Santas e Santos de 31 de janeiro (atualizado em 23.02.2022)

1. Me­mória de São João Bosco (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero, que, tendo pas­sado uma in­fância di­fícil, foi or­de­nado sa­cer­dote e tra­ba­lhou com todas as suas forças na edu­cação dos jo­vens e ado­les­centes. Fundou a So­ci­e­dade Sa­le­siana e, com o au­xílio de Santa Maria Do­mingas Maz­za­rello, o Ins­ti­tuto das Fi­lhas de Maria Au­xi­li­a­dora, para a for­mação da ju­ven­tude no tra­balho e na vida cristã. († 1888).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico,memória de São João Bosco, sacerdote, morto em Turim em 1888. Foi o apóstolo por excelência da juventude operária, em favor da qual exerceu seus carismas de taumaturgo e fundou a Sociedade dos Salesianos e a Congregação das Filhas de Maria Auxiliadora. (R).

-Ver páginas 311-314: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver “João Melchior Bosco, mais conhecido como Dom Bosco (Castelnuovo Don Bosco16 de agosto de 1815 — Turim31 de janeiro de 1888) foi um sacerdote católico italiano, fundador da Pia Sociedade São Francisco de Sales e proclamado santo em 1934. Aclamado por João Paulo II como o “Pai e Mestre da Juventude”, é o padroeiro da capital federal do Brasil, Brasília. Seguidor da espiritualidade e filosofia de Francisco de Sales, Bosco era um fervoroso devoto de Nossa Senhora Auxiliadora. Mais tarde, dedicou seus trabalhos a Sales, quando fundou os salesianos, com sede em Turim.[1] Juntamente com Maria Domenica Mazzarello, fundou o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, uma congregação religiosa de freiras dedicada ao cuidado e educação de meninas pobres. Ele ensinou São Domingos Sávio, de quem escreveu uma biografia que ajudou o menino a ser canonizado.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Dom_Bosco

– Ver também “… Em Turim, aniversário de São João Bosco, confessor, fundador da Congregação Salesiana e do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora. Notável por seu zelo pelas almas e pela propagação da fé, foi canonizado pelo Papa Pio XI.
Nascido em Becchi (perto de Turim), Piemonte, Itália, 15 de agosto de 1815; morreu em Turim em 31 de janeiro de 1888; ambos beatificados em 1929 e canonizados em 1º de abril de 1934 pelo Papa Pio XI como o “Pai e Mestre da Juventude”…

… “Na sua vida o sobrenatural quase se tornou o natural e o extraordinário ordinário”. Estas foram as palavras do Papa Pio XI ao falar daquele grande amante das crianças, Dom Bosco…

… A sua atenção foi confirmada neste campo por São José Cafasso (ver 23 de junho), então reitor de uma igreja paroquial e do instituto sacerdotal anexo em Turim. Foi ele quem convenceu Dom Bosco de que não foi feito para ser missionário no exterior “Vá e desembrulhe esse baú que você preparou e continue seu trabalho para os meninos. Isso, e nada mais, é a vontade de Deus para você.” Dom Cafasso apresentou-o, por um lado, àqueles endinheirados da cidade que a seu tempo viriam a ser os generosos benfeitores de seu trabalho, e por outro lado às prisões e favelas de onde viriam os beneficiários daquele trabalhar…

… Uma ideia radical de Dom Bosco, e que chocou muitos de seus contemporâneos, foi sua atitude em relação ao castigo corporal das crianças. “Não me lembro de ter usado punição formal”, escreveu ele. “Pela graça de Deus, sempre fui capaz de obter não apenas a observância das regras, mas até mesmo dos meus meros desejos.” O seu método educativo, ainda utilizado pelos salesianos, procura eliminar as condições que conduzem à delinquência, influenciar os alunos pelo bom exemplo e pela confiança, tornar o bem atraente por motivos religiosos e fácil de praticar por meios religiosos. “Confissão frequente, missa diária, esses são os pilares que sustentam toda a estrutura da educação”, disse o santo…

… Como sua saúde continuava a piorar, seus médicos pediram a Dom Bosco que descansasse. Ele sempre respondeu que tinha muito trabalho a fazer. Até o momento de sua morte, Dom Bosco, apoiado por dois companheiros salesianos, percorria Turim visitando os pobres, mendigando aos ricos, alegrando os corações dos tristes. Quando sabia que sua morte era iminente, dizia: “Quero ir para o céu, pois lá poderei trabalhar muito melhor para meus filhos. Na terra, não posso fazer mais nada por eles”. Seu famoso senso de humor não se desvaneceu com seu corpo: ofegante, ele sussurrou para um filho que se inclinava ansiosamente sobre ele: “Você sabe onde há um bom fabricante de foles?” “Por que?” veio a resposta intrigada. “Porque eu preciso de um novo par de pulmões, é por isso!”…

… De certa forma, Bosco vivia em quatro mundos simultaneamente – o exterior, simbolizado pela cidade em que seu Oratório de Turim crescera, o mundo dos sonhos (cujo estudo científico exato seria infinitamente mais valioso para os psicólogos do que o das mentalidades doentias nos hospitais vienenses), o mundo das almas no qual ele lia com uma precisão muito além da telepatia, e o mundo de Deus…

… Ele escreveu um pouco, incluindo biografias de São José Cafasso e São Domingos Sávio, um dos alunos de Bosco que Bosco esperava treinar para ser um ajudante em seu trabalho, mas o menino morreu aos 15 anos.
Construtor de igrejas, reformador, educador, animador dos jovens e dos religiosos que trabalham para os jovens: quando Dom Bosco morreu em 31 de janeiro de 1888, ele deixou toda a Europa espantado com seus feitos, feitos de importância duradoura e heroica. Quarenta mil (Martindale relata 100.000) pessoas visitaram seu corpo enquanto estava na igreja de Turim, e toda a cidade se reuniu para vê-lo ser levado para o túmulo. Diz-se que mais de 200.000 pessoas em seu funeral oraram por ele… (Attwater, Benedictines, Bentley, Butler, Delaney, Encyclopedia, Farmer, Karp, Martindale, Melady, Salesian, Schamoni, Sheppard)…

… A teoria da educação de João Bosco poderia muito bem ser usada nas escolas de hoje. Era um sistema preventivo, rejeitando os castigos corporais e colocando os alunos em ambientes afastados da probabilidade de cometerem pecado. Ele defendia a recepção frequente dos sacramentos da Penitência e da Sagrada Comunhão. Ele combinou a formação catequética e a orientação paterna, buscando unir a vida espiritual com o trabalho, estudo e lazer…

Comentário: João Bosco educou a pessoa inteira – corpo e alma unidos. Ele acreditava que o amor de Cristo e nossa fé nesse amor deveriam permear tudo o que fazemos – trabalho, estudo, diversão. Para João Bosco, ser cristão era um esforço de tempo integral, não uma experiência de missa no domingo, uma vez por semana. É buscar e encontrar Deus e Jesus em tudo o que fazemos, deixando que o amor deles nos conduza. No entanto, John percebeu a importância do treinamento profissional e a autoestima e orgulho que vem com talento e habilidade, então ele treinou seus alunos no ofício comercial também.

Citação: “Toda educação ensina uma filosofia; senão por dogma, então por sugestão, por implicação, por atmosfera. Cada parte dessa educação tem uma conexão com todas as outras partes. Se tudo isso não se combina para transmitir uma visão geral da vida, não é educação de forma alguma” (GK Chesterton, The Common Man)…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary31.html

2.   Em Co­rinto, na Acaia, na ac­tual Grécia, os santos már­tires Vi­to­rino, Vítor, Ni­cé­foro, Cláudio, Di­o­doro, Se­ra­pião e Pa­pias, que, no tempo do im­pe­rador Décio, como consta, com vá­rios su­plí­cios con­su­maram o seu martírio. († c. 250)

3.   Co­me­mo­ração de São Me­trano, mártir de Ale­xan­dria, no Egipto, que, no tempo do im­pe­rador Décio, por se recusar a pro­ferir pa­la­vras ím­pias, como lhe man­davam os pa­gãos, foi fe­roz­mente es­pan­cado e le­vado para fora da ci­dade, onde morreu apedrejado. († c. 249). Conforme o Martirológio Romano-Monástico,em Alexandria, em meados do séc. III, São Metrano, que foi preso e apedrejado antes mesmo que Décio tivesse lançado seu edito de perseguição. (M)

4.   Também em Ale­xan­dria, os santos már­tires Ciro e João, que, pela fé em Cristo, de­pois de muitos tor­mentos, foram decapitados. († s. IV).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico,em Roma, no ano da graça de 303, os Santos Ciro, médico, e Jão, seu amigo, que receberam a palma do martírio porque foram confortar as virgens cristãs que estavam na prisão. (M). Ver páginas 303-304: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

5.   Em Mó­dena, na Emília, ac­tu­al­mente Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, São Ge­mi­niano, bispo, que con­duziu a sua Igreja do ari­a­nismo à fé ortodoxa. († s. IV)

6.   Na Pérsia, em ter­ri­tório do ac­tual Iraque, a paixão de Santo Abraão, bispo de Ar­bela, que, no tempo de Sapor, rei dos Persas, foi de­go­lado porque se re­cusou a adorar o sol. († 345)

7.   Em No­vara, na Li­gúria, hoje no Pi­e­monte, re­gião da Itália, São Júlio, presbítero. († s. IV in.)

8.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Mar­cela (também na Folhinha do Coração de Jesus), viúva, que, como es­creve São Je­ró­nimo, des­pre­zando a for­tuna e a no­breza, se tornou mais nobre pela po­breza e humildade. († 410).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico,no ano do Senhor de 410, Santa Marcela, viúva. Proveniente de uma ilustre família romana, ela devotou sua vida à oração e empenhou sua fortuna no auxílio aos pobres. (M).

Ver páginas 306-308: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

– Ver “Santa Marcella (Roma325 — Roma410) foi uma nobre romana morta durante o saque de Roma em 410 pelos visigodos. É considerada santa da Igreja católica e sua festa é celebrada no dia 31 de janeiro.[1]”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Marcela_de_Roma

– Ver também “… St. Marcella matrona romana. Em Roma, Santa Marcela, viúva, cujos atos meritórios são relatados por São Jerônimo.
410 ST MARCELA, VIÚVA. ST Marcella é estilizada por São Jerônimo a glória das damas romanas. Tendo perdido o marido no sétimo mês de casamento, ela rejeitou o pedido de Cerealis, o cônsul, e resolveu imitar a vida dos ascetas do Oriente. Ela se abstinha de vinho e carne, empregava seu tempo lendo, orando e visitando as igrejas dos mártires, e nunca falava com nenhum homem sozinha. Seu exemplo foi seguido por outras mulheres de origem nobre que se colocaram sob sua direção, e Roma testemunhou a formação de várias dessas comunidades em pouco tempo. Temos dezesseis cartas de São Jerônimo para ela em resposta às suas perguntas sobre assuntos religiosos, mas ela não se contentou em simplesmente “sentar-se aos pés dele”, ela examinou seus argumentos de perto e o repreendeu por seu temperamento precipitado. Quando os godos saquearam Roma em 410maltrataram Santa Marcela para fazê-la revelar seus supostos tesouros, que de fato ela havia muito antes distribuído entre os pobres. Ela só tremia por sua querida aluna Principia (não sua filha, como alguns erroneamente supõem), e caindo aos pés dos soldados, implorou que não a insultassem. Deus os moveu à compaixão: ambos os conduziram à igreja de São Paulo, à qual Alarico havia concedido o direito de santuário. Santa Marcela sobreviveu a isso por pouco tempo e morreu nos braços de Principia no final de agosto de 410sua memória é homenageada neste dia no Martirológio Romano.

Tudo o que sabemos de Santa Marcela é, praticamente falando, derivado das cartas de São Jerônimo, especialmente da carta 127intitulada “Ad Principiam virginem, sin Marcellae viduae epitaphium” (Migne, PL., vol. xxii, cc. 1087 seq.). Ver também Grützmacher, Hieronymus; eine biographische Studie, vol. i, págs. 225 seq.; volume ii, pp. 173 seq.; volume iii, pp. 195 seq. Cavallera, Saint Jérôme (2 vols., 1922); e DCB, vol. iii, pág. 803…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary31.html

9*.   Em Ferns, na Ir­landa, São Maidoc ou Ai­dano, bispo, que neste lugar fundou um ce­nóbio e res­plan­deceu pela sua grande austeridade. († c. 626)

10*.   No ter­ri­tório de Cou­tances, na Nêus­tria, ac­tu­al­mente na França, São Valdo, bispo de Évreux. († s. VII)

11*.   Em Vik­tors­berg, perto de Rankweil, na Ba­viera me­ri­di­onal, hoje na Áus­tria, Santo Eu­sébio, que, na­tural da Ir­landa, se fez pe­re­grino por Cristo, de­pois foi monge no mos­teiro de São Galo e por fim abraçou a vida eremítica. († 884)

12*.   Em Roma, a Beata Luísa (Ludovica) Albertóni (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, tendo edu­cado os fi­lhos na vida cristã, de­pois da morte do es­poso en­trou na Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco e, no ser­viço de au­xílio aos po­bres, passou da ri­queza à ex­trema pobreza. († 1533).

– Ver página 305: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf       

– Ver “Ludovica Albertoni, conhecida também como Luíza Albertoni ou Ludovica Albertoni Cetera, (Roma1473 – Roma31 de janeiro de 1533), é uma beata cristã comemorada no dia 31 de janeiro.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ludovica_Albertoni

13.   Em Ná­poles, na Cam­pânia, re­gião da Itália, São Fran­cisco Xa­vier Maria Biánchi, pres­bí­tero da Ordem dos Clé­rigos Re­grantes de São Paulo, que foi do­tado de dons mís­ticos e con­duziu muitos à vida da graça se­gundo o Evangelho. († 1815)

14.   Na Co­reia, os santos már­tires Agos­tinho Pak Chong-won, ca­te­quista, e cinco companheiros, que, su­por­tando muitos su­plí­cios, com im­pas­sível for­ta­leza pro­fes­saram a sua fé cristã e glo­ri­fi­caram a Deus mor­rendo de­ca­pi­tados. São estes os seus nomes: Pedro Hong Pyong-ju, ca­te­quista; Maria Yi In-dog, virgem; Ma­da­lena Son So-byog, Águeda Yi Kyong-i, Águeda Hwon Chin-i. († 1840)

15.   Em Cu­maná, na Ve­ne­zuela, a Beata Can­de­lária de São José (Su­sana Paz Cas­tillo Ra­mírez), virgem, que, em tempo de tur­bu­lência po­lí­tica, eco­nó­mica e so­cial, fundou a Con­gre­gação das Re­li­gi­osas Car­me­litas da Ter­ceira Ordem Re­gular, hoje Re­li­gi­osas Car­me­litas da Madre Can­de­lária, es­pe­ci­al­mente des­ti­nada ao cui­dados das cri­anças e dos indigentes. († 1940)

16.Santo  Adamnan, confessor. Ver páginas 309-310: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

17. Em Bar­ce­lona, na Es­panha, SÃO PEDRO NOLASCO, pres­bí­tero, que, jun­ta­mente com São Rai­mundo de Pe­nha­forte e Jaime I, rei de Aragão, é con­si­de­rado fun­dador da Ordem de Nossa Se­nhora das Mercês para a Re­denção dos Ca­tivos; no tempo do do­mínio dos in­fiéis, de­sen­volveu di­li­gen­te­mente uma grande ac­ti­vi­dade para es­ta­be­lecer a paz e li­bertar os cris­tãos do jugo da escravidão. († 1245).

OBSERVAÇÕES SOBRE SÃO PEDRO NOLASCO:

A. VER: Na FOLHINHA DO CORAÇÃO DE JESUS, dia 28 de janeiro; no MARTIROLÓGIO ITALIANO, dia 06 de maio. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, dia 31 de janeiro, em Barcelona, Espanha, em 1256, São Pedro Nolasco. Natural da diocese de Carcassonne, fundou, com São Raimundo de Peñafort a Ordem de Nossa Senhora das Mercês, para o resgate de prisioneiros cristãos. Seus religiosos colocavam-se eles próprios como prisioneiros em lugar dos irmãos (M).

B. Ver São Pedro de Nolasco, fundador da Ordem da Graça para a Redenção dos cativos (31 de janeiro) páginas 297-302: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%202.pdf

C. Ver “… ‘’Nolasco’’, disse a Mãe de Jesus, ‘’É vontade de meu filho e vontade minha que fundes uma Ordem religiosa para remir os cativos. Eis que nós estaremos sempre contigo.’’…”: http://mercedarios.com.br/sao-pedro-nolasco

D. Ver também “Pedro Nolasco foi um santo católico nascido na França e que desenvolveu seu trabalho missionário religioso na Espanha… Em 1218 fundou a Ordem de Nossa Senhora das Mercês. Pedro Nolasco é santo, como reconheceu a Igreja Católica (São Pedro Nolasco), e conhecido como redentor dos cativos.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Nolasco

E. Ver ainda “Foi canonizado pelo Papa Urbano VIII, em 1628. Embora seja comumente homenageado no dia 13 de maio, festa de Nossa Senhora das Mercês, e no dia 28 de janeiro pelos padres mercedários, o calendário litúrgico romano lhe decida especialmente o dia 31 de janeiro para a sua veneração.”: http://arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/sao-pedro-nolasco

F. VerSERMÃO DE SÃO PEDRO NOLASCO “Sermão de S. Pedro Nolasco pregado no dia do mesmo santo, no qual se dedicou a Igreja de Nossa Senhora das Mercês, em São Luís do Maranhão, de Padre Antônio Vieira”: https://www.literaturabrasileira.ufsc.br/documentos/?action=download&id=129999

F1. ver CONVENTO DAS MERCÊS: https://pt.wikipedia.org/wiki/Convento_das_Merc%C3%AAs_(S%C3%A3o_Lu%C3%ADs)

G. Ver ainda “Sua festividade é comemorada em 31 de janeiro*. * Em 28 de janeiro já mesmo antes do último Missal Tridentino, publicado em 1962.”: https://www.institutojacksondefigueiredo.org/enciclopedia-catolica/hagiografia/vida-de-sao-pedro-nolasco

18. Outros santos do dia 31 de janeiro, às páginas 297-317: VIDAS DOS SANTOS – 2.pdf (obrascatolicas.com)

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 31 de janeiro, ver também: 31 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 168-170: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJanuary31.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… “Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.