Santas e Santos de 13 de outubro

1.   Co­me­mo­ração de São Teó­filo, bispo de An­ti­o­quia, na ac­tual Tur­quia, homem de exímia cul­tura, que ocupou esta sede epis­copal como sexto su­cessor de São Pedro e es­creveu um livro para de­fender a ver­da­deira fé contra o he­rege Marcião. († s. II).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Antioquia, no séc. II, São Teófilo, bispo. Originário de uma região próxima aos rios Tigre e Eufrates, foi um dos mais célebres apologistas cristãos dos primeiros séculos. (M).

– Ver “… Teófilo de Antioquia (?-186). Teólogo, escritor cristão, apologista e Padre da Igreja que, segundo os dados que chegaram até aos dias de hoje, foi o sexto bispo de Antioquia, da Síria, reinando entre 169 e 182[1] ou 188.[2]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Te%C3%B3filo_de_Antioquia

2.   Em Cór­dova, na His­pânia Bé­tica, os santos Fausto, Ja­nuário e Mar­cial, már­tires, que adornam a ci­dade como três coroas. († s. III/IV).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Córdova, o martírio dos Santos Fausto, Januário e Marcial, qualificados em uma inscrição como “Os três Senhores”. (M)

– Ver “… Em Córdoba, na Espanha, é o aniversário dos santos mártires Fausto, Januário e Marcial. Eles foram torturados; primeiro na tortura, suas sobrancelhas foram raspadas, seus dentes arrancados, suas orelhas e nariz cortados, e o martírio foi completado com fogo… Eles foram torturados cruelmente e depois queimados até a morte.
304 Ss. Fausto, Januário e Marcial, Mártires. Esses santos são chamados por Prudentius de “as Três Coroas de Córdoba”, cidade em que eles com intrépida constância confessaram Jesus Cristo. Primeiro Fausto, depois Januário e por último Martial, o mais jovem, foi içado ao instrumento de tortura denominado “cavalinho”, e o juiz encarregou os algozes de continuar a aumentar as suas dores até que se sacrificassem aos deuses. Fausto gritou: “Só existe um Deus que nos criou a todos”. O juiz ordenou que seu nariz, orelhas, pálpebras e lábio inferior fossem cortados. No corte de cada parte, o mártir dava graças a Deus. Januário foi então tratado da mesma maneira, e o tempo todo Marcial orou fervorosamente por constância enquanto estava deitado na tortura. O juiz o pressionou a cumprir os decretos imperiais, mas ele respondeu resolutamente, “Jesus Cristo é o meu conforto. Há um só Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, a quem se deve homenagem e louvor.” Os três mártires foram condenados a serem queimados vivos e alegremente terminaram seu martírio no fogo em Cordon, na Espanha.

Aqui novamente, como tão frequentemente acontece, temos uma passio que é historicamente sem valor, embora o fato do martírio e da localidade onde ocorreu não possa ser duvidado de que os nomes dos mártires são perpetuados em inscrições do século V ou VI, e também por uma entrada neste dia no Hieronymianum, ver CMH., pp. 530 , 554. A passio foi impressa por Ruinart, bem como na Acta Sanctorum, outubro, vol. vi, mas seus detalhes não são confiáveis…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober13.html

3.   Em Tes­sa­ló­nica (também no Martirológio Romano-Monástico), na Ma­ce­dónia, ac­tu­al­mente na Grécia, São Flo­rêncio, mártir, que, se­gundo a tra­dição, de­pois de vá­rios tor­mentos foi morto na fogueira. († c. s. III)

4*.     Em Ko­bern, junto ao rio Mo­sela, no ter­ri­tório de Tré­veris, ac­tu­al­mente na Ale­manha, São Lu­bêncio, presbítero. († s. IV)

5*.     Em San­remo, no li­toral da Li­gúria, re­gião da Itália, o se­pul­ta­mento de São Ró­mulo, bispo de Gé­nova, que, cheio de ardor apos­tó­lico, morreu du­rante uma vi­sita pas­toral às po­vo­a­ções rurais. († s. V)

6.   Em Tours, na Gália Li­o­nense, agora na França, São Ve­nâncio(também na Folhinha do Coração de Jesus), abade, que, tendo ca­sado na sua ju­ven­tude, ao vi­sitar a ba­sí­lica de São Mar­tinho se co­moveu ante a vida dos monges e, com o as­sen­ti­mento da es­posa, optou por viver com eles em Cristo. († s. V)

7*.     Em Sa­lagnac, no ter­ri­tório de Li­moges, na Aqui­tânia, também na ac­tual França, São Le­o­bono, eremita. († data inc.)

8*.     Em Iona, ilha da Es­cócia, o se­pul­ta­mento de São Con­gano, abade, que chegou a esta re­gião pro­ce­dente da Ir­landa, jun­ta­mente com sua irmã Santa Ken­ti­gerna, os fi­lhos dela e al­guns missionários. († s. VIII)

– Ver “… A diocese de Aberdeen hoje mantém a festa do santo abade Comgan. Ele era, dizem, filho de Kelly, Príncipe de Leinster. Comgan sucedeu à autoridade de seu pai, que ele exerceu sabiamente até que os governantes vizinhos o atacaram, foram derrotados na batalha e feridos. Ele foi forçado a voar e, levando consigo sua irmã e os filhos dela (um dos quais se tornou o abade São Fillan), cruzou para a Escócia. Ele se estabeleceu em Lochalsh, em frente a Skye, e com sete homens que o acompanharam fizeram um assentamento monástico lá. St Comgan viveu uma vida austera por muitos anos e, após sua morte, foi sepultado em Iona por seu sobrinho Fillan, que também construiu uma igreja em sua homenagem. Este foi o primeiro de vários, que, em várias formas, Cowan, Coan, etc…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober13.html

9*.     Em Augs­burgo, ci­dade da Ba­viera, na ac­tual Ale­manha, São Sim­berto, que foi bispo e abade de Mürbach. († c. 807)

10*.   Em Saint-Cir­gues, na re­gião de Au­vergne, na Gália, hoje na França, São Ge­raldo, ou Gerardo (também na Folhinha do Coração de Jesus), conde de Au­rillac, que, pro­cu­rando o me­lhor êxito para os seus ter­ri­tó­rios, viveu se­cre­ta­mente a vida mo­nás­tica com há­bito se­cular, dando aos prín­cipes um exemplo memorável. († 909).

Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano da graça de 909, a volta para Deus de São Geraldo, conde de Aurillac, fundador da célebre abadia que foi, por muito tempo, ponto de parada tradicional no caminho para Santiago de Compostela. Santo Odo, que foi abade de Aurillac antes de ser abade de Cluny, escreveu sua vida. Um século depois, Gerberto, sábio monge de Aurillac, deveria tornar-se mestre do futuro São Bruno, em Reims, antes de ser eleito Papa, sob o nome de Silvestre II. (M).

– Ver páginas 162-171: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

11.     Perto de Su­biaco, no Lácio, re­gião da Itália, Santa Ce­le­dónia (também na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Celidônia), virgem, que, se­gundo a tra­dição, du­rante cin­quenta e dois anos levou vida so­li­tária e muito aus­tera, de­di­cada uni­ca­mente a Deus.(† 1152)

12*.   Em Trino, no ter­ri­tório de Mon­fer­rato, também na Itália, a Beata Ma­da­lena Pa­na­tiéri, virgem, irmã da Pe­ni­tência de São Domingos. († 1503).

– Ver “… Bd Magdalen Panattieri, Virgin; ela parece ter sido poupada de todas as contradições e perseguições externas, logo se tornando uma força em sua cidade de Trino. Seu cuidado pelos pobres e crianças (em cujo favor ela parece várias vezes ter agido milagrosamente) pavimentou o caminho para sua obra pela conversão dos pecadores; ela orou e sofreu por eles e complementou suas austeridades com exortações e repreensões, especialmente contra o pecado da usura; Ela parece ter previsto as calamidades que atingiram o norte da Itália durante as invasões do século XVI e fez várias referências veladas a elas; mais tarde foi notado e atribuído às suas orações que, quando tudo em volta era rapina e desolação, Trino foi sem razão aparente poupada…”: https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober13.html

13♦.   Em Cou­tances, na França, o Beato Pedro Adriano Toulorge, pres­bí­tero pre­mons­tra­tense e mártir, que, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa,  foi de­ca­pi­tados na gui­lho­tina em ódio ao sacerdócio. († 1793)

14♦.   Em Olot, perto de Ge­rona, na Es­panha, o Beato Ân­gelo Maria Presta Batlle, re­li­gioso da Ordem dos Car­me­litas e mártir, que, du­rante a per­se­guição contra a fé, al­cançou a glória celeste. († 1936)

15♦.   Em Tar­rasa, perto de Bar­ce­lona, também na Es­panha, o Beato Luís Maria Ayet Canós (An­tónio Ayet Canós), re­li­gioso da Ordem dos Car­me­litas e mártir, que, na mesma per­se­guição, as­sas­si­nados em ódio à vida re­li­giosa, foi ao en­contro do Senhor. († 1936)

16♦.   Em Bar­ce­lona, também na Es­panha, o Beato Flo­rêncio Miguel (Ru­perto Garcia Arce), re­li­gioso da Con­gre­gação dos Ir­mãos das Es­colas Cristãs e mártir, que, na mesma per­se­guição, aco­lhendo fi­el­mente as pa­la­vras de Cristo, passou da morte à vida gloriosa. († 1936)

17*.   Em Ba­lasar, pró­ximo de Braga, em Por­tugal, a Beata Ale­xan­drina Maria da Costa (também na Folhinha do Coração de Jesus), que, tendo fi­cado pa­ra­li­sada em todo o corpo ao fugir de quem a per­se­guia com má in­tenção, en­con­trou na con­tem­plação da Eu­ca­ristia o modo de ofe­recer ao Se­nhor todos os seus so­fri­mentos por amor de Deus e dos ir­mãos mais necessitados. († 1955).

– Ver “A Beata Alexandrina de Balazar (Balazar30 de Março de 1905 – Calvário13 de Outubro de 1955), nascida Alexandrina Maria da Costa, foi uma reconhecida mística católica portuguesa com fama de santidade, membro da Associação dos Salesianos Cooperadores, mais conhecida por ter influenciado o Papa Pio XII a efectuar a consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria. Foi declarada beata pelo Papa João Paulo II a 25 de Abril de 2004…”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandrina_de_Balazar

18. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Áustria, no ano do Senhor de 1012, São Colmano, monge irlandês, venerado como mártir. (M).

– Ver página 172: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

19. Santo Eduardo, o confessor. “Eduardo encontra-se sepultado na Abadia de Westminster que mandou construir. Foi canonizado pelo papa Alexandre III, em 1161.[8]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Eduardo,_o_Confessor

– Ver também “A impressionante história de Santo Eduardo, padroeiro dos separados e dos casamentos difíceis”: https://pt.aleteia.org/2016/10/13/a-impressionante-historia-de-santo-eduardo-padroeiro-dos-separados-e-dos-casamentos-dificeis

20. Outras santas e santos do dia 13 de outubro: págs. 162-174, em: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XVII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XIII – Editora das Américas – 10 de julho de 1959.

 “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 13 de outubro: 13 de outubro – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

BIBLIOGRAFIA:

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi eCaterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS  800-802: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livrariaon line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayOctober13.html

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* Senhor, nosso Deus e Pai amado, obrigado por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

Querida Mãe Virgem Maria, socorra-nos, proteja-nos

São José, Anjos e Santos, intercedam por nós! Obrigado! Amém!

PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS A GRAÇA, AMADO PAI, DE LUTAR COM ENTUSIASMO, CORAGEM E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS, SOBRETUDO, A DOCILIDADE DAS OVELHAS. PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DESANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

“O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

“Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro). Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu sempre lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

“Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível.

(conforme: Saint of the Day (lngplants.com)

ou

Saint of the Day May 20 (lngplants.com)

“…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!

* PAI, ABRACE-NOS! JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS UNA!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

EM NOME DE JESUS, PAI! AMÉM!

* Ver o blog https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!