Santas e Santos de 03 de junho

Me­mória dos santos Carlos Lwanga e doze companheiros, com idades entre os ca­torze e os trinta anos, per­ten­centes à corte dos jo­vens no­bres ou ao corpo de guarda do pró­prio rei Mwanga, neó­fitos ou fer­vo­rosos se­gui­dores da fé ca­tó­lica, que por se terem re­cu­sado ceder às im­puras in­ten­ções do rei, uns foram de­ca­pi­tados e ou­tros quei­mados no monte Na­mu­gongo, no Uganda. São estes os seus nomes: Mbaya Tu­zinde, Bruno Se­ro­numa, Tiago Bu­za­ba­liao, Ki­zito, Am­brósio Ki­buka, Mgagga, Gya­vira, Aquiles Kiwa­nuka, Adolfo Lu­digo Mkasa, Mu­kasa Ki­riwamvu, Ana­tólio Ki­riggwajjo, Lucas Banawakintu. († 1886)

– Ver páginas 444-445: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

2.   Em Car­tago, na ac­tual Tu­nísia, São Ce­cílio, pres­bí­tero, que con­duziu São Ci­priano à fé de Cristo. († s. VI)

3.   Em Car­cas­sonne, na Gália Nar­bo­nense, ac­tu­al­mente na França, Santo Hi­lário, que é con­si­de­rado o pri­meiro bispo desta ci­dade, no tempo em que os Godos di­fun­diam nesta re­gião a he­resia ariana. († s. VI)

4.   Em Tours, na Gália Li­o­nense, também na ac­tual França, Santa Clo­tilde (também na Folhinha do Coração de Jesus), rainha, cujas ora­ções in­du­ziram o seu es­poso Clo­doveu, rei dos Francos, a abraçar a fé de Cristo; de­pois da morte do seu es­poso, re­co­lheu-se na ba­sí­lica de São Mar­tinho, para não mais ser con­si­de­rada como rainha, mas serva de Deus. († 545)

– Ver páginas 430-433: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

5.   Em Meung-sur-Loire, no ter­ri­tório de Or­leães, também na ac­tual França, São Li­fardo, pres­bí­tero, que neste lugar levou vida eremítica. († s. VI)

6.   Em Anágni, na Cam­pânia, hoje no Lácio, re­gião da Itália, Santa Oliva (também na Folhinha do Coração de Jesus, Santa Olívia), virgem. († s. VI/VII)

7*.   Em Glen­da­lough, na Ir­landa, São Co­en­geno ou Que­vino ou Kevin, abade, que fundou um mos­teiro, no qual, se­gundo a tra­dição, foi pai e di­rector de muitos monges. († 622)

– Ver páginas 434-436: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

8*.   Em Cler­mont-Fer­rand, na Aqui­tânia, na ho­di­erna França, São Gens (Genésio), bispo de Cler­mont, cujo corpo foi se­pul­tado em Man­glieu, na igreja do mos­teiro por ele cons­truído com o hos­pício anexo. († c. 650)

9.   Em Cór­dova, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, Santo Isaac, mártir, que, sendo monge, du­rante o do­mínio dos Mouros, im­pe­lido por um im­pulso não hu­mano mas por ins­pi­ração di­vina, desceu do mos­teiro de Tá­banos à praça pú­blica para dis­cutir com o Emir sobre a ver­da­deira re­li­gião e foi por isso con­de­nado à morte. († 851)

– Ver página 437: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

10.     Em Lucca, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, São Da­vino, que, de origem ar­mena, vendeu todos os bens e se fez pe­re­grino por Cristo, até que, de­pois de vi­sitar a Terra Santa e a ba­sí­lica dos Após­tolos, morreu atin­gido pela enfermidade. († 1051)

11*.   Em Alt­kirch, no ter­ri­tório de Ba­si­leia, re­gião dos Hel­vé­cios, na ac­tual Suíça, São Mo­rando (ou Morândio), monge, na­tural da Re­nânia, que, or­de­nado pres­bí­tero, fez a pe­re­gri­nação a Com­pos­tela e, ao re­gressar, se tornou monge de Cluny, fun­dando de­pois o mos­teiro onde con­cluiu a sua in­tensa vida. († 1115)

– Ver páginas 438-439: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

12*.   Em Spello, na Úm­bria, re­gião da Itália, o Beato André Caccióli, o pri­meiro pres­bí­tero agre­gado aos Frades Me­nores, que re­cebeu o há­bito da Ordem das mãos de São Fran­cisco e as­sistiu à sua morte. († 1254)

– Ver páginas 440-441: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

13*.   No ce­nóbio de Santa Maria de Ca­dossa, na Lu­cânia, hoje na Cam­pânia, re­gião da Itália, São Cono, monge, que na sua ir­re­pre­en­sível ob­ser­vância mo­nás­tica e ino­cência de vida, pela graça de Deus, em breve tempo chegou ao grau mais su­blime das virtudes. († s. XIII)

14*.   Em York, na In­gla­terra, o Beato Fran­cisco In­gleby, pres­bí­tero e mártir, que, de­pois de ter es­tu­dado no Co­légio dos In­gleses em Reims, por exercer o sa­cer­dócio na sua pá­tria, foi con­du­zido, no rei­nado de Isabel I, ao su­plício do patíbulo. († 1580)

15.   Em Jerez de la Fron­tera, na An­da­luzia, re­gião da Es­panha, São João Grande, re­li­gioso da Ordem de São João de Deus, que res­plan­deceu pela sua grande ca­ri­dade para com os presos, os aban­do­nados e os mar­gi­nados e morreu con­ta­giado pela peste dos do­entes que tratava. († 1600)

– Ver páginas 442-443: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

16*.   Ao largo de Ro­che­fort, na França, o Beato Carlos Re­nato Collas de Bignon, pres­bí­tero da So­ci­e­dade de São Sul­pício e mártir, que era Reitor do Se­mi­nário Menor de Bourges, quando, du­rante a Re­vo­lução Fran­cesa, por causa do sa­cer­dócio, foi en­car­ce­rado numa ga­lera e morreu co­berto de chagas infecciosas. († 1794)

17.   Em Au Thi, no Ton­quim, ac­tu­al­mente no Vi­etnam, São Pedro Dong, mártir, pai de fa­mília, que pre­feriu so­frer atrozes tor­mentos a pisar a cruz e, porque quis gravar na sua face as pa­la­vras “ver­da­deira re­li­gião” em vez de “falsa re­li­gião”, foi de­go­lado no tempo do im­pe­rador Tu Duc. († 1862)

18*.   Em Bel­legra, lo­ca­li­dade pró­xima de Roma, o Beato José Oddi (Diogo), re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores, in­signe pela sua in­tensa oração e sim­pli­ci­dade de vida. († 1919)

19.   Em Roma, junto de São Pedro, o dia natal de São João XXIII, papa, cuja me­mória se ce­lebra no dia 11 de Outubro. († 1963)

20. São Juan Diego Cuauhtlatoatzim, na Folhinha do Coração de Jesus). Sua festa, conforme algumas fontes é 09 de dezembro.

– Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Juan_Diego_Cuauhtlatoatzin e https://santo.cancaonova.com/santo/sao-juan-diego-cuauhtlatoatzin/ e também ver https://cruzterrasanta.com.br/historia-de-sao-juan-diego-cuauhtlatoatzin/429/102/#c

21. Outros santos do dia 03 de Junho: págs. 430-447 (vol.09):

Clique para acessar o VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%209.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi publicado.

BIBLIOGRAFIA e DIVERSOS

  1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/
  2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004 ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf
  3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf
  4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para o Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997
  5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014Livraria on line – www.editorapermanencia.com
  6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.