Santas e Santos de 07 de março

Me­mória das santas már­tires Per­pétua e Fe­li­ci­dade, presas em Car­tago com ou­tros jo­vens ca­te­cú­menos no tempo do im­pe­rador Sep­tímio Se­vero: Per­pétua, mu­lher pa­trícia de cerca de vinte e dois anos de idade, era mãe de uma cri­ança de peito; Fe­li­ci­dade, sua es­crava, es­tando grá­vida, se­gundo as leis devia ser con­ser­vada até dar à luz; mas, apesar das dores de parto, mos­trava-se se­rena di­ante das feras. Pas­saram ambas do cár­cere para o an­fi­te­atro, de rosto alegre, se­guras de que iam para o Céu. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória das Santas Perpétua e Felicidade (também na Folhinha do Coração de Jesus), martirizadas no anfiteatro de Cartago no dia 7 de março de 203. De condições sociais diferentes, estas duas jovens mães de família, ainda catecúmenas, enfrentaram a morte com mais coragem do que às dores do parto, na esperança de que não seriam mais elas, mas Cristo, que sofreria então nelas e por elas. (R). Ver sua história mais detalhada, juntamente com outros companheiros, nas págs. 226-243: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf(† 203)

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Perp%C3%A9tua_e_Felicidade

2.   Também em Car­tago, a paixão dos santos Sá­tiro, Sa­tur­nino, Re­vo­cato e Se­cun­dino, que mor­reram na mesma per­se­guição. O úl­timo morreu no cár­cere; os ou­tros, de­pois de so­frerem as in­ves­tidas de vá­rias feras, deram mu­tu­a­mente o ós­culo santo e su­cum­biram de­go­lados ao golpe da espada. São Saturnino, também na Folhinha do Coração de Jesus. Conforme o Martirológio, Ed. Permanência, São Saturnino padeceu juntamente com Santa Perpétua e Felicidade, juntamente com Sátiro, Saturnino, Revocato, que foram dados às feras e Secúndulo que morreu na prisão. († 203)

3.   Em Ce­sa­reia da Pa­les­tina, a paixão de Santo Eu­búlio, com­pa­nheiro de Santo Adrião, que dois anos de­pois dele, foi des­pe­da­çado pelos leões e tres­pas­sado pela lança. No Martirológio Romano-Monástico, em Cesaréia da Palestina, Santo Êubulo, que foi martirizado em nome de Cristo juntamente com o médico São Julião, ao final do séc. III (M). († 309)

4.   Em Quer­so­neso, na ac­tual Ucránia, os santos bispos Ba­sílio, Eu­génio, Aga­to­doro, El­pídio, Etério, Ca­pitão e Efrém, mártires. († c. s. IV)

5.   Na Te­baida, re­gião do Egipto, São Paulo o Simples, dis­cí­pulo de Santo Antão. Conforme o Martirológio Romano-Monástico, perto de 340, São Paulo, o Simples. Egípcio de origem, viveu no mundo até o dia em que, traído por sua mulher, foi bater à porta de Santo Antão. Antes de ser recebido, foi submetido a tais privações, que lhe foi dado o epíteto de “o Simples”. (M). Ver mais de sua história às págs. 244-248: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf(† s. IV)

6.   Em Bréscia, ci­dade do ac­tual Vé­neto, re­gião da Itália, São Gau­dioso, bispo. († s. V)

7*.   No mos­teiro de Aniane, na Sep­ti­mânia, ac­tu­al­mente na França, Santo Ardão Sma­ragdo, pres­bí­tero, que foi com­pa­nheiro de São Bento de Aniane na vida cenobítica. († 843)

8.   Em Prusa, ci­dade da Bi­tínia, na ac­tual Tur­quia, São Paulo, bispo, que, por de­fender o culto das sa­gradas ima­gens, foi ex­pulso da pá­tria e morreu no exílio. († 850)

9.   No mos­teiro cis­ter­ci­ense de Fos­sa­nova, no Lácio, re­gião da Itália, o pas­sa­mento de São Tomás de Aquino, cuja me­mória é ce­le­brada no dia vinte e oito de Janeiro. († 1274). Ver 28 de janeiro: Me­mória de São Tomás de Aquino (também na Folhinha do Coração de Jesus), pres­bí­tero da Ordem dos Pre­ga­dores e doutor da Igreja, que, do­tado de grandes dons in­te­lec­tuais, co­mu­nicou aos ou­tros, por meio do en­sino oral e es­crito, a sua ex­tra­or­di­nária sa­be­doria. Cha­mado pelo beato papa Gre­gório X para par­ti­cipar no Con­cílio Ecu­mé­nico de Lião II, morreu du­rante a vi­agem no mos­teiro de Fos­sa­nova, no Lácio, no dia 7 de Março. Al­guns anos de­pois o seu corpo foi tras­la­dado para Tolouse. († 1274). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, memória de São Tomás de Aquino, sacerdote da Ordem dos Pregadores. Inicialmente discípulo de Santo Alberto Magno e depois professor na Sorbonne, São Tomás elaborou, a partir da Sagrada Escritura e dos Padres da Igreja, e utilizando o sistema filosófico aristotélico, uma magistral síntese teológica que o fez ser proclamado Doutor da Igreja e patrono da Universidade Católica. Quando, por ordem do papa, se dirigia ao Concilio de Lião, morreu na abadia cisterciense de Fossanova no dia 7 de março de 1274, e seu corpo foi transferido para Toulouse em 28 de janeiro de 1369. (R)

No VIDA DOS SANTOS, a vida de São Tomás é contada dia 7 de março. Conforme págs. 220-225:

Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Tomás_de_Aquino

10*.   Em Lon­dres, na In­gla­terra, os be­atos már­tires João Larke e João Ireland, pres­bí­teros, e Ger­mano Gar­diner, que, pela sua fi­de­li­dade ao Ro­mano Pon­tí­fice, mor­reram en­for­cados em Ty­burn, du­rante o rei­nado de Hen­rique VIII. († 1544)

11.   Em Flo­rença, na Etrúria, hoje na Tos­cana, re­gião da Itália, Santa Te­resa Mar­ga­rida Rédi, virgem, que, tendo en­trado na Ordem das Car­me­litas Des­calças, per­correu um árduo ca­minho de per­feição e morreu ainda jovem. († 1770)

12.   Em Seul, na Co­reia, São João Bap­tista Nam Chong-sam, mártir. († 1866)

13.   Em Sai-Nam-Hte, também na Co­reia, os santos már­tires Si­meão Berneux, bispo, Justo Ranfer de Bretenières, Luís Beaulieu e Pedro Hen­rique Dorie, pres­bí­teros da So­ci­e­dade das Mis­sões Es­tran­geiras de Paris, de­ca­pi­tados por afir­marem au­daz­mente que vi­eram à Co­reia para salvar as almas no nome de Cristo. († 1866)

14♦.   Em Ca­ma­guey, ci­dade de Cuba, o Beato José Olallo Valdés, re­li­gioso da Ordem Hos­pi­ta­leira de São João de Deus. († 1889)

15*.   Em Kirov, ci­dade da Rússia, o Beato Leó­nidas Fe­dorov, bispo e mártir, que, exer­cendo o mi­nis­tério como exarca apos­tó­lico dos ca­tó­licos russos do Rito Bi­zan­tino, pe­rante um re­gime hostil à re­li­gião, me­receu ser dis­cí­pulo fiel de Cristo até à morte. († 1935)

16. No ano de 686, Santo Esterwin, abade de Wermouth. Esquecendo-se de sua nobre origem, tomou uma tal consciência de seu cargo que fazia questão de compartilhar o trabalho de seus monges (conforme o Martirológio Romano-Monástico – X).

17. Perto de 845, São Teófilo, bispo da Nicomédia, exilado por haver se pronunciado corajosamente em favor do culto das santas imagens, sinais visíveis de realidades invisíveis (conforme o Martirológio Romano-Monástico – M).

18. No mesmo dia, as Santas Thordgith e Edith, monjas inglesas do séc. VII, assim como o Bem-Aventurado Reinardo, abade de Reinhausen, no séc. XII (conforme o Martirológio Romano-Monástico – M).

19. Beata Maria Antônia de San José, religiosa. Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Maria_Ant%C3%B4nia_de_San_Jos%C3%A9

20. Outros santos do dia 07 de março: págs. 220-249 (vol.4): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%204.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 07 de março, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/7_de_mar%C3%A7o

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para  Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.