Santas e Santos de 15 de abril

1.   Na Trácia, re­gião do Sul da Eu­ropa, os santos Te­o­doro e Pau­sí­lipo, már­tires, que, se­gundo a tra­dição, so­freram a morte no tempo do im­pe­rador Adriano. († 117/137)

2.   Em Mira, na Lícia, na ac­tual Tur­quia, São Cres­cente, que so­freu o mar­tírio na fogueira. († data inc.). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Mira, na Ásia Menor, São Crescêncio, martirizado por ter tentado que seus concidadãos abandonassem o culto dos ídolos inanimados, convidando-os a adorar o Senhor e Criador da Vida (M)

3.   No Monte d’Oro, no Pi­ceno, hoje nas Marcas, re­gião da Itália, São Marão, mártir. († data inc.)

4.   Em Roma, junto de São Pedro, a co­me­mo­ração de Santo Abúndio, que, se­gundo o tes­te­munho do papa São Gre­gório, foi hu­milde e fiel missi­o­nário desta igreja. († c. 564)

5.   Em Scissy, no ter­ri­tório de Cou­tances da Gália, na ac­tual França, o se­pul­ta­mento de São Pa­terno, bispo de Avran­ches, que fundou muitos mos­teiros e, eleito já sep­tu­a­ge­nário para a sede epis­copal, fi­nal­mente, com grande con­ten­ta­mento en­tregou a sua alma a Deus no mos­teiro deste lugar. († c. 565). Ver páginas 363-36http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

– Ver DIA 16 DE ABRIL: São Paterno de Avranches, Bispo e Confessor. Conforme o Martirológio Romano-Monástico (de 16 de abril), no séc. VI, São Paterno, bispo de Avranches. Inicialmente monge da diocese de Poitiers, procurou um eremitério em Scicy, perto de Coutances, de onde sua irradiação atraiu uma multidão de seguidores. Segundo palavras de amigos historiadores, “não se via o monarquismo chegar a tamanha fecundidade desde os tempos de São Martinho (M).

– Ver páginas 413-417: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

6*.   No mos­teiro de Lan­delles, no ter­ri­tório de Bayeux, na Nor­mandia, ac­tu­al­mente também na França, Santo Or­tário, abade, de­di­cado a uma vida de aus­te­ri­dade e de oração e as­síduo na as­sis­tência aos en­fermos e aos pobres. († s. XI)

– Ver página 364: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

7*.   Em Avi­nhão, na Pro­vença, re­gião da França, o Beato César de Bus, pres­bí­tero, que, con­ver­tendo-se da vida mun­dana, se de­dicou à pre­gação e à ca­te­quese e fundou a Con­gre­gação da Dou­trina Cristã, des­ti­nada a dar glória a Deus pela for­mação dos fiéis. († 1607)

8*.   Em Ka­lawao, na ilha de Mo­lokai, na Oce­ania, São Da­mião de Veuster (José de Veuster), pres­bí­tero da Con­gre­gação dos Mis­si­o­ná­rios dos Sa­grados Co­ra­ções de Jesus e Maria, que se con­sa­grou com tanta mag­na­ni­mi­dade à as­sis­tência dos le­prosos, que também ele su­cumbiu atin­gido pela lepra. († 1889). Ver “Damião de MolokaiPadre Damião, formalmente Jozef de Veuster, SS.CC. (TremelooBélgica3 de janeiro de 1840 – MolokaiHavaiEstados Unidos15 de abril de 1889) foi um missionário católico belga da Congregação dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, venerado especialmente pelos habitantes do arquipélago do Havai e pela cristandade em geral por ter dedicado a sua vida ao cuidado dos leprosos de Molokai, no reino do Havai.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Dami%C3%A3o_de_Veuster

– Ver também dia 10 de maio

09. São Pedro Gonçalves ou Gonzales (Vulgarmente Santo Elmo, patrono dos marinheiros da Espanha). Ver páginas 360-362: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

– Ver “Os marujos de Espanha e Portugal o invocavam em todas as tempestades sob o nome de Santo Elmo.”: https://www.pliniocorreadeoliveira.info/DIS_SD_670414_Sao_Pedro_Gonzalez.htm

– Ver também “Frei Pedro González, da Ordem dos Pregadores, morreu em 1246, no dizer da Espana Sagrada (‘)• E o mesmo vem noutros escritores (2). Porém, Frei Diogo do Rosário traz 1240 (3), não sabemos se por engano. Para o nosso fim, tem pouca importância o ano exacto da morte.”: https://repositorio.ucp.pt/bitstream/10400.14/5045/1/LS_S1_08_Mario%20Martins.pdf

10. No mesmo dia, em Roma, as santas Basilissa e Anastácia (também na Folhinha do Coração de Jesus), mulheres valorosas que, tendo sido discípulas dos apóstolos, permaneceram firmes na fé e, sob o imperador Nero, tiveram a língua e os pés cortados. Obtiveram a coroa do martírio, morrendo sob o gume do gladio. Ver página 365: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%206.pdf

11. Santos Mártires Maron, Êutiques e Vitorino ou Vitoriano (também na Folhinha do Coração de Jesus), os quais, exilados primeiro com Santa Flávia Domitila para a ilha Poncia, pela fé de Cristo, voltaram depois livres, em tempo do imperador Nerva; mas porque convertiam muitos à fé, foram finalmente mortos com vários suplícios, na perseguição de Trajano, por ordem do juiz Valeriano (Conforme Martirológio, Ed. Permanência).

– Ver página 365: VIDAS DOS SANTOS – 6.pdf (obrascatolicas.com)

12. Sob o imperador Décio, a paixão dos Santos Máximo e OIimpíada, cristãos persas, condenados à morte sem julgamento. Sofreram corajosamente sua pena entoando salmos (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

– Ver página 365: VIDAS DOS SANTOS – 6.pdf (obrascatolicas.com)

13. São Ruadhán de Lorrha. Ver “São Ruadhán mac Fergusa Birn, também conhecido por RowanRuadonRoadanRodon a Rodan, foi um abade cristão irlandês que fundou o mosteiro de Lorrha (LothraCondado de TipperaryIrlanda), perto de Terryglass. Ele era conhecido pelas suas profecias. Depois da sua morte, ele começou a ser venerado como um santo e um dos Doze Apóstolos da Irlanda.[1][2] 15 de Abril é o dia em que é venerado.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ruadh%C3%A1n_de_Lorrha

– Ver página 364: VIDAS DOS SANTOS – 6.pdf (obrascatolicas.com)

14. Outros santos do dia 15 de abril: págs. 360-365 (vol.6): VIDAS DOS SANTOS – 6.pdf (obrascatolicas.com)

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”. 

R/: Demos graças a Deus!” 

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre 15 de abril, ver ainda: 15 de abril – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA: 

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/ 

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 328-329: 

Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf 

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf 

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997 

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com 

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular. 

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES) 

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver! 

Querida Mãe Maria, proteja-nos! 

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! 

Amém! 

* PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO!  NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM! 

* OBSERVAÇÃO: MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS/OS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. 

CONTATE-NOS, POR GENTILEZA: 

barpuri@uol.com.br 

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS! 

* “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho) 

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro) 

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém! 

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021) 

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!” 

Ver: 

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.