Santas e Santos de 26 de abril

NOSSA SENHORA DO BOM CONSELHO: também na Folhinha do Coração de Jesus de 26 de abril. No Martirológio Romano-Monástico de 26 de abril. Padroeira de Igrejas e uma Diocese no Brasil (DIOCESE DE AMARGOSA, Ba).

– Um pouco de sua história: FESTA LITÚRGICA DIA 26 DE ABRIL NA ITÁLIA E NO BRASIL. Nossa Senhora do Bom Conselho (em latim Mater boni consilii) é uma das invocações da Virgem Maria. Com a mesma intenção ela é chamada de MÃE DO BOM CONSELHONOSSA SENHORA DE ESCODRA (na Albânia)NOSSA SENHORA DOS BONS SERVIÇOS e SANTA MARIA DO PARAÍSO. Esta devoção está centrada num ícone da Virgem atualmente exposto em GenazzanoItália, na Igreja de Nossa Senhora do Bom Conselho… O Papa Leão XIII, por um decreto do dia 22 de abril de 1903, adicionou à ladainha lauretana a invocação Mater Boni Consilii, ora pro nobis.[1] O papa Pio XII colocou seu papado sob a proteção da Virgem do Bom Conselho. A festa de Nossa Senhora do Bom Conselho também é realizada no Brasil na cidade de Granito Pernambuco, do dia 23 de janeiro (dia do hasteamento da bandeira) até o dia 2 de fevereiro ( encerramento da festa)”.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_do_Bom_Conselho

– Ver “A igreja que consagra a pintura original de Nossa Senhora do Bom Conselho está localizada na pequena cidade de Genazzano, cerca de 30 milhas a sudeste de Roma. Já no século V, o povo de Genazzano era muito dedicado à Virgem Maria. Quando o Papa Sisto III (432-440) pediu doações para restaurar a Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, os fiéis foram generosos em seu apoio. Pouco depois, construíram uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Bom Conselho em Genazzano. A igreja foi confiada aos cuidados dos Pais Agostinianos em 1356…

A imagem milagrosa, inicialmente chamada de Nossa Senhora do Paraíso, sempre foi considerada com um favor especial pela Sé Apostólica. O Papa Paulo II (1464-1471) pediu uma investigação e deu aprovação inicial à devoção a Nossa Senhora do Bom Conselho. O Papa São Pio V (1565-1572) atribuiu a vitória na Batalha de Lepanto à ajuda de Nossa Senhora do Bom Conselho…

O Papa Pio XII (1939-1958) dedicou todo o seu pontificado à Madona do Bom Conselho e o Papa João XXIII (1958-1963) fez uma visita ao santuário em 1959. A atual igreja foi construída em 1628. Na Segunda Guerra Mundial, uma bomba caiu pelo telhado, destruindo o santuário e o altar-mor. A frágil imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho estava a poucos metros de distância, mas foi milagrosamente intacta…”: 

https://udayton.edu/imri/mary/o/our-lady-of-good-counsel.php

– Ver também “… ela é chamada de MÃE DO BOM CONSELHONOSSA SENHORA DE ESCODRANOSSA SENHORA DOS BONS SERVIÇOS e ainda SANTA MARIA DO PARAÍSO

No dia 25 de abril de 1993 (viagem apostólica do Papa João Paulo II à Albânia), mesma data em que a imagem foi levada por anjos de Scutari para Genezzano (25 de abril de 1467), João Paulo II pessoalmente dirigiu-se ao antigo templo e doou uma reprodução da imagem original, a qual lá foi entronizada, marcando definitivamente a reconciliação do governo e da nação albanesa com a Igreja de Cristo.”: https://www.a12.com/academia/artigos/nossa-senhora-do-bom-conselho-26-de-abril

https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-do-bom-conselho/368/102/

PADROEIRA DE ARAPIRACA, ALAGOAS – FESTA EM 02 DE FEVEREIRO. Ver: “Nossa Senhora do Bom Conselho é a padroeira do município de Arapiraca, sendo esta data comemorada todos os anos no dia 2 de Fevereiro, com a cavalgada vinda da cidade de Bom Conselho, no estado de Pernambuco, onde os cavaleiros repetem a tradição iniciada por Manoel André, onde conta a história que o mesmo construiu uma capela onde havia enterrado sua esposa e lá deixou uma imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho. Logo após a acolhida da imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho, a mesma segue em procissão pelas ruas do centro de Arapiraca, encerrando com a celebração da santa missa e coroação da santa imagem…”:https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Igreja_de_Nossa_Senhora_do_Bom_Conselho

– Ver “Nossa Senhora do Bom Conselho é a padroeira do município de Arapiraca, sendo esta data comemorada todos os anos no dia 2 de Fevereiro, com a cavalgada vinda da cidade de Bom Conselho, no estado de Pernambuco, onde os cavaleiros repetem a tradição iniciada por Manoel André, onde conta a história que o mesmo construiu uma capela onde havia enterrado sua esposa e lá deixou uma imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho. Logo após a acolhida da imagem de Nossa Senhora do Bom Conselho, a mesma segue em procissão pelas ruas do centro de Arapiraca, encerrando com a celebração da santa missa e coroação da santa imagem.” Padroeira de Arapiraca, Alagoas – festa em 02 de fevereiro: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Igreja_de_Nossa_Senhora_do_Bom_Conselho

            ============================================

1.   Em Roma, a co­me­mo­ração de São Cleto, papa, que foi o se­gundo su­cessor do após­tolo São Pedro a pre­sidir à Igreja Romana. († 88).

No Martirológio Romano-Monástico, São Cleto, papa, martirizado sob Domiciano no ano 83 e São Marcelino que dirigiu a Igreja Romana durante toda a grande perseguição de Diocleciano (M).

– Ver São Cleto, papa e mártir, página 279: VIDAS DOS SANTOS – 7.pdf (obrascatolicas.com)

– Ver Papa Anacleto Cleto ou Anacleto (Atenas, ?? — Romacirca 92) foi o 3º Bispo de Roma e papa da Igreja Católica, que o venera como santo. Foi papa, indicativamente, de 80 a 92.[1][2][3]”:https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Anacleto

– Ver Papa Marcelino: Ver página 278: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver tambémPapa Marcelino (em latimMarcellinus) (Roma, ? — Roma, 24 ou 25 de outubro de 304) foi o vigésimo nono papa da Igreja Católica. Seu pontificado estendeu-se de 30 de junho de 296 até a sua morte em 24 ou 25 de outubro de 304,[1] coincidindo com a perseguição de Diocleciano. Sob o seu pontificado, surgiu o primeiro país cristão, a Armênia.”:https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Marcelino

2.   Em Gábi, na Via Pre­nes­tina, a trinta mi­lhas da ci­dade de Roma, São Pri­mi­tivo, mártir. († data inc.)

3.   Em Ama­seia, no Ponto, no ter­ri­tório da ac­tual Tur­quia, São Ba­sileu, bispo e mártir no tempo do im­pe­rador Licínio. († c. 322).

No Martirológio Romano-Monástico, em Nicomédia, por volta de 322, São Basílio, que confessou a fé apostólica até o derramamento de sangue (M).

4.   Num ermo da flo­resta de Crécy, na re­gião de Amiens, no ter­ri­tório da Nêus­tria, ac­tu­al­mente na França, São Ri­cário (ou São Riquier, conforme o Martirológio Romano-Monástico. Sacerdote e eremita, sobre seu túmulo foi fundado um mosteiro, que no seu apogeu, dois séculos mais tarde, com toda a população dos arredores, aparecia aos olhos dos contemporâneos como uma verdadeira cidade santa – M), pres­bí­tero, que, mo­vido pela pre­gação dos monges es­co­ceses, se con­verteu a uma vida de penitência. († 645).

Ver páginas 273-278: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

5.   No mos­teiro de Corbie, também na Nêus­tria, hoje na França, São Pas­cásio Radberto, abade, que expôs com lu­cidez e cla­reza a dou­trina do ver­da­deiro Corpo e Sangue do Se­nhor no mis­tério da Eucaristia. († 865).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IX, o nascimento no céu de São Pascásio Radberto, abade de Corbine. Renunciou muito cedo a esse cargo para recolher-se na abadia de Saint-Riquier. Teólogo erudito, foi o primeiro a escrever um tratado doutrinal sobre a Eucaristia, que o coloca entre as grandes testemunhas da fé da Igreja sobre este mistério. (S).

Ver páginas 264-272: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

– Ver também “Pascásio Radberto (em latimPaschasius Radbertus785865 (80 anos)) foi um santo francoteólogo carolíngio e abade em Corbie, uma pequena cidade localizada no norte da moderna França. Sua mais conhecida e influente obra é uma exposição sobre a natureza da Eucaristia escrita por volta de 831 chamada “De Corpore et Sanguine Domini”

A mais conhecida e influente obra de São Pascásio, “De Corpore et Sanguine Domini” (“Do Corpo e Sangue do Senhor”), escrita entre 831 e 833, é uma exposição sobre a natureza da Eucaristia. Escrita originalmente como livro didático para os monges de Corbie, é o primeiro tratado extenso sobre o sacramento da Eucaristia no mundo ocidental[4]. Nela, Pascásio concorda com Ambrósio ao afirmar que a Eucaristia contém o Corpo, verdadeiro e histórico, de Jesus Cristo. Segundo Pascásio, Deus é a própria verdade e, portanto, suas palavras e atos devem ser verdadeiros. Assim, a proclamação de Cristo durante a Última Ceia de que o pão e o vinho eram seu Corpo e Sangue devem ser entendidas literalmente[5], defendendo que transubstanciação do pão e do vinho ocorre fisicamente. Apenas se a Eucaristia for o verdadeiro Corpo e Sangue de Cristo poderá um cristão saber que ela é de fato salvadora[6]. Ele acreditava ainda que a presença do Corpo e Sangue de Cristo permite ao comungante uma união real com Jesus de forma direta, pessoal e física ao unir a sua carne com a de Cristo e a de Cristo com a sua[7], algo que só é possível por que Deus é capaz de manipular a natureza, pois a criou[8].”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Pasc%C3%A1sio_Radberto

6*.   Em Fóggia, na Apúlia, re­gião da Itália, os santos Gui­lherme e Pe­re­grino, eremitas. († s. XII)

– Ver “Guiherme e Peregrino, pai e filho…” página 279: VIDAS DOS SANTOS – 7.pdf (obrascatolicas.com)

7*.   Em Aragão, re­gião da Es­panha, os be­atos Do­mingos e Gre­gório, pres­bí­teros da Ordem dos Pre­ga­dores, que, per­cor­rendo jun­ta­mente vá­rias po­vo­a­ções sem ouro nem prata e men­di­gando o ali­mento para cada dia, anun­ci­avam a todos a pa­lavra de Deus. († s. XIII)

8*.   No mos­teiro da Trans­fi­gu­ração, em Mos­covo, na Rússia, o se­pul­ta­mento de Santo Es­têvão, bispo de Perm, que para evan­ge­lizar os Zi­ri­anis, in­ventou um al­fa­beto para re­digir as suas formas li­te­rá­rias, ce­le­brou a li­turgia na sua língua na­tiva, abateu os ídolos, erigiu tem­plos e so­bre­tudo for­ta­leceu-os na ver­dade da fé.(† 1396).

– Ver “Estêvão de Perm (1340 – 1396) foi o missionário russo que fundou a escrita komi… A língua komi é a língua falada na República de Komi, na federação russa, muito relacionado com a língua komi-permyak (Conforme: Língua komi – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)).

Seu alfabeto foi criado por Estêvão de Perm, um missionário russo.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Est%C3%AAv%C3%A3o_de_Perm

9*.   No mos­teiro de São Pedro de Dueñas, em Pa­lência, ci­dade da Es­panha, São Ra­fael Ar­naiz Barón, re­li­gioso da Ordem Cis­ter­ci­ense, que, atin­gido por uma grave do­ença ainda du­rante o no­vi­ciado, su­portou com firme pa­ci­ência a sua pre­cária saúde, con­fi­ando sempre em Deus. († 1938)

10*.   Em Mont­juic, perto de Ge­rona, também na Es­panha, o Beato Júlio Junyer Padern, pres­bí­tero da So­ci­e­dade Sa­le­siana e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé cristã, me­receu al­cançar me­di­ante o mar­tírio a glória da vida eterna. († 1938)

11*.   No campo de con­cen­tração de Sa­ch­se­nhausen, pró­ximo de Berlim, na Ale­manha, o Beato Es­ta­nislau Kubista, pres­bí­tero da So­ci­e­dade do Verbo Di­vino e mártir, que, em tempo de guerra, du­rante a ocu­pação mi­litar da Po­lónia por um re­gime hostil à re­li­gião, con­su­mido por graves tor­mentos neste cár­cere en­tregou a alma a Deus. Com ele é co­me­mo­rado o Beato La­dislau Goral, bispo au­xi­liar de Lu­blin, que, no mesmo lugar e na mesma guerra, de­fendeu co­ra­jo­sa­mente a dig­ni­dade do homem e da fé, mor­rendo no cár­cere, em dia in­certo, con­su­mido pela enfermidade. († 1942)

12. Em Viena, São Clarêncio, bispo e confessor (também na Folhinha do Coração de Jesus).Ver página: 280: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

13. Em Verona, São Lucídio, bispo (também na Folhinha do Coração de Jesus).Ver página: 280: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

14. Em Troyes, Santa Exuperância, virgem (também na Folhinha do Coração de Jesus).Ver página: 280: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

15. São Pedro de Rates. Ver “Pedro de Rates foi o primeiro bispo de Braga entre os anos 45 e 60, ordenado pelo apóstolo Santiago, que teria vindo da Terra Santa, martirizado quando convertia povos aderentes à religião romana no norte de Portugal.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_de_Rates

16. Santa Alda ou Aldobrandesca, viúva. Ver “…Desejosa de levar vida retirada, solitária, fixou-se numa das propriedades que lhe deixara o espôso, â duas milhas da cidade (Siena). Faleceu a 26 de abril de 1309…” às páginas 278-279: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%207.pdf

17. São Rafael Arnaiz Baron. (09/04/1911-26/04/1938). “Beatificação em 27 de setembro de 1992 pelo Papa João Paulo II. Canonização em 11 de outubro de 2009Roma por Papa Bento XVI. Principal templo: Monastério Trapista de Santo Isidro, PalênciaEspanha. Festa litúrgica: 26 de abril. Consta na Wikipedia de 27 de abril)”. Oração feita por ele 9 dias antes de ir para Deus em 17 de abril de 1937 de 1937: “Em nome do Deus Santo, tomo hoje a pena para que as minhas palavras, que se imprimem sobre a folha branca, sirvam de louvor perpétuo ao Deus bendito, autor da minha vida, da minha alma, do meu coração. Gostaria que o universo inteiro, com os planetas, todos os astros e os inúmeros sistemas estelares, fosse uma imensa extensão, polida e brilhante, onde eu pudesse escrever o nome de Deus. Gostaria que a minha voz fosse mais potente que mil trovões, mais forte que o estrépito do mar, e mais terrível que o bramido dos vulcões, para dizer apenas: Deus! Gostaria que o meu coração fosse tão grande como o céu, puro como o dos anjos, simples como o da pomba, para nele pôr Deus! Mas, dado que toda esta grandeza com que sonhaste não se pode tornar realidade, contenta-te com pouco e contigo, que não és nada, Irmão Rafael, porque o nada deve bastar-te […]”. Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rafael_Arn%C3%A1iz_Bar%C3%B3n

18. Outros santos do dia 26 de abril: págs: 264-280 (vol.07):

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-

%207.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português

de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 26 de abril, ver ainda: 26 de abril – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 354-355:

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

  • VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e

11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf

  • Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  • Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 –

Livraria on line – www.editorapermanencia.com

  • Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

*  PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

  • OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

*  SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

  • “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

*  “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

  • Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.(últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.