tual Tur­quia, os santos Es­peu­sipo, Ela­sipo, Me­la­sipo, ir­mãos, e sua avó, Le­o­nila (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártires. († data inc.). Ver página 441: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

3.   No Os­roene, num ter­ri­tório ac­tu­al­mente si­tuado entre a Síria e a Tur­quia, a co­me­mo­ração de São Ju­lião, as­ceta, cha­mado pelos an­tigos Sabas, isto é, An­cião, que, em­bora ti­vesse aban­do­nado o bu­lício da ci­dade, deixou tem­po­ra­ri­a­mente a sua amada so­lidão, para re­futar te­naz­mente em An­ti­o­quia os se­quazes da he­resia ariana. († c. 377), Na Mesopotâmia, em 377, São Julião Sabas, eremita, que não hesitou em deixar a solidão para fazer triunfar a ortodoxia pela autoridade de seu testemunho. (M)

4.   Em Die, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, São Mar­celo, bispo, que, sendo de­fensor da ci­dade, foi ex­pulso para o exílio pelo rei ariano Eu­rico por ter per­se­ve­rado na fé católica. († 510)

5.   Em Bourges, na Aqui­tânia, ac­tu­al­mente também na França, São Sul­pício o Piedoso, bispo, que, pro­mo­vido da corte régia ao epis­co­pado, teve como maior pre­o­cu­pação o cui­dado dos pobres. († 647). Ver páginas 434-436: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf – Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sulpício

6*.   Na Ba­viera, hoje re­gião da Ale­manha, São Ga­mel­berto, pres­bí­tero, que, para fundar o mos­teiro de Metten, doou os seus bens a Utão, que ele tinha baptizado. († c. 802). Ver páginas 437-439: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

7*.   Em Fréjus, na Pro­vença, re­gião da França, Santa Ro­sa­lina, pri­o­resa de Celle-Rou­baud, da Ordem da Car­tuxa, que foi cé­lebre pela sua ab­ne­gação, vi­gí­lias, jejum e aus­te­ri­dade de vida. († 1329). Na Provença, nas dioceses de Fréjus e de Gap, a bem-aventurada Rosalina de Vilanova, virgem, desaparecida em 1329, filha do barão dos Arcos. Impondo-se severas austeridades, passava uma semana inteira sem gualquer alimento, dormindo apenas três ou guatro horas. Teve fregüentes visões e êxtases. Lia o fundo dos corações.Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1329, Santa Roselina de Villeneuve, virgem, prioresa da Cartuxa de Celle-Rouhaud, na Provença. Beneficiada com a graça de ler os corações, recomendava sempre àqueles que a ela se confiavam “conhecer-se bem a si mesmos” (X). Ver pág. 440:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

8.   Em To­co­la­tlán, ci­dade do Mé­xico, São Ja­nuário Sán­chez Delgadillo, pres­bí­tero e mártir du­rante a per­se­guição mexicana. († 1927)

9. Em Roma, desco,berta dos santos mártires Diodoro, sacerdote, Mariano,(também na Folhinha do Coração de Jesus) diácono, e dos seus companheiros. Estando a celebrar a festa dos mártires, num areal, na época do papa Santo Estêvão, os perseguidores da fé, fechando a porta, fizeram cair sôbre êles grande quantidade de terra. Mereceram, dessarte, a glória do martírio. Conforme pág. 441: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

10. Beato Ângelo Paoli. Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sulpício

11. Nossa Senhora de Pontmain. Ver página 439: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

12. Outros santos do dia 17 de janeiro: págs. 414-: 

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 17 de janeiro, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/17_de_janeiro   

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.