Santas e Santos de 13 de março

1.   Em Ni­co­média, na Bi­tínia, hoje Izmit, na ac­tual Tur­quia, os santos már­tires Ma­ce­dónio, pres­bí­tero, Pa­trícia, sua es­posa, e Mo­desta (também na Folhinha do Coração de Jesus), sua filha. († data inc.)

2.   Em Her­mó­polis, no Egipto, São Sa­bino, mártir, que, de­pois de pa­decer muitos tor­mentos, morreu lan­çado ao rio. No Egito, durante a perseguição de Diocleciano, São Sabino, que depois de haver suportado cruéis sofrimentos por causa de Cristo, foi jogado no Rio Nilo (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M). († s. IV)

3.   Na Pérsia, no ac­tual Irão, Santa Cris­tina (também na Folhinha do Coração de Jesus) mártir, que, de­pois de ter sido ver­gas­tada com azor­ra­gues, con­sumou o mar­tírio no tempo de Cós­roas, rei dos Persas. († 559)

4*.   Em Poi­tiers, na Aqui­tânia, na ho­di­erna França, São Pi­êncio, bispo, que prestou grande au­xílio a Beata Ra­de­gundes na fun­dação de cenóbios. († s. VI)

5.   Em Se­vilha, na His­pânia, São Le­andro, bispo, irmão dos santos Isi­doro, Ful­gêncio e Flo­ren­tina, o qual, pela sua pre­gação e so­li­ci­tude, con­verteu o povo dos Vi­si­godos da im­pi­e­dade ariana à fé ca­tó­lica, com o au­xílio do seu rei Recaredo. († c. 600)

6*.   No mos­teiro de No­va­lesa, junto ao Mon­ce­nísio, no vale de Susa, ac­tu­al­mente no Pi­e­monte, re­gião da Itália, Santo El­drado, abade, grande pro­motor do culto di­vino, que re­formou o sal­tério e fez cons­truir novas igrejas. († c. 840)

7.   Em Cór­dova, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, a paixão dos santos Ro­drigo, (também na Folhinha do Coração de Jesus) pres­bí­tero, e Sa­lomão, már­tires: o pri­meiro, por se ter re­cu­sado a acre­ditar que Maomé era ver­da­dei­ra­mente o pro­feta en­viado pelo Om­ni­po­tente, foi me­tido no cár­cere, onde en­con­trou Sa­lomão, que algum tempo antes ade­rira à re­li­gião ma­o­me­tana, e ambos con­su­maram o seu glo­rioso com­bate, sendo degolados. († 857).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Córdova, no ano do Senhor de 857, o martírio dos Santos Rodrigo e Salomão. Convertido do islamismo, Rodrigo foi traído por seu irmão, que continuava muçulmano. Levado para a prisão, ali encontrou um cristão de nome Salomão, que tendo uma vez apostatado, havia feito seu retorno para o Cristo. (M).

– Ver também São Rodrigo e São Salomão de Córdova nas páginas 418-419: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

– Ver também “Rodrigo de Córdova (? – Cabra13 de março de 857) é um santo venerado nas Igrejas Católica e Ortodoxa. Faz parte dos mártires de Córdova, grupo de cristãos moçárabes condenados à morte por sua fé durante os reinados de Abderramão II e Maomé I no Emirado de Córdova. Segundo a tradição, Rodrigo era um sacerdote em Cabra e tinha dois irmãos, um muçulmano e outro sem religião, atuando frequentemente como mediador das disputas dos dois.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Rodrigo_de_C%C3%B3rdova

8.   Em Ca­me­rino, no Pi­ceno, na ac­tual re­gião das Marcas, na Itália, Santo An­so­vino, bispo. († 868)

– Ver também “… 840 ST ANSOVINUS, BISPO, DE CAMERINO.
ST Ansovinus nasceu em Camerino na Úmbria, mas nenhum detalhe de sua infância foi preservado. Após sua ordenação ao sacerdócio, retirou-se para um local solitário em Castel-Raimondo, perto de Torcello, onde logo adquiriu fama de santidade e milagres. Acreditava-se mesmo que ao chegar à igreja atravessava o rio com a sua capa que lançava na água, e que, quando os raios do sol o ofuscavam enquanto oferecia o santo sacrifício, pendurava o purificador de linho no ar e sombreava seus olhos. O imperador Luís, o Piedoso, quando na Itália o escolheu como seu confessor, e ratificou sua eleição para a sé de Camerino. O santo, porém, não queria aceitar a dignidade, e quando ele consentiu, foi com a condição de que não se esperasse que ele fornecesse soldados para o exército imperial. Embora tal serviço militar fosse comum nos estados feudais e semifeudais, ele o considerava inadequado e contrário à lei da Igreja.

Ansovinus provou ser um pastor sábio e prudente. Ele não só era liberal com os pobres, mas em épocas de escassez ele administrava todos os recursos à sua disposição com tal sagacidade que era capaz de aliviar os sofrimentos dos necessitados. De fato, foi dito que quando ele esvaziava completamente um celeiro, ele era sobrenaturalmente reabastecido. O santo tinha o dom de curar e foi fundamental na cura de muitos doentes. Ele estava em Roma quando foi acometido de uma forma de febre que ele e os que o cercavam reconheceram como provável que fosse fatal. Apesar dos protestos de seus amigos, ele insistiu em voltar para casa para morrer entre seu próprio povo. Levaram o doente para o seu cavalo, e quando o animal o viu, aquele estranho instinto que as criaturas mudas muitas vezes possuem o impeliu a se ajoelhar para permitir que seu mestre montasse. Ansovinus chegou a Camerino e pôde dar uma última bênção e receber o viático antes de expirar silenciosamente.

Um milagre singular com o qual ele é creditado vale a pena relatar, mesmo que apenas para explicar o atributo comumente relacionado a Santo Ansovino. Ele estava a caminho de Roma para ser consagrado quando ele e seus amigos chegaram a Narni, onde ficaram para se refrescar. Pediram vinho, e o estalajadeiro trouxe. Ansovinus, percebendo que tinha sido regado, protestou com o homem, que respondeu rudemente que eles podiam pegar ou largar – era tudo o que eles conseguiriam. O santo então pediu copos, mas o estalajadeiro disse que ele só fornecia vinho e que os visitantes deveriam trazer seus próprios copos. Então Santo Ansovino tirou a capa e disse ao anfitrião para colocar o vinho no capuz. Ele assim o fez, sob protesto, e o capuz reteve o vinho, enquanto a água com que havia sido misturado se esvaiu.

A vida impressa na Acta Sanctorum, março, vol. ii, que pretende ter sido escrito por um certo Eginus não menos de um século após a morte do santo, é um documento prolixo e pouco convincente que consiste principalmente em milagres. Mas o culto de Santo Ansovino é reconhecido, e seu nome está inscrito no Martirológio Romano. Ver também M. Santoni, Cultus di Sant’Ansovino (1883).

Ansovinus de Camerino B (RM) Nasceu em Camerino, Itália; Ansovinus era um eremita em Castel Raimondo perto de Torcello que foi consagrado bispo de Camerino. Ele aceitou o cargo com a condição de que sua sede fosse isenta do serviço de recrutamento de soldados, então imposto à maioria dos bispos na qualidade de senhores feudais (Benedictines, Encyclopedia). Santo Ansovino é retratado como um bispo com um celeiro perto dele. Ele também pode ser mostrado com frutas e produtos da horta (Roeder). Ele é venerado em Camerino, é o patrono dos jardineiros e é invocado para boas colheitas (Roeder)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch13.html#840_St._Ansovinus_Bishop_sanctity_and

9*.   No mos­teiro de Cava de’ Tir­réni, na Cam­pânia, também re­gião da Itália, o Beato Pedro II, abade. († 1208)

– Ver “… 1208 Beato Pedro II de Cava “inimigo de todos os litígios” OSB Abbot (AC)
cultus confirmado em 1928. De 1195 até sua morte, Pedro foi o abade do Mosteiro de Cava perto de Salerno. Ele é descrito como “um inimigo de todos os litígios” (Benedictines)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch13.html#1208_Blessed_Peter_II_of_Cava_an_enemy

10*.   Em Ox­ford, na In­gla­terra, o Beato Ag­nelo de Pisa, pres­bí­tero, que, en­viado por São Fran­cisco à França e de­pois à In­gla­terra, aí ins­ti­tuiu a Ordem dos Me­nores e pro­moveu as ci­ên­cias sagradas. († c. 1236/1275).

Bem-aventurado Agnelo de Pisa: ver sua história nas págs. 420-421: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

11*.   Em Ernée, no ter­ri­tório de Mayenne, na França, a Beata Fran­cisca Tréhet, virgem da Con­gre­gação da Ca­ri­dade e mártir, que se de­dicou com grande so­li­ci­tude à ins­trução das cri­anças e ao cui­dado dos en­fermos e, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, mor­rendo ao fio da es­pada, con­sumou o seu mar­tírio por Cristo. († 1794)

12♦.   SANTA DULCE DOS POBRES: dia 13 de agosto (também na Folhinha do Coração de Jesus). No Diretório Litúrgico 2019, BEM-AVENTURADA DULCE LOPES PONTES, 13 de agosto, religiosa, beatificada em 22/05/2011 e canonizada em 13/10/2019. Ver “A data litúrgica para ela será o dia 13 de agosto.”: https://www.opovo.com.br/noticias/brasil/2019/07/01/igreja-proclamara-a-santa-dulce-dos-pobres.html

– Ver também “Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (Salvador26 de maio de 1914 — Salvador, 13 de março de 1992), conhecida como Irmã Dulcecanonizada com o título de Santa Dulce dos Pobres, foi uma religiosa católica brasileira. Por suas ações humanitárias de caridade e assistência aos desfavorecidos, ficou também conhecida como o anjo bom da Bahia.”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Irm%C3%A3_Dulce 

– Ver ainda: https://www.google.com/search?q=Santa+Dulce+dos+pobres&oq=Santa+Dulce+dos+pobres&aqs=chrome..69i57j0l4.3806j0j8&sourceid=chrome&ie=UTF-8

– Na Baía, ci­dade do Brasil, a Beata Dulce Lopes Pontes (Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes), virgem da Con­gre­gação das Irmãs Mis­si­o­ná­rias da Ima­cu­lada Con­ceição da Mãe de Deus, que de­dicou to­tal­mente mais de cin­quenta anos da sua vida ao ser­viço do pró­ximo, es­pe­ci­al­mente aos mais ca­ren­ci­ados e ao ope­ra­riado, fun­dando em seu favor vá­rias obras, entre as quais, o Hos­pital Santo An­tónio, o Centro Edu­ca­tivo Santo An­tónio, a União Ope­rária São Fran­cisco, o Centro Ope­rário da Baía. († 1992)

– Conforme o Martirológio Romano (Secretariado Nacional de Liturgia, nº 1 abaixo) de 13 de março, na Baía, ci­dade do Brasil, a Beata Dulce Lopes Pontes (Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes), virgem da Con­gre­gação das Irmãs Mis­si­o­ná­rias da Ima­cu­lada Con­ceição da Mãe de Deus, que de­dicou to­tal­mente mais de cin­quenta anos da sua vida ao ser­viço do pró­ximo, es­pe­ci­al­mente aos mais ca­ren­ci­ados e ao ope­ra­riado, fun­dando em seu favor vá­rias obras, entre as quais, o Hos­pital Santo An­tónio, o Centro Edu­ca­tivo Santo An­tónio, a União Ope­rária São Fran­cisco, o Centro Ope­rário da Baía. († 1992)

 – Mais sobre a Beata Irmã Dulce:

a. “…No dia 22 de maio de 2011, Irmã Dulce foi beatificada em Salvador, e passou a ser reconhecida como “Bem-Aventurada Dulce dos Pobres”. A Solene Eucaristia de Beatificação foi presidida pelo enviado especial do Papa Bento XVI, Dom Geraldo Majella Agnelo, arcebispo emérito de Salvador. Mesma ocasião em que o dia 13 de agosto se tornou, oficialmente, a data da celebração de sua festa litúrgica, que é comemorada em Salvador, e em pelo menos 28 igrejas e capelas de outros estados.Contudo, sua festa litúrgica é celebrada em 13 de março nessa denominação (wikipedia)…”.  Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Irm%C3%A3_Dulce

b.O dia 13 de agosto foi instituído pelo Vaticano como a data de celebração da festa litúrgica de Irmã Dulce. Desde a beatificação da religiosa, em 2011, a data foi escolhida porque foi nesse mesmo dia, em 1933, na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus (em Sergipe), que Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, aos 19 anos de idade, recebia o hábito e adotava, em homenagem à sua mãe, o nome de Irmã Dulce.”. Ver: https://www.camilianos.org.br/interatividade/noticias/noticias-da-igreja/homenagens-a-irma-dulce-marcam-o-mes-de-agosto/arcanjo

– Ver “Com Irmã Dulce, Brasil tem 37 santos e 51 beatos; conheça alguns deles”: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/10/com-irma-dulce-brasil-tera-37-santos-e-51-beatos-conheca-alguns-deles.shtml?origin=folha
– Ver “Nesta quinta-feira, 13, comemora-se o Dia Litúrgico da Santa Dulce dos Pobres, um ano após a canonização de Irmã Dulce. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a programação festiva conta com diversos eventos que vão acontecer de forma online, tanto no YouTube quanto no Instagram das Obras Sociais Irmãs Dulce (Osid).”: http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/2135537-comemoracoes-de-santa-dulce-acontecem-de-forma-online-nesta-quinta

13. No ano da graça de 828, São Nicéforo, patriarca de Constantinopla, que colocou sua autoridade a serviço da doutrina relativa às santas imagens, promulgada em Nicéia por ocasião do VII Concílio Ecumênico (Conforme Martirológio Romano-Monástoco – M).

– Ver também nas páginas 416-417: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

– Ver ainda “na Wikipedia de 02 de junho: Nicéforo I de Constantinopla (em grego: Νικηφόρος Α΄; romaniz.: Nikēphoros I) foi um escritor cristão durante do Império Bizantino e o patriarca de Constantinopla entre 12 de abril de 806 até 13 de março de 815.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nic%C3%A9foro_I_de_Constantinopla

– Ver também dia 02 de junho: Junto ao Bós­foro, na Propôn­tide, ac­tu­al­mente na Tur­quia, o pas­sa­mento de São Ni­cé­foro, bispo de Cons­tan­ti­nopla, acér­rimo de­fensor das tra­di­ções pa­ternas, que se opôs te­naz­mente ao im­pe­rador ico­no­clasta Leão o Ar­ménio, em favor do culto das ima­gens sa­gradas; ex­pulso da sede epis­copal, foi afas­tado por longo tempo para um mos­teiro, de onde partiu se­re­na­mente ao en­contro do Senhor. († 629)

14. Na Tebaida, perto de 412, Santa Eufrásia (também na Folhinha do Coração de Jesus), virgem. Quando alcançou a idade de decidir sobre sua própria vida, escolheu viver numa comunidade religiosa onde sua mãe a havia colocado, esperando casá-la. Colocou sua rica herança à disposição dos pobres (Conforme Martirológio Romano-Monástoco – M).

– Ver mais sobre a história de Santa Eufrásia, ou Eupráxia nas páginas 391-415: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

15. Na Sabóia, no séc. IX, Santo Heraldo, abade. Nascido perto de Aix-en-Provence, dirigiu uma comunidade que servia de asilo instalado no Monte Cénis (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M).

16. Outras santas e santos do dia 13 de março, páginas 391-424: VIDAS DOS SANTOS – 4.pdf (obrascatolicas.com)

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 13 de março, ver também: 13 de março – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 258-259: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7.  

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. Santo Abraão, rogue por nós! Amém!” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

* Sobre SANTO ANDRÉ CORSINI (04 de fevereiro): “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração”.

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.