Santas e Santos de 16 de janeiro

1.   Em Roma, no ce­mi­tério de Pris­cila, junto à Via Sa­lária Nova, o se­pul­ta­mento de São Mar­celo I, Marcelino I (também na Folhinha do Coração de Jesus), papa, que, como re­fere São Dâ­maso, foi um ver­da­deiro pastor, fe­roz­mente hos­ti­li­zado pelos após­tatas que re­cu­savam aceitar a pe­ni­tência por ele es­ta­be­le­cida e, in­si­di­o­sa­mente de­nun­ciado pe­rante o ti­rano, foi ex­pulso da pá­tria e morreu no exílio. († 309). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, na Via Salária, no ano da graça de 309, o sepultamento de São Marcelo, papa, que se dedicou à reorganização de sua Igreja. destruída pela perseguição de Diocleciano. Certas medidas de perdão, tomadas em relação aos apóstatas, valeram-lhe a animosidade de alguns cristãos páginque o denunciaram ao imperador e o fizeram ser condenado a trabalhar como escravo em sua própria igreja, transformada em cocheira pública. (M). Ver páginas 403-404: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

– Ver “Papa Marcelo I (em latimMarcellus) foi o trigésimo papa da Igreja, exercendo sua função de maio de 308 a 309, sucedendo ao Papa Marcelino, após uma considerável lacuna de tempo.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_Marcelo_I

2*.   Em Au­lona, no Ilí­rico, na ac­tual Al­bânia, São Da­nate, mártir. († data inc.)

3.   Em Ri­no­co­rura, no Egipto, São Melas, bispo, que, no tempo do im­pe­rador ariano Va­lente, de­pois de pa­decer o exílio pela sua fi­de­li­dade à ver­da­deira fé, des­cansou em paz. († c. 390). Ver páginas 405-406: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4.   Em Arles, na Pro­vença, re­gião da Gália, hoje na França, Santo Ho­no­rato, bispo, que fundou um cé­lebre mos­teiro na ilha de Lé­rins e de­pois aceitou o go­verno da Igreja de Arles. († 429). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 400, Santo Honorato, que instituiu em Lérins um monaquismo de inspiração oriental, no qual os principiantes eram formados em um mosteiro cenobítico, ao passo que os mais adiantados podiam levar uma vida semi-anacorética nas diversas celas espalhadas pela ilha. Foi chamado para dedicar os seus últimos dois anos de vida ao serviço da Igreja de Arles, da qual foi bispo. Ver páginas 401-402: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

5*.   Em Mou­tiers, na Gália Vi­e­nense, ac­tu­al­mente também na França, São Tiago, bispo, dis­cí­pulo de Santo Ho­no­rato de Lérins. († s. V)

6.   Em Oderzo, hoje no Vé­neto, na re­gião da Itália, São Ti­ciano, bispo. († s. V)

7*.   Em Tours, na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, a co­me­mo­ração de São Le­o­bácio, abade, que de­sig­nado pelo seu mestre Santo Urso como su­pe­rior do mos­teiro de Sen­nevière, viveu em ad­mi­rável san­ti­dade até avan­çada idade. († s. V)

8*.   Em Dombes, também na Gália Li­o­nense, ac­tu­al­mente na França, São Tre­vério, pres­bí­tero, monge e fi­nal­mente eremita. († c. 550)

9*.   Em Mé­ze­rolles, junto ao rio Authie, na Gália, ac­tu­al­mente também na França, São Furseu, que foi abade na Ir­landa, de­pois na In­gla­terra, fi­nal­mente na Gália, onde fundou a abadia de Lagny. († c. 650). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no meio do séc. VII, São Fúrsio, monge irlandês, que depois de ter fundado o mosteiro de Burgcastle no condado de Suffolk, construiu um outro em Lagny-en-Brie, na Île-de-France.(M)

10*.   Em Bagno di Ro­magna, na ac­tual Emília-Ro­manha, re­gião da Itália, Santa Joana, virgem, que, re­ce­bida na Ordem Ca­mal­du­lense, res­plan­deceu sin­gu­lar­mente pela sua obe­di­ência e humildade. († 1105)

11.   Em Mar­ra­kech, ci­dade da Mau­ri­tânia, hoje em Mar­rocos, a paixão dos santos már­tires Be­rardo ou Beraldo (também na Folhinha do Coração de Jesus), Otão, Pedro, pres­bí­teros, Acúrsio e Ad­juto, re­li­gi­osos da Ordem dos Me­nores, que, en­vi­ados por São Fran­cisco para anun­ciar aos mu­çul­manos o Evan­gelho de Cristo, foram pri­mei­ra­mente presos em Se­vilha e le­vados para Mar­rocos, onde con­su­maram o mar­tírio, mortos ao fio da es­pada pelo prín­cipe mouro. († 1226). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 1226 a morte dos Cinco Primeiros Mártires Franciscanos, enviados pelo próprio São Francisco a pregar a fé no Marrocos muçulmano. (M). Ver página 411: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

–  Ver “Os Mártires de Marrocos foram missionários da Ordem dos Frades Menores martirizados no Norte da África em 1220… Em 1219Francisco de Assis enviou em missão para o Marrocos seis frades menores, de nomes Vital, Berardo, Otão (sacerdotes), Pedro (diácono), Acúrsio e Adjuto (leigos)… A Igreja dos Santos Mártires, em Marraquexe, foi-lhes dedicada em 1929.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Mártires_de_Marrocos

12.   Em Kandy, no Ceilão, ac­tual Sri Lanka, ilha do Oceano Ín­dico, São José Vaz, pres­bí­tero da Con­gre­gação do Ora­tório, que, sendo na­tural de Goa, partiu em missão para aquela terra e, per­cor­rendo com ad­mi­rável ardor os agrestes ca­mi­nhos ru­rais onde os ca­tó­licos per­ma­ne­ciam clan­des­tinos e dis­persos, in­can­sa­vel­mente os con­firmou na fé, pre­gando com grande zelo apos­tó­lico o Evan­gelho da salvação. († 1711). Ver “São José Vaz (EnglishSaint Joseph VazKonkaniBhagivont Zuze Vaz; em cingalês: ශාන්ත ජුසේ වාස් පියතුමා Santha Juse Vaz Piyathuma; em tâmil: புனித ஜோசப் வாஸ்) C.O. (GoaEstado Português da Índia21 de abril de 1651 — KandySri Lanka16 de janeiro de 1711) foi um missionário conhecido como o Apóstolo do Sri Lanka, onde atuou desde 1687 até o fim de sua vida em 1711. Dedicou-se principalmente a cuidar dos enfermos, enfrentando a resistência dos holandeses calvinistas, colonizadores do então Ceilão.[1] Foi canonizado pelo Papa Francisco no dia 14 de janeiro de 2015, em uma cerimônia realizada na cidade de Colombo, no Sri Lanka.[2] ”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/José_Vaz_(padre)

13*.   Em Bréscia, na Itália, o Beato José An­tónio Tovíni, que, sendo pro­fessor, fundou muitas es­colas cristãs e edi­ficou nu­me­rosas obras pú­blicas, dando sempre, nas suas ac­ti­vi­dades, o tes­te­munho da sua oração e das suas virtudes. († 1897)

14*.   Em Va­lência, na Es­panha, a Beata Joana Maria Con­desa Lluch, virgem, que tra­ba­lhou com grande di­li­gência, hu­mil­dade, amor, ca­ri­dade e sa­cri­fício, para ajudar os po­bres, as cri­anças e as jo­vens ope­rá­rias, fun­dando com essa fi­na­li­dade a Con­gre­gação das Es­cravas da Ima­cu­lada Con­ceição, Pro­tec­toras das Operárias. († 1916)

15. São Miquéias (também, em 15 de janeiro, na Folhinha do Coração de Jesus). No Martirológio Romano-Monástico, dia 16 de janeiro. No séc. VII antes de Cristo, o Profeta Miquéias. Aos distúrbios que causaram a ruína da Samaria em 721, ele havia oposto vigorosamente o ideal da Aliança, que consistia em “cumprir a justiça, amar fielmente e caminhar humildemente diante de Deus”. Ele predisse o nascimento, em Belém-Éfrata, do Rei Pacífico que apascentaria o rebanho do Senhor (M).

16. Em Roma, Santa Priscila (também na Folhinha do Coração de Jesus), que se consagrou, assim como os bens, âo serviço dos mártires. Dama romana, está ligada à mais antiga e interessante das catacumbas. Crê-se gue o apóstolo São Pedro viveu numa vila que era de propriedade da nobre santa, na via Salária, então centro de atividade apostólica do primeiro papa. Conforme pág 413: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

17. Santo Honorato, abade e confessor. Ver páginas 407-408: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

18. Santo Henrique, ermitão. Ver páginas 409-410: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

19. Outros santos do dia 16 de janeiro, 401-413:

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 16 de janeiro, ver ainda: 16 de janeiro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 135-137:

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Maria, protegei-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedei por nós!

Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A VOSSA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES.

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

MUITO OBRIGADO!

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.