Santas e Santos de 08 de julho

1.   Co­me­mo­ração dos santos Áquila e Prisca ou Pris­cila, es­posos, co­la­bo­ra­dores de São Paulo, em cuja casa re­ce­biam a as­sem­bleia dos cris­tãos e por isso ar­ris­caram a sua vida. Ver páginas 301-304: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

2.   Em He­ra­cleia, na Trácia, hoje Már­mara, na Tur­quia, Santa Gli­céria, mártir. († data inc.)

3.   Em Ce­sa­reia da Pa­les­tina, São Pro­cópio (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo e mártir, que, no tempo do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, con­du­zido da ci­dade de Sci­tó­polis a Ce­sa­reia, à pri­meira res­posta da sua au­dácia, foi de­ca­pi­tado pelo juiz Fabiano. († c. 303). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Cesaréia da Palestina, no começo do séc. IV, o martírio de São Procópio, primeira vítima da perseguição de Diocleciano. Segundo o historiador Eusébio, “era originário de Jerusalém e vivia como asceta. Sua cultura profana era fraca, mas a Palavra de Deus era sua força. Foi decapitado após ter confessado valorosamente sua fé”. (M). Ver páginas 305-306: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

4.   Em Ta­or­mina, na Si­cília, re­gião da Itália, São Pan­crácio, bispo e mártir, que é con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta Igreja. († data inc.)

5.   Em Toul, na Gália Bél­gica, hoje na França, Santo Aus­pício, bispo. († s. V)

6*.   Na Re­nânia, re­gião da ho­di­erna Ale­manha, São Di­si­bodo, ere­mita, que, reu­nido com al­guns com­pa­nheiros, fundou um mos­teiro junto ao rio Nahe. († s. VII)

7*.   Em Bilsen, no Bra­bante, na ac­tual Bél­gica, Santa Lan­drada, abadessa. († 690)

8.   Em Würz­burg, na Aus­trásia, hoje na Ale­manha, São Qui­liano, bispo e mártir, na­tural da Ir­landa, que chegou a esta re­gião para pregar o Evan­gelho e, por ob­servar di­li­gen­te­mente os cos­tumes cris­tãos, foi cru­el­mente as­sas­si­nado, assim al­can­çando a coroa do martírio. († s. VII f.). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, por volta de 689, São Quiliano, monge irlandês, que tocado pela graça missionária viajou para o continente e chegou à Turíngia. Feito bispo de Würzburg, morreu assassinado junto com dois companheiros, por ter defendido os direitos da moral cristã.

9.   Em Cons­tan­ti­nopla, hoje Is­tambul, na Tur­quia, a paixão dos santos monges Abramitas, que, no tempo do im­pe­rador Teó­filo, con­su­maram o mar­tírio por causa do culto das sa­gradas imagens. († s. IX)

10*.   Em Spina Lam­bérti, na Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, o pas­sa­mento de Santo Adriano III (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa, que pro­curou com grande di­li­gência a re­con­ci­li­ação da Igreja Cons­tan­ti­no­po­li­tana com a Igreja Ro­mana e, atin­gido por grave en­fer­mi­dade, morreu san­ta­mente quando se di­rigia para a Gália. († 885)

11*.   Em Tí­voli, no Lácio, re­gião da Itália, o pas­sa­mento do Beato Eu­génio III, papa, que foi di­lecto dis­cí­pulo de São Ber­nardo e, de­pois de ter go­ver­nado o mos­teiro dos santos Vi­cente e Anas­tásio em Acque Sálvie, foi eleito para a sede de Roma e em­pe­nhou-se in­ten­sa­mente para de­fender das in­sí­dias dos in­fiéis o povo ro­mano e re­novar a dis­ci­plina eclesiástica. († 1153)

12*.   Em Shi­ma­bara, no Japão, o Beato Mâncio Araki, mártir, que, por ter re­ce­bido em sua casa o Beato Fran­cisco Pa­checo, pres­bí­tero, foi me­tido no cár­cere, onde morreu con­su­mido pela tuberculose. († 1626)

13♦.   Em Ren­curel, lo­ca­li­dade do Ró­dano-Alpes, re­gião da França, o Beato Pedro Vigne, pres­bí­tero, que se de­dicou in­can­sa­vel­mente ao mi­nis­tério pas­toral, na pre­gação, no mi­nis­tério de ouvir con­fis­sões, em pro­pagar a de­voção à Paixão do Se­nhor e à San­tís­sima Eu­ca­ristia, e fundou a Con­gre­gação das Irmãs do San­tís­simo Sacramento. († 1740)

14.  No Martirológio Romano-Italiano, na cidade de Yongnian, na província de Hebei na China, São João Wu Wenyin, mártir, catequista, na perseguição desencadeada pelos seguidores da seita do Boxer. Foi condenado à morte por se recusar a passar da doutrina cristã ao paganismo.

15. Santa Isabel (também no dia 04 de julho na Folhinha do Coração de Jesus), rainha de Por­tugal, que foi ad­mi­rável pela sua in­ter­venção con­ci­li­a­dora dos reis em con­flito e pela sua ca­ri­dade para com os po­bres; de­pois da morte do rei Dom Dinis, seu es­poso, abraçou a vida re­li­giosa entre as monjas da Ordem Ter­ceira de Santa Clara no mos­teiro de Santa Clara-a-Velha em Coimbra, por ela fun­dado, e quando pro­cu­rava con­se­guir a re­con­ci­li­ação entre o filho e o neto em Es­tremoz, dali partiu deste mundo para Deus. († 1336).

Ver também: 08 de julho, Santa Isabel, rainha de Portugal. …Morreu nos braços do filho e da neta, a 4 de julho de 1336, na idade de sessenta e cinco anos. Enterram-na entre as Clarissas de Coimbra e operaram-se vários milagres em sua sepultura. Em 1612 tiraram a terra que lhe cobria o corpo, que estava inteiro, _e que está presentemente numa caixa magnífica. Urbano VIII canonizou a serva de Deus em 1625 e fixou-lhe a festa para o dia 8 de julho. Ver páginas 292-300: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

16. Bem-Aventurado Pedro, o eremita. Ver páginas 307-310: : http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf

17. São Raimundo de Tolosa (também na Folhinha do Coração de Jesus).

18. Outros santos do dia 08 de julho: págs. 292-314 – em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2012.pdf – Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portuga http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3.VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4.Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5.Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com 6.Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.