Santas e Santos de 07 de maio

1.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Do­mi­tila (Santa Flávia Domitila, na Folhinha do Coração de Jesus e no Martirológio Romano-Monástico) mártir, que era so­brinha do cônsul Flávio Cle­mente e, na per­se­guição do im­pe­rador Do­mi­ciano, acu­sada de ter re­ne­gado os deuses pa­gãos, pelo seu tes­te­munho de fé em Cristo foi de­por­tada com ou­tros fiéis para a ilha de Ponza, onde so­freu um longo martírio. († s.I/II).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto do ano de 95, o martírio de Santa Flávia Domitila. Recebera a véu das virgens consagradas das mãos de São Clemente de Roma Aparentada com a família imperial reinante, foi banida por causa de sua fé cristã. (M).

– Ver mais Santa Eufrosina e Teodora, amigas de Santa Flávia Domitila, martirizadas juntas. Ver páginas: 167-168: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf:

– Ver também “Flávia Domitila foi uma romana da dinastia flaviana, neta do imperador Vespasiano (r. 69–79) e de Domitila, a Maior, e sobrinha dos imperadores Tito (r. 79–81) e Domiciano (r. 81–96). Era filha de Domitila, a Menor, possivelmente com Quinto Petílio Cerial.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Fl%C3%A1via_Domitila

2.   Em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na Tur­quia, os santos Flávio e quatro companheiros, mártires. († s. III/IV)

3*.   Em Le Mans, na Gália, hoje na França, São Ce­ne­rico, diá­cono e monge, que, de­pois de vi­sitar os se­pul­cros dos santos Mar­tinho de Tours e Ju­lião de Le Mans, passou a vida em so­lidão e austeridade. († s. VII)

4.   Em Be­verley, na Nor­túm­bria, na ac­tual In­gla­terra, o pas­sa­mento de São João, bispo de Hexham e de­pois bispo de York, que as­so­ciou ex­ce­len­te­mente o mi­nis­tério pas­toral com a oração so­li­tária e, re­nun­ci­ando à função epis­copal, passou o resto da sua vida no mos­teiro que fun­dara neste lugar. († 721).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Inglaterra, no ano da graça de 721, São João, arcebispo de York, que ocupou aquela Sé durante trinta e três anos e depois se retirou para o mosteiro de Beverly, que ele fundara (M).

– Ver São João de Beverley, Bispo de York, páginas 164-165: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

5*.   No mos­teiro de Ni­e­den­burg, na Ba­viera, re­gião da Ale­manha, a Beata Gi­sela, que, ca­sada com Santo Es­têvão, rei da Hun­gria, ajudou o es­poso na obra da pro­pa­gação da fé e, de­pois da morte do rei, pri­vada de todos os seus bens e exi­lada da corte real, se re­co­lheu neste mos­teiro, do qual foi de­pois abadessa. († 1060).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, no séc. XI, a Bem-Aventurada Gisela, irmã de Santo Henrique, imperador da Alemanha, e esposa de Santo Estêvão, rei da Hungria. Viúva, entrou para o mosteiro de Niederburg, do qual se tornou abadessa. (X).

– Ver “Gisela da Hungria ou Gisela da Baviera (Bavierac. 985 – Passau7 de maio de 1065), foi abadessa e rainha da Hungria. Era filha do duque bávaro Henrique, o Briguento e de Gisela da Borgonha. Apesar de ser conhecida como Santa Gisela, sua canonização foi tentada no século XVIII, mas foi apenas declarada bem-aventurada em 1975.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Gisela_da_Baviera

6*.   Em Kiev, na Ucrânia, Santo An­tónio, ere­mita, que se­guiu no mos­teiro das Grutas a vida mo­nás­tica que apren­dera no Monte Athos. († 1073)

7*.   Em Cre­mona, na Lom­bardia, re­gião da Itália, o Beato Al­berto de Bérgamo, agri­cultor, que su­portou pa­ci­en­te­mente as re­pre­en­sões da es­posa por causa da sua grande li­be­ra­li­dade para com os po­bres e, obri­gado a deixar as terras, viveu na po­breza como irmão da Pe­ni­tência de São Domingos. († 1279)

8*.   Em Roma, Santa Rosa Veneríni, virgem de Vi­terbo, que, jun­ta­mente com as Pi­e­dosas Mes­tras, abriu as pri­meiras es­colas na Itália para a ins­trução da ju­ven­tude feminina. († 1728)

9.   Em Gé­nova, na Itália, Santo Agos­tinho Roscélli, pres­bí­tero, que, para a for­mação das jo­vens, fundou a Con­gre­gação das Irmãs da Ima­cu­lada Con­ceição da Bem-aven­tu­rada Virgem Maria. († 1902)

10♦.   Em Turim, ciade da Itália, o Beato Fran­cisco Paleári, pres­bí­tero do Ins­ti­tuto Cot­to­lengo, que se de­dicou aos po­bres e aos en­fermos na Pe­quena casa Di­vina e ao en­sino, dis­tin­guindo-se pela sua afa­bi­li­dade e paciência. († 1939)

11. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Nicomédia, no séc. III, São Quadrato (M).

Ver também 26 de maio

12. São Juvenal, mártir, na Folhinha do Coração de Jesus.

– Ver página 168: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

13. Santo Augusto, mártir, na Folhinha do Coração de Jesus.

Ver página 168: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

14. Beata Maria de São José Alvarado. Agostiniana Recoleta.

– Ver “… Dia 22 de janeiro de 1902, Laura ratifica seu voto de virgindade e no dia 13 de setembro do ano seguinte pronuncia os votos perpétuos de pobreza, obediência e castidade. Na profissão mudou seu nome pelo de Maria de São José.”: https://www.agustinosrecoletos.com/events/beata-maria-de-sao-jose-alvarado-virgem/?lang=pt-pt

– Ver também “Primeira beata da Venezuela… Hoje celebramos o 25º aniversário do processo de beatificação da nossa Madre Maria de São José, processo que culminou no dia 7 de maio de 1995, com o papa João Paulo II.

Em 7 de maio de 1995 o Papa São João Paulo II a declarou oficialmente beata. “A Madre Maria é uma mulher que soube fundir de maneira admirável oração e ação (…) consumando-se em um amor ilimitado em Deus e na prática da mais genuína caridade com o próximo”, afirmou naquela ocasião o Santo Padre.”: https://recoletosstv.org/2020/05/07/beata-maria-de-sao-jose-25-anos-de-beatificacao-da-primeira-beata-de-venezuela/

15. São Serênico e São Sereno, irmãos. Ver páginas 162-163: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%208.pdf

16. Outros santos do dia 07 de maio: págs. 155-168 (vol.08): obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS DOS SANTOS – 8.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 07 de maio, ver ainda: 7 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 383-384: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.(últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

Ver:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.