Santas e Santos de 31 de março

1.   Em Argol, lo­ca­li­dade da an­tiga Pérsia, hoje no Irão, São Ben­jamim (também na Folhinha do Coração de Jesus), diá­cono, que, por per­sistir em pregar a pa­lavra de Deus, no rei­nado de Va­ra­ráne V, tor­tu­rado com canas agudas cra­vadas nas unhas, con­sumou o seu martírio. († c. 420). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, na Pérsia, perto de 440, São Benjamim, diácono, submetido à tortura por haver preferido adorar a Cristo em vez do sol. (M).

2.   Em Roma, a co­me­mo­ração de Santa Bal­bina (também na Folhinha do Coração de Jesus), cuja ba­sí­lica no monte Aven­tino tes­te­munha a ve­ne­ração do seu nome. († a. 595). Conforme o Martirológio Romano-Monástico, no ano do Senhor de 130, Santa Balbina, convertida à fé juntamente com seu pai, tribuno militar, encarregado da vigilância dos cristãos aprisionados (M). Ver: https://pt.wikipedia.org/wiki/Balbina_de_Roma

3*.   Em Co­lónia, na Aus­trásia, ac­tu­al­mente na Ale­manha, Santo Agi­lolfo, bispo, ilustre pela sua pre­gação e san­ti­dade de vida. († 751/752)

4*.   Em Borgo San Do­nino, lo­ca­li­dade da pro­víncia de Parma, na Itália, São Guido, abade do mos­teiro de Pom­posa, que, de­pois de ter re­ce­bido muitos dis­cí­pulos e cons­truído edi­fí­cios sa­grados, se con­sa­grou in­tei­ra­mente à oração, à con­tem­plação e ao culto di­vino, e quis viver no ermo para se con­cen­trar só em Deus. († 1046). No ano da graça de 1046, São Guido. Nascido nas proximidades de Ravena, viveu inicialmente sob a direção de um eremita, que o enviou à abadia de Pomposa. Tornando-se abade, atraiu numerosos discípulos e fez de seu mosteiro um dos mais importantes centros da Itália Meridional (Conforme Martirológio Romano-Monástico – X). Ver página 430: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– “São Guido de Arezzo, foi o criador da notação moderna, com a criação do tetragrama, encerrando com o uso de neumas na História da Música, e batizou as notas musicais com os nomes que conhecemos hoje: dó, ré, mi, fá, sol, lá e si (antes, ut, re, mi, fa, sol, la e san), baseando-se em um texto sagrado em latim do hino a São João Batista”. Ver: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Guido_de_Arezzo

– Ver ainda: https://www.youtube.com/watch?v=DOlJ50hPIls

– Ver também: https://pt.zenit.org/articles/sao-guido-2/

– Ver ainda: http://vozativamadrigal.blogspot.com/2011/02/contribuicao-de-guido-darezzo-origem-da.html

– Ver: https://www.megacurioso.com.br/educacao/104254-do-re-mi-voce-sabia-que-as-notas-musicais-surgiram-por-conta-de-um-santo.htm

5*.   Em Tou­louse, na França, a Beata Joana, virgem da Ordem das Carmelitas. († s. XIV)

6*.   Em Údine, no ter­ri­tório de Friúli-Ve­nézia Giúlia, re­gião da Itália, o Beato Bo­a­ven­tura de Forli, pres­bí­tero da Ordem dos Servos de Maria, que, pre­gando em di­versas re­giões da Itália, exortou o povo à pe­ni­tência e morreu oc­to­ge­nário du­rante uma pre­gação quaresmal. († 1491)

7*.   Em Car­lisle, na In­gla­terra, a co­me­mo­ração do Beato Cris­tóvão Ro­binson, pres­bí­tero e mártir, que foi tes­te­munha do mar­tírio de São João Boste e, pas­sado algum tempo, no rei­nado de Isabel I, também ele, con­du­zido à forca em dia des­co­nhe­cido, igual­mente em ódio ao sa­cer­dócio re­cebeu a coroa de glória. († 1597)

8*.   Em Ra­vensbrück, lo­ca­li­dade da Ale­manha, a Beata Na­tália Tu­la­si­ewicz, mártir, que, du­rante a ocu­pação mi­litar da Po­lónia, sua pá­tria, de­pois de ter sido en­cer­rada num campo de con­cen­tração por se­quazes duma ne­fasta dou­trina hostil à dig­ni­dade hu­mana e à fé, com a ina­lação de gás letal en­tregou a alma a Deus. († 1945)

9. Profetas Amós e Oséias – Antigo Testamento. Diante das injustiças sociais e da infidelidade religiosa de Israel, Amós anunciou os rigores do ciúme divino, enquanto Oséias apelava para uma religião do coração, inspirada no amor de Deus (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M). Ver também páginas 417-422: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Am%C3%B3s

10. Em Antioquia da Pisídia, em meados do séc. III, Santo Acácio, bispo. Interpelado pelo Cônsul Marciano, confessou que “todos os cristãos, rezando todos os dias pela paz e pela prosperidade do império, somente podem oferecer sacrifícios ao Deus de Abraão, de Isaac e de Jacó, e a Seu Filho Jesus Cristo”. Depois da leitura desse depoimento, o imperador romano absolveu Acácio, por causa de sua resposta cheia de sabedoria (Conforme Martirológio Romano-Monástico – M). Ver páginas 423-430: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

– Ver também: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ac%C3%A1cio_de_Melitene

11. São Daniel, mercador, mártir. Ver página 431: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

12. Bem-Aventurado Amadeus de Saboia. Ver páginas 412-416: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

13. Na África, os Santos Teodulo, Anésio, Félix, Cornélia e seus companheiros mártires. Santa Cornélia (também na Folhinha do Coração de Jesus). Ver página 432: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pd

14. Outros santos do dia 31 de março: págs. 390-432 (vol.5): http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%205.pdf

“E em outras partes, muitos outros santos Mártires, Confessores e Santas virgens.

R/: Demos graças a Deus!”

OBSERVAÇÃO: Transcrito acima conforme os textos da bibliografia: português de Portugal, por ex. ou português da época em que o livro foi escrito. 

– Sobre o dia 31 de março, ver ainda: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/31_de_mar%C3%A7o

1. MARTIROLÓGIO ROMANO – Secretariado Nacional de Liturgia – Portugal http://www.liturgia.pt/martirologio/

2. MARTIROLÓGIO ROMANO ITALIANO – Editore: LIBRERIA EDITRICE VATICAN – A © Copyright by Fondazione di religione Santi Francesco di Assisi e Caterina da Siena, Roma, 2004

ISBN 978-88-209-7925-6 – PÁGINAS 292-293: Via Internet: https://liturgico.chiesacattolica.it/wp-content/uploads/sites/8/2017/09/21/Martirologio-Romano.pdf

3. VIDAS DOS SANTOS – PADRE ROHRBACHER – Abaixo o vol 1. São 22 volumes, sendo 20 volumes em PDF; 2 volumes não estão em PDF: Vol. 10 e 11: http://obrascatolicas.com/livros/Biografia/VIDAS%20DOS%20SANTOS%20-%201.pdf

4. Martirológio Romano-Monástico – adaptado para Brasil – Abadia de S. Pierre de Solesmes – Mosteiro da Ressurreição, Edições – 1997

5. Martirológio Romano – Editora Permanência – Rio de Janeiro, 2014 – Livraria on line – www.editorapermanencia.com

6. Folhinha do Coração de Jesus – virtual – aplicativo para celular.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.