Santas e Santos de 28 de dezembro

Festa dos Santos Ino­centes már­tires, os me­ninos que foram mortos em Belém de Judá pelo ímpio rei He­rodes, para que pe­re­cesse com eles o Me­nino Jesus que os Magos ti­nham ado­rado. Foram hon­rados como már­tires desde os pri­meiros sé­culos da Igreja e pri­mí­cias de todos os que der­ra­ma­riam o sangue por Deus e o Cordeiro. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no território de Belém da Judéia, o massacre dos Santos Inocentes (também na Folhinha do Coração de Jesus), todas as crianças com menos de dois anos assassinadas por ordem de Herodes, que deram testemunho a Cristo, o novo Moisés, combatido desde seu nascimento pelas forças hostis a Deus e a seu povo. (R). Ver páginas 122-124: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Dia_dos_Santos_Inocentes

2.       Em Ale­xan­dria, no Egipto, São Te­onas, bispo, que foi mestre e pre­de­cessor de São Pedro mártir. († 300)

3. Co­me­mo­ração de Santo An­tónio, monge, que levou vida so­li­tária e, sendo já an­cião, se re­co­lheu no mos­teiro de Lé­rins, na Pro­vença, onde mos­trou a sua afa­bi­li­dade e sa­be­doria e ador­meceu pi­e­do­sa­mente no Senhor. “No mosteiro de Lérins, Santo Antônio (na Folhinha do Coração de Jesus, Santo Antônio de Lérins), monge, célebre pelos milagres. Nasceu perto do Danúbio, na cidade de Valeria, filho de Secundino. Órfão aos sete anos, foi recolhido piedosamente por São Severino, apóstolo da Nórica. Taumaturgo, para fugir da celebridade, buscou a solidão, onde tinha por companhia alguns ursos. Em Lérins, para onde se transferiu, levou vida humilde, falecendo muito santamente em 520. Era gentil com os jovens, grave com os velhos, douto com os sábios (Vida de Antônio, de Enódio)”. Conforme págs. 127-128:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, Santo Antônio, monge originário da Panônia, levou no início vida eremítica nos Alpes. Depois, fugindo dos admiradores que vieram reunir-se à sua volta, retirou-se para Lérins (M)

4*.     Em Ma­té­lica, nas Marcas, re­gião da Itália, a Beata Ma­tias Naz­za­réni, aba­dessa da Ordem das Clarissas. († c. 1326). Ver páginas 125-126: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

5.   Em Lião, na França, o dia natal de São Fran­cisco de Sales, bispo de Ge­nebra, cuja me­mória se ce­lebra no dia do seu se­pul­ta­mento em An­necy, a vinte e quatro de Janeiro. († 1622). Ver página 126: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

6.   Em Roma, São Gaspar del Bú­falo, pres­bí­tero, que lutou de­no­da­da­mente pela li­ber­dade da Igreja e, en­car­ce­rado, não cessou de con­duzir os pe­ca­dores ao ca­minho recto, es­pe­ci­al­mente pela de­voção ao Pre­ci­o­sís­simo Sangue de Cristo, em cuja honra fundou as Con­gre­ga­ções de Mis­si­o­ná­rios e das Irmãs Missionárias. († 1837)

7*.     Em Ná­poles, na Itália, Santa Ca­ta­rina Vol­pi­célli, virgem, que, sempre de­di­cada à as­sis­tência dos po­bres e dos en­fermos, fundou o Ins­ti­tuto das Es­cravas do Sa­grado Co­ração, no qual pro­curou ma­ni­festar a ca­ri­dade cristã sempre ac­tiva, adap­tada às ne­ces­si­dades dos tempos. († 1894)

8*.     Em Kiev, na Ucrânia, o Beato Gre­gório Khomysyn, bispo de Ivano-Fran­kivsk e mártir, que, em tempo de per­se­guição contra a fé, me­receu sentar-se à mesa ce­leste do Cordeiro. († 1945)

9. Em Neo-Cesaréia, no Ponto, São Troádio, mártir, quando da perseguição de Décio. Agonizava, quando São Gregório, o Taumaturgo, apareceu-lhe em espírito, e o encorajou a sofrer com constância. Ano 251. São Gregório de Nissa conta-nos que, durante a perseguição do imperador Décio, São Gregório, o Taumaturgo, que se escondera, anunciou, um dia, aos companheiros, que um jovem nobre, chamado Troádio, fôra levado prêso ao governador e que conseguira obter a coroa do martírio. Todos ficaram deveras surpresos com o que o Taumaturgo lhes avançava. Então, um diácono correu à cidade e teve a confirmação daquelas palavras do grande Santo. Conforme pág. 127:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

10. Em Roma, São Donião (também na Folhinha do Coração de Jesus), sacerdote, que São Jerônimo e São Paulino de Nola citam em cartas. Faleceu depois de 394.  Conforme pág. 127:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, São Donião editou a Bíblia, traduzida para o Latim por São Jerônimo. Sua elevada espiritualidade e seus costumes hospitaleiros chocavam-se com os costumes corruptos de sua época.

11. Na Nicomédia, os, santos,mártires Indes, Eunuco, Dona, Ágape e Teófila (Teófila é lembrada na Folhinha do Coração de Jesus), virgens, e companheiros: durante a perseguição de Diocleciano, depois de longas provas, obtiveram a coroa do martírio por diversos gêneros de morte. Conforme ág. 127:

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

12. Outros santos do dia 28 de dezembro: págs. 122-128: 

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2022.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 28 de dezembro, ver aindahttps://pt.m.wikipedia.org/wiki/28_de_dezembro

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.