Santas e Santos de 23 de março

1. São Tu­ríbio de Mogrovejo (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo de Lima, no Peru, que era um leigo na­tural da Es­panha, pe­rito em ju­ris­pru­dência, quando foi eleito para esta sede epis­copal e partiu para a Amé­rica. Ani­mado de ar­dente zelo apos­tó­lico, per­correu fre­quen­te­mente a vasta di­o­cese, muitas vezes a pé, ve­lando as­si­du­a­mente pelo re­banho que lhe foi con­fiado; com­bateu com sí­nodos os abusos e es­cân­dalos no clero, de­fendeu vi­go­ro­sa­mente a Igreja, ca­te­quizou e con­verteu os povos na­tivos e fi­nal­mente morreu em Saña, no Peru. († 1606).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 1606, São Turíbio de Mongrovejo. Depois de ter sido durante cinco anos o primeiro magistrado de Granada, foi nomeado para a Sé episcopal de Lima, no Peru. Tocado pela triste situação social e religiosa da população indígena, ele dedicou-se a visitar sistematicamente sua imensa diocese, esforçando-se para eliminar os abusos e para construir igrejas e hospitais por onde quer que passasse. (R).

– Ver também págs. 228-235: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “Toríbio de Mongrovejo ou Turíbio de Mongrovejo (MayorgaValladolid18 de novembro de 1538 — SañaPeru1606) foi um prelado da Igreja Católica espanholarcebispo de Lima, hoje venerado como santo.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Tor%C3%ADbio_de_Mongrovejo

– Ver também “… Seu culto foi fortemente celebrado na América Latina em 27 de abril, até que sua festa foi acrescentada ao calendário universal em 23 de março. Ele foi selecionado para este culto mundial como uma espécie de missionário pioneiro, bispo reformador e representante da América do Sul, cuja enorme A população católica é muitas vezes esquecida (Attwater, Benedictines, Delaney, Farmer, Schamoni, White).
Na arte, São Turíbio é retratado como um bispo ajoelhado nos degraus do altar, cercado por anjos (Roeder). São Turíbio é o santo padroeiro dos bispos da América Latina (Branco).

 São Turíbio de Mogrovejo (1538-1606) 
Junto com Rosa de Lima, Turíbio é o primeiro santo conhecido do Novo Mundo, servindo ao Senhor no Peru, América do Sul, por 26 anos.
Nascido na Espanha e formado em direito, tornou-se um estudioso tão brilhante que se tornou professor de direito na Universidade de Salamanca e acabou se tornando juiz-chefe da Inquisição em Granada. Ele conseguiu muito bem. Mas ele não era um advogado esperto o suficiente para evitar uma sequência surpreendente de eventos.
Quando o arcebispado de Lima, na colônia peruana da Espanha, ficou vago, decidiu-se que Turibius era o homem necessário para preencher o cargo: ele era a única pessoa com força de caráter e santidade de espírito para curar os escândalos que haviam infectado aquela região. Ele citou todos os cânones que proibiam dar dignidades eclesiásticas a leigos, mas ele foi anulado. Foi ordenado sacerdote e bispo e enviado ao Peru, onde encontrou o pior do colonialismo. Os conquistadores espanhóis eram culpados de todo tipo de opressão da população nativa. Os abusos entre o clero eram flagrantes e ele dedicou suas energias (e sofrimento) a essa área primeiro.
Começou a longa e árdua visitação de uma imensa arquidiocese, estudando a língua, ficando dois ou três dias em cada lugar, muitas vezes sem cama nem comida. Confessava-se todas as manhãs ao seu capelão e celebrava a missa com intenso fervor. Entre aqueles a quem ele deu o Sacramento da Confirmação estava Santa Rosa de Lima e, possivelmente, São Martinho de Porres. Depois de 1590 teve a ajuda de outro grande missionário, São Francisco Solano.
Seu povo, embora muito pobre, era sensível, temendo aceitar a caridade pública de outros. Turibius resolveu o problema ajudando-os anonimamente.
Comentário: O Senhor realmente escreve certo com linhas tortas. Contra a sua vontade, e do improvável trampolim de um tribunal da Inquisição, este homem tornou-se o pastor cristão de um povo pobre e oprimido. Deus lhe deu o dom de amar os outros conforme eles precisavam…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html#1606_St._Toribio_Alfonso_de_Mogrovejo

2.   Na Cor­nu­alha, em ter­ri­tório ac­tu­al­mente da In­gla­terra, São Fingar ou Gui­nhero, mártir. († c. 460).

Ver “Na Irlanda, São Fingar, mártir, também conhecido como Guigner. Convertido por São Patrício, foi expulso da casa paterna. Ermitão em Plouvinger, à morte do pai tornou à cidade natal. Rejeitado por todos os parentes, tornou a desaparecer da Irlanda. Foi morto por ordem de um rei chamado Teodorico, em 460, provavelmente.”, página 243: VIDAS DOS SANTOS – 5.pdf (obrascatolicas.com)

3.   Co­me­mo­ração dos santos már­tires Vi­to­riano, procônsul de Car­tago, na ac­tual Tu­nísia, dois irmãos na­tu­rais de Aquae Ré­giae e também dois mer­ca­dores car­ta­gi­neses, ambos cha­mados Fru­mêncio, os quais, du­rante a per­se­guição dos Vân­dalos, sob o go­verno do rei Hu­ne­rico, por per­se­ve­rarem na con­fissão da fé cristã foram tor­tu­rados com ter­rí­veis su­plí­cios e assim re­ce­beram a coroa gloriosa. († 484).

– Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em 435, São Vitoriano, governador de Cartago, martirizado com outros quatro cristãos por ter repudiado todas as honrarias que lhe oferecia o seu chefe, o rei Hunerico dos vândalos, em troca de sua apostasia. (M).

– Ver página 241: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “… 484 SS. VITORIANO E SEUS COMPANHEIROS, MÁRTIRES
Hunerico, o rei ariano dos vândalos, sucedeu seu pai Genserico em 477. Ele inicialmente mostrou certa moderação em relação aos seus súditos católicos ortodoxos na Mauritânia, mas em 480 uma política de perseguição implacável foi novamente aplicada… Entre as vítimas mais conspícuas estava um grupo de mártires que são homenageados neste diaVitoriano, em particular, natural de Hadrumetum, que era um dos cidadãos mais ricos de Cartago, havia sido nomeado procônsul pelo próprio Hunerico. Quando os éditos perseguidores foram publicados, o rei vândalo fez tudo ao seu alcance para induzir esse representante católico a se conformar ao arianismo (https://pt.wikipedia.org/wiki/Arianismo

Sobre ARIANISMO, ver também: http://aveiro123.blogspot.com/2016/01/o-que-e-o-arianismo.html). Quando promessas e ameaças falharam em abalar sua adesão à verdadeira fé, a corajosa testemunha de Cristo foi submetida a horríveis tormentos, mas perseverou gloriosamente até que a morte o libertou. Com Vitoriano, o Martirológio Romano associa outros quatro que sofreram na mesma época. Dois deles, que eram irmãos, foram submetidos à mesma tortura que, mais de mil anos depois, foi empregada pelo caçador de sacerdotes, Topcliffe, para testar a constância dos mártires elizabetanos. Os dois irmãos foram pendurados pelos pulsos e pesos pesados ​​foram presos aos seus pés. Dizem-nos que, quando um deles deu sinais de que sua resolução estava enfraquecendo, o outro o exortou tão poderosamente a suportar mais, que o irmão de coração fraco clamou aos carrascos não para diminuir, mas para aumentar suas dores. Ambos foram depois queimados com placas de ferro em brasa, mas suportaram tudo pacientemente até o fim.

Nossa autoridade para esses fatos é a Historia Persecution is Vandalicae por São Victor, Bispo de Vita, um contemporâneo.

Victorian, Frumentius & Comps. MM (RM) Morreu em Hudrumetum em 484. Quando Huneric sucedeu seu pai Genseric como o rei ariano dos vândalos em 477, os católicos africanos foram estendidos a um grau de tolerância. Mas em 480, ele novamente começou a perseguir padres e virgens e em 484 estendeu sua raiva aos crentes simples.
Victorian, um rico católico de Adrumetum, foi nomeado procônsul por Hunnerico. Ele sempre se comportou com fidelidade para com o rei até o dia em que Hunnerico lhe enviou uma mensagem exigindo que ele se conformasse com a perversidade ariana da fé. Vitoriano imediatamente deu sua resposta: “Diga ao rei que confio em Cristo. Se sua majestade quiser, ele pode me condenar às chamas, ou às feras, ou a quaisquer tormentos: mas nunca consentirei em renunciar à igreja católica em mesmo que não houvesse outra vida depois desta, nunca seria ingrato e pérfido a Deus, que me concedeu a felicidade de conhecê-lo e que me concedeu suas mais preciosas graças”.
É claro que Hunneric não aceitou bem essa resposta. Vitoriano foi submetido a tortura, que sofreu com alegria, terminando em seu martírio. O Martirológio Romano registra que quatro outros mercadores ricos foram martirizados no mesmo dia. Os dois eram mercadores de Cartago, ambos nomeados de Frumentius. Os outros dois eram irmãos da cidade de Aquae-regiae, Bizacona, que foram presos pela fé e conduzidos a Tabaia. Eles haviam prometido um ao outro e implorado a Deus para permitir que sofressem e morressem juntos. Os perseguidores os penduraram no ar com grandes pesos aos pés. Um deles, sob o excesso de dor, implorou para ser derrubado para aliviar um pouco.
Seu irmão temia que ele pudesse estar perdendo a vontade de permanecer fiel. De sua prateleira ele gritou: “Deus me livre, querido irmão, que você pergunte tal coisa. Foi isso que prometemos a Jesus Cristo? Eu não deveria acusá-lo em Seu terrível tribunal? Você esqueceu o que juramos sobre seu corpo e sangue, para morrer juntos por seu santo nome?
Essas palavras encorajavam o outro: “Não, não; peço para não ser solto: pelo contrário, adicione novos pesos, por favor, aumente minhas torturas, exerça todas as suas crueldades até que se esgotem sobre mim“.
Eles foram então submetidos a novas torturas, incluindo serem queimados com placas de ferro em brasa, mas milagrosamente seus corpos não apresentavam sinais de cicatrizes ou hematomas. Finalmente, seus algozes os deixaram dizendo: “Todo mundo segue seu exemplo, ninguém agora abraça nossa religião” (Attwater2, Benedictines, Husenbeth) …”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html# e

http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html#St._Felix_African_martyr_with_twenty

Conforme o Martirológio Editora Permanência, na África, São Fidélis, mártir (também na Folhinha do Coração de Jesus).

Ver “… 5º v. São Fidélis Mártir da África, provavelmente um dos 21-24 companheiros de São Félix… No mesmo lugar, São Félix e outros vinte mártires.
Fidelis M (RM) Data desconhecida. Ele pode ser um membro do grupo de 21 mártires liderados por São Félix (Benedictinos).
São Félix Mártir africano com vinte companheiros acredita-se perseguido por Vândalos V
Félix e Companheiros MM (RM) século V. Este grupo de 21 mártires pode ter sofrido na mesma perseguição vândala que São Vitoriano e Companheiros. Tudo o que é certo é que eles morreram na África (beneditinos)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html#St._Fidelis_Martyr_of_Africa_probably

4*.   Em Pon­toise, perto de Paris, na França, São Gualter, pri­meiro abade do mos­teiro desta lo­ca­li­dade, que, re­nun­ci­ando à sua in­cli­nação para a vida so­li­tária, en­sinou aos monges com o seu exemplo a ob­ser­vância re­gular e com­bateu os cos­tumes si­mo­níacos no clero. († 1095)

– Ver “São Walter de Pontoise ( francês : Saint Gautier, Gaultier, Gaucher ; c.  1030 – c.  1099 ) foi um santo francês do século XI. Nascido em Andainville , [3] foi professor de filosofia e retórica antes de se tornar monge beneditino em Rebais (diocese de Meaux ). Uma história que conta a seu respeito é que, quando era novato, Walter teve pena de um prisioneiro na prisão do mosteiro e ajudou o prisioneiro a escapar. [2]”: https://en.wikipedia.org/wiki/Walter_of_Pontoise

VER 08 DE ABRIL: São Válter de Pontoise, também na Folhinha do Coração de Jesus (DE 08 DE ABRIL)

5*.   Em Ariano Ir­pino, na Cam­pânia, re­gião da Itália, Santo Otão, eremita. († c. 1120).

– Ver “Na Itália, Santo Otão, solitário e confessor, originário de Roma. Soldado, foi feito prisioneiro, devendo a liberdade à intercessão de São Leonardo. Ermitão em Ariano, perto de Benevento, faleceu em 1120.”, página 243: VIDAS DOS SANTOS – 5.pdf (obrascatolicas.com)

6*.   Em Gúbbio, na Úm­bria, também re­gião da Itália, o Beato Pedro, pres­bí­tero da Ordem dos Ere­mitas de Santo Agostinho. († c. 1306)

Ver “…1250? BD PETER DE GUBBIO
Não foram preservados quaisquer dados sobre a vida de Bd Peter, membro da família Ghisengi de Gubbio, que se juntou aos Eremitas Britânicos de Santo Agostinho e se diz ter se tornado provincial. A atenção foi dirigida a ele por causa das maravilhas que foram relatadas como tendo ocorrido em seu túmulo. Durante o expediente noturno, uma voz foi ouvida cantando os versos alternados do Te Deum, e quando a comunidade localizou o som e descobriu que procedia da cripta onde ele estava enterrado, encontraram seu corpo ajoelhado com a boca aberta e as mãos unidas. Foi traduzido para um local de descanso mais honroso, onde permaneceu incorrupto. Daí os peregrinos, mesmo de lugares distantes, afluíam a Gubbio para venerar suas relíquias. A última tradução de seu corpo ocorreu em 1666. O Papa Pio IX confirmou seu culto.Ver Acta Sanctorum , março, vol. iii…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html#1250-1350_Blessed_Peter_Ghisengi_many

7*.   Em York, na In­gla­terra, o Beato Ed­mundo Sykes, pres­bí­tero e mártir, que, no rei­nado de Isabel I, so­freu o exílio em ódio ao sa­cer­dócio e, tendo re­gres­sado à In­gla­terra, foi con­de­nado ao ex­tremo su­plício do patíbulo. († 1587)

8*.   Em Naas, lo­ca­li­dade pró­xima de Du­blim, na Ir­landa, o Beato Pedro Higgins, pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e mártir, que, no rei­nado de Carlos I, foi en­for­cado sem pro­cesso por per­se­verar na fi­de­li­dade à Igreja Romana. († 1642)

9.   Em Bar­ce­lona, na Es­panha, São José Oriol, pres­bí­tero, que, pela mor­ti­fi­cação cor­poral, pelo exímio culto da po­breza e pela oração con­tínua, vivia sempre em es­treita união com Deus e ani­mado de ale­gria celeste. († 1702). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Espanha, no ano da graça de 1702, São José Oriol. Graças à ajuda e à caridade de alguns padres, ele pôde, apesar de sua origem muito modesta, prosseguir seus estudos, conquistar o grau de doutor em Teologia e receber o sacerdócio. Enviado a uma paróquia de Barcelona, viveu pobremente em uma mansarda, dividindo seu tempo entre o ministério e a dedicação aos mais necessitados. (M).  Ver também págs. 236-241: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também “José Oriol (23 de novembro de 1650 – 23 de março de 1702) foi um sacerdote espanhol. Doutorado em filosofia e teologia na Universidade de Barcelona, em 1676 foi ordenado sacerdote em Vich, onde foi preceptor durante dez anos. Em 1686 viajou para Roma, onde o papa Inocêncio XI lhe confirmou um benefício na igreja de Santa María del Pí, na sua cidade natal. Dedicou a sua vida à penitência e ao cuidado dos enfermos. Beatificado em 1806, foi canonizado em 1909.”: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Oriol

10*.   Em Cemmo, po­vo­ação da Lom­bardia, na Itália, a Beata Anun­ciada Co­chétti, que di­rigiu com sa­be­doria, for­ta­leza e hu­mil­dade o Ins­ti­tuto das Irmãs de Santa Do­ro­teia re­cen­te­mente fundado. († 1882)

11.   Em ad-Dahr, no Lí­bano, Santa Re­beca ar-Rayyas de Himlaya (também na Folhinha do Coração de Jesus, Rebeca ou Rafka), virgem da Ordem Li­ba­nesa das Ma­ro­nitas de Santo An­tónio, que, vi­vendo cega du­rante trinta anos e de­pois atin­gida por ou­tras en­fer­mi­dades em todo o corpo, per­se­verou na oração con­tínua, con­fi­ando só em Deus. († 1914). Ver “Rafqa Pietra Choboq Ar-Rayès (Árabe: رفقا بطرسيّة شبق ألريّس) nasceu aos 29 de junho de 1832 na cidade de Himlaya[1], distante uns 30 km de Beirute, capital do Líbano e faleceu aos 23 de março de 1914 no Mosteiro de São José em Jrabta (na região do Monte Líbano) e distante aproximadamente 54 km de Beirute. Também conhecida como Santa Rafka, é uma santa católica maronita libanesa canonizada pelo Papa João Paulo II em 10 de junho de 2001.”:https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Rafqa_Pietra_Choboq_Ar-Ray%C3%A8s

12*.   Em Le­o­poldov, na Es­lo­vá­quia, o Beato Me­tódio Do­mingos Trcka, pres­bí­tero da Con­gre­gação do San­tís­simo Re­dentor e mártir, cuja pe­re­gri­nação sobre a terra, em tempo de per­se­guição da fé, se trans­formou em vida eterna com o seu glo­rioso martírio. († 1959)

13. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no séc. III, o martírio de São Nicon. Nascido em Nápoles, era ainda pagão quando entrou para o exército. Partindo mais tarde para Constantinopla, deteve-se jundo ao Bem-Aventurado Teodósio de Cisíquia que o batizou, formou na vida monástica e o fez bispo. Expulso pela perseguição junto com os discípulos de Teodósio, cuja direção lhe havia sido confiada, aportou na Sicília, onde foram todos presos e massacrados, em um dia 23 de março, durante a perseguição de Décio (M).

Ver página 241; http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

14. Conta-se também neste 23 de março, o triunfo dos santos mártires Domício (também na Folhinha do Coração de Jesus) Pelágia, Aquila, Epárquio e Teodósia, em 362, mortos pela fé em Cesaréia da Palestina. http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%L%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver “… 361 São Domício Mártir com Áquila Esparquio Pelagia e Teodósia em Cesaréia na Palestina.

 Da mesma forma, a coroação dos santos mártires Domício, Pelágio, Áquila, Eparquio e Teodósia.
Domício era um frígio. Ele entrou no circo em Cesaréia, onde exortou o povo a negar os deuses de Roma. Ele e seus companheiros foram atingidos por espadas.
Domício, Pelagia, Áquila, Eparchius & Theodosia MM (RM)São Domício foi um frígio que foi martirizado por Juliano, o Apóstata, provavelmente em Cesareia, na Palestina. É possível que ele seja o mártir sem nome na acta de São Basílio de Ancrya . Ele atacou publicamente os entretenimentos públicos no circo, que eram dedicados aos deuses pagãos (beneditinos)…”: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html#361_St._Domitius_Martyr_with_Aquila

15. Outras santas e Santos do dia 23 de março: págs. 228-243 (vol.5): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

Obs. Entra no Google chrome, mas não no edge.

Rohrbacher, Padre – VIDAS DOS SANTOS – Volume XXI – Editora das Américas – 10 de julho de 1959

 * “E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores, Virgens, Santas e Santos”.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex., ou português da época em que o livro foi escrito.

– Sobre 23 de março, ver também: 23 de março – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (Todas da internet, foram consultadas no dia de hoje)

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia –Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 277-279: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%2 0-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.
  7. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch23.html#

(este site mostra os santos do dia, em inglês. Tradução Google)

DIVERSOS (OBSERVAÇÕES, CITAÇÕES E ORAÇÕES)

* SENHOR, NOSSO DEUS E PAI AMADO, OBRIGADO POR TUDO O QUE O SENHOR NOS TEM DADO E PERMITIDO VIVER!

QUERIDA MÃE VIRGEM MARIA, SOCORRA-NOS, PROTEJA-NOS!

SÃO JOSÉ, SANTAS/OS E ANJOS, INTERCEDAM POR NÓS! OBRIGADO! AMÉM!

================

* PAI AMADO, DÊ-NOS ESPÍRITO DE ORAÇÃO, VIGILÂNCIA, RENÚNCIA, PENITÊNCIA! DÊ-NOS ARDOR MISSIONÁRIO PELO E PARA O SENHOR! TIRE-NOS O TORPOR E A TIBIEZA! DÊ-NOS, AMADO PAI, CORAGEM DE LUTAR COM ENTUSIASMO E FORÇA DE VONTADE, MESMO EM SITUAÇÕES SEDUTORAS, DIFÍCEIS E ESPINHOSAS, PARA ALCANÇAR AQUELA PERFEIÇÃO CRISTÃ DE BONS COSTUMES E SANTIDADE POR MEIO DA ORAÇÃO, ESFORÇO E TRABALHO. DÊ-NOS A DOCILIDADE DAS OVELHAS! SOBRETUDO, DÊ-NOS A GRAÇA! PEDIMOS EM NOME DE JESUS, NA UNIDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* MUITO MAIS PODE SER ACRESCENTADO A ESSA LISTA DE SANTAS, SANTOS E MÁRTIRES. ACEITAMOS SUGESTÕES. CONTATE-NOS, POR GENTILEZA, ESCREVA-NOS:

barpuri@uol.com.br

================

* SANTAS E SANTOS DE DEUS, INTERCEDAM POR NÓS! AMÉM!

================

  * “O maior jejum é a abstinência do vício” (Santo Agostinho)

================

* “Nos vemos no Céu. Viva Cristo Rei! Viva sua mãe, a Virgem de Guadalupe!” (últimas palavras do jovem mártir São José Sánchez del Rio,lembrado em 10 de fevereiro)

================

* “Ó meu Deus, sabeis que fiz tudo quanto me foi dado fazer.” (últimas palavras de São João Batista da Conceição Garcia, 14 de fevereiro).

Que essas palavras sejam também as nossas, quando o Pai amado nos chamar. Amém!

================

* “… Não há nada mais difícil do que a oração, pois não há esforços que os demônios não façam para interromper este poderoso meio de os desanimar (Santo Agatão, lembrado em 21 de outubro)

================

Senhor, não permita que eu entristeça o Divino Espírito Santo que o Senhor derramou sobre mim na Confirmação. Divino Espírito Santo me inspire, me guie para que eu só lhe dê alegria! Peço-lhe, Senhor, Pai amado, por Jesus Cristo, na unidade do Divino Espírito Santo! Amém!” (baseado na Coleta Salmódica após o Cântico Ez 36,24-28 do sábado depois das cinzas de 2021)

================

* Jesus me diz: “Filho (filha), eu estou com você!”

================

* “Os santos são uma “nuvem de testemunhas sobre a nossa cabeça”, mostrando-nos que a vida de perfeição cristã é possível”.

================

* “…santo é aquele que está de tal modo fascinado pela beleza de Deus e pela sua perfeita verdade que é por elas progressivamente transformado…” (Homilia de Beatificação de Padre Manoel e o Coroinha Adílio, lembrados em 21 de maio)

================

* Dia 23 de junho: SÃO JOSÉ CAFASSO: “Meios de se preparar para uma boa morte: na primavera de 1860 Dom Cafasso previu que a morte o levaria durante o ano. Ele redigiu um testamento espiritual, ampliando os meios de preparação para uma boa morte que tantas vezes expôs aos retirantes de Santo Inácio, a saber, uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado…” Pai amado, dê-nos a graça de nos prepararmos bem para a morte vivendo uma vida piedosa e justa, o desapego do mundo e o amor a Cristo crucificado. Amém!: http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayJune23.html

================

* “… A PAIXÃO VIVE; APENAS ESTÁ REPRIMIDA… ESTÁ APENAS PRESA… AS PAIXÕES VIVEM, APENAS SÃO REPRIMIDAS PELOS SANTOS (COM A GRAÇA DE DEUS!) …”.  SANTAS E SANTOS, INTERCEDAM POR NÓS PARA QUE POSSAMOS REPRIMIR AS PAIXÕES. PAI AMADO, DÊ-NOS A GRAÇA DE REPRIMIR AS PAIXÕES. Santo Abraão, rogue por nós! Amém!” (SANTO ABRAÃO, ERMITÃO, 27 DE OUTUBRO), conforme páginas 52-53: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%2019.pdf

================

* “… a oração por um ente querido é, para o crente, uma forma de apagar qualquer distância, até mesmo a morte. Em oração, permanecemos na presença de Deus na companhia de alguém que amamos, mesmo que essa pessoa tenha morrido antes de nós

“Não devemos transformar o purgatório em um campo de concentração em chamas à beira do inferno – ou mesmo em um ‘inferno por um curto período de tempo’. É uma blasfêmia pensar nisso como um lugar onde um Deus mesquinho cobra a última libra – ou grama – de carne … Santa Catarina de Gênova (Festa dia 15 de setembro, mística do século 15), escreveu ‘fogo’ do purgatório é o amor de Deus ‘queimando’ a alma para que, por fim, a alma esteja totalmente em chamas. É a dor de querer ser feito totalmente digno de Alguém que é visto como infinitamente amável, a dor do desejo de união que agora está absolutamente assegurada, mas ainda não completamente experimentada

(Leonard Foley, OFM, Crendo em Jesus) …”:

================

* Dia 17 de janeiro: Santo Antão (ou Antônio). Oração: “Santo Antônio, você falou da importância de perseverar em nossa fé e nossa prática. Ajude-nos a acordar a cada dia com um novo zelo pela vida cristã e um desejo de enfrentar o próximo desafio em vez de apenas ficar parado. Amém!”

================

* 19 de janeiro, São Macário. “… A oração não requer muitas palavras. sobre você, você só precisa dizer: “SENHOR, TEM MISERICÓRDIA!” O Senhor sabe o que é útil para nós e nos concede misericórdia.”… Se você deseja ser salvo, seja como um morto. Não fique com raiva quando insultado, nem orgulhoso quando elogiado.” E ainda: “Se a calúnia é como o louvor para você, a pobreza como a riqueza, a insuficiência como a abundância, então você não perecerá.“…

================

* Sobre SANTO ANDRÉ CORSINI (04 de fevereiro): “Ele trabalhou arduamente para subjugar suas paixões por meio de humilhações extremas, obediência até mesmo à última pessoa na casa, pelo silêncio e oração”.

================

* “Deus Todo-Poderoso não joga dadosDiante de Deus somos todos igualmente sábios – igualmente tolos!(Albert Einstein, lembrado em 14 de março)

================

* “Ó Meu Redentor, chegará aquele terrível momento em que restarão poucos cristãos inspirados pelo espírito de fé, aquele momento em que Sua indignação será provocada e Sua proteção será tirada de nós? Nossos vícios e nossas vidas más moveram irrevogavelmente Sua justiça a se vingar, talvez neste mesmo dia, de Seus filhos para não deixar que a luz da fé se apague nas almas?
“Lembre das antigas misericórdias, volta os olhos compassivos para a vinha plantada com a sua destra, regada pelas lágrimas dos Apóstolos, pelo sangue precioso de inúmeros mártires, e fecundada pelas orações de tantos confessores e virgens inocentes.
“Ó divino Mediador, olhe para aquelas almas zelosas que elevam seus corações ao Senhor e oram sem cessar pela manutenção desse seu dom mais precioso, a Verdadeira Fé. Mantenha-nos seguros na verdadeira fé católica e romana. Preserve-nos em sua santa fé, pois se formos ricos com este dom precioso, suportaremos com prazer todas as tristezas e nada poderá mudar nossa felicidade. Sem este grande tesouro da fé, nossa infelicidade seria indizível e sem limites.
“Ó Bom Jesus, Autor da nossa fé, conservai-a pura em nós; guardai-nos na barca de Pedro, fiel e obediente ao seu sucessor, e Vosso vigário aqui na terra, para que se mantenha a unidade da santa Igreja, a santidade promovida, a Santa Sé protegida em liberdade e a Igreja universal estendida em benefício das almas.
“Ó Jesus, Autor da nossa fé, humilha e converte os inimigos da Sua Igreja; conceda verdadeira paz e concórdia a todos os reis e príncipes cristãos e a todos os crentes; fortalece-nos e preserva-nos no Seu santo serviço até ao fim, para que vivamos com o Senhor e morramos no Senhor.

“Ó Jesus, Autor de nossa fé, deixe-nos viver pelo Senhor e morrer pelo Senhor. Amém.” (São Clemente-Maria Hofbauer, 15 de março)

================

* “… SEDE DILIGENTES NO SERVIÇO AOS POBRES . . . AMEM OS POBRES, HONREM-NOS, MEUS FILHOS, COMO VOCÊS HONRARIAM O PRÓPRIO CRISTO… (SANTA LUÍSA DE MARILLAC, 15 DE MARÇO)”

================

* “Salve, ó Mãe de toda pureza, virgem imaculada, Mãe de toda misericórdia e Mãe de nosso Salvador; venho rogar-lhe que interceda por um pobre pecador junto ao seu Divino Filho, para que me conceda Sua santa Graça. O inimigo implacavelmente me persegue e me ataca. Você uma vez esmagou a cabeça da serpente ao dar à luz nosso Salvador – ajude-me a superar suas artimanhas e enganos. Você é meu refúgio. Por que você me afastaria? …

Não, ó Virgem graciosa! Você virá em meu socorro e o inimigo será derrotado. Amém!. “São Nicolau relatou que nunca invocou Maria em vão e que sempre sentiu visivelmente os efeitos de sua proteção.  (São Nicolau de Flue – 21 de março)”

================

* A mente é purificada pelo conhecimento espiritual (ou pela santa meditação e oração), as paixões espirituais da alma pela caridade e os apetites irregulares pela abstinência e penitência… (regra resumida da perfeição cristã – que São Serapião repetia muitas vezes) … “Nossos corpos podem se tornar instrumentos do bem ou do mal, dependendo da disposição do coração; tanto os homens justos quanto os ímpios são frequentemente mudados para o outro tipo….” (São Serapião de Thmuis 21 de março – conf. http://www.lngplants.com/Saint_of_the_DayMarch21.html#370_St._Serapion_the_Scholastic_Bishop)

================

* ORAÇÃO DO ANO DE SÃO JOSÉ “PATRIS CORDE”

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. 

Amém!

(Conforme < https://radio.cancaonova.com/sao-jose-do-rio-preto/oracao-ano-de-sao-jose/ >)

================

* PAI, ABRACE-NOS!

JESUS, ACOLHA-NOS EM SEU CORAÇÃO!

DIVINO ESPÍRITO SANTO, NOS ENCHA E NOS UNA NO AMOR!

MÃEZINHA MARIA, CUIDE DE NÓS!

SÃO JOSÉ, SANTAS, SANTOS E ANJOS, ROGUEM POR NÓS!

POR CRISTO, NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO! AMÉM!

================

* Após Deus, o Pai amado, chamar minha amada esposa e companheira por 38 anos, 9 meses e oito dias, em 24.09.2017, descobri:

1. Posso comunicar com a minha Frô, pela ORAÇÃO;

2. Posso VER, ESCUTAR, SENTIR a FRÔ (transformada, sem dores, linda, maravilhosa) em meu ser;

3. Ela está vivendo nos braços de Deus (bondosos, vigorosos);

4. Um dia vamos estar juntos;

5. Quando Deus me chamar, quero levar coisas boas para o banquete celeste (amor a Deus e ao próximo).

Dê-nos essa Graça, Pai amado! Dê-nos A GRAÇA! AMÉM! Obrigado, Senhor, por tudo o que o Senhor nos tem dado e permitido viver!

================

“Senhor, eu tenho fé. Ajude-me a ter mais fé ainda!” (Mc 9,24)

================

* Ver o blog: https://vidademartiressantasesantos.blog/

MUITO OBRIGADO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.