Santas e Santos de 16 de março

1.   Em Aqui­leia, na Ve­nécia, ac­tu­al­mente no Friúli, re­gião da Itália, os santos Hi­lário, bispo, e Ta­ciano, (também na Folhinha do Coração de Jesus), mártires. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Aquiléia, no final do séc. 1lI, os mártires Santos Hilário e Taciano, diáconos, que participaram dos sofrimentos de Cristo pelo suplício do cavalete. (M).

– Ver também páginas 81-82 : http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († data inc.)

2.   Em Se­lêucia, na Pérsia, hoje no Iraque, São Papas, oriundo da Li­caónia, que, pela fé em Cristo, de­pois de muitos tor­mentos con­sumou a sua vida ter­rena com o martírio. († s. IV)

3.   Em Ana­zarbo, na Ci­lícia, ac­tu­al­mente na Tur­quia, São Ju­lião, mártir, que, sob o go­verno do pre­feito Mar­ciano, de­pois de lon­ga­mente tor­tu­rado, foi en­cer­rado num saco com ser­pentes e lan­çado ao mar. († s. IV). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. IV, a paixão de São Julião. Filho de um senador da Cilicia, foi admitido entre os ministros da Igreja, mas sofreu, aos dezoito anos, diversas torturas por haver se recusado a sacrificar aos falsos deuses, e por ter confessado a verdade que é Cristo. Foi, finalmente, costurado dentro de um saco cheio de serpentes, e depois atirado ao mar. (M). Ver “São Julião de Anazarbus (também conhecido como Julião da Cilícia e Julião de Tarsus) é um mártir do séc. IV canonizado pela Igreja Católica. Filho de um senador foi preso aos 18 anos de idade (?) por ser cristão, durante as perseguições de Diocleciano. Diz-se que resistiu, primeiro, a tormentos e que foi submetido, depois, a um período em que tentaram pervertê-lo por métodos suaves. Durante o período de um ano terá sido conduzido por vilas e aldeias da região da Cilicia, para que os pagãos zombassem dele. Mas nada o demoveu de sua fidelidade a Jesus Cristo. Foi, por fim, lançado ao mar, dentro de um saco de areia com serpentes venenosas e escorpiões. O mar levou o seu corpo até Alexandria onde foi sepultado antes de ser levado para Antioquia.[1]”; https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Juli%C3%A3o_de_Anazarbo

4*.   Na re­gião de Ar­tois, na Nêus­tria, no ter­ri­tório da ac­tual França, Santa Eu­sébia, aba­dessa de Hamay-sur-la-Scarpe, que, de­pois da morte do pai, se con­sa­grou com sua santa mãe Ric­trudes à vida mo­nás­tica e, ainda ado­les­cente, foi eleita aba­dessa para su­ceder à sua avó, Santa Gertrudes.

– Ver também páginas 83-84: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf  († c. 680)

5.   Em Co­lónia, na Ale­manha, Santo He­ri­berto, bispo, que, sendo chan­celer do im­pe­rador Otão III, foi eleito contra a sua von­tade para a sede epis­copal, onde ilu­minou in­fa­ti­ga­vel­te­mente o clero e o povo com o exemplo das suas vir­tudes, às quais exor­tava também com a sua pregação. († 1021). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano de Senhor de 1021, Santo Heriberto. Filho do conde de Worms, estudou na abadia de Gorze, perto de Metz. Nomeado mais tarde para a Sé episcopal de Colônia, foi um conselheiro respeitado pelos imperadores Otão e Henrique. (M)

6*.   Em Vi­cenza, na Ve­nécia, ac­tu­al­mente no Vé­neto, re­gião da Itália, o Beato João Sórdi ou Cac­ci­a­fronte, bispo e mártir, que, sendo abade, foi con­de­nado ao exílio por causa da sua fi­de­li­dade ao Papa; eleito de­pois bispo de Mântua e trans­fe­rido fi­nal­mente para a sede epis­copal de Vi­cenza, morreu pela li­ber­dade da Igreja, tres­pas­sado à es­pada por um sicário. († 1181). Ver página 90: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

7*.   Em York, na In­gla­terra, os be­atos João Amias e Ro­berto Dalby, pres­bí­teros e már­tires, que, no rei­nado de Isabel I, con­de­nados à morte por causa do sa­cer­dócio, se di­ri­giram com ale­gria para o su­plício da forca. († 1589)

8.   Na re­gião dos Hu­rões, no Ca­nadá, a paixão de São João de Brébeuf, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que, en­viado da França para as mis­sões entre os Hu­rões, de­pois de muitos tra­ba­lhos mis­si­o­ná­rios e tri­bu­la­ções, foi cru­de­lis­si­ma­mente tor­tu­rado pelos pa­gãos do lugar e morreu he­roi­ca­mente por Cristo. A sua me­mória ce­lebra-se no dia onze de Ou­tubro, jun­ta­mente com a dos seus companheiros. († 1649). No domínio do Canadá, os Santos Mártires João de Brebeuf, Gabriel Lalemant (17 de março), Antônio Daniel (também na Folhinha do Coração de Jesus de 16 de março), Carlos Garnier (também na Folhinha do Coração de Jesus de 16 de março) e Natal Chabanel, Sacerdotes da Companhia de Jesus, os quais, na missão dos Hurões, neste e em outros dias, depois de muitos trabalhos e crudelíssimos tormentos, morreram valorosamente por Cristo (conforme Martirológio, Editora Permanência). Ver página 91: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– MÁRTIRES DO CANADÁ (VER TAMBÉM 26 DE SETEMBRO, 18 E 19 DE OUTUBRO E 08 DE DEZEMBRO). Os santos már­tires João de Brébeuf, Isaac Jogues, pres­bí­teros e com­pa­nheiros (também na Folhinha do Coração de Jesus), da Com­pa­nhia de Jesus, no dia em que São João de la Lande, re­li­gioso, foi as­sas­si­nado pelos pa­gãos do lugar em Os­ser­nenon, hoje Au­ri­es­ville, nos Es­tados Unidos da Amé­rica do Norte, onde, al­guns anos antes, tinha al­can­çado a coroa do mar­tírio São Re­nato Goupil. Neste dia são também ve­ne­rados con­jun­ta­mente os seus santos com­pa­nheiros Ga­briel Lalemant, An­tónio Daniel, Carlos Garnier e Natal Chabanel, que, no ter­ri­tório ca­na­diano, em dias di­versos, mor­reram már­tires, de­pois de muitos tra­ba­lhos na missão entre os Hu­rões para anun­ciar o Evan­gelho de Cristo aos povos desta região. († 1642-1649). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no meio do séc. XVII, o martírio dos Santos Isaac Jogues, João de Brébeuf, René Goupil e outros cinco missionários jesuítas, cruelmente mortos pelos índios iroqueses, quando levavam ao Canadá o Evangelho. (R). Registrado em 18 de outubro: Em Os­ser­nenon, po­vo­ação do Ca­nadá, a paixão de Santo Isaac Jo­gues, pres­bí­tero da Com­pa­nhia de Jesus e mártir, que foi feito es­cravo pelos in­dí­genas, que lhe cor­taram os dedos e fi­nal­mente o ma­taram com golpes de ma­chado na ca­beça. A sua me­mória ce­lebra-se amanhã, jun­ta­mente com a dos seus companheiros. († 1646). Ver página 316: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2018.pdf

– Ver também: Mártires do Canadá. Ver “Os Mártires canadenses, conhecidos também como Mártires norte-americanos ou Mártires da Nova França, eram oito missionários jesuítas de Sainte-Marie among the Hurons que foram torturados e mártirizados em várias datas entre 1642 e 1649 no Canadá, na região que hoje é Ontário do Sul e Upstate New York, durante a guerra entre os iroquois (particularmente os mohawk) e os hurões. Os mártires são São René Goupil (1642),[1] Santo Isaac Jogues (1646),[2] São Jean de Lalande (1646),[3] Santo Antoine Daniel (1648),[4] São Jean de Brébeuf (1649),[5] São Noël Chabanel (1649),[6] São Charles Garnier (1649)[6] e São Gabriel Lalemant (1649).[5]”: https://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1rtires_canadenses

– Ver também “… 1642-49 Mártires da América do Norte (RM) Todos nascidos na França
No território do Canadá, os Santos João de Brébeuf, Gabriel Lalemant, Anthony Daniel, Charles Garnier e Noel Chabanel
, sacerdotes da Companhia de Jesus, que na missão dos Hurons, neste e em outros dias, depois de muitos trabalhos e muitas tormentos cruéis, sofreu bravamente a morte por Cristo, morreu 1642-49; canonizado em 1930. A principal festa do calendário romano é 26 de setembro; no entanto, os jesuítas comemoram seis padres (Antony Daniel, Charles Garnier, Gabriel Laleman, Isaac Jogues, John de Brébeuf e Noel Chabanel) e dois irmãos leigos (John Lalande e René Goupil) em 16 de março, encontraram suas mortes nas mãos dos Iroqueses, os inimigos mortais dos Hurões. Os iroqueses foram animados por um ódio amargo aos missionários, a quem submeteram a torturas indescritíveis antes de matá-los. Mais informações e biografias de cada um são apresentadas para sua festa principal (Attwater, Benedictines, Parkman, Wynne).”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch16.html#1642-49_North_American_Martyrs_RM_All

9. No sé. IV, Santo Abraão. Ordenado padre, converteu a Cristo uma comunidade pagã, perto de Edessa. Depois deste sucesso apostólico, retirou-se para o deserto, onde viveu como eremita. Santo Efrém teceu-lhe louvores (Conforme Martirológio Romano Monástico – M). Ver também: Santo Abraão, ermitão¸e Santa Maria, sua sobrinha, penitente, nas páginas 66-80: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver ainda: http://santoseanjoseetc.blogspot.com/2015/03/dia-16-de-marco-santo-abraao-eremita-e.html

10. Em Assis, a Bem-Aventurada Benedita, virgem que entrou no convento de São Damião, dirigido por Santa Clara, a quem sucedeu em 1253, dando o exemplo de constante observância da regra e de uma estrita pobreza  (Conforme Martirológio Romano Monástico – M).

– Ver “… 1260 Benedicta, Clarissa V
Sucedeu Santa Clara como abadessa das Clarissas em Assis (Gill)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch16.html#1260_Benedicta_Poor_Clare_V

11. Em 1915, o Bem-Aventurado Plácido Riccardi, monge beneditino de São Paulo-Fora-dos-Muros que exerceu uma grande irradiação apostólica através de sua vida de oração (Conforme Martirológio Romano Monástico – X).

12. Bem-Aventurado Torello de Poppi, ermitão e confessor. Ver páginas 85-87: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver “… 1282 BD TORELLO
A cidade de Poppi no Casentino foi o local de nascimento de Bd Torello, que sob os cuidados dos pais passou uma juventude quase irrepreensível. Após a morte de seu pai, porém, ele foi levado para maus caminhos, até que um dia, quando estava jogando boliche com alguns de seus companheiros dissolutos, um galo voou de um galinheiro e, empoleirado em seu braço, cantou três vezes – como se para acordá-lo do sono do pecado. Torello ficou paralisado de espanto, convencido de que aquilo era um aviso divino.
 Então ele procurou o abade de San Fedele, a cujos pés ele derramou sua confissão e de quem recebeu absolvição e bons conselhos. Torello então deixou Poppi, e vagou para a floresta por oito dias. Por fim, chegou a uma grande rocha, sob a qual permaneceu por mais oito dias, alimentando-se de ervas e três pãezinhos que levara consigo. Sobre aquela pedra ele resolveu construir para si um eremitério para servir a Deus pelo resto de sua vida e, portanto, voltou a Poppi para distribuir aos pobres todos os seus bens, exceto o pouco necessário para realizar seu plano. Ele comprou um pequeno terreno perto da rocha para um jardim e construiu uma cabana grande o suficiente para contê-lo, e lá ele viveu uma vida muito penitente. Ele usava ao lado de sua pele uma roupa de pele de porco meio raspada com cerdas tão espinhosas que cortavam sua carne. Ele se permitia apenas três horas de sono, e muitas vezes passava dois dias sem comer, enquanto sua comida comum consistia em quatro onças de pão e um pouco de água. Seu modo de vida estava escondido de todos, exceto de um amigo escolhido. Contra as tentações, ele dilacerava seu corpo até que o sangue fluísse e ficasse em água fria até tremer com ataques de calafrios. A idade avançada e a doença o obrigaram a comer mais e a misturar um pouco de vinho com a água que bebia. A morte o alcançou aos oitenta anos quando ele se ajoelhou em oração; ele havia passado mais de cinquenta anos em seu eremitério. Muitos milagres foram atribuídos a Torello – notadamente o resgate de um menino de um lobo e a domesticação do lobo, que depois dormia na entrada do eremitério. Bd Torello às vezes é reivindicado como vallombrosano e às vezes como franciscano, mas, embora tenha tomado o hábito de penitente do abade de Poppi, não pertencia a nenhuma ordem. Seu cultus foi aprovado pelo Papa Bento XIV ( 1740-1758 ).
O texto de uma curta Vida latina de Torello está impresso na Acta Sanctorum , março, vol. ii. Além disso, no século XVIII, quando seu culto foi confirmado, vários esboços biográficos foram publicados em italiano ou latim por Maccioni, Soldani, Cirnatti, Bellogrado e outros…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch16.html#1281_Blessed_Torello_of_Poppi_OSB_Vall.

13. Bem-aventurado José Brochero (também na Folhinha do Coração de Jesus), nascido em 16 de março de 1840 e morto em 26 de janeiro de 1914. Conforme: https://www.encontrocomcristo.com.br/america-latina-tera-mais-um-santo-o-argentino-jose-brochero/ .

– Ver também: https://noticias.cancaonova.com/mundo/america-latina-tera-mais-um-santo-o-argentino-jose-brochero/

Ver ainda “São José Gabriel del Rosario Brochero (Santa Rosa de Río Primero16 de março de 1840 — Villa Cura Brochero26 de janeiro de 1914) foi um padre católico argentino que sofreu com a lepra ao longo de sua vida. Ele é conhecido por seu extensivo trabalho com os pobres, os necessitados e os doentes.[1] Ele é afetuosamente conhecido como “o padre gaúcho” e o “padre cowboy“.

Ele foi beatificado em 14 de setembro de 2013 após uma cura atribuída a ele ter sido reconhecida como um milagre. O cardeal Angelo Amato – em nome do Papa Francisco – presidiu a cerimônia de beatificação. Outro milagre sob investigação foi reconhecido em 2016 e uma data para a canonização foi aprovada numa reunião de cardeais em 15 de março de 2016: 16 de outubro de 2016.[2]

A canonização ocorreu em 16 de outubro de 2016[3].”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Gabriel_del_Rosario_Brochero

14. Santo Abão de Magheranoidhe. Ver também 27 de outubro: Santo Abão de Margheranoidhe. Ver “Abão de Magheranoidhe (também chamado de Abbán ou Abão de Murneave ou de Murnevincirca 570 – 16 de março de 620) é um santo da tradição irlandesa. Foi associado inicialmente com Mag Arnaide (Moyarney ou Adamstowncondado de Wexford, perto de New Ross) e com Cell Abbáin (Killabbancondado de Laois).[2] Seu culto esteve, contudo, também ligado a outras igrejas em outros locais da Irlanda, juntamente com o de sua suposta irmã GobnaitFesta litúrgica em 16 de março e 27 de outubro”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ab%C3%A3o_de_Magheranoidhe

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ab%C3%A3o_de_Magheranoidhe

15. Outras santas e Santos do dia 16 de março: págs. 66-92 (vol.5): VIDAS DOS SANTOS – 5.pdf (obrascatolicas.com)

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 16 de março, ver também: 16 de março – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 263-264: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. https://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch16.html

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. Santo Abraão, rogue por nós! Amém!” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

* Sobre SANTO ANDRÉ CORSINI (04 de fevereiro): “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração”.

* “Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!(Albert Einstein, lembrado em 14 de março)

* “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas?
“Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.
“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa infelicidade seria indizível e sem limites.
“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.
“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor.

“Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.” (São Clemente-Maria Hofbauer, 15 de março)

* “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO… (SANTA LUÍSA DE MARILLAC, 15 DE MARÇO)”

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.