Santas e Santos de 05 de março

1.   Co­me­mo­ração de São Teó­filo, bispo de Ce­sa­reia, na Pa­les­tina, que, no tempo do im­pe­rador Sep­tímio Se­vero, res­plan­deceu pela sua sa­be­doria e in­te­gri­dade de vida. No Martirológio Romano-Monástico: próximo de 198, São Teófilo, bispo de Cesareia da Palestina. Deu seguimento aos esforços do Papa São Vítor para que se celebrasse na Ásia a festa da Páscoa no domingo, segundo a tradição apostólica Romana (M).  († 195). Ver página 197: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Te%C3%B3filo_de_Cesareia

2. Conforme o Martirológio Romano, na Pan­fília, na ac­tual Tur­quia, São Cónon, mártir, um jar­di­neiro que, no tempo do im­pe­rador Décio, foi obri­gado a correr di­ante dum carro, com cravos es­pe­tados nos pés e, caindo de jo­e­lhos, em oração en­tregou o es­pí­rito a Deus. († c. 250). Conforme o Martirológio Romano-Monástico de 06 de março e também na Folhinha do Coração de Jesus , no Oriente, perto de 250, a paixão de São Conon, jardineiro cristão condenado a correr na frente de um carro, tendo seus pés atravessados por cravos, porque havia confessado ser discípulo de Jesus crucificado. (M)

Ver São Conon e a esposa Maria: página 198: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

– Ver ainda: páginas 214-216: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

3.   Em Roma, no ce­mi­tério de Ca­listo, junto à Via Ápia, o se­pul­ta­mento de São Lúcio, papa, su­cessor de São Cor­nélio, o qual, tendo pa­de­cido o exílio pela fé de Cristo, foi um exímio con­fessor da fé, en­fren­tando as di­fi­cul­dades do seu tempo com ad­mi­rável mo­de­ração e prudência. († 254). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Papa_L%C3%BAcio_I

4.   Em Si­nope, no Ponto, na ac­tual Tur­quia, São Focas, mártir, um jar­di­neiro que passou muitos tor­mentos pelo nome do Redentor. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, em Antioquia, perto de 320, São Focas. Segundo São Gregório de Tours, “sofreu inúmeros tormentos em nome do Redentor”. (M). Em Antioquia, São Focas, mártir. Depois de inúmeros sofrimentos que suportou pelo nome do Redentor, recebeu o prêmio dos prazeres eternos. Atormentado, triunfou gloriosamente da antiga serpente, o que é confirmado por um perene milagre. Se alguém, mordido por uma serpente, chegar à porta da igreja deste santo mártir, e, com fé viva e inabalável, invocá-lo, ver-se-á, incontinenti, curado. Ver pág. 197: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf(† c.s. IV)

5.   Em Ce­sa­reia da Pa­les­tina, Santo Adrião, (Adriano) mártir, que, du­rante a per­se­guição do im­pe­rador Di­o­cle­ciano, por man­dado do pre­feito Fir­mi­liano, num dia em que os ha­bi­tantes da ci­dade cos­tu­mavam ce­le­brar a festa “For­tuna dos Ce­sa­renses”, por causa da sua fé em Cristo foi pri­mei­ra­mente lan­çado a um leão e de­pois de­go­lado à espada. († 309)

6.   Na Pa­les­tina, junto ao rio Jordão, São Ge­rá­simo, ana­co­reta, que, no tempo do im­pe­rador Zenão, re­con­du­zido à ver­da­deira fé por Santo Eu­tímio, pra­ticou grandes obras de pe­ni­tência, ofe­re­cendo a todos os que sob a sua di­recção se exer­ci­tavam na vida mo­nás­tica a ci­ência da ri­go­rosa ob­ser­vância   ad­mi­rável frugalidade. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 475, São Gerásimo. Desviado por um momento para a heresia monofisita, retornou ao caminho da verdade graças a Santo Eutímio, Viveu como anacoreta no deserto da Judéia, perto de Jericó onde fundou uma laura composta de um mosteiro central e de eremitérios isolados. (M). Ver págs. 193-197, São Gerasmo, abade e confessor: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf(† 475)

– ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ger%C3%A1simo_do_Jord%C3%A3o

7*.   Em Sahighir, na re­gião de Os­sory, na Hi­bérnia, hoje Ir­landa, São Ki­e­rano ou Ci­rano, bispo e abade.                                                                                                                 († 530). Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ciar%C3%A1n_de_Saighir

8*.   Em Arles, na Pro­vença, re­gião da ac­tual França, São Vir­gílio (também na Folhinha do Coração de Jesus), bispo, que deu hos­pe­dagem a Santo Agos­tinho e aos monges que iam a ca­minho da In­gla­terra, en­vi­ados pelo papa São Gre­gório Magno. († c. 618). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no início do séc. VII, São Virgílio, monge de Lérins. Encarregado de dirigir a abadia de São Sinforiano em Autun, tomou-se depois bispo de Arles. O papa São Gregório Magno demonstrou-lhe sua confiança pedindo-Ihe que aceitasse, em seu nome, os trabalhos com as Igrejas das Gálias. (X). Ver página 198: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

9*.   Em Vi­gé­bano, na Lom­bardia, re­gião da Itália, o Beato Cris­tóvão Ma­cas­sóli, pres­bí­tero da Ordem dos Me­nores, in­signe pela sua pre­gação e pela ca­ri­dade para com os pobres. († 1485)

10*.   Em Ná­poles, na Cam­pânia, também re­gião da Itália, o Beato Je­re­mias de Valáchia (João Kos­tistik), re­li­gioso da Ordem dos Frades Me­nores Ca­pu­chi­nhos, que du­rante qua­renta anos as­sistiu inin­ter­rup­ta­mente aos en­fermos com grande ca­ri­dade e alegria. († 1625)

11.   Também em Ná­poles, São João José da Cruz, Carlos Ga­e­tano Ca­lo­sirto (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Ordem dos Frades Me­nores, que, se­guindo o exemplo de São Pedro de Al­cân­tara, res­taurou a dis­ci­plina da Regra em muitos con­ventos da Pro­víncia Napolitana. Ver páginas 189-192:

http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf(† 1734)

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Jos%C3%A9_da_Cruz

12. Santo Eusébio (também na Folhinha do Coração de Jesus), confessor. Em Cremona, Santo Eusébio, discípulo de São Jerônimo, confessor, filho de honesta família muito distinguida. Depois de passar a adolescência na cidade em que nasceu, foi a Roma visitar o túmulo dos santos apóstolos, onde encontrou São Jerônimo e com ele esteve algum tempo a estudar as santas Escrituras. Quando o grande doutor demandou ao Oriente, Eusébio acompanhou-o. Diz-se que o Santo assistiu ao amigo na hora da morte. Dirigiu o mosteiro de Belém, falecendo em 423. Ver págs. 197-198: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

13. São Domingos Sávio (também na Folhinha do Coração de Jesus de 05 de março de 2020). Conforme o Martirológio Romano Monástico de 09 de março, “no ano da graça de 1857, São Domingos Sávio, que morreu aos 15 anos de idade no Colégio fundado por São João Bosco em Turim, depois de ter dado o exemplo de uma vida de oração e de uma caridade fraterna ao mesmo tempo alegre e austera (X).

– Foi beatificado em 05/03/1950; canonizado em 12/06/1954; festa litúrgica em 06 de maio. Ver: http://www.salesianos.com.br/saodomingossavio/

– Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Domingos_S%C3%A1vio

14. São Drausino ou Dráuscio, bispo e confessor. Ver página 198: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

15. Outros santos do dia 05 de março: págs. 189-199 (vol.4): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 05 de março, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/5_de_mar%C3%A7o

– Ver 05 de março na Igreja Ortodoxa: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/5_de_mar%C3%A7o_na_Igreja_Ortodoxa

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

2 comentários em “Santas e Santos de 05 de março

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.