Santas e Santos de 19 de maio

1.Em Roma, no ce­mi­tério de Ca­listo, junto à Via Ápia, Santo Ur­bano I, papa, que, de­pois do mar­tírio de São Ca­listo, go­vernou fi­el­mente du­rante oito anos a Igreja Romana. († 230). Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 25 de maio, em Roma, em 230,

Santo Urbano I, papa, cujo pontificado transcorreu entre duas perseguições. Consagrou sua energia a curar as feridas e a consolidar as bases da Igreja (M)

Ver págs. 197-198: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdfVer “Papa Urbano I (222-230) – (n.?- m. Roma230), foi papa da Igreja Católica entre 222 e 23 de Maio de 230.[1] Pouco conhecido, o seu pontificado coincidiu com a época de tolerância do imperador Alexandre Severo.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Urbano_I

– Ver também “Muitas dúvidas pairam também sobre a morte do Papa Urbano, que, para algumas fontes, foi natural, mas violenta para outros, que falam de um assassinato por obra do prefeito Almenio.
Uma “Passio” tardia relata que ele foi um mártir, ligado à história de Santa Cecília, mas os documentos não são fidedignos neste aspecto.
Segundo o “Liber Pontificalis”, a biografia mais verossímil dos Papas, no início da Idade Média, os restos mortais do Papa Urbano I descansam no cemitério de São Calisto, na Via Ápia, em Roma.”: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/19/s–urbano-i–papa.html

2.   Também em Roma, os santos Par­ténio e Ca­ló­gero, már­tires, que, no tempo do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, deram in­signe tes­te­munho de Cristo. († 304)

3*.   Em Arrás, na Nêus­tria, ac­tu­al­mente na França, Santo Adolfo, bispo si­mul­ta­ne­a­mente de Arrás e de Cambrai. († 728)

4.   Em Can­tuária, na In­gla­terra, São Duns­tano (São Dunstan), bispo, que, como abade de Glas­ton­bury, ins­taurou e pro­pagou a vida mo­nás­tica, e de­pois, su­ces­si­va­mente na sede epis­copal de Win­cester, de Lon­dres e fi­nal­mente de Can­tuária, tra­ba­lhou para pro­mover a con­cor­dância re­gular dos monges e das monjas. († 988).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 988, São Dunstan, abade beneditino, que tornou-se bispo de Worcester e de Londres, e mais tarde arcebispo de Cantuária. No século de ferro, ele reavivou a chama da vida monástica na Grā-Bretanha. (M).

Ver páginas 45-63: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Dunstano (em latimDunstanus Cantuariensis) foi abade de Glastonbury, bispo de Worcester, bispo de Londres e arcebispo de Cantuária. Foi canonizado e é venerado como santo.[3] Foi o responsável por restaurar a vida monástica na Inglaterra e por reformar a Igreja inglesa. Seu biógrafo do século XI, Osberno de Cantuária, ele próprio um artista e escritor, afirma que Dunstano era habilidoso “em pinturas e em formar letras”, o que era comum entre os membros mais seniores do clero de sua época.[4]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dunstano

5.   Em Flo­rença, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, a Beata Hu­mi­liana (Umiliana) da Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco, que su­portou ad­mi­ra­vel­mente os maus tratos do es­poso com exem­plar pa­ci­ência e man­sidão e, quando ficou viúva, se con­sa­grou to­tal­mente à oração e às obras de caridade. († 1246).

Ver págs. 73-75 (Santa Humiliana ou Emiliana): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

6.   Em Fu­mone, perto de Alátri, no Lázio, re­gião da Itália, o dia natal de São Pedro Celestino, que, de­pois de pra­ticar a vida ere­mí­tica nos Abruzos com fama de san­ti­dade e dom de mi­la­gres, já oc­to­ge­nário foi eleito Pon­tí­fice Ro­mano, to­mando o nome de Ce­les­tino V, mas no mesmo ano ab­dicou deste cargo e pre­feriu re­gressar à solidão. († 1296).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 1296, o nascimento no céu de São Pedro Celestino. Foi monge beneditino perto de Benevento. Depois, levou vida eremítica nas altitudes ermas de Magella, onde fundou a congregação que leva seu nome. Sua reputação de santidade lhe valeu a eleição para pana cargo que ele aceitou para fazer cessar a vacância da Santa Sé que já durava dois anos. Mas, pouco preparado para este cargo, renunciou a ele seis meses depois, voltando para o seu mosteiro. (B).

Ver págs. 81-85: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver: https://evangelhoquotidiano.org/PT/display-saint/2e9f95ea-cb5b-4c3f-a224-240c699cffdc

– Ver também “Papa São Celestino V, O.S.B. (1209/1210 (ou 1215?) — 19 de maio de 1296), proveniente da ordem beneditina, papa de 29 de agosto a 13 de dezembro de 1294 (a lista oficial do Vaticano inicia este pontificado em 5 de julho, dia da eleição, mas Celestino não era bispo antes de ser consagrado bispo de Roma, em 29 de agosto)”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Celestino_V

– Ver ainda: “…«Eu, Papa Celestino V, impelido por legítimas razões, pela humildade e debilidade do meu corpo e pela maldade da Plebe, e com o intuito de retornar à minha tranquilidade perdida, renuncio livre e espontaneamente ao Pontificado, como também ao trono, à dignidade, às honras e ônus, que comporta». Com estas palavras, no dia 13 de dezembro de 1294, Celestino despoja-se dos seus paramentos sagrados e se reveste com o antigo saio… Ao passar para a história pela sua “grande renúncia”, – deplorada por Dante, na Divina Comédia, – Pedro foi exemplo de liberdade evangélica e santidade. São Pedro Celestino V foi canonizado pelo Papa Clemente V, em 1313. Seus restos mortais, que descansam na Basílica de Collemaggio, são meta de contínuas peregrinações. Entre os mais ilustres peregrinos destaca-se Bento XVI, que, em 2009, ali deixou o pálio recebido no início do seu Pontificado.”, em: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/19/s–pedro-celestino-v–papa–pietro-del-murrone-.html

– Ver ainda “…Pedro era um velho monge de oitenta e quatro anos quando foi nomeado Papa. Aconteceu de uma forma muito incomum. Durante dois anos, não houve Papa, porque os Cardeais não podiam decidir quem escolher. São Pedro enviou-lhes uma mensagem para que decidissem rapidamente, pois Deus não gostou da longa demora. Então, eles escolheram o próprio santo velho eremita! O pobre Pedro chorou ao saber da notícia, mas aceitou com pesar e adotou o nome de Celestino V.
Ele foi Papa apenas cerca de cinco meses. Por ser tão humilde e simples, todos se aproveitaram dele. Ele não podia dizer “não” a ninguém, e logo as coisas ficaram uma grande confusão. Por fim, o Santo decidiu que era melhor renunciar ao cargo de Papa. Fez isso e depois se jogou aos pés dos Cardeais por não ter sido capaz de governar a Igreja. Que impressão sua humildade causou em todos eles!
São Celestino esperava viver em paz em um de seus mosteiros. Mas o novo Papa achou que seria mais seguro mantê-lo onde os ímpios não pudessem tirar vantagem dele. O santo foi colocado em uma cela e morreu lá. No entanto, ele estava alegre e perto de Deus…”: Saint of the Day May 19 (lngplants.com)

Ou:

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay19.html#1616_Georgian_martyrs_of_Persia_are

7.   Num cas­telo pró­ximo de Tré­guier, na Bre­tanha Menor, re­gião da França, Santo Ivo (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero, que exerceu a jus­tiça sem acepção de pes­soas, pro­moveu a con­córdia, de­fendeu as causas dos ór­fãos, das viúvas e dos po­bres por amor de Cristo e re­cebeu os in­di­gentes em sua casa. († 1303).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Kermartin, perto de Tréguier, na Bretanha, em 1303, Santo Ivo, sacerdote. Estudou Direito e Teologia em Paris e Orléans e voltou à sua região, onde foi nomeado reitor de diversas paróquias. Por toda parte fez-se advogado dos pobres, das viúvas e dos órfãos, e defendeu a liberdade religiosa da Igreja. É o padroeiro celeste dos advogados e dos juristas. (F).

Ver págs. 64-72: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também: Santo Ivo, padroeiro dos advogados “Ivo Hélory de KermartinIvo de Tréguier ou Santo Ivo (Minihy-Tréguier17 de outubro de 1253 — 19 de Maio de 1303) é o santo católico padroeiro de todos os profissionais da área de Direito, especialmente dos advogados[1]. Seu nome em língua francesa é Yves Hélory de Kermartin.

Foi franciscano terciário (da Ordem Terceira de São Francisco).”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ivo_de_Kermartin

8*.   Em Sena, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, o Beato Agos­tinho Novélli, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agos­tinho, muito afei­çoado à ver­da­deira hu­mil­dade e à per­feita ob­ser­vância religiosa. († 1310)

9*.   Em Gra­nada, na Es­panha, os be­atos már­tires João de Cetina, pres­bí­tero, e Pedro de Dueñas, re­li­gioso, ambos da Ordem dos Me­nores Con­ven­tuais, que, pela sua pro­fissão de fé em Cristo, foram mortos às mãos do pró­prio rei dos Mouros. († 1397)

10*.   Em Su­zuta, no Japão, o Beato João de São Do­mingos Martinez, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que morreu por Cristo no cárcere. († 1619)

11*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, o Beato Pedro Wright, pres­bí­tero e mártir, que, tendo pro­fes­sado a fé da Igreja ca­tó­lica e en­trado na Com­pa­nhia de Jesus, onde foi pro­mo­vido às Or­dens Sa­cras, no tempo da Re­pú­blica pa­deceu o pa­tí­bulo de Ty­burn por causa do sacerdócio. († 1651)

12.   Em Fu­céc­chio, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, São Teó­filo da Corte, pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que pro­moveu muito os santos re­tiros para os Ir­mãos e mos­trou grande de­voção à Paixão do Se­nhor e à Virgem Maria. († 1740).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Toscana, em 1740, São Teófilo de Corsta, franciscano. Firme e manso, reanimou a vitalidade de sua Ordem, ganhando a admiração dos religiosos que lhe eram pouco favoráveis. (M)

13.   .   Em Roma, São Crispim de Viterbo (também na Folhinha do Coração de Jesus), re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que, du­rante as suas ca­mi­nhadas pelas po­pu­la­ções mon­ta­nhosas a pedir es­mola, en­si­nava aos cam­po­neses os ru­di­mentos da fé. († 1750)

– Ver “São Crispim (Viterbo13 de novembro de 1668 — Roma19 de maio de 1750) foi um religioso católico italiano.[1] Recebeu formação jesuíta, mas acabou se tornando capuchinho. Foi o primeiro santo canonizado por papa João Paulo II. Seu dia é comemorado em 4 de junho.[1]”: Crispim de Viterbo – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também “São Crispim de Viterbo. Pedro Fioretti entrou para a Ordem dos Capuchinhos, em 1693, como Frei Crispino. Por 40 anos, viveu em Orvieto, como agricultor de hortaliças e, depois, como mendigo; viajou pela Itália, sempre amado por seus aforismos. Foi o primeiro Santo a ser canonizado por São João Paulo II, em 1982.”:  https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/19.html

14*.   Ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato João Bap­tista Xa­vier Loir (João Luís Loir), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, apri­si­o­nado quase oc­to­ge­nário numa ga­lera por causa do sa­cer­dócio, aí foi en­con­trado de jo­e­lhos e morto. († 1794)

15♦.        Em Fi­a­na­rantsoa, no Ma­da­gáscar, o Beato Ra­fael Luís Rafiringa, re­li­gioso dos Ir­mãos das Es­colas Cristâs, que, con­ver­tido do pa­ga­nismo, man­teve a pre­sença e a vi­ta­li­dade da Igreja em Ma­da­gascar quando todos os sa­cer­dotes ti­nham sido expulsos. († 1919)

16*.   Em Car­ta­gena, ci­dade da Colômbia, Santa Maria Bernarda (Ve­rena Bütler), virgem, na­tural da Suíça, que fundou a Con­gre­gação das Irmãs Mis­si­o­ná­rias Fran­cis­canas de Maria Auxiliadora. († 1924).

– Ver “Maria Bernarda Bütler, nascida Verena Bütler (Canonizada pelo Papa Bento XVI em 12 de outubro de 2008). Auw28 de maio de 1848 – Cartagena19 de maio de 1924) foi uma religiosa católica suíça que atuou na América Latina. Foi canonizada no dia 12 de outubro de 2008, pelo Papa Bento XVI, tornando-se a primeira mulher suíça a ser canonizada pela Igreja Católica[1].”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Bernarda_B%C3%BCtler

17*.   No campo de con­cen­tração de Da­chau, pró­ximo de Mu­nique, na Ba­viera, re­gião da Ale­manha, o Beato José Czempiel, pres­bí­tero e mártir, na­tural da Po­lónia, que, du­rante a guerra, mor­rendo numa câ­mara de gás letal, se as­so­ciou ao sa­cri­fício de Cristo. († 1942)

18♦.        Em Par­ti­nico, lo­ca­li­dade da Si­cília, re­gião da Itália, a Beata Jo­se­fina Su­riano (Pina Su­riano), leiga consagrada. († 1950)

19. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. II, Santa Pudenciana (também na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Prudenciana). A grande família romana do Pudens foi uma das primeiras a se converter e a oferecer às comunidades cristãs as casas de que dispunha, e das quais uma, com o tempo, tornou-se a Igreja estacional de Santa Pudenciana (M).

– Ver “Santa Pudenciana de Roma ou Potenciana, era filha de São Pudente e irmã de Santa PraxédiaSanta Pudenciana morreu na flor da idade com dezesseis anos, no dia 19 de maio de 160. Enterrada ao lado do pai, no cemitério de Priscila, logo mais, no dia 21 de julho do mesmo ano, teve, a repousar bem junto a si, o corpo da irmã.), págs. 76-78: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Santa Pudenciana é uma santa tradicional cristã do século II d.C. Ela é também por vezes chamada de Pudentiana e aparece frequentemente ao lado de sua irmã, Santa Praxedes.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pudenciana_de_Roma

20. São Pudente, confessor. Ver “… é o pai das santas Pudenciana e Praxédia, consoante vimos antes. São Pudente foi discípulo do papa Pio I, que faleceu em 16l.”, pág. 79: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

21. Bem-aventurada Bartolomea de Siena, virgem. Ver “Chamada Isabel, depois de ter tomado o habito da ordem terceira dos servitas da Virgem Maria a bem-aventurada ficou mais conhecida com o nome que encima estas poucas linhas… Diz-se dela que, à morte do bem-aventurado Francisco de Siena, viu-o receber das mãos de Nossa Senhora , na augustíssima presença da Santíssima Trindade, uma indescritível coroa de pedras preciosas. Falecida em 1348, teve os restos conservados em Siena, na igreja dos servitas.”, pág. 80: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

22. Santa Joaquina de Vedruna de Mas. Ver “Joaquina de Vedruna de Mas (em catalãoJoaquima de Vedruna) é uma santa católica espanhola e fundadora da Congregação das Irmãs Carmelitas da Caridade de Vedruna.”: Joaquina de Vedruna – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

23. Outros santos do dia 19 de maio: págs. 45-86 (vol.09): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 19 de maio, ver ainda: 19 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 407-410: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. Saint of the Day (lngplants.com)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.(últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”,
mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMay18.html#1616_Georgian_martyrs_of_Persia_are)

-Ver o blog:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.