Santas e Santos de 23 de maio

PENTECOSTES: 23 DE MAIO DE 2021

Pentecostes (“quinquagésimo” em grego) é uma das celebrações mais importantes do calendário cristão e comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo, sua mãe Maria e outros seguidores. O Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa, e ocorre no décimo dia depois da celebração da Ascensão de Jesus. Isto porque ele ficou quarenta dias, após Sua ressurreição, dando os últimos ensinamentos a seus discípulos.E para os cinquenta dias que se completam da Páscoa até o último dia da grande festa de Pentecostes, sobram dez dias [1]. Foram estes os dias em que os discípulos permaneceram no cenáculo até a descida do Espírito Santo no dia de Pentecostes.

Pentecostes é historicamente e simbolicamente ligado ao festival judaico da colheita (Shavuot), que comemora a entrega dos Dez Mandamentos no Monte Sinai cinquenta dias depois do Êxodo. Para os cristãos, o Pentecostes celebra a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e seguidores de Cristo, através do dom de línguas, como descrito no Novo Testamento, durante aquela celebração judaica do quinquagésimo dia em JerusalémPor esta razão o dia de Pentecostes é, às vezes, considerado o dia do nascimento da igreja cristã. O movimento pentecostal tem seu nome derivado desse evento.

A ocasião (o Domingo de Pentecostes) é o último dia da Festa do Divino Espírito Santo, muito difundida no catolicismo popular brasileiro e de outros países.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pentecostes

==========

Aparição de Nossa Senhora de Laus em Dauphiné, sul da França… 209.pdf

Nossa Senhora de Laus, Refúgio dos pecadores, olhai com bondade e compaixão para nossas fraquezas físicas e morais! Tende misericórdia de vossas crianças e condescendência para converter todos nós inteiramente ao amor de vosso Divino Filho Jesus!”

… “Eu pedi Laus para meu Filho para a conversão dos pecadores, e Ele ma concedeu a Mim” …

Irmã Benoite Rencurel foi declarada Venerável em 1871 e beatificada em 1984. A Igreja no Laus foi elevada à categoria de Basílica menor em 1893.: https://virgemimaculada.wordpress.com/2011/09/07/as-aparicoes-de-nossa-senhora-de-laus/

– Ver ainda “No dia 4 de maio de 2008, durante Missa celebrada em Laus, o Bispo de Gap (França), Dom Jean-Michel di Falco, acompanhado por vinte cardeais e arcebispos do mundo, anunciou a aprovação oficial da Igreja das aparições marianas testemunhadas nesta vila dos altos Alpes franceses pela vidente Benôite (Benta) Rencurel: Reconheço a origem sobrenatural das aparições e os fatos e ditos, experimentados e narrados por Benôite Rencurel. Animo a todos os fiéis a vir e orar, e procurar renovação espiritual neste santuário”, declarou Dom di Falco.”: https://www.a12.com/academia/titulos-de-nossa-senhora/nossa-senhora-de-laus

– Ver: https://www.paieterno.com.br/2019/08/30/nossa-senhora-de-lVaus-a-importancia-dos-sacramentos/

– Ver ainda: https://www.youtube.com/watch?v=pezKPTbUetk

–  Ver: http://www.sanctuaire-notredamedulaus.com/

–  Ver: https://pt.zenit.org/articles/franca-reconhecidas-oficialmente-aparicoes-de-nossa-senhora-de-laus/

– Ver “…Nossa Senhora de Laus – Localização – Saint-Étienne-le-Laus , FrançaEncontro: 1664-1718 – Testemunha: Benoîte RencurelSanta Sé aprovação: 05 de maio de 2008, durante o Pontificado de Bento XVI

Nossa Senhora de Laus ( francês : Notre-Dame du Laus ) ou Refúgio dos Pecadores denota aparições marianas ocorridas entre 1664 e 1718 em Saint-Étienne-le-Laus , França , a Benoite Rencurel , uma jovem pastora. Eles foram aprovados pela Santa Sé em 5 de maio de 2008. O Papa Pio IX concedeu uma coroação canônica à sua imagem de mármore em 23 de maio de 1855: https://pt.qwe.wiki/wiki/Our_Lady_of_Laus#Background

https://www.google.com/search?q=nossa+senhora+de+laus&oq=N&aqs=chrome.1.69i57j69i59l3j69i60j69i61l2j69i60.3159j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

– Ver também páginas 134-135: VIDAS DOS SANTOS – 9.pdf (obrascatolicas.com)

SANTAS E SANTOS DE 23 DE MAIO

1.   Em Car­tago, na ac­tual Tu­nísia, os santos Lúcio, Mon­tano, Ju­lião, Vi­to­rico, Vítor e Do­na­ciano, már­tires, que, no tempo do im­pe­rador Va­le­riano, por con­fes­sarem a re­li­gião e a fé que apren­deram de São Ci­priano, con­su­maram o martírio. († c. 259)

2.   Co­me­mo­ração dos santos már­tires da Capadócia, hoje na Tur­quia, que, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Ma­xi­miano, mor­reram ao serem-lhes que­bradas as pernas. († 303)

3.   Comemoração dos santos mártires da Mesopotâmia, que, no mesmo tempo, suspensos com os pés para cima e a cabeça para baixo, foram sufocados pelo fumo e queimados a fogo lento. († 303)

4.   Em Ná­poles, na Cam­pânia, re­gião da Itália, Santo Efebo, bispo, que go­vernou san­tis­si­ma­mente e serviu fi­el­mente o povo de Deus. († s. IV)

5.   Em Lan­gres, na Gália Li­o­nense, na ac­tual França, a paixão de São De­si­dério, bispo, que, se­gundo a tra­dição, ao ver como o seu povo era opri­mido pelos Vân­dalos, foi ao en­contro do rei vân­dalo para su­plicar pelo povo; mas, por ordem do rei foi ime­di­a­ta­mente de­go­lado, ofe­re­cendo-se assim vo­lun­ta­ri­a­mente pelo re­banho que lhe es­tava confiado. († c. 355).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 407, a paixão de São Desidério, bispo de Langres. Vendo os males causados a seu povo pelos vândalos, foi até o rei deles para convencê-lo a agir com mais humanidade, Mas aquele mandou que o degolassem imediatamente, e Desidério ofereceu de bom grado a  vida por seu rebanho, (M)

6.   No ter­ri­tório de Nórcia, na Úm­bria, re­gião da Itália, Santo Eu­tí­quio, abade, que, se­gundo narra o papa São Gre­gório Magno, pra­ticou vida so­li­tária jun­ta­mente com São Flo­rêncio, con­duziu muitos a Deus com a sua exor­tação e de­pois go­vernou san­ta­mente o mos­teiro próximo. († c. 487)

7.   Também em Nórcia, Santo Es­pe­rança ou Exu­pe­râncio, abade, que du­rante qua­renta anos su­portou a ce­gueira com ad­mi­rável paciência. († c. 517)

8*.   Em Su­biaco, no Lácio, também re­gião da Itália, a co­me­mo­ração de Santo Ho­no­rato, abade, que pre­sidiu ao ce­nóbio onde antes vi­vera São Bento. († s. VI f.)

9*.   Em Nice, na Pro­vença, re­gião da ac­tual França, São Siá­grio, bispo, que edi­ficou um mos­teiro junto do tú­mulo de São Pôncio. († 787)

10.   Em Sí­nada, na Frígia, hoje Ci­fit­ka­saba, na Tur­quia, São Mi­guel (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, homem pa­cí­fico, que pro­moveu a paz e a con­córdia entre os Gregos e os La­tinos; mas, exi­lado por causa do culto das sa­gradas ima­gens, morreu longe da sua pátria. († 826).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IX, São Miguel, metropolita de Sinádia, na Frigia, Um dos principais personagens da Igreja do Oriente de seu tempo, foi mandado em missão a Anchen e a Roma, onde a união entre gregos e latinos foi solenemente proclamada. (M)

– Ver também “Miguel de Sínada ou Miguel, o Confessor (m. 818/23 de maio de 826) foi um bispo de Sínada de 784. Representou o Império Bizantino em missões diplomáticas com Harune Arraxide (r. 786–809) e Carlos Magno (r. 774–814). Foi exilado pelo imperador Leão V, o Armênio (r. 813–820) por sua oposição à iconoclastia. Honrado pelas Igrejas Ortodoxa e Católica Romana, sua celebração ocorre em 23 de maio.”: Miguel de Sínada – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

11*.   Em Gem­bloux, no ter­ri­tório de Liège, na Lo­ta­ríngia, hoje na Bél­gica, o se­pul­ta­mento de São Gui­berto, monge, que, aban­do­nando a car­reira mi­litar e abra­çando a vida mo­nás­tica, cons­truiu um mos­teiro nas terras da sua he­rança, se­guindo ele a vida mo­nás­tica em Gorze, na Lotaríngia. († 962). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. X, a volta para Deus de São Guiberto, Renunciando ao serviço das armas, fundou em suas terras de Gembloux, na região de Namur, um mosteiro do qual se tornou abade, e que acabou por filiar-se à abadia de Gorze, na Lorena. (X).

Ver páginas 137-139: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

12.   Em Roma, São João Bap­tista de Róssi (também na Folhinha do Coração de Jesus; no Martirológio Romano-Monástico, São Batista de Rossi), pres­bí­tero, que aco­lheu todo o gé­nero de in­di­gentes e aban­do­nados e lhes en­sinou a sa­grada doutrina. († 1764).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1764, São Batista de Rossi. Padre originário de Gênova, exerceu o ministério em Roma, no meio dos pobres e dos prisioneiros, aos quais consagrou todos os seus recursos e a maior parte de seu tempo. (M).

Ver págs. 140-141: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf 

– Ver também “João Batista de Rossi (em italianoGiovanni Battista de Rossi; 1698–1764) é um santo católico.[”: João Batista de Rossi – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

13*.   Em Wi­towo, na Po­lónia, os be­atos José Kurzawa e Vi­cente Matuszewski, pres­bí­teros e már­tires, que, du­rante a ocu­pação da sua pá­tria por uma po­tência es­tran­geira, foram mortos pelos ini­migos da Igreja. († 1940)

14. Santo Epitácio, na Folhinha do Coração de Jesus.

– Ver “É provável que São Epitacius tenha sido o primeiro bispo de Tuy na Galícia Espanhola e Basílio o primeiro bispo de Braga, Portugal (Beneditinos).”: Saint of the Day May 23 (lngplants.com)

15. No Martirológio Romano-Monástico, perto de 606, São Desidério, bispo de Vienne, no Dauphiné, apedrejado por ordem do rei Teodorico, a quem havia reprovado os costumes desregrados (M). Ver pág. 136: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

16. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Itália Setentrional, no séc. V, São Mercurial, primeiro bispo de Forli, que fez brilhar a luz verdadeira da fé (M).

17. São Guilherme de Rochester, mártir. Ver págs. 142-143: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf  

18. São Basílio de Braga. Ver “Basílio de Braga foi um bispo católico de Braga entre 60 e 95. Constante das listas lendárias, surgidas da necessidade de afirmação da antiguidade das Igrejas locais face à invasão muçulmana, no século VIII, o nome de São Basílio aparece logo a seguir ao de São Pedro de Rates, tido como primeiro bispo de Braga, uma das mais importantes cidades do norte peninsular no tempo do Império Romano. Apesar de não haver quaisquer provas históricas da sua existência, a devoção na Arquidiocese de Braga perdura até aos nossos dias através das listagens dos bispos bracarenses, incluindo a que pode ser vista na Sé Primacial.

Por suas virtudes foi declarado santo pela igreja católica e é comemorado em 23 de Maio.”:https://pt.wikipedia.org/wiki/Bas%C3%ADlio_de_Braga

19. Santo Arão, o ilustre. Ver “Arão, o Ilustre foi um monge cristão da Mesopotâmia. Nascido no século IV em Sarug, Osroena, foi discípulo de Santo Eugênio. Fundou dois mosteiros nas proximidades Malatya, na atual Turquia. É venerado na Igreja Ortodoxa Síria, sendo celebrado na segunda-feira de Pentecostes, em 3 de fevereiro, em 22 de outubro e em 23 de maio. Arão é incluído no “Martirológio Sírio de Rabban Silba“: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ar%C3%A3o,_o_Ilustre

20. Outros santos do dia 23 de maio: págs. 131-144 (vol.09): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 23 de maio, ver ainda: 23 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 417-419: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. Saint of the Day May 23 (lngplants.com)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos!

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.(últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”,
mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

-Ver o blog:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.