Santas e Santos de 26 de maio

* 26 de maio: NOSSA SENHORA DO CARAVAGGIO (também na Folhinha do Coração de Jesus). Conforme o DIRETÓRIO DE LITURGIA DA CNBB, 2021, NOSSA SENHORA DO CARAVAGGIO, dia 26 de maio, na Diocese de Caxias do Sul, Padroeira Diocesana.

Ver: “Pouco antes da aparição, em 1432, uma batalha entre os dois estados (Veneza e Milão) assustou o país. Neste cenário de desolação, às 17 horas da segunda-feira, 26 de maio de 1432, acontece a aparição de Nossa Senhora a uma camponesa. A história conta que a mulher, de 32 anos, era tida como piedosa e sofredora. A causa era o marido, Francisco Varoli, um ex-soldado conhecido pelo mau caráter e por bater na esposa. Maltratada e humilhada, Joaneta Varoli colhia pasto em um prado próximo, chamado Mezzolengo, distante 2 km de Caravaggio….  A senhora anuncia-se como “Nossa Senhora” e diz: “Tenho conseguido afastar do povo cristão os merecidos e iminentes castigos da Divina Justiça, e venho anunciar a Paz”. Nossa Senhora de Caravaggio pede ao povo que volte a fazer penitência, jejue nas sextas-feiras e vá orar na igreja no sábado à tarde em agradecimento pelos castigos afastados e pede que lhe seja erguida uma capela. Como sinal da origem divina da aparição e das graças que ali seriam dispensadas, ao lado de onde estavam seus pés, brota uma fonte de água límpida e abundante, existente até os dias de hoje e nela muitos doentes recuperam a saúde…. Até mesmo Francisco melhorou nas suas atitudes para com a esposa Joaneta. ”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_de_Caravaggio

Ver tambémEm 1942, num cenário de desolação, Nossa Senhora apareceu diante de uma camponesa chamada Giannetta Varoli, de 32 anos, que era piedosa e sofredora. Disse-lhe que não tivesse medo e que receberia uma grande missão: divulgar a paz”!: http://lproweb.procempa.com.br/pmpa/prefpoa/pwdtcomemorativas/default.php?reg=9&p_secao=13

Ver ainda “A semelhança dos tempos em que Nossa Senhora apareceu a Joaneta com os nossos torna muito atual a mensagem de Caravaggio. O amor na família, a paz na sociedade e a unidade da Igreja são valores tão grandes e ao mesmo tempo tão ameaçados”: http://caravaggio.org.br/historia-e-devocao/

Ver também: http://caravaggio.org.br/

Ver aindaA fé por Nossa Senhora de Caravaggio é incondicional, uma fé de um povo que não mede esforços e acredita nos milagres e poderes da santa virgem de Caravaggio A devoção por Nossa Senhora de Caravaggio faz com que o devoto enfrente a chuva, o vento, o frio e a dor física para agradecer a graça atendida pela santa dos necessitados. ”: https://www.guaraciaba.sc.gov.br/noticias/index/ver/codMapaItem/9283/codNoticia/51596

– Ver também: (3869) DEVOÇÕES – NOSSA SENHORA DO CARAVAGGIO – YouTube

SANTAS E SANTOS DE 26 DE MAIO

1. Me­mória de São Fi­lipe Néri (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero, que, para salvar os jo­vens do mal, fundou em Roma um ora­tório, no qual se pra­ti­cavam as lei­turas es­pi­ri­tuais, o canto e as obras de ca­ri­dade. Foi in­signe pelo seu amor do pró­ximo, sim­pli­ci­dade evan­gé­lica, es­pí­rito alegre, zelo in­fa­ti­gável e fer­vo­roso ser­viço de Deus. († 1595).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Roma, no ano de 1595, São Felipe Néri, sacerdote. Seu comportamento paradoxal e alegre permitia-lhe fazer refletir aqueles que ele abordava, e revelar a sorridente liberdade dos filhos de Deus aos jovens, que gostavam de se reunir perto dele em suas orações, ou “oratórios”, para rezar e cantar. A congregação dos padres do Oratório continuou, depois dele esta forma de apostolado. (R).

Ver páginas 211-234: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Filipe Néri, cognominado O Apóstolo de Roma e O Santo da Alegria (Florença21 de julho de 1515 — 26 de maio de 1595), foi um padre e santo católico

CONGREGAÇÃO DO ORATÓRIO DE SÃO FLIPE NERI.  Em 1564, o Papa Pio IV pediu a Filipe Néri que assumisse a responsabilidade da Igreja de São João dos Florentinos. Foram então ordenados três de seus discípulos. Os religiosos viviam e oravam em comunidade sob a direção de Filipe Néri.

Filipe e seus colaboradores, com o beneplácito do Papa Gregório XIII, adquiriram em 1575 sua própria Igreja, Santa Maria in Vallicella, que estava quase em ruínas e era muito pequena, pelo que decidiu-se demoli-la e construir uma maior, a chamada “Igreja Nova”.

O Papa aprovou formalmente a Congregação do Oratório. Era a única em que os sacerdotes, sendo seculares, viviam em comunidade, mas sem votos. Os membros mantinham suas propriedades, mas deveriam contribuir para as despesas da comunidade. Os que quisessem fazer votos estavam livres para deixar a Congregação e unir-se a uma ordem religiosa. O instituto tinha como fim a oração, a pregação e a administração dos sacramentos.

A aprovação formal e final dos estatutos da congregação ocorreu somente dezessete anos após a morte do fundador, em 1612”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Filipe_N%C3%A9ri

2.   Também em Roma, Santo Eleu­tério, papa, a quem os cé­le­bres már­tires de Lião, então de­tidos no cár­cere, es­cre­veram uma nobre carta sobre a con­ser­vação da paz na Igreja. († 189).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no mesmo dia, Santo Eleutério. Bispo de Roma durante um curto período de paz, presidiu à difusão da doutrina cristã após a perseguição de Cômodo. (M).

Ver páginas 235-236: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

– Ver também “Papa Santo Eleutério (em latim: Eleutherus; em grego: Ελευθέριος) foi o décimo terceiro papa da Igreja Católica,[1] entre 174 e 189. Pensa-se que tenha origem albanesa e sucedeu a São Sotero. Seu nome, em grego, significa Livre ou Libertador. Seu dia é comemorado em 30 de Maio”: Papa Eleutério – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver SANTO DO DIA 26 de maio “Natural de Épiro, Eleutério foi Papa do ano 175 até 189. Tolerante com a heresia de Montano, combateu o gnosticismo e o marcionismo, contra os quais emitiu um Decreto solene. Deve-se a este Papa a celebração da Páscoa no domingo. O Santo foi sepultado no Vaticano, ao lado do túmulo de São Pedro.”: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/26.html

3.   Também em Roma, no ce­mi­tério de Pris­cila, junto à Via Sa­lária Nova, São Si­mé­trio, mártir. († data inc.)

– Ver “Simétrio ou Simítrio era um presbítero romano, sepultado na catacumba de Santa Priscila, ao longo da Via Salária Nova, junto com outros 22 Companheiros. Provavelmente, todos foram martirizados nos últimos anos do império de Antonino Pio, talvez por volta do ano 159.”: https://www.vaticannews.va/pt/santo-do-dia/05/26.html

4.   Em Tódi, na Úm­bria, re­gião da Itália, Santa Fe­li­cís­sima, mártir. († s. III/IV)

5.   No ter­ri­tório de Au­xerre, na Gália, hoje na França, a paixão de São Prisco e com­pa­nheiros, mártires. († data inc.)

6.   Em Can­tuária, na In­gla­terra, o se­pul­ta­mento de Santo Agos­tinho, bispo, cuja me­mória se ce­lebra amanhã. († 604/605)

7.   No ter­ri­tório de Lião, na Gália, ac­tu­al­mente na França, a paixão de São De­si­dério, bispo de Vi­enne, que, por ordem da rainha Bru­nilde, a quem ele cen­su­rava as suas núp­cias in­ces­tu­osas e ou­tras per­ver­si­dades, foi re­le­gado para o exílio, e de­pois, ape­dre­jado por ordem da mesma rainha, re­cebeu a coroa do martírio. († c. 606)

– Ver “Desidério de Vienne foi um arcebispo de Vienne, cronista e mártir medieval…. Desidério é venerado como santo pela Igreja Católica e sua festa é comemorada em 11 de fevereiro[6]. No oriente, a festa é no dia 23 de maio. Uma Vita sobre Desidério foi escrita pelo rei visigodo Sisebuto no século VII[7]. Outra foi escrita anos depois por Ado de Vienne.”: Desidério de Vienne – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver página 136: VIDAS DOS SANTOS – 9.pdf (obrascatolicas.com)

8*.   No mos­teiro de Saint-Pa­poul, também na Gália, hoje na França, São Be­ren­gário, monge. († 1093)

9*.   Em Vence, na Pro­vença, também na ac­tual França, São Lam­berto, bispo, an­te­ri­or­mente monge de Lé­rins, que foi pró­digo para com os po­bres e amigo da pobreza. († 1154)

10*.   Em Sena, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, o Beato Fran­cisco Patrízi, pres­bí­tero da Ordem dos Servos de Maria, que se de­dicou com ad­mi­rável zelo à pre­gação, à di­recção das almas e ao mi­nis­tério da Penitência. († 1328)

11*.   Em Pis­tóia, também na Etrúria, ac­tu­al­mente na Tos­cana, o Beato André Fránchi, bispo, que, de­pois da epi­demia da peste negra, como prior da Ordem dos Pre­ga­dores, res­taurou a vida re­gular nos con­ventos da sua Ordem nesta re­gião e aprovou na sua ci­dade as Ir­man­dades de pe­ni­tentes para pro­mover a paz e a misericórdia. († 1401)

12.   Em Quito, no Equador, Santa Ma­riana de Jesus de Paredes (na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Maria Ana), virgem, que con­sa­grou a Cristo a sua vida na Ordem Ter­ceira de São Fran­cisco e se de­dicou com toda a energia a so­correr os po­bres in­dí­genas e os negros. († 1645)

– Ver: http://www.arquisp.org.br/liturgia/santo-do-dia/santa-maria-ana-de-jesus-paredes

– Ver também: https://g.co/kgs/upJvQ1

13.   Em Fuzhou, lo­ca­li­dade do Fu­gian, pro­víncia da China, São Pedro Sans i Jordá, bispo da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, jun­ta­mente com ou­tros sa­cer­dotes, foi preso e le­vado com ca­deias por longo ca­minho até ao tri­bunal; no lugar do su­plício ajo­e­lhou-se e, ter­mi­nada a oração, apre­sentou vo­lun­ta­ri­a­mente o pes­coço ao cutelo. († 1747)

14.   Em Seul, na Co­reia, São José Chang Song-jib, mártir, que exercia o ofício de far­ma­cêu­tico e, en­car­ce­rado por se ter con­ver­tido à fé cristã, morreu ví­tima de cru­de­lís­simos tormentos. († 1839)

15.   Em Dong Hoi, ci­dade do Aname, no ac­tual Vi­etnam, os santos már­tires João Doan Trinh Hoan, pres­bí­tero, e Ma­teus Hguyen Van Phuong, pai de fa­mília e ca­te­quista, que tinha hos­pe­dado o seu com­pa­nheiro de mar­tírio; pela sua fé, foram ambos tor­tu­rados e cru­el­mente de­go­lados no tempo do im­pe­rador Tu Duc. († 1861)

16.   Em Numyonyo, lo­ca­li­dade do Uganda, Santo André Kagwa, mártir, di­rector dos to­ca­dores de tím­pano do rei Mwanga e seu fa­mi­liar, que, recém-con­ver­tido à fé cristã, en­si­nava aos na­tivos e ca­te­cú­menos a dou­trina do Evan­gelho e por isso foi cru­el­mente assassinado. († 1886)

17.   Em Ttaka Jiunge, também no Uganda, São Pon­ciano Ngondwe, mártir, que era guarda do reino e, quando já co­me­çara a per­se­guição, re­cebeu o Bap­tismo; foi ime­di­a­ta­mente me­tido no cár­cere e morreu tres­pas­sado por uma lança quando era con­du­zido à co­lina do suplício. († 1886)

18. No Martirológio Romano-Monástico, em Atenas, no séc. II, São Quadrato. Dedicou ao imperador uma apologia da religião cristã, na qual relata ter conhecido testemunhas das “obras de Nosso Salvador” (cf. Eusébio – M)

– Ver também “Quadrado de Atenas ou Quadratus de Atenas (em grego: Άγιος Κοδράτος) é conhecido por ter sido o primeiro apologistaEusébio afirmou que ele teria sido discípulo dos apóstolos (auditor apostolorum).[1] Dionísio de Corinto, numa carta sumarizada por Eusébio[2] diz que Quadrado se tornou bispo de Atenas após o martírio de Publius, revigorando a fé da congregação na cidade e a mantendo coesa. Ele é contado entre os Setenta Apóstolos na tradição das Igrejas orientais.”: Quadrado de Atenas – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

– Ver também 07 de maio, outro São Quadrato

19. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 690, a volta para Deus de São Gôndio. Sobrinho de São Vandrilo, fundou um novo centro de vida monástica na Champagne, que acabou por tomar seu nome. (X).

Ver São Gond, páginas 237: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

20. Santa Eva de Liege (na Folhinha do Coração de Jesus).

– Ver “Quando a bem-aventurada Juliana era prioresa do Monte Cornillon, uma de suas amigas mais próximas era uma santa reclusa, Eva, ou Heva, de Liège, a quem ela inspirou com seu próprio propósito entusiástico obter a instituição de uma festa em honra do Santíssimo Sacramento.
Foi na cela de Eva, perto da igreja de St. Martin, que Juliana encontrou refúgio quando foi expulsa de Cornillon pela primeira vez, e foi Eva quem assumiu a missão depois que ela morreu. A ascensão do Papa Urbano IV aumentou suas esperanças, pois ele já havia se mostrado solidário quando, como arquidiácono James Pantaleon, foi abordado sobre o assunto pela Beata Juliana. As esperanças de Eva foram realizadas. Ele não apenas instituiu a festa de Corpus Christi, mas enviou a ela a bula de autorização, bem como um ofício especial para o dia que Santo Tomás de Aquino havia compilado por sua vontade. O culto da Abençoada Eva foi confirmado em 1902.”: Saint of the Day May 26 (lngplants.com)

21. Outros santos do dia 26 de maio: págs. 211-238 (vol.09): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

Sobre 26 de maio, ver ainda: 26 de maio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

1.MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINA 424-427: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp- content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

7. Saint of the Day May 26 (lngplants.com)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO DÊ-NOS, À NOSSA FAMÍLIA E A TODOS OS QUE O SENHOR JÁ CHAMOU E OS QUE ESTÃO AQUI, A GRAÇA DE ESTARMOS COM O SENHOR, A  MÃEZINHA MARIA, SÃO JOSÉ E TODAS AS SANTAS E SANTOS QUANDO O SENHOR NOS CHAMAR TAMBÉM! DÊ-NOS A SUA GRAÇA! OBRIGADO PAI AMADO! PEDIMOS POR JESUS CRISTO, SEU FILHO, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! NÓS CONFIAMOS NO SENHOR! AMÉM!

OBSERVAÇÃO:

MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE   SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES.

ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDEI POR NÓS!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio, lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.(últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”,
mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

-Ver o blog:

https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.