Santas e Santos de 20 de abril

1. Em Roma, Santo Ani­ceto, papa, que re­cebeu fra­ter­nal­mente o hós­pede in­signe São Po­li­carpo, para di­a­logar com ele sobre o dia da Páscoa. († c.166).  Ver dia 17 de abril: em Roma, perto de 166, o martírio de Santo Aniceto (também na Folhinha do Coração de Jesus de 17 de abril), Papa. Em tempos particularmente difíceis, recebeu a visita de São Policarpo de Esmirna, que tratou com ele o estabelecimento da data da festa da Páscoa (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M). Ver 20 de abril. No Martirológio Italiano: em Roma, Santo Ani­ceto, papa, que re­cebeu fra­ter­nal­mente o hós­pede in­signe São Po­li­carpo, para di­a­logar com ele sobre o dia da Páscoa. († c.166).  Ver ainda página 31: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver também “Aniceto (em latim, Anicetus) foi o décimo primeiro papa católico, entre 154 e 166. Pensa-se que tenha nascido em Emesa (atual Homs) na Síria. Como pontífice, Aniceto destaca-se por ter sido o primeiro papa a condenar oficialmente uma doutrina como heresia, em concreto o montanismo”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Aniceto

2.   Também em Roma, a co­me­mo­ração dos santos Sul­pício (também na Folhinha do Coração de Jesus) e Ser­vi­ciano, már­tires, cujos corpos foram se­pul­tados na Via La­tina a três mi­lhas da cidade. ( † data inc.)

3.   Em Cór­dova, na His­pânia Bé­tica, São Se­cun­dino, mártir. († s. IV)

4.   Em Em­brun, na Gália, hoje na França, São Mar­ce­lino (também na Folhinha do Coração de Jesus), pri­meiro bispo desta ci­dade, que, tendo vindo da África, con­verteu à fé de Cristo a maior parte desta re­gião dos Alpes Ma­rí­timos e foi or­de­nado para esta sede epis­copal por Santo Eu­sébio de Vercelas. († c.374). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 374, São Marcelino. Originário da África, chegou ao sul da Gália, que converteu à fé cristã. Foi o primeiro bispo de Embrun (M). Ver páginas 118-121: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

5.   Em Au­xerre, na Gália Li­o­nense, também na ac­tual França, São Mar­ciano, monge. († c. 488)

6.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, São Te­o­doro, que, cha­mado Tri­quinas por causa do ás­pero ci­lício de crinas que usava sempre, levou uma vida de grande vir­tude na solidão. († s. V). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. V, perto de Constantinopla, São Teodoro, monge (M).

– Ver: https://comeceodiafeliz.com.br/santo/sao-teodoro

7.   Em An­ti­o­quia, na Síria, hoje An­takya, na Tur­quia, Santo Anas­tásio, bispo e mártir, que, no tempo do im­pe­rador Focas, foi cru­el­mente as­sa­si­nado por sicários. († 609)

8*.   No ter­ri­tório de Lau­rino, perto de Paéstum, na Cam­pânia, re­gião da Itália, Santa He­liena (Eliena), virgem, que, fir­me­mente ani­mada pelas obras de Cristo, re­ti­rando-se para um lugar de­serto, se con­sa­grou total e in­can­sa­vel­mente a Deus no ser­viço dos re­li­gi­osos e dos enfermos. († s. VII). Ver páginas 130-131: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

9*.   Em Os­nabrück, na Sa­xónia, na ac­tual Ale­manha, São Vião, bispo, na­tural da Frísia, que foi en­viado como abade pelo im­pe­rador Carlos Magno para evan­ge­lizar os Sa­xões e de­pois, eleito bispo da Igreja de Os­na­bruck, su­portou por Cristo muitas tribulações. († 804)

10*.   No mos­teiro de Châ­te­liers, no ter­ri­tório de Poi­tiers, re­gião da França, o Beato Ge­raldo (Gerardo) de Sales, que, vi­vendo pobre como có­nego re­grante e mais pobre ainda como ere­mita e en­tregue a ár­duas pe­ni­tên­cias, a muitos in­flamou no amor de Deus, atraindo-os à vida ere­mí­tica, e fundou nu­me­rosas casas de có­negos regrantes. († 1120)

11*.   Em Pisa, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, o Beato Do­mingos Vernagálli, pres­bí­tero da Ordem Ca­mal­du­lense, que cons­truiu um hos­pício para órfãos. († 1218)

12.   Em Mon­te­pul­ciano, também na Etrúria e hoje na Tos­cana, Santa Inês, virgem, que aos nove anos tomou as vestes das vir­gens sa­gradas e ainda com quinze anos foi eleita, contra a sua von­tade, su­pe­riora das monjas de Pro­ceno; de­pois fundou um mos­teiro em Mon­te­pul­ciano se­gundo a ob­ser­vância de São Do­mingos, onde deu exemplo ad­mi­rável de ver­da­deira humildade. († 1317). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Itália, no séc. XIV, Santa Inês, dominicana, que soube harmonizar, na renúncia, ação e contemplação (X e M). Ver páginas 109-110: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver também “Inês de MontepulcianoO.P., (em italianoAgnes; 1268–1317) foi uma prioresa dominicana na Toscana medieval muito conhecida na época por realizar milagres ainda em vida. Ela é considerada santa pela Igreja Católica.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/In%C3%AAs_de_Montepulciano

13*.   Em Bo­lonha, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, o Beato Simão de Tódi Rinaldúcci, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agos­tinho, que ins­truiu os jo­vens es­tu­dantes e o povo de Deus com a pa­lavra da sua pre­gação e o exemplo da sua vida. († 1322)

14*.   Em Len­castre, na In­gla­terra, os be­atos Jaime Bell e João Finch, már­tires: o pri­meiro, pres­bí­tero, de­pois de ter pas­sado vinte anos noutra con­fissão, ori­en­tado pela exor­tação de uma pi­e­dosa mu­lher re­con­ci­liou-se com a Igreja ca­tó­lica; o se­gundo, pai de fa­mília, agri­cultor e ca­te­quista, pela sua fé su­portou du­rante muitos anos o cár­cere, a fome e ou­tros tor­mentos; no rei­nado de Isabel I, ambos al­can­çaram ao mesmo tempo a fe­li­ci­dade eterna. († 1584)

15*.   Em Lon­dres, também na In­gla­terra, os be­atos Ri­cardo Sargeant e Gui­lherme Thomson, pres­bí­teros e már­tires, que, con­de­nados à morte por terem en­trado como sa­cer­dotes na In­gla­terra e aí per­ma­ne­cerem, pa­de­ceram no pa­tí­bulo de Ty­burn o ex­tremo suplício. († 1584)

16*.   Em Clonmel, na Ir­landa, o Beato Mau­rício MacKenraghty, pres­bí­tero e mártir, que, de­pois de dois anos de ca­ti­veiro, re­cu­sando sempre a au­to­ri­dade da rainha Isabel I nos as­suntos es­pi­ri­tuais, foi con­de­nado ao su­plício do patíbulo. († 1585)

17*.   Em York, na In­gla­terra, o Beato An­tónio Page, pres­bí­tero e mártir, homem pa­cí­fico e hon­rado, que foi con­de­nado a cruéis tor­turas em ódio ao sacerdócio. († 1593)

18*.   Em Lon­dres, também na In­gla­terra, os be­atos Fran­cisco Page, da Com­pa­nhia de Jesus, e Ro­berto Watkinson, pres­bí­teros e már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, em ódio ao sa­cer­dócio – o se­gundo or­de­nado pres­bí­tero apenas um mês antes – foram ambos obri­gados a subir si­mul­ta­ne­a­mente ao pa­tí­bulo de Tyburn. († 1602)

19*.   Em Pi­a­nello, junto ao lago Como, na Itália, a Beata Clara Bos­satta (Dina Bos­satta), virgem, que, com o au­xílio de São Luís Gua­nella, fundou o Ins­ti­tuto das Fi­lhas de Santa Maria da Providência. († 1887)

20*.   No per­curso do campo de con­cen­tração de Da­chau para Hutheim, lo­ca­li­dade pró­xima de Linz, na Áus­tria, o Beato Anas­tásio Pankiewicz, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores e mártir, que, contra um re­gime opressor da dig­ni­dade cristã, deu tes­te­munho da sua fé até à morte. († 1942)

21. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, pela mesma época – séc. V – São Teotimo. Nascido pagão, tornou-se especialmente célebre por seus conhecimentos de filosofia grega, dando realce a esta ciência por uma rigorosa prática do cristianismo. Mais tarde tornou-se bispo de Cítia (M). – Ver São Teótimo, o filósofo,São Teótimo foi grande amigo de São João Crisóstomo, ao qual apoiou corajosamente quando Teófilo de Alexandria e outros se lhe opunham. Ignora-se quando o santo bispo faleceu, mesmo se sobreviveu ao amigo…” às páginas 122-123: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf 

22. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, na Bélgica, a Bem-Aventurada Oda. Ver “..o fim da vida, chegou em 1158, no dia 20 de abril…”  às páginas: 126-130: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

23. Santa Hildegonda ou Irmão José. Ver “Santa Hildegonda, conhecida como Irmão José, teve uma vida interessante e aventuresca. O pai, que com ela foi cumprir uma promessa em Jerusalém, cortou-lhe os longos cabelos, vestiu-a de homem e deu-lhe o nome de José, para maior segurança durante a viagem, naturalmente contando com eventuais importunidades… Irmão José faleceu no dia 20 de abril de 1188. Na ata de falecimento, o abade conservou-lhe o nome masculino de José, acrescentando essas palavras: servo de Deus.” às páginas 111-117: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver HISTÓRIA DE SANTA HILDEGONDA (4 PARTES):

a. https://maringa.arautos.org/2014/08/a-historia-de-santa-hildegonda-a-obediencia-e-a-guarda-da-inocencia/

b. https://maringa.arautos.org/2014/08/a-historia-de-santa-hildegonda-a-obediencia-e-a-guarda-da-inocencia-parte-ii/

c. https://maringa.arautos.org/2014/08/a-historia-de-santa-hildegonda-a-obediencia-e-a-guarda-da-inocencia-parte-iii/

d. “Desse modo, dia 20 de Abril de 1188 – dia desta santa – na Festa da ressurreição do Senhor, sua heroica e inocente alma estava pronta para sua última viagem … e subiu com os coros dos anjos aos Céus para as eternas aventuras e venturas de contemplar a um Deus Infinito e a sua Mãe Santíssima, nesta outra vida que, para nós, é um mistério maravilhoso.”: https://maringa.arautos.org/2014/09/a-historia-de-santa-hildegonda-a-obediencia-e-a-guarda-da-inocencia-parte-iv/

24. Bem-Aventurado Hugo de Anzy, confessor. Ver “… Quando achou que devia abandonar toda ocupação exterior e só se ocupar com os preparativos para uma boa morte, trancou-se na cela e ali ficou até o dia em que o Senhor o chamou, Era 20 de abril do ano de 925…” às páginas 124-125: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

25. Santo Antonino. Na Folhinha do Coração de Jesus. Conforme o Martirológio Ed. Permanência, na Nicomédia, os santos mártires Vítor, Zótico, Zenon, Acindino, Cesáreo, Severiano, Cristóvão, Teonas e ANTONINO, os quais, convertidos a Cristo, pelos martírio e milagres de São Jorge, em tempo do imperador Diocleciano, e tentados de vários modos, foram martirizados pela intrépida confissão da fé.

26. São Beuno. Festa litúrgica em 20 de abril (tradicionalmente) e 21 de abril (catolicismo). Ver página 163: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf.

Ver também “São Beuno (em latim: Bonus;[1] m. 640), algumas vezes anglicizado como Bono, foi um abade galês do século VII, confessor, e santoBaring-Gould atribui a São Beuno, a data de falecimento como sendo 21 de abril de 640,[1] fazendo esta data seu dia festivo tradicional. No atual calendário litúrgico católico do País de Gales,[2] ele é comemorado em 20 de abril, o dia 21 foi designado por São Anselmo.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Beuno

27. Outros santos do dia 20 de abril: págs: 109-132 (vol.07):   http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”. 

R/: Demos graças a Deus!” 

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre 20 de abril, ver ainda:  20 de abril – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA: 

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/ 

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 340-343: 

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf 

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf 

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997 

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com 

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular. 

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES) 

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver! 

Querida Mãe Maria, proteja-nos! 

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! 

Amém! 

* PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM! 

* OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. 

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA: 

barpuri@uol.com.br 

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS! 

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho) 

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro) 

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém! 

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021) 

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!” 

Ver: 

https://vidademartiressantasesantos.blog/ 

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.